de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Relatos de Viagens por 2 ou mais países da América do Sul


de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor isabela vs » 23 Mai 2011, 03:01

Em agosto de 2010 fiz uma viagem a Bariloche e arredores (incluindo Chile) com o meu namorado, Leo.
Alugamos um carro e rodamos muito nesses dias, foi a primeira vez que vi neve, e foi uma viagem maravilhosa!
Vale muito a pena conhecer essa região, que é muito, mas muito bonita! Espero que esse relato ajude a viagem de vocês!




Dia 11/08- Rio de Janeiro / Buenos Aires

Saímos do Rio dia 11/08, voando pela Aeromerdas Argentinas. Desde o início deu confusão... Um dia antes da viagem adiantaram o horário do nosso voo de 21:10h para 20:35h e tivemos que nos virar para conseguir sair mais cedo do trabalho, etc... Nem precisava, o voo atrasou e acabou saindo umas 21:30h. O serviço de bordo deles é horroroso, o lanche foi um sanduíche de apresuntado, frio, chega a dar calafrio só de lembrar...

Chegando a Buenos Aires, como o nosso voo era para o Aeroparque (aeroporto doméstico deles), queríamos aproveitar para ir a algum restaurante em Palermo, mas não deu... Primeiro porque já desembarquei com febre... Segundo porque nós tivemos que pegar nossas malas e não havia ninguém da Aeromerdas para recebê-las... Estava tudo fechado (não havia nada aberto nem para comprar um remédio para mim), e o nosso voo para Bariloche era só às 7h da manhã... Tivemos que ficar numa mesa de um dos cafés que do aeroporto até o check-in abrir, por volta das 5h... Bem, nem preciso dizer que o nosso humor não era dos melhores, né? Começar uma viagem tendo que virar a noite numa cadeira horrorosa no aeroporto, e ainda mais com febre, não é o que ninguém deseja...




Dia 12/08- Buenos Aires / Bariloche

Mas, enfim... Passou... O voo para Bariloche também atrasou um pouco, e chegamos à cidade por volta das 10h da manhã, com a agradável temperatura de -2 graus! :lol:

Já havíamos alugado um carro, antecipadamente, pela internet, para não corrermos o risco de ficarmos a pé ou termos que pagar um aluguel caríssimo em cima da hora. O rapaz da A.B.A. Rent a Car já nos esperava no desembarque e o nosso carro já estava no estacionamento. Site da agência: http://www.abarentacar.com.ar
Preciso dizer que o aluguel do carro foi o dinheiro mais bem gasto da viagem! O carro em si era simples, um golzinho, nada demais. Mas poder ir e vir, na hora que a gente quisesse, para onde desse na telha, era bom demais!

Fomos para a cidade e, a primeira visão das montanhas com neve e do lago Nahuel Huapi... foi alucinante! Sinceramente, aquele lugar (a região toda, para ser mais exata) é tão lindo que chega a dar raiva! ::tchann:: Demoramos quase uma hora para chegar ao hostel, porque ficávamos parando a cada minuto para tirar fotos!

Nesse primeiro dia não fizemos muita coisa, ficamos andando no centro, na Mitre, para conhecer o centrinho da cidade e dar uma olhada nos preços dos casacos! Fomos a várias lojas, como Salomon, The North Face, uma multimarcas que vendia Columbia, mas estava tudo caríssimo! Praticamente o mesmo preço do Brasil! Como a gente ia ao Chile em alguns dias, deixamos para ver isso por lá.

Tomamos também o nosso primeiro chocolate quente, na Rapa Nui! Resolvemos pagar mais caro para a menina turbinar com um pouco de álcool a nossa bebida, pois estava muito frio nesse dia! Sério mesmo? Quase caí na gargalhada: se ela tivesse um conta-gotas ela teria colocado 1 gota de licor no copo, e isso nos custou quase o dobro do chocolate quente simples! ::lol4::

Almoçamos num restaurante tranqüilo chamado La Lola, numa rua lateral, bonzinho, e matamos a saudade da cerveja Patagônia que nós gostamos! Depois fomos ao mercado e compramos umas cervejas Andes, que também é uma das nossas favoritas (não é a mais comum por lá, mas conseguimos achar!!) e mais algumas coisinhas para comer, beber, e matarmos a saudade de outras viagens! Estava muuuito frio, e ventava bastante, como eu ainda estava meio doente e muito cansada, voltamos cedo ao hostel.

Link do hostel: http://www.visitbariloche.com/alaska/index.html

Imagem Imagem
primeiras paisagens na ida do aeroporto para a cidade

Imagem Imagem
passeando pela cidade (morrendo de frio! :lol: ); o primeiro chocolate quente!!




Dia 13/08- Bariloche

Decidimos pegar nosso mapa e fazer o circuito Chico. Começamos parando no Cerro Campanário, que era bem perto de onde estávamos. A princípio o Leo queria subir andando (pode sim, se quiser subir e descer andando não precisa pagar o valor do teleférico), mas como eu ainda estava debilitada, e era o início da viagem, resolvemos ir na cadeirinha mesmo.

Chegando lá em cima, mesmo não tendo certeza se é verdade ou não que o cerro foi eleito sétima vista mais bonita do mundo (mas TODO MUNDO diz isso), você começa a acreditar que sim... É um absurdo de tão bonito... E um absurdo de tão frio, e de tanto vento!!! ::hãã2:: Nem os argentinos mal educados e debochados que trabalhavam lá conseguiram tirar o nosso bom humor! Resistimos e tiramos mais ou menos... milhares de fotos!!

Eu não sou nem um pouco resistente ao frio, mas não me dava vontade de ir embora por causa da beleza do lugar... Eu só ficava um pouco pau da vida porque não conseguia fotografar com as luvas e, quando tirava as benditas, meus dedos congelavam!

Descemos para continuar nosso circuito Chico. Fizemos tudo dentro do carro. Acho que se você contrata um passeio acaba parando em mais pontos, onde tem uns miradores e tal, mas a gente só parou onde achou que valia a pena.
Numa parte do caminho nos desviamos e pegamos uma estradinha de terra que levava a um lugar chamado Villa Tracul. Eu achava que era um vilarejo, ou coisa parecida... Mas a estradinha dava num lago, no meio do nada. Lindo demais: lago, árvores, natureza, montanhas, gelo, frio e nós! Ah, apareceu um gavião também, que não nos deu a menor bola! :lol:

Como se fosse necessário, o Leo pegou a nossa cerveja Andes e colocou na água do lago, para gelar um pouco antes de bebermos!!! ::ahhhh:: Até hoje não consigo entender o sentido disso... E o pior: com as ondinhas da água, a garrafa foi indo lago adentro... Como o Leo estava longe, tirando fotos, EUZINHA tive que entrar com as minhas pobres e terríveis botas Snake (que deveriam ser impermeáveis, mas não eram!) para resgatar a garrafa...

Depois de degustarmos nossa amada cerveja, saímos e fomos completar o circuito, passando pela Colonia Suiza, onde tomamos um bom chá da tarde. E depois paramos em algum dos miradores do caminho para tirarmos mais algumas fotos maravilhosas!

À noite resolvi me fantasiar de Faustão para conseguir ir à rua (o único casaco que me esquentava o suficiente era um de pluma de ganso, que era do Leo, e do tamanho dele claro! Rss). De qualquer forma, eu continuava me sentindo mal, então só procuramos uns casacos e calças impermeáveis em umas lojas, mas como não tinha nada decente do meu tamanho, resolvemos voltar e fazer um jantar no hostel. Pelo menos a noite rendeu umas fotos engraçadas (que vocês nunca irão ver! ::hahaha:: )

Imagem Imagem
Cerro Campanário: vista da subida da "cadeirinha"; resistindo ao frio!

Imagem
Cerro Campanário: não sei se realmente é a 7a vista mais bonita do mundo...

Imagem Imagem
...mas que é lá em cima é lindo demais, isso é!!

Imagem Imagem
um pequeno desvio no Circuito Chico: indo para Villa Tracul

Imagem Imagem
Villa Tracul e o nosso picnic de cerveja Andes!! ::hãã2::




Dia 14/08- Trajeto Bariloche / Puerto Varas

Dia de viajar!! Pegamos o carro para fazer o trajeto Bariloche/ Villa La Angostura/ Puerto Varas. Demoramos para sair pois as cadenas não estavam no carro, então tivemos que ligar para a agência e eles foram até o hostel entregar. Isso é muito importante, pois caso aconteça uma tempestade de neve, eles não permitem que você cruze a fronteira sem elas (nem você vai querer!). Ou você fica parado esperando passar, ou você tem que comprar uma cadena (e pagar o olho da cara) para continuar viagem.

Já em Villa La Angostura começou a ter neve na estrada, e a paisagem ficou muito mais bonita, como cenário de cinema, sério mesmo! Mas... quando chegamos ao Paso Internacional Cardenal Antonio Samore, ainda do lado argentino, um pequeno estresse: o Leo havia esquecido o documento do carro no hostel LÁ EM BARILOCHE!!! ::putz:: Sim, tivemos que voltar TUDO (com o Leo em fúria... ainda bem que não fui eu que esqueci! ops), para buscar o documento... ::quilpish::

Passado esse pequeno incidente (que nos fez perder algumas preciosas horas), cruzamos a fronteira, e passamos para o lado mais bonito da fronteira: o chileno! Muito mais selvagem, com muuuito mais neve! ESPETACULAR!!! ::love::

Como queríamos comprar casacos no Chile, fomos direto a Puerto Montt para tentar pegar o shopping aberto. Só que, quando chegamos já estava de noite, e a cidade parecia estar pegando fogo! Tudo estava coberto com uma fumaça horrível, um cheiro de fogo indescritível. Pensamos que dentro do shopping estaria melhor, mas o shopping era aberto, então continuava frio, e com fumaça, e com o cheiro de queimado insuportável... O Leo conseguiu comprar o que ele queria, mas eu continuava passando mal, então esse ambiente me fez piorar e tive que me refugiar no carro. ::dãã2::

De lá fomos para o hostel em Puerto Varas, que era uma graça! Não consegui sair para jantar, então o Leo foi tentar encontrar um mercado aberto, para comprar alguma coisa para a gente. Eu caí na cama e mal consegui comer quando ele chegou.

Link do hostel: http://www.hostalcarlaminte.com/

Imagem Imagem
na estrada: vista de Bariloche; uma das paisagens no trecho para Villa La Angostura

Imagem Imagem
passando por Villa La Angostura; no Paso Internacional Cardenal Antonio Samore (lado argentino)

Imagem Imagem
e do lado chileno: neve!!!!!!!!

Imagem Imagem
muita neve e... vulcões!!!




Dia 15/08- Puerto Varas / Puerto Montt

No dia seguinte o tempo estava fechado e chuvoso. Demos uma volta, vimos o lago e sua vista para os vulcões Osorno e Casablanca. É realmente lindo! ::love:: A programação era ir à pista de esqui que existe no vulcão Osorno, mas estava chovendo e eu continuava mal... Demos uma volta pelas lojas procurando algo que me agasalhasse melhor, mas os preços ainda estavam altos... Conclusão: voltamos para o shopping de Puerto Montt.

A cidade de Puerto Montt é bem feia... Passamos o tempo todo no shopping e comemos no McDonald’s. Como eu estava mais animada consegui comprar uns casacos e uma calça impermeável, caso contrário não aproveitaria o resto da viagem. Voltamos já de noite a Puerto Varas e dormimos cedo, pois eu precisava descansar. (conseguimos descobrir o motivo da fumaça da noite anterior: vinha das lareiras das casas das pessoas...)

Imagem Imagem
Puerto Varas (nem dá para perceber, pela minha cara, que eu estava doente, exausta, com febre, etc... :lol: )

Imagem
o lago e os vulcões Osorno e Casa Blanca




Dia 16/08- Puerto Varas / San Martin de Los Andes

Saímos do hostel e fomos dar uma última volta em Puerto Varas. O tempo tinha conseguido piorar e não dava para ver nem a sombra dos vulcões, nem para dar um adeus...

Pegamos a estrada em direção à Argentina, com chuva durante todo o trajeto. No Paso Internacional Cardenal Antonio Samore a paisagem havia mudado bruscamente: estava tudo com neve e neblina (lindo!!!). Tivemos que ter o máximo de atenção na estrada, pois nesse caminho a maior parte é de ripio, e estava super escorregadio, com gelo e neve. Chegamos a San Martin quase de noite.

Dessa vez ficamos num hotel, pois o hostel que tentamos reservar nos exigiu que fizéssemos um depósito através do Western Union, então desistimos. Deixamos nossas coisas lá e fomos conhecer a cidade, que é um sonho! Jantamos muitíssimo bem, tomamos um ótimo vinho e fomos dormir como anjos! :D

Link do hotel: http://www.interpatagonia.com/crismalu/

Imagem Imagem
Paso Internacional Cardenal Antonio Samore (lado chileno); estrada com neve = equipes de manutenção de olho na segurança da estrada ::cool::

Imagem Imagem
Paso Internacional Cardenal Antonio Samore (lado argentino): a neve mudou totalmente a paisagem!!; detalhe: nem estava frio... ::hahaha::

Imagem Imagem
viagem para San Martin: lindas paisagens, mas péssima estrada...

Imagem Imagem
depois de muitas horas, e muita lama, finalmente chegamos à cidade!!




Dia 17/08- San Martin de Los Andes

Quando acordamos estava... NEVANDO!!! ::ahhhh:: Dei um salto da cama como nunca pensei que fosse capaz de fazer, e berrei: “Coloque a primeira roupa que estiver na frente e corra escada abaixo, pois ESTÁ NEVANDO!!!”. ::hahaha::

Colocamos as cadenas no carro e saímos sem rumo pela cidade, que parecia outra! A paisagem havia mudado completamente, estava tudo umas mil vezes mais lindo! Andamos durante uns 40min assim sem direção, até que eu recuperei a razão. Resolvemos voltar para o hotel, tomar café da manhã e, enfim, ir para a estação de esqui! :lol:

Acho que tirei umas 300 fotos até chegar a Chapelco (estação de esqui). Me sentia dentro de um filme de natal, onde a qualquer momento ia saltar uma rena de nariz vermelho! ::lol4:: Agora sem brincadeira... A paisagem com neve é linda demais, chega a ser surreal... Pelo menos para mim, que nunca tinha visto antes...

Lá em Chapelco fiquei um pouco decepcionada, pois você tem que entrar no esquema: para ir para lá tem que pagar tanto; para dar dois passos para a esquerda tem que pagar tanto; para andar de trenó com aqueles cães lindos te puxando, tem que pagar um milhão de dólares por 5 minutos... Na verdade eu queria ou andar no trenó com os cachorrinhos, ou nas motos de neve (mas nessas, você tem que ir se arrastando atrás de um grupo, dentro de um caminho pré determinado...) :cry:

Bem, a menina da agência que nos atendeu foi tão simpática que fizemos um trekking com raquetas com ela e um grupo (que tinha um casal de coroas, e uma mulher com uma criança que tropeçava a cada passo). Mas relaxamos, pois o pessoal era gente boa e, afinal: EU ESTAVA NA NEVE!! ::hãã:: Pouco me importava se as pessoas iam rápido, devagar, eram chatas, legais... Eu estava como uma doida, fazendo bolas de neve sozinha, me jogando na neve sozinha, rindo sozinha... Acho que até dava gritinhos de alegria sozinha!!! ::lol3:: (bem, o Leo é um pouco mais ranzinza para fazer isso, mas também relaxou!)

O passeio consistiu em subir a um abrigo um pouco mais acima da base da estação, comer uma torta, beber uma coca-cola, e depois descer. Para mim foi o máximo andar no meio do nada, só a gente e neve para todos os lados!!! =)

Depois ficamos livres ali na base da estação mesmo, e fui fazer protótipos de bonecos de neve espalhados pelos cantos... E também me jogava para trás, onde me convinha, e fazia “anjinhos”! Foi o máximo!!! ::cool:: ::cool:: ::cool::

No final do dia voltamos e ainda estava nevando!!! E eu estava mais feliz que pinto no lixo!!! ::tchann::

De noite saímos para jantar num restaurante realmente bom, chamado La Tasca, que tem uma lasanha excelente! E fui dormir como um anjo, de novo!!! ::hãã2::

Imagem Imagem
paisagem da nossa janela ao amanhecer!!!; cidade transformada com a neve!!

Imagem Imagem
admirando a nova vista de San Martin!!; indo para Chapelco

Imagem Imagem
chegando ao Cerro Chapelco!!

Imagem Imagem
caminhada com raquetas; meu primeiro projeto de boneco de neve!! ::lol4::




Dia 18/08- San Martin de Los Andes / Villa Traful / Bariloche

Quando acordamos parecia que estávamos em outro lugar... Toda neve já tida ido embora... Mas a cidade continuava linda! San Martin de Los Andes é um lugar super agradável, parece uma cidade de bonecas, com boas lojas, bons restaurantes... Tem um charme especial, um encanto... Compramos algumas coisas antes de pegar a estrada e... on the road again!

O caminho que fizemos de Bariloche/ Vila La Angostura e agora de San Martin até Bariloche, é o famoso Camino de los Siete Lagos. E vale muito a pena ser feito, pois é lindo. Mas antes é preciso averiguar a condição das estradas, pois nem tudo é asfaltado... Nós pegamos vários trechos ruins, principalmente nessa volta de San Martin para Bariloche, onde quase atolamos algumas vezes. Se você não tiver experiência nesse tipo de direção (nós vimos motoristas passando perrengue com carros 4x4) é aconselhável contratar um passeio. Não é uma rota com movimento e você pode ficar preso em algum trecho isolado por um bom tempo sem nenhum tipo de socorro...

Antes de sair da cidade, pegamos um mapa na secretaria de turismo de San Martin e fomos. Numa parte da estrada pegamos uma bifurcação que nos fez passar por Villa Traful. Valeu à pena, o caminho é lindo, mas super isolado, estreito, com muita lama e neve. Não havia ninguém na cidade, além de cavalos e vacas, parecia cidade fantasma (se não fosse a diferença de clima, eu teria me sentido no velho oeste!). É impressionante encontrar um lugar tão bonito, tão isolado, sem ninguém por perto... A gente parava o carro na frente de algum estabelecimento, chamava, e ninguém respondia... Só achamos uma padaria aberta, e nela as duas únicas pessoas que vimos na cidade.

Continuando pela estrada, numa curva, havia um mirante. Antes de enxergarmos o nome do mirante, ao passarmos pela curva, uma rajada de vento quase fez o carro capotar... Depois nós saltamos e vimos que estávamos no Mirador Lago Traful (também conhecido como Mirador del Viento: tchan!!). É uma estrutura de madeira, na beira de um penhasco, que tem uma vista maravilhosa do lago, onde faz um frio do cacete, e onde o vento é tão forte que quase te joga lá de cima. Quando fui entrar no carro, o vento abriu a porta com tanta força que eu não conseguia fechar. No final da viagem isso nos deu um prejuízo: na hora a gente não viu, mas a força do vento amassou a porta!!! ::hein:

Dali a estrada nos leva a passar por um lugar chamado Valle Encantado, com umas formações rochosas muito diferentes e bonitas.

Chegamos a Bariloche já anoitecendo, e a cidade estava bem mais charmosa depois de ter nevado! O hostel também estava cheio de neve na entrada, muito legal! Ficamos por lá mesmo, jantamos e ficamos tomando vinho, conversando com o casal de donos.

Imagem Imagem
bichos figuras pelo caminho; paisagens de tirar o fôlego!

Imagem Imagem
mais uma vez a estrada não era lá essas coisas! :lol:

Imagem Imagem
desviando por Villa Traful passamos por essa área de camping, na beira desse lago

Imagem Imagem
chegando à Villa Traful, ninguém à vista...

Imagem Imagem
Villa Traful; vendo o Mirador Lago Traful de longe

Imagem Imagem
Mirador Lago Traful (ou Mirador del Viento :lol: )

Imagem
Mirador Lago Traful: vale a pena enfrentar o vento!

Imagem Imagem
passando pelo Valle Encantado




Dia 19/08- Bariloche

Resolvemos ir ao Cerro Otto, (na verdade, ao Complexo Turístico Teleférico Cerro Otto, pois cerro é toda a montanha), mas não de teleférico! ::otemo::

Subimos de carro pela estrada que leva até o Piedras Blancas (paramos ali, mas o Leo não ficou muito feliz ao ver um milhão de pessoas, e mais outro milhão da CVC! ::hein: ). Passando pelo estacionamento, continuamos subindo mais um quilômetro, até um lugar onde tem esqui nórdico (http://www.skinordico.com/index.html). Desse lugar eu nunca tinha ouvido falar... Fomos dar uma olhada, mas como sempre o esquema era aquele de passeios guiados... O que tem de diferente é o esqui nórdico mesmo (que depois, quando o Leo me explicou direito o que era, fiquei com vontade de fazer, mas não tive tempo...).

Então estacionamos ali e continuamos subindo a pé. Primeiro fomos numa entradinha que leva até um refúgio do Club Andino, que estava com neve até o “teto”, rss. Brincadeira, mas estava fechado, só tinha um carinha lá que nos explicou que para chegar ao topo do cerro deveríamos voltar para a estrada principal e seguir sempre reto, não tinha como errar!

Bem, começamos a nossa caminhada! Foi uma boa caminhada, com neve no joelho, mas foi muito divertido!!! A vista é linda demais, como sempre, e eu fui andando encantada de estar ali, livre, leve e solta, sem ninguém me dizendo o que fazer, nem para onde ir!!! Muito bom!!! ::cool:: ::cool:: ::cool::

Chegamos onde termina a pista de esqui-bunda do cerro, e aí tivemos que pagar para subir de funicular até a confeitaria. Eu comprei um ingresso que me dava direito a fazer o esqui-bunda também! Pelo menos isso eu tinha que fazer, né?! ::tchann::

Lá em cima é legal, mas a confeitaria estava cheia e foi um saquinho conseguir uma mesa na janela, para ver a vista 360 graus. Depois de um tempinho esperando, conseguimos trocar de lugar, e foi o que valeu a pena, pois nem a comida nem os doces eram lá grandes coisas... O meu suco de framboesa que estava uma delícia, isso sim! Mas pelo preço das coisas, tudo deveria ser muito bom, né?!

No complexo da confeitaria tem também uma boate (não entramos) e coisinhas de artesanato para comprar, entre outras coisas. Na volta eu fiz o tal esqui-bunda, e como já estava quase na hora deles fecharem, só poderia ter feito uma ou duas vezes... Mas uma foi suficiente, e cheguei à conclusão de que sou a pessoa mais cagona que conheço... Desci morrendo de medo de perder o controle daquele treco, sair pela tangente numa daquelas curvas, e voar montanha abaixo! ::lol4::

Bem, eu tive que subir de funicular para entregar o “esqui” lá em cima, depois eu e Leo descemos por ele de novo para pegar o caminho da roça! Andamos tuuudo de volta, com direito ao pôr do sol, dessa vez! Nem preciso dizer que valeu muito, mas muito a pena fazer esse passeio, né?!

Pegamos o carro e descemos pela mesma estrada, que é cheia de curvas, e estava com gelo. Tem que ter muito cuidado ao dirigir nesses lugares, tanto que passamos por um carro capotado, que foi salvo de cair montanha abaixo porque parou numas árvores antes...

Imagem Imagem
passando pelo Refúgio Berghof - Club Andino Bariloche

Imagem Imagem
a caminho do Complexo Turístico Teleférico Cerro Otto

Imagem Imagem
que vidinha ruim, essa... ::lol3:: ; a confeitaria aparece lá em cima, no canto

Imagem
Cerro Otto, uma vista mais ou menos... ::bruuu::

Imagem Imagem
o caminho era lindo; chegando ao complexo turístico...

Imagem Imagem
na confeitaria giratória; antes de fazer o ski bunda

Imagem Imagem
caminho de volta: criança feliz!! ::hãã2:: ; pôr do sol ::love::

Imagem Imagem
estradinha básica...




Dia 20/08- Bariloche

Nesse dia, infelizmente, estava chovendo... Tínhamos resolvido ir ao Cerro Catedral, e fomos, mas com chuva resolvemos não ficar... :cry:

Ficamos rodando de carro pela cidade, e acabamos fazendo parte do circuito Chico de novo. Depois passamos no hostel para trocar de roupa e partimos para o centro da cidade.

Aí, como eu finalmente estava boa, meu vício por chocolate tinha voltado com toda força! Então finalmente fomos atacar os famosos chocolates da Mamuska!!! Meu Deus!!! Como são maravilhosos!!! E a loja é uma loucura, eu queria morar lá dentro! ::lol4::

Depois fomos jantar no Casita Suiza... Muito bom! Um lugar super aconchegante, o fondue de queijo dá para dividir (pedindo algum acompanhamento), foi uma noite muito agradável! ::love::




Dia 21/08- Bariloche/ Cerro Tronador

Saímos cedo, com sol (oba!! ::cool:: ) e fomos para o cerro Tronador! São no máximo umas 2 horas de viagem (e o GPS ainda nos mandou por uns caminhos esquisitos!), mas vale muito a pena! A estrada é linda, e o parque mais ainda...

Dentro do parque tem muita coisa para fazer, muitas trilhas, estrutura para acampar... Mas não tínhamos tempo e fomos direto para o Tronador. Lá tem horário no caminho até Pampa Linda: para subir (mão única de 10:30h às 14h, e mão dupla de 19:30h às 10:30h) e para descer (mão única de 16h às 18h e mão dupla de 18h às 9h)... É o que está na placa!

Bem, dá para entender porque existe horário... A estrada é super estreita e cheia de curvas... Como havia chovido e nevado, estava cheia de lama e com partes bem difíceis de passar... Especialmente quando pessoas lerdas ficavam devagar na nossa frente, e por causa disso quase nos faziam atolar!!

Passamos direto por Pampa Linda, que tem certa estrutura turística, com um restaurante onde havia umas vans de passeios paradas. Continuamos direto até o Tronador e só estacionamos onde não dava mais para passar com o carro. Ali começamos a caminhar, com gelo e neve.

Nesse dia eu estava com uma trava de gelo nas botas, que eu tinha comprado na véspera em Bariloche. Foi muito útil, especialmente na parte do Ventisqueiro Negro, onde havia muito gelo batido no chão, e era bastante escorregadio...

Comparando fotos que eu vi antes de viajar, devo dizer que o Ventisqueiro Negro é muito mais bonito no inverno! Ele fica com gele e neve, então não tem aquele aspecto sujo de lama pura, como em algumas imagens que eu tinha visto... estava lindo! ::otemo::

Dali até a base do Tronador era mais um quilômetro de caminhada na neve, e lá fomos nós! O pessoal que havia chegado com uma excursão só viu o Ventisqueiro e foi embora...

Mais uma vez caminhando sozinhos, na neve, na natureza... Muito bom, não consigo descrever a sensação... Chegamos à base do Tronador, onde existe uma boa estrutura, mas não havia nada aberto, pois estava tudo debaixo da neve! Ventava muito e fazia muito frio!!!

O cerro Tronador tem esse nome pois ecoa sons de trovão toda vez que um pedaço seu se descola: as avalanches são constantes! Escutamos algumas e o Leo viu uma! Lá é o ponto mais alto da região, e seus três picos são: Argentino, Internacional e Chileno.

Na volta eu passei muito, mas muito mal... O chacoalhar da estrada não ajudava muito... E mais pessoas lerdas atolando na nossa frente também não... A gente tinha pensado em conhecer também a Cascata de Los Alerces, mas nem fomos (o caminho para lá também tem horário: ingresso de 14h às 17h / egresso de 11h às 13h / mão dupla de 18h às 10h). Essa volta foi uma tortura, muita dor de cabeça, enjôo, e as curvas da estrada em nada ajudavam... ::dãã2::

Fomos direto para o hostel, e o Leo saiu para comprar comida. Voltou com dois pratos do restaurante do fondue (Casita Suiza) que nós tínhamos ficado com vontade de comer no outro dia. A sorte foi que, como ele demorou para voltar, eu já tinha melhorado um pouco e já estava com fome! ::hãã2:: Ainda bem, porque a comida estava maravilhosa (um prato era Cordeiro Patagônico e o outro era Veado Campeiro, duas carnes de caça)!!!

Imagem Imagem
pegando a estrada; chegando ao parque

Imagem Imagem
parte da estrutura do parque; algumas das atividades que se pode fazer por lá

Imagem Imagem
vista de um mirador; chegando mais perto do Tronador

Imagem Imagem
ponto onde tivemos que parar o carro e seguir a pé

Imagem Imagem
caminho para o Ventisqueiro Negro; chegando lá!

Imagem Imagem
Ventisqueiro Negro (na minha opinião, mais bonito com neve! ::cool:: )

Imagem Imagem
do Ventisqueiro à base do Tronador é mais 1km de caminhada; lá existe uma estrutura que, não sei porque, estava fechada! :lol:

Imagem Imagem
Cerro Tronador: prepare-se para mais frio e mais vento!!

Imagem Imagem
mas como sempre, todo o sacrifício vale a pena: é lindo demais!!! ::otemo::




Dia 21/08- Bariloche/ Buenos Aires

Nesse dia só tivemos tempo de arrumar as nossas coisas, fazer o check out, e ir ao centro.

Tentamos passar na loja da Aeromerdas Argentinas (pois mais uma vez eles haviam trocado o nosso voo), mas era domingo e estava fechada! Fizemos umas comprinhas, uns presentinhos (chocolate, que na hora pensamos que fosse muito, e depois, quando chegamos ao Brasil, descobrimos que foi muito pouco, :lol: ).

Comemos no Cocodrilo’s, ali na Mitre. Legal, comemos pizza e tomei um choconhaque bem gostoso! Depois passamos no hostel para pegar as nossas coisas e fomos para o aeroporto.

Chegamos mais cedo para devolver o carro. Foi só aí que ficamos sabendo que a porta do carro estava empenada, quando o carinha da agência viu ::lol3:: ... Mas foi super tranqüilo, ele disse que levaria o carro para fazer um orçamento do conserto e nos mandaria um e-mail para a nossa aprovação. Na hora ficamos com medo, achando que seríamos explorados, mas eles foram super corretos, e o conserto foi barato (muito mais em conta do que se fosse no Rio!).

Na hora do check-in na Aeromerdas, fomos reclamar da mudança do nosso voo Buenos Aires/Rio (que além da troca de horário, em vez de sair do Aeroparque, ia sair do Ezeiza...). Conseguimos trocar para um vôo do Aeroparque, mas mesmo assim tivemos que passar um dia em Buenos Aires, o que nos fez perder um dia de trabalho... E, para variar, o voo Bariloche/Buenos Aires saiu atrasado...

Chegamos a Buenos Aires tarde e pegamos um taxi direto para o hostel onde tínhamos nos hospedado em janeiro, numa outra viagem. Ainda bem que havia quarto quando chegamos lá, pois não tínhamos feito reserva! :lol:




Dia 22/08- Buenos Aires/ Rio

Acordamos cedo para tentar aproveitar um pouquinho do dia que ganhamos na cidade...

Quando abri o bolso de uma das minhas malas senti falta de um gorro que havia comprado em Bariloche... Deixei para lá, pois poderia estar em outro lugar, e não tinha tempo para procurar naquela hora... Só que eu nunca achei! Ele foi roubado no trajeto Bariloche/Buenos Aires!!! Depois vi um tópico aqui no Mochileiros sobre uma “gang” que estava agindo no aeroporto de Buenos Aires, roubando várias bagagens... Que ódio!!! ::vapapu::

Bem, continuando... Estávamos completamente perdidos... Como não esperávamos passar por Buenos Aires, não sabíamos o que fazer por lá, então ficamos vagando pela cidade...

Nosso hostel era em Santelmo, e fomos andando aleatoriamente... Passamos pelo Palacio Del Congresso, Casa Rosada, Calle Florida e Galerias Pacifico... Eu queria ir à Floralis Genérica, que não conheci da outra vez que estive lá, mas não sabíamos quanto tempo levaria, e ficamos com medo de perder o horário do voo... Acabei não conhecendo de novo... :cry: Ficamos só ali pelos arredores, onde dava para ir a pé, depois voltamos ao hostel para pegar as bagagens e pegar um taxi para o aeroporto.

Acabamos chegando cedo, pois pensamos que pegaríamos mais trânsito... Também ficamos com dinheiro sobrando, porque um idiota da Aeromerdas nos disse que teríamos que pagar uma taxa de embarque em Buenos Aires, então sacamos dinheiro para isso... Adivinhem? Não tivemos que pagar nada... Pelo menos com o tempo que sobrou (pois o voo atrasou de novo, novidade...) pudemos gastar os pesos no Duty Free...

Já no Rio, quando fomos pegar a nossa bagagem, vimos que as minhas duas malas tinham sido danificadas, e o saco de proteção da mochila do Leo estava todo furado... Fiquei muito puta!!! ::grr:: Para desestressar, entramos no Duty Free, e depois saímos de lá direto para o balcão da Aeromerdas. Estava fechado... Ligamos para um telefone SAC deles, e saiu um funcionário metido lá de dentro, só para dizer que não poderia fazer nada, pois nós tínhamos deixado a área alfandegária e poderíamos, nós mesmos, ter danificado as nossas bagagens. Argumentamos que não sabíamos que não poderíamos ter saído de lá, que não havia essa informação em lugar nenhum, mas não adiantou...

Conclusão: fomos parar no Juizado Especial Cívil, que agora funciona no aeroporto internacional, para entrar com uma ação contra eles... Um saco... E no final não adiantou nada, pois na audiência marcada para final de janeiro de 2011, o juiz determinou que eu não poderia ganhar outra bagagem porque não tinha o recibo de compra das malas danificadas, determinando os valores... E não poderia ganhar nada de dano moral, pois tudo aquilo não havia passado de “um mero aborrecimento”... ::vapapu::

O Leo nem foi na audiência dele, e também não apelamos da decisão, pois estávamos a dias da nossa mudança (para outro país)... Senão eu ia querer ao menos dizer para esse juiz que, se tivesse sido a mala dele, com certeza ele não consideraria “um mero aborrecimento”... ::toma::




Aeromerdas Argentinas:

Eu não pretendo, nunca mais, viajar pela Aeromerdas Argentinas, independente da promoção que eles tiverem!! ::vapapu::

Tivemos todos os tipos de problemas: trocaram nosso voo na ida (tive que sair super cedo do trabalho), depois trocaram na volta (me fazendo faltar o trabalho, em cima da hora), todos os voos atrasaram, o serviço de bordo deles é uma merda, em todas as aterrissagens os pilotos pareciam estar tacando o avião no chão (muito ruim mesmo!!!)... Os aviões são horríveis, parecem sucata... ::bad:: ::bad:: ::bad::

Roubaram um item da minha bagagem (não posso afirmar que foi alguém da empresa, mas com toda a minha má impressão ninguém pode me julgar por pensar isso!), depois danificaram seriamente as minhas duas malas e a do Leo!! E ainda se safaram dessa!! ::grr:: Por isso que essas cias aéreas fazem o que querem, sem se importarem em prestar um bom serviço...
Avatar do usuário
isabela vs
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 247
Desde: 22 Jul 2009, 20:42
Localização: Pucón - Chile

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor Pedrada » 24 Mai 2011, 14:37

essa trip é muito incrível mesmo !!
alugar um carro e percorrer esse caminhos tb recomendo muito
eu tb parecia criança no parque de diversões qdo vi neve caindo pela primeira vez, foi ao subir no campanario. aquilo é deslumbrante, ainda mais com nevescas no visual, mas o mirador traful tb surpreende
no ventisqueiro tiveram muito sorte de pegar uma janela no tempo, chegamos lá debaixo de chuva e muito vento.... mas aquilo tudo recompensa
qto a dita "aeromerdas" tb sofri com muitos atrasos, sem contar nos avisões sucateados
valeu
Avatar do usuário
Pedrada
 
Mensagens: 1315
Desde: 22 Jul 2008, 15:46
Localização: mundo afora, Brasil adentro e América Latina adelante

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor Alexandre Brautigam » 24 Mai 2011, 17:18

isabela,

obrigado pela paciencia de detalhar tudo pra gente! ficou ótimo o relato e as fotos! Eu vou pro Chile [com certeza] e bem provavelmente tb Argentina agora em julho e suas informações foram otimas aqui... e lendo todo o relato, só me deu mais vontade de ir!

Sobre as roupas, então valeu mais a pena comprar elas no Chile, mesmo tendo um monte de loja vendendo North Face, Salomon e Columbia em Bariloche? As q vc comprou no Chile tb eram de boas marcas, ou eram mais baratas por serem de marcas menos conhecidas? Não rolava nenhuma promoção bombástica de roupas boas em Bariloche n?

Teve uma hora q vc falou da sua bota Snake "pseudo-a prova d'agua"... vc continuou com ela a viagem toda? Eu tenho uma bota nacional q diz waterproof tb... ainda n meti ela com força na poça, mas ela veste mto bem, é confortável... tava pensando em levar ela pra trip em julho..

Vc foi bem na época em q eu vou.. vc sentiu Bariloche muito mais saturada de gente do q as outras cidades em volta?

bem, se a senhorita tiver paciência, depois te pergunto mais algumas dúvidas minhas, se n for incomodar... =] Mas de novo muito obrigado pelo relato, está ótimo !!

um abraço,

Alexandre.
Avatar do usuário
Alexandre Brautigam
 
Mensagens: 37
Desde: 18 Abr 2011, 19:12
Localização: Rio de Janeiro, RJ

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor isabela vs » 26 Mai 2011, 21:05

oi, Pedrada!
realmente o carro foi um ótimo investimento!
só fiquei um pouco chateada de não ter conhecido mais a região aqui do Chile... gostaria de ter conseguido ir ao vulcão Osorno, Frutillar...
e também fiquei com vontade de ir à uma estação de esqui chamada Antillanca...
mas tudo bem, fica para uma próxima viagem! ::hãã2::
só de ter cruzado a fronteira, e passado por aquela linda estrada, já valeu a pena! ::cool::


Alexandre, que bom que o relato está te ajudando!
essa viagem vale muito a pena, pode acreditar!

quanto às suas perguntas...

. em Bariloche, nas lojas de marca, estava tudo muuuito caro sim...
para comprar lá, só vale a pena comprar a marca Ansilta, que é ótima!
por que vale a pena? por ser uma marca argentina, você apresenta a nota fiscal ao sair do país e recebe a devolução do IVA (acho que é uns 21%).
essa operação se chama "TAX refund", e com isso, a sua compra fica ainda mais barata! ao comprar você precisa dizer que vai fazer isso, pois parece que a nota fiscal que a loja tem que te dar é diferente. e ao passar pela fronteira, a roupa deve estar em um lugar acessível, pois eles podem pedir para ver o produto, junto com a nota.

no Chile, em Puerto Varas, tem loja da The North Face (que também estava bem cara, mas um pouco menos do que a de Bariloche), da Rockeford (comprei um casaco bom da Columbia lá), La Cumbre (a melhor de lá, tem um preço legal), e mais outras multi marcas.
mas onde tinha o melhor preço era no shopping de Puerto Montt (Mall Paseo), na loja da Andesgear. lá compramos várias coisas, inclusive bota, calça impermeável...
pechincha mesmo foi um casaco que comprei na Ripley (no shopping também) que não era de marca, mas esquenta muito e uso até hoje! essas multi marcas daqui do Chile também vendem roupas de marca, e vale a pena dar uma olhada, pois pode ter promoção.

em Bariloche acho difícil ter uma suuuper promoção, pois a cidade está cheia de turista, e eles se aproveitam disso... mas ande bastante por lá, para longe da calle Mitre de preferência... existem muitas lojas... algumas tem promoção sim, mas nem sempre são coisas de boa qualidade... depende do que você vai querer comprar!! lembro que tinha uma loja grande perto do mercado Carrefour, que tinha um outlet... e tem uma loja grande de lá, a Scandinavia, que tem um outlet no segundo andar. mas, quando eu fui, até em San Martin estava melhor para comprar do que em Bariloche...


. quanto à bota, fiquei a viagem toda com ela sim... até que segurou bem, só quando ficava o dia todo na neve que, no final do dia, acabava com a ponta dos pés um pouco molhadas! :lol:
você pode fazer um teste com a sua bota... coloque água num recipiente e coloque a bota dentro. tem que tomar cuidado para não entrar água por cima, tem que ver a altura da lingueta da bota... dentro dela ponha alguma coisa para fazer peso, para que a bota fique dentro da água, e deixe mais de 12 horas assim. se ela realmente for waterproof, não vai entrar água!


. Bariloche com certeza estava muito mais cheia do que os outros lugares que visitei, mas nada insuportável...
San Martin de Los Andes é menor, mas muito mais charmosa!! vale a pena conhecer!
Villa la Angostura eu não conheci, só passei por lá, também parece ser legal...


enfim... é uma super viagem, todos os lugares são lindos, e se você ainda não viu neve então... melhor ainda!! ::lol3::
fique à vontade para perguntar que, podendo, eu ajudo!
::otemo::
Avatar do usuário
isabela vs
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 247
Desde: 22 Jul 2009, 20:42
Localização: Pucón - Chile

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor VLADGUANACO » 27 Mai 2011, 12:22

Com relação à Aerolineas Argentinas..ja ouvi mta reclamação sobre a empresa..que inclusive dizem estar meio falida..mas fui 2 vezes (2009 e 2010 )para a Patagônia Argentina e não tive problemas..nem com a bagagem e nem com atraso.Com relação às aeronaves..a maioria da frota da Aerolineas para voos regionais é com o Boeing 737-700 o mesmo que a Gol usa aqui no Brasil.Eles tem alguns aviões antigos que são os MD 88 que pertencem à Austral, mas que ja estão sendo substituidos pelos novos Embraer EMB 90 , o mesmo que a Azul usa aqui no Brasil.Viajar de avião é loteria..vc pode viajar numa lata velha e chegar inteiro ou numa AIR FRANCE e cair no mar.O importante é subir inteiro e descer inteiro. Aliás ..eu nunca ouvi falar de algum acidente sério com a Aerolineas Argentinas.. enquanto uma tal de TAM....
Avatar do usuário
VLADGUANACO
 
Mensagens: 355
Desde: 08 Jun 2010, 19:32
Localização: Campinas - SP

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor Alexandre Brautigam » 28 Mai 2011, 16:52

essas coisas são doidas, né? dizem sempre q o Chile é caro e talz, mas lendo vários relatos aqui pelo mochileiros, tem um bocado de gente falando de promoções de roupas em Santiago.. tá me parecendo q vale bem a pena comprar por lá! Inclusive q a boa é mesmo ir nos shoppings, q tem um monte de lojas multimarcas e de magazine q vendem boas roupas num ótimo preço..

no meu caso, Isa, tá tudo ainda incerto.. pq meu roteiro n tá fechado. Te fiz essa pergunta pq talvez eu tenha um único dia pra rodar Santiago e depois desceria pra Pucón, Pt. Varas e depois Bariloche. Queria fazer snow já com a roupa comprada, acho q vale a pena... pq além de vc usar ela pra isso, vc ainda vai ficar com a roupa, algo de qualidade e q vc pode aproveitar em outras ocasiões.. por exemplo, to planejando uma trip pra Patagonia [mais ao sul ainda] em dezembro... então já valeria tb pra isso. E aí seria legal saber se os preços são mto diferentes... se em Santiago fosse bem mais caro, eu deixava pra comprar mais ao Sul ou na Argentina.. Mas n sendo, de repente eu compro em Santiago mesmo !!

Sobre a bota, huahuhuahuahuahuahu #medo, vou fazer o teste. Amanhã te conto se ela virou um charco por dentro ou se segurou a onda! huehuehuehuehue Aliás isso é bom pra eu saber n só pra essa viagem, mas tb pra qquer outra q eu queira fazer com ela...

Sobre as taxas de roupa da Argentina... vou passar por lá, mas tanto a minha chegada qto a minha saída é por Santiago! Na verdade, Santiago-Montevidéo (é a escala)-Rio. Vc acha q eu consigo, dessa maneira, abonar o imposto? Provavelmente nas aduanas rodoviárias isso n rola, né...
Avatar do usuário
Alexandre Brautigam
 
Mensagens: 37
Desde: 18 Abr 2011, 19:12
Localização: Rio de Janeiro, RJ

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor isabela vs » 28 Mai 2011, 23:17

oi, Vlad!
viajar pela aeromerdas foi a pior coisa que fiz...
a economia que pensei que ia fazer, quando comprei a passagem mais barata com eles, foi por água abaixo quando estragaram as minhas malas... ::bad::
um conhecido meu trabalha na Anac e me disse que eles são uns dos campeões de reclamações...
mas com essa atitude da justiça brasileira, sempre privilegiando os empresários, isso infelizmente não vai mudar, né?.. :(


oi, Alexandre!

o Chile parece mais caro quando você vem do Peru ou da Bolívia! ::lol4::
uma coisa é bem cara aqui: comida! se você comer todos os dias na rua, acaba gastando bastante!
e, com certeza, os preços aumentaram bastante de uns anos para cá, mas várias coisas ainda são mais em conta do que em outros lugares...
na Argentina os preços também já foram melhores, um tempo atrás...

quanto à roupa de snow... é melhor você comprar de ski...
a diferença de uma para a outra é que a de snow é um pouco mais acolchoada, mas a de ski é mais eclética: você pode usar na montanha para trekking e outras coisas. e se você vai para Ushuaia e arredores em dezembro, vai ser melhor.

acho melhor comprar em Santiago sim... pois aqui você encontrará mais variedade, e terá todas as opções: da marca mais cara à mais barata!
e quanto à sua bota, se ela não passar no teste, aqui também tem preço bom, e marcas excelentes! acabei de comprar uma ótima na Tatoo!

esse abono de imposto na Argentina pode ser feito em qualquer aduana! quando cruzei a fronteira de Santiago para Mendoza, aqui pela Cordilheira, me perguntaram se tinha alguma mercadoria para fazer isso, mas eu não tinha comprado nada (estava viajando de moto! ::hein: ).

e, se você gosta de doce de leite, aproveite a escala em Montevideo para comprar produtos Lapataia!!!
e o aeroporto de lá também é bom para comer uma boa carne uruguaia... ::cool:: ::cool:: ::cool::

::otemo::
Avatar do usuário
isabela vs
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 247
Desde: 22 Jul 2009, 20:42
Localização: Pucón - Chile

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor Alexandre Brautigam » 29 Mai 2011, 14:14

Poxa, ótimas dicas! Brigado mais uma vez!

Sobre a comida, espero economizar um pko pois uma parte da viagem em Santiago vou ficar na casa de uma amiga de uma amiga chilena, então vou cozinhar e comprar comida em supermercados tb..

Sobre a questão da roupa de ski/snow, boa dica! Pq eu queria justamente aproveitar as roupas técnicas pra esse multiuso, servir pro snow mas tb servir pra el chaltén, por exemplo..

E legal saber tb dessa parada da aduana. No Chile tb rola isso com os impostos, né?

Super valeu pelas dicas e paciência em responder! Qdo eu voltar, tb vou tentar fazer um relato legal aqui e ajudar as pessoas.. Isso faz a maior diferença pra quem é marinheiro de qquer viagem!
Avatar do usuário
Alexandre Brautigam
 
Mensagens: 37
Desde: 18 Abr 2011, 19:12
Localização: Rio de Janeiro, RJ

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor José_Henrique » 29 Mai 2011, 22:01

Parabéns pelo relato Isabela!!!!!
gostei muito dos detalhes que vc deu sobre os lugares que vc foi e pela dica da aeromerdas.eu vou proximo ano para o
chile e argentina com uma galera da universidade e acho que vou dar uma passada nos lugares que vc foi,realmente são lugares
maravilhosos. eu adorei a parte que vc disse que ficou deslumbrada com a neve quando viu pela 1° vez, deve ser realmente emocionante de se ver.
eu também nunca ví a neve na vida e acho que quando ver pela 1° vez vô até chorar de emoção ::hahaha::
eu vô em junho ou julho será que vai tá nevando do jeito que tava quando vc foi???? eu vô fazer um relato quando eu voltar e vô caprichar
nas fotos tbm. valeu Isabela e parabéns denovo
José_Henrique
 
Mensagens: 5
Desde: 15 Fev 2011, 23:16

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor isabela vs » 30 Mai 2011, 20:52

oi, Alexandre!

cozinhar é uma ótima opção para economizar por aqui... e se você gosta de frutos do mar, aproveite para comprar uns maravilhosos (e diferentes!) no Mercado Central, e fazer você mesmo! comer lá é a maior furada...

não tenho certeza, mas acho que não rola essa parada do imposto aqui no Chile, não...

como já disse antes, qualquer coisa estamos às ordens! (sabendo responder... ::mmm: )


José Henrique,

eu não posso dizer que o que aconteceu comigo na aeromerdas, acontece com todo mundo... mas, baseada na minha experiência, não recomendo para ninguém... o que é compreensível, né?!

realmente ver neve pela primeira vez, assim pertinho, e poder passar o dia literalmente brincando como criança, é uma sensação muito boa!!! acredito que em julho a probabilidade de nevar nas cidades deve ser maior... mas de qualquer forma, nas montanhas com certeza terá neve!
procura no google da Argentina alguma informação sobre neve em Bariloche, San Martin (o dia que vi nevando, eu estava em San Martin)...
neste link existem câmeras ao vivo em 3 pontos em Bariloche: http://www.bariloche.com.ar/camaras/centro-civico.html

bem, recomendo essa viagem para todo mundo, os lugares são incríveis!! que bom que o meu relato está ajudando!
::otemo::
Avatar do usuário
isabela vs
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 247
Desde: 22 Jul 2009, 20:42
Localização: Pucón - Chile

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor thiago gentil » 19 Fev 2012, 22:44

Isabela,

Parabéns pelo seu relato!!! Estou aprendendo muito com você!!!

Sigo no estudo!!

vlw!!
Avatar do usuário
thiago gentil
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 369
Desde: 15 Out 2009, 16:45
Localização: Goiânia Goiás

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor Ana Macedo » 21 Fev 2012, 21:45

Isabela, muito obrigada por compartilhar conosco. Está excelente o seu post! ;-)
Ana Macedo
 
Mensagens: 1
Desde: 21 Fev 2012, 21:43

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor Kikita » 07 Mai 2012, 20:37

Adorei o seu relato Isabela! ::otemo::
Certamente ficarei louca com a neve tb!!! A única vez que "vi" neve foi no caminho entre Uyuni e La Paz ano passado.
Estava dentro do ônibus, acordei no meio da noite e resolvi olhar o que acontecei do lado de fora e vi neve!!! \ooo/
Quase falei pro motorista do busão: PARA QUE EU QUERO DESCER!!! rsrsrs
Irei em agosto para Bariloche e estou com algumas dúvidas sobre as roupas que devo levar...
Fui pro Chile ano passado no inverno e as roupas que tenho deram conta do recado, mas fui pro Atacama, um lugar seco.
Antes de chegar em Bariloche passarei por BsAs, Rosário e Mendoza, será que encontro essas roupas mais em conta por lá???
Em Bariloche certamente precisarei de roupas impermeáveis, mas qto? tipo, uma calça, um casaco e uma bota já dão conta do recado??? :roll:
Eu tenho um casaco de fleece, uma calça e uma blusa segunda pele e aquelas meias especiais pra frio... ::Cold::
Vlw d++ pela ajuda!!! ::cool::
precos-e-dicas-bs-as-mendoza-san-martin-bariloche-18-dias-t73535.html

dicas-chile-bolivia-e-peru-em-jun-jul-de-2011-t58416.html

"Prefiro carregar o peso de uma mochila nas costas, do que o peso de não ter conhecido o mundo."
Avatar do usuário
Kikita
 
Mensagens: 43
Desde: 11 Set 2010, 17:39
Localização: Belo Horizonte / Formiga

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor Principe185 » 07 Mai 2012, 23:16

Kikita escreveu:Adorei o seu relato Isabela! ::otemo::
Certamente ficarei louca com a neve tb!!! A única vez que "vi" neve foi no caminho entre Uyuni e La Paz ano passado.
Estava dentro do ônibus, acordei no meio da noite e resolvi olhar o que acontecei do lado de fora e vi neve!!! \ooo/
Quase falei pro motorista do busão: PARA QUE EU QUERO DESCER!!! rsrsrs
Irei em agosto para Bariloche e estou com algumas dúvidas sobre as roupas que devo levar...
Fui pro Chile ano passado no inverno e as roupas que tenho deram conta do recado, mas fui pro Atacama, um lugar seco.
Antes de chegar em Bariloche passarei por BsAs, Rosário e Mendoza, será que encontro essas roupas mais em conta por lá???
Em Bariloche certamente precisarei de roupas impermeáveis, mas qto? tipo, uma calça, um casaco e uma bota já dão conta do recado??? :roll:
Eu tenho um casaco de fleece, uma calça e uma blusa segunda pele e aquelas meias especiais pra frio... ::Cold::
Vlw d++ pela ajuda!!! ::cool::


A calça que você tem e térmica e impermeável? Se e assim, somado blusa (segunda pele), o fleece, e as meias, só ta faltando uma Jaqueta impermeável (que acredito tem) e luvas (impermeáveis) que podes comprar em Bariloche mesmo. Se não tiver a calça não compre, alugue lá, a menos que pense continuar indo a neve. Não esqueças um par de botas.

Com isso e um bom gorro de lã estarás bem.

Abraço.
Editado pela última vez por Principe185 em 09 Mai 2012, 21:43, em um total de 1 vez.
"Si al franquear una montaña en la dirección de una estrella, el viajero se deja absorber demasiado por los problemas de la escalada, se arriesga a olvidar cual es la estrella que lo guía."
Antoine de Saint-Exupery
Avatar do usuário
Principe185
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1724
Desde: 14 Jun 2011, 16:24
Localização: Cabo Frio

Re: de carro por Bariloche, Puerto Varas, San Martin - inverno

Mensagem não lidapor Kikita » 09 Mai 2012, 21:21

Principe185 escreveu:
Kikita escreveu:Adorei o seu relato Isabela! ::otemo::
Certamente ficarei louca com a neve tb!!! A única vez que "vi" neve foi no caminho entre Uyuni e La Paz ano passado.
Estava dentro do ônibus, acordei no meio da noite e resolvi olhar o que acontecei do lado de fora e vi neve!!! \ooo/
Quase falei pro motorista do busão: PARA QUE EU QUERO DESCER!!! rsrsrs
Irei em agosto para Bariloche e estou com algumas dúvidas sobre as roupas que devo levar...
Fui pro Chile ano passado no inverno e as roupas que tenho deram conta do recado, mas fui pro Atacama, um lugar seco.
Antes de chegar em Bariloche passarei por BsAs, Rosário e Mendoza, será que encontro essas roupas mais em conta por lá???
Em Bariloche certamente precisarei de roupas impermeáveis, mas qto? tipo, uma calça, um casaco e uma bota já dão conta do recado??? :roll:
Eu tenho um casaco de fleece, uma calça e uma blusa segunda pele e aquelas meias especiais pra frio... ::Cold::
Vlw d++ pela ajuda!!! ::cool::


A calça que você tem e térmica e impermeável? Se e assim, somado blusa (primeira pele), o fleece, e as meias, só ta faltando uma Jaqueta impermeável (que acredito tem) e luvas (impermeáveis) que podes comprar em Bariloche mesmo. Se não tiver a calça não compre, alugue lá, a menos que pense continuar indo a neve. Não esqueças um par de botas.

Com isso e um bom gorro de lã estarás bem.

Abraço.


Então, o que tenho é pra ser usado por baixo do fleece, nd impermeavel!!! Minha dúvida é realmente essa? Será que compensa comprar sendo que não sei qdo vou usar outra vez? O casaco e a bota, tenho que comprar msm!!! Tava na dúvida da calça, se compensava alugar por lá e se uma unidade de cada seria suficiente... Brigadão ai pelas dicas!!! ::otemo::
precos-e-dicas-bs-as-mendoza-san-martin-bariloche-18-dias-t73535.html

dicas-chile-bolivia-e-peru-em-jun-jul-de-2011-t58416.html

"Prefiro carregar o peso de uma mochila nas costas, do que o peso de não ter conhecido o mundo."
Avatar do usuário
Kikita
 
Mensagens: 43
Desde: 11 Set 2010, 17:39
Localização: Belo Horizonte / Formiga

Próximo

Voltar para Viagem por 2 ou mais países da América do Sul - Relatos de Viagem



Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante