Quanto vai custar sua viagem? Qual é a melhor forma de pagamento? Como planejar financeiramente a sua viagem?
#1032805 por Diego Vincenzo
14 Dez 2014, 12:01
AdrianoLB escreveu:
Compass escreveu:
Diego Vincenzo escreveu:Olá amigos , estou com uma dúvida que nem adm do cartão me respondeu.

Estou indo para Italia e ficarei 37 dias , não queria levar muito valor em espécia pelo risco , tenho dois cartões de crédito que atende minha necessidade. Alguém me ajuda até que valor eu preciso levar , já que é obrigatório e eles exigem isso e se os cartões agregam no valor da renda também.

Vou desembarcar na alemanha , ficarei 3 hrs e depois embarco para a italia .

Obrigado a todos

É obrigatório e exigido levar um valor para a viagem?

Isso é novidade pra mim, mas vou pesquisar.

Compass.


Você precisa comprovar que tem recursos suficientes para financiar a sua estadia no exterior pelo período que for ficar lá. Não precisa ser tudo em Euros/Libras, você pode comprar que possui recursos somando o saldo da sua conta bancária, saldo do VTM, limite do cartão de crédito, saldo da poupança, moeda em espécie, etc...

Na Europa, o limite mínimo que a imigração aceita é 60 Euros/Libras por dia que for ficar lá. Mas na prática dificilmente eles conferem isto, mas como está nas lista de exigências, é bom se precaver e ter esta quantia a disposição, vai que você é o "premiado" e o agente de imigração resolve implicar com você e pedir para você comprovar que possui recursos suficientes.




Adriano , como sempre muito atencioso e prestativo. Mas como eles vão verificar essas informações , visto que é em outro país e eles não tem acesso. Posso levar impresso mas sai em português .

#1032835 por xxxxxxxxxx
14 Dez 2014, 13:45
Pode levar impresso em português mesmo, não tem problema, eles partem de pressuposto de que se você está mostrando um extrato de banco ou fatura de cartão, você está mostrando um extrato original e não um falsificado.

É mais para fazer uma triagem de quem é turista ou imigrante ilegal, se você estiver mostrando um extrato falsificado, é mais fácil você ficar nervoso e acabar caindo em contradição e se entregando, então não tem problema em levar o original em português, é só para saber se você tem condições de se sustentar lá e não está chegando lá com uma mão na frente e outra atrás...
#1036908 por Ecro
25 Dez 2014, 16:42
AdrianoLB escreveu:Saques no cartão de crédito no Brasil pagam juros, de até 15% ao mês, mas saques no cartão de crédito no exterior não pagam juros, só IOF.

O problema é a taxa de saque no cartão de crédito, que é de R$ 20 a R$ 30 por saque, chegando a R$ 40 em alguns cartões. Já no Itau, eu pago R$ 9 por cada saque no cartão de débito.

Outra complicação do saque no cartão de crédito é que o limite de saques costuma ser baixo, dificilmente o limite de saques passa de 25% do limite de compra do seu cartão, então a menos que você tenha um limite alto no cartão, não vai conseguir sacar muito dinheiro... Não é limite por saque, mas sim o total que você consegue sacar, por exemplo se o cartão tem R$ 10.000 de limite, você pode sacar no exterior no total em torno de R$ 2.500 (em torno de 700 Euros) o que é meio pouco na maioria dos casos...

Eu também sempre saco o limite máximo permitido por operação, que é em torno de 300 Euros a 400 Euros, assim não fico pagando taxas de saque toda hora. 400 Euros já é um valor alto, não me sinto muito confortável andando por ai com tanto dinheiro no bolso, mas ainda é tolerável, já tem gente que fica andando por aí com 2.000 euros no "bolso", aí já é besteira...



Essa é novidade para mim. Pensava que saque na cartão de crédito no exterior cobrasse juros, além do IOF e tarifa. Vou ao exterior mês que vem. Pretendo levar quantia pequena em espécie, usar e abusar do cartão de crédito e levar um outro cartão, mas só com a função débito/saque do BB (este me salvou uma vez no Uruguai, já que a maquininha não queria aceitar o cartão de crédito).
#1038792 por emmanuel_oliveira
30 Dez 2014, 15:17
Olá, pessoal. Ainda não vi falando a respeito, mas vocês costumam ficar com quanto em dinheiro em espécie quando estão viajando?
Tipo, estou planejando passar 20 dias pelo Chile (Santiago, arredores e Lollapalooza - Pucon - Atacama). Nunca viajei para fora do Brasil, então estou meio receoso e perdido em quanto de dinheiro é bom andar, pois aqui no Brasil, sempre uso cartão, mas como é caro lá fora usá-lo, o medo é maior.
#1038918 por xxxxxxxxxx
30 Dez 2014, 19:42
Eu costumo andar no máximo com o equivalente a uns 300 ou 400 Dólares/Euros em espécie, costuma ser suficiente para as despesas do dia a dia que você tem que pagar. Só levo mais se já sei de antemão que terei que pagar alguma despesa alta em espécie no dia.

Quando percebo que estou ficando sem dinheiro em espécie, sobrando uns 30 a 50 Dolares/Euros, eu já aproveito para sacar mais caso ache um caixa eletrônico pelo caminho, para não ter que sair atras de um caixa automático justo quando precisar de dinheiro rápido.
#1041271 por emmanuel_oliveira
06 Jan 2015, 18:34
AdrianoLB escreveu:Eu costumo andar no máximo com o equivalente a uns 300 ou 400 Dólares/Euros em espécie, costuma ser suficiente para as despesas do dia a dia que você tem que pagar. Só levo mais se já sei de antemão que terei que pagar alguma despesa alta em espécie no dia.

Quando percebo que estou ficando sem dinheiro em espécie, sobrando uns 30 a 50 Dolares/Euros, eu já aproveito para sacar mais caso ache um caixa eletrônico pelo caminho, para não ter que sair atras de um caixa automático justo quando precisar de dinheiro rápido.


Obrigado, Adriano. Acho que pro Chile, principalmente no Atacama e Pucon devo me basear nessa quantia. Em Santiago, dá pra andar com menos, pelo que estou lendo, tem muita coisa pra se ver a pé e não se tem muitos passeios pagos. Valeeeeu!!!
#1046161 por Pedro dos Anjos
16 Jan 2015, 17:13
Dei uma rápida olhada no tópico para tirar algumas duvidas...

Surgiram essas abaixo:


Qual a diferença hoje para mim colocar dinheiro na minha conta corrente e sacar no exterior e o VTM(ja que também cobra iof e taxa em cada saque)?

Quero levar 500,00 euros em dinheiro, olhei a cotação do euro ontem e estava em 3,11 euros, porem liguei pra uma casa de cambio e eles me passaram que estava 3,26... não entendi... tem diferença de valores em cada casa ou banco?


Se usar meu cartão no modo credito na europa, o que será cobrado em minha fatura? (taxa, qual cotação, iof?)
#1046200 por xxxxxxxxxx
16 Jan 2015, 18:41
A principal diferença entre sacar direto da conta corrente e usar o VTM é você "travar" a cotação do euro. Ou seja, quando você carrega os euros no VTM você paga a cotação do dia que for carregar, e depois a flutuação da cotação não afeta mais você, o lado bom é que se a cotação subir depois de você ter carregado o VTM você se deu bem, agora se a cotação baixar, você "perdeu" dinheiro, pois terá pago mais caro pelos Euros.

Já ao sacar direto da sua conta corrente, você sempre paga a cotação do dia, e ela pode variar muito de uma semana para outra, ou seja, é a mesma historia do VTM, só que ao contrário, se a cotação subir, você se deu mal e vai pagar mais caro na hora do saque, já se baixar você se deu bem.

O VTM tem a ligeira vantagem de você limitar o prejuízo, pois pior do que estava na data que você carregou não vai ficar, ou seja você limita o que vai gastar, já no saque direto da conta, é uma aposta, você torce para a cotação cair, se acertar e ela cair, você saiu no lucro, mas se ela subir muito, você pode ter um senhor prejuízo.

Mas como ninguém tem bola de cristal para adivinhar se a cotação do Euro/dólar vai subir ou baixar nos próximos meses, é praticamente uma loteira, você escolhe uma opção e torce para ter acertado na escolha.

A cotação de R$ 3.11 que você vê na internet e nos jornais é a cotação do Euro Comercial, somente usada pelo banco central e em transações entre grande bancos e empresas. Para nós simples mortais, a cotação que você vai pagar é a cotação de Euro Turismo, que é em média 5% mais cara do que o Euro comercial.

Ao usar o cartão de crédito, o valor em Euros é convertido para Reais na data de fechamento da sua fatura, mas se no dia que você for pagar a sua fatura 1 ou 2 semanas depois, a cotação do Euro estiver diferente da cotação na data de fechamento da sua fatura, a administradora irá lançar um crédito na sua próxima fatura caso a cotação tenha baixado, ou então cobrar a diferença na próxima fatura caso ela tenha subido. E sobre tudo isto é cobrado mais 6,38% de IOF como no VTM e saque direto da conta.
#1046333 por Pedro dos Anjos
17 Jan 2015, 08:34
AdrianoLB escreveu:A principal diferença entre sacar direto da conta corrente e usar o VTM é você "travar" a cotação do euro. Ou seja, quando você carrega os euros no VTM você paga a cotação do dia que for carregar, e depois a flutuação da cotação não afeta mais você, o lado bom é que se a cotação subir depois de você ter carregado o VTM você se deu bem, agora se a cotação baixar, você "perdeu" dinheiro, pois terá pago mais caro pelos Euros.

Já ao sacar direto da sua conta corrente, você sempre paga a cotação do dia, e ela pode variar muito de uma semana para outra, ou seja, é a mesma historia do VTM, só que ao contrário, se a cotação subir, você se deu mal e vai pagar mais caro na hora do saque, já se baixar você se deu bem.

O VTM tem a ligeira vantagem de você limitar o prejuízo, pois pior do que estava na data que você carregou não vai ficar, ou seja você limita o que vai gastar, já no saque direto da conta, é uma aposta, você torce para a cotação cair, se acertar e ela cair, você saiu no lucro, mas se ela subir muito, você pode ter um senhor prejuízo.

Mas como ninguém tem bola de cristal para adivinhar se a cotação do Euro/dólar vai subir ou baixar nos próximos meses, é praticamente uma loteira, você escolhe uma opção e torce para ter acertado na escolha.

A cotação de R$ 3.11 que você vê na internet e nos jornais é a cotação do Euro Comercial, somente usada pelo banco central e em transações entre grande bancos e empresas. Para nós simples mortais, a cotação que você vai pagar é a cotação de Euro Turismo, que é em média 5% mais cara do que o Euro comercial.

Ao usar o cartão de crédito, o valor em Euros é convertido para Reais na data de fechamento da sua fatura, mas se no dia que você for pagar a sua fatura 1 ou 2 semanas depois, a cotação do Euro estiver diferente da cotação na data de fechamento da sua fatura, a administradora irá lançar um crédito na sua próxima fatura caso a cotação tenha baixado, ou então cobrar a diferença na próxima fatura caso ela tenha subido. E sobre tudo isto é cobrado mais 6,38% de IOF como no VTM e saque direto da conta.


Obrigado pelas respostas!!

Agora entendi a vantagem que não estava vendo no VTM! E com o euro a 3,02 como fechou ontem, vou aproveitar e comprar logo!

Pra solicitar esse VTM, onde faço? Sou correntista do Santander.

Pode ser solicitado na própria casa de cambio é?
#1046344 por xxxxxxxxxx
17 Jan 2015, 09:23
Praticamente todas as casas de câmbio fazem VTM, é só chegar lá com os seus documentos e pedir para fazer um, algumas casas de câmbio exigem que você carregue um valor mínimo nele, mas isto varia de uma casa de câmbio para outra, então o melhor é ligar ou ir em alguma que você conheça e se informar a respeito dos valores mínimos e cotações.

A maioria dos bancos também faz VTM,, sei que BB, Bradesco e Itau fazem, mas o Santander eu não sei, nunca ouvi ninguém comentar que fez VTM no Santander... Mas geralmente os grandes bancos tem taxas e cotações piores no VTM do que as casas de câmbio, mas não custa muita coisa ligar na sua agência e perguntar...
#1047909 por Pedro dos Anjos
20 Jan 2015, 16:57
AdrianoLB escreveu:Praticamente todas as casas de câmbio fazem VTM, é só chegar lá com os seus documentos e pedir para fazer um, algumas casas de câmbio exigem que você carregue um valor mínimo nele, mas isto varia de uma casa de câmbio para outra, então o melhor é ligar ou ir em alguma que você conheça e se informar a respeito dos valores mínimos e cotações.

A maioria dos bancos também faz VTM,, sei que BB, Bradesco e Itau fazem, mas o Santander eu não sei, nunca ouvi ninguém comentar que fez VTM no Santander... Mas geralmente os grandes bancos tem taxas e cotações piores no VTM do que as casas de câmbio, mas não custa muita coisa ligar na sua agência e perguntar...



Obrigado mesmo!! Tem 02 casa de cambio aqui em Maceió que me informei sobre o VTM.... Uma é Visa e a outra Mastercard! Acho que vou ficar com a bandeira Visa, pois eles colocam meu nome no cartão... Consegui compra meus primeiro $100,00 euros "simbólicos" por R$3,18... se fosse no VTM era a R$3,41.


Não respondi antes, pois não estava mais achando essa seção Custos e Planejamento Financeiro de Viagem...

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 5 visitantes