Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#614087 por Kássio Massa
18 Jul 2011, 23:30
Esta foi, sem dúvida, uma trip que compensou as horas de pesquisa por meios de transporte baratos para conseguir ir ligeiramente longe da capital paulista... São Roque, conhecida como a capital do vinho, em São Paulo, reune diversas atrações, além de suas adegas, como o Ski Mountain Park(parque de ski) e o Morro do Saboó, com seus 1000m de altitude. Como a cidade fica a mais de 60km da capital, não há transporte fácil e barato para lá, sendo as linhas rodoviárias as únicas alternativas para quem quer conhecer o lugar... espere! será mesmo??... O fato é que, pesquisando árduamente pela internet, durante algumas semanas, acabei achando um meio extremamente barato de se chegar lá, saindo de São Paulo, economizando quase 60% do valor da passagem rodoviária! Segue o relato desta trip...xD
------------------------------------------------------------------

http://rotamassa.blogspot.com/2011/06/c ... roque.html

Trip realizada no dia 24 de Junho de 2011

O que era para ser uma 'escalaminhada' até o Morro do Saboó, acabou tomando novos rumos...

Já havia mais de 3 semanas que estavamos planejando esta trip, a fim de se chegar ao cume do Morro do Saboó, em São Roque, a 65km de São Paulo. Conseguimos bastante gente desta vez!

Prontos para mais uma viagem, nos reunimos na Estação Barra Funda, às 8h, e assim, embarcamos no trem para Itapevi, de onde saia um ônibus regional que nos deixaria em São Roque, num tempo de viagem de 2h30. Detalhe para o preço de São Paulo a São Roque: fomos de transporte público, por apenas R$5,75 contra os R$13,25, do ônibus rodoviário!!

Ao desembarcar na Rodoviária de São Roque, fomos conhecer a cidade, aproveitando para passar num mercadinho para comprar os lanches. Sentamos na 'praça do relógio' e alí fizemos nosso pic-nic. Sem darmos conta do tempo que havia corrido desde então, percebemos que já eram 11h30, e que nosso precioso tempo restante para ir e voltar do Saboó já não seria mais suficiente, o que nos fez mudar de roteiro, drasticamente.

São Roque é uma estância turística, localizada no interior do Estado de São Paulo, a 65km da capital, e é conhecida como 'a Terra do Vinho', por abrigar várias adegas, onde são oferecidos dos mais diversos tipos de vinho. Outras atrações marcantes são o Ski Mountain Park, que possui uma pista de ski artificial, com 400m de extensão, e o Morro do Saboó, ponto culminante da região, com 1000m de altitude.

Imagem
Vista da cidade de São Roque, com o Ski Mountain Park à esquerda, ao fundo

Imagem
Ski Mountain Park, um dos atrativos turísticos de São Roque

A partir de agora, nós passamos a fugir do 'roteiro turístico tradicional' e fomos explorar cantos ainda desconhecidos por esse pessoal que vem a conhecer a cidadezinha do vinho. Nosso roteiro agora incluia um caminho um tanto exótico, seguindo a pé pela ferrovia, entre São Roque e Mairinque, de onde saem pequenas trilhas e caminhos, que levam a pontos curiosos, como o famoso Morro do Cruzeiro e a Pedreira de São Roque. Para acessar os trilhos, caminhamos para sudoeste da cidade, até sair na Rod. Raposo Tavares, que, durante certo tempo, corre em paralelo à via férrea. Pegamos a primeira passagem de nível e alí estava a grande 'escada horizontal'.

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Placa invertida xD hehe

Por esta, caminhando cerca de 1,25km, chegamos à nossa primeira parada: a antiga Estação de São Roque, desativada para o uso ferroviário, porém, em restauração pela Prefeitura - ainda bem, não? - , que se encarregou de manter preservado tal patrimônio histórico-cultural. Apreciamos sua arquitetura, fizemos algumas zueiras, fotos, e logo, partimos para nossa segunda atração, logo ao lado da estação: o Morro do Cruzeiro. Este morro, coberto pela areia fina e branca, sujeita a erosão, é caracterizado pelo crucifixo e pela estátua de São Roque - santo que originou o nome do município - , presente em seu ponto mais alto, 860m acima do nivel do mar.

Imagem
Imagem
Na Estação de São Roque... eu, Nelson, Gabriel, Finazzi e Ariel

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Fotos da antiga Estação de São Roque

Imagem
Finazzi atropelado hawuhuwhu

Imagem
Escadaria de acesso ao caminho do Morro do Cruzeiro

Imagem
Imagem
Imagem
Gabriel, Finazzi, Verônica, Nelson e Ariel... Galera subindo o Morro do Cruzeiro o/

Imagem
Imagem
Imagem
Crucifixo no alto do Morro do Cruzeiro

Imagem
Estátua de São Roque, padroeiro do município que herdou seu nome

Imagem
Imagem
1,25km: o tanto que nós percorremos até aqui

De volta à ferrovia, seguimos por mais 6,5km, até chegarmos a um local onde repousava, ao aguardo dos efeitos do tempo, alguns vagões usados na época da extinta Ferrovia Paulista S/A - FEPASA. Era impressionante o estado de conservação dos vagões, estavam quase perfeitos #IronicModeOn!

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Vagões inutilizados da extinta FEPASA, sendo destruidas lentamente pela ação do tempo

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Este container estava tão distorcido que parecia ser feito de papel!

Estávamos a cerca de 1,6km de Mairinque, porém, desconheciamos essa informação. Não sabiamos quanto teriamos aque andar e quanto tempo mais teriamos até chegar em Mairinque, então, decidimos terminar a caminhada por alí mesmo, temendo pelo nosso resquício de tempo restante, pois ainda teriamos que voltar os quase 8km antes que escurecesse - apesar de, durante o dia ser seguro caminhar pela ferrovia, os moradores da região não recomendam andar pela ferrovia durante a noite, pois, além de a visibilidade ser ruim e podermos encontrar animais selvagens, as pontes e estações ao longo do percurso tornam-se pontos de encontro de usuários de droga e o risco de assaltos é grande!. Deixamos a estrada de ferro pelo primeiro acesso à frente, e demos de cara com um ponto de ônibus - Oh Gosh!. Não resistimos a essa tentação, e, mudando novamente nossos planos, decidimos pegar o ônibus para São Roque, que não demorou a passar. Em 15min, estávamos de volta ao nosso ponto inicial.

- Antes que alguem pergunte por que, então, não fomos até Mairinque... o fato é que, assim como São Roque, Mairinque tem alguns atrativos turísticos, e mais, abriga algumas trilhas à beira da ferrovia, após a cidade. E isso nos convenceu a deixar Mairinque como um roteiro de dia inteiro, numa próxima oportunidade! -

A ajudinha do ônibus nos presenteou com cerca de duas horas, uma vez que não precisariamos mais fazer o caminho de volta a pé, então, nos restava terminar de conhecer São Roque, desta vez, pelo seu outro lado, o caminho do Shopping. O principal centro de compras da cidade é simples, nada que se compare aos daqui de São Paulo, é claro xD, mas atende muito bem às necessidades da população da região, contando, inclusive, com um cinema e praça de alimentação com elevador panorâmico. Ficamos sentados nos bancos da praça de alimentação, comendo e vendo nossas fotos tiradas durante o passeio - e claro, tirando mais fotos!

Imagem
Nós no Shopping Center de São Roque

Imagem
Um último lanche antes de embarcar para Itapevi

Enfim, às 17h30, nos dirigimos ao terminal, pois às 17h50, chegaria o ônibus que nos deixaria na Estação de Itapevi. De fato, após 2h30 de viagem, estavamos todos só o pó, em Sampa, onde conversamos sobre nossas trips e enfim, nos despedimos!! > Back home!

Detalhes da Trip
Como chegar: na Estação Palmeiras-Barra Funda, embarque na Linha 8-Diamante, da CPTM, com destino a Itapevi. Ao lado da estação de Itapevi, há pontos onde passa o ônibus do Expresso Regional, com destino à Rodoviária de São Roque.
Quanto custa: a tarifa na CPTM é de R$2,90. Na linha do Expresso Regional Itapevi / São Roque, o valor da passagem é de R$2,85. Para ir de São Roque a Mairinque - e vice-versa -, por ônibus - Viação São Roque - a tarifa é de R$2,30. Nossa viagem saiu, no total, por apenas R$13,80 - para efeito de comparação, uma passagem - só ida - de São Paulo a São Roque, em ônibus rodoviário, custa R$13,25!
Importante: evite caminhar pela ferrovia quando estiver escuro, pois, além dos riscos de tropeçar ou encontrar animais selvagens, as pontes e alguns outros pontos do percurso tornam-se ponto de encontro de usuários de droga e o risco de se sofrer um assalto é grande - durante o dia é tranquilo e os próprios moradores circulam pela linha.
Editado pela última vez por Kássio Massa em 19 Jan 2013, 12:05, em um total de 6 vezes.

#614284 por Frida_ssa
19 Jul 2011, 14:43
Muito bacana esta aventura!! gostei!!!

Muito legal essas fotos, ficaram show!!!!

Parabéns pelo relato!


abraços!!!!
#616974 por Kássio Massa
27 Jul 2011, 03:55
Ah, e mais uma dica: quem quiser conhecer este trecho da Sorocabana, vá até Mairinque! O caminho parece ser interminável, mas após os vagões abandonados, falta muito pouco até a cidadela. E lá, pode-se apreciar uma das revoluções arquitetônicas latino-americanas, pois a Estação de Mairinque - que está sendo convertida a museu ferroviário -, com quatro torres em estilo francês, é a primeira construção no Brasil a usar concreto armado, de fato, uma obra prima da engenharia e arquitetura!
#623948 por trilheirosilvestre
16 Ago 2011, 09:54
Poxa Kássio , parabéns !!!
Quem dera eu quando fosse mais novo , lá pros meus 16/17 ter essa galera ai pra me acompanhar hehehe !!

O feito de vocês gera ânimo pro pessoal mais velho como eu na casa dos 30 a ter certeza que o espírito aventureiro NÃO PODE PARAR !!

E é assim mesmo que tem que ser feito : acertando, errando, pesquisando , correndo atrás e experimentando a adrenalina de fazer algo desconhecido ....Aqui no RJ temos um site , chamado vadeonibus.com.br que é uma puta mão na roda pra quem quer planejar viagens pelo estado e cidade do rio .

O Google também tem um sistema ( que agora também ingloba várias cidades de grande porte ) chamado Google Transit .
Caça depois lá e vê . Esse sistema também ajuda MUITO na hora de organizar uma rota ( caminho) a ser feito, usando diversos meios de transporte .

Eu por aqui também descobri como fazer curtas viagens usando o MÍNIMO do MÍNIMO possível hehehe .
Brasileiro já faz "caridade" "doando" quase 40% do que ganha pro governo , então os outros 60% temos que rebolar pra fazer valer hehehe .

Continuem com essa garra e vontade de explorar o que poucos fazem ! Planejem , planejem e PLANEJEM tudo que forem fazer .
Com PLANEJAMENTO TUDO dá certo cara, pode apostar !

E cuidem dos joelhos ! Vocês ainda são novos , mas o que fizerem agora contará e muito para vossa saúde dentro de alguns anos .Alonguem-se sempre quando puderem ok ?
E SEMPRE avisem a alguém quando sairem de casa . Ninguém é adivinho de saber quando o celular irá falhar e vocÊs precisarem de um apoio qualquer .

E uma última dica que acho válido : dediquem-se a conhecer as Associações de Transportes da cidade e entornos do vosso estado ! Elas sempre indicarão rotas alternativas e baratas para vosso transporte ::otemo::

Se precisarem de algum apoio que possa ajudar, avisem !!!
#624711 por Kássio Massa
17 Ago 2011, 23:59
trilheirosilvestre escreveu:Poxa Kássio , parabéns !!!
Quem dera eu quando fosse mais novo , lá pros meus 16/17 ter essa galera ai pra me acompanhar hehehe !!

O feito de vocês gera ânimo pro pessoal mais velho como eu na casa dos 30 a ter certeza que o espírito aventureiro NÃO PODE PARAR !!

E é assim mesmo que tem que ser feito : acertando, errando, pesquisando , correndo atrás e experimentando a adrenalina de fazer algo desconhecido ....Aqui no RJ temos um site , chamado vadeonibus.com.br que é uma puta mão na roda pra quem quer planejar viagens pelo estado e cidade do rio .

O Google também tem um sistema ( que agora também ingloba várias cidades de grande porte ) chamado Google Transit .
Caça depois lá e vê . Esse sistema também ajuda MUITO na hora de organizar uma rota ( caminho) a ser feito, usando diversos meios de transporte .

Eu por aqui também descobri como fazer curtas viagens usando o MÍNIMO do MÍNIMO possível hehehe .
Brasileiro já faz "caridade" "doando" quase 40% do que ganha pro governo , então os outros 60% temos que rebolar pra fazer valer hehehe .

Continuem com essa garra e vontade de explorar o que poucos fazem ! Planejem , planejem e PLANEJEM tudo que forem fazer .
Com PLANEJAMENTO TUDO dá certo cara, pode apostar !

E cuidem dos joelhos ! Vocês ainda são novos , mas o que fizerem agora contará e muito para vossa saúde dentro de alguns anos .Alonguem-se sempre quando puderem ok ?
E SEMPRE avisem a alguém quando sairem de casa . Ninguém é adivinho de saber quando o celular irá falhar e vocÊs precisarem de um apoio qualquer .

E uma última dica que acho válido : dediquem-se a conhecer as Associações de Transportes da cidade e entornos do vosso estado ! Elas sempre indicarão rotas alternativas e baratas para vosso transporte ::otemo::

Se precisarem de algum apoio que possa ajudar, avisem !!!


E ai, champz! Tudo firme?
Então, valeu mesmo pelo apoio, nós aqui em Sampa lutamos para que nossos jovens não fiquem reféns inseparáveis dos meios de mídia eletrônicos presentes hoje em dia, e que passem a conhecer mais os entornos de onde vivem - e o nosso projeto surgiu também para este fim -, apesar de que as despesas, a baixa rentabilidade do trabalhador brasileiro e a falta de tempo livre acabe dificultando um pouco essas práticas. Mas creio que com um pouco a mais de pesquisas, seja possível mesmo realizar um bom passeio, a um bom custo, que não pese no bolso xD.

Cara, valeu tb pelas dicas sobre os sites a respeito de transporte, vou dar uma olhada sim, espero que ajude!
Também vou correr atrás dessas associações de transportes, pois não estava sabendo disso! Xd

Falou, abraços e boas trilhas por aí! o/
#625106 por FelipeSilvaSP
19 Ago 2011, 00:45
ahAhuaUauAhuahuahu Eu meu vi nessa turma eim???

Fiz isso ae a uns 5 anos atras. São Roque é doido de mais.
E quanto tiver tempo, procure ir para Mairinque. Lá tem umas trilhas doidas e umas cachoeiras escondidas que vale muito a pena.

Parabéns moleke, seu relato ta 10...

Abraços,
#625380 por Kássio Massa
19 Ago 2011, 20:33
Fala Felipe! O lugar é mto louco mesmo! Mairinque talvez fique para setembro, mas n está confirmado ainda =/
Mano quais são estas trilhas de Mairinque? elas saem a partir dos trilhos mesmo?
Valeu! flw abss o/
#625409 por FelipeSilvaSP
19 Ago 2011, 22:35
Isso mesmo...
Segue os trilhos (só que dessa vez cuidado por que lá o trem passa de verdade hehe). Tem uma perto de um clube que é pra Cachoeira da Santa. E outras mais.
Quando mais novo eu consegui ver um lugar onde tinha uma ninhada de Jaguatirica. Doido de mais.

Só cuidado com cobra, pq que lá tem de montão!!!

Qualquer dúvida pode chamar!

Abraços,
#625429 por FelipeSilvaSP
19 Ago 2011, 23:33
Chia nada!!! Do jeito que o pessoal é fofoqueiro lá, é capaz de torcerem pro trem pegar você pra passar no CIDADE ALERTA
AHUHAuhUahAHuAHuhauhahaAhAhAHUHUa
#625436 por Kássio Massa
19 Ago 2011, 23:59
AAh então está suave!! eu estava vendo mesmo, que de Mairinque em diante, o caminho fica muito mais fera!! inclusive a própria estação, na qual já estive quando criança - lembro que ainda circulavam trens regionais alí, infelizmente isto já não ocorre mais.

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes