Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

#996598 por rogeriogeol
28 Ago 2014, 02:56
Galera, comprei minha entrada na travessia pro dia 06/09/2014 e descida dia 08/09/2014... Vou sozinho e nunca fiz a travessia, apenas a Pedra do Sino!!! Colhi bastante informações na net e tenho um certo conhecimento em trilhas... Mais alguém vai entrar na trilha dia 06 por Petro?????

INGRESSO - ROGÉRIO AZEVEDO R$ 12,50
ATIVIDADE - 06/09/2014 R$ 20,00
ATIVIDADE - 07/09/2014 R$ 10,00
ATIVIDADE - 08/09/2014 R$ 2,00
PERNOITE - CASTELO DO AÇU - 06/09/2014 R$ 6,00
PERNOITE - PEDRA DO SINO - 07/09/2014 R$ 6,00
SERVIÇO - 1 - 06/09/2014 R$ 10,00
SERVIÇO - 1 - 07/09/2014 R$ 10,00
Total R$ 76,50

Partiu Montanhaaaaaaaaaaaaa.... rsrsrs
#1034785 por andreluis.alvarenga
18 Dez 2014, 23:12
rogeriogeol escreveu:Galera, comprei minha entrada na travessia pro dia 06/09/2014 e descida dia 08/09/2014... Vou sozinho e nunca fiz a travessia, apenas a Pedra do Sino!!! Colhi bastante informações na net e tenho um certo conhecimento em trilhas... Mais alguém vai entrar na trilha dia 06 por Petro?????

INGRESSO - ROGÉRIO AZEVEDO R$ 12,50
ATIVIDADE - 06/09/2014 R$ 20,00
ATIVIDADE - 07/09/2014 R$ 10,00
ATIVIDADE - 08/09/2014 R$ 2,00
PERNOITE - CASTELO DO AÇU - 06/09/2014 R$ 6,00
PERNOITE - PEDRA DO SINO - 07/09/2014 R$ 6,00
SERVIÇO - 1 - 06/09/2014 R$ 10,00
SERVIÇO - 1 - 07/09/2014 R$ 10,00
Total R$ 76,50

Partiu Montanhaaaaaaaaaaaaa.... rsrsrs


Ola Rogério. Blz?/Como foi a travessia? O que levou? Fez sozinho? Compartilha ai. Abraço.
#1071328 por Acrofales
24 Mar 2015, 10:52
Estamos pensando de fazer no feriado de pascoa, mas tenho algum receio sobre o tempo. Não vejo muita informação além de dizer que o inverno é melhor. Normalmente eu esperaria ate semana que vem para olhar as previsões e fazer uma decisão se vale a pena fazer, mas com ingressos limitados, precisamos decidir o mais antes possível.

Olhei nas previsões de 2 semanas e parece que Petrópolis tem muita chuva. Isso quer dizer que na Serra dos Órgãos terá muito nevoeiro? E alguém sabe o risco de trovoada no inicio de Abril? Se é problemático, melhor fazer outra trilha (Pico do Paraná pode ser) e fazer esta travessia em outra época.
#1071820 por Rodrigo e Gí
25 Mar 2015, 14:52
Acrofales escreveu:Estamos pensando de fazer no feriado de pascoa, mas tenho algum receio sobre o tempo. Não vejo muita informação além de dizer que o inverno é melhor. Normalmente eu esperaria ate semana que vem para olhar as previsões e fazer uma decisão se vale a pena fazer, mas com ingressos limitados, precisamos decidir o mais antes possível.

Olhei nas previsões de 2 semanas e parece que Petrópolis tem muita chuva. Isso quer dizer que na Serra dos Órgãos terá muito nevoeiro? E alguém sabe o risco de trovoada no inicio de Abril? Se é problemático, melhor fazer outra trilha (Pico do Paraná pode ser) e fazer esta travessia em outra época.


Tipo de pergunta impossível de se responder. Eu não confio em previsão.

Sabemos que em Abril chove mais que em Julho e ponto.

Risco de raios tem em qualquer lugar descampado e alto.

Quanto maior a umidade maior a possibilidade de nevoeiro.

Quem faz trekking tem que meter as caras e ir preparado para tudo.

Abraço !!!

Rodrigo
#1075809 por Acrofales
07 Abr 2015, 11:45
Fizemos a travessia e tivemos tempo espectaculuar. Um pouco de nevoeira na tarde da sexta e um pouco no domingo, mas pela maioria foi bom. E a travessia mesma é realmente espectacular! Recomendado para tudo mundo!

Vou adicionar as dicas que é importante levar corda. Ajuda no cavalinho, mas ainda mais na descida 5 minutos antes do cavalinho. Poder fazer rapel (ainda que seja sem cadeirinha: são uns 4 metros) para descer as pedras na última descida do segundo dia é realmente muito melhor e mais seguro do que ter que descer elas escalando.
#1075870 por Otávio Luiz
07 Abr 2015, 13:46
A corda ajuda, mas não é imprescindível. O mergulho, como é chamado a descida antes do cavalinho dá pra descer tranquilo, com calma. Tirar a mochila ajuda, eu fiz com a mochila e ela te joga pra frente, foi meio tenso. Mas sem mochila vai na boa, devagar, com os mais experientes orientando...
O cavalinho é só não ter medo de altura. :mrgreen: É que pra conseguir passar a perna por cima da pedra e literalmente montar nela (por isso cavalinho) tem que ir pela pedra da esquerda, beirando o precipício. Se for pela direita, encostado no paredão não vai ter altura suficiente para subir na pedra.
Mas quem tiver uma corda pode levar que ajuda sim. ::otemo::
#1075970 por thiagoamorim
07 Abr 2015, 17:34
Acrofales escreveu:Fizemos a travessia e tivemos tempo espectaculuar. Um pouco de nevoeira na tarde da sexta e um pouco no domingo, mas pela maioria foi bom. E a travessia mesma é realmente espectacular! Recomendado para tudo mundo!

Vou adicionar as dicas que é importante levar corda. Ajuda no cavalinho, mas ainda mais na descida 5 minutos antes do cavalinho. Poder fazer rapel (ainda que seja sem cadeirinha: são uns 4 metros) para descer as pedras na última descida do segundo dia é realmente muito melhor e mais seguro do que ter que descer elas escalando.


Muito maneiro saber que a travessia já ta aberta de novo!
Acrofales, tu lembra se dava pra ver influência do incêndio do ano passado na trilha da travessia? Ou não houve nenhuma mudança? (digo até a nível estético mesmo)
#1075971 por thiagoamorim
07 Abr 2015, 17:34
Acrofales escreveu:Fizemos a travessia e tivemos tempo espectaculuar. Um pouco de nevoeira na tarde da sexta e um pouco no domingo, mas pela maioria foi bom. E a travessia mesma é realmente espectacular! Recomendado para tudo mundo!

Vou adicionar as dicas que é importante levar corda. Ajuda no cavalinho, mas ainda mais na descida 5 minutos antes do cavalinho. Poder fazer rapel (ainda que seja sem cadeirinha: são uns 4 metros) para descer as pedras na última descida do segundo dia é realmente muito melhor e mais seguro do que ter que descer elas escalando.


Muito maneiro saber que a travessia já ta aberta de novo!
Acrofales, tu lembra se dava pra ver influência do incêndio do ano passado na trilha da travessia? Ou não houve nenhuma mudança? (digo até a nível estético mesmo)
#1080990 por carol.roliveira
22 Abr 2015, 17:15
Pessoal, vamos em um grupo de 15 pessoas agora no feriado de 1º de Maio. Tenho preparo físico mediano, e já fiz algumas trilhas: Tilha Inca (Machu Pichu), Torres del Paine (Chile), Fitz Roy (Argentina), todas com bastante dificuldade. Estou com muito medo de fazer essa trilha depois de todos os relatos que eu li a respeito na internet. O pessoal não quer contratar Guia, e nem levar GPS com o track log, confiando no instinto de 1 casal que já fez a trilha, o que me deixa mais insegura. Sei que há possibilidades de chuva, frio e nevoeiro e que irá dificultar a travessia. Gostaria de saber se comparado as trilhas que fiz acima, minhas preocupações são válidas, ou irei conseguir fazer de boa?
#1081005 por Otávio Luiz
22 Abr 2015, 17:27
Não conheço as trilhas indicadas, mas conheço a Petro-Tere. Ela é exigente, mas não impossível.
Saia cedo pra poder fazer com calma e chegar de dia aos abrigos, tanto no primeiro como no segundo dia. O primeiro dia será o pior, de maior altimetria. O segundo é um sobe e desce, cansa mas o visual compensa. O terceiro é só descida.
Se o casal que já fez a trilha tem um bom conhecimento do local dá pra ir na boa. O problema é se baixar (ou melhor, subir :mrgreen: ) o nevoeiro na parte alta da travessia, aí dificulta bastante e o GPS faz diferença. Mas a subida do Açu e descida do Sino é bem tranquilo em termos de navegação.
#1081406 por Acrofales
23 Abr 2015, 18:32
Se vocês fizeram o circuito no Torres del Paine e o caminho das Incas, fisicamente Petro-Tere não vai dar muito problema não. Mas ainda assim a navegação pode ser bem desafiador. Nos fizemos num dia soleado e a navegação era simples, mas ficou já muito claro que se fazer a trilha com nevoeiro, a navegação (sobretudo do segundo dia) estaria foda (e se perder a trilha, pode ser bem perigoso). Acho que se aquele casal fez a trilha uma vez, ajuda, mas tem muitos trechos onde isso não é suficiente para achar a trilha em nevoeiro não. Leva GPS com tracklog.

Outra coisa: no segundo dia tem uma descida por uma pedra onde uma corda é super recomendado (para rappel). No "Cavalinho" ajuda para subir mochilas e se tem alguém nervoso, pode ajudar na subida também.

Aparte disso, a trilha é muito gostosa de fazer e o visual é realmente espetacular.
#1081407 por Zeca On
23 Abr 2015, 18:39
Oi Pessoal, blz?

É exatamente o que Otávio disse, a travessia é pesada, às vezes bem íngreme, mas dá pra fazer e sempre saindo cedo do abrigo.
Fiz essa trilha junto com o amigo Rafael que abriu este tópico, e um grupo em torno de 10 pessoas.
Na época também fizemos sem guia, mas tínhamos um amigo com GPS. Sempre é útil, mas não foi determinante no sucesso da aventura.
Foi um feriado de corpus christi, mas quer saber, o parque estava cheio e não acredito que será diferente agora.
Isso quer dizer que em alguns momentos de dúvida, no segundo dia, eu me guiava pelas pessoas que estavam na minha frente.
Tentei fazer essa travessia ano passado, em julho, com GPS e tracklog da primeira travessia que esse amigo no grupo gravou na época.
Foi tranquilo, mas só fui até o Açu e retornei no dia seguinte por causa do joelho, estava mais pesado, mas agora estou em forma.
O tracklog funcionou direitinho, mas sempre tem uns totens de pedra no caminho ou mesmo marcas de desgaste nas rochas para nos guiarmos.
Mesmo com céu azul pegamos neblina na subida da Isabeloca, não víamos 3 metros a frente, mas nada desesperador. Depois passou.
Estou pesquisando algum passeio para o feriado, em dúvida ainda, Ibitipoca, Agulhas Negras ou TerêxPetró. Todos já fiz, mas ficar em casa não rola. rs
Não desanimem, pois o visual vale a pena.
::otemo::

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes