Pedra Grande - Atibaia - SP

Relatos de Viagens de Carro pelo Brasil, América do Sul, Estados Unidos, Europa e outros destinos do mundo.


Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor jesieltrevisan » 13 Dez 2008, 23:26

Olá galera,

Domingo passado, dia 06/12/2008 resolvi "escalar" com o meu carro a Pedra Grande - Atibaia.
Quem passar pela rodovia Dom Pedro (SP-65) em direção a capital, passando Atibaia, já pode observar um morro bem grande a sua direita, trata-se de Pedra Grande, uma formação rochosa de 1400m de altura.

Localização
Latidude : 23°10'7.55"S
Longitude: 46°31'40.56"O

Para chegar até o topo é necessário pegar uma estrada de terra de cerca de 11km.
Quem vem da rodovia Dom Pedro, sentido capital, deve entrar no trevo de Bom Jesus dos Perdões x Rodovia Jan Antonin Bata (SP-36).
Fazer meio balão e pegar a direita, terá uma placa indicando "Pedra Grande".
Seguir pela marginal paralela com a pista, porém em sentido inverso, entrar na terceira curva a esquerda, pronto, agora é só ir reto até avistar a placa que indica para virar a direita, para a pedra grande...isso lá na frente...

Mais ou menos 1/3 dos 11 km de pista de terra é tranquilo, sem grandes buracos, o carro pula pouco, easy.
ou outros 2/3 é alternado entre moderado à hard, isso para carro normal, para picapes 4x4 acho que o grau de dificulade fica no moderado-leve.

Perguntam para mim: "Mas com o meu carro da para ir?"
Bom, o que eu posso dizer é que... com um corsa 1.0 eu subi... gente com chevete, monza, palio, fox, gol, stilo, golf subiram tambem. Vi também uma perua velha e uma brasília subirem, ou seja, da para subir.
Tinha até uns zés de moto CG Titan lá.
Mas tenha certeza que você irá judiar muito do seu carro, o ideal é subir com um veiculo com suspenção alta e 4x4.

Existem diversas subidas que é necessário colocar primeira marcha para subir.
Muitas delas, existem grandes buracos no chão, então é necessário andar com muita atenção e ir bem devagar para não destruir o carro.

Para quem tem carro 1.0 como eu, se avistar uma subida e observar que pode subir com velocidade, pois não possui buracos... amigo, não hesite em dar uma esticada nas marchas para ganhar velocidade, isso para não correr o risco de para no meio da subida :-)

Existe um trecho, já na parte final, onde você irá avistar uma pedra grande e nela vai estar pintado "Água"... se trata de uma fonte natual de água doce, onde pode-se refrescar e matar a seco. Bom, logo após esta pedra, fica na minha opnião as 2 subidas mais hard do trajeto.

Ao ver a pedra, você irá fazer uma curva em "S", bom ...seguindo a esquerda...ok, nada d+... ae próxima a direita, agora o bixo pega... da curva saindo a direita e voltando a esquerda, é super fechada e o nível de inclinação muda, sobe muito... eu não estava preparado e ....Bum !!! Meu carro morreu no meio da subida... como nesta parte, existia muitas pedrinhas no chão.... Game Over... não tinha como fazer o carro subir ( Corsa 1.0 ) .

Tentei várias vezes sair em primeira, controlando o RPM... não tinha jeito, meu pobre carro 1.0 arriou as pernas diante de tamanha inclinação desta subida...
Tem que prestar muita atenção, pois como eu, depois de várias tentativas, o carro vai deslisando para trás... por causa das pedras no chão, ou seja, se existir carro atrás... BUM!!! para fazer merd* é muito fácil.

Solução: tive que, com muito esforço pois a pista é estreira, virar o carro e descer... eu ia desistir... mas... peralá.. ja tinha rodado muito ... me revoltei e disse para mim mesmo "agora vai"... hehehe.
Fui até a tal pedra ecrito "Água", engatei primeira... e pisei fundo.
Subi em primeira com o rpm no máximo umas 3 curvas fechadas, o motor estava chorando já, passei em uns buracos ( que quem tem 4x4 concerteza passaria devagar ) voando, pois se caisse a potencia do carro... eu tava ferrado denovo, o carro pulou várias vezes a ponto de eu dar com a cabeça no teto.

Mas enfim, passado esta parte very hard, cheguei no topo da tal Pedra Grande.
A vista é de tirar o fôlego, você consegue ver até onde sua vista enxergar.
Existe um pedaço "plano" da pedra, onde pode-se deixar o carro, a Pedra Grande em si, é um montuado de pedras em cima do morro, não tem como ir de carro até lá, será necessário fazer um mini trekking.
Da parte "plana" até o topo é facil de chegar, existe diversar trilhas.
Como toda trilha, deve-se prestar muita atenção onde e como se pisa, para evitar torções.

Como o lugar fica a 1400 metros de altitura, venta muito lá em cima, sendo então, muito friu principalmente depois das 17:00 horas, portanto... leve uma brusa de friu, óculos escuros são importantes também. Para quem for de tarde, recomendo usar protetor fator 30, pois lá não tem como se esconder do Sol, portanto, tome cuidado.

Muita gente vai assistir o Pôr-do-sol de lá, pois é uma vista incrível.
Esperei por ele, mas... não achei um pôr-do-sol muito bonito... não tinha nada d+... eu acho que sou pé friu, pois sempre que passo pela rodovia Bandeirantes ( Trampo em sampa mas moro em campinas... viajo todos os dias... LOL ) vejo sempre um pôr-do-sol lindo... mas neste dia, em cima da Pedra Grande, eu via um pôr-do-sol "normal".

O lugar é bem tranquilo, bom para ir para refletir, fazer metidação, namorar, etc... é um lugar calmo.
Claro, sempre tem algum zé beleza fazendo algum tipo de barulho ou falando besteira... mas felismente são poucos, pois a trilha é hard para ir até lá.

O lugar é ponto de saltos com asa delta, infelismente não havia ninguem saltando quando cheguei, pois como já se passava das 17:00, estava muito tarde para pratica deste esporte.

Tirei inúmeras fotos em RAW com uma Canon Kiss + Sigma 18-50mm f/2.8 DC EX, estou postando algumas aqui.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Chegando a galera Heavy Metal...
Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

É isso ae, abraços.
jesieltrevisan
 
Mensagens: 24
Desde: 11 Jun 2008, 22:48

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor Nilo » 12 Jan 2009, 18:55

Bela Matéria, sou fã da Pedra Grande, hoje moro em SP, mas já morei em B.J.dos Perdões e minha mãe mora em Piracaia.

Alias... ontem estive lá (pedra), já subi lá com vários carros... e moto (mas não sou Zé... tá)rsrs

Ford Ká, corsa, palio, Ranger, Terios, CG 125, XLX 250, Dt 180, Falcon... e ontem fui testar a minha TR4

Realmente aquela penultima subida... tem q. ter braço... mas a vista é SHOW DE BOLA...
Nilo
 
Mensagens: 14
Desde: 26 Nov 2008, 09:31

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor TNTBiriba » 12 Jan 2009, 20:14

Caramba... moro pertinho, já ouvi falar , e nunca fui... Fiquei com muita vontate de ir, mas a pergutna é, será que eu consigo subir com carro rebaixado ? Tenho carro rebaixado, e já passei em bastante estradas de terras , algumas um pouco ruins, e não tive problemas.
TNTBiriba
 
Mensagens: 2
Desde: 29 Ago 2008, 13:39

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor Halysinha » 01 Mar 2009, 23:51

Ótimas informações, e belas fotos! Hoje estive em Atibaia e combinei de voltar com amigos para ir até a Pedra, então suas dicas serão muito úteis. Tks :)
Avatar do usuário
Halysinha
 
Mensagens: 7
Desde: 09 Fev 2009, 23:33
Localização: São Paulo, Zona Leste

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor jesieltrevisan » 01 Mar 2009, 23:59

Halysinha escreveu:Ótimas informações, e belas fotos! Hoje estive em Atibaia e combinei de voltar com amigos para ir até a Pedra, então suas dicas serão muito úteis. Tks :)


Show de bola, tu vai curtir la.
Mas se chover... como as vezes choveu nestas semanas... cara não vai não que é punk... a não ser que tu tenha um 4x4 ou uma moto tornado, e curta barro hehehe.

Abraços
jesieltrevisan
 
Mensagens: 24
Desde: 11 Jun 2008, 22:48

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor leonardo.agostini » 07 Jun 2009, 09:41

É isso ai pessoal, vou contar aqui o relato da viagem que eu (Leonardo), meu irmão Eduardo e nosso amigo Johnny fizemos na subida da trilha da Pedra Grande. Todos moramos em Hortolândia, cidade de São Paulo que faz divisa com Campinas.

Já tinhamos ouvido sobre essa trilha pois um amigo do Johnny que trabalha com ele tinha dito que era uma trilha muito legal de se fazer, diz ele que era boa porque voce precisa usar bem as mãos......parecia interessante, resolvemos ir ver qual é que é.

Sexta - 05/6
Tudo combinado. Sábado, as 7 da manhã, eu e Du iriamos passar na casa do Johnny e de lá iriamos.
Mochila mais ou menos arrumada, protetor solar, cantil de água, bota pra fora do armário, aquela camiseta dry e uma consulta na internet a previsão do tempo. Aqui a primeira preocupação, diversos sites dizendo que iria ter chuva. Mais uma confirmada com o pessoal e tudo ceto, se estivesse chovendo iriamos voltar pra casa, afinal são apenas 100km de Hortolandia a Atibaia. Vale a diversão da compania. Para nossa sorte, ao invez de chuva fez foi um sol de rachar o chão.

Sábado - 6/6
7h28 meu celular toca. Era o Johnny dizendo: - "Voces não vão vir não?" Com um olho aberto e outro fechado, me situando na nova situação a única coisa que pude falar foi: - "Já estamos a caminho." O meu despertador não tocou, na verdade eu esqueci de programar ele...fazer o quê?
7h30 - Du e eu de pé, mochila no carro, maquina fotografica na mochila, tenis no pé, agua gelada no cantil, aquele cafe com leite guela dentro e fomos.
7h40 - Chegamos no Johnny, comprimentos, "Eddie Vedder - Into the Wild" tocando no carro. Partimos.

Pegamos uma via de acesso a rod. Anhanguera, depois caimos na Dom Pedro, e só paramos no meio do caminho para realmente tomar um café da manhã, num destes postos de gasolina com grandes lojas de conveniencia e café. Compramos uns chocolates, umas bananinhas desidratadas, mais algumas águas e fomos de vez.

Nenhum dos tres sabiamos o que fazer depois que chegasse em Atibaia, ninguem sabia como chegar a trilha. Mas não foi dificil, caimos no centro da cidade e de lá acompanhamos placas para o Parque Ecologico. Rua vai rua vem, perguntamos pra um perguntamos pra outro e descobrimos que ao lado do campo onde uma empresa faz aqueles voo de asa delta, existe uma portaria (de livre acesso) onde da acesso a trilha. É como se fosse um condominio, voce passa seu nome, RG e a placa do veiculo, pedimos informacoes ao segurança da portaria de como chegar e nao teve erro. Entrando pela portaria, primeira esquerda, e depois que passar um orelhão telefonico vire a direta. Subidas e mais subidas chegamos a placa das trilhas.

Descemos do carro, tira calça (fazia um frio lascado quando saimos de Hortolandia), tira blusa, troca o tenis pela bota, amarra bem, pega a camera, desejamos boa sorte a todos e fomos. Olhando para cima dali, já se tem uma vista muito bonita, um campo bem extenso e roxo, com muitas pedras.

Imagem

Tiramos algumas fotos na placa para contar o momento inicial.

Imagem

Mal começamos a subida e um grito vindo de onde deixamos o carro. Uma mulher dizendo que tinhamos esquecido o tenis pra fora do carro. Desci correndo, coloquei pra dentro e agradeci imensamente a mulher, mais tarde eles nos acompanharam pela subida.
Voltei o pouco que tinhamos subido correndo, animado, pior coisa que fiz no dia, como eu era princiante, pensei na hora. Mais uns 5 minutos de subida e paramos numa pedra que dava uma sombra pequena. Ali meu coraçao disparava, agua nao bastava e a tontura tinha chegado, pensei que ali, aos primeiros 5 minutos de subida tinha acabado nossa aventura. Mas que nada, um club social pra dentro, mais agua e fomos num ritmo mais sossegado. Eu trabalho com computador sentado na cadeira 8 hroas por dia, nao faço muitos exercicios, o mesmo para os outros 2, quem pensávamos que éramos naquela hora?

Depois de 10 minutos de caminhada trilha acima, a primeira dificuldade, duas pedras enormes na frente e o fim da trilha. Pensei eu, seria essa a pedra grande? Se fosse por cançasso ja tinha atingido meu objetivo. Mas não, como bons escaladores que somos, ralando todos os joelhos e maos que tinhamos e náo tinhamos subimos elas, e continuamos a trilha. Com o coração quase na boca querendo sair pra fora continuamos caminhando. Mais uns 10 minutos e paramos novamente, desta vez numa grande pedra bem lisa. Não demorou nem 1 minuto e aquele pessoal, que tinha me avisado do meu tenis pra fora do carro nos alcançou. Nos comprimentamos e ficamos sabendo que era um pessoal de São Paulo, eram em 3, dois rapazes e uma moça, da qual eu infelizmente não me recordo o nome, mas ficamos sabendo que eles leram o relato daqui do Mochileiros sobre a subida também. Trocamos algumas palavras, alguns grupos pequenos de pessoas passaram pela gente, e continuamos juntos a subida.

Imagem

Mais uns 20 minutos de subida e o sol já ficando mais forte, Aqui vai uma dica, leve um boné, chapeu, alguma proteçao para a cabeça porque são raros os pontos da subida que algumas arvores sobrem o sol. Dois rapazes e um cachorro passaram pela gente, na verdade o cachorro era um desses dos filmes de sessão da tarde da globo, um tipo de super cão, porque ele ia e voltava várias vezes para ver se os donos dele não iriam abandona-lo. Ele passava pela gente e voltava, passava de novo e voltava, o que era um baita de um desanimador naquela altura do campeonato pra mim, a minha lingua já estava mais pra fora da boca do que o desse cachorro, mas foi engraçado, queria ter um companheiro para todas as horas como esse.

Imagem

Mais uma subida, muitas pedras e um terreno de uma terra solta bem escorregadia, chegamos na bica. Uma água muito gelada e bem forte, foi um incentivador naquele momento, enchemos as garrafinhas e cantis, nos refrescamos um pouco e continuamos subindo, desta vez mais motivados.

Imagem

Um pouco mais de subida e paramos para tirar algumas fotos num clarão. Ali o telefone do Fábio, um dos paulistanos que estavam com a gente tocou, era o primo dele que supostamente iria subir junto com eles, um pouco de conversa e o Fábio chama para o primo vir pra cá. Claro que não viria pensei eu.

Um grupo de muitas crianças e adolescentes passou por nós durante essa parte, devia ter mais de 10. Gritando, urrando, tentando imitar alguns animais.

Depois de muita subida e 1h40 depois, chegamos a pedra grande. De lá já avistamos algumas asas delta e tivemos desta vez a certeza que estamos lá.

Procuramos alguma sombra para ficar e descansar um pouco, o que foi muito dificil, porque era meio dia, o sol estava forte e as árvores que tinham por ali eram bem baixas. Andamos mais um pouco perto da placa por onde os carros sobem até ali e ali sim, tinha uma boa sombra. Tirei a bota, coloquei um chinelo, comemos algumas guloseimas que tinhamos trazido na mochila e ficamos por ali por 40 minutos. Vários carros subindo e descendo passando por ali.

Imagem

O pessoal de São Paulo disse que ficaria por ali até o sol se por. Queriam ver esse momento. Como não era esse o nosso intuito, voltamos pelo mesmo caminho ladeira abaixo.

Imagem

A descida foi muito mais sussegada, mas tivemos que ter a atenção redobrada porque vários pontos escorregava muito e, o terreno era bem esburacado, a chance de pisar em falso ali e dobrar o pé é grande. Só eu e meu irmão estavamos de botas, ele usava uma snake alpinist e eu com uma asolo fugitive. Todos os outros estavam de tenis e corrida, passeio, etc. Fizeram super bem, mas em muitos lugares agradecemos por estarmos usando as botas, o Johnny que estava com tenis escorregava muito, mas nada que mostrasse perigo. Enfim, se você tiver uma, leve-a.

Fizemos apenas uma parada na descida. Na bica, enchemos as garrafinhas e fomos descendo. Perto da nossa primeira parada, aquela onde eu quase morri depois dos nossos primeiros minutos, encontramos um rapaz que nos parou e perguntou se faltava muito....poxa vida, não queria desanimar ninguem aquela hora mas.....ele tinha feito 1/8 da trilha. Oferecemos um pouco de água, ele disse que era de São Paulo, que tinha ido numa festa ontem a noite, tomado várias cervejas. Perguntamos se ele não era primo do pessoal que tinha subido e para nossa surpresa..era o primo do Fábio. Quem diria. Depois de uma noitada você pode ficar na sua cama, acordar tarde, mas não, esse cara sim é companheiro.

Não deu nem 10 minutos e chegamos ao carro. Grande viagem, grande trilha, pessoal gente fina que conhecemos e ótimas lembranças que ficaram.
Avatar do usuário
leonardo.agostini
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 85
Desde: 29 Dez 2008, 09:49

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor Fábio Borges » 07 Jun 2009, 10:39

Fala Leonardo!!! Ótimo relato!! foi um prazer subir com vocês, bem depois que eu tomar um café da manhã e assistir o jogo do Federer eu posto o nosso relato aqui... abraços
A diferença fundamental entre o homem comum e o guerreiro, é que o guerreiro encara tudo como desafio, enquanto o homem comum encara tudo como bênção ou maldição. (Carlos Castañeda)

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl ... 2207667306
Avatar do usuário
Fábio Borges
 
Mensagens: 251
Desde: 12 Mar 2009, 11:43
Localização: Cantareira, o pulmão de São Paulo

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor jesieltrevisan » 07 Jun 2009, 14:17

Fala Leonardo,

Poxa que legal o seu relato.
Esta é uma trilha que eu ainda preciso fazer... já subi de carro lá e confirmei a vista maravilhosa do alto da Pedra Grande, agora, resta fazer esta trilha.
Com certeza a trilha é muito mais legal do que detonar o carro subindo até lá rs...
Preciso combinar com uns amigos molengas para encarar esta aventura, assim que eu conseguir realiza-la colocarei também o relato aqui.

O por-do-sol é muito bonito por lá, porém muito arriscado para quem está fazendo trilhas.

Show.

Um abraços.
jesieltrevisan
 
Mensagens: 24
Desde: 11 Jun 2008, 22:48

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor Felipe Cimadon » 07 Jun 2009, 21:25

Bom galera sou o primo do Fábio que encontrou com eles na subida a trilha enquanto eles voltavam. Foi punk subir a trilha depois de uma festa na sexta, mas valeu a pena. A visão e o espetáculo da natureza me fizeram melhor naquele dia.

Abraços e obrigado pela água.
Avatar do usuário
Felipe Cimadon
 
Mensagens: 4
Desde: 02 Jun 2009, 00:25
Localização: São Paulo

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor Fábio Borges » 07 Jun 2009, 21:43

Felipe Cimadon escreveu:Bom galera sou o primo do Fábio que encontrou com eles na subida a trilha enquanto eles voltavam. Foi punk subir a trilha depois de uma festa na sexta, mas valeu a pena. A visão e o espetáculo da natureza me fizeram melhor naquele dia.

Abraços e obrigado pela água.


se fosse cerveja seria melhor né Primo?? kkkkk ::lol4::
A diferença fundamental entre o homem comum e o guerreiro, é que o guerreiro encara tudo como desafio, enquanto o homem comum encara tudo como bênção ou maldição. (Carlos Castañeda)

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl ... 2207667306
Avatar do usuário
Fábio Borges
 
Mensagens: 251
Desde: 12 Mar 2009, 11:43
Localização: Cantareira, o pulmão de São Paulo

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor Felipe Cimadon » 07 Jun 2009, 21:50

Fábio Borges escreveu:
Felipe Cimadon escreveu:Bom galera sou o primo do Fábio que encontrou com eles na subida a trilha enquanto eles voltavam. Foi punk subir a trilha depois de uma festa na sexta, mas valeu a pena. A visão e o espetáculo da natureza me fizeram melhor naquele dia.

Abraços e obrigado pela água.


se fosse cerveja seria melhor né Primo?? kkkkk ::lol4::

Total tomaria sem pensar ::ahhhh::
Avatar do usuário
Felipe Cimadon
 
Mensagens: 4
Desde: 02 Jun 2009, 00:25
Localização: São Paulo

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor Cris*Negrabela » 08 Jun 2009, 01:26

hahaha, os hortolandenses kkkkk
Adivinha quem era a louca berrando que voces tinham esquecido um par de tenis pra fora do carro?
A mesma que está na foto e da qual voce nao lembra o nome (é Cris!) hehehe
Voces me serviram de consolo, eu nao fui a unica que subi morrendo kkk
Editora São Paulo,Orçamento x Destino : Quanto Tenho x Para onde ir?
"Eu já estou com o pé na estrada, qualquer dia a gente se vê..."
Relato:Pantufando na Patagônia - 23 dias - Nov/Dez 2011
Avatar do usuário
Cris*Negrabela
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 1201
Desde: 05 Abr 2009, 15:35
Localização: Sao Paulo

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor leonardo.agostini » 08 Jun 2009, 13:53

Oi Cris,

Mil desculpas por não ter lembrando do seu nome.

A subida foi realmente muito legal, valeu muito a pena.

Da proxima vez talvez fosse melhor levar um cooler com algumas latinhas de cerveja do que tanta água. (Apesar que mesmo lá em cima vimos várias latas vazias jogadas ao chão. Pessoal sem noção.)

Mais uma vez, muito obrigado pelo aviso do tênis. ::otemo::

Grande abraço
Avatar do usuário
leonardo.agostini
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 85
Desde: 29 Dez 2008, 09:49

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor blaugusto » 01 Set 2009, 17:07

Olá pessoal.

Esta é a minha primeira postagem aqui no fórum, então me desculpem se eu estiver meio fora do contexto ein! :D

Bem, neste sábado subirei até a Pedra Bela de moto, saindo de Campinas. Caso alguém queira me acompanhar, sinta-se a vontade!

Abraços!

Bleno Augusto
Avatar do usuário
blaugusto
 
Mensagens: 1
Desde: 01 Set 2009, 17:00
Localização: Campinas-SP

Re: Pedra Grande - Atibaia - SP

Mensagem não lidapor Cris*Negrabela » 02 Set 2009, 17:11

blaugusto escreveu:Olá pessoal.

Esta é a minha primeira postagem aqui no fórum, então me desculpem se eu estiver meio fora do contexto ein! :D

Bem, neste sábado subirei até a Pedra Bela de moto, saindo de Campinas. Caso alguém queira me acompanhar, sinta-se a vontade!

Abraços!

Bleno Augusto



Pedra Bela ou Pedra Grande? hehehe

blaugusto, bem vindo ao Forum! Voce pode postar novamente seu convite na area Companhia para Viajar, lá ele vai ser mais facilmente visualizado e voce terá mais chances de encontrar companhia para essa trip.
Editora São Paulo,Orçamento x Destino : Quanto Tenho x Para onde ir?
"Eu já estou com o pé na estrada, qualquer dia a gente se vê..."
Relato:Pantufando na Patagônia - 23 dias - Nov/Dez 2011
Avatar do usuário
Cris*Negrabela
Membro de Honra
Membro de Honra
 
Mensagens: 1201
Desde: 05 Abr 2009, 15:35
Localização: Sao Paulo

Próximo

Voltar para Viagem de Carro: Relatos de Viagem



Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes