Está procurando companhia para fazer uma volta ao Mundo? Crie seu Tópico aqui!
#850804 por zcarroll
15 Jun 2013, 19:55
[21 anos. Zaltana Carroll.]

Três universidades públicas e bastante fraudulentas.
Filosofia. Religião. Ciência.
Serviram-me de nada! Conhecimento em vão.
E, a esta hora, veio-me à mente a Arte:
Meu palco, minha estrada!
Minha personagem, meu ser que não sabe algo de si
A plateia, tudo o que não faz parte deste corpo

Há seis anos penso em suicídio
Mas, com a morte engatilhada, 'dei-me' a última chance:
Fé em deus e pé na estrada! - disse-me.
Que ainda que não houvesse um deus a expressão teria todo o sentido.

Que para se conhecer de verdade
é preciso da resposta genuína que se dá
a uma necessidade real qualquer.

Não me conheço.

Sairei pela Terra e sem um tostão.
Se voltarei, não sei.
Viverei a democracia do corpo.
Em paz comigo, com a Terra, com o Universo.
Estendendo a mão a tudo, a todos.

E há a fé de que me vão a estender!
"Porque tive fome, e destes-me de comer;
tive sede, e destes-me de beber;
era estrangeiro, e hospedastes-me;
Estava nu, e vestistes-me;
adoeci, e visitastes-me;
estive na prisão, e fostes ver-me."

E se assim não for
Que tenho a perder?
Minha vida é meu corpo
E a estrada será meu saber

Que a doar meu corpo e meu ser
Ao sistema sócio-político-econômico miserável
Prefiro esse teatro
Ainda que sujo, não-acabado
Pois só assim talvez eu possa
Ter prazer em meu viver


Preferi, meus colegas, expor a situação dessa forma. Se alguém quiser vir comigo, deixe-me um e-mail para contato. Qualquer pessoa. Sairia em janeiro de 2014. Agradeço muito ao 'mochileiros.com' pela oportunidade.

#903841 por boreiajr
06 Dez 2013, 17:56
Zaltana Carroll, desejo-lhe desse mundo toda a sorte
[pois desta aproveita-se mais do que a morte!]
E que em seu caminho andarilho, não haja empecilho:
Tudo bem. Um ou outro. Mas que molhe pouco seus cílios.

Pois de pensamentos torpes e ideias vis,
deste mal também sofri.
Até um dia lisonjeiro,
que acessando o Mochileiros,
uma mudança que vinha de dentro senti.

"O mundo é grande e a felicidade espreita ao virar da esquina"
Tanto faz se daqui ao Japão ou à Santa Catarina.
Que a estrada seja o seu destino
E a felicidade sua missão
E se sentires que estás no caminho certo
Tanto faz se é mão-dupla ou contramão.

Creio que nada tens a perder,
senão a vida a ganhar.
Tempos de autoconhecimento que virão.
e de muitos frutos a gerar.

Pinte o seu próprio quadro,
esculpa a imagem que quiser,
no teatro da vida vale tudo:
recitar poemas, dançar balé!

Que assim possas viver
e muitos anos de vida desfrutar.
Para que no fim chegue aqueles dias,
em que mesmo com rugas, digas:
com fé em Deus e pé na estrada,
valeu a pena respirar!

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante