Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#505836 por Fábio Borges
21 Set 2010, 12:40
fotos: http://semlimite01.multiply.com/photos/album/5/5

No mundo dos esportes outdoor há pessoas que curtem realizar esta pratica logo que os primeiros raios de sol aparecem e há pessoas que preferem dormir algumas horas a mais e fazer tudo na mais repleta calma, pois somente assim se sentirão bem.
Eu e a minha inseparável amiga Vivi, não temos problemas para acordar bem cedo, mas há tempos queríamos uma trip que fizéssemos tudo no nosso horário, sem se preocupar se iríamos nos atrasar ou não. Foi desta maneira, após ninguém querer embarcar conosco nessa empreitada, que decidimos que essa seria a “nossa trip”. No melhor estilo 012.
Por isso, decidimos acordar um pouco mais tarde no sábado. Sem pressa, tomamos um bom e reforçado café da manhã em casa e perto das 9h saímos de casa rumo à elitizada Campos do Jordão.
Seguimos de carro pela Ayrton Sena e Carvalho Pinto sem pressa e curtindo a viagem com direito a uma parada no mirante já na metade da subida de Campos, para tirar fotos.
Ao chegar a Campos, seguimos para o bairro de Capivari, pois a trilha começava em frente à Igreja de São Benedito. Estacionamos o carro, montamos as bikes e iniciamos o pedal por volta do meio dia e meio.
Confesso que os primeiros 6 km foram decepcionantes. Pedalamos esse tempo todo por ruas menos movimentadas da cidade e o visual que tínhamos era da ostentação de riqueza dos magnatas de Campos do Jordão.
Mansão após Mansão, o verde e a natureza foram predominando. Após os seis quilômetros iniciais as residências ficam raras e passamos a pedalar por uma gostosa estradinha chegando ter um oásis de mata nativa. Neste trecho é bom tomar cuidado com algum maluco praticante de MotoCross, cruzamos com um que estava no mínimo a 80 km/h.
Na altura dos 11 km pedalados, saímos da estrada principal e pegamos uma saída a nossa direita. Era o início do tão esperado singletrack. Os primeiros metros parecem uma estrada mais precária, mas após mais ou menos 700 metros, a trilha fica bem estreita e pedalar neste trecho requer uma boa técnica e que seus freios estejam regulados.
Foi justamente neste trecho que ao tentar pedalar por entre as erosões do solo que levei um “rola” muito engraçado. Ao tentar transpor um obstáculo, perdi o equilíbrio e fui para o chão. Estava quase parado, mas não deu tempo de tirar o “clipe” e cai em uma valeta.
Quando estava no chão, enroscado em minha bike, eu escuto: “não se mexe! Não se mexe!”. Calma, a Vivi não estava preocupada com alguma possível fratura ou algo do tipo. Ela só queria pegar a máquina fotográfica que estava comigo para registrar tudo.
Após boas risadas, levantei e seguimos. Logo adiante teríamos uma boa decida que exigiu muita atenção e técnica para vencer as erosões, mas que desencadeou uma adrenalina que à tempos não sentia pedalando.
Após vencer a piramba morro a baixo, deparamos com uma cerca pintada de vermelho e branca. Cruzamos e viramos a esquerda na estrada para em 300 metros entramos em novo single. Este mais tranqüilo, não demandando tanta técnica quanto o primeiro.
Após o termino do ultimo singletrack, voltamos a ter contato com a civilização, mas em vez dos palácios que cruzamos no inicio agora a paisagem era de casas mais simples.
Seguindo o roteiro, saímos no asfalto em frente ao restaurante Gato Gordo e passamos a pedalar pela avenida Pedro Paulo.
Seguiríamos por esta avenida, acompanhado por um rio bem fedido, até a rua Pedro Alvares Pereira, mas não a encontramos e decidimos seguir por ela, já que tínhamos visto uma placa indicando o Bairro de Capivari.
Chegamos ao estacionamento após 1h50 de pedalada, sem contar as inúmeras paradas para fotos e dúvidas com a navegação. Colocamos as bikes no carro e seguimos viagem. Para São Paulo? Não, para uma bucólica cidade do sul de Minas chamada Conceição dos Ouros para curtir o show dos Titãs.
Na estrada seguindo para o nosso próximo destino, fomos presenteado por um lindo final de tarde, somado a companhia agradável da Vivi, foi certamente uns dos melhores dos últimos meses.
Quanto ao show, foi ótimo e se tratando de dois Sem Limites natos, imagina como terminamos a noite.....

#506267 por Marcos R. S.
22 Set 2010, 13:59
Salve Fabio !!

Sou morador de Campos do Jordão, demorei um poko pra adivinhar +ou- onde foi essa trilha que vcs fizeram. Pelo local em que vcs sairam, e vendo algumas das fotos, creio que as mansões que vc relata são do bairro Alto do Capivari, uma epécie de Condominio, aew desceram pela Vila Nova Capivari, depois pelo Bairro da Ferradura e sairam na avenida que da acesso ao Horto Florestal. É um local muito bom pra fazer MTB, das provas oficiais que são realizadas aki em Campos, a maioria delas passam por lá.
Há outras trilhas bem legais tbm por aki, quando voltar dá um toke que te passo umas dcas de trilha.

Abraços

Marcos
#506588 por Fábio Borges
23 Set 2010, 14:05
Fala Marcão!!!

beleza cara?

sim, é exatamente o bairro do alto capivari que passamos...
pode deixar que quando voltar eu falo contigo tb... vc tb pedala?
abraços
#506639 por Marcos R. S.
23 Set 2010, 17:01
Fábio Borges escreveu:Fala Marcão!!!

beleza cara?

sim, é exatamente o bairro do alto capivari que passamos...
pode deixar que quando voltar eu falo contigo tb... vc tb pedala?
abraços



Blz Fabio !! ::otemo::

Pedalo sim véio :D, se não estou andando a pé por aew, to em cima da "Magrela".
qqer coisa a gente arma um pedal ou uma Trip apé.

Abraços

Marcos

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes