Filmes "Mochileiros"

Ensaios e troca de informações sobre cultura viajante e suas vertentes.


Re: Filmes "Mochileiros"

Mensagem não lidapor Sandro » 24 Jan 2013, 15:21

Olá Pedro.
Infelizmente não foi mesmo fácil eu conseguir este filme e não lembro se foi via Torrent ou no condenado a pena de morte Megaupload. :?

Pedro Rocha escreveu:Sandro, deixa eu te perguntar sobre o filme que você postou, o "Algum lugar entre o aqui e o agora". Como você o assistiu, porque não consegui achar em lugar algum, nem para alugar nem download via torrent. Abraço
Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Viagem Sem Destino

Mensagem não lidapor Sandro » 24 Jan 2013, 15:23

Viagem Sem Destino - "Interstate 60" (E.U.A, 2002)

ImagemInterstate 60 foi descrito pelo seu diretor Bob Gale uma mistura das Viagens de Gulliver, Alice no País das Maravilhas e Além da Imaginação, onde a mensagem principal é tomar cuidado com o que se deseja.

Se você tivesse direito a um pedido, um só, o que você pediria?
Esse é o mote do filme “Viagem Sem Destino”. Neal Oliver (James Marsden - o Cyclop de X-Men 1 e 2) completa 22 anos sem saber o que vai fazer da vida, é filho de um advogado bem sucedido, mas trabalha como repositor num armazém, tem uma namorada por quem não é apaixonado e ele pede por respostas. Por sorte – ou azar – O. W. Grant (de "One Wish"), uma espécie de ser fantástico que realiza desejos pelas estradas dos EUA, mais especificamente na imaginária Interstate 60 ouve seu pedido. (interpretado pelo camaleônico Gary Oldman, que já foi Drácula, comissário Gordon em Batman e Sirius Black de Harry Potter).
Sempre achei que a grande sacada do demônio, se existe, é dar apenas e justamente aquilo que o homem pede. O filme segue um pouco essa linha quando mostra as conseqüências dos desejos satisfeitos de um “yuppie” e do homem que aparece na primeira cena explicando a existência de O. W. Grant a dois universitários num bar.
Para obter suas respostas Neal é contratado por Christopher Lloyd (o Doc da trilogia "De Volta para o Futuro" com Michael J Fox, que faz um ponta como o yuppie) para cruzar o país e entregar um pacote, numa rodovia que não existe no mapa, a tal da Interstate 60. Durante a viagem personagens bizarros freqüentam o carro de Neal, como o ex-publicitário que não tolera mentiras (o ótimo Chris Cooper), a viúva Ann-Margret, o xerife Kurt Russell. De certa forma, é quase uma fábula moral.
Dizem que quando foi lançado em vídeo no Brasil não tinha saído nem no cinema americano. É quase um independente, a despeito do elenco de pontas fabuloso. O diretor e idealizador de Interstate 60 é Bob Gale, que roteirizou os filmes De Volta Para O Futuro e algumas histórias em quadrinhos (saga Terra de Ninguém, Batman, etc.). O filme todo é cheio de referências, aliás. A presença dos atores de “De Volta Para O Futuro”, uma revistinha dos X-Men na mesa de Neal, quadros do Homem-Aranha nas paredes...
Uma curiosidade: o título em português brasileiro ficou “Viagem Sem Destino”, mas na legenda de abertura o título aparece como “Interstate 60 - Episódios da Estrada”, tradução literal do original Interstate 60 - Episodes of the road.


Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

O Caminho das Nuvens

Mensagem não lidapor Sandro » 24 Jan 2013, 15:26

O Caminho das Nuvens (Brasil, 2003)

ImagemInspirado na história real de Cícero Ferreira Dias, Wagner Moura interpreta Romão, um caminhoneiro que está desempregado no momento. Sem conseguir emprego e tendo que sustentar sua mulher Rose (Cláudia Abreu) e seus cinco filhos, ele decide partir em busca de um local onde possa conseguir o sonhado emprego que lhe pagará o salário de R$ 1000,00. Romão e sua família partem então numa jornada de 3200 km, saindo de Santa Rita, na Paraíba e ao longo de seis meses atravessam cinco estados até o Rio de Janeiro de bicicleta, enfrentando fome,calor, cansaço e violência.


Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Pachamama

Mensagem não lidapor Sandro » 24 Jan 2013, 15:28

Pachamama (Brasil, 2008)

ImagemO filme Pachamama - título que significa para os indígenas andinos mãe-terra e designa a deusa agrária dos camponeses narra a viagem do diretor Eryk Rocha (filho de Glauber Rocha) pela floresta amazônica brasileira em direção ao Peru e à Bolívia, onde encontra a realidade de povos historicamente excluídos do processo político de seus países e que, pela primeira vez na história, buscam uma participação efetiva na construção do seu próprio destino. É uma pequena odisséia de trinta dias pela realidade amazônica e andina, que revela uma América Latina em ebulição, perpassada pela cultura milenar dos Andes, que irradia pelo continente substância primordial na constituição de novos paradigmas políticos.
Pachamama é um documentário de questionamentos, se faz no embate do cineasta (e sua câmera) com a população anônima das ruas. Rocha circula pela multidão, aponta a objetiva para pessoas comuns que tecem os mais variados comentários e reflexões.



Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Um Lugar para Viver

Mensagem não lidapor Sandro » 24 Jan 2013, 15:30

Um Lugar para Viver - "Away We Go" (E.U.A, 2009)

ImagemQuando Burt e Verona descobrem que vão ter um bebê, entram em pânico. Eles odeiam a pequena cidade onde vivem, e agora os pais de Burt estão de partida para Bruxelas, deixando-os sem qualquer tipo de apoio. Então tomam consciência que já nada os prende ao lugar onde vivem. Decidem assim fazer uma longa viagem pelos EUA e Canadá em busca de um lugar para viver e de um modelo familiar que os inspire no seu novo papel de pais. Pelo caminho eles visitam velhos amigos e familiares, porém ou se deparam com famílias excêntricas, ou casais histéricos, ou então com gente extremamente inspiradora, transformando esta viagem numa experiência de partir o coração, cheia de graça e que ao mesmo tempo os encaminha para o mais inesperado lugar para viver e perceberem que afinal só precisam um do outro para construir algo muito valioso.

Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Before Midnight

Mensagem não lidapor Sandro » 24 Jan 2013, 15:36

E o casal de viajantes mais românticos da história do cinema esta de volta.
Celine (Julie Delpy) e Jesse (Ethan Hawke) as personagens que começaram por se conhecer numa noite em Viena de 1995 em “Antes do Amanhecer” e se reencontraram num dia em Paris em 2004 - "Antes do Pôr-do-Sol", nove anos depois voltam a se juntar em Messínia, na Grécia com “Antes da Meia Noite” (Before Midnight).

Imagem

As filmagens que irá encerrar a imprevista trilogia decorreram em segredo e com muita desinformação pelo meio - vistos juntos na Grécia, o diretor Richard Linklater e Hawke diziam estar apenas escrevendo o roteiro, e Delpy avisava em entrevistas que dificilmente uma terceira parte entraria em produção antes de 2013. Mas um comunicado oficial confirmou que as rodagens terminaram em Setembro, com o projeto oficialmente apresentado aos distribuidores no Festival de Toronto.

Imagem

O anúncio colocou Linklater, um dos mais respeitados cineastas independentes americanos, a desfrutar da excelente recepção ao seu filme mais recente, ”Morre... E Deixa-me em Paz”, com Jack Black e Shirley MacLaine, que está fazendo uma honrosa carreira comercial nos EUA. Delpy, por seu lado, está em pleno lançamento global da sua quarta realização, 2 Dias em Nova Iorque.

Imagem

Tal como em ”Antes do Pôr-do-Sol” que lhes valeu, aliás, uma nomeação para o Oscar de melhor argumento, o roteiro de "Antes da Meia Noite" foi escrito a três, por Linklater e seus atores.
O filme teve sua primeira apresentação no domingo (20/01) no Festival de Sundance - Estados Unidos com excelentes críticas e segue agora para o Festival de Berlin, mas ainda não tem previsão de lançamento nos cinemas mundiais.

Imagem

Imagem



Atualização, 11/04/2013

Rotina testa amor de Céline e Jesse em 'Antes da Meia-Noite'

Terceiro filme da série iniciada em 1995, com 'Antes do Amanhecer', mostra embate entre romantismo e realidade na vida do casal, agora pais de gêmeas e em férias na Grécia.

A história de Céline (Julie Delpy) e Jesse (Ethan Hawke) começou 17 anos atrás, quando os dois se encontraram em um trem e passaram a noite andando por Viena, em Antes do Amanhecer (1995). Sem celular, Facebook ou mesmo Orkut, os dois ficaram de se ver novamente, mas não conseguiram. O reencontro aconteceu apenas dez anos mais tarde, em Paris - Jesse, então, já era casado e pai de um filho. O romance vivido com Céline dez anos antes, contudo, vira tema de um livro escrito por ele em Antes do Pôr-do-Sol (2004). No terceiro filme da série, Before Midnight (Antes da Meia-Noite), os dois personagens e o diretor Richard Linklater retomam a história oito anos mais tarde, na Grécia.

Pais de gêmeas, eles passam férias na Grécia, na casa de um escritor, onde convivem com outros casais. Como nos filmes anteriores, há predileção por cenas longas, em que os personagens conversam sobre relacionamentos amorosos, sexo e diferenças entre homens e mulheres. No começo, um desses planos extensos mostra Jesse e Céline dentro do carro, em uma troca de brincadeiras e histórias divertidas como nas outras vezes. Só que, aqui e ali, aparecem algumas fissuras entre o casal, que vão se tornando mais frequentes e graves ao longo da história, culminando numa noite a dois num quarto de hotel.

Os diálogos continuam afiados. Num momento, Céline diz: “A vantagem de ter mais de 35 anos é que você tem menos chances de ser estuprada”. As cenas são filmadas sem grandes malabarismos e parecem naturais como a vida. Ethan Hawke e Julie Delpy estão ainda mais confortáveis do que antes.

Mas, enquanto Antes do Amanhecer e Antes do Pôr-do-Sol são citados como exemplos do amor romântico contemporâneo, Before Midnight mostra a relação em outro momento e lança a pergunta: é possível continuar sendo romântico quando tantos afazeres cotidianos e picuinhas entram na equação? A jornada do casal pode desagradar quem ainda sonha com romances hollywoodianos ou contos de fadas, mas é o melhor do longa.

Imagem


phpBB [video]


Editado pela última vez por Sandro em 11 Abr 2013, 22:49, em um total de 2 vezes.
Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Re: Filmes "Mochileiros"

Mensagem não lidapor MAA » 24 Jan 2013, 19:22

Sugiro uma boa lista de FILMES PRA QUEM CURTE VIAJAR: http://www.pelapaz.com/forum/filmesobreviagens/

Que tal?
Mochileiro Aprendiz Aventureiro
Um Livro pra Quem Gosta de Viagens, Turismo, Risadas ou Intercâmbios!
http://www.PELAPAZ.com
Avatar do usuário
MAA
 
Mensagens: 49
Desde: 09 Set 2012, 18:00

Re: Filmes "Mochileiros"

Mensagem não lidapor joaosump » 29 Jan 2013, 02:45

De cabeça lembro do "Into The Wild", "The Way" (sobre Santiago de Compostela), e Easy Rider, clássico dos clássicos :)
Avatar do usuário
joaosump
 
Mensagens: 6
Desde: 31 Dez 2012, 09:41

Casa de Areia

Mensagem não lidapor Sandro » 29 Jan 2013, 21:19

Casa de Areia (Brasil, 2005)

Imagem1910. O português Vasco (Ruy Guerra) leva sua esposa grávida Áurea (Fernanda Torres) e a mãe dela, Dona Maria (Fernanda Montenegro), em busca de um sonho: viver em terras prósperas, recentemente compradas por ele. O sonho se transforma em pesadelo quando, após uma longa e cansativa viagem junto a uma caravana, o trio descobre que as terras estão em um lugar totalmente inóspito, rodeado de areia por todos os lados e sem nenhum indício de civilização por perto, os Lençóis Maranhenses. Áurea quer retornar ao lugar de onde vieram, mas Vasco insiste em ficar e constrói uma casa de madeira para que lá possam viver. Após serem abandonados pelos demais integrantes da caravana, um acidente mata Vasco e deixa Áurea e Dona Maria completamente sozinhas. Elas partem em busca de ajuda e terminam por encontrar Massu (Seu Jorge), um homem que nunca deixou o local. Massu passa a ajudá-las, levando comida e sal para que Áurea e Dona Maria possam sobreviver na casa recém-construída. Apesar da estabilidade, Áurea deseja deixar o local de qualquer maneira mas decide apenas fazer isto quando sua filha nascer e poder deixar o local com ela. Enquanto isso Áurea e Dona Maria precisam lidar também com a instabilidade do local em que vivem, já que a areia pode soterrar a casa em que vivem a qualquer momento.

Editado pela última vez por Sandro em 29 Jan 2013, 22:17, em um total de 1 vez.
Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo

Mensagem não lidapor Sandro » 29 Jan 2013, 21:19

Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo (Brasil, 2009)

ImagemJosé Renato (Irandhir Santos) tem 35 anos, é geólogo e foi enviado para realizar uma pesquisa, onde terá que atravessar todo o sertão nordestino. Sua missão é avaliar o possível percurso de um canal que será feito, desviando as águas do único rio caudaloso o suficiente da região (o rio São Francisco). Á medida que a viagem ocorre ele percebe que possui muitas coisas em comum com os lugares por onde passa. Desde o vazio à sensação de abandono, até o isolamento, o que torna a viagem cada vez mais difícil.
Um road-movie poético experimental que demorou dez anos para ficar pronto. A aventura filmográfica afetiva de Marcelo Gomes (de "Cinemas, Aspirinas e Urubus") e Karim Aïnouz (de "Madame Satã" e "O Céu de Suely").

Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Shirley Valentine

Mensagem não lidapor Sandro » 29 Jan 2013, 21:21

Shirley Valentine (Inglaterra, 1989)

ImagemShirley Valentine é uma perfeita e tradicional esposa de meia-idade com os filhos crescidos e um marido mal-humorado. Todos os dias arruma a casa, passa roupa, e prepara o jantar do marido. Só que Shirley está vivendo um momento difícil, essa existência rotineira e entediante está acabando com seus velhos sonhos de juventude.
Ao lembrar do passado não se reconhece mais, o casamento simplesmente a despersonalizou (alguns casamentos fazem isso com as mulheres...). Ela começa a lembrar de como era feliz, porque era leve, ousada, não tinha medo de “pular do telhado”, de fazer coisas engraçadas e únicas que a tornavam simplesmente adorável e amada por todos, inclusive pelo marido quando ele ainda não era azedo como um limão.
Para tentar resgatar um pouco dos seus sonhos e retomar as rédeas da sua vida viaja por duas semanas para Myconos na Grécia com uma amiga. Uma viagem repleta de possibilidades que ela aproveita uma a uma dando um novo sentido à sua vida, reencontrando o sentimento de amor e liberdade. Uma prova que nunca é tarde demais para ir em busca dos seus sonhos.

Nota Pessoal: Este é um clássico, um drama poético, feminino, mas não feminista, com pitadas do sutil humor inglês. Uma delícia de filme.

Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Vicky Cristina Barcelona

Mensagem não lidapor Sandro » 29 Jan 2013, 21:22

Vicky Cristina Barcelona (E.U.A, 2008)

ImagemVicky (Rebecca Hall) e Cristina (Scarlett Johansson) são duas americanas que viajam para Barcelona em férias por três meses. As duas amigas têm visões opostas sobre a vida e o amor. Vicky, que estuda a cultura catalã para seu mestrado, irá se casar em breve e é sensata. Cristina é pura emoção, movida a paixão e ainda busca uma vocação.
Durante uma exposição de arte, conhecem o sedutor Juan Antonio (Javier Bardem), ex-marido da temperamental pintora Maria Elena (Penélope Cruz), que as convida para um fim-de-semana em Oviedo. E as coisas ainda ficam piores porque as duas, cada uma de sua forma, se interessam por ele, dando início a um complicado "quadrado" amoroso.

Nota pessoal: Sendo mais uma obra do Woody Allen não poderia deixar de ser inteligentíssima e divertida.

Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Um Parto de Viagem

Mensagem não lidapor Sandro » 29 Jan 2013, 21:23

Um Parto de Viagem (E.U.A, 2010)

ImagemPeter Highman (Robert Downey Jr.) está longe de casa e vai ser pai pela primeira vez. Assim, tudo o que ele queria era acompanhar o parto de seu filho e para isso ele tem exatos cinco dias para chegar a Atlanta, algo que um simples vôo faria em algumas horas. Mas ele não contava em conhecer no meio do caminho o aspirante a ator Ethan Tremblay (Zach Galifianakis), Ethan intenta trabalhar em Hollywood, seu sonho corresponde a participar da bem-sucedida série "Two and a half men", alguém que irá transformar a viagem de Peter numa verdadeira loucura.

Por causa de uma confusão dentro do avião, Peter e Ethan não podem mais voar. Para piorar a situação Peter perdeu sua carteira no incidente e terá de aceitar a carona do desconhecido e estranho Ethan para atravessar o país e voltar para casa a tempo de ver o nascimento do seu filho.
Trata-se de uma comédia que elege como mote a junção do destempero de um executivo, às contravenções sociais de um ator em formação. Ambos seguem juntos por uma longa viagem que cortará os Estados Unidos: é o decorrer da estrada que dita o ritmo da obra que perpassa vários territórios entre eles, a fronteira mexicana.
Completam os lugares do carro o pai de Ethan encerrado em cinzas numa lata de café e um cachorro chamado Sonny.

É inegável a semelhança entre "Um Parto de Viagem" e a também comédia "Antes Só do que Mal Acompanhado" (Planes, Trains and Automobiles) de 1987, com seu excelente humor leviano, escrito e dirigido por John Hughes, o mesmo de “Curtindo a Vida Adoidado” (Ferris Bueller's Day Off, de 1986).
Como no filme de John Hughes, dois personagens completamente diferentes, incapacitados de viajar de avião, precisam aprender a confiar um no outro se quiserem chegar aos seus destinos. O filme de 1987 tinha Steve Martin e John Candy como esses dois sujeitos. Oficialmente não se trata de refilmagem ou recriação, por assim dizer.
Imagem

Nota pessoal: A cena de "Hey You" do Pink Floyd é memorável.

Avatar do usuário
Sandro
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 888
Desde: 01 Nov 2003, 17:33
Localização: Barueri - São Paulo

Re: Filmes "Mochileiros"

Mensagem não lidapor crazy guy » 07 Mar 2013, 11:31

eu vi um filme que nao se trata bem de um Mochileiro, mas de uma aventura que leva quase uma vida de mochileiro. Era a historia de um velho que tinha que visitar seu irmao do outro lados dos EUA. Como nao podia tirar carteira de motorista ele montou uma carroça e engatou no cortador de grama da marca john Dere tradicionalmente na cor verde. No meio do caminho ele dormia dentro da carroça, na estrada como era lerdo precisava ir pelo acostamento, assim como fazem os Amishes que moram nos EUA. Um filme muito bacana. So me lembro do nome de uma atriz, Sissi Spencek.

Achei o nome do filme The Straight Story(Uma historia real).
Editado pela última vez por crazy guy em 11 Mar 2013, 14:09, em um total de 1 vez.
nice-guy@ig.com.br

A pior festa é aquela em que estamos do lado de fora.
Avatar do usuário
crazy guy
 
Mensagens: 1386
Desde: 21 Set 2005, 23:22
Localização: sampa

Re: Filmes "Mochileiros"

Mensagem não lidapor LEO_THC » 11 Mar 2013, 12:14

Curta - "Nem se despediu de mim"

phpBB [video]
Leonardo Parente
Jornalista (DRT-BA 3223)

Relatos:

- Pico do Barbado e Pico do Itobira, os gigantes da Bahia

- O dia em que a Bolívia parou para ver Evo Morales

- Uma Noite de terror no deserto boliviano


"Não sei onde eu estou indo, mas sei que estou no meu caminho" (Raul Seixas)
Avatar do usuário
LEO_THC
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 2610
Desde: 15 Dez 2004, 13:07
Localização: Salvador

AnteriorPróximo

Voltar para Cultura Backpacker



Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante