Relatos de Viagens por 2 ou mais países da América do Sul
#1211357 por ericoliv
18 Ago 2016, 23:39
Pessoal, Estou vendendo Mochilas Eastpak Novas Originais com 30 anos de garantia aqui nos classificados do mochileiros.com

Meu blog sobre Huaraz:
http://destinohuaraz.blogspot.com.br/
awesome video from my Armenian friend https://www.youtube.com/watch?v=jJqFQXUvn0Q

Emiti uma passagem pela internet na viação andorinha para o dia 08/01/2016 para Campo Grande, mas eu deveria ter emitido a passagem para Corumbá direto, pois dessa forma teria economizado R$100,00.
Corumbá
Arrumei minhas malas e fui para a Barra Funda pegar o ônibus para Campo Grande, em seguida peguei um ônibus para Corumbá. Conheci um morador de Corumbá no ônibus e vi jacarés nos pântanos no caminho, e chegando a Corumbá ele me apresentou o Grego, então eu fiquei na pousada da esposa do grego, muito confortável com ar-condicionado no centro de Corumbá, paguei R$35,00 na diária, é um pouco difícil de achar porque não existe nada escrito, mas segue abaixo o contato:
corumba-pousada.jpg
corumba-pousada.jpg (193.26 KiB) Exibido 1002 vezes


No dia seguinte bem cedo fui para a fronteira co Puerto Quijarro, estava uma fila na parte brasileira para entrar na Bolívia, dei saída do Brasil e entrada na Bolívia, conheci vários turistas, e tinha uma francesa sozinha, fizemos cambio de real para bolivianos, ali na fronteira é a melhor cotação de toda a Bolívia, então pegamos um taxi para a rodoviária, mas no dia não havia trem, tivemos que ir de ônibus para Santa Cruz, então compramos a passagem, almoçamos fomos pegar o ônibus, no começo eu estava muito preocupado com minhas malas, mas depois vi que os Bolivianos são muito tranqüilos.
carimbo-bolivia.jpg
carimbo-bolivia.jpg (150.75 KiB) Exibido 1002 vezes


Santa Cruz de La Sierra
Chegando em Santa Cruz, fomos num hostal para passar uma noite, bem perto da rodoviária bimodal, então deixamos nossas coisas e fomos jantar meu primeiro papas com pollos, esse prato tem o mesmo sabor na Bolívia inteira.
Estava muito calor, acordamos e fomos tomar café, nosso check-out era 12:00, e quando deu 11:00, eu resolvi comprar um cigarro e uma cerveja Pacenã na conveniência do outro lado da rua, deixei minha doleira com meu passaporte e todas as minhas coisas com a francesa, e levei apenas minha carteira com minha CNH e 200 bs, quando estava voltando havia um carro da policia na rua, e ele me parou e pediu meu passaporte, e eu dissse que estava no hostal, ele insistiu e eu mostrei minha CNH e ele disse que aquilo não valia para nada e me pediu para entrar no carro, e eu entrei, então começamos rodar em santa cruz, e eu com a cerveja na mão dentro do carro da polícia desesperado por causa das minhas coisas no hostal, ele me pediu para ajudar na gasolina senão ele me levaria para a Interpol, e fui obrigado a ajudar com 200bs então ele me deixou ao lado do hostal, e riu porque eu estava com a cerveja no carro. O dono do hostal viu e me disse que eles eram policiais falsos, foi um susto em tanto, mas não aconteceu nada de ruim.
Então fomos para a rodoviária comprar a passagem para Sucre, a francesa queria um ônibus confortável e pedimos para o cara vendendo a passagem, ele disse que o ônibus tinha ar-condicionado e cama, compramos e em seguida fomos fazer câmbio de real para bs, na frente da rodoviária tem um senhor que faz cambio e é um valor justo, pegamos nossas coisas e fomos pegar o ônibus, mas quando entramos no bus não era nada do que o cara havia nos falado, eu já sabia o que esperar mas a francesa se decepcionou, o ônibus era muito ruim, algumas poltronas não reclinavam, para nossa sorte a nossa reclinava, mas não tinha ar-condicionado, a francesa reclamou muito e eu expliquei que era o melhor ônibus e não havia outro, então o ônibus lotou, tinha alguns turistas viajando no corredor do ônibus, e algumas pessoas até no bagageiro. NO caminho para Sucre a noite, paramos na estrada para comprar nossa primeira folha de coca, porque iria começar a subida na montanha, disseram que o ônibus não fazia paradas mas ele parou na subida da montanha num restaurante durante uns 40 minutos, foi muito bom porque estava realmente cansativo, e uns penhascos muito loucos no caminho.
1660869_10207560077732691_6582741913058440436_n.jpg
eueafrancesa
1660869_10207560077732691_6582741913058440436_n.jpg (129.83 KiB) Exibido 1002 vezes


Sucre
Eu estava com um livro guia da América do sul, chegamos bem cedo em Sucre resolvemos ficar numa pousada chamada Cruz de Popayan, muito bacana, na Bolivia os quartos compartilhados são tudo misturados com homens e mulheres.
Conheci a cidade de Sucre muito bonita, fui no mercado central comprar vinhos, e pedi uma sacola para a chola, ela e a amiga dela começaram a rir da “sacola”e não entenderam, então eu gesticulei que queria uma sacola, ela me disse “una bolsa”, eu disse si.
A noite fomos num bar bem bacana com muitas bebidas variadas, me desentendi com a francesa e fomos dormir, então acordei e arrumei minhas malas, me despedi do pessoal e segui viajem sozinho.
O destino da francesa era fazer todo o trajeto de ônibus até a Colômbia onde ela iria trabalhar como woofer numa fazenda de café orgânico.
1916521_10207550346289411_4073055118580751694_n.jpg
calles
1916521_10207550346289411_4073055118580751694_n.jpg (108.51 KiB) Exibido 1002 vezes


Potosi
Fui para a rodoviária de Sucre e comprei uma passagem para Potosi, não havia muitos turistas no meu ônibus, eram mais camponeses bolivianos, e eu já tinha um bolsa de folha de coca, e ganhei outra em sucre de uma turista, dei esse pacote para um camponês no ônibus, parece que eles ficam muito gratos com esse tipo de coisa, no caminho de dentro do ônibus vi as primeiras llhamas e las llamitas lá fora, a paisagem é incrível, cheguei na rodoviária de Potosi muito bonita a rodoviária, e eu estava completamente perdido, eu queria chegar no Hostal Koala Den, então esse senhor quem eu dei folha de coca me explicou como chegar, peguei um ônibus e subi para o hostal, fiz meu check-in e lá eu senti meu primeiro soroche dor de cabeça e náusea, mas masquei folha de coca e passou na hora, e eu me aclimatei rapidinho.
O hostal era muito movimentado, pessoas do mundo inteiro e muitos argentinos porque é caminho para eles, resolvi não conhecer as minas, fiquei conhecendo a cidade, é um contraste muito grande dos Bolivianos com os costumes muito preservados e a arquitetura da cidade muito bonita. Fiquei 3 noites e 4 dias, no primeiro conheci a cidade, no segundo dia fiu com um casal de bolivianos comer kalapurca uma sopa com uma pedra vulcânica fervendo no meio do prato muito saboroso que eles comem logo de manhã, reencontrei a francesa e ela estava em outro hostal, nos iríamos para a água termal Ojo Del Inka, mas começou a chover, deveríamos ter ido porque não faz a menor diferença com chuva.
12541010_10207558916463660_2931113830019431557_n.jpg
kalapurca2
12541010_10207558916463660_2931113830019431557_n.jpg (75.91 KiB) Exibido 1002 vezes
12522978_10207558916183653_5967330091346390775_n.jpg
kalapurca1
12522978_10207558916183653_5967330091346390775_n.jpg (46.35 KiB) Exibido 1002 vezes
12508783_10207560075172627_4424227348778004567_n.jpg
callep
12508783_10207560075172627_4424227348778004567_n.jpg (82.59 KiB) Exibido 1002 vezes


Então passeamos na cidade, e a francesa foi embora, e voltei para o hostal, ficamos eu, um casal do País Basco, uns argentinos e os funcionários do hostal bebendo vinho e cerveja a noite inteira, fiquei bêbado e fui dormir.
12410577_10207554169904999_7394903641807037761_n.jpg
potosina
12410577_10207554169904999_7394903641807037761_n.jpg (92.57 KiB) Exibido 1002 vezes

No dia seguinte, foi eu e um casal de argentinos para o Ojo Del Inca, estava muito sol mas é muito frio, a água é muito boa muito quente, muitas pessoas acampam nesse local, eles entram na água a noite, muito fácil de chegar com transporte publico, eu não passei protetor solar e queimou muito minha pele, minha boca ressecava muito, muita manteiga de cacau.
12400969_10207566394850615_5591857324982146997_n.jpg
ojo
12400969_10207566394850615_5591857324982146997_n.jpg (81 KiB) Exibido 1002 vezes

Voltamos para a cidade estava tendo muitas festas folclóricas, participamos de varias, eles enfeitam os carros e ficam jogando cerveja em volta, dançando fantasiados com uma banda tocando, acredito que a festa se chama fiesta Del nino, muito bacana, fomos nas feiras, conhecemos muito bem essa cidade que eu gosto muito, depois fomos para o hostal e eu fiquei bebendo cerveja Potosina, os argentinos foram embora e eu conheci uma gaúcha.
A noite eu e a gaúcha fomos num bar bem legal, mas estava vazio, bebemos umas tequilas e eu experimentei uma bebida curtida há 5 anos com ervas que é quase álcool puro, é um pouco caro mas o cara tacou fogo então eu bebi, muito forte mesmo, depois ela foi para o hostal e eu fiquei conhecendo a vida noturna de potosi, num caraoquê, e seguida fui dormir.
No meu último dia em Potosi, eu e a gaúcha acordamos, tomamos café do hostal Koala den que é o melhor, e fomos passear na cidade, tivemos sorte de pegar a catedral Museo Mirador San Francisco aberto, é sensacional essa igreja, toda decorada com outro e prata, o telhado tem uma execelente vista para o Serro Rico e a Cidade de Potosi, e as catacumbas é coisa de filme, cheio de esqueletos humanos, muito legal mesmo. Depois ficamos passeando pela cidade, voltamos para o hostal eu arrumei minhas coisas para partir para Uyuni e a gaúcha para o Sajama, comemos e pegamos um taxi para a rodoviária.
museo=sanfrancisco.jpg
museo=sanfrancisco.jpg (201.77 KiB) Exibido 1002 vezes
10157203_10207572937294172_8765433204018609017_n.jpg
mirador
10157203_10207572937294172_8765433204018609017_n.jpg (101.79 KiB) Exibido 1002 vezes
12400595_10207572936294147_718931975648806276_n.jpg
catacumbas
12400595_10207572936294147_718931975648806276_n.jpg (66 KiB) Exibido 1002 vezes


Uyuni
Parti para Uyuni sozinho mas eu já estava mais tranqüilo por conhecer a cultura boliviana, cheguei em Uyuni no final da tarde e já fui procurar uma agência de turismo, encontrei uma com preço bacana o passeio de um dia, dei um sinal e fui procurar um lugar para dormir, fiquei num hotel bem próximo da agencia. A noite fui comer saltenhas algumas coisas, eu estava morrendo de fome, bebi umas pacenas e fui dormir.
Fiz check-out bem cedo do hotel, e fui para a agencia guardar minhas malas, levei apenas uma mochila pequena, algumas bolachas e salgadinhos e duas garrafas dagua de dois litros, foi muito útil, também o protetor solar e o cacau, estava muito sol e partimos para o cemitério de trens, foi o lugar que eu vi mais brasileiros em toda a Bolívia, depois passamos numa feira de artesanatos em seguida fomos salar adentro, na entrada do rally Dakar, hotel de sal, depois numas lagunas com flamincos, paramos na ilha de pescados, conheci a ilha inteira, e voltamos para o hotel de sal e almoçamos. Ficamos mais algumas horas tirando fotos e retornamos para o centro de Uyuni, chegamos no final da tarde.
12541113_10207581959359718_6455746911942664747_n.jpg
trens
12541113_10207581959359718_6455746911942664747_n.jpg (74.12 KiB) Exibido 1002 vezes
12540690_10207581958959708_2400071381308222894_n.jpg
dakar
12540690_10207581958959708_2400071381308222894_n.jpg (61.85 KiB) Exibido 1002 vezes
12548849_10207581957439670_3986359949038598395_n.jpg
hotelsal
12548849_10207581957439670_3986359949038598395_n.jpg (62.4 KiB) Exibido 1002 vezes
12548942_10207581957839680_3671655815877726845_n.jpg
ilhadepescado1
12548942_10207581957839680_3671655815877726845_n.jpg (64.11 KiB) Exibido 1002 vezes
12523194_10207581955599624_5795175977820305176_n.jpg
ilhadepescado2
12523194_10207581955599624_5795175977820305176_n.jpg (116.51 KiB) Exibido 1002 vezes
12507285_10207581955999634_6114847477488965375_n.jpg
solsalar
12507285_10207581955999634_6114847477488965375_n.jpg (30.89 KiB) Exibido 1002 vezes

ilhadepescados.jpg
boletoilhadepesc
ilhadepescados.jpg (204.8 KiB) Exibido 1002 vezes

Meu destino era La Paz, quando retornamos do salar já era quase noite, e havia um ônibus partindo para La Paz, comprei minha passagem e fui correndo pegar minhas coisas, e peguei o ônibus para La Paz, a viagem é bem longa. No ônibus conheci uma paulista, e fomos conversando até La Paz.

La Paz
Chegando em La Paz, eu queria ficar no hostal Adventure Brew que meu colega me indicou, e eu sabia que era bem perto da rodoviária, mas a paulista ficou no Loki Hostal, eu gostei muito do Adventure Brew, consegui uma vaga e guardei minhas coisas, depois fui no Loki me encontrar com a paulista e conhecer um pouco de La Paz. Estavamos com muita fome, fomos comer Pollo con Papas, em seguida voltamos cada um para o seu hostal, eu estava cansado, tomei um banho e dormi.
No dia seguinte me encontrei com a paulista, fomos procurar uma agencia de turismo para comprar o Chacaltaya e a Ruta de La Muerte, eu contratei os dois e a paulista apenas o Chacaltaya.
Uma dica para quem vai subir o Teleferico Vermelho, se tiver tempo vai ni final da tarde, dá para ver a cidade de La Paz e as montanhas nevadas, e quando escurece, fica uma vista sensacional de La Paz toda iluminada.
WP_20160818_19_19_12_Pro.jpg
boletoteleferico
WP_20160818_19_19_12_Pro.jpg (1.98 MiB) Exibido 1002 vezes

12552999_10207592056612143_1987299620564048578_n.jpg
vermelha
12552999_10207592056612143_1987299620564048578_n.jpg (42.84 KiB) Exibido 1002 vezes
12495194_10207592057692170_6394101950998596748_n.jpg
vermelha1
12495194_10207592057692170_6394101950998596748_n.jpg (73.59 KiB) Exibido 1002 vezes

12523751_1647712662145292_1574321622_n.jpg
eunared
12523751_1647712662145292_1574321622_n.jpg (60.72 KiB) Exibido 985 vezes

Um detalhe sobre La Paz, não julgue a cidade pela a aparência, todas as casas de La Paz não são acabadas por fora, isso é porque o governo taxa as casas que fazem acabamentos, as casas são feias por fora, mas dizem que algumas são como mansão por dentro.

Depois ela descobriu que em La Paz exite Subway e Burger King, fomos comer no Subway, em seguida pegamos um taxi e fomos ao mirador killi killi, tiramos umas fotos, voltamos para o centro e tiramos umas fotos no palácio do governo, conhecemos mais da cidade, e fomos para o hostal. O adventure brew ganha uma cerveja por dia, então bebi as duas que eu tinha direito e mais um monte, bem animado o bar do hostal, pessoas do mundo todo, no dia seguinte eu precisava acordar cedo para o passeio no Chacaltaya.
12472386_10207585534689099_2393172637709657357_n.jpg
kk
12472386_10207585534689099_2393172637709657357_n.jpg (108.5 KiB) Exibido 1002 vezes

12573821_10207585340804252_8060475471653988738_n.jpg
soldado
12573821_10207585340804252_8060475471653988738_n.jpg (73.04 KiB) Exibido 1002 vezes


La Paz - Chacaltaya e o Vale de La Luna.
Acordei bem cedo, o ônibus foi me buscar no hostal para ir para Chacaltaya 5.395 m e vale de La luna, a guia é bilíngüe, havia pessoas do mundo todo no ônibus,começamos a subir a montanha de ônibus, muita gente morrendo de medo naquela estrada estreita, e algumas passando mal de soroche, e eu havia esquecido minha folha de coca, chegamos na estação de ski, começamos a subir o que faltava, é realmente alto, metade desistiu, eu dava dois passos e parecia que meu pulmão ia explodir e meu coração saltar da minha boca, minha sorte é que estava descendo um casal de alemães e me deram folha de coca, senão acho que eu não conseguiria, chegamos no topo bastante neve, meu primeiro contato com a neve. Voltamos para a cidade de La Paz mas o passeio ainda não havia acabado, fomos para o vale de La luna, depois de atingir o topo do chacaltaya, o vale de La luna perde a graça, na volta eu pedi para a guia me deixar na linha amarela do teleférico, uma koreana, duas holandesas e uma brasileira também foram junto, subimos o teleférico bem legal, na volta a energia acabou, ficamos uns 30 minutos parados presos no teleférico lá em cima, muito legal mesmo, em seguida pegamos um ônibus e voltamos cada um para o seu hostal. Esse dia foi muita adrenalina e eu estava morto de cansaço tomei banho e fui dormir. Meu quarto parecia um paraíso, só mulheres, conheci duas canadenses, duas alemãs, argentinas estava muito legal o clima.
12540908_10207597808435935_7359841003578195349_n.jpg
chacaltaya1
12540908_10207597808435935_7359841003578195349_n.jpg (39.28 KiB) Exibido 1002 vezes
1929890_10207597807475911_4701683513429069889_n.jpg
eunochacaltaya
1929890_10207597807475911_4701683513429069889_n.jpg (44.37 KiB) Exibido 1002 vezes
12573098_10207597807675916_1786004534242055317_n.jpg
valedelaluna
12573098_10207597807675916_1786004534242055317_n.jpg (100.36 KiB) Exibido 1002 vezes
12573685_10207597807875921_6958198059641016471_n (1).jpg
amarilla
12573685_10207597807875921_6958198059641016471_n (1).jpg (76.96 KiB) Exibido 1002 vezes


La Paz – Ruta de La Muerte
No dia seguinte acordei cedo para a tão esperada Ruta de La Muerte, o ônibus foi me buscar novamente no hostal, e subimos para La Cumbre 4700m, colocamos os equipamentos e pegamos as bikes, eu fui pela agência No fear adventure, minha bike foi o caminho inteiro sem problemas, mas de 3 pessoas furaram o pneu.
A descida é alucinante e realmente perigosa, teve uma vez que eu freei muito forte na curva com o freio da frente, achei que u fosse para o desfiladeiro, mas se prestar bastante atenção é seguro, passa por diversas cachoeiras, paramos para tirar algumas fotos em lugares muito bacanas, conforme vai descendo vai esquentando, lá em cima é muito frio e vento gelado, depois tem que ir tirando as blusas e ir guardando no ônibus, chegando em coroico ou yolosa não me lembro, é muito quente e tem um restaurante com um almoço muito bom mesmo, fomos eu mais dois colegas de Corumbá, 3 portugueses, uns chilenos, uma argentina e um casal ela da polônia e ele da Holanda que estão há 6 meses viajando pela America do sul.
P1880666.JPG
galeradaruta
P1880666.JPG (3.53 MiB) Exibido 1002 vezes
P1880605.JPG
eunaruta
P1880605.JPG (4.39 MiB) Exibido 1002 vezes
fotoempe.jpg
fotoempe.jpg (2.75 MiB) Exibido 1002 vezes
P1880729.JPG
eunaruta3
P1880729.JPG (5.16 MiB) Exibido 1002 vezes
P1880754.JPG
nosnaruta
P1880754.JPG (4.84 MiB) Exibido 1002 vezes


Chegando de volta no hostal, fui falar da minha experiência para as canadenses sobre o downhill de bike, elas estavam em La Paz apenas para pegar o visto para o Brasil no consulado e ir no carnaval do rio, eu disse á elas que brasileiros não precisam de visto para entrar no Canadá, e a noite fui beber umas brejas.
Acordei e me encontrei com a paulista, fomos nas feiras de artesanatos e no mercado das bruxas, compramos umas lembranças, ela partiu para Copacabana e eu fiquei mais um dia em La Paz. Fui para o teleférico da linha vermelha(roja) e tirei algumas fotos, comi pizza e ceviche na praça de alimentação que era recém inaugurada, depois fui para o hostal arrumar minhas coisas.

Copacabana
Acordei bem cedo, fiz check-out, e fui para o teleférico da linha roja novamente, e desci atrás do cemitério, onde tem um ônibus para Copacabana bem mais barato, tomei café por ali mesmo, os bolivianos comem pão com palta(abacate) e queijo, eu não comi porque eu não gosto, no peru também tem. Parti para Copacabana, cheguei no final da tarde, encontrei um hostal bacana lá em Copacabana, depois fui dar um passeio na cidade, é bastante frio a noite mesmo no verão, encontrei uma garrafa de vodka russa original Stolichnaya por 75 bs, e eu comprei, e a noite estava tendo na beira do Titicaca uma encenação religiosa de católicos, foi bem legal com fogueira, bebi um pouco de vodka e fui dormir.
12424491_990674174331531_808650549_n.jpg
copacabana
12424491_990674174331531_808650549_n.jpg (57.56 KiB) Exibido 1002 vezes


Isla del Sol
No mesmo hostal que eu fiquei o dono vendia a passagem de barco para a isla Del sol, então comprei e de manhã cedo peguei o barco para lá, é umas 3 horas de barco, subimos no teto e ficamos tirando fotos do Titicaca, paramos num lugar que tem um museu bem pequeno, comprei minha entrada para o vale do da isla onde tem ruínas incas, e fomos para a parte norte da isla. Chagamos na parte norte parece uma praia, a não ser pelas vacas bebendo água na praia,muito engraçado, e muitos argentinos acampados, eu encontrei um hostal perto de um pasto de vacas e cavalos, mas havia banho quente.
Eu fiquei com um pouco de medo na parte norte da Isla Del Sol, porque eu dizia que eu era de são Paulo e ficava um clima muito estranho, me senti um pouco hostilizado, muitos moradores já trabalharam ou tem parentes que trabalham aqui em são Paulo, e eles sabem que o povo daqui é malandro, sinceramente eu não via a hora de ir embora daquele lugar. Mas ruínas inkas são realmente legais, e eu vi o pôr-do-sol mais espetacular da minha vida. A noite fui para a praia, fiquei bebendo vodka e comendo chocolate, conversando com as cholas experimentando umas coisas esquisitas que eles comem, bebi a garrafa inteira de vodka que foi muito bom naquele frio depois dormi para voltar, acordei e peguei o primeiro barco de volta, antes de eu partir, o dono do hostal um senhor veio se despedir de mim e me agradecer, eu já estava no barco, foi um gesto muito cordial.
12568124_1668089933467755_1570199530_n.jpg
pordosolisla
12568124_1668089933467755_1570199530_n.jpg (43.74 KiB) Exibido 1002 vezes


Puno
Chegando de volta em Copacabana, comprei a passagem para Puno, peguei o bus na primeira poltrona, muitas pessoas que eu conheci em La Paz estavam nesse ônibus, chegamos na fronteira com o Peru, eu não tinha preenchido o papel na imigração, preenchi na hora, depois de 3 vezes errado, consegui preencher certo, então eles carimbaram minha entrada, voltamos para o ônibus e seguimos viajem até Puno. Cheguei de tarde em Puno, comprei minha passagem para Cusco para um ônibus que sairia a noite, guardei minhas malas na agencia de ônibus, então um senhor disse que o barco para as Islas Flotantes de los Uros estava saindo, então pegamos um taxi, e eu consegui pegar o barco para os uros, muito legal vale apena, voltei e contratei com ele o hostal em cusco, e um taxista estaria me esperando na rodoviária.
12543174_1540839442895780_1448391928_n.jpg
fronteira
12543174_1540839442895780_1448391928_n.jpg (75.21 KiB) Exibido 1002 vezes
12552897_10207627310733474_1794637070177751631_n.jpg
quechua
12552897_10207627310733474_1794637070177751631_n.jpg (76.84 KiB) Exibido 1002 vezes
12592412_10207627310013456_2014568727716831318_n.jpg
uros
12592412_10207627310013456_2014568727716831318_n.jpg (62.89 KiB) Exibido 1002 vezes
12540905_10207627308453417_8487102850156365294_n.jpg
uros2
12540905_10207627308453417_8487102850156365294_n.jpg (88.19 KiB) Exibido 1002 vezes
12543201_1702068996696831_984925997_n.jpg
barcouros
12543201_1702068996696831_984925997_n.jpg (96.44 KiB) Exibido 1002 vezes


Cusco
Chegando na rodoviária de Cusco, um taxista estava me esperando, eu e uma suíça pegamos esse taxi, ela ficou num hostal ao lado do meu, é um hostal muito confortável com um excelente café da manhã, mas é lá em cima. Como já era tarde, tomei um banho e fui dormir. No dia seguinte fui fazer cambio e conhecer Cuzco, estava tendo uma feira gastronômica na praça, festas muito legais, eu comi muito bem, a comida de cusco é excelente, contratei uma agencia para fazer a Hidreletrica, e a noite fui experimentar o famoso pisco sour, depois fui conhecer a cidade.
WP_20160818_19_17_51_Pro.jpg
boletovanhidre
WP_20160818_19_17_51_Pro.jpg (1.88 MiB) Exibido 1002 vezes


Aguascalientes
Acordei cedo e fui esperar a van, o caminho para a hidrelétrica é longo, chegando lá caminhamos por mais duas horas, conheci um peruano de tacna e uma argentina do norte, chegamos em águas calientes no fim da tarde, estava sem energia, eu fui descansar, acordei a noite e fui no hotel da argentina, fomos beber umas cervejas, sem energia tudo escuro, começou a chover forte, fomos embora para ir para Machu Picchu no dia seguinte.
WP_20160818_17_05_52_Pro.jpg
ticketmp
WP_20160818_17_05_52_Pro.jpg (1.84 MiB) Exibido 962 vezes


Machu Picchu
No dia seguinte acordei bem cedo, peguei minha mochila com minhas coisas, tomei um café no mercado central, e sai caminhando para Macchu Picchu, a argentina tinha me falado para eu não me esquecer de comprar a entrada, e eu esqueci. Cheguei na primeira entrada de Machu Picchu, o guarda me pediu o passaporte e o ingresso, e eu disse que iria comprar lá em cima, então ele falou que eu precisava comprar no centro de Aguascalientes, e eu voltei caminhando, cheguei 7:30 no centro cultural Aguascalientes, e comprei o Ingresso Machu Picchu + Montanha, tomei outro café retornei para machu Picchu, a paisagem recompensa tudo, muito bonito a paisagem, comecei a subir para Machu Picchu a pé, eu precisava chegar antes das 10:00 no posto de controle da montanha, consegui chegar no horário e subir a montanha, no caminho eu e um holandês conseguimos ver huayna Picchu, mas chegando no topo da montanha Machu Picchu, só havia nuvens. Ficamos 2 horas lá em cima e nada das nuvens ir embora, resolvemos descer, assinamos o livro de controle de volta, e eu fui caminhar pela cidade perdida. Saí do parque na hora de fechar, e não consegui conhecer tudo, então fui embora caminhando e chegando de volta em Aguascalientes, na frente daqueles hotéis de luxo tinha muitos moradores olhando para o outro lado do rio na floresta, alguns ficavam acenando para o mato, eu vi apenas o mato se mexendo, então perguntei o que eles estavam olhando, ela me respondeu “un oso”, e eu perguntei o que é isso oso, ela ficou gesticulando até eu entender que se tratava de um Urso Andino.
12643034_10207647133389028_4893900361967940291_n.jpg
mp-eu
12643034_10207647133389028_4893900361967940291_n.jpg (87.12 KiB) Exibido 1002 vezes
12647406_10207647130788963_1167906028339313526_n.jpg
mpcabana
12647406_10207647130788963_1167906028339313526_n.jpg (35.22 KiB) Exibido 1002 vezes
12592559_10207647132228999_5186382567948438911_n.jpg
mpmontanha
12592559_10207647132228999_5186382567948438911_n.jpg (65.51 KiB) Exibido 1002 vezes

WP_20160818_19_33_55_Pro.jpg
WP_20160818_19_33_55_Pro.jpg (1.93 MiB) Exibido 985 vezes


Quando retornei para Aguascalientes a energia havia voltado, tomei um banho e fui descansar.
A noite fui comer e beber uns piscos, no dia seguinte peguei minhas coisas, tomei desayuno cafe retornei para hidrelétrica, e peguei a van de volta para cusco, cheguei no hostal e peguei minhas coisas, eu queria ficar mais perto do centro mas o hostal backpacker que eu fiquei era horrível no centro de cusco, fedorento. Fui passear em cusco, conhecer o outro lado da cidade, beber umas brejas depois fui dormir.
De manhã fui para a rodoviária, comprei uma passagem para Lima, e tinha muitos policiais na rodoviária, a vigilância sanitária fechando várias lanchonetes, eu achei um broche da policia nacional do peru muito legal. Então parti para Lima.

Lima
Chegando em Lima, fiquei no hostal Flying Dogs, guardei minhas coisas e fui passear em Miraflores, muito bonito, fui na praia com uma lata de cerveja, a policial me disse eu eu não podia beber na praia senão eu poderia levar uma multa de 900 soles, então eu joguei no lixo e entrei na água, depois u vi o por-do-sol no pacifico, encontrei com a Koreana que havia conhecido em La Paz, ficamos um tempo na praia e depois voltei para o hostal e fiquei por lá. Fui dormir, e de madrugada chegaram uns argentinos muito loucos berrando no hostal, eu perdi o sono e sai para fumar, mas esqueci meu zipo na mesa, quando acordei não estava mais lá.
12568205_1690299854582263_1747683751_n.jpg
pordosol-lima
12568205_1690299854582263_1747683751_n.jpg (45.14 KiB) Exibido 1002 vezes


Passagem para Huaraz
juliocezar.jpg
passagemhuaraz
juliocezar.jpg (177.15 KiB) Exibido 1002 vezes


Huaraz
NO dia seguinte fui pegar um ônibus para Huaraz, pedi informação para um peruano perto do estádio do crystal, ele me disse que era muito perigoso aquela região, então me levou para uma agencia de ônibus perto da Movil, e paguei mais barato, deixei minhas coisas e então fui beber cerveja, bebi varias até dar a hora. Chegou na hora eu já estava meio bêbado, peguei o ônibus e apaguei, acordei no meio do caminho, fui perguntar para o motorista se havia alguma parada, ele me disse que não e falou para eu sentar na frente, e fomos conversando o caminho inteiro, foi realmente legal, eu podia fumar lá na frente até chegar em Huaraz, chegando lá o chofer Jesus me apresentou o Maximo da agencia Corazón Andino, ele me levou para um hostal muito confortável, e eu contratei todos os passeios com essa agencia.

Huaraz – Chavin de Huantar
Logo nesse dia que eu cheguei, fui conhecer o museo arqueológico Chavin de Huantar, fiz amizade com umas peruanas muito bacanas, paramos para almoçar em Chavin antes de ir ao museu, haviam vários pratos típicos andinos, nos fizemos uma coisa bem legal, cada um pediu um prato diferente, e eu pedi Cuy assado, e experimentamos todos os pratos, confesso que não gostei de Cuy, depois descobri que é um porquinho-da-india.
Então fomos para o museo Chavin, é realmente sensacional, eles são pré-incas, eu não sou muito fâ de arqueologia, mas esse museu é realmente legal, então retornamos para Huaraz, a noite eu fui jantar em seguida me encontrei com minhas colegas peruanas, e ganhei uma garrafa de vinho peruano que eu não sabia que existia, é produzido em Ica.
12644718_10207678789740417_2743789319617332436_n.jpg
cuy
12644718_10207678789740417_2743789319617332436_n.jpg (68.06 KiB) Exibido 1002 vezes
12417620_10207678249686916_6563508326158978399_n.jpg
12417620_10207678249686916_6563508326158978399_n.jpg (24.98 KiB) Exibido 832 vezes
12661775_10207678253927022_8331812936597521337_n.jpg
chavin2
12661775_10207678253927022_8331812936597521337_n.jpg (121.12 KiB) Exibido 1002 vezes
12651318_10207678251166953_4503776709640969674_n.jpg
chavin3
12651318_10207678251166953_4503776709640969674_n.jpg (104.22 KiB) Exibido 1002 vezes


Huaraz – Nevado Pastoruri
Combinamos de ir no passeio do dia seguinte juntos, mas não deu certo, fomos em excursões diferentes para o Glaciar Pastoruri, incrível esse lugar, é um nevado de muito fácil acesso. No caminho conhecemos as Puyas raymondi, umas pinturas rupestres e uma lagoa colorida que fica borbulhando.
nevadopasto.jpg
ingresso
nevadopasto.jpg (183.99 KiB) Exibido 1002 vezes
12744331_10207311848342216_8055176445641670877_n.jpg
nevadopast
12744331_10207311848342216_8055176445641670877_n.jpg (115.98 KiB) Exibido 1002 vezes
12647305_10207683657862117_2434450421897189506_n.jpg
nevadopast2
12647305_10207683657862117_2434450421897189506_n.jpg (40.47 KiB) Exibido 1002 vezes


Huaraz – Parque Nacional Huazcaran
Voltamos para Huaraz, me encontrei com minhas colegas de Lima e elas estavam indo embora, fui até a rodoviária, ficou apenas uma de Tarapoto e fomos numa festa típica de Huaraz bem legal, depois me despedi dela e fomos para o hostal. No dia seguinte fomos para a laguna 69 no Parque Nacional Huazcarán, foi o melhor passeio de toda a viajem, o ônibus nos deixa perto de um bosque incrível, parece cena de outro planeta, com uns rios passando, depois chegamos num vale incrível com as montanhas da Cordilheira Branca e a Montanha Huazcaran de 6.768 m nos acompanhando, um rio no trajeto todo e muitas cachoeiras, a paisagem é a mais bonita que eu já vi na minha vida, depois de algumas horas caminhando, começamos a subida, não é tão extensa mas a altitude cansa, é indispensável botas impermeáveis e capa de chuva, passamos por varias lagoas com patos selvagens marrons, muitos pássaros e coelhos selvagens até chegar na Laguna, que é outra coisa incrível. A laguna 69 tem um azul impressionante, e as montanhas com os picos nevados tornam a paisagem mais bonita que eu já vi, e ouvir os estrondos das geleiras é outra coisa impressionante. Muito frio mesmo, tem que ser muito corajoso para entrar naquela água de 5 graus, eu coloquei minha mão e eu fiquei duas horas sem sentir nada que eu tocava, eu imaginava que os ingleses estavam acostumado com o frio, mas minha colega inglesa estava na mesma situação que eu, esse negocio de acostumado não existe, todo mundo reage da mesma forma, bebemos chá de coca bem quente mas não adiantou muito, é melhor mascar folha mesmo,.a descida é tranqüila, mas a paisagem continua alucinante, peguei água da geleira para beber no hostal, e voltamos embora. Em Huaraz não há muitos turistas brasileiros, são mais europeus, asiáticos e norte-americanos.
12642581_10207689838736635_6843512417348964859_n.jpg
llanganuco
12642581_10207689838736635_6843512417348964859_n.jpg (86.97 KiB) Exibido 1002 vezes
12647046_10207689897058093_5705843484408641087_n.jpg
laguna69
12647046_10207689897058093_5705843484408641087_n.jpg (95.1 KiB) Exibido 1002 vezes
12687945_10207691551979465_6429384083209012837_n.jpg
huazcarán
12687945_10207691551979465_6429384083209012837_n.jpg (47.64 KiB) Exibido 1002 vezes


Retornamos para huaraz, voltei para o hostal, tomei um banho e a noite fui jantar, meus soles estavam acabando, eu precisava fazer câmbio. Eu tinha mais um passeio pago para umas águas termais, no dia seguinte eu disse ao Maximo que eu não ia para esse passeio porque eu estava preocupado com o cambio, então fiquei na cidade esperando a casa de cambio abrir, a cotação é muito baixa em Huaraz, lá real não vale nada, cambiei apenas o necessário. Maximo me disse que eu poderia ir em outra águas termais de ônibus, então peguei o ônibus e fui, nessas águas termais não haviam turistas, apenas moradores. Depois retornei para Huaraz e fui conhecer a Calle Jose Olaya, a única rua que sobreviveu ao terremoto de 1970, retornei ao hostal comprei a passagem de volta a Lima e fiquei assistindo o jogo d Trujillo x São Paulo até chegar meu ônibus de volta para Lima.

A volta é outra longa história, voltei para Lima, em seguida fui para Arequipa e então cheguei em Puno e estava tendo carnaval eu tive que ficar um dia no hostal para esperar a fronteira abrir, e aproveitei para ir no carnaval, realmente uma grande festa, conheci muitos peruanos, bebi muito pisco com laranja no carnaval, mas quando voltei para o hostal fui assaltado, levaram tudo e 30 gb de fotos e videos que estava na mochila pequena, acredito que fui seguido por duas pessoas, eles me empurraram e eu caí, estavam com uma faca e foram levando tudo, por sorte não encontraram minha doleira com meu passaporte, em seguida falei com um policial e ele disse que não podia fazer nada.
E como se não bastasse, fui assaltado novamente em são paulo pinheiros, levaram um monte de coisas também, algumas semanas depois de eu ter voltado de viagem.
Anexos
12661775_10207678253927022_8331812936597521337_n.jpg
chavin
12661775_10207678253927022_8331812936597521337_n.jpg (121.12 KiB) Exibido 1002 vezes
Editado pela última vez por ericoliv em 16 Set 2016, 19:51, em um total de 7 vezes.

#1214010 por ericoliv
30 Ago 2016, 16:31
Meus amigos de Lima que conheci em Huaraz vieram a São Paulo e fizemos uma tour city, mostrei os principais lugares de Sampa, e tivemos sorte de pegar a feira da Vila Madalena, ganhei um vinho do Peru produzido em Ica.

14124921_10209424881631623_2897179908707355913_o.jpg
14124921_10209424881631623_2897179908707355913_o.jpg (204.21 KiB) Exibido 742 vezes


rico
14067543_10208840356593967_7202885275343603222_n.jpg
14067543_10208840356593967_7202885275343603222_n.jpg (104.71 KiB) Exibido 742 vezes
#1216713 por ericoliv
11 Set 2016, 20:16
dalila.viana escreveu:Olá, muito bom seu relato. Eu gostaria de saber qual a empresa de ônibus e os horários de Sucre para Potosi e de Potosí para Uyuni, se você tiver essas informações eu agradeço.


Dalila, desculpa responder atrasado, espero que seja útil, me lembro de pegar um bus de Sucre para Potosi de manhã ás 08:00 se eu não me engano, e o bus de Potosi para Uyuni foi de tarde ás 15:00, achei um comprovante.
WP_20160911_20_00_58_Pro.jpg
WP_20160911_20_00_58_Pro.jpg (224.43 KiB) Exibido 609 vezes
#1219995 por dalila.viana
24 Set 2016, 23:46
ericoliv escreveu:
dalila.viana escreveu:Olá, muito bom seu relato. Eu gostaria de saber qual a empresa de ônibus e os horários de Sucre para Potosi e de Potosí para Uyuni, se você tiver essas informações eu agradeço.


Dalila, desculpa responder atrasado, espero que seja útil, me lembro de pegar um bus de Sucre para Potosi de manhã ás 08:00 se eu não me engano, e o bus de Potosi para Uyuni foi de tarde ás 15:00, achei um comprovante.
WP_20160911_20_00_58_Pro.jpg
#1219997 por dalila.viana
24 Set 2016, 23:47
dalila.viana escreveu:
ericoliv escreveu:
dalila.viana escreveu:Olá, muito bom seu relato. Eu gostaria de saber qual a empresa de ônibus e os horários de Sucre para Potosi e de Potosí para Uyuni, se você tiver essas informações eu agradeço.


Dalila, desculpa responder atrasado, espero que seja útil, me lembro de pegar um bus de Sucre para Potosi de manhã ás 08:00 se eu não me engano, e o bus de Potosi para Uyuni foi de tarde ás 15:00, achei um comprovante.
WP_20160911_20_00_58_Pro.jpg

Muito obrigada pela informação.
#1220077 por ericoliv
25 Set 2016, 13:34
Jardel Stenio escreveu:Olá erico. Ótimo relato, vou fazer um trajeto parecido. Qual o custo do ônibus de quijarro a Santa Cruz? E de Santa Cruz a sucre?

Olá Jardel, espero que essa informação seja útil, pois não me lembro ao certo quanto paguei e o horario dos bus, mas guardei alguns comprovantes e segue abaixo os valores, dá para ter uma idéia:

Ida
Potosi - Uyuni = 30 bs
uyuni - la paz = 140 bs

Volta
La paz - Cochabamba = 70 bs
Cochabamba - santa cruz = 160 bs
Santa Cruz - Puerto Quijaro = 80 bs
Esses valores são dos comprovantes que eu guardei, e não se esqueça, todos os terminais de onibus da Bolivia e Peru você precisa comprar o ticket de serviço de terminal, que na Bolivia custa em torno de 3 bs, compre esse ticket sempre antes de comprar a passagem, pois é obrigatório.

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes