SERRAS GAUCHA. DE VOLTA A VIDA... PARTE (1)

Relatos de viagens na Região Sul do Brasil (Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul)


SERRAS GAUCHA. DE VOLTA A VIDA... PARTE (1)

Mensagem não lidapor Trota Nando O Ateu » 01 Jun 2013, 18:15

DSCF4041.JPG
Pq do Caracol
DSCF4003.JPG
Albergue da Juventude Escola Bom Pastor
DSCF4134.JPG
Parque Aldeia dos Imigrantes
Passo meses pesquisando e elaborando meus roteiros. Não raro mudo o foco, pq tudo depende de vários fatores, tais como: grana disponível, promoções, tempo entre outros fatores. Meu relato vai ser dividido em três partes. A primeira é Serras gaucha, a segunda Ilha do Mel PR, e a terceira Bonito MS. Fui para Porto Alegre no início de Março, o trecho RJ POA e POA Curitiba foi comprado antecipadamente e com uma excelente promoção. RJ POA fui de Avianca e POA Curitiba TAM. Os dois trechos saiu por menos de 300,00. Curitiba Campo Grande e Campo Grande Curitiba foi utilizado 20 mil milhas da TAM. Cheguei em POA pela manhã e segui logo para a Rodoviária. Utilizei o Metrô de superfície que é bem localizado e te deixa em frente da Rodoviária, ::otemo:: Não demorou muito e logo meu ônibus chegou. POA Nova Petrópolis. Em Nova Petrópolis peguei outro até o Albergue Bom Pastor que fica na Estrada em uma área rural. Foi sem duvida a melhor escolha apesar de ficar longe do Centro. O mesmo é uma Escola Técnica, lugar tranquilo e lindo no meio da natureza, eu tirava frutas no pé, pagava 7,00 Reais para jantar e tomava um café da manhã dos Deuses. ::otemo:: Nova Petrópolis foi escolhida por ser mais estratégica, fica no meio de tudo o que eu queria das Serras gaucha. De lá eu chegava tranquilamente em Gramado, Canela e Bento Gonçalves, bem como ao Centro de N. Petrópolis. Em Nova Petrópolis visitei tudo que tem de mais bonito: Torre Medieval, antigo moinho, Parque aldeia dos imigrantes e etc. O Albergue é excelente e o atendimento é maravilhoso, sem falar na economia com alimentação. Felizmente não possui Internet ::lol4:: Desconectado, desligado e livre dos problemas, só eu e a natureza. Como cheguei bem no final da tarde fui ao mercadinho próximo ao Albergue e depois fiquei tomando cerveja até anoitecer. Bano e cama bem cedo, pois no dia seguinte teria muitas coisas para fazer. 07:00 hs desci para tomar café onde fui muito bem recebido pela responsável do Hostel. Café doido ::hahaha:: A mesa tinha forma de ( L ) só Cuca tinha uns 4 tipos, ovos, yogurte industrial e caseiro, pão e geleia de vários tipos de frutas muitas frutas e etc. Nessa hora eu lembro dos Albergues que passei fora do Brasil ::lol4:: ::lol4:: Pobreza total, eles deveriam fazer curso nos Albergues do Sul do Brasil ::otemo:: Após o café peguei o Bus em frente ao Albergue e fui para Canela. Primeira parada Parque do Caracol. O parque do Caracol é imenso e muito lindo, sua Cachoeira é fantástica uma obra da natureza, lugar para descansar, refletir, pensar na vida ou não pensar em nada e ficar apenas admirando tanta beleza. Depois de caminhar durante algumas horas resolvi almoçar na Churrascaria que fica dentro do Parque, a fome era grande e a vontade de provar um churrasco gaucho aumentava mais ainda minha fome. ::grr:: o quê ??? Não aceitam meu cartão, mas até a barraquinha de artesanato aceitou!!! fui para o ponto do Bus e fiquei esperando por duas horas, isso mesmo, era domingo e o bus só iria passar ás 14:00 hs ::prestessao:: Tudo bem o prejuízo seria do dono da churrascaria que fica próximo da rodoviária de Canela. Dito e feito, e querem saber ? Que bom que não aceitam meu cartão na do Parque ::otemo:: Foi o Melhor churrasco de minha vida, maravilhoso e sem pobreza, o prato nem ficava vazio e la vinha os caras de novo ::hahaha:: Gente só carne de primeira, nada de pobreza tipo asa de galinha ::lol4:: ::lol4:: Um filé depois do outro, uma picanha depois da outra, come trota mata quem tava te matando!!! e tome cerva... Retornei a tarde para o Albergue, mas antes passei no mercadinho para comprar um lanche e tomar uma cerva, sexta, sábado e Domingo não tem jantar no Albergue, só de segunda até quinta, é que os alunos que são internos retornam sexta pela manhã para suas casas e só retornam na segunda. No dia seguinte fui conhecer Gramado. Visitei o Mini mundo, Aldeia do Papai Noel, fiz algumas compras e contratei um Tour para Bento Gonçalves com o passeio de Trem incluído, além da visita ao varejo da Tramontina que só tinha artigos caros ::lol4:: Paguei 150,00 por tudo menos o almoço. Me apanharam no dia seguinte no Albergue logo após o café, fomos em 5 pessoas. Foi um dos melhores passeios. De início fomos a uma loja de queijos e vinhos onde degustamos vários queijos feitos por imigrantes italianos, em seguida fomos ao Varejo da Tramontina e logo depois o passeio de Trem, uma Maria fumaça bem antiga, é como retornar no tempo, tem música , Teatro e muita diversão sem falar nas paradas para degustação de suco de Uva, Vinho e Espumante depois paramos para almoçar e em seguida fomos visitar três Caves: miolo, Tortello e Cave de Pedra que para o grupo foi a melhor de todas, Vinhos maravilhosos. Tanto a Tortello como a Cave de Pedra só vendem Vinhos para o Consumidor final, não vendem para mercados, lojas ou restaurantes, é preciso encomendar pelo site. Retornamos a tarde e me deixaram no Albergue. No outro dia fui pela segunda vez ao Centro de Nova Petrópolis, optei por caminhar até a loja de produtos de Rosa Mosqueta, Monumento ao Padre que fundou a primeira cooperativa do Brasil entre outras atrações históricas. Visitar Nova Petrópolis é voltar no tempo, é aprender muito sobre a história do Brasil e dos Imigrantes que ajudaram a construir nosso país, é poder aprender sobre o sofrimento que esses Imigrantes passaram no Sul do Brasil sem nenhuma ajuda do Governo. Visitem Nova P. e passem parte do dia na Aldeia dos imigrantes para conhecerem um pouco desses que fizeram do Sul o que o Sul é hoje... A Parte dois do relato será sobre Morretes, Antonina e Ilha do Mel.
Anexos
DSCF4113.JPG
Um pouco de História!!!
DSCF4111.JPG
Primeira Pedra de Moinho construída no Brasil.
DSCF4194.JPG
DSCF4022.JPG
Cachoeira do Caracol Canela RS
Há em tudo um limite que é perigoso transpor. porque uma vez transposto,já não há processo de voltar-se atrás.
Avatar do usuário
Trota Nando O Ateu
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 2052
Desde: 06 Jan 2011, 13:55
Localização: Brasil

Re: SERRAS GAUCHA. DE VOLTA A VIDA... PARTE (1)

Mensagem não lidapor Trota Nando O Ateu » 01 Jun 2013, 21:42

Foram três Estados em um mochilão, mas valeu por tudo ::otemo::
Há em tudo um limite que é perigoso transpor. porque uma vez transposto,já não há processo de voltar-se atrás.
Avatar do usuário
Trota Nando O Ateu
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 2052
Desde: 06 Jan 2011, 13:55
Localização: Brasil

Re: SERRAS GAUCHA. DE VOLTA A VIDA... PARTE (1)

Mensagem não lidapor Trota Nando O Ateu » 24 Mai 2014, 14:27

Lugar para voltar...
Há em tudo um limite que é perigoso transpor. porque uma vez transposto,já não há processo de voltar-se atrás.
Avatar do usuário
Trota Nando O Ateu
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 2052
Desde: 06 Jan 2011, 13:55
Localização: Brasil


Voltar para Brasil - Sul - Relatos de Viagem



Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante