Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#888617 por tborges
15 Out 2013, 21:18
Dificuldade: Alta
Distância: 8 km
Altitude Máxima: 1.181 m
Circular: Sim

Como chegar

Ubatuba faz divisa ao norte com a cidade histórica de Paraty, no estado do Rio de Janeiro, ao sul com Caraguatatuba (SP) e a oeste com o Vale do Paraíba.
Saindo do Rio de Janeiro a melhor opção é a Rodovia Rio-Santos, já para quem vem de São Paulo o melhor é na cidade de São José dos campos pegar a Rodovia dos Tamoios até Caraguatatuba e depois a Rio-Santos até Ubatuba.

A Trilha

O Pico do Corcovado Possui 1.181 m de altitude e é considerado o pico mais imponente da região, a visão dele da Rodovia Rio-Santos impressiona por seu alto maciço e sua alta inclinação.

Imagem

Para chegar até o inicio da trilha siga pela Rio-Santos até o Km 96 e entre no Bairro do Corcovado, poucos metros após sair da rodovia haverá uma bifurcação, siga pela esquerda na estrada asfaltada, mais ou menos 1 km a frente você verá placa indicando a direita o caminho para o Pico já em estrada de terra, entrando nessa estrada, após passar a ponte o inicio da trilha é na segunda entrada a direita onde é possível chegar de carro até um campo de futebol.
A estrada é bem deserta mas não é aconselhável deixar o carro em qualquer lugar, praticamente em frente ao campo de futebol existe uma pequena casa do senhor Tozaki, um senhor muito gente boa e cheio de histórias para contar que guardou nosso carro nos dois dias de trilha, vale a pena chegar cedo para conversar.
Quem me acompanhou nessa trilha foram meu pai e o Luan, fizemos ela nos dias 12 e 13 de Outubro de 2013.

Imagem

Após passar o campo de futebol siga estrada pela direita até uma pinguela, passando a pinguela o caminho é tranquilo por uma estradinha por mais uns 50 m até entrar realmente na trilha mais fechada que logo no começo já corta um rio, partindo desse trecho é praticamente só subida.
Não existe muita dificuldade de navegação na trilha, a trilha esta bem visível, o que é necessário é um pouco de atenção em alguns trechos que induzem a pegar outro caminho "sem saída", outra coisa que se deve ter cuidado são animais, logo no começo o senhor Tozaki nos avisou que existem cobras venenosas na trilha e não demorou muito para encontrarmos.

Imagem

Após aproximadamente 2 horas de subida chegamos a "Igrejinha", não fique esperando nada construído pelo homem, trata-se de algumas pedras grandes amontoadas(diz a lenda que à meia-noite, próximo da igrejinha é possível avistar a imagem do Frei Bartolomeu rondando por lá), existe uma corda pressa nas pedras, não tentamos subir nelas até porque na subida o tempo estava meio fechado, caminhando alguns metros existe uma outra subida via trilha bem ao lado da igrejinha que é um belo mirante.

Imagem

A Igrejinha esta a aproximadamente 450 m de altitude, passando desse trecho a trilha vai ficando cada vez mais pesada, a inclinação junto com os altos degraus formados pelas raízes das arvores exigem bastante das pernas na subida.

Imagem

Imagem

Depois de sair da igrejinha, caminhando por quase 900 m de distância e a alcançando 750 m de altitude, esta o último ponto de água próximo da trilha, a trilha segue pela direita e o ponto de água esta a esquerda, mesmo a distancia entre a igrejinha e o ponto de água parecendo ser pequena não se engane, andar tudo isso com a inclinação da trilha não é tão rápido.
Continuando subindo após a "bifurcação" do trecho de água, andando por mais aproximadamente 850 m e chegando a 1.050 m de altitude esta uma clareira como primeiro ponto de camping, desse trecho até o pico falta pouco, porém, a última subida até o cume é bem pesada, dependendo do cansaço considere ou parar um pouco nesse trecho ou até mesmo acampar nele e seguir no dia seguinte.
Partindo do camping a trilha segue pela direita e já na crista do pico lateral ao Corcovado, andando cerca de 5 minutos já é possível ter uma visão clara do pico. Esse trecho da trilha é bem suave levando em consideração o que já se passou, alguns trechos até com pequenos declives.

Imagem

O último trecho da trilha para chegar ao cume é uma "escalaminhada", essa é a hora do esforço final onde é necessário e muito a ajuda das mãos para subir os últimos 100 m de distancia e aproximadamente 60 m de altitude e alguns pontos com pedras molhadas que dificultam bastante a subida.
Após passar a escalaminhada, a direita esta o cume do pico com uma pequena área de camping para no máximo 3 barracas pequenas e um pouco mais a frente um pequeno espaço para mais uma barraca, virando para a esquerda há uma área de camping maior e mais protegida do vento, nós acabamos acampando nessa área da esquerda.

Imagem

Acampamento montado é hora de desfrutar a beleza do lugar, do cume é possível avistar o mar, a Serra do Mar e a Serra da Mantiqueira, dizem que é possível avistar a Serra da Bocaina, porém, dentre as cadeias de montanhas não conseguimos identifica-la.

Imagem

Imagem

Imagem

Pelas fotos já da para perceber que faz frio durante a noite, então se prepare para os ventos e o frio, uma outra dica que não seguimos foi guarde todos os alimentos dentro da barraca, esquecemos um pacote de bolacha fora da barraca e durante a noite um quati tentou rouba-lo.

Se programe para acordar bem cedo, afinal após subir tudo isso não se pode perder o lindo nascer do sol no mar certo? O nascer do sol no alto do pico é uma visão incrível que compensa qualquer esforço da subida.

Imagem

Imagem

Depois de tudo muito bem apreciado, é hora da descida. A descida também não tem segredos de navegação, só prestar atenção e seguir a trilha, se na subida exige bastante das coxas e da panturrilha, na descida a força sobre os joelhos é grande, após caminhar quase 4 horas para descer a visão do rio lá do começo da trilha é tentadora e um banho ali da um animo a mais para o corpo se preparar para voltar para casa.

Imagem

#1020520 por Lucas Ramalho
10 Nov 2014, 23:46
Fala Tiago. Parabéns pela trilha. Sabe dizer quantas horas de subida em um bom ritmo?
#1191002 por Lucas Ramalho
27 Mai 2016, 15:48
Até onde eu sei não. Porém é necessária bastante experiência!
#1199955 por romeucr
04 Jul 2016, 12:16
Pessoal,

em contato com o pessoal do PESM (Parque Estadual da Serrra do Mar) me disseram que a trilha ao Pico pela trilha da Praia Dura é Ilegal. A Trilha legalizada é a que começa na parte de cima da serra, no Núcleo Santa Virgînia, deve ser feita uma "reserva" e obrigatório um guia. Porém disseram para entrar em contato com o outro núcleo, Núcleo Picinguaba, que é o responsável pela parte do PESM na parte de baixo, para ter mais informações. Mandei e-mail pra eles mas até agora não responderam.
#1207433 por Lucas Ramalho
01 Ago 2016, 21:33
Bem eu fiz em 2014 certo. Mas acredito que o grande Senhor Tozaki ainda está por lá! Manda um abraço pra ele se você for!
#1208412 por Ghaidy Souza
06 Ago 2016, 10:54
Oie Tiago, adorei o relato. Estamos pra ir em Ubatuba em outubro, pois estaremos na estrada pra divulgar nosso blog de viagens e trilhas. Sua historia me deixou morta de vontade de realiza-la. Se alguém tiver a fim de fazer a trilha em outubro estaremos por lá. Vou deixar meu e-mail caso alguém se interessa em se aventurar com a gente.. caminha_gente@outlook.com

Abração!
Ghaidy
#1215494 por Timunhoz
06 Set 2016, 11:01
Pessoal, pretendo faze-la nesse final de semana.
Alguém sabe se realmente precisa de guia para a trilha? existem muitos trechos técnicos?
Outra duvida quanto ao clima, vai chver 5mm quarta e quinta dessa semana, a trilha fica muito escorregadia?

Um abraço!

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes