Guias e troca de informações sobre destinos no Sudeste Asiático: Tailândia, Vietnã, Timor-Leste, Singapura, Mianmar, Malásia, Laos, Indonésia, Filipinas, Brunei e Camboja
#818393 por Quelarinha
14 Mar 2013, 17:59
Boas mochileiros,
estou a planear outra viagem para o sudeste asiático e desta vez terei de ir à Birmânia. Já andei a pesquisar bastante, mas mantém-se algumas duvidas. Se alguém foi lá nos ultimos tempos agradecia alguns esclarecimentos.

1 - Quero ficar em pousadas familiares e não em hoteis. Já andei a ver e não é facil de arranjar. Também quero fazer a travessia terrestre de Yangon a Mandalay passando por alguns locais, Bago, Inle lake e Bagan. Alguém tem dicas ou é melhor requisitar um agente, que pelo que vi quase toda a gente faz isso? Há muito pouca informação sobre alojamento e transportes, principalmente alojamentos familiares. É fácil chegar a um local e arranjar dormida, ou convém levar tudo reservado?

2 - Ainda não existem caixas ATM? Ainda é necessário levar dinheiro? Neste caso, convém dolares americanos ou moeda birmanesa?

3 - Internet - já vi que existe, mas muito limitada. Alguém sabe se o gmail está bloqueado no país?

4 - Rede de telemovel - já existe serviço de roaming?

Agradeço quem me conseguir esclarecer as duvidas


#818469 por heka
14 Mar 2013, 22:25
Não sei se te ajuda, eu fui em 2007 pra lá, há algum tempo.
1- eu fiquei em pousadas, não em hoteis. Não foi dificil achar, mas é sempre bom pesquisar antes pra saber onde estão, porque ainda são poucos. O transporte na epoca era muito ruim. Trem quebrado, onibus rudimentares. Era mais facil viajar de avião e barato. Não sei como está agora.
2- leve dólar. Se tiver ATM tente ver pelo site do Visa, que tem localizador de ATM no mundo inteiro.
3-Na epoca todos os e-mails : gmail, yahoo, hotmail, etc eram bloqueados.
4-não sei dizer.
#818564 por Quelarinha
15 Mar 2013, 09:10
Ola heka,
quanto ao custo dos transportes, já andei a ver alguns percursos maiores entre trem e avião e a diferença ainda é grande. Por exemplo, de comboio em cabine com cama fica a 26 euros e o avião a 100. Mas realmente eu quero fazer terrestre, adoro andar em comboios podres no meio do nada sem mais nenhum estrangeiro lá. Enfim, são gostos.
Vou ver o site da Visa, talvez já lá tenha alguma coisa.

muito obrigada pela ajuda
#818605 por pflynn
15 Mar 2013, 11:37
Olha, eu estive lá no ano retrasado (outubro/novembro 2011). Minha dica: leve a última edição do guia Lonely Planet do Myamnar que ele vai te ajudar com praticamente tudo. Transporte, hospedagem, alimentação, passeios, etc, etc. Tudo o que fiz por lá eu usei o Lonely Planet. Acomodação boa e barata não era problema por lá. Transporte: sempre ônibus. Avião, apenas para entrar e sair do país. Os ônibus de Yangon para Mandalay são muito bons, com direito a ar condicionado, TV passando todo tipo de programa nacional durante a viagem e até garrafinha de água inclusa. O único detalhe é que a viagem demora um pouco: cerca de 10 horas (e antes da construção da via expressa Yangon-Mandalay, chegava a durar 14 horas). Aproveite esse detalhe para viajar durante a noite. Saia de Yangon por volta das 17:00, 18:00 horas e chegue em Mandalay por volta das 5 da manhã. Em Mandalay você faz várias viagens do tipo "one day trip" para várias cidades/locais próximos (Amrapura, Mingun, Saigang, etc). De Mandalay você pode ir pra Bagan de ônibus (não tão bom quanto Yangon/Mandalay, mas usável). De Bagan, ônibus para Inle ou, se gostar muito de andar, pode fazer como eu fiz e ir de Ônibus de Bagan para Kalaw e de lá, contratar um guia que vai te levar a pé até Inle numa caminhada de três dias, onde você vai dormir em mosteiros e em casas de famílias locais. De Inle, você pode ir para Bago e de lá, antes de voltar para Yangon, tentar passar um dia no campo base onde fica a Golden Rock ( Kyaiktiyo). Posso te passar todos os detalhes e dicas da viagem se você quiser. Acho que daria pra escrever um livro :) O que eu posso te garantir agora é que você não vai se arrepender. Certamente será uma das melhores viagens da sua vida. E em tempo: aproveite o quanto antes. Myanmar está mudando muito, desde o ano passado, quando cairam várias sanções importantes entre EUA e Europa que afetavam o país. Até a Coca-Cola voltou a ser vendida lá no ano passado, 60 anos depois de ter deixado o país. E sim, hoje já tem ATMs em Yangon, mas ainda é algo muito novo e, por enquanto, vale a regra: leve dólares em notas perfeitas, sem manchas e nem dobras ou nenhum tipo de marca e cuide muito bem das notas.
#818636 por Quelarinha
15 Mar 2013, 13:06
muito obrigada pela ajuda, foi bastante esclarecedora especialmente nos transportes. O que irei fazer é o seguinte: entrar por yangon, depois bago, a seguir inle, depois bagan e sair por mandalay. Infelizmente não terei tempo de fazer one day trip em locais perto de mandalay, apesar de já ter visto alguns locais fantásticos.
Já nadei a ver bus e comboios, mas as reviews sobre bus eram tão más que coloquei essa hipótese de lado.

pflynn escreveu: Posso te passar todos os detalhes e dicas da viagem se você quiser. Acho que daria pra escrever um livro :) O que eu posso te garantir agora é que você não vai se arrepender.


Então, se não te importares, agradecia mais detalhes, especialmente locais de alojamento e a rota que faz esse autocarro com ar condicionado. por exemplo, se passa em algum dos locais que quero visitar.

E tens razão.... não me vou arrepender. Estou ansiosa por aterrar naquele país ;)
#818656 por pflynn
15 Mar 2013, 13:48
Uma dica muito boa sobre como arranjar acomodação e transporte, além do Lonely Planet: peça recomendações de acomodação e transporte nos próprios lugares em que estiver hospedada. Leia-se: nos albergues. Em cada albergue que se hospedar, peça sugestões sobre como chegar e onde se hospedar no próximo destino. Todos os funcionários de albergues conhecem outros albergues em outras cidades, geralmente nas próximas, e sabem como chegar onde você quiser. Eles podem arranjar tudo. E o melhor: não costumam cobrar nada por isso. Funcionários de albergues costumam ser amigos de funcionários de outros albergues e tudo funciona na recomendação, o que é bom pra eles. Por exemplo, em Yangon eu fiquei hospedado no Mother Land Inn 2. Com certeza você deve ter lido ou ouvido falar sobre ele. Simplesmente o melhor albergue e ponto de encontro de mochileiros de Yangon, e o que é melhor: eles aceitam reservas pela internet - http://www.myanmarmotherlandinn.com/ . Não é muito barato - quando me hospedei lá, paguei 12 USD por um quarto privado com banheiro, café da manhã incluso (pequeno almoço pra vocês, portugueses), e hoje os preços dobraram, mas vale cada centavo (pra você ter idéia, em kalaw eu paguei 5 USD por um quarto privado com banheiro e café da manhã incluso). No Mother Land Inn 2 eles me recomendaram o albergue em Mandalay (fiquei no E.T Guesthouse). Não apenas recomendaram, como telefonaram pra lá e informaram que eu estava indo, ou seja, reservaram, e também compraram o bilhete do ônibus, que me entregaram em mãos. Quando cheguei em Mandalay, um funcionário do E.T Guesthouse me abordou pelo nome em sua moto logo que desci do ônibus e me levou pra lá. Nem precisei pagar por um moto-taxi separadamente. E fiz o mesmo no E.T Guesthouse, onde me indicaram acomodação em Bagan e também o ônibus. E assim praticamente por toda a viagem. O único lugar mais complicado de chegar por conta própria no meu caso foi a Golden Rock. Mas pra chegar lá contei com o Lonely Planet e com um casal de mochileiros ingleses que conheci no ônibus que ia de Inle para Bago, que sabiam tanto como eu sobre como chegar lá, ou seja: nada. Mas pedindo informações chegamos lá. E basicamente é isso. Tenha seu guia em mãos, e não tenha receio de perguntar para as pessoas, tanto nas ruas quanto nos albergues, sobre como chegar em algum lugar.
#818664 por Quelarinha
15 Mar 2013, 14:05
bem, mas que grande ajuda. Já estive a ver o site do albergue e gostei, vai ser mesmo lá onde ficarei em yangon. Depois de ler todas as tuas recomendações, acho que vou mesmo à eventura e reservar apenas albergue para uma noite, pelo que vi é fácil desenrascar transporte e alojamento nos locais onde se vai passando.
Quanto a Golden Rock, infelizmente não tenho um dia para lá ir. Passarei pouco mais de uma semana em Myanmar e queria ver com calma inle e bagan. Isto com o tempo que passarei em deslocações não sobra para ver a Golden Rock.
Quanto a perguntar a pessoas, sempre faço isso. São os locais que melhor sabem aconselhar como desenrascar num país.
Vou ver se encontro então alguma coisa sobre o E.T guesthouse.

Muito muito obrigada pela ajuda preciosa :)
#818715 por pflynn
15 Mar 2013, 16:55
Quelarinha escreveu:bem, mas que grande ajuda. Já estive a ver o site do albergue e gostei, vai ser mesmo lá onde ficarei em yangon. Depois de ler todas as tuas recomendações, acho que vou mesmo à eventura e reservar apenas albergue para uma noite, pelo que vi é fácil desenrascar transporte e alojamento nos locais onde se vai passando.


Um conselho: reserve a primeira, mas também, a última noite, já que provavelmente você vai sair do país via Yangon. Então aproveite e reserve também sua última noite, principalmente se você for se hospedar no Mother Land Inn 2, que é meio concorrido.
#818811 por Quelarinha
15 Mar 2013, 21:14
Tenho de reservar já em yangon porque é exigida a reserva de hotel para conseguir o visto. Depois disso não vou reservar mais nada antecipadamente porque vou sair do país por Mandalay. Penso que não haverá problema entrar em yangon e sair por mandalay
#818832 por heka
15 Mar 2013, 22:24
Quelarinha escreveu:Ola heka,
quanto ao custo dos transportes, já andei a ver alguns percursos maiores entre trem e avião e a diferença ainda é grande. Por exemplo, de comboio em cabine com cama fica a 26 euros e o avião a 100. Mas realmente eu quero fazer terrestre, adoro andar em comboios podres no meio do nada sem mais nenhum estrangeiro lá. Enfim, são gostos.
Vou ver o site da Visa, talvez já lá tenha alguma coisa.

muito obrigada pela ajuda


Os preços do transporte aumentaram! :o Na epoca o trem eu pagaria 10 dolares, mas estava quebrado e não tinha previsão de funcionamento. Já o avião eu paguei 31 dolares, ou seja pelo tempo e facilidade compensava o avião.
Mas pelo visto os onibus melhoraram, o que ajuda. Tambem recomendo o Mother Land, na epoca paguei menos de 10 dolares a diaria.
Em Mandalay me hospedei no Royal City hotel, que eu recomendo bastante.
Em Bagan me hospedei no May ka Lar Guest house, que fica em Niyung U, onde a maioria dos mochileiros fica.
#818893 por Quelarinha
16 Mar 2013, 11:25
Pois, já estive a comparar os preços com anos anteriores e os transportes e alojamento ficaram bastante mais caros.
Vou ver se encontro informação sobre esses alojamentos.

Só mais uma questão: Em Inle e Bagan é aconselhável fazer em tour ou dá para fazer sozinho? No caso de ser em tour, arranjam-se facilmente quando se chega?
#818997 por heka
16 Mar 2013, 18:21
Não fui pra Inle, mas em Bagan dá pra se fazer de bike. Eu na epoca pedi na guesthouse pra me arranjar um tour, e fiz percorrendo com uma charrete com cavalo e um senhor, que não falava ingles. Ele só me levava aos lugares.
#819020 por Quelarinha
16 Mar 2013, 19:31
muito obrigada heka pelas informações
#870132 por heka
13 Ago 2013, 22:08
Dá pra fazer em 10 dias tranquilo. Mas se vc gosta de uma viagem mais lenta entoa 2 semanas. Fuja da epoca das monçoes, só chove e lá atrapalha bastante as andanças, principalmente bagan.

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes