Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#579855 por Raffa
26 Abr 2011, 14:53
Para não deixar o feriado passar em branco em Sampa. Eu, Sandro e Gibson, combinamos de tentar descer a Serra do Mar até o litoral.

Fomos até o extremo sul de São Paulo, bairro da barragem. Saímos as 6h da manhã da Sexta-Feira, do metro Vila Mariana até o terminal Parelheiros. De lá pegamos outro ônibus até o bairro da Barragem.

Chegamos na Barragem, um bairro bem simples. Nem parece que estamos na selva de pedra chamada São Paulo. Bastante verde, pessoas humildes e pouco comércio. Compramos agua, um vinho e alguns biscoitos e pé na estrada.

Imagem

A estrada é bem aberta e é paralela a linha do trem (Antiga Sorocabana 1935). Depois de caminhar por volta de 40m/1h chegamos na linha do trem. Era só descer até o túnel 25 (a contagem é de baixo para cima da serra).

Imagem

Na altura da propriedade do Jamil, havia um comando da policia militar e guarda municipal barrando todos que desciam sentido a usina (caminho que iriamos passar), rapidamente, desviamos o do comando avisando que iriamos entrar na cachoeira do Jamil e acampar por lá. Ufa. sorte... por pouco a trilha não acaba ali.

Concordo com esse bloqueio, pois na Usina já morreram muitas pessoas e recentemente no carnaval mais uma pessoa se acidentou. Fora o pessoal que destrói e suja a região. Fica muito difícil a policia descobrir quem é responsável e ecologicamente correto.

Bom, resultado, ficamos o dia inteiro no Jamil esperando o comando ir embora. Nadamos na prainha, fizemos almoço, cochilamos, demos bastante risada com o caseiro, o Paraná e seu "caneco de couro" hahaha

Imagem

Por volta das 16h verificamos que o comando já tinha ido embora e continuamos a missão. Descemos a linha do trem.

Imagem

Rapidamente a noite veio, não fazia frio e passavam vários trens, ora subindo, ora descendo.... a noite estava linda, dava para ver as luzes do litoral, unica coisa que estragava era o cheiro forte de soja estragada(algum vagão descarrilhou e muitas sacas ficaram a beira da linha)

Imagem

Passamos pelos túneis, 27, 26.... ritmo forte, só diminuímos um pouco, pois por milimetros não pisei em uma cobra... eu não vi, quem viu foi o Sandro que vinha logo atrás.

Imagem

Chegamos no túnel 25 e devido a escuridão não visualizamos a entrada da trilha. Vimos que um pessoal acampava a beira do Rio Branquinho. Entramos numa picada na saída do túnel a direita, achamos uma clareira e ali ficamos. Montamos nossas barracas, tomamos um vinho, fizemos um lanche rápido e por volta das 22h já estavamos capotados. O tempo estava tão agradável, que dormi só de lençol. Depois nem lembro mais de ouvir trem passando pela linha.

Imagem

Acordamos no sábado, por volta das 7:30 e as vozes do pessoal que estava acampando no Rio, estavam muito próximas. Desmontamos acampamento, ali a primeira dúvida, continuar a picada indo para a direita ou voltar para a linha do trem e tentar descer o Rio ? Optamos por tentar descer pelo rio. A entrada da trilha é antes do túnel 24. Assim que desce a pirambeira, você já está no rio.

Imagem

Imagem

Ali no Rio Branquinho, tinham 9 pessoas acampadas. E para variar bastante sujeira de outras pessoas que passaram por ali. Cumprimentamos o primeiro grupo e descemos o rio pelas pedras.

Imagem

Mais para baixo encontramos outro grupo de pessoas acampadas e mais sujeiras feita por eles mesmos. Cumprimentamos rapidamente e seguimos pela trilha, já que ali, o rio entrava tipo em um túnel que parecia um toboagua. A trilha era bem fechada. Mas valeu o perrengue, do outro lado, uma belo poço e o toboagua formava uma cachoeira, ainda bem que ninguém quis descer escorregando rsrsr

Imagem

Nadamos um pouco e logo o pessoal que estava acampado veio atrás da gente. Quando chegaram no poço, nos vestimos e seguimos rio abaixo, ainda tinha muita coisa para andar.

Imagem


Em determinado momento, o rio virava uma imensa cachoeira, impossível descer pelas pedras sem cordas. Ali vimos que seria dificil descer ou tentar ir pela outra trilha, pois o Gibson tinha que estar em Sampa no Domingo bem cedo.

Imagem

Bom, curtimos mais um pouco o rio, começamos a fazer o mesmo trajeto, subindo. Agora vem a parte da ignorância e a imbecilidade humana. Aquela turma acampada proxima ao toboagua, deixou o lixo tudo no saco, mas o largou ali, junto com uma calça jeans, papéis higienicos e outras sujeiras mais. Além do que no meio das pedras do rio, dois pacotes de macarrão, tempero e copos plasticos. Recolhemos o máximo de lixo que conseguimos, infelizmente foi muito pouco para o que tinha ali. e voltamos para a linha do trem.

Imagem

Agora o trajeto era subir naquele sol e caminhar sobre pedras e trilhos o desgaste é bem maior. Foi bem cansativo. No meio do caminho encontramos um índio que nos forneceu mais dicas e o caminho certo até o litoral.

Imagem

Ao passar pelo Jamil, também não tinha mais nenhum comando, era por volta das 16h. Chegamos na Barragem, era noite, 6:40/7h. Por sorte o bus já estava para sair. Só deu tempo de comprar algo gelado e capotar rssss.

Imagem

Chegamos em Parelheiros, por volta das 7:40 e seguimos rumo a Vila Mariana com planos para voltar e fazer o percurso completo.

Eu finalizei meu feriado no Morrison Rock Bar... nem eu acreditei. Mas fechei com chave de ouro, um feriadão que estava praticamente perdido..

Minhas fotos:
http://raffasp.multiply.com/photos/albu ... ranquinho#

Dados GPS:
Total ida e volta: 33KM
http://connect.garmin.com/activity/81468494
http://connect.garmin.com/activity/81468501
http://connect.garmin.com/activity/81468514
http://connect.garmin.com/activity/81468522
http://connect.garmin.com/activity/81468529
http://connect.garmin.com/activity/81468536

::otemo::

#580916 por Cris*Negrabela
28 Abr 2011, 15:24
Raffa escreveu:devia estar com 100kg


Gordo! ::lol4:: ::lol4:: ::lol4::
(olha só quem fala... rs)

Que bacana que o feriado rendeu e que pena que não deu pra seguir...

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 4 visitantes