Faça perguntas e responda tópicos sobre qualquer tema abordado pela comunidade Mochileiros.com. Uma pergunta por tópico.
Regras do fórum: Fórum Perguntas & Respostas

Esse fórum é exclusivo para o envio de perguntas.

Importante:
- Envie apenas uma pergunta por tópico e não esqueça de escrever a pergunta no campo "título".
- Se você quer postar várias dúvidas sobre um roteiro de viagem por exemplo, o fórum correto é o de Roteiros de Viagem. Clique aqui para saber mais!
- Os tópicos criados que não forem perguntas claras serão renomeados ou movidos para outros fóruns mais adequados dentro do site.

Clique Aqui para postar sua pergunta!
#1177001 por Jackson Lincoln Lopes
03 Abr 2016, 15:06
Olá, boa tarde.
Galera, vi esta reportagem dias atrás na RPC (afiliada da Globo aqui no PR):
http://g1.globo.com/pr/parana/videos/v/ ... l/4910364/
Esses estabelecimentos comerciais que recebem pesos argentinos (ou até mesmo dólares) dos estrangeiros que vem ao Brasil, mais especificamente a Foz do Iguaçu, trocam a moeda onde? Em casas de cambio (que pagam muito menos)? Ou eles trocam dinheiro com turistas brasileiros que estão afim de ir para a Argentina?

Pergunto isso, pois nunca viajei para fora do país, e no final do ano farei uma viagem dessas. Deve ser bem mais rentável trocar a moeda assim, certo? Isso é cambio negro? Isso pode? Desculpe a minha ignorância sobre o assunto.
Obrigado

#1177019 por xxxxxxxxxx
03 Abr 2016, 17:44
Isto é "câmbio negro", e tecnicamente é uma contravenção, mas autoridades fazem vista grossa, fingem que não veem nada... Comprando pesos ou moeda no câmbio negra você não amparo legal nenhum e o risco de receber dinheiro falso é muito maior do que comprando numa casa de câmbio.

Não sei se você conhece Foz, mas lá as 3 cidades são emendadas, uma grande região metropolitana, os pesos que os comerciantes recebem no lado brasileiro, que é uma quantia relativamente pequena de dinheiro, eles mesmos acabam gastando na Argentina, nas compras para o dia-a-dia, acabam sobrando muito poucos pesos para precisar trocar. O mesmo acontece na Argentina os Reais que eles recebem, acabam gastando no comércio brasileiro.

Conselho, pra que ficar procurando sarna para se coçar? Quem garante que o comerciante não vai querer dar uma de espertinho sobre o "turista com cara de incauto e que quer se dar bem" e desovar uma cédula falsa que ele recebeu ou cobrar bem mais do que a cotação das casas de câmbio? Se a diferença do câmbio ainda fosse significativa ou então se fosse gastar uma fortuna em dinheiro na Argentina, até poderia valer a pena correr o risco do câmbio paralelo, mas para um período curto, procure os meios oficiais e não corra o risco de se ferrar por uma miséria de economia no câmbio paralelo...
#1177032 por Jackson Lincoln Lopes
03 Abr 2016, 18:30
É por isso que estou tirando todas as minhas dúvidas, para não sair viajar e quebrar a cara hehehe ::putz::
Adriano (e os demais), você que é muito participativo no fórum, pode me ajudar em uma coisa também relacionado ao cambio, já que tem bastante experiência.
Apenas uma simulação: Faço uma reserva de um hotel X e a diária seja US$100,00 em Buenos Aires dia 15/04.... Vamos supor que eu pague com o cartão de crédito no dia a cotação do dólar esteja US$1,00 = R$3,50.
No meu caso, meu cartão é do Santander e eles realizam a conversão do dólar no fechamento da fatura do cartão, dia 28/04. Supondo que o dólar esteja US$1,00 = R$3,80. Eu pagaria na diária do hotel:
R$380,00 + 6,38% de IOF (R$24,24) = total de R$424,24.
Até aí eu sei que é assim....
Agora, se eu pago no DÉBITO eu pago o dólar do dia? ou Seja, R$350,00 + IOF (22,33) = R$372,33.
Obrigado.
#1177050 por MauroBrandão
03 Abr 2016, 19:37
Amigo se vc pagar no cartão do banco DÉBITO é debitado o valor do dia da transação e no cartão de crédito no dia do fechamento como vc descreveu Se vc levar dolar e pagar na hora no caso Argentina até vc consegue pagar em dólares e em real.
Cartão de débito sempre tem uma taxa mínima estipulada polos bancos, não vale a pena usar. Somente sacar uma quantia maior.
Na fronteira do Brasil, no Paraguai e na Argentina vc pode pagar com dolar no câmbio do dia, em real, peso e/0u guarani em qualquer lugar que vc esteja. As moedas são usada e aceitas normalmente.
#1177061 por xxxxxxxxxx
03 Abr 2016, 20:09
Complementando o que o o Mauro falou, os bancos falam que funciona usar a função débito no exterior, mas na prática nunca consegui usar, sempre recusou a compra na hora de passar o cartão como débito...

Cartão de débito é muito útil para sacar moeda local em espécie nos caixas automáticos, principalmente em países que tenham moedas "exóticas" que você não acha facilmente no Brasil e que lhe obriguem a fazer câmbio duplo, primeiro para dólar/euro e depois para a moeda local, nestes casos vale mais a pena sacar dinheiro direto no caixa automático do perder dinheiro em duas conversões, mas tem que sacar um valor alto para compensar o valor da taxa de saque.
#1199802 por Jackson Lincoln Lopes
03 Jul 2016, 21:17
Ressuscitando o tópico amigos...
Agora que o dólar "está em baixa" vale a pena comprar alguns dólares para se preparar na viagem de final do ano, mesmo indo para a Argentina e Chile, onde são em pesos? Digo isso pois, dificilmente o dólar estará abaixo de R$2.70 no final do ano e a chance de estar acima dos R$3,50 ou perto dos R$4,00 são grandes...
Comprei US$300,00 a R$3,70 em abril (com todas as taxas já) e to pensando seriamente em comprar mais uma quantia dessa essa semana, com as taxas saíra a R$3,45.
Gostaria da opinião de vocês.
#1199883 por kadnfes
04 Jul 2016, 07:31
Não dá para dar certeza de nada, ninguém sabe se o Real vai continuar a se valorizar ou não até o final do ano, então tudo o que você fizer em relação ao dólar é uma aposta, onde você pode tanto acertar ou errar.

Mas pessoalmente, eu compraria mais um pouco neste momento, para garantir um preço médio baixo.

Usuários navegando neste fórum: Bing [Bot], CAMILA CARDOSO e 7 visitantes