Relatos de viagem no Peru


#673330 por Trota Nando O Ateu
11 Jan 2012, 12:21
Em 2004 eu tinha como meta fazer minha primeira viagem para outro país, e o país escolhido na época foi o Peru. No entanto devido a demissão de meu melhor emprego me fez adiar por tempo indeterminado. Em 2008 eu já estava trabalhando no Hospital Central de Aeronáutica no RJ após ter sido convocado pela aprovação em Concurso Público em 2006 e posse em 2007, esta viagem foi a primeira de muitas que viria no mesmo ano e nos anos seguintes. A primeira coisa que fiz foi ir ao Consulado do Peru no Bairro do Flamengo e conseguir vários impressos e Mapas turísticos do Peru, através dos Mapas eu comecei a traçar meu roteiro e a calcular o tempo que precisaria para conhecer o máximo daquele que eu elegeria como meu segundo país. Com as informações dos impressos eu comecei a navegar na Internet por vários sites que traziam informações sobre, lugares, sítios arqueológicos,culinária, deslocamento entre outras coisas, minha namorada hoje mãe de minha única filha me ajudou nesta parte, pois eu tinha aversão a computador e sequer tinha um ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: Quando abri a primeira página do Peru Info fiquei paralisado, a medida em que tocava uma típica música peruana ao som de Zamponas, as imagens de Macchu Pichu iam passando, eu naveguei durante horas e por acaso descobri o site do Mochileiro.com e o site O Viajante.com, sites que me ajudaram muito, pois seria minha primeira viagem para outro país e completamente só. Consegui juntar 1.800,00 dolares, comprei a passagem Pela Lan e TAM porque a TAM não tinha voo direto, e assim eu estava realizando vários sonhos ao mesmo tempo, seria minha primeira viagem para outro país, meu primeiro voo em aeronave, conheceria não apenas Macchu P, mas também o Lago navegável mais alto do Mundo e várias outras cidades peruanas... No dia 05/05 de 2008 Desembarquei em Lima e tive que ficar no Aeroporto até o dia seguinte para embarcar para Cuzco no voo das 06:00 hs pior é que no Peru são menos duas horas do Horário de Brasília, fazer o que??? Não importava eu estava realizando vários sonhos e nada iria me fazer infeliz !!!! ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha:: Dia 06/05/2008 cheguei em Cuzco, pasmem ! no Aeroporto havia um grupo tocando música peruana , músicas ao som de zamponas, Músicas que já conhecia e que agora me davam boas vindas ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: Minha primeira decepção foi com o Hostel de Cuzco. Eu fiz reserva pela internet e eles confirmaram só que quando cheguei não havia reserva e eles quiseram me cobrar mais do que haviam combinado, não perdi tempo ralei e fui procurar outro local o que não foi difícil e que acabou sendo melhor. Consegui um Hostel bem localizado perto da Pedra dos Doze ângulos, próximo ao centro com café da manhã e quartoprivado, no teto havia um grande vidro que me permitia dormir e acordar observando o céu de Cuzco, ao lado um restaurante onde saboreei várias Trutas com Cerveja peruana, e o atendimento foi excelente. Após tomar banho e trocar de roupa peguei algumas informações e meu mapa de Cuzco saindo para conhecer o máximo que pudesse pois já eram mais de 11:00hs, visitei a Pedra dos Doze Ângulos , a catedral, o mercado e fui almoçar. neste momento é que percebi que estava um pouco encrencado meu portunhol era péssimo e eu também quase não entendia o que falavam, isto me dificultou na hora de escolher o que comer, eles falavam que tinha Poio ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha:: e eu pensava que poio era carne de porco ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: Ufa! resolvi tomar uma sopa e a noite degustei uma Truta, melhor Trucha ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha:: No dia seguinte comprei um passe por 70 soles que me permitia visitar vários sítios arqueológico, Museus e outras coisas, tomei um vinho peruano maravilhoso, comprei várias camisetas e artesanato no mercado em Cuzco e comprei passagem para Puno com a V.I.P Travel uma ag que vende um Tour até Puno com tudo incluído, almoço com música ao vivo, visita a três sítios incluindo Puka pukara já próximo a Puno.
[Mercado em Cuzco]
Imagem No dia 07 o funcionário do Hostel que estava saindo de seu turno me acompanhou até o ponto do ônibus que me levaria até o sítio arqueológico de Tampumachay, peguei o Bus velho de guerra que foi enchendo pelo caminho, paguei 3,50 soles muito barato. O Bus me deixou em frente a entrada de Tampumachay , apresentei o Passe e entrei no primeiro sitio Inka , e onde os peruanos montavam uma feira para vender seus artigos.
Após sair de Tampumonchay retornei para o ponto de Bus e fui em direção a Urubamba onde pegaria um outro bus para ir até as Salinas de Mara e de lá para Ollantaytambo.
. As mesmas ficam a mais de 2.400 metros de altidude.]Após visitar as Salinas peguei outro bus para Ollantaytambo e vale sagrado onde eu almoçaria e tomaria um Pisco sauer cortezia de um senhor peruano que conheci no almoço. Bus para ollantaytambo 0,50 centavos de Soles.


[[/Tompomonchay]
Imagem
[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120111145232.JPG 500 400 Legenda da Foto] Escreva seu texto aqui. [ ]. [Salinas de Mara]
Imagem
[IMG]http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120111145758.JPG[/OllantaytamboIMG]
Imagem Após almoçar visitei o sitio de ollantaytambo e peguei um Tuc Tuc, uma moto com cabine , meio de transporte muito popular no Peru. Desci até a estação e comprei a passagem de trem para águas callientes, já eram cerca de 15:00hs. O passeio é de tirar o fôlego e em determinados trechos o trem vai bem devagar para que se possa admirar as montanhas cobertas de neve e para se tirar fotos, também tem venda de artigos peruanos dentro do trem. Cheguei em A. callientes por volta de 18:00hs procurei um local para dormir o que encontrei com facilidade e bom preço, paguei se não me engano 25 soles sem café da manhã. No dia seguinte saí bem cedo e fui tomar café no primeiro local que encontrei aberto, de lá fui comprar o Ingresso para M. P porque o passe não dava direito a MP, paguei se não estou enganado 70 dolares, e fui pegar o Micro. Cheguei no momento em que estava abrindo. caminhei calmamente admirando o local que por tantos anos sonhei em conhecer, e neste momento lembrei das dificuldades que tive quatro anos antes e também desta frase: Sonhos vc não esquece, no mais você adia até poder realizar... Subi até W. Pichu sem pressa e ao retornar ainda consegui pegar o trem que saía as 13 para Ollantaytambo. Em ollanta peguei outro bus para urubamba e de Urubamba retornei para Cuzco chegando por volta de 17:30hs
[IMG]http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120111151616.JPG[/M.Pichu]
Imagem ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: Eu havia deixado minha mochila e minhas coisas no Hostel em Cuzco já com a diária paga, quando lá cheguei estava tudo exatamente como havia deixado, tomei banho, tomei um Chá de folha de coca preparado na hora e fui degustar outra truta com cerveja no restaurante ao lado do Hostel, estava muito cansado e no dia seguinte iria para Puno no tour com a ViP travel. Tomei café por volta das 07:00hs e fiquei aguardando me buscarem o que deveria ocorrer entre 07:00 e 07:30hs já passava das 08:00hs e nada?? ::vapapu:: ::vapapu:: ::vapapu:: ::vapapu:: ::vapapu:: ::carai:: ::carai:: ::carai:: ::carai:: Simplesmente me esqueceram, a sorte foi que o pessoal do Hostel eram simplesmente maravilhosos, e a recepcionista ligou várias vezes para a ag até conseguir falar com alguém, nesta altura eu já estava puto da vida e achando que tinha me ferrado, pouco depois chegaram o cara que me vendeu o tour e um motorista em carro particular, entrei no carro achando que seria assassinado e roubado ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: que nada me levaram até o local onde estava a van com a guia e outros passageiros um casal de espanhol com afilha de 5 anos, uma japa e agora eu ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: na realidade o Bus já estava na primeira parada em uma antiga catedral fora do centro de Cuzco, depois fomos para um sitio inka onde havia uma grande feira e vários peruanos que só falam idioma Inka.
[IMG]http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120111153554.JPG[/Raqchi]
Imagem No Tour estava incluído refrigerante, chá de coca, sanduíche, café, água e o almoço em um restaurante de comidas típicas peruanas com direito a sobremesa, eu não lembro quanto paguei, no entanto a relação custo benefício caso eu fosse de trem ou ônibus para Puno acabou sendo a melhor escolha, afinal eu estava no peru para conhecer o máximo que pudesse além de MP é claro. Após o almoço seguimos viagem e depois paramos na estrada em frente a algumas Montanhas cobertas de Neve e onde havia uma feira de produtos peruanos, em seguida seguimos viagem até Puka Pukara.
Imagem
[img]http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120111155005.JPG[/Museu em Puka Pukara]
ImagemPukara é um local muito pobre e onde vi uma das imagens mais tristes de minha vida, vi uma criança de cerca de uns 12 anos acometido de Hanseníase (Lepra) o mesmo apresentava feridas por várias partes do corpo, ele pedia esmolas aos turístas, até hoje depois de quatro anos eu lembro do rosto dele e ao lembrar ainda me emociono sentindo que os olhos ficam embaçados com as lágrimas que tento mas que não consigo evitar ::mmm: ::mmm: ::mmm: ::mmm: Cheguei em Puno ás 17:00hs em ponto, me despedi de todos e fui procurar um Hostel enquanto ainda era claro mas o Sol já se escondia deixando apenas um certo brilho sobre as águas do Titicaca, Titicaca que vi em uma reportagem do Globo Repórter e que depois disso eu disse para eu mesmo! um dia eu vou te conhecer...Consegui um Hostel razoável e sem café da manhã, porém bem localizado e seguro, por 30 soles, dormi bem pois havia viajado durante cerca de 10 horas acordei por volta das 06:00hs e fui procurar um local para tomar café e sempre com a mesma dificuldade do portunhol. Tomei café em uma Panaderia e fui para o cais do Lago, logo consegui um barco que me levaria as Ilhas Flutuantes por 10 soles, no barco embarcou uma gringa linda que falava português a mesma morou na Bahia ela era da Noruega pena que estava com o namorado ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: tinha alguns peruanos, um casal de americanos e um alemão. desmbarcamos em uma Ilha e logo fomos recebidos por um nativo que veio nos explicar sobre as Ilhas de Totora e a vida no Lago, foi simplesmente maravilhoso.
Imagem Após visitar o Lago fui direto para a Rodoviária e comprei a passagem para Arequipa quando estava saindo encontrei o único brasileiro que iria encontrar nos 28 dias que passei viajando pelo Peru, o mesmo estava indo para a Bolívia, conversamos um pouco e cada um seguiu seu rumo. Comprei algumas lembranças peguei um Taxi (triciclo) almocei e fui para o Hostel arrumar as coisas meu bus sairia as 16 hs. Fui pela Cruz del Sur a melhor empresa de bus do Peru, excelente serviço, segurança, conforto e etc. Cheguei em Arequipa por volta das 22hs meu Bus para Nazca saíria as 23hs eu não ficaria em Arequipa ao menos desta vez. Cheguei em Nazca por volta de 6:00 hs logo fui abordado por várias pessoas oferecendo pousadas, fui com um senhor até um Hostel bem próximo, me alojei tomei banho e fui tomar café, em seguida fui conhecer Nazca alguns sitios arqueológicos e o Aeroporto de onde saem os voos para as Linhas de Nazca.
Imagem Eu não gostei de Nazca e resolvi ir embora para ICA no mesmo dia, não tive nenhuma dificuldade em conseguir ônibus, então ás 10:00 hs eu já estava saindo de Nazca, ou seja fiquei apenas 4 hs naquela cidade. Por volta de 16:00 hs cheguei em ICA, gostei de imediato, maior movimento, comércio vários lugares para se comer e tudo muito barato, quase comprei outra fotográfica, mas eu ainda tinha muitos dias de viagem e não quis ficar gastando, afinal eu tinha levado uma fotográfica novinha. Após me instalar no Hostel fui ao Banco trocar dolares, em seguida degustei frango assado e cerveja, é muito difícil encontrar cerveja gelada no Peru. Peguei algumas informações e fui descansar pois o dia seguinte prometia. Acordei cedo como faço sempre e fui tomar café em seguida peguei um bus e fui para o Deserto de ICA, neste Deserto tem uma pequena Lagoa com barcos e pedalinho, e várias atividades esportivas nas areias do Deserto, me diverti bastante e retornei para a Cidade, visitei um Museu muito legal repleto de Múmias e muita história sobre os povos que lá viveram era domingo e tinha muita gente nas ruas famílias inteiras, o comércio abre e até alguns Bancos abrem no Domingo, não apenas em ICA mas também em outras Cidades e até em Lima fato que conferi dias depois. Almocei revelei mais de 300 fotos por um preço muito mais barato que no Brasil fui descansar pois no dia seguinte iria conhecer Pisco, paracas e Ilhas Ballestras.
Imagem Acordei por volta de 6hs ás 07:00hs já estava seguindo para Pisco em um bus que sai de ICA para Lima, desci na estrada sem dificuldade, nesta altura já estava conseguindo entender melhor o que diziam os Peruanos, só não sei se eles me entendiam bem ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha:: atravessei a Estrada e peguei uma Van caindo aos pedaços e fui até Pisco ::mmm: ::mmm: ::mmm: Lembrei dos vídeos que assisti no yutube sobre o terremoto que devastou Pisco não lembro se em 2006 ou 2007, haviam corpos espalhados pelas calçadas, a Força Aérea Brasileira foi ajudar no resgate as vitimas do Terremoto, a Cidade de Pisco ainda tentava se recuperar da tragédia, por onde eu olhava eu via prédios, Igrejas , casas e Hotéis parcialmente ou totalmente destruídos ::mmm: ::mmm: ::mmm:
Imagem Segui para Paracas em uma Van pior que a anterior, o lugar é bem feio apesar de seguir beirando a praia, depois vc chega até um cais de onde partem as voadoras levando muitos turistas e claros os mochileiros até as Ballestras, muita gente nas Lanchas, mas todos vão sentados e usando coletes salva vidas , é possível observar grandes grupos de Leões marinhos , focas e aves de várias espécie, neste local havia uma formação rochosa que lembrava uma Catedral e por isso tinha este nome, no entanto foi destruída pelo Terremoto. Neste momento lembrei de um senhor peruano muito simpático que conheci quando estive no consulado do Peru aqui no RJ, lembro que ele me mostrou no mapa a foto da Catedral e me contou sobre o Terreomoto além de me dar muitas dicas sobre o Peru. Também é possível ver os Lobos chegando bem perto do barco, são muito curiosos, a água do Mar nesta região tem um verde turquesa fabuloso, eu estava extasiado, minha primeira viagem a outro país e eu cada dia via e descobria quanta beleza , quanta cultura, quanta coisa boa se adquire fazendo uma viagem assim!! ::otemo:: ::otemo:: ::otemo::
Imagem O Candelabro é a única figura que se pode ver sem estar sobrevoando as Linhas de Nazca, mas lembre vc está vendo Ilhas Ballestras.
Imagem Retornei para Pisco e almocei por lá, degustei um Ceviche e um Cuí (porquinho da índia) tomei Pisco e retornei para ICA, descansei e no dia seguinte fui para Lima para pegar o bus para Chiclayo porque não tem bus de ICA direto para Chiclayo. No Peru não existe Rodoviárias como no Brasil, cada Empresa tem o seu terminal, no entanto são próximos uns dos outros, então caso vc não consiga determinado destino em uma Empresa vc tenta na outra, mas desta vez me ferrei ::carai:: ::carai:: ::carai:: ::carai:: Cheguei cedo em Lima e fui procurar pasagem para Chiclayo eram cerca de 12 horas e Lima estava um Inferno. Havia uma conferência dos países da América do Sul sendo realizada por aqueles dias. Segurança , repórter, trânsito caótico e para piorar só tinha bus da Cruz del Sur ás 21 hs. Tive que ir por uma Empresa muito ruím e assim mesmo o bus só sairia ás 18 hs, fui almoçar e ficar aguardando o horário, não tinha outro jeito e não iria me arriscar a me aventurar em Lima e depois perder o bus. Saímos no horário e ao contrário da Cruz del Sur que te serve refeições e o lanche, esta Empresa q nem lembro o nome fez parada em um lugar horroroso, eu tava cheio de medo, povo esquisito, lugar feio eu sózinho ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha:: Tudo bem! depois da parada fiz amizade com um casal que viajava com duas filhas adolescente e uma criança de colo, a filha mais velha ficou me dando o maior mole, eu falei que estava indo para Chiclayo e que era do Brasil e morava no RJ, ela perguntou se eu não queria conhecer sua cidade ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: Putz fica perto da fronteira com o Amazonas. Quem sabe um dia???Chegeui em Chiclayo pela manhã e consegui um excelente Hostel não lembro quanto paguei, mas sei q foi barato. Bem porque fui a Chiclayo? Quando estava preparando meu roteiro de viagem eu tive a sorte de ver no The Histori Channel um programa sobre O Senhor de Sipán e um local onde existiu Pirâmides maiores do que as do Egito, porém foram destruídas por terem sido construída de Adobe, Barro com capim e as teorias sobre a destruição do lugar, também li na Super Interessante uma reportagem sobre o lugar e os achados arqueológicos, bem lá estava eu.
Imagem Este sitio fica em Tucume, lá eu tive a oportunidade de ver como é feito um trabalho arqueológico, o responsável pelo local permitiu que eu entrasse e me mostrou tudo ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: No Museu Senhor de Sipán eu pude ver uma das maiores descobertas arqueológicas do Peru, principalmente em peças de Ouro e outras coisas muito interessante. ::otemo:: ::otemo:: ::otemo::
ImagemSaindo do Sitio eu degustei um excelente Ceviche misto e depois almocei em frente ao Museu, depois retornei para Chiclayo. Passei o reto do dia visitando a Cidade e fazendo compras, a tarde comprei passagem para Cajamarca eu sairia pela manhã do dia seguinte.
[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120112130416.JPG 500 376.470588235 Legenda da Foto] Escreva seu texto aqui. Apague este texto mas tome cuidado para não deletar as chaves [ ]. Onde está escrito Legenda da Foto, coloque o Nome da Foto e se quiser ver como fica antes de escrever seu texto clique no botão Prever [Chiclayo]
Imagem Cheguei em Cajamarca já noite, depois de uma viagem maravilhosa passando por paisagens de tirar o fôlego. Cajamarca é uma cidade montanhoso, tem muitas atrações, incluindo o quarto do resgate. Em Cajamarca existe um grande complexo termal,na minha opinião o melhor do Peru, dizem que os Inkas caminhavam até esta região e ali permaneciam aproveitando as águas termais. Foi nesta cidade que o último chefe Inka foi preso e enganado pelos espanhóis. O quarto do Resgate tem este nome porque contam que este chefe Inka se não me engano Ataualpa o nome. Ofereceu este quarto coberto de Ouro e Prata até o teto em troca de sua liberdade, porém os espanhóis após receberem o resgate torturam e o mataram em praça pública, uma outra atração que gostei muito além é claro dos Banhos onde eu ia todos os dia pela manhã e a tarde, foi as Ventanilhas de Otuzco, neste local existem covas feitas na Rocha onde eram enterrados os corpos das pessoas que habitaram aquele local, vc também pode visitar a Igreja de Santa Apolônia de onde vc tem uma vista completa da cidade de cajamarca. Fiquei 5 dias em Cajamarca, almocei Cuí no mercado, visitei uma fábrica de cerâmica, fiz amigos, tomei cerveja, provei vários pratos típicos e comprei muitas coisas incluindo uma mala porque não cabia mais nada na mochila que não é pequena ::lol4:: ::lol4:: ::lol4::
Imagem Em Cajamarca é tudo muito barato, os bancos fecham na hora do almoço e depois abrem a tarde, a cidade parou para passar o cortejo funebre, foi algo muito louco e me pegou desprevenido ::hahaha:: ::hahaha:: ::hahaha::
Imagem
Imagem De Cajamarca fui para Huaraz, uma outra cidade sobre as Monhas. Em Huaraz eu visitei Chavin de Huantar, Nevado Huazcaran uma das maiores montanhas das cordilheiras, visitei a cidade de Yungay, cidade que foi completamente destruída em 1970 por uma avalanche que ocorreu no Nevado Huazcaran. Visitei as Termas de Monterrey e um outro banho termal que não lembro o nome, porém nada comparado com os banhos termais de Cajamarca, adorei Huaraz, adorei chavin e tudo que fiz nesta cidade, não tive qualquer problema com segurança ou dificuldade de encontrar locais para ficar hospedado em nenhuma cidade por onde passei. ::otemo:: ::otemo:: ::otemo::
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem Na sequência das fotos: Termas de Monterrey, lagoa no caminho para Chavyn de Huantar,Chavyn. Em Chavin viveu o povo de mesmo nome, povo este mais antigo do que os Inkas. Depois temos Lagoa próximo ao nevado Huazcaran. Lebrei que indo para o Nevado meu grupo e eu claro, tivemos o maio susto pois fomos em dois Micro, o motorista do meu Micro quis ultrapassar o outro por causa da poeira na Estrada, só que não tinha por onde passar era Montanha Estrada de terra e cheia de curvas ::carai:: ::carai:: ::carai:: ::carai:: ::carai:: ::carai:: ::carai:: meu Micro tombou de lado e ficou preso no barranco, a sorte é que tombou para o lado esquerdo, caso fosse para o direito o Micro iria rolar montanha a baixo foi foda ::vapapu:: ::vapapu:: ::vapapu:: ::vapapu:: o outro Micro retornou de ré e ajudou no resgate. Coitado do motorista ficou muito envergonhado durante todo passeio. Ao retornar paramos para almoçar e a conversa girou em torno do acontecido, fiz amizade com duas peruanas de Lima, muito bonitas as moças e educadas, depois paramos em Yungay, em uma fábrica de doces e em uma fábrica de cerâmica onde fiz amizade com as crianças filhas do dono e onde comprei uma caneca para tomar cerveja e que tenho até hoje, na volta as crianças me procuraram no ônibus e foram me dar um presente todos riram e aplaudiram, fiz muitos amigos em meu segundo pais, fico emocionado enquanto escrevo lembrando e tendo vontade de retornar ao Peru. ::mmm: ::mmm: ::mmm:
Imagem
Imagem
Imagem Na sequência: amigas peruanas, Nevado Huazcaran e campo Santo onde existia a cidade de yungay com o Nevado Huazcaran ao fundo. Retornei para Lima na tarde do dia seguinte, bus da Cruz del Sur, Ônibus leito com todo conforto. No terminal encontrei umas senhoras que estavam no passeio para o Nevado, uma delas estava visitando seus parentes pois residia na Espanha, trocamos imael e conversamos muito, meu bus iria até Trujillo e delá eu pegaria outro até Lima. Cheguei em Trujillo a noite fiquei cerca de uma hora no terminal, quase fiquei por lá, mas acabei desistindo porque em cajamarca conheci um policial de trujillo que me disse que havia um derrame de notas falsas por lá, e que a cidade não era muito segura, então decidi não ficar. Chegeui em Lima cerca de 05:00hs, peguei um Taxi até o Albergue em Miraflores. ::carai:: ::carai:: ::carai:: ::carai:: Outra decepção com Albergue credenciado, a mulher que me atendeu veio com um puta cachorro, eu já tinha lido alguns relatos de outros mochileiros falando da fera, para piorar a mesma coisa que aconteceu em Cuzco. Eu fiz a reserva e dona disse que tinha reserva, e quis cobrar além do combinado, ralei de novo, puto, cansado quase sem dormir, com vontade de tomar café, arrastando uma mala com rodinhas cheia de coisas que comprei na viagem, uma mochila enorme e pesada nas costas e xingando todo dono de Albergue no Peru ::vapapu:: ::vapapu:: ::vapapu:: ::vapapu:: ::carai:: ::carai:: ::carai:: ::carai:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: mas uma vez dei sorte , encontrei no centro de Miraflores, perto de tudo, perto da praia e ainda com direito a quarto privado na cobertura e com café da manhã, o meu Hilton ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: como dizia mamãe há males que vem para o bem ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: me instalei tomei banho e fui tomar café, em seguida caminhei pela praia, e descobri de onde se faziam voos de para-pente detalhe por apenas 50 dolares ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: Visitei as Catacumbas de São Francisco, a Catedral e o Museu da Inquisição entre outras coisas, e adorei fazer voo de para-Pente sobre Miraflores. Bem no mesmo ano sendo que no mês de Setembro eu retornei ao Peru sendo que fiz o seguinte trajeto: Argentina, Chile e Peru, mas esta viagem é para um outro relato. ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: Considerações finais: O Peru é um pais muito bonito e rico em cultura, barato e muito frio ::Cold:: ::Cold:: ::Cold:: em momento nenhum fui ameaçado ou me senti ameaçado, não tive dificuldade em encontrar lugares baratos e bom para me hospedar, não tive dificuldade com transporte ou com locomoção, minha única dificuldade foi não entender e não falar espanhol, mas hoje depois de quatro anos seguidos viajando para países de língua espanhola já não tenho dificuldade apesar do meu portunhol ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: Pretendo fazer mais duas viagens ao Peru, sendo uma entre Bolívia e Peru e a outra seguindo de Lima até a fronteira com o Amazonas. Países que visitei desde 2008: Peru duas vezes, Argentina quatro vezes, Chile duas vezes, Guatemala e Honduras uma vez cada, México duas vezes. Aguardem os próximos relatos. ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo::
Editado pela última vez por Trota Nando O Ateu em 12 Ago 2012, 18:22, em um total de 1 vez.

#673858 por Trota Nando O Ateu
12 Jan 2012, 14:53
Gente qualquer duvida é só postar ou manda MP que terei prazer em ajudar ::otemo:: ::otemo::
#674594 por Maci Costa
14 Jan 2012, 15:41
Trota. li, me emocionei, e ri com seu relato.
Você foi um dos poucos que foi ao norte do Peru (não sei pq muita gente só vai até Lima). Estarei indo em Maio/12. Acredito que esse será o primeiro de muitos muchilões.

Bo sorte nas suas próximas viagens e sempre relate.
#674611 por Trota Nando O Ateu
14 Jan 2012, 16:38
::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: Maci em primeiro muito obrigado. Quanto ao Peru tem muita gente que só vai para conhecer MP, o que é uma pena, pois no Peru existem vários sitios arqueológicos e muitos lugares lindos, eu pretendo fazer mais duas viagens ao Peru, só não defini quando. Caso precise teri prazer em te dar suporte beijos e seja bem vinda ::kiss:: ::kiss:: ::kiss::
#674995 por Trota Nando O Ateu
15 Jan 2012, 19:25
Caso goste do relato favor positivar na mãozinha obrigado ::otemo:: ::otemo::
#677485 por Trota Nando O Ateu
21 Jan 2012, 15:47
Já estou amadurecendo a vontade de retornar ao Peru, sendo q estou na dúvida se vou fazer Bolívia tb ou se vou p Lima e de lá sigo até o Amazonas, minha intenção principal é conhecer, Vale de Cocta e Chapapoya. ::otemo:: ::otemo:: ::otemo::
#700926 por Trota Nando O Ateu
29 Mar 2012, 21:27
Aline estou a sua disposição beijos Trota
#704135 por Trota Nando O Ateu
08 Abr 2012, 16:55
Não somente o Lago e as Ilhas mas vale um dia.
#705778 por noiscasa
12 Abr 2012, 17:23
Grande Nando!

li seu relato e adorei!

ja estive no Peru em 2009 e sabia q nao tinha visitado quase nada do pais, agora apos ler tudo isso vi q eu nao vi nada mesmo! ::mmm:

estou pensando em voltar este ano para rever MP e de com mais tempo, experiencia e grana eu possa conhecer o Peru muito melhor!

seu relato vai pro favoritos para futuras consultas e perguntas viu!

abraços!
Noiscasa
#711316 por Trota Nando O Ateu
28 Abr 2012, 21:55
Em primeiro lugar obrigado a todos. Por parte, quem falou em levar Real. Não leve Real não tem como trocar ou utilizar no Peru, leve Dólar ou Euros. Segundo. O Peru é um País lindo com lugares maravilhosos e muitos sítios arqueológicos pena que a maioria das pessoas vão ao Peru para conhecer MP e o lago Titicaca, já soube de um lugar muito mais lindo e pouco explorado maior q MP. Quanto a ir p Chilayo de Cuzco não sei se tem Bus direto eu fui de Lima p Chiclayo e de Chiclayo pCajamarca e de Cajamarca p Huaraz, Saí de Lima a tarde e pela manhã do dia seguinte cheguei a Chiclayo, indo p lá não deixe de conhecer a tumba do senhor de Sipán, o sítio arqueológico e o Museu Tumbas Real, Chiclayo tem Mar e praia perto, de lá dá p ir até próximo ao Amazonas um pouco puxado mais creio q vale a viagem um dia pretendo ir, qualquer dúvida terei prazer em ajudar. ::otemo:: ::otemo:: ::otemo::
#711340 por nivea
28 Abr 2012, 23:32
Adorei o relato, parabéns. A primeira vez que sai do Brasil fui pro Peru e Chile. Fiquei muito apreensiva, mas depois de rodar mundo afora acho que continua sendo minha melhor viagem. To planejando uma viagem so pro Peru e quero muito ir em Huaraz. Lembra onde vc dormiu la ou tem alguma dica de hostel ?

Abs


Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes