Relatos de Viagens por 2 ou mais países da América do Sul

#1209427 por rodrigopaulo
10 Ago 2016, 20:25
Rabisco escreveu:Rodrigo, desde o início do relato que eu tenho essa dúvida e sempre esqueci de perguntar.
Esses valores aí diários que tu tá colocando são todos conjuntos?


Não, são só os meus gastos. Mas a gente dividia tudo na viagem.

Abraços!
#1209668 por rodrigopaulo
11 Ago 2016, 19:38
Rabisco escreveu:Ih caraca, tu gastou bem , ein?
Mas tem algumas coisas que to tentando imitar, exemplo: jantarzinho ostentação em Lima

Sou fanático por gastronomia e suas variedades, e ver se não some novamente kkkk


Gastei um pouco mais que a maioria, confesso ::xiu:: ::mmm: ::lol4::

Abraços!
#1210032 por rodrigo.2014
13 Ago 2016, 21:55
Parabéns pelo relato!


Você levou qual tripé para sua máquina? Estou precisando de comprar um para levar para a minha viagem. Você usou muito o seu? É algo que pesa muito e enche o saco? kkkk Ou é de boa para ficar carregando ele?
#1210141 por rodrigopaulo
14 Ago 2016, 15:53
LucianoAraujo escreveu:Ótimo relato. Acompanhando!!


Obrigado, Luciano. Seja bem vindo ::otemo::

rodrigo.2014 escreveu:Parabéns pelo relato!


Você levou qual tripé para sua máquina? Estou precisando de comprar um para levar para a minha viagem. Você usou muito o seu? É algo que pesa muito e enche o saco? kkkk Ou é de boa para ficar carregando ele?


Valeu, xará! Eu levei um que comprei no Mercado Livre que tem uns 60 cm fechado. Eu tinha levado ele porque eu queria fazer algumas fotos de star trail no Atacama e na Cordilheira Huayhuash, em Huaraz. Mas acabei não indo para nenhuma das duas cidades e só usei o tripé mesmo em Huacachina. Não achei tão incômodo de carregar. O único problema é que ele não cabe na mochila, teve que ir amarrado nas tiras externas. Mas levando em consideração que eu só usei ele uma vez no mochilão inteiro considerei um peso inútil na mochila. ::putz::

Abraços!
#1210176 por rodrigo.2014
14 Ago 2016, 20:16
rodrigopaulo escreveu:
Valeu, xará! Eu levei um que comprei no Mercado Livre que tem uns 60 cm fechado. Eu tinha levado ele porque eu queria fazer algumas fotos de star trail no Atacama e na Cordilheira Huayhuash, em Huaraz. Mas acabei não indo para nenhuma das duas cidades e só usei o tripé mesmo em Huacachina. Não achei tão incômodo de carregar. O único problema é que ele não cabe na mochila, teve que ir amarrado nas tiras externas. Mas levando em consideração que eu só usei ele uma vez no mochilão inteiro considerei um peso inútil na mochila. ::putz::

Abraços!




Entendi,
Eu estou na dúvida se levo ou não. Estou preocupado em comprar e acabar nem usando na viagem. Mas eu já queria comprar um antes para usar nas fotografias que faço no dia a dia. Se eu achar um legal com um preço bom eu compro!
Valeu.
#1211177 por quel.teixeira
18 Ago 2016, 12:50
rodrigo.2014 escreveu:Parabéns pelo relato!


Você levou qual tripé para sua máquina? Estou precisando de comprar um para levar para a minha viagem. Você usou muito o seu? É algo que pesa muito e enche o saco? kkkk Ou é de boa para ficar carregando ele?


Rodrigo do céu!
Eu levei um, tipo esse do outro Rodrigo, do ML e tals.
Usei pouquíssimo! Com o decorrer dos dias e a correria dos tours, vc geralmente opta por uma mochila de ataque mais leve! Devido a isso, acabei perdendo tbm boas fotos por não ter levado o tripé, que no meu caso eu achei que pesa pra cacete, rs
Só passei pra deixar uma nova impressão, e te ajudar efletir sobre levar ::cool::
#1211227 por rodrigo.2014
18 Ago 2016, 15:34
quel.teixeira escreveu:
rodrigo.2014 escreveu:Parabéns pelo relato!


Você levou qual tripé para sua máquina? Estou precisando de comprar um para levar para a minha viagem. Você usou muito o seu? É algo que pesa muito e enche o saco? kkkk Ou é de boa para ficar carregando ele?


Rodrigo do céu!
Eu levei um, tipo esse do outro Rodrigo, do ML e tals.
Usei pouquíssimo! Com o decorrer dos dias e a correria dos tours, vc geralmente opta por uma mochila de ataque mais leve! Devido a isso, acabei perdendo tbm boas fotos por não ter levado o tripé, que no meu caso eu achei que pesa pra cacete, rs
Só passei pra deixar uma nova impressão, e te ajudar efletir sobre levar ::cool::



Essa é a grande dúvida. Eu andei olhando uns e o mais leves e práticos são mais de 500 reais. KKKKK. Acho que vou ter que comprar os made in China mesmo kkkkkkkkkkk.
#1211233 por quel.teixeira
18 Ago 2016, 15:54
rodrigo.2014 escreveu:
quel.teixeira escreveu:
rodrigo.2014 escreveu:Parabéns pelo relato!


Você levou qual tripé para sua máquina? Estou precisando de comprar um para levar para a minha viagem. Você usou muito o seu? É algo que pesa muito e enche o saco? kkkk Ou é de boa para ficar carregando ele?


Rodrigo do céu!
Eu levei um, tipo esse do outro Rodrigo, do ML e tals.
Usei pouquíssimo! Com o decorrer dos dias e a correria dos tours, vc geralmente opta por uma mochila de ataque mais leve! Devido a isso, acabei perdendo tbm boas fotos por não ter levado o tripé, que no meu caso eu achei que pesa pra cacete, rs
Só passei pra deixar uma nova impressão, e te ajudar efletir sobre levar ::cool::



Essa é a grande dúvida. Eu andei olhando uns e o mais leves e práticos são mais de 500 reais. KKKKK. Acho que vou ter que comprar os made in China mesmo kkkkkkkkkkk.


Por 500 conto contrata um cara pra ficar tirando fotos suas mew! kkkkkkkkkkkkkk ::lol4::
Zueiras a parte, vim dar meu "testemunho" pq pra mim foi bobeira!
Mas vc olha as fotos dos caras...Rodrigo, Rodrigovix, sensacionais né?! É de se pensar mesmo!
#1211678 por rodrigopaulo
20 Ago 2016, 12:41
quel.teixeira escreveu:Por 500 conto contrata um cara pra ficar tirando fotos suas mew! kkkkkkkkkkkkkk ::lol4::
Zueiras a parte, vim dar meu "testemunho" pq pra mim foi bobeira!
Mas vc olha as fotos dos caras...Rodrigo, Rodrigovix, sensacionais né?! É de se pensar mesmo!


Eu juro que de todas as fotos que eu pedi pra alguém tirar durante a viagem, só prestaram as que foram tiradas por um francês que estava com uma DSLR também, ou seja, profissa! Sério, vale mais a pena levar um tripé ::lol4::

Abraços!
#1211831 por rodrigo.2014
21 Ago 2016, 11:27
rodrigopaulo escreveu:
quel.teixeira escreveu:Por 500 conto contrata um cara pra ficar tirando fotos suas mew! kkkkkkkkkkkkkk ::lol4::
Zueiras a parte, vim dar meu "testemunho" pq pra mim foi bobeira!
Mas vc olha as fotos dos caras...Rodrigo, Rodrigovix, sensacionais né?! É de se pensar mesmo!


Eu juro que de todas as fotos que eu pedi pra alguém tirar durante a viagem, só prestaram as que foram tiradas por um francês que estava com uma DSLR também, ou seja, profissa! Sério, vale mais a pena levar um tripé ::lol4::

Abraços!



Pois é, dar uma DSLR para quem não entende tirar uma foto é horrível
Acabei comprando o tripé no ML mesmo. Tomara que chegue a tempo
#1213563 por rodrigopaulo
28 Ago 2016, 22:14
Capítulo 11 - O eletrizante downhill na (literalmente) tenebrosa Carretera de La Muerte - 17/02/2016

Chegou um dos capítulos que eu mais estava empolgado para postar, porque simplesmente foi o passeio mais fodástico que já fiz em toda minha vida. Adrenalina a mil! E, como não podia ser diferente, esse capítulo está repleto de fotos. A qualidade não é das melhores porque foram tiradas da câmera do guia ou do meu celular. Mas o que vale são os registros. Chega de bla bla bla e vamos lá ao que interessa.

O horário combinado na agência era às 8h. Cheguei lá, tinha um casal de franceses, começamos a conversar um pouco para nos introrsarmos. Não demorou muito e chegou a van para nos pegar, em seguida passamos em um outro hotel para pegar mais 3 pessoas. Quando chegou... eram 3 franceses também! Uma senhora de 52 anos (sim, isso mesmo!) e seus dois filhos. Fiquei meio excluído porque todos eles conversavam entre si em francês e eu ficava lá boiando. Tava torcendo pra que tivesse pelo menos um brasileiro no grupo, já que minha namorada tinha arregado desse passeio ::essa::

A van demora cerca de 1h30 para chegar até o início do Downhill que é chamado de La Cumbre (4.643 m). Aqui faz um frio brabo, então é bom levar um casaco corta vento, se tiver ::Cold:: . O problema é que o downhill começa frio e do meio pro fim fica quente e úmido por causa da floresta, então procure o equilíbrio, nem muito desprotegido, nem encasacado demais.

Aqui eles descarregam as bikes de cada um, dão os capacetes, luvas e os equipamentos de proteção, além de uma roupa própria (imperméavel). Vai começando a dar um leve frio na barriga quando você olha a estrada que tem a frente, mas o espírito aventureiro fala mais alto e quando você começa a descida no asfalto, já vai ganhando confiança e começa a aproveitar ::otemo::

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

Essa primeira parte de asfalto é mais pra você ir se habituando mesmo, sentindo a bike, os freios e tudo mais. Cada um no seu ritmo. No nosso grupo tinham os doidos (vulgo: EU!) e os mais comedidos como a senhora francesa que vão mais atrás, devagarzinho e sempre. O guia vai na frente tirando fotos e fazendo vídeos e a van vai atrás protegendo o comboio. A estrada quase não tem carros, então não faz tanto medo. PS.: Aqui se você deixar, a bicicleta ganha uma velocidade muuuuuuuito alta, então cuidado!

phpBB [video]


ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

Vamos descendo até chegar na primeira parada que é onde pagamos o boleto para entrar no parque onde fica a Carretera de La Muerte propriamente dita (Bs 25). Aqui pegamos a van novamente e começamos a subir (por isso não dá pra ir de bike) até o KM 2 que é onde começa o downhill de fato, na estrada de pedra e terra :twisted:

Sintam o clima do local:

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

phpBB [video]


ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

É ou não tenebroso? ::hein:

Antes de começarmos a descida fazemos um lanchinho reforçado pra ter pique pra descer os 64 km: sanduiche, coca-cola, danone, banana e chocolate.

Barriga forrada? É HORA DE COMEÇAR A BRINCADEIRA, MEU VELHO! ::ahhhh:: ::ahhhh:: ::ahhhh:: ::ahhhh::

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

phpBB [video]


ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

phpBB [video]


Detalhe: Essa estrada é o único lugar da Bolívia onde você deve trafegar na mão esquerda. Ou seja, pra quem vai descendo, a mão correta é a que vai dar pro barranco! Mas claro que isso só acontece quando vem um carro ou outro (o que é raro). Isso quando o motorista não é gente boa e encosta no barranco pra gente passar junto ao paredão, com mais segurança ::otemo::

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

Ao longo do caminho o guia vai fazendo várias paradas para descansar, tirar fotos, ou explicar alguns fatos.

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

É um passeio sensacional, você vai passando por dentro da floresta, e as paisagens são uma mais bonita que as outras. Só tem que ter cuidado pra não ficar olhando muito a paisagem e cair no barranco ::xiu::

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

O ponto mais aguardado do Downhill com certeza é a Curva Del Diablo, que é onde todo mundo tira aquela foto clássica. É claro que eu não ia deixar de tirar a minha, né? :D

Curiosidade: O nome Curva Del Dialbo é porque ela é muito acentuada, então ocorriam muitos acidentes porque, na neblina, dá a impressão que é uma reta, mas não é! Tudo obra do capeta para ceifar as almas dos viajantes :evil:

ImagemCurva Del Diablo by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

Essa cruz aí foi colocada em homenagem a um turista que tava descendo de bike e foi tirar o celular pra filmar a paisagem (coisa que eu também fiz, diga-se de passagem ::xiu:: ) e por desatenção caiu no barranco e morreu. Pois é, galera. Não brinquem achando que é seguro, porque isso é uma coisa que esse passeio está longe de ser.

Por sinal, vou deixar aqui um susto que eu tomei, pra que vocês fiquem alerta. Chegou uma parte em que eu estava descendo um pouco rápido demais, quando a roda da minha bike bateu numa pedra (toda a estrada é de terra e pedra) e "pulou". Com isso eu comecei a perder o controle da bike e ir em direção ao barranco. Por sorte o freio da bike era bom (por isso que eu digo que não vale a pena economizar) e eu ainda arrastei os pés no chão com toda força pra ajudar a frear e conseguir retomar o controle. Mas digo a vocês que eu vi a morte de frente. Tanto que depois desse susto eu comecei a ir mais devagar e ser mais cauteloso. A outra menina do grupo também perdeu e controle e caiu, mas conseguiu puxar pro paredão. Tomem cuidado. É sério! :shock:

Chegamos num certo ponto e tinham alguns carros parados. Quando descemos da bike... a estrada tinha desmoronado! ::ahhhh:: ::ahhhh:: Olhem a situação como estava:

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

Adivinhem o que precisamos fazer? Isso mesmo! Passar com a bike ali naquele estreitinho, correndo o risco de desabar mais ainda ::lol4:: . Olhe... eu acho que já gastei todas as minhas vidas nesse Mochilão: -1! ::tchann::

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

ImagemCoroico by rodrigopaulo, no Flickr

Deixo aqui meu agradecimento ao guia que fez essa tomada exclusiva minha no melhor estilo "Red Bull" ::otemo::

phpBB [video]


Depois de 4h de descida, seus braços já estão moídos. Cada trepidada que a bicicleta dava, pareciam que todos os meus ossos estavam se quebrando. Mas finalmente cheguei vivo no final, em Coroico (1.715 metros de altitude), pra contar história e poder carimbar no passaporte da vida: EU SOBREVIVI À DEATH ROAD! ::hahaha::

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

Depois disso, ficamos esperando a van chegar para nos pegar (ela desce por outra estrada) e vamos para o almoço. Comida a vontade, um banho refrescante e uma piscina pra relaxar a carcaça (pena que não tirei foto :( ).

VIVA LA VIDA!

ImagemDownhill Carretera de La Muerte by rodrigopaulo, no Flickr

Cheguei no hostel, saímos pra comer alguma coisa. Fomos num Pub bem legal chamado The English Pub onde comemos muito bem, por sinal, e tomamos alguns chopes geladíssimos (tava sentindo falta).

Gastos do dia:
Entrada na Carretera de La Muerte - Bs 25
Jantar - Bs 60
Total - Bs 85 = R$ 52

Próximo capítulo: Deadpool à la Bolívia!

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 7 visitantes