Carretera Santa Cruz L.Sierra - Corumbá: Alerta aos motoristas!

Troca de informações sobre viagens de carro. Destinos, roteiros, relatos de viagens, companhia para viajar e discussões técnicas sobre carros, peças e outros equipamentos relacionados


Carretera Santa Cruz L.Sierra - Corumbá: Alerta aos motoristas!

Mensagem não lidapor Suelih » 07 Fev 2010, 02:59

Amigos que estao planejando a travessia de carro de Corumbá a Sta.Cruz La Sierra, redobrem os cuidados pois estao acontecendo assaltos armados e com uso de violencia física contra os viajantes solos ou mesmo em comboios.
Veja o depoimento de uma das vítimas, publicada em 05/02/2010:



Comitiva de MS vive grandes perigos nas estradas bolivianas



A Comitiva Porco-Sorto, de Dourados (MS), partiu para uma grande aventura nas estradas bolivianas no final do ano passado, faltando uma semana para o natal. Paisagens lindas, mas grandes perigos nas vias bolivianas.

Veja o relato da viagem pelo jipeiro Germano Barros de Souza Filho, publicada no site Corsários de Xaraes (endereço ao final):

Faltava uma semana para o natal , quando resolvemos montar um grupo e ir a Bolivia passar o reveion em Santa Cruz de La Sierra e andar pela regiao para conhecer as belezas naturais e a cultura daquele povo.
O grupo se reuniu em Corumba MS na fronteira no natal e logo apos retiramos a documentaçao nescessaria na aduana dos veiculos e as pessoais e fomos pela rota 4 que ainda esta em construçao, sendo que teriamos de percorrer uma boa parte em estrada de terra.
Saimos todos muito animados e seguimos parando em quase todas currutelas e vilas onde existe muita riquesa cultural uma vez que esta regiao foi colonizada pelos Jesuitas onde foram construidas belas igrejas com suas decoraçoes em Ouro muito bem preservadas, destacamos a igreja em Santana de Chiquitos que vale a pena ir conhecer.
Em Chochi existe uma serra muito bonita e com um parque ecologico e santuario que nos encantou e resolvemos fazer nossa parada e apreciar todo o complexo e preparar um lanche, pois devido a pouca estrutura local nos foi recomendado levar a nossa comida ja que alem de dificil pontos de servir as mesmas nao sao muitos confiaveis na questao de higiene e qualidade.
Neste parque ja aconteceu o primeiro incidente ou acidente, devido aos fortes ventos que existe na regiao, ao preparar o lanche o fogao a alcool queimou minha face e mao superficialmente, fomos a vila onde a enfermeira ´´ Maria´´ nos atendeu prontamente.
Resolvido este incidente seguimos nosso destino ate Santa Cruz de La Sierra, passano por San Jose, 3 cruces, Pailon, Rio Grande, Cotoca onde existe uma santa que é a padroeira do povo Boliviano e finalmente no inicio da noite chegamos ao nosso destino.
Fizemos varios passeios e compras na cidade e resolvemos ir conhecer o Vale Grande e Samaipata uma regiao distante cerca de 150 km de onde estavamos e com belas serras e monumentos incas e jesuitas, e o mais atrativo dos motivos conhecer onde Tche Guevara foi morto e sua rota de perigrinaçao pela Bolivia.
Saimos cedo percorremos 50 km por vilas ate um pedagio, deste pedagio ate Samaipata sao 60 km, so para ter uma ideia se sai de 420 metros de altitude e quando se chega a cidade se esta a quase 2 mil metros.
As belas paisagens impreciona e causa medo e cautela pelos penhascos e abismos que a estrada nos oferece, durante o trajeto se pode ver belas cachoeiras e nascentes alem de frutas muito saborosas da regiao ao lado da estrada .
Ate aqui tudo foi contornado com bom humor , a tradicional corrupçao da policia estorquindo os turistas, os guias maus intecionados etc e tal, mas nosso retorno foi marcado com a realidade da vilencia e crueldade da famosa e ja conhecida estrada da morte que se fez jus ao nome e que para nos era a estrada da integraçao ate entao.
Como o grupo era formado basicamente por parentes alguns resolveram esticar e ficar mais um dia em Santa Cruz de La Sierra, assim o M. G. L. E o F.L. R * decidiram voltar no domingo dia 03 de janeiro 2010 os demais vieram no sabado dia 02 de janeiro.
Ao sair no dia 03 o grupo se deslocou normalmente ate a regiao de Tres Cruses, distante cerca de 160 km de Santa Cruz De la Sierra, F.L.R. seguia a frente de M.G.L. cerca de 400m, quando M.G.L. fez uma parada fisiologica de um dos passagueiros e uma NISSAN preta o abordou com 4 elementos armados , os mesmos o agrediram na frente de sua familia renderam assaltaram todos objetos pessoais e a caminete Hilux que o mesmo estava, a NISSAN se evadiu e os Bandidos Bolivianos que ficaram com a Hilux foram atraz de F.L.R. tentarem tomar de assalto a L200 de F.L.R.,onde o mesmo percebeu que ao se aproximar dele o motorista da Hilux nao sendo o conhecido dono se evadiu numa perceguiçao cinematografica onde os Bandidos Bolivianos foram batendo em sua L200 com a Hilux por cerca de uns 40 km em alta velociadade em uma estrada de terra cheia de buracos ate que em uma curva os Bandidos sairam da estrada e F.L.R conseguiu fugir e procura a policia em San Jose.
Ja M.G.L. e sua familia abandonados pelos Bandidos se deslocaram pela mata ate uma fazenda proxima, que por sorte era de uns Brasileiros que deram todo apoio e encaminharam M.G.L. e sua traumatizada Familia ate Santa Cruz de La Sierra.
De San Jose ate a fronteira F.L.R. foi escoltado por um Policial Boliviano por segurança, ja M.G.L teve todos seus pertences roubados, sua viatura, foi agredido e teve pouco empenho das autoridades na procura dos Bandidos Bolivianos.
Fica aqui o conselho de um amante de aventura evitem a Bolivia por questoes de segurança, apesar de bela e cheia de riquesa nao oferece nenhuma segurança ao turista, esperamos sinceramente que isso mude pois o potencial turistico daquele Pais pode ser muito atrativo aos povos de todas naçoes.
Nao desejo que esse tipo de ocorrencia se repita a niguem, pois só quem viveu sabe dizer a realidade dos fatos, mas se desejar mesmo assim conhecer e se aventurar, reze e conte com a sorte pois tal fato esta muito comum na regiao pena que por medo ou coaçao poucos divulgem o ocorrido.

*Os nomes das vitimas foram preservadas por questoes de seguraça.

Realizaçao do evento: COMITIVA DO PORCO SORTO.
Organizador: JOAFRAN MELO BUENO.
Fotografias : JOAFRAN MELO BUENO.
Maiores informaçoes : joafranbueno@hotmail.com


Fonte: http://www.corsariosdexaraes.com.br/Gal ... aleria=136
05/01/2010 - 15:26
Avatar do usuário
Suelih
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 735
Desde: 22 Set 2005, 15:31
Localização: Maringá

Re: Carretera Santa Cruz L.Sierra - Corumbá: Alerta aos motoristas!

Mensagem não lidapor robram » 27 Mar 2010, 12:27

Trechos de meu depoimento no forum: http://www.4x4brasil.com.br/forum/showt ... hp?t=60136

Chegando na fronteira, ainda no Peru vc tem q ir em 3 lugares, em 1 carimba, em outra da ha saida no passaporte, em outra da a saido do carro, dai vc paga 5 soles, por ter usado a estrada pra um camarada q fica com uma corda trancando a rua, qdo passa da corda, vem a policia nacional e quer uma colaboracion, e blabla, da mais 5 soles, e tchau Peru!
Passa uns 50 metros, nao lembro se tinha ou nao uma ponte, e vc esta na Bolivia, putz q fedor de Urina, Fezes, e tudo podre q vc possa imaginar !
Acredito q tenha sido a entrada mais facil das imigraçoes.
Como sempre faz formulario, carimba, entrega e boa, mas mais rapido, sem conversa.
Demoramos mais para internacio dos autos, tem q tirar fotocopia, e blabla.
Mas foi tranquilo, o carro de mi suegro, esta no nome da empresa, e passamos a conversa na boa na aduana, nem pediu o contrato social.
Entrei na bolivia, era assim: Placa do Brasil, parado onde tivesse um policial, ate La Paz so pagava o Peaje, mostrava o Rodaje (papel de pagamento do pedagio anterior) e documentos de internacion e carteira (licença) aqui do Brasil msm.
Qdo cheguei em el Alto dia 14 vespera de 2 dias de feriado, 15 e 16, o transito estava pior do q o esperado, muitos, mas uma quantidade absurda de vans nas ruas, vc nao sabe se para ou nao nos semafaros, pois eles nao param ! Carro atravessando pra tudo q é lado, e eles param do nada, ligam o alerta e ficam parados, esperando passageiros !
Apos passar o pegadio de El Alto, vi algumas pessoas, dando sinal pra parar, mas vc vai para 11 horas da noite, onde vc nao conhece?
Andei um pouco, e estavam preparando uma manifestaçao, em um bairro de El Alto, estavam jogando pedras enormes na estrada para impedi-la, e passei no meio disso tudo, batalhao de choque subindo na contramao, jogando bombas, uma explodiu do lado do meu carro, nao sei como nao estourou os vidros, pois senti a pressao da bomba, como se uma pedra tivesse acertado o carro, muito stress, medo e susto.
Apos este episodio, a estrada principal q chega ate o centro estava fechada, para os preparativos dos desfiles para o dia posterior, tivemos q entrar em umas ruelas q para andar uns 2 km, eu demorei umas 2 horas, imaginando q estava havendo mais manifestaçoes a frente...
No Gps apareceu um hotel a 1,2 km a frente, qdo cheguei onde aparecia uma rua, era uma escadaria, pensei vou contornar e voltar ate o hotel, mas para minha sorte, ao virar na proxima rua, dei de cara com o Ritz, ufa, fiquei mais tranquilo, e pude finalmente estar em um lugar seguro!
Em La Paz, estaria tudo fechado por 2 dias, precisava fazer cambio e apos algumas informaçoes de q a estrada de Coroico so tava descendo de bike, e ja desanimado com a noite anterior, fui para Oruros para ir ate Uyuni.
De Oruros direto ate o Uyuni 7 horas de viagem, a estrada tem uns 240 km de terra q varia muito o estado geral, nesta estrada, quase nao ha placas ou sinalizaçoes de direçao, entao sem GPS, é um pouco arriscado, pois como esta sendo asfaltada vc sai muito da estrada principal, andando em volta dela, sempre com muitas derivaçoes e cruzamentos.
Em Uyuni, fiquei no Hotel toñito com agencia de turismo propria.
Foi o unico lugar q tive coragem de comer alguma coisa, pois nos outros lugares vc olha a situaçao das pessoas e das cozinhas dos restaurantes da rua central e da uma desanimada...
No hotel vc conta com as informaçoes do Cris, uma americano de Boston, q acredito, ser socio do local.
Saimos as 10:30 para o Salar com o carro da agencia com o motorista Braulio, pessoa muito educada e atenciosa a todos seus pedido, ele faz oq vc quer, pára para fotos, conversa bastante, te conta estorias dos lugares, interessante, vi muitas cruzes e a ha muitos acidentes no salar, este anos ja morreram muitos turistas no salar, ha uns 30 dias 2 francesas...
Parece q tudo é reto, mas ha buracos grandes, os ojos del salar, saliencias, facilidade de se perder, e o maior perigo é o super-aquecimento dos pneus, pois o solo de sal é muito rugoso.
Fomos ao cemiterio de trem, salineras, hoteis de sal, ojos do salar, e a ilha Inka Wasi, voltamos no final do dia apos o sol se por, pagamos US$ 160 dolares, para 6 pessoas, com tudo incluso, almoço (frango e macarrao) e cafe da tarde.
No outro dia, comecei a volta ao Brasil.
Como a estrada estava melhor fizemos em 5:30 ate Oruro, chegamos em Cochabamba as 15:00 horas, vi no GPS q eram somente 517 km ate Santa Cruz, pensei, para quem anda 1500 km por dia, mais 517 vai de boa...
No mapa do meu GPS so tinha a estrada velha de Cocha-Santa, e eu nao sabia q era de terra, em pessimas condiçoes, com muita neblina...
Q erro, pague caro por isso.
Pra quem conhece, sabe q temos uma ruta da Morte de 517 km !!!!!
Com um trecho de uns 100km com uma neblina eterna, neste trecho a neblina molha tanto a terra q vira tudo barro !!!
Estrada a noite, com barro, neblina, sem guard-rails, e despenhadeiros de 1000m ao seu lado, ja imaginou? Eu passei nisso.
E qdo vc pega os ultimos 200 km q dizem ter asfalto, existem tantos, desvios e trechos com meia pista, q a estrada fica ainda pior q o trecho de terra, sem contar q na estrada cabe um carro e meio...
Cheguei em Santa Cruz de Sierra, as 4 hora de manha, dormi ate as 8, e sai em direçao ao Brasil, demorei umas 3 horas pra sair da cidade, e cheguei as 16 horas em San Jose Chiquitos no final da estrada de terra, dormi em um hotel na praça central.
E no dia seguinte segui ate o Brasil pelo ultimo trecho na Bolivia q é totalmente asfaltado.
Novamente facil desarolo burocratico aduaneiro.
E graças a DEUS Brasil, ufa nao via a hora de sair da Bolivia.
Porque?
Pra mim foi assim:
Na Bolivia, em quase todas as cidades vc paga um pedagio na entrada da cidade e tem mais um controle de pedagio da saida, e em cada pedagio/controle tem um policial, e quem ele para?
Nós brasileiros, documento, e colaboracion, em um dia mostrei meus documentos 8 vezes, isso porque na papeleta do pedagio, da pra ver os carimbos das policias anteriores...
Me senti discriminado, e ainda ha postos q nao abastecem estrangeiros...
Vc so encontra placas com informaçao de direçao do Brasil, exatamente na fronteira.
Nos hoteis, ha informaçoes em varias linguas, menos em portugues.

Valeu ir na bolivia?
Valeu sim, agora dou muito mais valor ao meu Pais, ha diferenças socias, ha problemas de estrutura, ha muito oq fazer.
Mas nao ha como comparar o Brasil com nosso vecinos (vizinhos), estamos anos-luz a frente.
Agora tenho fé, de q um dia, um dia, seremos uma naçao de 1º mundo, ja estamos no caminho, e bem adiantado...

Abraços a todos.
Espero q tenha ajudado, futuros viajantes.
Relato de viagem em moto pela TransAmazonica 2012
http://www.mochileiros.com/transamazonica-2012-t73440.html

Moto travessia: PY, Arg, Bol, Chi, Deserto e Pasos 2013
http://www.mochileiros.com/moto-travessia-py-arg-bol-chile-deserto-e-pasos-t78716.html


Hoje a maioria das casos de violencia, esta relacionada ao uso e comercio de drogas. Lembre-se disso quando for consumir. O arbitrio é seu, o resultado é pago por toda sociedade.
Avatar do usuário
robram
 
Mensagens: 336
Desde: 12 Jun 2009, 16:55
Localização: TB - PR

Re: Carretera Santa Cruz L.Sierra - Corumbá: Alerta aos motoristas!

Mensagem não lidapor Suelih » 06 Mai 2011, 09:52

Vou copiar aqui a mensagem que recebi de Glenda em 26/03/2011 sobre a experiencia por que passaram nesta carretera.
Continua valendo o alerta!




HOJE 26 DE MARZO DE 2011 NÓS ACABAMOS DE SOFRER UMA TENTATIVA DE ASSALTO NESSA MESMA ESTRADA , OS BANDIDOS ESTAVAM NUMA VOYAGE PRATA E ERAM 4 HOMENS ARMADOS, DERAM TIROS E UMA BALA ACERTOU NO NO PNEU E O OUTRO NO PARACHOQUE, O MEU MARIDO ACELEROU E CONSEGUIMOS FUGIR MAS TIVEMOS QUE PARAR PARA TROCAR O PNEU, FORAM MINUTOS DE ANGUSTIA PORQUE NÃO SABÍAMOS SE ELES ESTAVAM AINDA ATRÁS DE NÓS,GRAÇAS A DEUS PASSOU UM CARRO E PEDI AJUDA, ELES NOS ACOMPANHARAM ATÉ A FRONTEIRA, AQUÍ EM CORUMBÁ SÓ SE FALA DE ASSALTOS A CARROS DE BRASILEIROS, AGORA NÓS ESTAMOS AQUÍ EM CORUMBÁ AINDA AGUARDANDO O CARRO RESERVA .
MUITOS ROUBOS SÃO PORQUE OS CARAS DOS POSTOS DE GASOLINA AVISSAM AOS ASSALTANTES QUE TEM PLACA DE FORA. NÓS PARAMOS NUM POSTO EM REBORE SENTIDO PUERTO SUAREZ, E FOI LOGO ENSEGUIDA A PERSEGUIÇÃO .
EVITEM DE IR PARA BOLIVIA A EXPERIÊNCIA QUE TIVEMOS FOI HORRÍVEL , COCHABAMBA ESTÁ BLOQUEADA NÃO DÁ PARA PASSAR , E SE PASSAR ELES APEDREJAM , ESTÁ TENDO GREVE E A ESTRADA NÃO ESTÁ BOA .
ESPERO TER AJUDADO .
GLENDA E ALBERTO

ESPERO TER ALERTADO E AJUDADO !
Avatar do usuário
Suelih
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 735
Desde: 22 Set 2005, 15:31
Localização: Maringá


Voltar para Viagem de carro



Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 5 visitantes

cron