Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

#484214 por LeandroSP
11 Jul 2010, 14:18
Pessoal,

Alguém tem a marcação da trilha para a pedra da mina, via Paiolinho (rota de fuga), para GPS?
Farei a travessia em breve, mas, por cautela, quero também ter a trilha via paiolinho no GPS. Os arquivos da travessia toda já tenho, sem problemas.

Minha intenção é fazer a travessia sozinho na última semana de julho ou primeira de agosto. Não fixei a data, vez que vou "zarpar" de acordo com a previsão do tempo.
Nunca fiz essa travessia, mas tenho experiência em montanha/navegação e meu preparo físico está bom.

Alguma dica de ouro de quem já "solou" a Serra Fina?
Quanto ao transporte/resgate, alguém indica alguém de confiança?

Abraços
#621999 por Parofes
10 Ago 2011, 11:07
Bom dia pessoal,

Alguém tem contato atualizado de transporte até a Fazenda Serra fina pra fazer paiolinho?
Devo ir no final de semana de 21 de agosto e preciso da informação. Olhei o tópico mas o que encontrei de telefone é muito antigo, de 2003, então não ajuda em nada.

Abraços a todos,

Parofes
#624593 por amdeana
17 Ago 2011, 19:37
OI pessoal,

ja estou de olho nesta travessia ha alguns anos, e acho que agora vai.

to precisando de companhia, provalvelmente saio entre os dias 25 a 28 de agosto ou 01 a 4 de setembro depende do cllima). Se tiver alguém interessado pode escrever para amdeana@gmail.com
#627375 por ernanivargas
25 Ago 2011, 22:50
Fala amdeana,

Fiz a travessia nos dias 22,23 e 24 de Julho. Saí Fazenda da toca do lobo as 4:20 da manhã chegeui na toca as 5:15,
a subida até o capim amarelo é puxada, mas o segredo é dar passinhos curtos, tipo uma velha e não parar.

Pode parecer estranho, mas assim é mais rápido que subir em ritmo forte e ter que parar toda hora. Cheguei no
Capim Amarelo as 9:30 da manhã, tinha um grupo lá que já tinha levantado acampamento. Sairam as 10:00 e fui junto,
chegamos na Pedra da Mina as 17:30, esse trecho não tem macete. É muito sobe e desce.

Choveu a noite na Pedra da Mina e molhou todas as minhas coisas, a sorte é que o GPS é a prova dágua.
A turma que eu tava acompanhando desistiu por causa do mau tempo, resolveram descer pelo Paiolinho.
Eu segui em frente, saí da Pedra da Mina as 11:30 e a acampei as 14:30 numa área de bambuzal entre
o Cupim de Boi e o Tres Estados.

Por causa da chuva perdi meus óculos no Vale do Ruah, se alguém achar, é meu, recompenso a devolução.
São óculos de grau com lentes que escurecem na luz do dia. Perdi perto do riacho ou saindo dele.

No dia seguinte saí as 6:00 da manhã e as 7:30 já tava no Tres Estados, as 10:00 já tava Alto dos Ivos,
esse dia o céu tava limpo e foi a caminhada mais doida que já fiz na vida. Nunca imaginei que uma descida
fosse tão bonita e agradável. Cheguei na rodovia as 15:00 e de lá pequei uma carona até Itamonte e um
táxi de volta a P4

Aí vai uma dica, leve mais de 4 litros de água, eu levei 5 e meio. É melhor sobrar que faltar, já conversei com
muita gente que levou 4 e se deu mal. O guias levam 6 litros.
Caminhe devagar e sempre. Aproveite a paisagem para tomar fôlego, bater fotos e se hidratar, se não estiver
com sede tome apenas um gole. Se estiver sedento, beba devagar.
Use calças compridas e camisa de manga longa, os bambuzinhos e o capim arranham muito.

Para fazer esta travesia você precisa de preparo psicológico e força nas pernas. Se você curte uma montanha
como eu é só deixar a paisagem e a brisa renovar suas energias. Fiz em três dias com cargueira de 20 kg
e não sou nenhum atleta. Peso 85 kg e meu IMC é 32 (obeso), é caminhar no estilo passeio e levar um bastão
de caminhada. Acredite, ele vai salvar seu joelho .

Ernani Vargas
BH/MG
#741053 por luizcazati
25 Jul 2012, 19:22
Olá camaradas, sou novo no site, e estou querendo subir nessa sexta ou sábado dias 27/28, saindo de Sp com mais um camarada.
A idéia é durmi no cume ou próximo, alguém sabe como está a estrada entre o Paiolinho e Passa quatro, só com 4x4 dá pra passar por lá mesmo, ou carro popular tb consegue fora de época de chuvas?
O dono da fazenda cobra quanto para entrar na trilha? alguém tem o contado dele, da fazenda??
Alguma dica pra acampar lá e aguentar bem o frio?

abs
#741081 por skymanrj
25 Jul 2012, 20:58
luizcazati escreveu:Olá camaradas, sou novo no site, e estou querendo subir nessa sexta ou sábado dias 27/28, saindo de Sp com mais um camarada.
A idéia é durmi no cume ou próximo, alguém sabe como está a estrada entre o Paiolinho e Passa quatro, só com 4x4 dá pra passar por lá mesmo, ou carro popular tb consegue fora de época de chuvas?
O dono da fazenda cobra quanto para entrar na trilha? alguém tem o contado dele, da fazenda??
Alguma dica pra acampar lá e aguentar bem o frio?

abs


Luiz a estrada é de terra, carro normal chega sim.
Para ficar lá era cobrado 10 ou R$15, não lembro. Contato eu não tenho, nem sei se existe.

Para o frio um bom saco de dormir resolve , leve algo para pelo menos 0ºC conforto.

Boa subida.
#862731 por RodolfoMattos
23 Jul 2013, 19:38
Galera,

Procurei informações atualizadas e não consegui encontrar contatos de pessoas que estão levando grupos atualmente, como consegui um contato, resolvi postar para quem esteja com a mesma necessidade:

Antonio José - (35) 3371 3170

Ele leva 2 pessoas por R$ 300,00 e cobra um pouquinho a mais para grupos maiores.
Não tem problemas em levar grupos a noite ou madrugada, o que é bem interessante.
O trajeto leva em torno de 40 minutos.

O valor inclui a ida até o início da trilha, próximo a Toca do Lobo e o resgate no sítio do Pierre.

Pega sinal de celular em vários momentos da trilha e a operadora que dá mais sinal é a Vivo.
Uns 30 min. antes do fim, nas ruínas dos casarões tem sinal e umas 4 horas antes nos Vivos (sugestivo) também tem sinal e é o momento ideal de combinar seu resgate, pois leva 1 hora de Passa Quatro até o Pierre.

Abraços e boa pernada...
#862732 por RodolfoMattos
23 Jul 2013, 19:40
O refugio Serra Fina tem site: http://refugioserrafina.com.br/
Falei com o Mauricio para chegar até as informações acima, que por sinal, foi muito solícito.
Telefones: (11) 2626-9571 | (11) 97194-3248 | (35) 9187-4482 | (35) 3371-1346

Ele também faz o transporte, mas para hospedes do refúgio.

Abraços e boa pernada.
#974389 por sorocab
28 Jun 2014, 13:18
bem legal seu relato, especialmente para aqueles que querem fazê-la.
Aproveitando, sempre fiz travessias de um único dia... Por isso não tenho base da alimentação. Necessária/ideal. O que você levou de comida e em que quantidade... Alguns falam de comida liofilizada... Mas realmente não tenho nem idéia.... Poderia me ajudar?
#997777 por Fisching
31 Ago 2014, 22:40
Então, eu estou interessado em saber se eu posso chegar ao início da trilha em pé. Estou planejando chegar de ônibus a partir de SP e não tenho um carro. Se você tem as coordenadas para o início da trilha, eu posso usá-los.
#1109511 por Roberlei Lopes
24 Jul 2015, 18:23
Ae Galera...eu e mais três camaradas fizemos a travessia há pouco. Do dia 15 ao 18 de julho de 2015..
Como ja tem bastante relato não acho necessário mais um, mas vou deixar aqui minha impressão e experiência. Não concordo em levar cinco ou seis litros de água la pra cima, a mochila fica muito pesada, eu levei 3,5 litros e deu tranquilo. Levei comida liofilizada que é bem leve e nutritiva, pois a subida é dura e vc vai gastar muita energia. Tem alguns lugares que tá fácil de se perder, então vá com GPS ou algo que te dê uma direção. Leve somente o necessário, MESMO, pois o desnecessário vai fazer vc se arrepender quando vc ja ta andando há horas. Eu fiz em quatro dias, bem de boa. Achei muito bom, pois assim vc pode parar tirar fotos, curtir o lugar (que é maravilhoso) e não corre tanto riscos, pois lá existe vários lugares com risco grande de se machucar, e aí complica. Alguns colegas disseram aqui o contrário, mas penso que não é uma trilha que da pra todos. Pessoas que tem medo de escalaminhar em lugares altos, acho complicado, ou pessoas muito fora de forma, não vai ser nada fácil (é só minha opinião). Alguém ja disse também, mas vou reforçar....saco de dormir bom (0° ou 5° (REAL) limite), a noite faz frio de verdade. Use uma bota boa, faz diferença. Pra finalizar, o bastão....essencial, seu joelho vai agradecer muito. No mais....é curtir e caminhar......trilha fantástica e muito diferente.
Boa trilha!! ::otemo::

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes