Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#490310 por raphavet
02 Ago 2010, 20:10
Finalmente neste último final de semana 31/07/2010 -- 01/08/2010 pude realizar um sonho que eu julgava até então quase impossível, escalar o pico das agulhas e depois poder pernoitar acampado na base e com total autorização da administração do parque.......

Tudo começou com o planejamento de mais um final de semana no planalto de Itatiaia, arrumando todo equipo de escalada, comprando aquele manjado kit alimentação: queijo, salame, macarrão, chocolates, chás, biscoitos, querosene e conhaque.....
Mas como todos já devem saber havia o empecilho do lugar pra pernoitar de sábado pra domingo, pois o abrigo Rebouças está sempre lotado nos meses de temporada, o Alsene continua interditado, a pousada dos lobos já estava lotada, sobrou a pousada/camping dos Lírios, que além de ser muito longe da portaria ( 12 km de estrada ruim), ainda não atende o telefone nunca, então sem conseguir fazer contato, comecei a achar que tudo poderia dar errado , mas mesmo assim decidi que partiria no sábado cedo, levando toda tralha de camping, e caso não conseguisse um local pra ficar simplesmente voltaria pra casa....

Essa era minha última semana de férias e queria muito aproveitar pra escalar, estava em minha cidade natal Volta Redonda - RJ, enquanto meu irmão e companheiro de escalada estava em São Paulo, com tudo combinado parti de VR sábado cedo enquanto meu irmão vinha de Sampa, chegamos praticamente juntos na garganta do registro, tomamos aquele tradicional cafezinho com pedaço de queijo no bar Agulhas negras do Seu Miguel, e ainda pude matar a saudade da galera do GEAN, que por acaso encontrei no bar. Eles estavam indo pra fazer a travessia Rui Braga ( parte alta do parque para parte baixa com pernoite nas ruínas do abrigo Massenas), contei pra eles o que eu estava indo fazer no planalto e da minha dificuldade de arrumar um lugar pra dormir, e então recebi a notícia que tornaria minha viagem perfeita.....
A diretoria do GEAN tem participação efetiva dentro do parque, comparecendo nas reuniões e etc... portanto quase sempre está na frente no recebimento de notícias, então alguém me disse, tenho uma ótima notícia:
-- nesse final de semana estará começando em caráter experimental um camping dentro do parque, com capacidade para 10 barracas, não existe reserva, chegou, pegou...
Mal acabei de escutar e liguei o carro........kkkkkkk

Chegando na portaria ( posto Marcão), descobri que era tudo verdade, simplesmente não precisa pagar nada além da taxa de permanência, que no momento é de R$ 10,00 no primeiro dia e R$ 5,00 pro próximo dia ( 50% de desconto), a área pra camping ainda está com marcação provisória e fica situada em 2 locais:
-- o primeiro ao lado direito dos banheiros, no alto de um pequeno elevado, no caminho pro abrigo Rebouças, com capacidade pra 3 barracas.
-- o segundo ao lado esquerdo dos banheiros, numa clareira, marcada com pequenas madeiras com números e pedras, com capacidade pra 7 barracas, as instalações usadas são os banheiros masculino e feminino, com 2 privadas, 2 mictórios e 1 ducha gelaaaaaaaaaaadaaaaaaaaaa, também 1 tanque externo pra lavar utensílios de cozinha, as regras são as básicas de um local de preservação, proibido fogueiras, som alto, deixar lixo, gritarias, caçar e pescar.....E também respeitar o local apropriado pro camping, não poderia armar barrada fora das áreas demarcadas

Fomos logo os primeiros a armar a barraca e já partimos pro ataque ao cume das Agulhas pela via Bira III, essa é uma via mais técnica que a pontão e a normal, mas mesmo assim muito fácil, com lances de 3°, eu já havia tentado essa via há 3 anos atrás, mas não consegui chegar ao cume pois chovia muito e um amigo do grupo que estava indevidamente trajado com o famoso tecido da morte ( nosso querido algodão) teve hipotermia e começou a vomitar muito e ficar sonolento, então tivemos que retornar, mas dessa vez com o céu limpo e um sol de rachar, não tinha dúvida que cegaríamos no topo.


Imagem

Perfeito!!! Tempo maravilhoso, vamu que vamu pra cima!!!


Imagem

A via bira passa sob aquele negativo, a esquerda da matinha e depois entra em uma pequena chaminé a direita terminando na base do "livro".



Imagem

Vista sob o negativo.


Imagem

No fim da chaminé, note que só resta uma pequena rampa pra chegar na base do maciço onde fica o livro, no momento uma pessoa estava no livro montando uma pequena tiroleza.


Imagem



Imagem

Meu irmão assinando o livro.


Imagem

Vista da estrada, abrigo Rebouças, e camping a partir do cume das Agulhas.


Imagem

A maioria da galera não vem até o livro devido a pequena dificuldade imposta pela montanha, e prefere ficar no planalto ao lado, sem direito a registrar a conquista.


Imagem

Pequena chaminé (talvez um 3°) pra chegar no planalto onde estava a galera, e descer pela via pontão.

Chegamos ao camping e tomamos um banho (o mais gelado da minha vida), depois uma refeição quente merecida....


Imagem

Imagem




Imagem

Ainda era cedo mas a temperatura já havia caído bruscamente, e o carro e barraca estavam congelando.


Imagem



Imagem

Condensação?!? que nada, tirei essa foto as 4 da manhã devia estar uns -4 c°, tudo congelado, não poderia ser melhor....


Aconselho as pessoas a levarem material profissional, saco de dormir pra temperaturas negativas e um bom isolante, pois meu saco é um micropluma da T&R, que suporta 0 °C extremo e eu estava usando um conjunto segunda pele, meias para esqui, e um intermediário insulator da TNF, mesmo assim passei muito frio na madrugada... Portanto acho que um saco de dormir mais profissional seria o ideal...

No dia seguinte, com o mesmo tempo bom fomos para as prateleiras, a via escolhida foi a via sul, e depois descemos pela via norte, maravilha.


Imagem

Qual caminho? Pra cima!!!!


Imagem

O maciço das Agulhas visto do cume das Prateleiras, bem diferente né ?!?


Imagem

Represa do Funil em Resende.


Imagem

Descendo pela via norte, não precisava, mas fazendo rapel é mais rápido e mais divertido.


Contudo terminamos o dia mais cedo, com uma refeição quente as 15:00 e partimos para casa, foi um ótimo final de semana, gostei muito dessa iniciativa da administração do parque de abrir pra camping, acho que essas ações são muito importantes para aproximar o público e poder educar, pois as pessoas só preservam o que conhecem, é uma área muito fácil de fiscalizar e punir as pessoas que não respeitarem as regras, portanto sem maiores riscos ao meio ambiente, além do mais já existe uma estrutura de banheiros muito boa.

Agradeço a Deus pelo ótimo tempo e saúde e a administração do parque pela oportunidade de ficar mais próximo das montanhas que tanto amo,

abraços a todos,

#490331 por Sandro
02 Ago 2010, 21:17
raphavet escreveu:-- nesse final de semana estará começando em caráter experimental um camping dentro do parque...

Realmente é uma ótima notícia a reativação do camping no Abrigo Rebouças. Ainda que restrito em capacidade (e precisa ser assim), agora é cuidarem para que aquela fossa séptica não volte a vazar pro Rio Campo Belo.
E que dias lindos vocês pegaram nos picos heim! ::otemo::
Abraço.
#490348 por Cacius
02 Ago 2010, 22:02
Trip bacana, uma boa notícia - área de camping - e boas vias para iniciantes! Gostei de ver!
Sobre a geada que formou, normalmente não é necessário temperatura extrema... baixou de 3º (positivos), pontos de umidade já congelam!
Abraço!
#494121 por Augusto
15 Ago 2010, 12:15
Belo relato Rapha.

Me fez lembrar de uns 15 anos atras na minha primeira subida ao Agulhas.
Naquele pequeno trecho de mata fechada, pegamos a bifurcação errada e saímos no início da Via dos Estudantes.
Foi bem legal pegarmos trechos bem complicados, mas chegou uma hora que não dava mais. Tivemos que voltar e subir pela trilha.
Perdemos algumas horas, mas foi bom para conhecer um pouco mais o Pico.



Abcs
#1132943 por Junior Amaral
25 Out 2015, 22:29
Muito bacana.
Eu quero muito ir no topo mas quero acampar no local tbm porém, o Camping Rebouças está fechado pra obras a quase um ano e nada de liberarem.
Uma dúvida que eu tenho é que se é obrigatório contratar uma guia com equipamento de rapel para chegar ao topo ou tem opções de trilhas ou se já tem algum guia do parque com equipamento que leva a galera.
#1133029 por Otávio Luiz
26 Out 2015, 10:34
Junior Amaral escreveu:............Uma dúvida que eu tenho é que se é obrigatório contratar uma guia com equipamento de rapel para chegar ao topo ou tem opções de trilhas ou se já tem algum guia do parque com equipamento que leva a galera.

Não é obrigatório o guia, mas é obrigatório corda, cadeirinha, fita e mosquetão para subir o Agulhas e Prateleiras, devido a alguns lances técnicos. E claro, saber usar o equipamento. Por isso grande parte contrata os guias.
As outras trilhas não precisam de equipamento de escalada.

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes