Relatos de Viagens por 2 ou mais países da América do Sul
#739552 por Tiago_87
22 Jul 2012, 17:18
Sorrent, vc foi na pior balada de Santa Cruz, ali é barra pesada. Se chama Bufalo mesmo kkkkk. Terrivel cara, ri muito quando vi isso. Fica perto da minha casa, em um dos melhores bairros da cidade, mas é como se fosse um baile funk no Brasil. kkkk Quem bom que vcs nao passaram aperto nenhum por la. obs: otimo relato. Parabéns!

#740063 por dnbruno
23 Jul 2012, 23:43
Sorrent, parabéns pelo relato e pelo vídeo, ficou show de bola!!!
Teve umas partes que rachei, principalmente com a praga do celular ::lol4::

Em setembro estarei embarcando com mais 2 camaradas nessa também, em 30 dias num roteiro parecido com o seu, porém com o sentido "invertido".
To numa expectativa e na fase de comprar as tralhas pro Mochilão, ou seja, numa pilha de ansiedade que vc tb deve ter passado hahah ::otemo::

Vou fazer
Sta Cruz
La Paz
Copacabana
Puno
Cuzco
Paracas
Ica
Nasca
Arequipa
San Pedro de Atacama
Uyuni
Sta Cruz

Tenho algumas perguntas:

1) Pelo fato do meu roteiro ser invertido do seu, você vê alguma desvantagem em algum deslocamento?
2) No aeroporto de Viru-Viru, será que encontro vôo pra La Paz diário? Chego em Sta Cruz 13:00. Já que a Aerosur fechou, fico na esperança da TAM ou Boa
3) Que câmera vc usou pra fazer o vídeo? Além da máquina fotográfica, estou levando uma Contour pra filmar algumas coisas, mas eu fiz burrada pq meu modelo não troca a bateria ::putz::
4) Quais eletrônicos vc levou? , Teve algum que vc não usou ou ache dispensável? (Pensando no peso da mochila) Qual o padrão de tomada por lá?

Não sei se vai dar tempo de ler seu relato todo, mas já está sendo bem útil pra mim.
Posso te adicionar no Facebook? Precisava trocar idéias sobre alguns passeios específicos que tb faremos.

Estamos na expectativa ::cool::
Abraço!
#740248 por Sorrent
24 Jul 2012, 12:20
DanSan escreveu:Tá ficando mto bom o relato. O video então nem se fala... show de bola!

A camera que vc usou é waterproof, né? Qual o modelo? Ela faz videos mto bons... vc usou um tripé pra fazer aqueles cenas em que vc se filma??

Vou comprar uma camera DSLR esse mes mas sempre fiquei de olho em uma waterproof... hehe

abraços


Valeu!! a camera é waterproof, dustproof, snowproof, um-monte-de-coisa-proof hehehe pode jogar ela onde quiser sem dó. é uma Gopro Hero 2
http://www.gopro.com
Os videos são muito bons. Ainda perderam um pouco da qualidade mas isso foi por causa do software de edição, ainda estou brigando com isso heheh.
não usei tripé não, apoiava a camera em algum lugar ou no chão mesmo. o encaixe de tripé dela não é o universal, precisa comprar um adaptador que é barato por sinal.
Uma dslr é muito util nessa viagem, me arrependi de ter vendido a minha.

AndreMarques escreveu:Legal cara.....mas acho que faltou a foto do seu amigo Fredy....hehehe....rssss

Valeu

Abraços


Hahahah deixa o Freddy pra lá.


Fael Lagosta escreveu:Poutz... sábado na balaaaada... tbm na Bolívia é sacanagem demais ::ahhhh:: , huahuahuahuaha.

Ta muito bom o relato, acompanhando aqui, abraço;


Cara, toca muito essa desgraça de musica por lá, é incrível!!!

Dri.Rutka escreveu:Aí sim! Vou aguardar o relato! hahahahaha

sem comentários senhor Rutka. Se quiser participar do relato está convidado até porque o senhor fez algumas coisas diferentes


Tiago_87 escreveu:Sorrent, vc foi na pior balada de Santa Cruz, ali é barra pesada. Se chama Bufalo mesmo kkkkk. Terrivel cara, ri muito quando vi isso. Fica perto da minha casa, em um dos melhores bairros da cidade, mas é como se fosse um baile funk no Brasil. kkkk Quem bom que vcs nao passaram aperto nenhum por la. obs: otimo relato. Parabéns!

Sério?? eu achei bem tranquilo lá no dia apesar de não ser uma região muito bonita. acho que dei sorte hehehe


dnbruno escreveu:Sorrent, parabéns pelo relato e pelo vídeo, ficou show de bola!!!
Teve umas partes que rachei, principalmente com a praga do celular ::lol4::

Em setembro estarei embarcando com mais 2 camaradas nessa também, em 30 dias num roteiro parecido com o seu, porém com o sentido "invertido".
To numa expectativa e na fase de comprar as tralhas pro Mochilão, ou seja, numa pilha de ansiedade que vc tb deve ter passado hahah ::otemo::

Vou fazer
Sta Cruz
La Paz
Copacabana
Puno
Cuzco
Paracas
Ica
Nasca
Arequipa
San Pedro de Atacama
Uyuni
Sta Cruz

Tenho algumas perguntas:

1) Pelo fato do meu roteiro ser invertido do seu, você vê alguma desvantagem em algum deslocamento?
2) No aeroporto de Viru-Viru, será que encontro vôo pra La Paz diário? Chego em Sta Cruz 13:00. Já que a Aerosur fechou, fico na esperança da TAM ou Boa
3) Que câmera vc usou pra fazer o vídeo? Além da máquina fotográfica, estou levando uma Contour pra filmar algumas coisas, mas eu fiz burrada pq meu modelo não troca a bateria ::putz::
4) Quais eletrônicos vc levou? , Teve algum que vc não usou ou ache dispensável? (Pensando no peso da mochila) Qual o padrão de tomada por lá?

Não sei se vai dar tempo de ler seu relato todo, mas já está sendo bem útil pra mim.
Posso te adicionar no Facebook? Precisava trocar idéias sobre alguns passeios específicos que tb faremos.

Estamos na expectativa ::cool::
Abraço!


1) não vejo desvantagem não. é muito fácil se deslocar por lá de ônibus. é só procurar o terminal rodoviário e ser feliz hehehe. geralmente as pessoas vao vir te procurar oferecendo passagem mas mesmo se pintar alguma duvida, nada que uma boa perguntada por lá não resolva.
2) Sinceramente não sei pois não vi nada a respeito mas eu apostaria que sim boa a BOA e TAM são boas companhias.
3) como eu disse acima, usei uma Gopro Hero 2. recomendadíssima. Quando comprei ela estava em duvidas entre a Contour Roam e acabei ficando com a Gopro.
não sei qual a autonomia da Contour mas eu levei minha Gopro com apenas uma bateria (autonomia de 2 horas e meia) e serviu perfeitamente, diria até que teria sido gasto desnecessário se eu tivesse comprado a bateria extra. Em geral eu gravava videos nao muito longos então ela aguentava muito bem até a proxima recarga. Fiz a salkantay por 4 dias e ela aguentou, então acho que você não terá problemas com a sua Contour.
4) levei uma máquina fotográfica Sony HX9V, Gopro, tripé e um smartphone. eu acho indispensável o smartphone para poder usar o Wifi nos hostels e outros lugares sem correr o risco de usar aqueles computadores suspeitos (sim, eles têm vírus). Outro acessório indispensável é o tripé para máquina fotográfica. Mesmo indo com a galera, terão diversas situações que vc vai querer tirar aquela foto com o grupo e aí o tripé salva. Eu pedi muitas vezes mesmo para pessoas tirarem fotos minhas, isso até ajuda na hora de puxar conversa, mas o tripé é essencial. Não se preocupe com tomada, é o mesmo que utilizamos por aqui (sem ser o padrão novo brasileiro). eu não levei adaptador nenhum enão tive problemas mas diria pra vc levar um adaptador desses que a gente usa aqui no brasil mesmo.

pode me adicionar no facebook sim, sem problemas.
https://www.facebook.com/rafasorrentino

A dica mais importante de todas é: "puxe conversa com todo mundo". Você se surpreenderá, principalmente nos hostels, hehehhe !!!




Estive sem tempo nos últimos dias mas essa semana continuo o relato.
#740286 por digobob
24 Jul 2012, 13:15
Cara, sou amigo do Bruno ai de cima, vamos fazer esse pico em setembro, obrigado pelas dicas, mas uma coisa, vc levou varios cartões de memoraria ou a camera a go pro "guentaram" o tranco?
Como estamos em 03, estamos pensando no que levar, pra não irmos com um monte de cacarecos!

Quando vc diz presentes? vc diz o q? chaveiros, adesivos, bandeirinhas, que tipo de coisas trouxe daí? teve problemas ao voltar?

::hãã2::
#740346 por Rutkah
24 Jul 2012, 14:36
Sorrent escreveu:
Dri.Rutka escreveu:Aí sim! Vou aguardar o relato! hahahahaha

sem comentários senhor Rutka. Se quiser participar do relato está convidado até porque o senhor fez algumas coisas diferentes


Podeixar, acho que foi só o El Misti e as Linhas, quando chegar nessa parte eu te mando por MP! hehehe..

Edit: Tem Paracas e algumas coisas em Cuzco tb eu acho!

Digobob, vou deixar meu checklist das coisas que levei, com comentários.
Anexos
(27.5 KiB) Baixado 230 vezes
#740384 por rauzitoster
24 Jul 2012, 15:20
Sorrent,
Não tinha como não logar e não agradecer pelo relato. Muito obrigado!
Estou indo com minha namorada pra Bolívia e Peru em Setembro. Como a maioria das pessoas, boa parte das informações para a trip nós temos tirado daqui.
Foi muito bom encontrar um relato tão recente, assim podemos ter um parâmetro de preços mais aproximado e ter aquele gás final de empolgação para a viagem. Espero que dê tempo eu ler o relato todo até o dia da viagem.
Aguardo o restante. ::otemo::
Abraço
#740387 por Rutkah
24 Jul 2012, 15:24
digobob escreveu:rutika, e roupas? Como passou? Sobrou ou faltou, o que levou?

Então.. roupas é complicado.

Deixei pra comprar lá as de frio, mas no dia que cheguei em Sta Cruz estava tudo fechado, logo, não comprei nada técnico. Paguei barato (como tudo lá), mas repito, nada técnico.

Recomendo vc avaliar a quantidade de camisetas necessárias pra você, eu levei umas 7 eu ACHO, e foi suficiente. Levei uma regata mas não usei, já outros usaram, vai de gosto também, né?

Levei um jeans (o povo aqui fala que é desperdício) mas no geral foi muito útil, se vc levar um mais largo (que possa colocar uma segunda pele por baixo) acho que é válido até levar 2! Calça impermeável não levei e não fez falta, usei muito uma calça dessas de mochileiros também. Calça que vira shorts não levei e teria sido útil. Shorts/bermuda levei 2 e foi suficiente.

Cuecas acho que nem cheguei a usar todas que levei também, pois em algumas cidades você tem a opção de mandar lavar algumas roupas, fica barato e compensa! Agora, meias são bem úteis.. eu levei 2 grossas e 2 finas da decathlon para trilhas, e um monte finas pra usar com tênis e faltou.. isso pq usava as de trilhas (que são mais grossas que as de tênis) juntas.. Então recomendo umas 4 de cada! MAAS, ainda sim é de gosto, as meias finas + tênis e só usei pra fazer sandboard - um desperdicio - mas o Sorrent só usou tênis! Minha dica é: escolha se vai usar bota ou tênis e leve umas 8 meias adequadas, e lembre-se: por causa do frio muitas vezes vc começa o dia com 2 meias e termina com 1, sujando as 2 de uma vez!

Quanto a roupas de frio, como disse, passei bem à -10 graus com uma camiseta + uma malha + uma blusa estilo casaco, 2 segunda peles + jeans ou calça de mochileiro, luvas, gorro e cachecol, tudo comprado lá! MAAS, recomendo comprar uma segunda pele blusa e calça, um fleece e um corta-vento. Corta-vento é MUITO útil, pq as vezes não está tão frio, mas está ventando muito, então se você fica só com a malha passa frio por causa do vento, e se fica com casaco passa calor.

Cachecol, luvas e gorros você encontra fácil por lá! Fora isso levei uma sunga tbm, que foi útil.
#740419 por MariaEmilia
24 Jul 2012, 16:06
dnbruno escreveu: Vou fazer
Sta Cruz
La Paz
Copacabana
Puno
Cuzco
Paracas
Ica
Nasca
Arequipa
San Pedro de Atacama
Uyuni
Sta Cruz

Tenho algumas perguntas:

1) Pelo fato do meu roteiro ser invertido do seu, você vê alguma desvantagem em algum deslocamento?
o único inconveniente entrando no Salar por San Pedro de Atacama ao invés de Uyuni é o preço mais "salgado", pois no Chile é tudo mais caro que na Bolivia.

dnbruno escreveu:
2) No aeroporto de Viru-Viru, será que encontro vôo pra La Paz diário? Chego em Sta Cruz 13:00. Já que a Aerosur fechou, fico na esperança da TAM ou Boa



Tem voos saindo não do Viru Viru mais sim do El Trompillo, que fica praticamente no centro da cidade, se informa na balção das cia no Viru Viru.

Abraço!

Dri.Rutka ,

Baixe a sua tabela e enviei para meu irmão que vai fazer seu primeiro mochilão agora em setembro (Peru e Bolívia)

Então estou adorando o relato do Sorrent.

Maria Emília
#741178 por Sorrent
26 Jul 2012, 00:52
4° Dia - Salar de Uyuni

Acordei umas 7 da manhã e continuava frio, fui então encarar o chuveiro e fiz a enorme besteira de ir descalço :wink: , a água era quente então deu pra aguentar mas parecia que estava pisando no gelo quando saí!! Passado esse problema fui conhecer a cidade e procurar agências para o salar. São diversas agências e é possível fechar na hora sem problemas.
Como saí bem cedo ainda estava quase tudo fechado e Uyuni é uma cidade pequena, às vezes me sentia num filme do velho oeste.


Imagem
Friiiio

Imagem
Cidade vazia

Imagem

Quase tudo abria as 8:00 entao deu tempo de dar uma boa volta. Fui na Av. Ferroviária, paralela à que eu estava hospedado e encontrei um lugar aberto e aproveitei para tomar café da manhã. Acho que foram 17 Bs o café, e só por ter um aquecedor lá dentro ja valia a pena.

Imagem

Lá dentro funcionava também uma agência e depois de comer fui me informar com a mulher sobre o passeio no salar, ela me explicou tudo, mostrou as fotos e disse que ficaria em U$ 120,00 fora as taxas (30 Bs na Isla del Pescado e 150 Bs na Laguna Colorada) pelo passeio de 3 dias. Gostei e sabia que o preço estava na faixa do que esperava pelo que tinha visto no Mochileiros mas não ia fechar coma primeira agência então deixei reservado e disse que iria trocar dinheiro e retornaria logo. Essa agência se chama OLIVO TOURS.
Saí de lapassei em outras agências que não lembro o nome, perguntando o preço e tudo a mesma coisa, ou mais caro. Fui então trocar dinheiro (aqui há várias casas de câmbio, pesquise as cotações pois encontrará diferenças de até 15 centavos).
Aproveitei comprei uma garrafa de 2 litros de água (5Bs) e algumas besteiras pra comer. Também troquei dinheiro mas o melhor câmbio que encontrei foi R$ 1,00 = Bs 2,90 como não era muito bom, troquei pouco, então já fica a dica, se precisar de mais dinheiro tente trocar antes de chegar em Uyuni. Como era próximo ao hostel passei lá para guardar as coisas antes de voltar na agência e quando estava saindo do quarto cruzei com um cara que estava entrando no seu e rolou o tradicional "Hey", saudação internacional que funciona em qualquer país e em qualquer estado de embriaguez hehehehe :D, vá se acostumando com isso. Quando estava me distanciando ouvi: " brasileiro?", aí voltei e já rolou o "E ae blz, de onde é? e bla bla bla" Eram Sergio e Cesar, dois sujeitos muito gente fina que haviam acabado de fechar o salar na agência do próprio hostel por U$ 125,00 com as taxas incluídas. Como eu estava sozinho, vi que os caras eram gente boa e o preço era mais baixo, resolvi fechar com eles pois não tinha confirmado na Olivo Tours. Passei então na recepção do hostel para fechar o passeio e de repente vi a placa bem grande: OLIVO TOURS. hahahahha sorte não? A questão pelo que percebi é que muitas pessoas e estabelecimentos funcionam como intermediários para as agências ganhando comissão, não sei se era esse o caso mas pode ser. Como era a mesma agência resolvi então fechar com a mesma moça com quem já havia conversado. Voltei então onde havia tomado o café da manhã e logo que entrei ouvi um sotaque carioca, eram mais dois brasileiros, Beto e outro que não lembro o nome que estavam querendo fechar o passeio também.
Só que a mulher da agência havia feito um preço pra eles ainda maior do que pra mim e eu comentei com eles o preço que havia encontrado no hostel pela mesma agência (Pelo jeito eles olham pra sua cara e tentam decidir quanto acham que conseguem arrancar de você então pesquise bastante). O problema foi que a mulher ouviu eu comentando com eles sobre o preço e não gostou nada e depois veio pedir pra mim não fazer mais isso porque blá blá e blá, nem dei muita atenção afinal eles querem ganhar e a gente quer pagar menos, isso sempre será assim.

Enquanto a moça da agência atendia eles e tirava dúvidas comecei a (tentar) puxar conversa com Paola, da Romenia pois ela iria fazer o passeio lá também então já queria ir me enturmando. Eu tentei, tentei mas ela era muito monossilábica, sempre olhando para baixo, dava pra ver que não era muito de conversa então desisti.
Beto e o outro resolveram fechar com outra agência que já tinham visto, então nos cumprimentamos e eles se foram. Fui então conversar com a cidadã e expliquei que havia encontrado preço menor mas da mesma agência e que tinham dois brasileiros com quem eu queria fazer o salar também. Quando falei do preço, ela que já estava meio puta comigo, ficou ainda mais ::tchann:: mas o dinheiro é meu, a escolha é minha, certo?
ela fez algumas ligações e então disse que faria pelo mesmo preço U$ 125,00 já com as taxas incluidas e que não teria problemas, eu faria o salar com Sergio e Cesar. Paguei o passeio, confirmei meus dados e então ela me deu os 180,00 Bs em dinheiro para eu pagar a Laguna e a Isla ::otemo:: (Bom negócio). Saí de lá e fui carimbar meu passaporte alí perto.
Dica: Na Av. Ferroviária cerca de duas quadras da agência há um escrtório da migración boliviana. Assim que você fechar o passeio para o Salar vá até lá e carimbe seu passaporte com a saída do país (caso você vá para o Chile depois, senão não precisa). É só chegar lá e falar que vai para o Chile depois do Salar e ele vai perguntar quantos dias é o passeio e então cari,bar seu passaporte já com a data de saída, lembre-se que você tem que apresentar o seu papel de entrada no país, guarde sempre muito bem. o detalhe é que não se deve pagar taxa nenhuma para carimbar o passaporte aqui e dizem que se vc carimbar na migración no salar você paga uma taxa então já aproveite. O meu demorou menos de 2 min pra ser carimbado :D
Já eram 9 e pouco, então era só voltar pro hostel arrumar as coisas e esperar o carro da agência chegar.

Imagem
Frente do hostel

Imagem

Arrumei tudo e fui fazer o check-out e então a mulher (que era a mesma que me atendeu na agência hehehe) me cobrou apenas 45 Bs. Eu ia reclamar? Jamais! 8)

Quando o carro chegou já fui logo pegando minhas coisas e foi aí que aconteceu algo que me deixou puto. Sergio e Cesar foram entrando e a FDP da agência me disse que não era o meu carro. Disse que houve um, problema e teve que mudara distribuição dos grupos por que não-sei-o-que bla bla bla, nem ouvi, só queria estrangular ela. Não tinha muito o que fazer naquele momento então os dois foram e eu esperei meu carro que chegou em 5 min. A mulher ficava dizendo pra eu não me preocupar que não haveria problemas mas eu estava tão puto na hora que nem ouvia ela. o que me consolava é que de qualquer forma eu iria fazer o passeio com mais 5 pessoas então ruim não deveria ser.
O carro então chegou já com os outros 5 ocupantes, eram Carl, Matt e Tom da inglaterra e Izabel e Ian, um casal suiço, além do guia (que só falava espanhol mas tudo bem pois carl e tom falavam e Izabel tb então eles estavam sempre traduzindo) entrei no carro, nos apresentamos e aí eu pergunto. Com toda essa bagunça que a mulher da agência fez, imagina se eu não falasse inglês pois estava com mais 5 europeus e seriam 3 dias.
Então fica a dica: Sempre confirme coma agência seu grupo e diga que você só irá se for nesse grupo e evite assim esses transtornos como houve comigo

Saímos e passamos primeiro no Cemitério de trem que fica a 5 min do centro de Uyuni.
Aqui eu comecei a ficar meio preocupado pois os gringos estavam dividios, Carl, Matt e Tom estavam sempre juntos pois eram amigos e Izabel e Ian eram um casal e se vc já viajou em casal sabe como é não se misturar muito com os outros ::putz:: . Coisa que já estava bem diferente com os brasileiros que havia feito amizade. Um coisa que fica muito evidente nessa viagem é a diferença entre os europeus e os brasileiros, acredite, nós somos muito mais extrovertidos do que eles, mesmo que você não seja muito.
Minha opinião sobre o cemitério de trens: fraquinho, apenas um ferro-velho onde eles levam os turistas pra pelo menos justificar a existencia daquilo ainda. Tente pelo menos tirar umas boas fotos.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Ficamos alguns minutos ali tirando fotos e logo seguimos para um pequeno vilarejo onde você pode comprar alguns artesanatos.

Imagem

Imagem

Aqui pude notar uma coisa que me deixou mais aliviado, as agências saem nos mesmos horários e passam nos mesmo lugares então nas paradas é quase certeza que você vai encontrar as outras pessoas sempre (Se você está de olho naquela gringa do outro grupo aproveite ::otemo:: )
Estava lá dando uma volta pelas barraquinhas e encontrei Sergio e Cesar novamente, conversamos um pouco sobre nossa viagem e eles que já estavam no fim, me contaram sobre algumas experiências no hostel Wild Rover, mesmo hostel que eu estava planejando ficar. Então ele me mostrou orgulhoso a camiseta de "Wild Rover survivor", então fiquei mais animado ainda, era pra lá que eu iria. Depois viria a descobrir que todo ser vivo solteiro que passa pelos 3 Wild Rovers usa aquela camiseta com orgulho e um sorriso no rosto hahaha mais pra frente eu explico melhor.
Nos despedimos mais uma vez e fomos cada um pro seu carro.

Agora sim começávamos a ver o Salar mesmo e posso dizer que aquilo realmente impressiona. Infelizmente não peguei a temporada de chuva então não vi aquele espelho d´agua mas mesmo assim era incrível. Um hora paramos num local com vários montes de sal e o guia fala pra não subir mas você acha que a galera ouve? Descemos e aqui é um dos lugares onde a galera costuma tirar aquelas fotos em perspectiva. Ali eu e os gringos já estávamos mais enturmados mas mesmo assim eles eram muito fechados então não animava de ficar tirando muitas fotos com eles, pois nem eles queriam tirar fotos deles mesmos. E o casal apesar de muito simpáticos, como sempre no mundo do casal. Fiquei pensando: "será que eu era assim quando namorava? Provavelmente, então tomei nota mentalmente pra não repetir jamais! ::cool::

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Foi então que caminhando pelo sal, encontrei Sergio e Cesar novamente e ai foi a salvação, como era bom voltar ao mundo onde as pessoas, conversam, falam besteira e estão no clima de curtição.

Imagem
Sergio, Cesar e Rafael

Imagem

Trocamos contatos e voltamos pros carros. Seguimos mais um pouco e paramos no famoso local onde há um hotel de sal e bandeiras de diversos países. Nessa hora vi algo que me deixou um pouco espantado. Carl Tom e Matt estavam todos com seus Kindles ali no meio do salar lendo seus e-books. Lendo?????? No Salar???????? ::putz:: Ok ok eu também gosto de ler mas se você está num dos lugares mais bonitos da terra você vai ler ??? Era incrível, toda vez que entrávamos no carro eles começavam a ler.
O que me animava é que eu sabia que deveria encontrar os dois brasileiros nas paradas mas eu não desistia, tentava sempre conversar com os gringos e ver se eles se soltavam mais.


Imagem
Carl, Tom, eu e Matt

Imagem
Olha eles de novo aí

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Algo que muita gente pensa é que esse é o único hotel (ou museu, não entendi muito bem) de sal que há por lá e não é bem assim, esse é apenas o único por onde todos passam mas pelo que vi todas as agências (ou pelo menos várias) tem seu alojamento de sal onde as pessoas passam a noite.
Voltamos para o carro e seguimos para a Isla de Pescado onde iríamos almoçar.

Imagem

Essa isla é onde tem os famosos cactos gigantes nela se paga uma taxa de 30 Bs para visitação. Paramos o carro e o guia nos explicou onde ir e o que podíamos fazer enquanto ele preparava o almoço. Pagamos a taxa e fomos fazer uma trilha para contornar a ilha, muito legal e com o salar todo em volta, você simplesmente não se cansa daquilo. Uma hora paramos para descansar e apreciar o lugar e pude conversar mais com Ian, ajudou a quebrar o gelo. Tinha que ser pois iríamos ficar juntos por 3 dias e se ninguem falasse nada os 3 ingleses iam ficar lendo e os suiços conversando em francês entre eles.

Imagem
Ian e o mapa do Salar

Demos a volta na ilha toda, tiramos várias fotos e quase 1 hora depois voltamos para almoçar. Quinua, legumes, carne de llama, macarrão, salada e coca cola. Estava quase frio pois acho que demoramos muito mas comer com aquele visual, você nem lembra desse detalhe. Durante o almoço o papo fluiu bem melhor entre nós todos e eu já não estava mais preocupado, tinha apenas que aceitar e saber lidar com o jeito deles. ::cool:: O guia/cozinheiro/motorista nos deu mais algum tempo para passear pela isla enquanto ele organizava as coisas. Mais fotos.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Era hora de seguir viagem e apesar da leitura dos ingleses o clima já era outro no carro, já conversávamos o tempo todo, hora com um, hora com outro mas estava bem melhor, não eram conversas cheias de piadas e palhaçadas como com brasileiros mas se eu estava lá pra conhecer novas culturas, sem dúvidas aqula era uma boa oportunidade apesar de eu ja ter tido outras experiências com europeus antes. 8)
Fizemos outra parada para fotos e pela primeira vez conseguimos juntar o grupo todo para uma foto.

Imagem
O clima já era diferente.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Depois de muitas fotos seguimos para o nosso alojamento de sal pois já era fim de tarde. Ao chegar, fomos ver nossos quartos, deixar as coisas e fazer um reconhecimento do local, rsss.
Os quartos são para duas pessoas e pelo que vi na maioria das agências é assim. Como eu havia dito, cada agência tem o seu próprio alojamento ou convênio com algum para enviar os turistas mas pelo que ouvi de outras pessoas que ficaram em outros, é praticamente tudo igual.

Imagem
Alojamento de sal

É algo muito interessante ficar num lugar todo de sal, bancos, paredes, camas, tudo de sal. ::otemo::

Imagem

Imagem

Fomos dar uma volta todos juntos e curtir o pôr do sol.

Imagem

Imagem

Imagem

Se em Uyuni fazia frio, imagina ali no meio do nada à noite. Fora do alojamento é muito frio mas lá dentro não é nada de outro mundo. Na minha opinião chegamos lá muito cedo, daria pra ter ficado pra ver pelo menos o começo do pôr do sol no salar mesmo, peça isso pro seu guia.
No alojamento o grupo já estava mais unido então fomos jogar um jogo de baralho que os ingleses me ensinaram, se chamava Wist, bem legal, perdemos um bom tempo. Depois de uma menina de uns 6 ou 7 anos veio jogar conosco, filha de uma das cozinheiras do alojamento, foi engraçado. Já era noite e haviamos tomado chá e comido bolacha e logo logo sairia o jantar então aproveitei pra tomar banho antes que o frio piorasse. Aqui se paga 10 Bs para tomar banho e acho que isso somado ao frio fez com que nenhum dos gringos tomasse banho ::lol4::, na verdade eu não vi ninguem nem dos outros grupos indo tomar banho. Me desculpe mas para mim frio não é desculpa para não tomar banho se há possibilidade. Encarei a tarefa de ficar lá peladão no frio e sobrevivi e valeu a pena, afinal são R$ 3,00.
Aqui também há energia elétrica por um período então pode ficar tranquilo que dá pra carregar maquinas e eletronicos. Dica: fique atento pois como as tomadas são próximas, todo mundo deixa várias coisas juntas então nunca se sabe em quem pode confiar né!

Aqui alguns outros grupos se reunem mas no nosso caso ficou cada um na sua, não houve muita interação.
Jantamos nosso famoso Pollo con Papas e estava muito gostoso, deu pra repetir. Aqui também tinha água. Vale lembrar que a agência te fornece água/refrigerante/chá mas somente para as refeições por isso não deixe de comprar no mínimo uma garrafa de 2L para ter com você durante a viagem.

Depois do jantar fiquei um pouco do lado de fora observando o céu no salar. É muito lindo e estrelado mas como a máquina estava carregando não quis ter o trabalho de tirar e depois colocar de novo. Ficou na memória. Você passa por tanta coisa bonita nessa viagem que não dá pra tirar foto de tudo, algumas coisas ficam na memória mesmo!!

Após um tempo entrei, fiquei mais um pouco com os outros conversando (alguns ainda lendo hehehe) e depois de um tempo fomos dormir. As camas aqui possuem cobertores grossos então não precisam se preocupar com frio, eu dormi só de cueca numa boa. Se você for meio paranóico até pode rolar algumas dúvidas sobre os cobertores, se lavam sempre, etc etc mas quem está na chuva é pra se molhar. Desejei boa noite ao Carl e dormi.


DICAS:
- Confirme seu grupo com a agência e reforce isso, pelo que vi lá é uma bagunça esse negócio de troca de grupos .
- Não se preocupe com energia elétrica, você terá como carregar suas baterias todas as noites
- Leve água, óculos de sol, protetor solar e protetor labial. Esse último eu não levei e me dei mal, mas só iria descobrir daqui a alguns dias heheh
- fotos, tire muitas fotos, no caminho já vá pensando em coisas que você pode usar naquelas fotos com perspectiva distorcida, sapatos, garrafas, bonecos, frutas etc. vi muitas coisas legais mas como viram meu grupo não ajudou muito.
- Com relação ao frio do Salar eu diria que varia muito de pessoa pra pessoa, eu sinto muito calor então não sofri muito, é lógico que é frio mas nada absurdo, Uma roupa de frio boa mas não precisa levar uma alpaca morta pendurada no pescoço
- Não se esqueça de luvas
- leve salgadinhos, chocolates, etc, coisas pra comer entre uma parada e outra caso bata a fome.
Editado pela última vez por Sorrent em 31 Jan 2013, 00:10, em um total de 6 vezes.
#741299 por Sorrent
26 Jul 2012, 10:35
digobob escreveu:Cara, sou amigo do Bruno ai de cima, vamos fazer esse pico em setembro, obrigado pelas dicas, mas uma coisa, vc levou varios cartões de memoraria ou a camera a go pro "guentaram" o tranco?
Como estamos em 03, estamos pensando no que levar, pra não irmos com um monte de cacarecos!

Quando vc diz presentes? vc diz o q? chaveiros, adesivos, bandeirinhas, que tipo de coisas trouxe daí? teve problemas ao voltar?

::hãã2::



Esqueci de comentar, levei um HD externo de 500 GB que comprei antes da viagem. não comprei só por causa disso mas sim porque já estava precisando mesmo e acabei aproveitando na viagem também.
Na máquina fotográfica eu tinha um cartão de 16 GB e foi mais que suficiente pois não gravei vídeos com ela. Na Gopro tinha um cartão de 32 GB e filmando tudo em full HD foi mais ou menos o que usei mesmo.

eu acho que se você levar um pen drive ja ajuda, e se precisar também pode gravar em dvd nas lan houses. agora e se vai com a intenção de filmar muito mesmo ai eu aconselho o HD.

Eu trouxe algumas camisetas, chaveiros, nada de mais. nao tive problemas com nada.


rauzitoster escreveu:Sorrent,
Não tinha como não logar e não agradecer pelo relato. Muito obrigado!
Estou indo com minha namorada pra Bolívia e Peru em Setembro. Como a maioria das pessoas, boa parte das informações para a trip nós temos tirado daqui.
Foi muito bom encontrar um relato tão recente, assim podemos ter um parâmetro de preços mais aproximado e ter aquele gás final de empolgação para a viagem. Espero que dê tempo eu ler o relato todo até o dia da viagem.
Aguardo o restante. ::otemo::
Abraço


Eu que agradeço por estar acompanhando. Espero que alguma informação aqui lhe seja útil! Boa viagem para vocês!! Abraço!!




Eu concordo com o Rutka sobre a calça jeans. Muita gente diz pra não levar pois é pesado e etc. Eu acho que tem que levar sim, nem tudo nessa viagem é mato, tem horas que você vai sair a noite etc
Editado pela última vez por Sorrent em 27 Jul 2012, 13:22, em um total de 1 vez.
#742596 por Sorrent
30 Jul 2012, 11:23
Só porque eu queria continuar o relato, a placa de rede do meu pc queimou (aparentemente) e estou sem net em casa por um tempo heheh.

5° Dia

Acordamos cedo, por volta de 7 da manhã, arrumamos nossas coisas, tomamos café e saimos. Lembrando que o Salar mesmo é somente no primeiro dia, de agora em diante seriam lagunas, vulcões, etc.
Saímos e pouco tempo depois, quando estávamos no meio do "nada", nosso guia percebeu que havíamos nos distanciado do outro carro (estávamos em dois grupos sempre andando juntos) e depois de algumas tentativas de contato via rádio, o guia nos disse que o carro deles estava com pneu furado porém nós não sabíamos se estava à nossa frente ou atrás pois há algumas "estradas" paralelas e ninguem viu para onde eles foram. Nessa indecisão toda o guia estava o tempo todo fora do carro tentando falar com eles e nós ficamos lá dentro conversando e nessa ficamos por uma hora até que o guia resolveu seguir.
Apesar de termos perdidos um tempo ali foi bem legal pois o clima já estava mais descontraído e a paisagem ajudava bastante. Vimos varios animais vivendo livres na natureza e o engraçado é que ficamos tão animados de ver aquilo como se fosse algo de outro mundo, acho que esquecemos que isso é que é o normal.
Depois de um tempo passamos por um pequeno povoado e o outro carro está lá parado.
Eles não quiseram comentar muito mas pelo que ouvimos o outro guia estava lá na mesma situação, achando que nós estávamos com o pneu furado.
Acabamos perdendo algum tempo e depois de rir um pouco da situação, seguimos em frente.

Imagem

Passamos pelo Salar de Chiguana que é bem menor e não paramos nele, o guia só comentou. Paramos então aos pés do vulcão Ollague para tirar algumas fotos. Nessa hora encontrei Paola da Romenia novamente e apesar de um "oi" mais simpático desta vez, nem paramos pra conversar. Será que deveria? nunca saberei!

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Nesse dia o guia faz várias paradas em lugares estratégicos para fotos. O caminho entre uma parada e outra é longo mas não tem como se cansar daquela paisagem. Nesse dia fazia mais calor mas o problema é que o vento dava uma sensação de frio então dentro do carro ficava muito quente e fora ficava frio. Sugiro roupa leve por baixo
e uma blusa e luvas para a hora de sair.


Imagem

Imagem

Imagem


Depois de um bom tempo rodando. Chegamos à Laguna Cañapa onde iríamos almoçar. Sem dúvidas um lugar muito bonito, mais uma vez saímos para fotos enquanto o guia preparava a gororoba.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem


Passamos depois pela Laguna Hedionda onde pudemos ver alguns flamingos e passamos também pela laguna Honda que se não me engano é a que tem cheiro de enxofre

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem


Nesse dia não tem muito o que dizer, é o dia todo caminhando por lugares um mais bonito que o outro e parando para tirar várias fotos

Imagem

Paramos na laguna verde e o guia estaciona na parte alta e fala pra ninguem descer até a laguna e mais uma vez, ninguem dá bola.
Lá de cima vi uma figura conhecida. Palhaço Bozo? não, eram Sergio e Cesar novamente. Então desci e fui dar mais algumas risadas.
Os dois ficaram indignados pois eu estava só de camiseta ali e eles estavam agasalhados então dá pra ver que mesmo eu não sentindo tanto frio como os outros
o clima lá não é desesperador.


Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem
O problema de descer é que você tem que subir depois hehehe.


Seguimos viagem e no caminho encontramos esse bicho que eu não lembro o nome mas lembro que era engraçado e dava pra fazer algum trocadilho hehehe.
Imagem

Depois de mais um tempo no carro paramos no famoso Arbol de Piedra

Imagem

Imagem


Seguimos mais um pouco e agora paramos na Laguna Colorada. Muito bonita. Ali também há um lugar com algumas informações, ossos etc.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Seguimos novamente e agora era a hora de pagar a taxa de 150 BS

Imagem

Imagem
Somente para Rangers, hehehe

Imagem

Ja era final de tarde e mais uma vez era hora de seguir para o alojamento. Prepare-se nessa noite faz frio, muito frio mas como sempre o pior é do lado de fora
então você vai ter que se preparar muito bem para poder ficar um tempo observando o céu ou então se contentar com umas olhadas rápidas e depois voltar pra dentro hehehe

Nessa noite fazia lua cheia e num determinado momento ela estava enorme ainda próxima do horizonte. Sem palavras pra descrever aquilo

Nessa noite os chuveiros não estavam funcionando pois o aquecimento a gás estava quebrado então nada de água e sabão. Acho que os gringos até comemoraram hahaha
Outro detalhe é que os banheiros nesses alojamentos são compartilhados e pequenos então principalmente as mulheres que tem mais problemas com isso vão se acostumando com a idéia afinal isso é normal, a única pessoa no mundo que não vai ao banheiro é a Sandy! hahahha

Ficamos mais uma vez, conversando, jogando baralho etc etc até dar a hora do jantar. Nessa noite foi uma macarronada caprichada e ainda ganhamos uma garrafa de vinho para fazer uma confraternização. Foi bem legal, bem mais agitado que na primeira noite.

Nessa noite as tomadas ficam na cozinha então você tem que deixar tudo lá e confiar na sorte. Somente os guias e as cozinheiras ficam lá, menos mal mas nunca se sabe se alguem que entrar lá pra pegar algo, vai levar o seu também.
Como não tinha outro jeito arrisquei e não tive problemas.

No dia seguinte teríamos que acordar às 04:00 pois iríamos ver os Geisers então não fomos dormir muito tarde, lá pelas 22:30. Algumas pessoas dos outros grupos ficaram por lá
bebendo, fumando umas coisas mas se me perguntarem eu não vi nada. hehehehhe

Nosso quarto nessa noite era para os 6.

Imagem

Dormimos
#743025 por Nayara Nascimento
31 Jul 2012, 03:42
Seu relato está S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L!
Vou lendo e sonhando com o dia em que finalmante vou poder realizar esse meu sonho!
Estou há 4 anos tentando fazer essa viagem e ainda não deu certo, mas espero em julho de 2013 realizá-la!
Mal posso esperar para o fim do seu relato! : )

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 10 visitantes