Relatos de Viagens nos países do Subcontinente Indiano: Índia, Bangladesh, Maldivas e Sri Lanka
#1125568 por aletchos
25 Set 2015, 17:12
Pessoal, vou replicar aqui um relato que fiz no meu blog e que pode ser útil para a galera do fórum também.

O link para o post original com outras fotos de Varanasi, as fotos da minha viagem e outros posts da Índia é http://getoutside.com.br/o-que-fazer-em-varanasi/.

Varanasi foi minha última cidade na Índia e ela veio com tudo para me derrubar. Aqui o caos, os cheiros, as cores, as vacas e o choque parecem ser potencializados. Você deve estar preparado mentalmente para conhecer a Índia, o que eu chamo de India Mode, mas aqui realmente você será testado.

Antes das minhas dicas do que fazer, algumas informações importantes:

Como chegar: Varanasi possui aeroporto próprio, assim como estação de trem. As duas opções são as mais utilizadas. Eu fiz um post sobre como comprar passagens de trem na Índia, e recomendo que você dê uma lida caso queria ir de trem para Varanasi.

O aeroporto de Varanasi fica bem afastado da cidade e o taxi para o centro da cidade custa em torno de 500 rúpias. Ainda dentro do aeroporto existe uma cabine onde você faz o pagamento antecipado do taxi, assim não precisa barganhar preços com motoristas. Eu cheguei em Varanasi de avião, vindo de Kathmandu, no Nepal.

Onde ficar: Quanto mais próximos das Ghats, melhor. As Ghats são as escadarias às margens do Rio Ganges, onde praticamente tudo acontece em Varanasi. A principal e mais agitada Ghat é a Dashashwamedh Ghat, mas muitos turistas preferem ficar em ghats menos movimentadas.

Eu fiquei hospedado no hostel Zostel, que é uma rede de hostels bem conhecida na Índia. Muitos mochileiros usam o Zostel, eu inclusive me hospedei no Zostel em Delhi também. A localização não é a melhor, mas o ambiente compensa. Relativamente limpo, com muitos estrangeiros e áreas de convívio muito legais. Você também pode marcar passeios por eles, pedir comida, lavar roupa e demais facilidades que um hostel normalmente oferece.

Enfim, vamos à lista do que fazer em Varanasi.

Faça um passeio de barco no Ganges no nascer do sol

Esse é um passeio bem tradicional e você não deve perder. Antes do sol nascer, centenas de pessoas se aglomeram nas Ghats de Varanasi para iniciar seu dia em contato com o Rio Ganges. No meio daquele caos e naquela água sagrada e imunda, pessoas tomam banho, rezam, mergulham, nadam, fazem rituais, cremam corpos e lançam cadáveres, soltam oferendas, escovam os dentes, lavam roupas e, dali, partem para mais um dia qualquer.

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Seu hotel ou hostel certamente terá indicações sobre como fazer esse passeio. Chegue antes do sol nascer na Dashashwamedh Ghat, a principal Ghat de Varanasi. De lá partem inúmeros barcos, primeiro rio acima e, depois, retornando ao mesmo ponto de partida.

A luz do nascer do sol é incrível e você terá uma perspectiva incrível e privilegiada de tudo o que acontece naquelas águas logo cedo.

phpBB [video]


Caminhe pelas Ghats de Varanasi

As Ghats são onde praticamente tudo acontece em Varanasi. Escadarias construídas à beira do rio Ganges onde a população se conecta com o rio sagrado. Varanasi tem 87 ghats e é lá que acontecem as cerimônias religiosas, inclusive as famosas cremações.

Você pode caminhar entre as ghats, segundo a margem do rio e ver tudo o que acontece por lá. Pessoas meditando, pescando, tomando banho no rio imundo, crianças jogando cricket, turistas, macacos e vacas. Caminhar entre as ghats é um jeito legal de conhecer Varanasi.

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Comece pela Dashashwamedh Ghat, a principal ghat de Varanasi. Virado para o rio, caminhe para a sua esquerda, onde você chegará na Manikarnika Ghat, que é a ghat onde ocorrem a maioria das cremações à beira do Ganges. Depois, volte em direção à Dashashwamedh Ghat e caminhe até onde você puder. No final, pegue um tuk-tuk para retornar ao seu destino.

Assista à cerimônia Ganges Aarti

Diariamente, ao anoitecer, uma cerimônia é realizada na Dashashwamedh Ghat. Turistas e locais se aglomeram nas escadarias para assistir o ritual, que é dedicado a Shiva, ao rio Ganges, Surya (deus do sol), Agni (deus do fogo) e para todo o universo.

Imagem
Imagem
Imagem

Chegue cedo, pois a ghat fica cheia. O ritual é uma dança, que inclui música e o uso de candelabros com velas que são acesas pelas pessoas que estão nas ghats.

Caminhe e se perca pelas ruas e becos de Varanasi

Varanasi é um grande caos, em todos os lugares e a toda hora. Passei por outras cidades da Índia, mas nenhuma chegou perto de Varanasi no quesito caos.

Esse caos é, para muitas pessoas, uma das principais atrações da Índia. Eu sempre digo que você tem que estar preparado mentalmente para encarar a Índia para não estragar sua viagem com as incomodações que encontrará. Dito isso, caminhe bastante por Varanasi e faça parte desse caos.

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Em todas as minhas viagens eu sempre prefiro caminhar pelas cidades, já que são nessas horas que você vivenciará o dia a dia do lugar que está visitando e terá oportunidades de conhecer genuinamente aquela cidade.

Assista às cerimônias de cremação

Para os hindus, a cremação é um rito de passagem e Varanasi, por ser uma cidade sagrada, é considerada um dos locais mais importantes para esse ritual.

A Manikarnika ghat é a principal ghat para as cremações. Ao chegar lá, é possível que supostos guias irão querer levar você para um lugar para ver melhor as cerimônias. Não aceite.

Você pode chegar bem perto das pilhas de cremação e assistir todo o ritual, a chegada do corpo, os últimos ritos e o fogo ser aceso. As cenas são meio chocantes para a nossa cultura, não apenas pela cremação ao ar livre, mas também por tudo que cerca o lugar.

Dezenas de pessoas se aglomeram nas pilhas de cinzas para tentar encontrar restos de ouro ou outro material de valor, enquanto água do rio é bombeada para ajudar nesse processo.

Fotografar as cremações é proibido e você será interpelado pelas pessoas caso fotografe as cerimônias.

Para ver todos os posts da minha viagem para a Índia, clique aqui: http://getoutside.com.br/asia-2/india/.


#1137429 por mcm
12 Nov 2015, 14:19
Alessandro, parabéns pelas belas fotos e pelo relato curto, mas preciso. Felizmente fiz tudo o que vc recomendou, eheheh. Fiquei no Assi Ghat qdo fui, então necessariamente tinha de andar todos os dias pelos Ghats. É das lembranças mais bacanas que tenho de Varanasi -- mas a melhor mesmo era o passeio de barco antes do sol nascer.

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante