Guias e troca de informações sobre destinos do estado de Minas Gerais
#345287 por Augusto
31 Jan 2009, 03:48

Este é um tópico-guia sobre o Parque Nacional da Serra do Caparaó. Ele contêm informações e dicas postadas por usuários aqui no Fórum e de outras fontes.
Se divide em história, atrações principais, hospedagem, trilhas e curiosidades sobre o Parque, .
Também dispõe de mapas, fotos e vídeos que ilustram o guia e será atualizado sempre que possível.

Quer tirar dúvidas sobre o Parque?
Faça perguntas ou deixe suas dicas no tópico: PN da Serra do Caparaó - Perguntas e Respostas

Quer escrever um relato de uma trip pelo parque?
Crie um nesse Fórum: Clique aqui

Veja aqui os relatos de caminhadas na ilha postados no Fórum
Del Pico da Bandeira a Itaunas/ES Autora: perlamundo
Pico da Bandeira - PN da Serra do Caparaó/MG-ES Autor: Rogerio Felix
Diário de Bordo - Pico da Bandeira / Espírito Santo Autor: fabioaraujo50
Trip Pico da Bandeira - PN Serra do Caparaó/MG-ES Autor: holococos
Caparaó - Pico da Bandeira - ES Autor: FHaddad
05/07/2009 - Expedição Mochileiros ao P. N. do Caparaó Autor: kaabah

#350775 por Augusto
24 Fev 2009, 16:52
A região que onde se encontra o Parque Nacional foi ocupada, em tempos remotos, por diferentes grupos indígenas. Encontravam-se aí Botocudos, Poris (ou Puris), numerosas tribos Tapuias e, posteriormente, os Tupis.

Genericamente, a região abrigava grupos de caçadores-coletores que com sua resistência à colonização dos portugueses impediram, por certo tempo, a destruição da mata atlântica em várias regiões, sendo alvo de perseguição oficial e legalizada.

A colheita de café ocorre na região desde o século XVIII quando, com o fim da mineração nas Minas Gerais, o produto substituiu o ouro no processo de povoamento mineiro. A região da zona da mata mineira, que incluía cidades como Carangola e Manhuaçu próximas ao Parque, tornou-se cafeicultora, atraindo a partir do final do século XIX imigrantes italianos, espanhóis e portugueses. Porém, com o tempo, a terra foi sendo esgotada, a mão-de-obra foi escasseando, o café foi perdendo valor econômico e regiões mais férteis foram abertas ao seu cultivo.

Com isso, a pecuária de leite sucedeu o café como atividade econômica predominante na região, até à volta do café em anos mais recentes, o qual predomina na época atual.
Por volta de 1859, D. Pedro II determinou que fosse colocada uma bandeira do Império no pico mais alto da Serra do Caparaó. Acredita-se que a denominação Pico da Bandeira (2891,9m) se deva a esse fato.

Duas razões estão na base da proteção da área do Parque. A primeira foi a existência de maciços de grande altitude e, dentre estes, especialmente o Pico da Bandeira, cuja altitude foi determinada por volta de 1911. Igualmente, ou até mesmo mais importante, a criação decorreu da importância ecológica da área que concentrava em pequeno espaço variadas e distintas formações vegetais. Esses fatores foram a origem da primeira referência à proteção legal da área que ocorreu em 1922, após a visita ao local de uma missão de pesquisadores brasileiros e estrangeiros.

Contudo, o primeiro dispositivo legal de proteção na região do PARNA do Caparaó tardou a existir.
Apenas em 20 de setembro de 1948, um Decreto Lei Estadual que criava a Reserva Florestal do Pico da Bandeira, foi estabelecido, até que, em 24 de Maio de 1961, o presidente Jânio Quadros criaria o Parque Nacional do Caparaó.
O parque está localizado na divisa do Espírito Santo com Minas Gerais e ocupa sete cidades do lado capixaba e quatro do lado mineiro e cerca de 80% do parque está no estado do Espírito Santo.

A região do Caparaó e, nesse caso, as próprias terras do Parque Nacional, está ligada também a história mais recente do país, mais especificamente àquela das guerrilhas oposicionistas ao governo militar, conhecida como Guerrilha do Caparaó. Por volta de 1966, um grupo reuniu-se no alto da serra do Caparaó com o objetivo de derrubar o governo militar, mas em 1967, as forças armadas montaram um esquema tático para capturar ex-militares que faziam parte do grupo revolucionário e que estavam refugiados no Parque Nacional.

Até meados de 1985, existia no Pico da Bandeira uma casa de madeira, onde eram guardados os materiais para manutenção da repetidora de TV. Quando foi desativada a repetidora, a casa passou a ser usada como abrigo pelos turistas visitantes do Parque. Com o passar do tempo os turistas acabaram por destruí-la totalmente, retirando paulatinamente sua madeira para queimar em fogueiras, na intenção de se aquecerem do frio no local.
#358632 por Augusto
02 Abr 2009, 01:14
Parque Nacional
Ingresso/pessoa: R$3,00
Camping - pernoite/pessoa: R$6,00
Abrigo no Terreirão: R$ 10,00/pessoa (max 8 a 12 pessoas).

Mais informações no site oficial do parque:
http://www.icmbio.gov.br/parna_caparao/


Atrações

Cachoeira Bonita
bonita
Localizada no Rio José Pedro a uma altitude de 1.750m, encontra-se nas proximidades do acampamento da Tronqueira e a cerca 5km da Portaria de Alto Caparaó (S 20o 24’24.6”, WO 41o 50’13.4”). Este rio constitui o marco divisório entre os estados de Minas Gerais e do Espírito Santo. O acesso é realizado primeiramente por estrada e, posteriormente, por trilha que parte desta, sendo viável durante todo o ano. O atrativo é formado por cachoeira com cerca 80m de queda, subdividida em dois degraus principais.


Vale Encantado
vale
Vale formado pelo Rio José Pedro, a montante da Cachoeira Bonita, estando localizado a cerca 500m do acampamento da Tronqueira, em bifurcação da trilha que leva ao Pico da Bandeira (S20o24’38,8”; WO41o40’04.1”). Encontra-se a cerca de 7km da Portaria de Alto Caparaó, sendo acessado primeiramente por estrada transponível durante todo o ano e, posteriormente por trilha. O vale é formado por diversas corredeiras, cachoeiras e piscinas naturais e pode ser atingido facilmente por trilha com cerca de 400m, ou 10 a 15 minutos de caminhada. A vegetação do entorno é formada por campos de altitude com ocorrência de arbustos e, nos afloramentos rochosos, campos rupestres.


Vale Verde
verde
Localizada no Rio Caparaó, na proximidade da administração do Parque e a cerca de 800m da Portaria de Alto Caparaó. O acesso ao local é possível, inclusive para automóveis de passeio, em qualquer época do ano. Consiste em série de cachoeiras e poços naturais ao longo do Rio Caparaó, envolvidos por mata ciliar. O entorno é formado por vegetação secundária de Mata Atlântica com dossel a cerca de 15-20m de altura, em estado médio de regeneração. Situa-se em região de baixa altitude, inferior aos mil metros, quando comparado às outras porções do Parque.


Pico da Bandeira
bandeira
Ponto culminante da região, com 2.892m de altitude. É o terceiro ponto mais alto do País. No pico existe uma cruz de cimento e uma imagem do Cristo Redentor. Ainda está no local uma torre que em outros tempos foi suporte para uma repetidora de sinais. Do local se pode ter agradáveis vistas, inclusive de cidades, tanto da Serra do Caparaó como por exemplo: Pico do Cristal, Pedra Menina, pico do Calçado, etc. O cume é constituído por rochas e abaixo delas encontramos vegetação típica de campo rupestre. O Pico da Bandeira é o principal atrativo de recreação do Parque, freqüentado especialmente nos meses de inverno por grande número de pessoas.



Camping no interior do Parque Nacional
Tronqueira:
tronqueira
Localizada a cerca 6km da Portaria de Alto Caparaó, a área é alcançada por estrada de terra transitável durante o ano para automóveis e/ou veiculos tracionados de aluguel, (S 20o24’35.4”, WO 41o50’16.9”). Consiste em área de acampamento com cerca 1000m2, a qual conta com facilidades como sanitários, chuveiros, lava-pratos, tanques, lixeiras, mesas e bancos. Há também um mirante no local, do qual pode-se avistar as cidades de Alto Caparaó e Manhumirim, além de outras cidades próximas.


Terreirão
terreirão
Localizada no último platô anterior ao Pico da Bandeira, o acesso é feito somente a pé ou em lombo de animais de carga, distando cerca de 10,5km da Portaria do Parque em Alto Caparaó e 4,5km do acampamento da Tronqueira. Consiste em grande área de acampamento que conta com facilidades como banheiros, lava-pratos, tanques e lixeiras, além de abrigo de pedra, outro abrigo de alvenaria e casa de guarda.


Casa Queimada
quemida
Localiza-se na porção do Espírito Santo do Parque, a cerca de 8km da Portaria Pedra Menina (S20o27’28,7”, WO41o48’31.6”). O acesso é feito por estrada de terra de difícil transposição para veículos de passeio durante todo o ano. Consiste em área de acampamento localizada em platô com vegetação predominante de campos rupestres. No local há vestígios de antigo abrigo de pedra, além de contar com facilidades e casa de guarda recentemente construída.


Macieira
macoie
Região que pode ser atingida a partir da entrada de Pedra Menina (ES), estando próxima às margens do Rio São Domingos (S20o28’51.9”, WO41o49”45.1”). O local é bastante plano, a média altitude e abrigado do vento, onde há vestígios de uma pequena construção de madeira, queimada no incêndio que ocorreu no Parque em 1994.

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes