Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#473224 por katish
25 Mai 2010, 23:15
Passei uma semana louca correndo atrás de uma cargueirinha de 30-35l.. enfiei na cabeça que precisava de uma mochila melnor para encarar trips de fds sem o peso extra da minha Air Contact 55+15 (que aliás nunca ficou cheia). Como boa brasileira que sou, acabei deixando pra escolher no último momento: sexta feira, 5 da tarde e eu saio correndo do trabalho. Peregrinação por SP: saí da Vila Olímpia, fui até a Arco e Flecha na Lapa comprar o saco de dormir, depois Pé na Trilha comprar a mochila no Paraíso, Decathlon do Morumbi para uma lanterninha de cabeça mais básica e finalmente pra casa tomar banho e enfiar tudo na mochila. Resultado: 11 da noite eu saindo de casa sem arrumar nada para encontrar meu amigo Cristiano na casa dele. Chegando lá começamos a arrumar as mochilas.. e percebo que esqueci meu camelback. Sabendo da reputação do Marins decido voltar em casa, a 1:30 da manha pra pegar meu camelback.. péssima decisão. Acabei dormindo só 1 hora, as 4:30 o Cris me acorda para irmos buscar o Douglas e sua noiva.

Claro que dormi todo o caminho até Piquete... mas ainda acordei em tempo de ver a imponente montanha crescendo à medida que nos aproximávamos. Realmente exuberante, com suas encostas escarpadas e picos rochosos.
Imagem
estávamos em um grupo de 17 pessoas comemorando os 10 anos da lista T&T. Rapidamente nos arrumamos e colocamos o pé na estrada.. Ah, detalhe: depois de perder quase a noite toda pra ir buscar meu camelback, esqueci a tampa dele na casa do Cris e acabei subindo sem o dito-cujo. Que saco viu!

Imagem
Não tive problemas com a subida .. até ver a tradicional placa indicando início da subida ao Marins depois do morro do careca. Uma hora depois e só agora que a subida iria começar? ::putz:: Mal sabia eu o que me esperava.... Quase morri. A subida até o último platô antes do cume exigiu toda minha energia e concentração. Tive cãimbras de cair no chão gritando de dor! Minhas pernas tremiam que nem vara verde rssss.. Cheguei lá bastante tempo depois do pessoal, mas não tenho nem idéia de quanto tempo levei. Imagino que pelo menos umas 6 horas. Estava completamente exausta. A turma seguiu para o cume e ficamos eu, Cris, Douglas e Gi neste platô. Rapidamente arrumamos o acompamento, jantamos e fomos dormir.

Imagem
Acordamos com o astro-rei aquecendo nossas barracas depois de uma noite bastante fria como é normal no Marins. Cris, Douglas e Gi fizeram o ataque ao cume enquanto eu preguicosamente reclamava de ter que acordar. Comecei a arrumar as coisas enquanto eles desciam e logo nos reunimos ao restante da turma e iniciamos a descida. Eu me sentia super bem, nem parecia ter sofrido o que sofri no dia anterior. Algumas horas depois...percebi o quanto perdi de condicionamento. Minhas pernas nao aguentavam meu peso. Mas acompanhei bem o pessoa até o último pardeão na descida quando já se consegue ver o morro do careca. Ali fiquei pra trás, tinha que para a cada 10 passos de tanto dor que sentia nas pernas. E um enjôo danado.. e a água acabando... Acho que levei uma hora pra descer os últimos 150 metros. Quando cheguei no morro do careca me sentia tão mal, mas tão mal, que o Ronald até se ofereceu pra carregar minha mochila, o que foi prontamente aceito. Logo depois dele descer não aguentei e coloquei todo meu almoço e a água que bebera na descida pra fora. ::sos:: Assustei seriamente dois ciclistas que tinham acabdo de chegar... mas por incrível que pareça, isso me renovou. Me senti forte o suficiente para continuar a descida. E assim seguimos pela estradinha de terra até chegar na ranchonete, onde todos nos esperavam.

Exausta mas satisfeita, não me fiz de rogada e emplaquei um pratão na churrascaria onde paramos para comer. Vai entender.. apesare de todos os pesarem, foi uma empreitada bem sucedida. Entre mortos e feridos todos se salvaram ::lol4::

E como miséria pouca é bobagem, já estou programando o próximo perreungue no feriado de junho! Mas abaixo dos 2 mil metros de altitude ::bruuu::

Fotos de Rodrigo

#473693 por rodrigoschemes
27 Mai 2010, 16:30
Olá Katia!
Tb estou no mochilas... pode divulgar a vontade minhas fotos.. rsrs
A primeira vez sempre é a mais dificil, lembro que saí de lá dizendo que não queria mais saber daquilo...
Final da história é que esta foi a 4ª vez que voltei... e cada vez fica mais encantado por aquela montanha.
Compareça nos próximos!!
[]'s
Rodrigo
#473740 por katish
27 Mai 2010, 20:21
Oi Ro! Poiseh, usei suas fotos na cara dura! rsss É que ficaram bem melhor que as minhas rsss :)

Podeixá que eu não desisto jamais viu!!!!! Logo mais eu volto pro Marins, me aguarde! rss

bjss

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes