Relatos de Viagens por 2 ou mais países da América do Sul


#1224248 por marcioomoraiss
12 Out 2016, 13:55
victorfirmes escreveu:
marcioomoraiss escreveu:
2) Com relação a Arica eu até fiquei com vontade de conhecer uma praia de lá chamada Caleta Vítor. O Rodrigovix até iniciou um debate aqui perguntando se alguém já foi para aquelas bandas e não teve nenhuma resposta. No caminho para Arica eu até vi uma placa que seguia para esta praia. Com relação ao mirante teve alguém aqui que já foi, mas não consigo lembrar o relato... Não achei nada demais. Tiveram duas cidades no trecho entre SPA e Arica que eu gostei, mas não sei o nome. Uma passamos a noite, a cidade era muito bonita e cheia de cassinos e letreiros luminosos, bem parecida com Vegas. A outra foi uma cidade costeira que de cima do busão tinha uma vista bacana. Enfim, só vi estas cidades entre um cochilo e outro.

Abraço

Também li o relato dele falando sobre Caleta Vitor e até pesquisei pacas para ver se conseguia mais informações, e até fazer para ser "o diferencial" kkkk, mas tá complicado.
Mas ainda tem chão.

Vlew pelas respostas e aguardando os próximos dias.
AH É Márcio, não Marcos kkkkk

#1224439 por Paulinha.Lima16
13 Out 2016, 10:47
Valeu Vitor, obrigada pela dica.
Quanto a altitude eu terei passado por Huaraz antes, então espero não ter novas surpresas.
O lance do joelho é que incomoda, principalmente descida...
quanto ao horário, que horas vocês chegam em Arequipa? Quero ver se é possível fazer algum city tour também
Abraços!
#1224442 por victorfirmes
13 Out 2016, 10:59
Paulinha.Lima16 escreveu:Valeu Vitor, obrigada pela dica.
Quanto a altitude eu terei passado por Huaraz antes, então espero não ter novas surpresas.
O lance do joelho é que incomoda, principalmente descida...
quanto ao horário, que horas vocês chegam em Arequipa? Quero ver se é possível fazer algum city tour também
Abraços!


Ahhhhh que bom q vc vai passar por Huaraz. Eu estou para te falar que foi a cidade que mais gostei. Primeiro, lá é tudo barato, tomei um baque quando cheguei em Cusco (tudo caro). E os trekkings la são muito bonitos. Você vai fazer Laguna 69? Se sim, prepara para morrer e viver em um único passeio hahahahahaha. Chegamos em Arequipa por volta das 16-17hrs.
#1224468 por Paulinha.Lima16
13 Out 2016, 12:54
::lol4:: sim laguna 69 está na lista!
Quero fazer 3 passeios para ir me adaptando, e deixar a Laguna 69 para o último dia e então seguir para Lima a noite.
Já iniciei os trabalhos de atividades fisicas, porque não estou afim de jogar a toalha ::hahaha::
Valeu novamente e desculpa atropelar antes de você escrever o relato. Talvez eu faça então o bate volta ao Canion del Colca, será corrido, mas pelo menos sobrará mais um dia para curtir Arequipa.
Bjus e obrigada pelas dicas
#1225810 por victorfirmes
18 Out 2016, 20:36
gjorup escreveu:Excelente relato. Vou em janeiro passar um mês e os relatos aqui estão me ajudando demais. Não consigo parar de ler o site do mochileiros.com...hahahahahah


Que bom que vc tá gostando. Isso vai animando de escrever mais capítulos.
Essa viagem é incrível. Pode ter certeza que você voltará outra pessoa. Vale muito a pena. ::otemo::
#1230215 por Jéssika Costa
05 Nov 2016, 13:23
Victorrr, dessa vez to aqui pra agradecer!
Minha viagem foi um sucesso graças as informações que vcs passam nos relatos,
inclusive no dia que estava com dúvida como ir de san pedro a arequipa, foi justamente o dia que você postou sobre esse trecho hahaha sincronismos...
Mais uma vez: muito obrigada e parabéns pela disposição rs
#1230448 por victorfirmes
06 Nov 2016, 14:58
Jéssika Costa escreveu:Victorrr, dessa vez to aqui pra agradecer!
Minha viagem foi um sucesso graças as informações que vcs passam nos relatos,
inclusive no dia que estava com dúvida como ir de san pedro a arequipa, foi justamente o dia que você postou sobre esse trecho hahaha sincronismos...
Mais uma vez: muito obrigada e parabéns pela disposição rs


Ahhhh Jessica, que bom que a sua viagem foi sucesso. O objetivo do relato é esse: AJUDAR. Curti saber que rolou o sincronismo com sua viagem na parte de Arequipa. ::otemo::
#1230585 por Hermannkloth
06 Nov 2016, 22:01
Fala Victor, Tudo bem?
Parabéns pelo relato

To planejando a minha viagem pro ano que vem e o que me chamo atenção no seu relato, além da qualidade é a similaridade dos nossos roteiros, principalmente por NAZCA e Huaraz!

Então vai algumas perguntas!
1: Vale a pena gasta a grana do sobrevoo de Nazca ? tenho mto curiosidade deste passeio, mas como to preocupado com grana não sei se faço. Penso em dar prioridade a outros.
2: Não sei se vc fez Laguna 69 em Huaraz, se sim, acha q se a altitude não me afetar mto, da pra fazer o trekking de boa ? esse passeio é tipo top prioridade pra mim, mas pelo relato acho que da Barbara Fabris, fiquei bem preocupado! rss
3: vi que vc não fez, mas se lembra quanto tava o passeio para observar estrelas no Atacama?

Abraços e acompanhando seu relato
#1230644 por victorfirmes
07 Nov 2016, 06:53
Hermannkloth escreveu:Fala Victor, Tudo bem?
Parabéns pelo relato

To planejando a minha viagem pro ano que vem e o que me chamo atenção no seu relato, além da qualidade é a similaridade dos nossos roteiros, principalmente por NAZCA e Huaraz!

Então vai algumas perguntas!
1: Vale a pena gasta a grana do sobrevoo de Nazca ? tenho mto curiosidade deste passeio, mas como to preocupado com grana não sei se faço. Penso em dar prioridade a outros.
2: Não sei se vc fez Laguna 69 em Huaraz, se sim, acha q se a altitude não me afetar mto, da pra fazer o trekking de boa ? esse passeio é tipo top prioridade pra mim, mas pelo relato acho que da Barbara Fabris, fiquei bem preocupado! rss
3: vi que vc não fez, mas se lembra quanto tava o passeio para observar estrelas no Atacama?

Abraços e acompanhando seu relato



Falaaaaaaa Herman tudo na paz e contigo? Obrigado pelos elogios e vamos a suas dúvidas.

1) Eu curtir demais o sobrevoo das linhas de Nazca, apesar de ter sido um pouco salgado valeu o investimento. Lembro que eu estava muito indeciso sobre o passeio, mas como Nazca fica na rota entre Arequipa e Ica e eu não sabia quando eu teria a oportunidade de estar ali de novo , resolvir investir no passeio. As linhas são muito enigmáticas e em vários momentos me perguntei porque aquilo estava ali no meio do deserto. Há uma opção um pouco mais em conta para ver duas figuras. Você pega uma táxi até uma estrada próxima ao deserto onde tem um mirante para ver os dois aeroglifos.
Tem vários documentários no YouTube sobre as linhas que podem te dar uma estigada a querer ver de perto, com destaque para o da History Channel, Natgeo e Record.


2)Eu fiz sim o trekking da laguna 69 e sem dúvidas foi o mais bonito de toda a viagem. A cidade é extremamente barata e vale muito a pena desbravar aquelas bandas de lá e sair um pouco do roteiro convencional. O segredo da altitude é a aclimatação. Reserve de um a dois dias para se acostumar e depois segui para a 69. No meu caso eu fiz uma trilha no primeiro dia para a Laguna Wilcacocha (quase morri) heheheheh, que foi importante para que eu conseguisse finalizar o da 69. Então, prepara a folha de coca, durma bem na noite anterior, beba bastante água e divirta-se.

3) Eu cheguei a pesquisar sobre este passeio mas não consigo lembrar os preços. Parece que somente poucas agências fazem e depende do tempo, se tiver com muitas nuvens não tem como. Vou pedir ajuda aos outros mochileiros. Se alguém aqui já fez esse passeio favor compartilhar as infos aqui.

Qualquer outra dúvida sinta-se a vontade em perguntar.

Grande Abraço ::otemo::
#1231379 por victorfirmes
09 Nov 2016, 09:53
CAPÍTULO 11 (12/04/16) - E ai, o condor vai aparecer ou não?

Acordamos e descemos para o café. Mais uma vez o café estava bom e pelo preço de 2 soles pedi um ovo mexido. Depois que terminamos, o guia principal apareceu e nos informou que o restante do grupo estava nos esperando no busão na praça de Yanque.

Seguimos para a praça e estava rolando uma festa local com, dança, venda de artesanatos e comidas. Chegamos e tinha uma senhora com um gavião e uma lhama e tiramos fotos. A senhora falou que o valor era o quanto pudéssemos contribuir, demos uns trocados para ela e seguimos. Nessa hora foi engraçado pois estava um frio do cão e quando eu abracei a lhama para tirar a foto ela tava quente, deu vontade de ficar por ali, mas nessa altura o busão já estava quase partindo.
IMG_0566.JPG
Suave na Ave
IMG_0566.JPG (150.04 KiB) Exibido 312 vezes

Embarcamos e fomos em direção a uma outra cidade que não consigo lembrar o nome. Paramos, tiramos mais fotos com lhama, demos umas voltas por lá e seguimos para o Mirador Cruz del Condor. O Busão parou no estacionamento onde tem banheiros e um local para comprar água. Seguimos e paramos na parte de baixo do mirante onde tem uma série de locais para contemplar o Cânion. Essa parte do passeio é bem interessante, pois o Colca Cânion é o segundo cânion mais profundo do mundo. Olhar para baixo e se perder naquela imensidão é uma experiência única.
IMG_0441.JPG
Novos amigos
IMG_0441.JPG (2.46 MiB) Exibido 312 vezes

IMG_0459.JPG
Cañon del Colca
IMG_0459.JPG (2.5 MiB) Exibido 312 vezes

Fomos em direção a Cruz e ficamos ali esperando os condores aparecerem. Foto vai, foto vem, até que o primeiro deu o ar da graça. Eu sei que depois dele foram aparecendo vários e eles ficavam voando pra lá e pra cá. Foi uma vibe muito boa, as vezes esquecemos de contemplar a natureza e ali ela aparece em escala 1:1. Nos arredores da cruz tem umas senhorinhas vendendo seus artesanatos e aproveitei para comprar um estilingue para meu sobrinho. Paguei 4 soles e fui testar se funcionava, na primeira tentativa o mesmo quebrou a madeira. Voltei e falei com ela que tinha quebrado e ela não quis trocar. Sei que com muita conversa ela me deu outro e quando chegou no Brasil na primeira tentativa quebrou no mesmo lugar. ::putz::
IMG_0465.JPG
Mirantes
IMG_0465.JPG (2.37 MiB) Exibido 312 vezes

IMG_0472.JPG
Cruz del Condor
IMG_0472.JPG (2.44 MiB) Exibido 312 vezes

IMG_0492.JPG
O voo do Condor
IMG_0492.JPG (1.37 MiB) Exibido 312 vezes

IMG_0509.JPG
Imensidão
IMG_0509.JPG (2.83 MiB) Exibido 312 vezes

IMG_0515.JPG
Agora eu acerto nele.
IMG_0515.JPG (2.15 MiB) Exibido 312 vezes

Embarcamos novamente e seguimos para um outro mirante onde é possível ter uma vista panorâmica do vale do colca. Nesse mirante também tem feirinhas e lá comprei um sorvete por 2 soles. Depois de algum tempo seguimos para Chivay onde teríamos um tempo para almoçar. Eu optei por almoçar em um outro restaurante diferente do que o grupo parou e paguei na refeição completa 18 soles.
IMG_0519.JPG
Mirante do Vale
IMG_0519.JPG (2.57 MiB) Exibido 312 vezes

IMG_0552.JPG
Vista Panorâmica
IMG_0552.JPG (2.96 MiB) Exibido 312 vezes

De barriga cheia embarcamos novamente e seguimos em direção a Arequipa. Na chegada passei na agência Cevitur e fechei com eles o sobrevoo das linhas de Nazca pela empresa Aeroparacas. No pacote estava o transfer de ida e volta da rodoviária de Nazca até o aeroporto e o sobrevoo de 30 min para ver as enigmáticas linhas de Nazca.

De volta ao Wild Rover aproveitei para tomar um banho e tentei fazer um back-up das fotos, pois todos os cartões da gopro estavam cheios. Não consegui, porque o computador da recepção era muito lento. Nessa hora começou a bater uma bad pois ali me separaria da galera. Eles ficariam mais um dia em Arequipa e eu seguiria meu rumo. Jantei e tomei umas brejas e chamei todo mundo para o bar para me despedir e registrarmos aquele momento. É impressionante como nos apegamos tão rápido as pessoas quando estamos viajando. Cada um ali do grupo teve um significado para mim e foram momentos muito divertidos que passamos.
IMG_0580.JPG
Hasta Luego Hermanos
IMG_0580.JPG (1.12 MiB) Exibido 312 vezes

Pedi um táxi e segui para o terminal de buses. Eu tinha comprado a passagem por 95 soles na viação Oltursa (https://www.oltursa.pe), semi-cama no segundo andar com vista panorâmica. Paguei a marota taxa de uso do terminal por 3 soles e embarquei. O busão era super confortável, o Wi-Fi era mais rápido que do Wild Rover e serviram um jantar muito bom. Dos deslocamentos internos no Peru, essa foi a melhor viagem. Inclusive muito melhor que a mais famosa viação Cruz del Sur.

GASTOS

Ovo frito - 2 soles
Fotos gavião e lhamas - 7 soles
Estilingue - 4 soles
Sorvete - 2 soles
Almoço - 18 soles
Sobrevoo linhas Nazca - 80 dólares
Jantar e cervas - 18 soles
Táxi até o Terminal de buses - 7 soles
Taxa terminal - 3 soles

PRÓXIMO CAPÍTULO - Conhecendo as enigmáticas linhas de nazca e o passeio radical nas dunas de Huacachina.
#1245940 por victorfirmes
06 Jan 2017, 12:57
CAPÍTULO 12 (13/04/2016) - Conhecendo as enigmáticas linhas de nazca e o passeio radical nas dunas de Huacachina.

Eu estava bem ansioso para fazer o sobrevoo das linhas de Nazca e ao mesmo tempo apreensivo, pois li diversos relatos de pessoas que passaram mal por conta das piruetas que o teco-teco fazia no ar. Cheguei em Nazca bem cedo e depois de 20 min de espera a van da Aeroparacas passou e eu embarquei em direção ao aeroporto.

Eu não costumo passar mal em voos de avião/helicóptero, mas por precaução não comi nada naquela manhã e tomei um dramin. Chegando no aeroporto ainda tinham poucas pessoas e procurei o guichê da aeroparacas. Apresentei meu voucher, deixei as mochilas dentro do guichê e fiquei aguardando.
IMG_0619.JPG
Aeroparacas
IMG_0619.JPG (1.67 MiB) Exibido 188 vezes

A moça da viação me levou num local onde estava passando um documentário da Natgeo na TV. Eu já tinha visto aquele documentário muitas vezes, então fica a dica, para não ficar boiando sobre as linhas vale a pena perder algumas horas no youtube e entender porque há tanto mistério por trás daqueles desenhos cravados no meio do deserto.
IMG_0622.JPG
Aeroporto
IMG_0622.JPG (1.58 MiB) Exibido 188 vezes

Depois de algum tempo a moça da aeroparacas me chamou e disse que os voos estavam todos cheios e se teria algum problema de me realocar em outra companhia. Eu falei que não tinha problema, caso contrário eu teria que esperar mais pessoas chegarem para montar outro voo.

Nessa hora eu acabei conhecendo duas senhoras russas que as apelidei de minhas vovós aventureiras. Pensa, duas coroas disposição fazendo o sobrevoo. Conversa vai e conversa vem, descobrir que íamos no mesmo voo.
Ah quase ia me esquecendo, para usar o aeroporto tem que pagar uma daquelas benditas taxas sem explicação e essa não era nada barata, me custou 25 soles. A moça nos chamou e o copiloto nos deu um papel com o itinerário do passeio, com as figuras e outras informações. Como só tinha eu de brasileiro o voo foi todo falado em inglês.
IMG_0653.JPG
O nosso teco teco esperando
IMG_0653.JPG (1.3 MiB) Exibido 188 vezes

Seguimos para o embarque e já avistei o teco teco. Confesso que fiquei com um pouco de medo, mas o avião parecia ser novo, de 5 lugares e o piloto falou que sobrevoaria as linhas em círculos tanto para direita quanto para esquerda, possibilitando todos os lados verem os desenhos.
IMG_0656.JPG
Vou ou não vou?
IMG_0656.JPG (1.98 MiB) Exibido 188 vezes

No avião estavam na frente, o piloto e o copiloto (guia), as duas vovós russas atrás, eu no meio e na parte de trás um casal de franceses que ficaram o voo todo discutindo por conta de fotos. Colocamos os fones e os cintos de segurança e o guia começou a testar os fones. Tudo certo iniciamos o procedimento de decolagem.
IMG_0659.JPG
Eu e as vovós
IMG_0659.JPG (1.83 MiB) Exibido 188 vezes

IMG_0662.JPG
Piloto e copiloto gente boas.
IMG_0662.JPG (1.76 MiB) Exibido 188 vezes

As linhas ficam a uns 10 min do aeroporto e quanto mais ia se aproximando eu ficava mais ansioso de ver. Aqui vai uma dica, fique olhando somente para sua janela, pois conforme eu disse o piloto faz duas voltas em cada figura. Se ficar tentando olhar pela janela dos outros poderá enjoar e chamar o raul.
IMG_0671.JPG
Voando
IMG_0671.JPG (1.77 MiB) Exibido 188 vezes

Conforme as linhas iam aparecendo o guia foi falando todas as infos e sem sacanagem dá para ver detalhadamente cada aeroglifo. Ao todo vimos 12 figuras com uma de bônus. Eu achei simplesmente sensacional e ao mesmo tempo enigmático. Fiquei me perguntando o tempo todo o porquê daquelas linhas estarem no meio do deserto? Mas até hoje não há uma explicação aceitável porquê das figuras, somente algumas teorias.
IMG_0722.JPG
Figura do Beija Flor
IMG_0722.JPG (1.61 MiB) Exibido 188 vezes

Eu continuo achando que foram os ETs, principalmente que tem uma figura do astronauta dando tchau... hahahahhaha. O voo foi de buenas e o teco teco retornou ao aeroporto. Quando eu cheguei, o aeroporto estava lotado, inclusive com alguns brasileiros. Então, se quiser fazer o voo rápido chegue cedo no aeroporto. Passei no guichê peguei meu certificado de voo e aproveitei para carimbar meu passaporte. Não esqueçam esse carimbo, pois juntamente com o de Machu Picchu são eternas lembranças de uma das experiências mais incríveis que pude vivenciar. Para quem ficou com curiosidade mostrarei o passaporte na parte do relato quando estiver saindo do Peru.
IMG_0772.JPG
Mãe to vivo...
IMG_0772.JPG (2.17 MiB) Exibido 188 vezes

IMG_0794.JPG
As vovós russas
IMG_0794.JPG (2.15 MiB) Exibido 188 vezes

Embarquei na van e segui para a rodoviária. Escolhi uma empresa mais em conta, até porque a Cruz del Sur e Oultursa os horários de busão para Ica eram muito tarde. Paguei 10 soles na viação Soyuz e comprei água e uns snacks por 3,40 soles.

O busão chegou e eu embarquei em direção a Ica. Chegando em Ica comprei o busão para o outro dia a noite para Lima, pelo preço de 30 soles pela Perubus. Novamente fiquei com preguiça de procurar os terminais das viações famosinhas.

Peguei um taxi para Huacachina e depois de muito chorar, fechei por 7 soles até o hostel Casa Arena. Chegando lá, achei um pouco caro os passeios e optei por fechar uma diária no alojamento por 15 soles e o passeio de buggy por 44 soles. O passeio de Paracas mais illas ballestas estava 90 soles.
IMG_0810.JPG
Chegando em Huacachina
IMG_0810.JPG (1.78 MiB) Exibido 188 vezes

Coloquei as mochilas no locker do quarto e parti na missão de conhecer o lugar. Esse hostel era muito maneiro. Tinha piscina, bar e ao lado uma boate que estava fechada por conta de ser fora de época. Ao fundo tem uma vista muito legal das dunas do Oasis de Huacachina.

Segui na missão almoço e parei no restaurante Mayo. Aqui foi o início do segundo perrengue do mochilão. Pedi um menu ao custo de 13 soles que vinha com sopa de entrada, macarrão com carne e salada de tomate com alface. Eu estava tomando tanto cuidado com a alimentação que até esse ponto da viagem não tinha acontecido nada de desagradável. Mas, como nem tudo são flores, esse almoço simplesmente detonou meu estômago. Eu desconfio que a salada que eu mais como no Brasil, foi responsável pelo maior piriri que já passei em uma viagem.

De barriga cheia, dei umas voltas ali pela lagoa até que encontrei uma agência chamada Mary’s Tour. O passeio para paracas e ilhas ballestas estava custando 65 soles. Fechei com eles, pois na Casa Arena estava por 90 soles.
Retornei para o hostel, dei uma curtida na piscina e fiquei aguardando o horário do passeio de buggy. O buggy que mais parecia um daqueles carros do filme Transformers chegou e embarcamos. Atrás estava eu, um israelita e Adrien (belga). Trocamos umas ideias e começou o passeio radical pelas dunas. Sem sacanagem, eu acho que minha coluna ficou grudada naquele buggy, o motorista muito comédia, descia em 90 graus aquelas dunas na velocidade da luz.
IMG_0826.JPG
Buggy Transformers
IMG_0826.JPG (2.16 MiB) Exibido 188 vezes

IMG_0837.JPG
Dunas de Ica
IMG_0837.JPG (1.48 MiB) Exibido 188 vezes

IMG_0842.JPG
Dunas Ica
IMG_0842.JPG (1.46 MiB) Exibido 188 vezes

Depois de infinitas piruetas e muita areia na cara, ele parou e disse que ali começaria o sandboard. A primeira duna ele nos ensinou como descer deitado, pois quem nunca tinha feito é muito difícil descer em pé.
Ali foi só alegria, descemos umas 3 dunas, duas vezes cada uma e seguimos para ver o por-do-sol. Esse guia tinha a técnica de tirar as melhores fotos. De foto em foto o sol se pôs e seguimos para um lugar clássico para tirar as famosas fotos do Oasis. Na boa é de cair o queixo aquela paisagem.
IMG_0853.JPG
Por do sol
IMG_0853.JPG (1.42 MiB) Exibido 188 vezes

IMG_0856.JPG
Por do sol
IMG_0856.JPG (1.44 MiB) Exibido 188 vezes

IMG_0859.JPG
Por do sol
IMG_0859.JPG (1.42 MiB) Exibido 188 vezes

IMG_0901.JPG
Oasis
IMG_0901.JPG (887.87 KiB) Exibido 188 vezes

Voltamos para o hostel, combinei com Adrien de jantarmos e fui tomar banho. Nessa hora comecei a me sentir estranho, algo não estava bem com meu estômago. Fomos no Mayo e por 17 soles pedimos o menu. Na volta comprei duas camisas por 30 soles, água e batata por 13 soles e frutas no mercado por 12 soles. Comprei esse monte de coisa visando o passeio da ilhas ballestras.

Fui dormir e foi uma noite tensa. Muita diarreia, dor de cabeça, enjoo e para piorar na madrugada o israelita maconheiro começou a tossir no quarto e não parou nunca mais. Não consegui descansar nada e o passeio sairia cedinho.




Próximo Capítulo - Paracas, onde o deserto se encontra com o oceano pacífico!


Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 19 visitantes