Faça perguntas e responda tópicos sobre qualquer tema abordado pela comunidade Mochileiros.com. Uma pergunta por tópico.
Regras do fórum: Fórum Perguntas & Respostas

Esse fórum é exclusivo para o envio de perguntas.

Importante:
- Envie apenas uma pergunta por tópico e não esqueça de escrever a pergunta no campo "título".
- Se você quer postar várias dúvidas sobre um roteiro de viagem por exemplo, o fórum correto é o de Roteiros de Viagem. Clique aqui para saber mais!
- Os tópicos criados que não forem perguntas claras serão renomeados ou movidos para outros fóruns mais adequados dentro do site.

Clique Aqui para postar sua pergunta!
#1106357 por Igor Mosh
13 Jul 2015, 21:00
Boa noite, Galera.

Estou em processo de solicitação de cidadania Lituana. Já reuni todos os documentos e mandei para fazer a tradução para o lituano e posteriormente enviar para o consulado, porém no meu caso não terei direito a dupla cidadania, sendo assim antes de entregar os documentos par analise devo renunciar a cidadania brasileira.

Minha dúvida é: INICIALMENTE NÃO IREI MORAR NA EUROPA E CONTINUAREI NO BRASIL E POR ESSE MOTIVO TENHO RECEIO DE RENUNCIAR A CIDADANIA BRASILEIRA E TER PROBLEMAS AQUI O BRASIL, COMO POR EXEMPLO AO CPF E CONTA BANCÁRIA. AS INFORMAÇÕES DO ITAMARATY SÃO INSUFICIENTES PRA ENTENDER, ALÉM DAQUELE POVO NÃO RESPONDER EMAILS. SÓ ENTENDO QUE NÃO TEREI DIREITO E EXERCER O DIREITO/DEVER DE VOTAR.

Alguém aqui tem cidadania de outro país e teve que renunciar a cidadania brasileira??? Tem ou teve algum problema aqui no Brasil se ainda continua vivendo aqui???


Valeu,



Igor

#1106760 por Adriana T-Tresch
15 Jul 2015, 09:37
Olá, se vc pretende continuar morando no Brasil, qual seria a vantagem de renunciar a cidadania brasileira? Vc vai poder continuar morando no Brasil sem restrições, não sendo brasileiro...? Pode prestar concurso público, sendo estrangeiro? Não sei, mas acho que não é uma simples questão de "perder o direito de votar", então quem sabe vc se informa melhor... (e depois compartilha as infos com a gente).

Quanto a cidadania lituânia, até onde eu sei o país estava cogitando um referendo justamente sobre a questão de permitir ou não a dupla nacionalidade... acho que seria em setembro ou outubro esse referendo, mas também não tenho certeza. Considerando que vc não pretende morar na Europa por enquanto, acho que vale a pena se informar melhor e aguardar o resultado do referendo, se for do seu interesse. Boa sorte.
Editado pela última vez por Adriana T-Tresch em 11 Jan 2016, 08:15, em um total de 1 vez.
#1106902 por xxxxxxxxxx
15 Jul 2015, 19:50
Pelo que eu sei, a partir do momento em que é publicado o decreto com a sua renuncia a cidadania brasileira, você será considerado um estrangeiro no Brasil, e caso queira continuar a trabalhar legalmente aqui, você terá que entrar com uma solicitação de visto de trabalho, tirar NRE, não terá mais direito a passaporte brasileiro, só o Lituano, etc, como todos os estrangeiros que vivem e trabalham aqui no Brasil.

A grande maioria dos casos de outra cidadania que temos no Brasil é de dupla nacionalidade, onde a pessoa adquire a cidadania por laços sanguíneos, o que não a obriga a renunciar a cidadania brasileira.
#1107829 por Igor Mosh
19 Jul 2015, 14:25
AdrianoLB escreveu:Pelo que eu sei, a partir do momento em que é publicado o decreto com a sua renuncia a cidadania brasileira, você será considerado um estrangeiro no Brasil, e caso queira continuar a trabalhar legalmente aqui, você terá que entrar com uma solicitação de visto de trabalho, tirar NRE, não terá mais direito a passaporte brasileiro, só o Lituano, etc, como todos os estrangeiros que vivem e trabalham aqui no Brasil.

A grande maioria dos casos de outra cidadania que temos no Brasil é de dupla nacionalidade, onde a pessoa adquire a cidadania por laços sanguíneos, o que não a obriga a renunciar a cidadania brasileira.



Existe a possibilidade de ter a dupla cidadania, porém não no meu caso não é possível. Estou falando com o Itamaraty e Ministério da Justiça (estrangeiros) a respeito da perda da cidadania. Talvez seja necessário colocar um advogado após conseguir que o Brasil em acordo com a Lituania consiga manter as duas cidadanias.

O motivo de conseguir a cidadania agora seria para conseguir ficar mais que 3 meses nos paises da comunidade europeia e poder comprar um imovel na italia. Além claro de ter o passaporte europeu que facilita muito as coisas. Sou comerciante e por esse motivo estou buscando informações, porém lendo documentos oficiais não são conclusiveis quanto a perda da cidadania (tem uma especie de jeitinho brasileiro), o brasil oficializa sem "oficializar", se fingem de mortos e se o consulado estrangeiro não exigir oficialmente a denuncia o brasil fica na dele sem alterações no rg, cpf e etc.

Assim que conseguir mais informações irei divulgar. Até mesmo os meios que consegui todos os documentos e valores sem precisar de empresas ou advogados cuidando disso pra você.

Outra coisa que é bem bacana, na maioria dos paises da europa você consegue o documento similar ao nosso CPF sem ser naturalizado ou ter a cidadania, porém usar o sistema educacional e de saúde é bem mais complicado, porém para cidadãos da europa é bem simples.

Valeu,


Igor
#1140427 por netto.valle
24 Nov 2015, 12:12
elianemaroniene escreveu:Olá Igor

também estou com essa questão. Preparando documentos para cidadania lituana mas não gostaria de perder a cidadania brasileria. Gostaria de saber se você avançou e se contratou algum advogado.

Obrigada



OLA PESSOAL GOSTARIA DE SABER SE VOCES ME INDICAM ALGUM ADVOGADO PARA AS DUVIDAS E O PROCESSO DA CIDADANIA LITUANA, ESTOU COM ALGUNS DOCUMENTOS, MAS TEM ALGUMAS DUVIDAS QUE AINDA VAGAM NA CABEÇA, OBRIGADO!

OBS SOU DE SAO PAULO
#1140913 por Vitor Botelho
25 Nov 2015, 22:44
a princípio não tenho nenhum aporte para seus problemas, mas fiquei curioso. Tem alguma coisa de diferente? Por que tanta gente está se mudando à Lithuania? Eu sei que lá é um lugar legal e tals, mas tem países mais comuns para se fazer isso. Alguém pode me responder? Também tenho desejos de um dia morar por aí
#1140956 por xxxxxxxxxx
26 Nov 2015, 07:05
Basicamente é por que a "moda" de tirar cidadania Europeia chegou aos descendentes de Lituanos, especialmente depois que a Lituânia passou a fazer parte da União Europeia e Espaço Schengen, passou a ser interessante para os descendentes de Lituanos tirar a cidadania Lituana para ir morar na Europa.

Agora que ela faz parte da EU e Espaço Schengen os cidadãos Lituanos podem morar e trabalhar em qualquer país da Europa Ocidental, isto tem motivado os descendentes de imigrantes Lituanos (Filhos, netos, Bisnetos, etc) a pedir a cidadania, é o mesmo movimento que se viu com os descendentes de Italianos, Portugueses e Espanhóis a alguns anos atras, quando a EU e Espaço Schengen começaram a funcionar, todo descendente de imigrantes destes locais que tinha de onde conseguir a documentação foi tirar a cidadania Europeia na esperança de vida fácil e riqueza na Europa.

Mas para a grande maioria destes novos cidadãos Europeus, não foi nada disto que aconteceu, sem qualificação profissional, a maioria trabalhou feito condenado em sub-empregos, trabalhando 12 ou 14 horas por dia, ganhando pouco sem registro, perderam a sua juventude trabalhando feito condenados, e hoje grande parte está pior do que antes , de volta ao Brasil, sem dinheiro, com 40 a 50 anos, sem contribuição com INSS, com dificuldade para se aposentar, etc...

Conheço dúzias de "italianos" e "Espanhóis" nesta situação, pois morrei um tempo numa cidade onde um terço da população foi para Itália e Espanha nos anos 90 e 2000 em busca do "eldorado".

Então tem que ter cuidado e pensar bem antes de largar tudo e ir em busca do "eldorado" perdido na Europa...
#1140965 por Vitor Botelho
26 Nov 2015, 08:16
Texto duro de se ler, Adriano. Acredito que na lithuania seja um pouco diferente, ou seja, que as pessoas consigam morar lá com mais facilidade do que na italia e portugal, já que o país tem bem mais apoios sociais do que portugal e italia. Mas, ao mesmo tempo o pessoal é bastante xenofobico, do que ouvi falar, entao sempre será um pouco arriscado, porque conseguir emprego, e mais para um emprego bom, possivelmente não será coisa fácil
#1140984 por MauroBrandão
26 Nov 2015, 09:37
Responder sem conhecimento de causa é pior que dar bom dia pra cavalo só complica as coisas. Este assunto é complicado. O que tem que fazer é ir no consulado e ver realmente os documentos, normas direitos e deveres.
Perder a cidadania ::mmm: ::essa:: ::essa:: , só se for para ir e não voltar. Agora, sair do Brasil para procurar o pote de ouro sem um bom curso superior que possa exercer, realmente ilusão pura ilusão. Seja onde for. A pessoa sempre será imigrante.
Se você pegar um ovo de galinha e colocar no ninho da pata, vai nascer galinha e nunca será pata. ::hahaha::
#1144266 por Igor Mosh
09 Dez 2015, 23:10
Fala ae Galera. Então, o motivo da renuncia da cidadania brasileira é parte das respostas que postaram e a outra parte é meu projeto de vida. O plano é passar metade do ano na Italia por exemplo em minha casa e o restante aqui no Brasil cuidando dos meus negócios. Não irei para a europa para ser funcionário padrão, mas para investir em mim. Acredito que as pessoas que responderam provavelmente não conhecem a Lituania, mas é um pais bem bacana de morar com problemas como a maioria dos paises. Racistas e Xenofobicos eles são, mas me diz qual pais não é??? O que normalmente a minoria preconceituosa aqui no Brasil faz com os Bolivianos, Chineses e Africanos???

Realmente você deve pensar muito antes de renunciar a cidadania brasileira. Além de tudo que foi dito pela Galera, o seu projeto deve ser consistente se não irá gastar uma grana de besteira pra desfazer o que foi feito. No meu caso, não pretendo trabalhar em empresas estatais e outros serviços publicos como saúde, educação não uso. O Brasil é um país novo que está engatinhando na questão politica e social, porém está mudando e se não entrar em colapso eu acredito que em uns 20 anos seremos uma sociedade melhor governada por politicos menos corruptos, mas a sua vida é curta e depende de você decidir se vai pagar pra ver ou vai cair fora do barco. Uma coisa eu digo, o Brasil apesar de tudo é ótimo pra comer (variedade) e ganhar dinheiro, mas viver e gastar o dinheiro aqui é PHODA!!! Muitos paises da Europa são meio que divididos em castas, sendo que se nasceu pobre provavelmente morrerá pobre, porém com um pouco de dignidade. Mesmo você que é da classe média que ganha por mês 7.000,00 não é muito mais que um pobre de um país de 1o mundo que mesmo em crise ainda tem muito mais para usufruir do que você no Brasil que nadava de braçada por causa da China e India que entraram no comercio/industria só porque abriram um pouco as cortinas do socialismo e deixaram o capitalismo entrar um pouco.

Bom, chega de conversinha chata e vamos para oque eu consegui sem auxilio de advogado:

OBS.: Não vou detalhar a forma de conseguir as CERTIDÕES DE INTEIRO TEOR porque acredito que seja bem tranquilo (vc vai gastar uns R$ 200,00 para 4 certidões)

1) SE VOCÊ NÃO SABE QUANDO E QUEM CHEGOU NO BRASIL
Eu sabia que meu bisavô, bisavó e avó chegaram no Brasil. Mas onde estão os documentos da galera??? Não sei e logo pensei: FUDEU!!! Nada, procurei o sobrenome da minha família no Google Lituano (GOOGLE.LT) e encontrei em um site alemão a listagem de passageiros dos navios que sairam de Bremen em 32. Nele informava quando saiu e quando chegou no Brasil. Bom, então já sabia qual foi a forma de entrada e data. Entrei no site do ARQUIVO NACIONAL (http://www.arquivonacional.gov.br/) e fiz a pesquisa pelo sobrenome (no caso da minha familia não houve alteração) e solicitei que eles procurassem algum documento da familia. Dias depois me retornaram falando que encontraram e então paguei uns R$ 150,00 para eles imprimirem e legalizarem os documentos e me mandar. Nesse documentos tinha os nomes da galera que tinham chegado, profissão, idade e o número passaporte externo da familia (é uma foto da familia com dados no verso). Com isso eu já tinha como solicitar para os Lituanos documentos da minha familia, já que o consulado não aceita documentos de lituanos emitidos em outro pais.


2) CERTIDÃO DE NASCIMENTO DO SEU PARENTE LITUANO
enviar email para g.mockeviciene@lvia.lt informando que precisa de documentos (CERTIDÃO DE NASCIMENTO) do seu avô por exemplo para dar entrada na sua cidadania lituana. Eles irão enviar um arquivo pra vc preencher com o máximo de dados possíveis sobre a vida da pessoa para eles encontrarem nos arquivos. Tem uma taxa por esse serviço que deve ser paga através de transferência para um banco SUECO (uns R$ 100,00). Eles encontram e te enviam em casa via correios.

3) DOCUMENTOS QUE COMPROVE QUE SEU PARENTE ERA LITUANO (ARQUIVO NACIONAL - DOCUMENTOS MAIS GENÉRICOS)
Mande email para lcva@archyvai.lt. O processo é o mesmo do item acima, porém esse é quando você tem pouquissima informação (meu caso). No arquivo nacional eles normalmente mandam uma declaração firmando que a pessoa era lituano e etc, mas nada de cópia de documentos. Vale lembram que isso já serve também para o consulado.

4) DUPLA CIDADANIA
Para ser concedido a dupla cidadania você precisa provar que os seus antepassados migraram por causa de perseguição politica, religiosa ou guerra. Para conseguir esses documentos envie email para vilma.juozeviciute@genocid.lt contando a historia dos seus parentes e motivos que eles fugiram da Lituania. Vão te passar um documento para você preencher e então vão procurar. Se você tiver sorte eles te respondem falando que encontraram e enviam para a sua casa. No meu caso não encontraram e então terei que renunciar a cidadania brasileira.

5) LEGALIZAR OS DOCUMENTOS BRASILEIROS
Para fazer a tradução dos documentos brasileiros em lituano e apresentar no consulado você precisa LEGALIZAR OS DOCUMENTOS NO MINISTERIO DE RELAÇÕES EXTERIORES da sua cidade (acesse http://eresp.itamaraty.gov.br/pt-br/leg ... mentos.xml se você for de São Paulo). Isso é gratuito e você só precisa levar e aguardar uns 10 minutos pra eles carimbarem os documentos.

6) TRADUÇÃO DOS DOCUMENTOS PARA O LITUANO
Este é o processo que estou. Existem tradutores autorizados no brasil para fazer isso (veja no site do consulado). eu estou falando com a Lucia (luciajodelis@yahoo.com.br). Vou gastar uma grana porque o valor da tradução é por cada folha (uns 40,00 por cada folha).

7) MARCAR VISITA NO CONSULADO E APRESENTAR OS DOCUMENTOS
Essa parte ainda não fiz, mas é parte mais tranquila pelo que sei. Vão ver os documentos, fazer uma entrevista para saber o motivo e ver se você conhece a historia e tudo mais da Lituania. Depois é pagar e correr pro abraço. Nessa brincadeira pra sair os documentos e passaporte vc vai gastar uns R$ 500,00. Um advogado que conversei iria cobrar quase R$ 5.000,00 para fazer isso pra você.

Espero ter ajudado,


Igor
#1144268 por Igor Mosh
09 Dez 2015, 23:16
Fala ae Galera. Então, o motivo da renuncia da cidadania brasileira é parte das respostas que postaram e a outra parte é meu projeto de vida. O plano é passar metade do ano na Italia por exemplo em minha casa e o restante aqui no Brasil cuidando dos meus negócios. Não irei para a europa para ser funcionário padrão, mas para investir em mim. Acredito que as pessoas que responderam provavelmente não conhecem a Lituania, mas é um pais bem bacana de morar com problemas como a maioria dos paises. Racistas e Xenofobicos eles são, mas me diz qual pais não é??? O que normalmente a minoria preconceituosa aqui no Brasil faz com os Bolivianos, Chineses e Africanos???

Realmente você deve pensar muito antes de renunciar a cidadania brasileira. Além de tudo que foi dito pela Galera, o seu projeto deve ser consistente se não irá gastar uma grana de besteira pra desfazer o que foi feito. No meu caso, não pretendo trabalhar em empresas estatais e outros serviços publicos como saúde, educação não uso. O Brasil é um país novo que está engatinhando na questão politica e social, porém está mudando e se não entrar em colapso eu acredito que em uns 20 anos seremos uma sociedade melhor governada por politicos menos corruptos, mas a sua vida é curta e depende de você decidir se vai pagar pra ver ou vai cair fora do barco. Uma coisa eu digo, o Brasil apesar de tudo é ótimo pra comer (variedade) e ganhar dinheiro, mas viver e gastar o dinheiro aqui é PHODA!!! Muitos paises da Europa são meio que divididos em castas, sendo que se nasceu pobre provavelmente morrerá pobre, porém com um pouco de dignidade. Mesmo você que é da classe média que ganha por mês 7.000,00 não é muito mais que um pobre de um país de 1o mundo que mesmo em crise ainda tem muito mais para usufruir do que você no Brasil que nadava de braçada por causa da China e India que entraram no comercio/industria só porque abriram um pouco as cortinas do socialismo e deixaram o capitalismo entrar um pouco.

Bom, chega de conversinha chata e vamos para oque eu consegui sem auxilio de advogado:

OBS.: Não vou detalhar a forma de conseguir as CERTIDÕES DE INTEIRO TEOR porque acredito que seja bem tranquilo (vc vai gastar uns R$ 200,00 para 4 certidões)

1) SE VOCÊ NÃO SABE QUANDO E QUEM CHEGOU NO BRASIL
Eu sabia que meu bisavô, bisavó e avó chegaram no Brasil. Mas onde estão os documentos da galera??? Não sei e logo pensei: FUDEU!!! Nada, procurei o sobrenome da minha família no Google Lituano (GOOGLE.LT) e encontrei em um site alemão a listagem de passageiros dos navios que sairam de Bremen em 32. Nele informava quando saiu e quando chegou no Brasil. Bom, então já sabia qual foi a forma de entrada e data. Entrei no site do ARQUIVO NACIONAL (http://www.arquivonacional.gov.br/) e fiz a pesquisa pelo sobrenome (no caso da minha familia não houve alteração) e solicitei que eles procurassem algum documento da familia. Dias depois me retornaram falando que encontraram e então paguei uns R$ 150,00 para eles imprimirem e legalizarem os documentos e me mandar. Nesse documentos tinha os nomes da galera que tinham chegado, profissão, idade e o número passaporte externo da familia (é uma foto da familia com dados no verso). Com isso eu já tinha como solicitar para os Lituanos documentos da minha familia, já que o consulado não aceita documentos de lituanos emitidos em outro pais.


2) CERTIDÃO DE NASCIMENTO DO SEU PARENTE LITUANO
enviar email para g.mockeviciene@lvia.lt informando que precisa de documentos (CERTIDÃO DE NASCIMENTO) do seu avô por exemplo para dar entrada na sua cidadania lituana. Eles irão enviar um arquivo pra vc preencher com o máximo de dados possíveis sobre a vida da pessoa para eles encontrarem nos arquivos. Tem uma taxa por esse serviço que deve ser paga através de transferência para um banco SUECO (uns R$ 100,00). Eles encontram e te enviam em casa via correios.

3) DOCUMENTOS QUE COMPROVE QUE SEU PARENTE ERA LITUANO (ARQUIVO NACIONAL - DOCUMENTOS MAIS GENÉRICOS)
Mande email para lcva@archyvai.lt. O processo é o mesmo do item acima, porém esse é quando você tem pouquissima informação (meu caso). No arquivo nacional eles normalmente mandam uma declaração firmando que a pessoa era lituano e etc, mas nada de cópia de documentos. Vale lembram que isso já serve também para o consulado.

4) DUPLA CIDADANIA
Para ser concedido a dupla cidadania você precisa provar que os seus antepassados migraram por causa de perseguição politica, religiosa ou guerra. Para conseguir esses documentos envie email para vilma.juozeviciute@genocid.lt contando a historia dos seus parentes e motivos que eles fugiram da Lituania. Vão te passar um documento para você preencher e então vão procurar. Se você tiver sorte eles te respondem falando que encontraram e enviam para a sua casa. No meu caso não encontraram e então terei que renunciar a cidadania brasileira.

5) LEGALIZAR OS DOCUMENTOS BRASILEIROS
Para fazer a tradução dos documentos brasileiros em lituano e apresentar no consulado você precisa LEGALIZAR OS DOCUMENTOS NO MINISTERIO DE RELAÇÕES EXTERIORES da sua cidade (acesse http://eresp.itamaraty.gov.br/pt-br/leg ... mentos.xml se você for de São Paulo). Isso é gratuito e você só precisa levar e aguardar uns 10 minutos pra eles carimbarem os documentos.

6) TRADUÇÃO DOS DOCUMENTOS PARA O LITUANO
Este é o processo que estou. Existem tradutores autorizados no brasil para fazer isso (veja no site do consulado). eu estou falando com a Lucia (luciajodelis@yahoo.com.br). Vou gastar uma grana porque o valor da tradução é por cada folha (uns 40,00 por cada folha).

7) MARCAR VISITA NO CONSULADO E APRESENTAR OS DOCUMENTOS
Essa parte ainda não fiz, mas é parte mais tranquila pelo que sei. Vão ver os documentos, fazer uma entrevista para saber o motivo e ver se você conhece a historia e tudo mais da Lituania. Depois é pagar e correr pro abraço. Nessa brincadeira pra sair os documentos e passaporte vc vai gastar uns R$ 500,00. Um advogado que conversei iria cobrar quase R$ 5.000,00 para fazer isso pra você.

Espero ter ajudado,


Igor




AdrianoLB escreveu:Basicamente é por que a "moda" de tirar cidadania Europeia chegou aos descendentes de Lituanos, especialmente depois que a Lituânia passou a fazer parte da União Europeia e Espaço Schengen, passou a ser interessante para os descendentes de Lituanos tirar a cidadania Lituana para ir morar na Europa.

Agora que ela faz parte da EU e Espaço Schengen os cidadãos Lituanos podem morar e trabalhar em qualquer país da Europa Ocidental, isto tem motivado os descendentes de imigrantes Lituanos (Filhos, netos, Bisnetos, etc) a pedir a cidadania, é o mesmo movimento que se viu com os descendentes de Italianos, Portugueses e Espanhóis a alguns anos atras, quando a EU e Espaço Schengen começaram a funcionar, todo descendente de imigrantes destes locais que tinha de onde conseguir a documentação foi tirar a cidadania Europeia na esperança de vida fácil e riqueza na Europa.

Mas para a grande maioria destes novos cidadãos Europeus, não foi nada disto que aconteceu, sem qualificação profissional, a maioria trabalhou feito condenado em sub-empregos, trabalhando 12 ou 14 horas por dia, ganhando pouco sem registro, perderam a sua juventude trabalhando feito condenados, e hoje grande parte está pior do que antes , de volta ao Brasil, sem dinheiro, com 40 a 50 anos, sem contribuição com INSS, com dificuldade para se aposentar, etc...

Conheço dúzias de "italianos" e "Espanhóis" nesta situação, pois morrei um tempo numa cidade onde um terço da população foi para Itália e Espanha nos anos 90 e 2000 em busca do "eldorado".

Então tem que ter cuidado e pensar bem antes de largar tudo e ir em busca do "eldorado" perdido na Europa...
#1151285 por camilla.panachao
06 Jan 2016, 18:26
Igor,
Muito obrigada por compartilhar estas informações. Até agora você foi a pessoa que passou com a maior clareza o passo a passo para o processo.
Eu também estou na mesma situação que vc e inclusive já entrei em contato com a Lucia Jodelis.
Agora preciso apenas entender melhor como será o processo para renúncia da cidadania brasileira e quais os principais impactos.
Vc chegou a solicitar algo?
Obrigada
Abs,
#1158451 por Laura Ciornavei
27 Jan 2016, 10:10
Igor,

Também agradeço pelas informações!

Como está o seu processo de renuncia a cidadania brasileira?
Com os documentos entregues já saiu a sua cidadania ou qual a média de tempo de espera?

Também quero dar entrada na minha cidadania Lituana, no meu caso, tenho somente um registro geral original da minha avó, baseado em todos os documentos da época que não tenho mais, nesse registro consta data de nascimento, nome de solteira, de casada, a origem, cidade e país, filiação, porto de embarque, data e porto de desembarque no Brasil, informação de casamento, ou seja tem todas as informações necessárias em documento original expedido no Brasil, será que esse documento é suficiente? Entrei em contato com o consulado da Lituania para perguntar antes de dar entrada em todo o processo de tradução e legalização, mas pelo email geral do site, ninguém me responde. Será que de repente você tem um contato direto no consulado em SP?

Obrigada.

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 8 visitantes