Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#832544 por Renato37
24 Abr 2013, 11:49
Trilha feita em 21/04/2013

Álbum com todas as fotos em:
https://picasaweb.google.com/1104304139 ... directlink

Eram 6:55h qdo saltei do metrô na estação Jabaquara em uma manhã ensolarada e meio fria, típica de outono. O sol e o céu livre de nuvens davam sinais de que o dia seria totalmente ensolarado e aproveitável. Nisso, me dirigi ao ponto de encontro, marcado em frente ao Habbib´s, próximo da estação. Ao chegar lá, Eric já aguardava o grupo no local. Instantes após chegar, Bel já se encontrava no carro dela e se juntou a nós. Um amigo dela que confirmara que viria, deu para trás e avisou a Bel que não viria mais.

Ficamos aguardando apenas a chegada da Yumi (amiga da Bel) que chegou 10 minutos depois. Feitas as devidas apresentações, es que as 7:15h, partimos dali rumo a uma viagem de 1 hora e meia que transcorreu livre até Peruíbe, onde chegamos as 8:43h. Fizemos uma pequena e rápida parada num mercado com padaria para que a Yumi pudesse comprar alguns lanches. Rapidamente nos dirigimos em direção a estrada do Guaraú, onde as 8:55h passamos pelo portal de entrada da estrada que tb da inicio da Serra da Juréia-Itatins.

Logo que passamos a estátua de nossa sra das graças em uma curva no trecho inicial de subida da estrada do Guaraú, estacionamos o carro em um descampado próximo a entrada da trilha e iniciamos a subida do pico pontualmente as 9:00h, deixando para trás o asfalto e o barulho dos carros.

A trilha inicia subindo forte logo de cara, mostrando que não seria moleza, que as pernas seriam postas a prova ali a partir de agora, já, nesse minuto. A medida que iamos avançando, o barulho dos carros ia ficando para trás e o silêncio da mata se mostrara mais evidente, tomando conta de vez no cenário. Ar puro, temperatura amena, me proporcionou uma sensação agradável, porém, mto suor nos foi tomado nesse trecho inicial, qdo o corpo ainda estava "aquecendo", mas seguimos firme e fortes.

A subida seguira íngreme desde o começo e mostrava que seria assim até o final. Eric disparou na frente aproveitando para ver como estava a trilha e eu fiquei parando algumas vezes, para esperar as meninas, qdo notava que estavam ficando para trás.

Imagem
Trecho da Trilha do Pico do Itatins.

Imagem
Pessoal vindo

A trilha subia forte e em alguns trechos, ela ameaçava fechar, deixando dúvidas em alguns momentos, se era a picada oficial de subida mesmo, pois na entrada do lado esquerdo do rio, havia uma outra trilha mais aberta que tb subia. Bem, pensamos: Se fechar, ou vara mato, ou volta até o começo e pega a outra da esquerda. As 9:30h, encontramos um sujeito perdido na trilha, achei que tava descendo, mas estava subindo.

Ele nos dissera que por conta de uma queda de árvores, não encontrara a continuação da trilha, o nome dele era Ivan, e viria com o grupo dele, então eu cheguei até o ponto onde estava a árvore caída, e ao varar o mato em volta, es que encontro a continuação da picada, agora virando totalmente a esquerda, mas subindo.....

Ivan resolve acompanhar o grupo, e ficamos sabendo que ele é morador da região de Peruíbe, e que já subira ali antes mto tempo atrás com um grupo de escoteiros, mas que não se lembrava mais do caminho. Seguimos em frente e as 9:50h chegamos a uma bifurcação de uma trilha muito mais aberta e batida, vindo lá de baixo, o que nos levou a imaginar que era a trilha oficial, da esquerda, que deveríamos ter pego, mas que acabamos pegando uma "alternativa" que por desuso, já estava menor e pouco a pouco, fechando.

Ou seja, teríamos avançado mais rápido se tivessemos pego a trilha da esquerda, enfim. Pelo menos a volta vai ser bem mais rápida, pois voltaremos por essa trilha ao invés da direita. As 10:00h passei por uma placa fincada na trilha com a numeração "09" o que imaginei ser 0.9 km, ou seja, não havíamos subido sequer 1 km da trilha ainda, que tinha pouco mais de 2 km de subida. A trilha nesse ponto deu uma pequena e curta nivelada, para logo depois voltar a subir íngreme.. nesse ponto, não havíamos chegado nem a metade da subida ainda, mas a galera foi seguindo, firme e forte.

As 10:07, a medida que íamos avançando, a trilha foi ficando mais íngreme e a partir desse ponto, a pernada se deu a passos de escalaminhada em boa parte do trecho, sem saber que o pior trecho da trilha nem havia chegado ainda.....seguimos escalaminhando, Eric já tinha sumido de vista, pois acostumado em subir picos, subiu rapidamente e iria nos esperar lá no topo, enquanto eu optei por parando para esperar o Ivan, Bel e Yumi me alcançar, inclusive para auxiliar em alguns trechos da trilha.

As 10:28 chegamos a uma pedra enorme e lisa e o Ivan achou que seria necessário uma corda pra vencer esse trecho, mas a trilha embicava a direita e cortornava a mesma, permitindo que todos subissem sem dificuldades alguma, embora ainda necessitando do auxilio das mãos. O gps do celular da Bel mostrava que estávamos a cerca de 390 metros de altitude e ainda tinha mais 200 metros de desnível para vencer até chegarmos ao topo.

Es que as 10:37h passamos por mais uma placa indicando "1.3" ou seja, estávamos próximo do topo, porém o trecho final da picada embicou de vez, ficando com uma inclinação de cerca de 70º, o que deixou o Ivan e a Yumi bem lentos, enquanto eu, com o corpo aquecido, disparei na frente e o topo parecia estar tão próximo, que as 10:50h, com 1 hora e 50 minutos cravados, finalmente atinjo o alto de um dos pontos do Pico do Itatins que tem 2 belos mirantes.

Imagem
Placa indicando 09, que creio ser 0.9km percorridos

Imagem
1.3km

Imagem
Trecho de escalaminhada e trepa-pedra

A 590 metros de altitude segundo marcou o gps da Bel, o mirante do Pico tem uma visão magnifica, proporcionando visualizar toda a orla da cidade de Peruíbe, Itanhaém, parte das rodovia Padre manoel da Nóbrega e a serra do mar ao fundo. Subindo o descampado do morro mais um pouco, encontro o Eric e me junto a ele, enquanto espero a Bel, Yumi e o Ivan (que chegaram minutos depois). Subida ao topo concluída, mas não a trilha completa, pois havia continuação dela até o real pico do Itatins. Enquanto não seguimos para o outro mirante, pausa para fotos e apreciar a bela visu daquele mirante, claro.

Imagem
A bela visão da planície da Serra da Juréia, com vistas a Praia do Guaraú e Barra da una, do segundo mirante.

Imagem
mesma foto, com zoom

Eric já havia se adiantado e visto a outra ponta da trilha, então optou por ficar nos esperando ali. O sol estava começando a tostar nossas testas enquanto pernilongos e alguns borrachudos famintos por sangue fresco tentavam por infinitas vezes, garantir o almoço deles com nosso sangue, obrigando que nossa permanência ali seja breve, pelo menos enquanto estávamos tirando fotos.

10 minutos depois, seguimos para o trecho restante da trilha, que agora já no topo, seguia em um curto trecho por dentro da trilha até que as 11:10h, atingimos a Pedra que dava nome ao Pico do Itatins a exatos 604 metros de altitude. Nesse ponto do mirante, se tem uma vista de tirar o fôlego das praias do Guarau, Barra da Una, boa parte da planície da Serra da Juréia, dedo de deus e outros formatos jurássicos da Serra da Juréia-Itatins. Pausa para mais fotos, claro.

Imagem
Vales do Parque ecológico Jureia-Itatins

Imagem
Ao fundo, praia da Barra da Una

Durante a trilha, um fato curioso nos chamou a atenção: Algum sem vergonha depositou sua necessidade bem no meio da trilha e carimbou minha bota com parte dela, me obrigando a aguentar o cheiro ruim até que conseguira tirar o grosso raspando a sola na grama. O sujeito ainda teve a cara de pau de deixar um "bilhete" avisando, o que arrancou boas gargalhadas do pessoal. Pior para mim, que não vira e acabei metendo os pés literalmente na merda. Durante a nossa estada em ambos os mirantes, encontramos outros pequenos grupos, que subira antes da gente, e cumprimentamos cordialmente.

Permanecemos por cerca de 1 hora e meia nos 2 mirantes, onde aproveitamos para mandar ver nos lanches e bebidas, forrando o estômago e molhando nossa goela seca, para depois as 12:25h, demos adeus ao Pico do Itatins, iniciando a descida de volta até o asfalto, onde chegamos as 13:30h, nos despedimos do Ivan e seguimos até o carro. Eric como sempre, disparou na frente durante a descida e já nos aguardara do lado do carro. Bem, pelo menos serviu para vigiar o veículo estacionado.

Imagem
Vista da Orla de Peruíbe

Imagem
Vista espetacular

Sem perder tempo, partimos dali em direção a cidade vizinha a Peruíbe, Itariri, utilizando uma rodovia vicinal a SP 344, que liga Peruíbe a Padre Manoel da Nóbrega, já bem mais próximo de Itariri, onde chegamos as 14h00. Munidos de infos sobre as cachoeiras da região, logo fui me informar com os moradores locais onde as cachoeiras da região, após coletar as infos, nos mandamos para a estrada do rio do Azeite que margeava o Rio Itariri do lado direito.

Procurando aqui, ali, chegamos ao trecho de rio, estacionamos o carro e chegamos a cachoeira da Italiana, que é apenas uma pequena queda mais encachoeirada do rio Itariri, que descia furioso lá do alto da serra em um rio largo e cheio de pedras,com alto volume de agua. Nosso objetivo era localizar a cachoeira do Salto, porém o horário avançado e o fato da Bel estar com uma dor de cabeça forte por conta de um principio de sinusite, fez que eu e o Eric nos limitássemos apenas a vasculhar o trecho do rio, num roteiro apenas exploratório, em busca de uma possível picada bem batida que subisse o rio até as entranhas da serra da Juréia, onde encontraríamos a cachoeira do Saltinho e 7 quedas.

Após vasculhar o rio e não encontrar nenhuma picada do outro lado, eu e o Eric retornamos até o carro e decidimos deixar pendente para uma próxima pernada, com mais infos e mais tempo para explorarmos as ditas cujas. O Rio do Azeite possue vários trechos de piscinas naturais, onde numa delas quase dei um tchibum, mas o vento meio frio de meio da tarde, o sol meio fraco e a agua geladíssima por conta do frio da madrugada, me fez deixar isso para uma próxima vez, em um dia mais quente....

Imagem
Piscina natural do rio

De volta ao carro, iniciamos o retorno pela estrada do Rio do Azeite as 15:10h e as 16:00hs fizemos uma pausa rapida em Pedro de Toledo para tomar algo, comemorarmos a subida do Pico do Itatins e as 16:25h, iniciamos o retorno de volta a Sampa, onde chegamos somente as 20:00hs, devido aos vários trechos de congestionamentos na Régis, ora de caminhões no trecho de serra, ora no trecho final, por conta do excesso de carros. E pensar que aquela rodovia zuada e com vários pontos ainda precários é a única ligação direta de SP com o sul do Brasil e o Mercosul. ::quilpish::

Imagem
Rio Itariri

Imagem
Pedra da Igrejinha

O Pico do Itatins, popularmente, cujo nome oficial é "Morro de Peruíbe", segundo dita a carta topográfica, é uma das opções de mirantes existentes nas entranhas da Serra da Juréia/Peruíbe, que junto com outros picos como o dedo de Deus e Pedra cara de Macaco, proporciona belas visões do entorno das planícies da serra, orla das praias do litoral sul e da imponente serra do Mar de Itanhaém e Peruíbe, mais ao fundo. O mais estranho é que o verdadeiro Pico do Itatins parece ainda não descoberto e explorado ainda....

Inúmeras cachus e picos existem aos montes, prontos para serem descobertos e explorados,
Então, só faz programas batidos e repetidos, quem quer. ::otemo::

Em Agosto desse mesmo ano retornei a região do Itariri para explorar as cachoeiras que haviam ficado para trás.

Relato => Cachoeiras do Salto e escorrega em Itariri

-----------------------------------

Como chegar:

Partindo de São Paulo, pegue a Imigrantes, depois a Padre Manoel da Nóbrega e siga até Peruibe, litoral sul. Ao avistar a placa para Peruíbe, entre a direita e depois a esquerda na Av.João Abel, onde no inicio há um posto BR a esquerda. Siga por ela até a rotatória e vire a direita na Av.Padre Anchieta. Siga até o final dela e vire novamente a direita, onde localizará placas indicando "Estrada do Guaraú". Passe pelo portal da estrada do Guaraú-Peruíbe/SP e ao passar por uma estátua de nossa senhora das graças a direita, a entrada da trilha fica na próxima curva que a rodovia dá a esquerda, onde há um pequeno riachinho.

Seguindo uns 200 metros a frente, há um local descampado onde é possível deixar o carro. Também da para ir de ônibus rodoviário, mas ai terá que andar da rodoviária que fica no centro até a entrada da trilha, que é longe. Há linhas de ônibus que ligam Peruíbe ao Bairro do Guaraú, mas não sei se o motorista do busão pararia ali, pois a vicinal que liga Peruíbe a Guaraú é de pista simples e não há acostamento. ::mmm:
Editado pela última vez por Renato37 em 01 Abr 2015, 21:36, em um total de 3 vezes.

#832590 por Otávio Luiz
24 Abr 2013, 13:24
Legal, mais um morro pra se conhecer...
Obrigado por compartilhar Renato, o relato está bem detalhado. Parabéns!!!
#832913 por Jorge Soto
25 Abr 2013, 13:30
Otimo relato o seu, Renato, dessa atrativo natureba obrigatorio de quem visita Peruibe. Ideal pra levar a namorada ou o cunhado mala. Pelo q descreveu nao mudou muita coisa por la, desde a ultima vez q estive la. Bom saber. Apenas uma correção a respeito da confusão de nomenclatura. Essa serra é equivocadamente nominada de Jureia e o pico os locais chamam Guararu (em funcao da estrada do mesmo nome). Enqto a carta topografica o nome do morro é Peruibe, inserido na serra do mesmo nome. Basta conferir abaixo.
http://biblioteca.ibge.gov.br/visualiza ... A-II-4.jpg
A Jureia propriamente dita começa (em tom oficial) ao fim da Estrada do Guarau, nas bandas do Rio Una.Com relacao ao Pico Itatins, existe um e ta situado no miolo da Jureia sim, porém as margens do Rio e Estrada do Despraiado. Provavelmente dai venha a confusão em nominar o Guararu (ou Peruibe) como Itatins. Esse é um "erro" perpetrado de longa data por agencias que antigamente levavam turistas ao topo fazendo-os crer q estavam na Jureia. Um erro q acabou pegando como "verdade", sendo disseminado ate por outros sites.
Logico q sao consideracoes tolas duma discussao esteril, pois independente de nome a pernada de vcs abriu varias possibilidades exploratorias no entorno. Preciso voltar a essas bandas.
Gde abraço
#833623 por Renato37
27 Abr 2013, 13:32
Jorge Soto escreveu:Otimo relato o seu, Renato, dessa atrativo natureba obrigatorio de quem visita Peruibe. Ideal pra levar a namorada ou o cunhado mala. Pelo q descreveu nao mudou muita coisa por la, desde a ultima vez q estive la. Bom saber. Apenas uma correção a respeito da confusão de nomenclatura. Essa serra é equivocadamente nominada de Jureia e o pico os locais chamam Guararu (em funcao da estrada do mesmo nome). Enqto a carta topografica o nome do morro é Peruibe, inserido na serra do mesmo nome. Basta conferir abaixo.
http://biblioteca.ibge.gov.br/visualiza ... A-II-4.jpg
A Jureia propriamente dita começa (em tom oficial) ao fim da Estrada do Guarau, nas bandas do Rio Una.Com relacao ao Pico Itatins, existe um e ta situado no miolo da Jureia sim, porém as margens do Rio e Estrada do Despraiado. Provavelmente dai venha a confusão em nominar o Guararu (ou Peruibe) como Itatins. Esse é um "erro" perpetrado de longa data por agencias que antigamente levavam turistas ao topo fazendo-os crer q estavam na Jureia. Um erro q acabou pegando como "verdade", sendo disseminado ate por outros sites.
Logico q sao consideracoes tolas duma discussao esteril, pois independente de nome a pernada de vcs abriu varias possibilidades exploratorias no entorno. Preciso voltar a essas bandas.
Gde abraço


^^ Valeu Jorge, vi a carta e corrigi o nome e o titulo, porém deixando como oficial em parenteses, e o nome como é conhecido popularmente a trilha para fins de info.
#867195 por jcreloi
04 Ago 2013, 23:52
Olá Renato, parabéns pelo relato e divulgação da trilha. Fiz o referido trajeto hoje, dia 04 de agosto de 2013, logo após o desjejum, caminhando da esquina das vias Rua Tiradentes x Av Luciano de Bona, no bairro jangada, como caminhada de aquecimento até a subida do asfalto da estrada do Guaraú, preparação para a trilha propriamente dita. Para quem até já participou de meias-maratonas, confesso que a trilha do Morro de Peruíbe é um desafio para os desavisados, e hoje percebi algumas pessoas com certa dificuldade frente à forte inclinação de determinadas passagens. No mais a vista é legal, pena que hoje houve neblina que interferiu parcialmente no alcance do campo de visão. Boa sorte nas próximas expedições! ::otemo::
#869231 por Renato37
11 Ago 2013, 10:16
gtavares escreveu:Oi Renato, tudo bem ?

Você teria o percurso em GPS ou então alguma foto/descrição da entrada da Trilha ? Eu li o seu relato e fiquei com muita vontade de fazer essa trilha mas não encontrei muitas informações sobre a entrada e etc..

Valeu !!


As instruções de como chegar na entrada da trilha estão no final do relato, chegou a ler? Não tenho croqui ou tracklog dessa trilha. Na dúvida, pergunte para os moradores locais a respeito do Pico do Itatins ou morro do Peruibe que te informam. ::mmm:

Abraços!

jcreloi escreveu:Olá Renato, parabéns pelo relato e divulgação da trilha. Fiz o referido trajeto hoje, dia 04 de agosto de 2013, logo após o desjejum, caminhando da esquina das vias Rua Tiradentes x Av Luciano de Bona, no bairro jangada, como caminhada de aquecimento até a subida do asfalto da estrada do Guaraú, preparação para a trilha propriamente dita. Para quem até já participou de meias-maratonas, confesso que a trilha do Morro de Peruíbe é um desafio para os desavisados, e hoje percebi algumas pessoas com certa dificuldade frente à forte inclinação de determinadas passagens. No mais a vista é legal, pena que hoje houve neblina que interferiu parcialmente no alcance do campo de visão. Boa sorte nas próximas expedições! ::otemo::


Valeu jcreloi ::otemo::
#1120581 por Karinsf
06 Set 2015, 15:40
Obrigada pelo relato, Renato!
Hoje tentei fazer esta trilha com o meu namorado e não encontramos a entrada da trilha. Pode ser que mudou alguma coisa desde que vcs fizeram a trilha. Ficamos muito chateados! Tentamos obter informações no posto de informações turísticas mas estava fechado! Seria importante se tivessem placas e mais orientações para os turistas.

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes