Relatos de Viagens por 2 ou mais países da América do Sul
#1200408 por Rômulo Cardoso
05 Jul 2016, 22:16
Muito bom o relato acompanhando...
Irei viajar com minha esposa em 03 de agosto, serão 27 dias por Peru, Bolívia e Chile, a unica diferença que irei começar por Lima.
Minha esposa esta muito nervosa com medo da bagagem sumir, mas Deus está no controle. ::otemo::

#1200613 por victorfirmes
06 Jul 2016, 17:16
Rômulo Cardoso escreveu:Muito bom o relato acompanhando...
Irei viajar com minha esposa em 03 de agosto, serão 27 dias por Peru, Bolívia e Chile, a unica diferença que irei começar por Lima.
Minha esposa esta muito nervosa com medo da bagagem sumir, mas Deus está no controle. ::otemo::


Relaxa, Rômulo... a chance de extraviar é bem pequena. No meu voo eu fui o escolhido... ::mmm:
#1200888 por victorfirmes
07 Jul 2016, 19:01
Lennoncunha escreveu:Poderia me dizer quais botas usou?? Estou me preparando para fazer o meu próximo ano e estou pesquisando umas botas de backtracking custo benefício!


Lennon a melhor custo beneficio que eu achei foi a Timberland Dust Trail 2... Paguei 200 pratas em uma promoção da Netshoes. A bota é muito boa, confortável e aguentou o Mochilao todo sem problemas. Se eu tivesse com mais dinheiro na época investiria em uma impermeável.
#1200892 por victorfirmes
07 Jul 2016, 19:05
Flavio Amorim escreveu:Acompanhando a continuação do seu relato ! E hoje que fui assistir o video que se postou la no inicio pelo youtube (mt bom por sinal) gopro quebra um galhão ne ! ::otemo::


A Gopro quebra o galho mesmo. Só sugiro ter bateria extra e vários cartões de memória. Eu enchi um de 32gb e um de 16gb logo, depois não consiguia fazer backup por nada. Fui consegui só em Lima, mas deu para registrar tudo.
#1200914 por Rômulo Cardoso
07 Jul 2016, 20:18
Lennoncunha escreveu:Poderia me dizer quais botas usou?? Estou me preparando para fazer o meu próximo ano e estou pesquisando umas botas de backtracking custo benefício!


Se eu fosse vc pesquisava muito por bota, de preferencia a impermeável e respirável.
Va em uma loja experimentar pois tem bota que pode ser muito boa mas as vezes machuca o pé pois cada um tem um pé diferente.
E um detalhe eu faço trilha direto e uma coisa eh certa todos q eu conheço q fazem tbm pensam assim para não economizar na bota pois as veses o barato sai caro
Valeu ::otemo::
#1201929 por victorfirmes
12 Jul 2016, 00:32
CAPÍTULO 4 (05/04/16) - A tenebrosa viagem até Uyuni e o frio polar na madrugada.

A viagem de Sucre até Uyuni foi no mínimo estranha, um breu que não dava para enxergar um palmo na frente do rosto e o busão fez várias paradas no meio do nada. O motorista também desligava o busão para descer as ribanceiras. Eu achei que estava vendo coisas, por conta da onda do dramim. No outro dia comentei com Marcela e ela confirmou tudo.

Chegamos em Uyuni às 03:30 hrs da madruga com um frio do cão. Eu tava com todas as camadas de roupas possíveis, igual uma cebola mas mesmo assim minhas mãos, careca e orelhas estavam petrificadas. Eu olhei para Marcela e ela tranquila como se nada tivesse acontecendo. O busão parou no meio da cidade e descemos. A Marcela tinha conhecido um grupo de brasileiros e queria esperar eles chegarem naquela friaca. Eu só pensava em ir para algum lugar para passar aquele frio que nessa altura eu já não sentia minhas mãos.

Foi aí que apareceu a famosa velhinha que resgata os mochileiros e leva para sua cafeteria. Eu já tinha visto alguns relatos sobre ela mas achava que era a galera sacaneando, mas acreditem, ela existe. Eu fiquei tão feliz quando ela apareceu e começou a falar que tinha uma cafeteria com calefação e café quente.
IMG_9120.JPG
A velhinha salvadora dos mochileiros perdidos
IMG_9120.JPG (1.88 MiB) Exibido 514 vezes

Chegando na cafeteria a Marcela falou com a velhinha que os seus amigos chegariam em outro ônibus e deu o nome de um deles, o Rafael. Ela nos deixou lá e falou que em pouco tempo um rapaz abriria a cozinha. Ela voltou para resgatar mais mochileiros sem lugar para ficar na tensa madrugada fria de Uyuni.
IMG_9106.JPG
Cafeteria Nonis
IMG_9106.JPG (1.79 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9112.JPG
Cafeteria Nonis
IMG_9112.JPG (1.59 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9107.JPG
Cafeteria Nonis
IMG_9107.JPG (1.45 MiB) Exibido 514 vezes

O local tinha banheiro, wi-fi, calefação e comida, ou seja, tudo que precisávamos naquele momento. Depois que entramos o frio passou e aproveitamos para usar o banheiro, carregar o celular e dar sinal de vida. Pedi um café americano completo mais uma água por 39 bols.
IMG_9110.JPG
Desayuno
IMG_9110.JPG (1.35 MiB) Exibido 514 vezes

Os amigos da Marcela chegaram e de início já rolou um interação com o Rafa e Iuri que sentaram na nossa mesa. Na outra mesa estava o restante da galera (Marcão, Betão, Fran, Sheila e Paula). Eu tinha comentado com Marcela que queria tomar um banho pois não sabia quando teríamos essa oportunidade novamente ao atravessar o deserto de sal.

Esperamos a água chegar por volta das 6 hrs e fomos tomar banho. Pagamos 10 bols e foi um banho de extremos: ora água quente, ora água fria. De banho tomado começamos a decidir em qual agência fecharíamos o passeio de 3 dias e duas noites do Salar.

Eu tinha boas referências da agência Esmeralda Tours e eles ofereciam um diferencial no passeio, o por do sol no salar, porém os outros brasileiros estavam com ótimas referências da Betto Tours que por coincidência ficava ao lado da Nonis Cafeteria e também veríamos o por do sol.
IMG_9111.JPG
Betto Tours
IMG_9111.JPG (2.2 MiB) Exibido 514 vezes

Esse passeio é um tiro no escuro, por mais que você tenha boas referências das agências não tem como saber se o guia será gente boa e se as pessoas que estarão contigo durante a travessia do deserto serão "buena onda". Então, se você estiver sozinho assim como eu estava, pergunte tudo na agência e torça para ter pessoas maneiras no carro e que tomem banho, porque ficar perto dessa gringaiada que não é chegada na água 3 dias é tenso.

Seguimos para Betto e ele mesmo explicou todo o passeio, o que estava incluído, que tipo de roupa vestir, e quanto de dinheiro extra levar. O por do sol também estava incluído no pacote, assim como algumas garrafas de água, as refeições, hospedagem e o transfer para San Pedro de Atacama.

Fechamos todo o caminho da roça por 700 bols e o que teríamos que pagar a parte seria: 30 bols da Isla del Pescado (opcional), 150 bols na Reserva nacional da fauna andina Eduardo Avaroa, 6 bols das águas termales e 15 de propina na fronteira entre Bolívia e Chile. Com o passeio fechado eu e Marcela saímos para conhecer um pouco da cidade de Uyuni, tirar umas fotos e comprar uns snaks.
IMG_9129.JPG
Uyuni
IMG_9129.JPG (2.36 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9127.JPG
Uyuni
IMG_9127.JPG (2.94 MiB) Exibido 514 vezes

Fomos na mini estátua da Dakar e no mercado da cidade. Ao lado do mercado estava rolando uma feira onde comprei um gorro de lã de lhama e com fleece e uma meia grossa por 30 bols. Comprei também um oreo e uns chicletes por 17 bols. Voltamos para agência e ficamos aguardando a saída do tour.
IMG_9133.png
Mini Estátua Dakar
IMG_9133.png (10.87 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9147.JPG
Mercado Uyuni
IMG_9147.JPG (2.3 MiB) Exibido 514 vezes


IMG_9153.JPG
Desayuno no segundo piso
IMG_9153.JPG (1.75 MiB) Exibido 514 vezes

O carro do outro grupo já tinha chegado e nada do nosso. Depois de algum tempo começamos a ficar preocupados com a demora até que surge o nosso carro. O guia parou, colocou as mochilas em cima e embarcamos. A primeira impressão que tive do guia não foi das melhores, mas esse boliviano de La Paz nos surpreenderia.
IMG_9169.JPG
Mochilada
IMG_9169.JPG (2.29 MiB) Exibido 514 vezes

No carro estavam eu, Rafa, Iuri, Marcela, um casal de mexicanos (Angie e Aldo) e o guia Ramiro. O primeiro ponto de parada foi o cemitério de trens. No local tem umas locomotivas abandonadas e ao fundo umas cordilheiras. Essa parte do passeio era para uma visita curta, porém, foi a primeira vez que estouramos o tempo e isso aconteceria muitas vezes durante o tour de 3 dias. Eu particularmente achei o lugar interessante, apesar de não ter nada demais.
G0263431.JPG
Eu, Rafa, Marcela, Iuri e Angie
G0263431.JPG (3.73 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9190.JPG
A caminho do cemitério de trens
IMG_9190.JPG (2.53 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9201.JPG
Cemitério de Trens e Cordilheira ao fundo
IMG_9201.JPG (2.71 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9206.JPG
Cemitério de Trens - Uyuni
IMG_9206.JPG (2.49 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9215_2.jpg
Levantamento de Peso
IMG_9215_2.jpg (987.95 KiB) Exibido 514 vezes

IMG_9228.JPG
Vai uma carona ae?
IMG_9228.JPG (1.86 MiB) Exibido 514 vezes

G0313452.JPG
Os brazucas
G0313452.JPG (4.97 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9275.JPG
linha de trem
IMG_9275.JPG (3.02 MiB) Exibido 514 vezes

phpBB [video]

phpBB [video]

Seguimos pelo caminho da roça e paramos em uma vila que vende artesanato de sal. Eu não gostei dessa parte, pois é o famoso pega turistas, barraquinhas que vendem souvernirs a preços caros. Passando algum tempo Romiro falou que almoçaríamos por ali mesmo. Eu fiquei meio assim quando eu vi a comida, mas acreditem foi um dos melhores almoços do passeio. Não sei se porque eu tava com fome, mas eu comi como se não houvesse amanhã.
IMG_9298.JPG
Vila de Colchani
IMG_9298.JPG (1.9 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9301.JPG
Vila de Colchani
IMG_9301.JPG (2.76 MiB) Exibido 514 vezes

O local onde almoçamos foi o museu de sal. O cardápio foi uma carne não identificada, arroz, verduras, salada e coca-cola quente. A atmosfera do lugar deu o ar da graça e eu que a 6 anos não bebia refrigerante, bebi dois copos e estava achando ótima aquela mistura toda no deserto.
IMG_9313.JPG
Almoço
IMG_9313.JPG (1.87 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9317.JPG
Rango Bom
IMG_9317.JPG (2.53 MiB) Exibido 514 vezes

Depois do almoço fomos para o salar de fato. Quando eu comecei a ver aquela imensidão branca aparecendo do meu lado meu queixo caiu e bateu no chão umas 5 vezes hahahaha. Eu nunca tinha visto nada parecido com aquilo na minha vida. O nosso tour seria um pouco diferente, pois primeiro pararíamos na parte alagada do salar para tentarmos ver o efeito de espelho infinito e depois seguiríamos para parte seca.
phpBB [video]

Romiro foi aproximando dessa parte e parou em um ponto totalmente cheio de água onde deu a impressão que o salar era um mar refletindo as nuvens no horizonte. Pelo o que eu entendi, são algumas variáveis que fazem com que ele reflita mais: o horário do dia, a quantidade de água, e o pouco vento. Conseguimos ver um pouco de espelhamento mas o efeito por completo não apareceu.
IMG_9356.JPG
Salar Alagado
IMG_9356.JPG (1.47 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9391.JPG
Salar de Uyuni
IMG_9391.JPG (765.17 KiB) Exibido 514 vezes

Tiramos umas fotos eu me dispersei do grupo e fiquei só admirando aquela paisagem surreal que estava na minha frente. Ramiro tinha falado para irmos descalço, eu tirei a bota para sentir a energia daquele deserto, que é o maior deserto de sal do mundo, uma sensação indescritível, só conhecendo mesmo para saber.
IMG_1052.JPG
4 brasileiros e 2 mexicanos
IMG_1052.JPG (3.25 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9434.JPG
Eu e a Marcela
IMG_9434.JPG (1.61 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9421_2.jpg
Salar de Uyuni
IMG_9421_2.jpg (583.06 KiB) Exibido 514 vezes

phpBB [video]

Depois de um tempo, coloquei minha bota de novo, pois a água estava congelante. Fizemos umas fotos até que Ramiro veio nos chamar, e adivinhem? Estávamos atrasados de novo segundo ele. Aqui teve um ponto positivo para o guia, ele perguntou se alguém queria pegar alguma coisa nas mochilas que estavam guardadas em cima do carro. Os meninos pegaram os chinelos e embarcamos novamente.

Seguimos e a próxima parada foi na estátua do Rally Dakar. Nessa hora aproveitamos o embalo e tiramos algumas fotos de perspectiva com o Gizmo e o Chuck. Na boa essas fotos dão muito trabalho, você tem que ficar tirando várias para sair uma descente, o nosso guia que teria que nos ajudar já tava la do outro lado nos esperando. Eu arranhei meus dois joelhos para tirar as da galera.
IMG_9503.JPG
Estátua Rally Dakar
IMG_9503.JPG (2.27 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9522.JPG
Chucky no maior deserto de sal do mundo
IMG_9522.JPG (1.37 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9537.JPG
Gismo no maior deserto de sal do mundo
IMG_9537.JPG (777.95 KiB) Exibido 514 vezes

IMG_9506.JPG
Salar sem água
IMG_9506.JPG (1.7 MiB) Exibido 514 vezes

Depois fomos para o lugar onde tem o monumento das bandeiras e nessa hora aconteceu algo estranho comigo. A mistura de sal e vento de alguma maneira entrou nos meus olhos e eu fiquei cego. Sai correndo para o carro e joguei água e melhorou. Embarcamos novamente e seguimos para Isla del Pescado, que cobrava 30 bols de entrada.
IMG_9546.JPG
Bandeiras
IMG_9546.JPG (2.35 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9554.JPG
Chegando na Isla
IMG_9554.JPG (2.09 MiB) Exibido 514 vezes

Decidimos não entrar, pois não tinha nada demais lá, somente uns cactos gigantes que dava para ver de qualquer lugar. Preferimos investir nosso dinheiro em uma cerveja e jogar conversa fora esperando os mexicanos voltarem. Compramos uma breja quente por 30 bols. Foi uma vibe maneira estar ali a mais de 4000m de altitude, com bons amigos e um lugar incrível.
IMG_9556.JPG
Isla
IMG_9556.JPG (2.64 MiB) Exibido 514 vezes

G0373486.jpg
Breja nas alturas
G0373486.jpg (3.44 MiB) Exibido 514 vezes

O tempo fechou nessa hora e perguntei a Ramiro se isso atrapalharia o por do sol. Ele me disse que talvez não daria para ver, pois o sol ficaria encoberto pelas nuvens. Fiquei na bad pois não estava cogitando isso, afinal eu não sabia quando teria aquela oportunidade de novo.

Depois fomos embora da ilha e acreditem, Ramiro foi andando e parou em um local perfeito para assistir o por do sol. Descemos do carro e o astro rei já iniciava seu adeus. Tiramos umas fotos e me distanciei um pouco do grupo e fiquei curtindo de boas aquele momento único.
G0433614.JPG
Por do sol no Salar de Uyuni
G0433614.JPG (3.7 MiB) Exibido 514 vezes

phpBB [video]

Voltamos para o carro e mais ou menos umas duas horas andando no meio do nada chegamos no alojamento. Eu estava esperando um muquifo, segundos relatos de outras pessoas. Paramos no primeiro alojamento e estava cheio, fomos para outro que para nossa surpresa era novo, com banho quente a 10 bols. Aquela tinha sido até o momento a melhor ducha do mochilão. O banheiro e o quarto eram limpos, inclusive a roupa de cama estava cheirosa.
IMG_9603.JPG
Hostel de sal
IMG_9603.JPG (1.31 MiB) Exibido 514 vezes

IMG_9606.JPG
Quarto - Hostel de sal
IMG_9606.JPG (1.29 MiB) Exibido 514 vezes

De banho tomado nos reunimos todos para o jantar. A comida veio quente e muito gostosa. Sopa de entrada, e de prato principal, frango, com legumes e papas fritas. Foi um momento de muita risada e descontração entre todos. Estávamos quebrados e fomos dormir.


GASTOS

Tour Salar - 700 bols
Desayuno - 39 bols
Ducha cafeteria - 10 bols
Gorro e meia - 30 bols
Snacks - 17 bols
Ducha alojamento - 10


Próximo Capítulo - Continuação do caminho da roça e o mal da altitude...
Editado pela última vez por victorfirmes em 13 Jul 2016, 16:29, em um total de 4 vezes.
#1202450 por Dani Muniz
13 Jul 2016, 18:54
Oi, Rômulo! Bora trocar umas figurinhas sobre a viagem? Vou com meu noivo tbm, só que no ínicio de setembro e chego e volto por Lima tbm! Podemos nos ajudar!

=D

Rômulo Cardoso escreveu:Muito bom o relato acompanhando...
Irei viajar com minha esposa em 03 de agosto, serão 27 dias por Peru, Bolívia e Chile, a unica diferença que irei começar por Lima.
Minha esposa esta muito nervosa com medo da bagagem sumir, mas Deus está no controle. ::otemo::
#1202614 por rodrigovix
14 Jul 2016, 11:18
Eu morro de rir quando leio um relato e a galera tá mencionando a "velhinha salvadora" kkkkkkk. Como essas coisas pegam, né? A mulher agora é quase uma celebridade entre os mochileiros brazucas. ::lol4::
#1202623 por victorfirmes
14 Jul 2016, 11:39
rodrigovix escreveu:Eu morro de rir quando leio um relato e a galera tá mencionando a "velhinha salvadora" kkkkkkk. Como essas coisas pegam, né? A mulher agora é quase uma celebridade entre os mochileiros brazucas. ::lol4::


Rodrigo quando eu desci em Uyuni eu só conseguia pensar nesse resgate.
Eu falei com ela da fama que tinha no Brasil. Ela foi muito simpática. Quando eu pedi para tirar uma foto, ela pediu para eu esperar que ela ia passar batom hahahaha. Graças a senhorinha o outro grupo nos encontrou também, pois ela chegou no ponto de ônibus falando o nome de um dos amigos.
#1203323 por Flávio Amorim
17 Jul 2016, 11:07
[quote="victorfirmes"]CAPÍTULO 4 (05/04/16) - A tenebrosa viagem até Uyuni e o frio polar na madrugada.

phpBB [video]

Romiro foi aproximando dessa parte e parou em um ponto totalmente cheio de água onde deu a impressão que o salar era um mar refletindo as nuvens no horizonte. Pelo o que eu entendi, são algumas variáveis que fazem com que ele reflita mais: o horário do dia, a quantidade de água, e o pouco vento. Conseguimos ver um pouco de espelhamento mas o efeito por completo não apareceu.
IMG_9356.JPG

IMG_9391.JPG

Tiramos umas fotos eu me dispersei do grupo e fiquei só admirando aquela paisagem surreal que estava na minha frente. Ramiro tinha falado para irmos descalço, eu tirei a bota para sentir a energia daquele deserto, que é o maior deserto de sal do mundo, uma sensação indescritível, só conhecendo mesmo para saber.
IMG_1052.JPG

IMG_9434.JPG

IMG_9421_2.jpg

phpBB [video]




Victor que massa cara esse video dessa parte alagada do salar ! "show de bola"

Aguardando pelos próximos capítulos ... ::hãã::

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes