Relatos de viagens pelos países do Sudeste Asiático: Tailândia, Vietnã, Timor-Leste, Singapura, Mianmar, Malásia, Laos, Indonésia, Filipinas, Brunei e Camboja
#1218186 por lc_meireles
17 Set 2016, 22:02
DIA 15 – KRABI

Acordei às 07:15 e fui deixar minha mochila no Puk-up Hostel antes de tomar café da manhã. Aquela história do transfer se repetiu até Ao Nang para pegar o Long Tail do 4 Islands Tour. Este passeio não foi muito legal para mim, pois o tempo estava bastante nublado, bem mais do que no dia anterior. O sol não quis amizade com ninguém ::vapapu::

O passeio teve 4 paradas e foi feito um Long Tail imenso, com dezenas de pessoas, Chinesas em sua maioria. A 1ª parada foi em Chiquen Island e somente para fotos, de forma que ninguém podia descer do barco. A ilha tem esse nome porque há uma pedra que se parece com um frango. A 2ª parada foi em Koh Tub Island, a 3ª foi em Phra Nang Bay e a 4ª e última em Koh Poda Island. Koh significa Ilha. Mesmo com o tempo bem nublado, deu para ver que o lugar é lindo demais, especialmente em Phra Nang Bay. A água é bem verde e cristalina. Fiz snorkeling em uma das paradas e vi muitos peixes coloridos. Em Phra Nang Bay, há uma gruta no final do lado esquerdo onde algumas pessoas estavam fazendo climbing (escalada). Fiquei ali admirando as pessoas escalando a parte externa da gruta. Essa parte foi bem legal. O almoço desse passeio foi tão bom quanto ao do dia anterior.

À noite, após comer e da uma volta rápida pela Krabi Walking Street, eu fiquei calminho no Hostel vendo seriado, porque na noite anterior eu havia enfiado o pé na jaca com os Alemães rsrs ::putz::

O Puk-up Hostel é excelente. Super recomendo. Foi um dos melhores Hostels da viagem. Fique em quarto com 8 camas por 350 BTH (preço excelente). A cama é confortável, o quarto é amplo, tem luz de leitura, carregador individual, o locker é imenso (cabem 3 malas grandes), o staff é bem simpático, animado, educado e alto astral, tem um bar no térreo e um no terraço, sendo este com vista para o rio, mas você não escuta nenhum barulho no quarto, os banheiros são amplos e mega limpos.

Nesta noite, eu fiz amizade com um Cambojano que estava no mesmo quarto que eu. Ele mora na França e me disse que era louco para conhecer o Brasil e que tinha planos de ficar 3 meses viajando pelo nosso país, sendo 1 mês estudando Português para se comunicar com as pessoas. Então, eu aproveitei e ressaltei os atributos do nosso Brasil, mostrei algumas fotos do Rio de Janeiro (onde moro) para ele no meu celular e ele ficou louco rsrs. A vida é muito engraçada e maravilhosa mesmo. Após 5 meses, esse Cambojano de fato veio para o Brasil, ficou hospedado os 3 primeiros dias na minha casa, ficou 1 mês no Rio estudando Português, depois foi para vários lugares (Ilha Grande, que é um paraíso na minha opinião, Parati, Bonito, Pantanal, Manaus, Lençóis Maranhenses etc) e se tornou um grande amigo. Juntos, nós fizemos trilha, tomamos caipirinhas na Lapa e andamos muitos quilômetros de bike no Rio.
Anexos
DSC02943.JPG
Phra Nang Bay
DSC02943.JPG (3.96 MiB) Exibido 442 vezes

#1218189 por lc_meireles
17 Set 2016, 22:16
DIA 16 – KRABI

Neste dia, o passeio foi para Railay Beach. Custou 300 BTH, um preço bem bacana em função de eu ter fechado os passeios na mesma agência. Fica a dica. O passeio desse dia foi, na verdade, um transfer de barco de ida e volta de Krabi Town para Railay Beach, que é bem pertinho de Krabi Town pelo rio, de forma que não há necessidade de ir para o porto de Ao Nang.

Não havia Long Tail, não havia dezenas de pessoas no mesmo barco (o barco era só meu rsrs), mas também não houve aquele almoço delícia e por conta do passeio. Se eu tivesse negociado direto com o Barqueiro no píer em Krabi Town de manhã na hora de embarcar, eu teria economizado uns 100 BTH. Fica mais uma dica. A duração desse transfer foi de 40 minutos. O tempo, mais uma vez, estava fechado. Não havia sinal algum do sol :(

Eu só fui entender melhor como é Railay Beach neste dia, então eu irei explicar para vocês como é: Railay é uma praia de águas calmas (quase uma baía) de tamanho médio que faz parte de Ao Nang que, por sua vez, faz parte de Krabi. Ou seja, é uma parte (bem pequena e charmosa) de Krabi. É um lugar mais reservado, mais caro e com pouca badalação. Railay tem dois lados, o lado East, que é voltado para um rio (o mesmo que banha Krabi Town) e o West, que é só praia e mais próximo a Ao Nang. O lado do rio é mais tranquilo e o lado da praia é um pouco mais agitado e, por força da natureza, mais bonito. Dos três grandes lugares onde pode-se hospedar em Krabi, o mais agitado é Ao Nang, seguido de Krabi Town e Railay. No lado voltado para o rio, eu vi Hotéis e pequenos Resorts bem charmosos. Não vi nenhum Hostel em ambos os lados. Na praia há barcos que fazem as vezes de barracas de comida, onde é possível comprar lanches, rolinhos-primavera, sucos, cerveja, fruit shake delícia e água.

Entre os lados East e West, há um caminho cimentado bem bonito que passa por baixo de uma gruta com estalactites. Nesse caminho ficam diversos macaquinhos à espera de algum ser humano solidário que lhes dê banana ou outra fruta.

Após atravessar esse caminho, eu cheguei à mesma praia do passeio do dia anterior (Phra Nang). Ou seja, Railay e Phra Nang são o mesmo lugar rs. ::ahhhh:: Fiquei meio frustrado, pois não havia sol e me deparei com a mesma praia. Com a explicação que dei no parágrafo anterior, vocês não irão se perder no mapa como eu. Devo ressaltar que o lugar é lindo. A minha experiência em Railay não foi muito boa, mas, se houver sol, é o paraíso!!!

Tratei logo de espantar o baixo astral e fui dar uma caminhada pela praia (West side), tirei fotos, comi rolinhos-primavera deliciosos, tomei uma Chang e fiquei observando pessoas escalando a gruta que fica no lado esquerdo da praia. Havia muitas pessoas na praia (lo-ta-da), em sua maioria Europeia, mesmo sem sol. Eu era o único moreno em centenas de pessoas rsrs. Fiquei lendo um livro embaixo de uma árvore na praia enquanto caía uma leve chuva. Almocei no lado East, onde há vários restaurantes legais e com preços camaradas. Em Railay há umas barraquinhas que vendem panquecas deliciosas ::otemo::

De forma geral, achei as coisas (almoço, cerveja) bem mais caras em Railay do que em Krabi Town. De tarde, após o almoço, Phra Nang (a praia de Railay) ficou bem melhor porque os muitos Long Tails foram embora com centenas de pessoas e a praia ficou bem mais vazia. A maré ficou bem baixa e deixou o visual ainda mais bonito. Rendeu bonitas fotos, mesmo sem sol. No final da tarde, ao regressar para a parte voltada para o rio para pegar o barco de volta para Krabi Town, fiquei surpreso ao notar que a água do Rio/Baía havia recuado mais de 200 metros por causa da maré e que, onde antes havia água e vegetação, havia somente areia. Dias depois, ao chegar em Phi Phi, notei que esse movimento é característico na Tailândia, até mesmo na região banhada pelo Oceano Índico. Peguei o barco do último horário (17:00) e cheguei em Krabi Town às 17:40.

Dica: Vocês perceberam que uma das praias do passeio 4 Island Tour é Railay Beach (Phra Nang)? Eu não recomendo separar mais 1 dia para conhecer ou ficar em Railay caso faça o 4 Islands Tour. É mais do mesmo. Corte esse dia e aumente a estadia em Phi Phi, que é o paraíso na Terra. Se quiser sossego, você pode se hospedar em Railay em vez de em Krabi Town e Ao Nang e fazer os mesmos passeios (Hong Island e 4 Islands Tours). Krabi Town é bem menos movimentado do que Ao Nang. O movimento na Krabi Walking Street acaba às 22:00. Dá para fazer as duas coisas: curtir e sossegar.

De noite, fiz amizade com um cara da Indonésia que mora em Kuala Lumpur e ficamos conversando no bar do Hostel. Por ser Segunda-feira, alguns bares e restaurantes estavam fechados. Jantei em uma Pizzaria que me serviu uma pizza deliciosa. Parecia que eu estava na Itália.
#1218191 por lc_meireles
17 Set 2016, 22:21
DIA 17 – KRABI

Neste dia eu resolvi não fazer nenhum passeio e dormi até um pouco mais tarde. O tempo continuava nublado, o que me deu uma desanimada. Aproveitei o tempo “livre” e organizei algumas coisas da própria viagem, como a ida para Koh Lanta na manhã seguinte.

Almocei na Pizzaria VIVA, no centro de Krabi, próximo a Krabi Walking Street e me senti na Itália, pois a pizza estava maravilhosa. Super recomendo.

Como na noite anterior, jantei em uma barraquinha à beira do Rio. Comidinha Tailandesa muito boa, ar fresco e bom papo com outros turistas e as duas amigas Tailandesas donas da Barraquinha. 50 Baths o jantar, barato mesmo.

Neste momento, tomando cerveja Chang após o jantar, parei, pensei e me dei conta de quanto a viagem tem sido maravilhosa até aqui. Eu tive bons momentos em todas as cidades. Mesmo sem sol em Krabi, esta viagem está sendo a melhor da minha vida. Eu tive a oportunidade de conhecer ao vivo e a cores e de tocar com as próprias mãos culturas muito diferentes, além da oportunidade de praticamente viver outra vida. Logo depois, a cozinheira da barraca aproveitou um momento de “folga”, se sentou à mesa junto com os clientes e ficou conversando um pouco. Muito simpática. Com muita certeza, sentirei muitas saudades e lembrarei desse jantar por muito tempo. Antes de subir para o quarto, tomei uma cervejinha no bar do hostel.

Gastos do dia:

Hostel – 350
Café da manhã – 100
Pizza no almoço – 240
Cerveja, repelente e água no mercado – 166
Jantar - 180
Cerveja no bar do hostel – 65

Total – 1.101
#1218193 por lc_meireles
17 Set 2016, 22:25
DIA 18 – IDA PARA KOH LANTA

Acordei as 07:00, tomei café da manhã no mesmo restaurante (Arun), peguei o transfer para Koh Lanta as 08:00 e cheguei lá as 11:00. Koh Lanta é uma ilha e o transfer foi feito em uma van bem confortável + balsa que transportou a van. Ou seja, cheguei de van até o Kantiang Bay View Resort, que é um mini resort onde fiquei hospedado. Eu não gosto de ficar hospedado em hotéis e resorts, mas eu queria dias de puro descanso e um pouco mais de conforto e privacidade, já que o sol não queria aparecer mesmo rsrs. Esse mini resort fica em Kantiang Bay, uma baía de águas calmas no sul da ilha Koh Lanta. Beeeeem família e pé na areia. Peguei a dica do lugar com o cara do Camboja, agora meu amigo, que conheci no Hostel em Krabi. Koh Lanta é um lugar mais calmo, mais família, mais romântico e mais simples também. Os preços das coisas são os mesmos que em Krabi. Ideal para quem descansar, andar de bike, remar de caiaque e dar uma corrida e/ou caminhada. Neste mini resort tem o Why Not? bar com música ao vivo de noite.

De tarde, eu dei uma corrida na praia, li meu livro, almocei na praia...não saí de Kantiang. Era dia 24/12, ou seja, noite de Natal. No Why Not? Bar de noite, só havia famílias e casais. Eu era o único sentado sozinho em uma mesa kkkk, mas eu seu mega resolvido com isso. Sempre viajo sozinho e isso não me incomoda.

Gastos do dia:

Hostel (Krabi) – 350
Café da manhã – 100
Transfer para Koh Lanta – 300
Lanche (almoço) e comprinhas no 7/11 – 192
Cervejas no bar do Mini resort – 120

Total – 1.062
Anexos
DSC02979.JPG
Kantiang Bay (com sol é mais bonito)
DSC02979.JPG (3.77 MiB) Exibido 424 vezes
#1218197 por lc_meireles
17 Set 2016, 22:43
DIA 19 – KOH LANTA

Acordei tarde neste dia e tomei café da manhã por volta de 12:00 no restaurante do hotel. O tempo não melhorou e continuou nublado. Aluguei uma Bike bem equipada e fui pedalando em direção ao National Park, que fica no sul da ilha de Koh Lanta. O sol resolveu aparecer um pouquinho durante a pedalada. Graças a Deus!!! Quando eu sol saiu, eu entrei na 1ª praia que vi e dei um mergulho. Nossa, como eu precisava daquilo!!! Esse solzinho durou aprox 01:30 e foi muito bom ::otemo::

Depois fui peguei a bike de volta e fui parando de praia em praia para ver o visual. O caminho é bem tranquilo (em asfalto) e com algumas subidas, mas nada de mais. Eu achei a 1ª praia depois de Kantiang Bay ainda mais bonita do que esta e havia menos hotéis e, por consequência, menos gente. Fiquei ali por um tempo apreciando o lindo visual. Na volta, parei no bar NOON, que fica bem na entrada de Kantiang Bay e no alto, de forma que a vista para a baía é surreal de linda. Imagina com sol forte, deve ser demais!! Este bar tem uma decoração linda e é ideal para um drink ou um jantar. Fica a dica de Kantiang. Almocei em uma barraquinha quase em frente a rua do hotel e simplesmente foi a melhor comida da Tailândia que eu havia comido até então. Nossa, bom demais!!

De noite, eu comprei cervejas e chocolate no 7/11 (mais barato do que no bar do hotel) e sentei na beira da praia de Kantiang. Muitas pessoas estavam fazendo isso também. Estava um clima muito bom: fresco, calmo, cheiro de mar, os hotéis estavam com luzes coloridas acesas, de fato estava um visual e um clima muito agradáveis.

Gastos do dia:

Hotel – 1.300
Café da manhã – 80
7/11 – 7 + 70 + 175 + 79
Aluguel da bike – 200
Cerveja no NOON bar – 140
Almoço – 120

Total – 871 (sem o hotel)
Anexos
DSC02975.JPG
Kantiang Bay
DSC02975.JPG (4.1 MiB) Exibido 414 vezes
#1218201 por lc_meireles
17 Set 2016, 22:50
DIA 20 – IDA PARA KOH PHI PHI

Então, amigos Mochileiros. Eis que chegou o dia mais esperado da viagem: a ida para Phi Phi.

Peguei o transfer no hotel por volta de 11:00. Dica para o transfer para Phi Phi: pegue seu i-pod, use roupa de praia, boné e óculos e sente na parte de fora do barco para já ir entrando no ritmo de Phi Phi. Além disso, você vai pegando aquele sol e curtindo o visual. É surreal!! Estava com um pouco de sol, mas já deu para fazer a alegria de todos.

Quando eu desci no deck em Phi Phi, estava chuviscando... mas, apesar da chuva, eu vi que o lugar é lindo, lindo, lindo. A água é muito cristalina. Fui caminhando para o Apache Hostel, que fica praticamente na areia da praia (você faz tudo caminhando em Phi Phi), tomei banho, troquei de roupa, aluguei um caiaque na praia por 100 baths a hora e fui remando com destino a Monkey Beach. De caiaque, eu demorei mais ou menos 20 minutos.

Ao chegar na Monkey Beach, o sol estava entre nuvens e o visual da praia estava maravilhoso!!! Havia pouca gente e muitos macacos rsrsrs. Estava muito bom, uma cena incrível. Os macacos sobem nos caiaques, pegam as coisas das mãos das pessoas (água, comida, até máquinas fotográficas rsrs). Os macacos até abrem garrafas de água. Eu vi, ninguém me contou kkkk. Eu fiquei aprox 01:30 na praia e posso dizer que o 1º dia em Phi Phi, mesmo com o sol entre nuvens, foi lindo, lindo demais, especial.

Após entregar o Caiaque, eu fui para o View Point, que custa 20 Baths por pessoa. Tem o View Point 1 e o 2. O trajeto do 2 dura 5 minutos a mais que o do 1 e a vista é muito mais bonita. Para chegar ao View Point, é só perguntar na praia e seguir as placas. No começo, há uma escada bem longa, nada de exagerado, mas vale muito à pena.

A noite, há shows de fogo nos bares que ficam na praia. Tem todo tipo de bar, você escolhe o que mais te agrada. É muito animado. Tem pessoas do mundo todo. Um clima muito agradável.

Apesar de você fazer tudo caminhando em Phi Phi, lá é grande, com dezenas de ruazinhas e centenas de lojinhas, barraquinhas, bares, restaurantes e casas de massagem. É muito legal e muito movimentado. Você pode comprar um dos famosos Buckets (baldinhos) de bebida em Phi Phi e ficar com ele a noite toda bebendo e curtindo. Os bares da praia são um show à parte. Eles são abertos, possuem pista de dança na areia e você só paga o que consumir. Nesta 1ª noite, eu parei no Bar Ibiza, que estava muito animado.

Gastos do dia:

Hotel (em Kantiang) – 1.300
Café damanhã – 70
Transer para Phi Phi – 400
Água e lanche no 7/11 – 102
Kaiaque – 200
Pizza em uma barraquinha de Phi Phi – 80
Almoço – 80
Cervejas – 40 + 45 + 62 + 62 + 40 + 45 + 50 + 80 + 80 +80. Porra. Bebi muito.
Banheiro no View Point – 30
Jantar – 180
View Point - 20

Total – 1.726
Anexos
DSC03024.JPG
View Point
DSC03024.JPG (3.91 MiB) Exibido 426 vezes
DSC03006.JPG
Monkey beach
DSC03006.JPG (3.53 MiB) Exibido 426 vezes
DSC02986.JPG
Monkey beach
DSC02986.JPG (3.61 MiB) Exibido 426 vezes
#1218205 por lc_meireles
17 Set 2016, 23:09
DIA 21 – KOH PHI PHI

Neste dia eu fiz o passeio chamado One Day Tour, que é beeem legal. Como o nome já diz, é um passeio de dia inteiro, no qual você conhece algumas praias da região e a tão, mas tão esperada Maya Bay. Obaaaa.

O dia estava lindo, graças a Deus!!! Este passeio oferece café da manhã (fraco) e almoço (bom), além de água à vontade e 1 (só uma) coca cola. O contratei na noite anterior caminhando pelas ruazinhas de Pho Phi. Muitas agências e hotéis oferecem esse passeio. A dica é pechinchar para escolher o mais em conta. Havia aproximadamente 15 pessoas no barco. 7 eram Brasileiros hahaha. O dia inteiro foi uma vibe super positiva. Um grupo de 3 Brasileiras comprou 1 isopor grande, gelo e vááárias cervejas para levar no passeio. Eu pensei: Porque eu não tive essa ideia também? ::putz::

Tem uma primeira parada, próximo ao Holiday Inn, só para snorkeling. Nossa, quantos peixes e que água clara. Estava lindo. Me diverti bastante.

A primeira parada do passeio é perto do hotel Holiday Inn, onde há uma área ótima para fazer snorkeling (já no preço). Havia muitos peixes, lindos. Aqui vai uma grande dica: não pise nos corais. Há muitos nesta primeira parada. Ao pisar nos corais, além de matar os pobre coitados, você pode pisar em um ouriço. Um americano estava em cima de um coral e muito perto de um grande ouriço. Eu estava mergulhando quando o vi. Após eu avisá-lo, ele levou um baita susto quando olhou para dentro da água e viu o bicho lá enorme ao lado do pé dele.

Depois o barco parou em Bamboo Island e ficou por 01:00. Essa é daquelas praias paradisíacas que você sonha em ir. Nossa, muito linda. Paraíso. Não resisti e comprei uma Chang, mesmo cara (200 baths). Depois o barco vai para Mosquito Island e a Monkey Beach. Teve uma parada para almoço no barco mesmo, não chegamos a descer. Depois, ele passa em uma parte atrás de Maya Bay com umas cavernas (Vicking Cave) e então foi para Maya Bay. Pessoal, quando o barco vai se aproximando, todo mundo entra em polvorosa. A visão que se tem ao entrar de barco em Maya Bay é daquelas que você nunca esquece. Eu nunca irei esquecer esse dia. Você paga uma taxa de preservação de 100 baths ao sair do barco. Ali fiquei agradecendo a Deus pelo dia maravilhoso e aproveitando aquela praia linda. Havia muita gente e muitos barcos, mas tratei de arrumar meu lugar na areia e ali fui muito feliz. A praia é é simplesmente linda. A água é muito clara, a natureza em volta faz a diferença. Se o paraíso existe, ele deve se parecer com Maya Bay. Depois, foi hora de embarcar de volta no barco e sair de Maya Bay. Saí querendo ficar lá, tipo, a vida toda rsrs. Quando eu achei que o barco ia voltar direto para Phi Phi, ele foi para Phi Lay Bay, que é uma parte mais linda ainda, na mesma ilha onde fica Maya Bay. Gente, não vou mentir para vocês. Nesta parada, eu vi a água de mar mais linda e mais limpa e cristalina da minha vida. Pode parecer loucura, mas achei ali mais bonito do que Maya Bay. É uma espécie de lagoa, com natureza em volta e sem areia. Então, você fica ali naquela vida mansa de pular do barco na água e subir no barco para pular de novo. Rendeu maravilhosas fotos. Foi o último ponto do passeio e o ponto alto.

Dica: não tem infra estrutura nenhuma nas paradas. Então, leve seu lanche.

Gastos do dia:

Hostel – 500
Passeio – 550
Café da manha – 120
Biscoito - 70
Cerveja em Bamboo Island – 200
Almoco depois do passeio – 80
Entrada em Maya Bay – 100
Repelente, água e cerveja no mercado – 304
Jantar – 100

Total – 2.024 baths.
Anexos
DSC03106.JPG
Phi Lay Bay
DSC03106.JPG (3.77 MiB) Exibido 411 vezes
DSC03082.JPG
Vibe super positiva em Maya Bay
DSC03082.JPG (4.09 MiB) Exibido 411 vezes
DSC03081.JPG
Maya Bay
DSC03081.JPG (3.91 MiB) Exibido 411 vezes
DSC03043.JPG
Bamboo Island
DSC03043.JPG (3.79 MiB) Exibido 411 vezes
#1218206 por lc_meireles
17 Set 2016, 23:16
DIA 22 – KOH PHI PHI

Então, pessoal. Como o passeio One Day Tour é completo, com paradas para snorkeling e em belíssimas mais, resolvi fazê-lo de novo neste último dia inteiro em Phi Phi rsrs.

O dia estava lindo como no dia anterior. Houve um pequeno incidente no motor do barco, que parou de funcionar ::sos::

Fomos rebocados por um outro barco da Mosquito Island até a Monkey Beach. Tirando isso, foi tudo bem e lindo. Apesar de ter comprado o passeio na mesma agência, o de hoje foi feito em um barco maior. Confesso que gostei mais do dia anterior, apesar de ter aproveitado bastante. Eu preferi repetir o passeio porque a outra opção seria fazer um passeio half-day e o preço seria só um pouco menor e queria voltar a Maya Bay. Ao voltar para Phi Phi, fiquei andando pelas ruazinhas e curtindo aquele alto astral. Os bares na areia são um show à parte e esta noite estava especial, com aquele sabor de missão cumprida. Inesquecível.

Gastos:

Hostel – 550
One Day tour – 550
Entrada maya bay – 100
Jantar – 50
Bandeirinhas de países para costurar na mochila – 80
Cervejas – 100

Total - 1.380 baths.
Anexos
DSC03161.JPG
Entrando em Maya Bay
DSC03161.JPG (3.98 MiB) Exibido 406 vezes
DSC03168.JPG
Maya Bay
DSC03168.JPG (3.69 MiB) Exibido 406 vezes
#1218207 por lc_meireles
17 Set 2016, 23:20
DIA 23 – TRANSFER PARA KRABI E VOO PARA BANGKOK

Chegou o último dia em Koh Phi Phi e eu tinha parte da manhã livre até a hora de pegar o transfer de barco até Krabi para ir para o aeroporto pegar o voo de volta para Bankok. Então, tratei de acordar cedo, tomar café da manhã, fazer o check-out e curtir um pouco a praia principal mesmo. Estava lindo o dia. O transfer para Krabi foi tranquilo. Eu havia contratado antes o transfer de Krabi para o aeroporto e quando o barco atracou, a cara da van já estava me esperando. O voo da Air Asia tambem foi tranquilo.

Em Bangkok, para chegar ao Bed Station Hostel, eu peguei um ônibus + metrô. A noite, fui ao shopping MBK Center. Havia muitas barraquinhas de comidas, camisas e souvenirs na calcada do shopping. As camisas estavam mais baratas do que na Kao San Road. Jantei por ali mesmo. Comida deliciosa. Ainda teve um show no pequeno palco dessa feira. Eu não entendi uma palavra das músicas, mas foi o maior barato. Estava tudo muito alegre, muito colorido e com muita gente.

Gastos:

Café da manha – 120
Transfer para Krabi – 350
Transfer de Krabi para o aeroporto – 400
Lanche em Krabi – 60
Onibus + metro – 30 + 37
Agua, cerveja e lance no 7/11 – 58
Lembrancas na feirinha – 300
Jantar – 90

Total – 1.445 baths.
Anexos
DSC03187.JPG
Último dia em Koh Phi Phi
DSC03187.JPG (3.37 MiB) Exibido 400 vezes
#1218208 por lc_meireles
17 Set 2016, 23:28
DIA 24 –BANGKOK

Então chegou o último dia da viagem e eu não queria voltar rsrsrs.
O Bed Station Hostel é perto de alguns shoppings e dentro de um deles fica o museu Madame Tussauds. Entrei no site do museu para ver o horário de funcionamento e vi que era mais barato, um pouco mais do que a metade, comprar o Ticket pela internet. A unica restrição era entrar no museu antes de 12:00. Depois de entrar, você pode ficar lá dentro o tempo que quiser, mas para garantir o desconto, é necessário entrar ate as 12:00. O museu é bem legal. Rende altas fotos.

Depois do museu, eu comi em uma das barraquinhas em frente ao shopping MBK e fui conhecer o Victory Monument. Não é nada de mais. Só fui mesmo para gastar o tempo. Eu queria ter ido ao MOCA BANGKOK (Museum of Contemporary Art), que fica perto do Shopping MBK, mas ele estava fechado este dia.

Depois, peguei as coisas no hostel e fui de metrô para o aeroporto.

Gastos:

Hostel – 300
Almoço – 80
Madame Tussauds – 400
Jantar + sobremesa + cerveja no aeroporto – 260
BTS (Metrô) – 15 + 45

Total do dia – 1.105

Bom, pessoal. É este o meu relato. Espero que tenham gostado e principalmente que ajude a quem estiver planejando viajar para este paraíso. A minha experiência foi incrível. Fazer esta viagem sozinho foi muito legal. Levarei otimas lembranças por toda a vida.

Se tiverem alguma dúvida, é só escrever que eu respondo com prazer.

Um forte abraço a todos!!!
Anexos
DSC03238.JPG
Feirinha na calçada do Shopping MBK.
DSC03238.JPG (4.19 MiB) Exibido 393 vezes
DSC03200.JPG
Madame Tussauds
DSC03200.JPG (3.89 MiB) Exibido 393 vezes
#1218683 por oscarmosca
19 Set 2016, 19:43
Parabéns pela viajem e pela coragem de ir sozinho, a Tailândia foi um país que realmente me surpreendeu em vários aspectos, jamais imaginaria ir para um lugar tão longe, o seu diário de viajem ficou perfeito e muito bom detalhado e muitas pessoas acham que vão gastar muito para a Ásia mais o que me surpreendeu também foram os custos, realmente muito baixos em comparação com a nossa moeda.
#1218943 por lc_meireles
20 Set 2016, 18:03
Salorram escreveu:Meneiiro demais ::hahaha:: . No custo total, quanto ficou em reais os 27 dias?


Oi, Salorram.

Seguem os custos totais da viagem:

- Passagem São Paulo > Bangkok ida e volta - R$ 3.051,00. Na época a Emirates dividia em até 5 vezes sem juros. Hoje a Emirates divide em até 9 vezes sem juros.

- Passagens aéras internas (6 voos no totaal) - USD 355,52 (R$ 949,24 na taxa de câmbio da época, que era 1 USD = R$ 2,67).

- Custo por dia - 55 USD * 24 dias (fora os dias de viagem com a Emirates) = 1.320 USD (R$ 3.524,40 na taxa de conversão da época).

Dica: do meio para o final da viagem, eu passei a anotar todos os gastos para n]ao gastar mais de 50 USD por dia. Se eu tivesse feito desde o início da viagem, acredito que o custo médio por dia poderia ter ficado entre 45 e 50 USD. Com 50 USD no Sudeste Asiático você faz muita coisa.

Abraços!
#1218964 por lc_meireles
20 Set 2016, 20:20
oscarmosca escreveu:Parabéns pela viajem e pela coragem de ir sozinho, a Tailândia foi um país que realmente me surpreendeu em vários aspectos, jamais imaginaria ir para um lugar tão longe, o seu diário de viajem ficou perfeito e muito bom detalhado e muitas pessoas acham que vão gastar muito para a Ásia mais o que me surpreendeu também foram os custos, realmente muito baixos em comparação com a nossa moeda.


Oi, oscarmosca.

Cara, muito obrigado pelo feedback. Tirar esse relato do diário de viagem e escrevê-lo aqui me fez voltar no tempo e reviver muitos momentos bons da viagem. Particularmente, eu gosto de viajar sozinho (também gosto de viajar acompanhado rsrs) por precisar "me forçar" a falar com as outras pessoas e assim ir descobrindo ainda mais as coisas e os lugares. O motivo da viagem foi a Tailândia, país que sempre foi meu sonho conhecer. Bagan, no Mianmar, ganhou meu coração, mas a Tailândia foi o lugar onde eu me senti mais à vontade. Não tinha vontade de voltar rsrs. As pessoas lá são ótimas e os preços realmente surpreendem de tão barato que a maioria das coisas custa.

Forte abraço.
#1220303 por felipegcastilho
26 Set 2016, 13:33
Fala cara, beleza ?

Muito obrigado por compartilhar seu relato, anotei diversas dicas que estão nele, irá me ajudar muito.

Gostaria de um "conselho" seu referente a um assunto. Em PhiPhi irei fazer o Sleep aboard em Maya Baya, você chegou a ver sobre ele ? Entretanto, também me interessei muito pelo One Day Tour que você citou. Mas os dois passeios passam por alguns pontos semelhantes, mas não todos. Você acha que valeria a pena eu fazer o Sleep Aboard e também o One Day tour ?

Grato pela sua atenção, e me desculpe se ficou um pouco confuso aforma que escrevi a cima haha. ::hein:

Abraço ::otemo::

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes