Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#599824 por Raffa
13 Jun 2011, 15:43
Fim de semana, dia dos namorados, cineminha e jantar que nada ! Bora subir a montanha com amigos. Sim, 2 casais foram conosco e aproveitaram para comemorar o dia dos namorados com muito estilo. (claro depois de muito sofrimento)

Olha o Pico do corcovado !! Em breve estaremos lá rss ::otemo::
Imagem
agora com zoom
Imagem

Trupe:
Carro 1: Fabio, Vivi, Sandro e Raffa
Carro 2: Cristiano, Marcelo, Diana e Cris
Carro 3: Ed, Belle, Mônica e Carol

Chegamos em Ubatuba por volta das 2h da manhã. Acampamos próximo a entrada da trilha, em um campo de futebol.

Imagem

Montamos nosso acampamento, ainda deu tempo de tomar um vinho e conversar, fomos deitar por volta das 4h da manhã.

As 8h da manhã já estavámos todos acordados e desmontando o acampamento.

Começamos a trilha por volta das 10am. O sr. da casa da frente ao campo, muito simpático, ofereceu café e água para nós.
Todos estavam de cargueira, peso variava de 10 a 16kg.

A trilha começa apos passar uma corrente, seguimos reto atravessamos uns troncos que formam uma pequena ponte. Dali é só seguir a trilha bem batida. Antes de chegar ao rio, tem um entrada a esquerda, você vai sair no rio também, atravessar e peguar a trilha que está a sua esquerda, bem batida. Depois não tem erro, só continuar. Ela está bem batida.

Eu e o Fábio ficamos por ultimo e nos perdemos da galera. Ali no Rio, perdemos um pouco de tempo pois não localizamos a entrada da trilha e tambem cada um levou um tombo para começar bem a caminhada. rsrs

Seguimos pela trilha em ritmo forte tentando alcançar a galera.

Depois que subir e descer dois pequenos morros, começa a subida. Daqui para frente é só olhar para cima e subir.

Na subida comentamos que a galera estava andando bem, pois mesmo andando em um ritmo forte, não conseguimos escutá-los. Grande engano, em uma das nossas paradas, ouvi vozes abaixo, e em pouco tempo o Sandro surge do mato. A galera tinha ido reto na trilha e atravessou o rio em outro local. Um pouco depois de onde levamos o capote.

Risos depois, juntamos todos e continuamos subindo a serra. GPS ia mostrando quantos metros ganhávamos ou melhor quantos faltavam. Depois de quase 2h de trilha. ainda faltavam 800/900m para subir.

Na subida, a galera dispersou um pouco, pessoal que andava mais rápido foi na frente, outros na metade e o pessoal que andava mais devagar por último. A diferença era de 10/20minutos mais ou menos.

Além de várias pequenas paradas para recuperar o folego, primeira grande parada para reagrupar foi na Pedra da Igrejinha. Ali é um bom lugar para quem não está aguentando mais subir, desistir. Depois de você subir bastante, ali a piramba mor começa e o angulo da subida aumenta.

Folego recuperado, mochilas e camisetas encharcadas, e lá vamos nós subir o morro...

A subida é feita praticamente dentro da mata, pouco sol.

Depois de mais algumas horas subindo, mais uma parada, agora para encher nossos cantis e comer alguma coisa. Já eram meio dia e não estávamos na metade do caminho.

Depois que o corpo esfria, as camisas molhadas e o clima deixam você com muito frio, então as paradas não eram demoradas. Antes do pico temos duas paradas de água, uma no rio no começo, outra na subida, próximo a uma clareira bem depois da Igrejinha. No pico tambem tem agua, porém a caminhada é um pouco longa, da base (aonde acampamos e tem uma pedra com algumas pichações), próxima ao cume, só descer a trilha demarcada.

E dá-lhe subida !!

No finalzinho, a piramba é ainda maior e você tem que se pendurar nos troncos para conseguir transpor os degraus. Já chegando próximo ao cume, na crista da montanha, começa um zigzag em linha reta, entre bambus mais afiados que gilete, hora desce, hora sobe até que tem uma última súbida.

Ali no final da subida você escolhe, cume a direita ou a "base" local para acampar com mais espaço e um pouco mais protegido do vento para a esquerda. Fomos para a esquerda.O primeiro grupo chegou por volta das 16h, logo montamos as barracas em meio a uma pequena neblina. A maioria entrou na barraca e se trocou, já estava friozinho com aquela roupa molhada. Nisso o restante do grupo foi chegando e apertando os espaços para poder montar todas as barracas. Ali ficamos em 8 barracas. No cume cabem mais 2, e outra mais para baixo.

Imagem

Barracas montadas, fizemos começamos a petiscar e descansar.
Imagem

Conversamos sobre a trilha, como estavam se sentindo, mais petiscos e vinho e a fome bateu. A maioria começou fazer a janta. Eu e o Sandro dividimos as compras, começamos com um caldinho de feijão, seguido de arroz, feijão, linguicinha acebolada e batata palha. Sobremesa foi em grande estilo, Marcelo apareceu com uma embalagem de sorvete, lotada de Carolinas.. a galera foi ao delírio rsss.

Ficamos ali mais um pouco conversando, os vinhos acabaram, o cansaço foi levando um a um para as barracas e por volta das 23h já estava dormindo.

Olhei no GPS e nele constava a informação que o Sol iria nascer por volta das 6:40. Não acreditei e marquei o despertador para as 5h da manhã.

5h da manhã, despertador toca, um ventinho na barraca, muitoo frio, olhei o termômetro e estava entre 6 e 8 graus. Coloquei minha segunda pele, um fleece, outra blusa e meu anorak e criei coragem e sai da barraca. Ainda estava escuro, então não acordei ninguem. Peguei meu ipod e fiquei curtindo uma musica enrolado no saco de dormir na pedra que tinha no no nosso acampamento. Por volta das 6h o dia começou a clarear e imitei um galo véio para acordar a galera. Poucos levantaram. Porém, sortudos, o dia estava claro e sem neblina.

Imagem

Imagem

Dali em diante foi um show, o dia clareou e o sol só foi surgir no horizonte, por volta das 6:50/7h. Aquela hora que o GPS estava me avisando rs.. Mesmo assim valeu. com o dia claro, deu para caminhar até o cume e fazer altas fotos.

Imagem

Agora o show...
Imagem

Sol nascendo
Imagem

Do alto do cume

Imagem

Observando o espetaculo

Imagem

Depois de meia hora, voltei a dormir. Só fui acordar com o sol aquecendo a barraca e muito calor por volta das 8:30 da manhã. Enrolamos bastante para tomar café, desmontar barraca e mais fotos no cume. Começamos o retorno era meio dia.

O Sol já estava no alto

Imagem

Galera no cume do Corcovado
Imagem

Bye bye Ubatuba
Imagem

Agora era só descer, descer, descer e descer²
Alguns escorregões e risadas, nada de grave e ritmo forte. Paramos praticamente nos mesmos pontos da ida, porém muito mais rápidos do que na ida. Terminamos a trilha, por volta das 16h.

Agora era procurar um lugar para matar a fome !!! Nos desencontramos e devido a dificuldade de encontrar um lugar bom, barato e compatível como nossa fome, comemos lanches numa praça em Caraguatatuba.

Dali nos despedimos e pegamos a estrada de volta para casa. Sem nenhum outro problema.

Fim de semana, cansativo, mas valeu o esforço e a cia da galera.
Não há conquista sem sacrifício :)

Fotos e outras dicas do meu relato: http://raffanocaminho.blogspot.com.br/2011/06/pico-do-corcovado-ubatuba-sp.html

tracklog http://connect.garmin.com/activity/92273226

::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: ::otemo::
Editado pela última vez por Raffa em 25 Mar 2013, 17:02, em um total de 2 vezes.

#600013 por Raffa
13 Jun 2011, 21:25
Fala Marcelo,

Em nome dos amarrados, passa fome e sacos sem fundos das trilhas do Brasil, se você não for, sangue irá rolar ! rsrsrs

Até a PetroxTerê

e ve se compra um fogareiro, comida gelada ::xiu::

abs

(marcelo) escreveu:O relato tá animal e a trip foi show! ::cool::

Mas eu tenho uma perguntinha:
Depois do pote de carolinas eu to convidado p/ o próximo rolê? ::lol4:: kkkkk
#621653 por Alex Azevedo
09 Ago 2011, 11:58
Galera Trilheira...é Nois!!!

Esse Pico achei que nao seria tao dificil..., mas Irmao...que perrengue...Subida e mais subida...sem tregua...
Mas valeu a pena...
Resumindo, chegamos na madruga dessa sexta feira, 05 de agosto, fomos para passar a noite no campo de futebol...
So que ficamos no campo de futebol da tribo indigena..., que situação...logo ao amanhecer levantamos o acampamento e apareceu uma india (acho, nao tinha cara)...falando um monte pra nós...que invadimos e etc..., ficamos daquele jeitao...e depois apareceu um indio mesmo, o nome dele é Fabiano...Super gente boa...indicou para colocarmos o carro perto da casa dele, e nos orientou em relacao a trilha...qdo for pra lá fale com ele, ele é o cara...
Bom vamos ao que interessa, o relato dos brothers ai e verdadeiro...como a Vivi diz: subida Casca Grossa!!!!
Encontra-se o riachozinho...e vai embora...e dalhe subida....
Imagem
Levantando acampamento
Imagem
Olha o que iremos encarar...
Imagem
Até ai passeio na floresta...suave...
Imagem
Sobe...tá achando dificil...tá suave ainda...rs
Imagem
Depois de umas horas de Subida achamos o ponto de agua... ::dãã2::
Imagem
Chegamos ao Mirante...achavamos que faltava só meia horinha...kkk...dai pra frente subidinha...uma caminhadinha suave na crista....
Imagem
Andamos por ai mesmo...dai pra frente é onde o filho chora e a mae nao vê...Sinistra a subida...muito ingrime... ::essa::
Imagem
Mas o resultado é compensador, a imagem vale mais que mil palavras nao é?
Imagem
“A felicidade só é completa quando é compartilhada”
Imagem
Amigos mais chegados que irmaos....
Valeu galera até a proxima trip...
'QUE VENHA O MONTE SINAI" !!!
#621710 por Cris*Negrabela
09 Ago 2011, 13:45
Corcovado 1x por ano = zerar todos os pecados haiehuehiuheui

E voces pegaram um amanhecer show com esse colchaozinho de nuvens ai! Magavilha \o/

Usuários navegando neste fórum: casal100 e 1 visitante