Blog

Cartagena das Índias para duros


Já tem dois meses que fomos pra Colômbia  e passamos por 6 cidades gastando o total de R$ 800 na viagem toda (só não contando com as passagens aéreas do RJ a Bogotá que pagamos exatos R$ 1000 numa promoção)

Quem quer saber sobre esse roteiro completo, basta acessar o link aqui.

Mas resolvemos escrever outro artigo, exclusivamente sobre a cidade de Cartagena das Indias, que é famosa pelos turistas que pisam em solo colombiano, mas que muitas vezes acabam se limitando a visitar somente a parte da cidade amuralhada, que por ser o pico mais turístico, os preços costumam ser mais salgados, apesar da desvalorização da moeda.

O fato também de quem é adepto ao Eco Durismo, não faz questão de se hospedar em lugares mais alternativos só pelo preço mais em conta, mas sim pela vivência que normalmente essas experiências nos permitem conhecer.

E lá não foi diferente. Ao chegarmos no Aeroporto da cidade, depois de passar uns dias no clima agradável de Bogotá, sentimos no momento que desce do avião aquele bafo quente e úmido de boas vindas ao Caribe. Nos direcionamos ao centro para procurarmos uma hospedagem pelo menos para um noite, já que era tarde e não conhecíamos o lugar ainda. Nem sequer cogitamos ir para a cidade amuralhada de primeira, pois sabíamos que seria mais caro por lá.

Optamos pelo bairro Getsemani e entramos num hostel bem modesto numa das ruas e fechamos um quarto a R$ 12 por pessoa, somente para aquela noite e no dia seguinte pela manhã continuaríamos a buscar um lugar mais de boa. O hostel era de fato muito simples, um calor infernal e a única forma de ventilação era um ventilador de teto tipo de bordel. KKK mas faz parte… passamos uma noite apenas, depois de dar uma volta pelo bairro com botequins, cerveja extremamente barata (em média R$ 3,50 a garrafa) e alguns artistas se apresentando na rua.

O dia amanheceu e partimos para a missão de achar um lugar mais habitável, porém no mesmo bairro, já que gostamos da vibe ali… e foi próximo a Plaza de La Trinindad que encontramos um hostel, porém com cara de casa e desenrolamos o preço de R$ 50 a diária para 03 pessoas… com direito a ar condicionado , banheiros limpos e uma cozinha compartilhada… chic demais… o nome do local de chama Soka Taro, porém infelizmente não tem links na internet… apenas quem chega lá e desenrola pessoalmente. A noite é muito tranquilo na vizinhança, e a essa praça central é uma espécie de uma mina Lapa Carioca, versão colombiana, com diversos artistas de rua, botequins baratos, gringos misturados com vendedores de drogas, ambulantes, etc….

Fomos alguns poucos dias no centro histórico da Cidade Amuralhada, onde de fato, disparado os preços são mais altos, a noite é mais arrumadinha, com restaurantes tocando musica, hostels mais descoladinhos e polícia rodando de um lado pro outro… É tudo muito lindo, e com certeza dá pra se aproveitar bastante, mas com certeza, pra quem é da bagunça e quer vivenciar a noite com os locais, indicamos visitar os bairros do lado de fora.

Durante o dia, mesmo esquema, para comer ou beliscar algo rodamos pelos bairros vizinhos e é possível achar boas opções na faixa de R$ 8 um prato de refeição.

O que fazer em Cartagena?

Plaza de la Trinidad

Para nós, o lugar que mais passamos as noites na cidade. A cerveja gelada na faixa dos R$ 3,50 (garrafa), uns petiscos a R$ 5 e muita musica e arte a céu aberto. Gringalhada curtindo e suando devido o calor constante, daquele que você sai do banho suando já.

Cidade Amuralhada

Essa é a parte mais turística e conhecida da cidade. Ali de fato é uma cidade dentro da outra. Hotéis, hostels, restaurantes, bares por todos os lados. Tudo mais organizado que do lado de fora. É possível encontrar opções de festas, bandas e bares a noite, porém geralmente fechados, diferente da Plaza de la Trinidad que era uma bagunça a céu aberto, do jeito que gostamos.

Castillo de San Filipe

O castelo é uma obra militar espanhola bem imponente e que é visto de longe pra quem anda pelas ruas de Cartagena, É possível fazer um tour por dentro dele, mas é cobrado uma taxa de cerca de R$ 25. Pra se chegar também até lá não precisa de transportes… uma caminhada de cerca de 20 minutos pra quem sai da cidade amuralhada.

Praia Marbella

Não se decepcione ao chegar em Cartagena achando que vai dar de cara com aquelas praias azuis do Caribe. Não é bem assim, quem fica próximo ao centro vai dar de cara com praias literamente sem graça, com areais escuras. Mas vale tirar umas horinhas para caminhar por ali. As praias bonitas, é preciso se locomover e é o que vamos falar agora.

Playa Blanca de Baru

                Essa é sem dúvida a praia mais procurada pra quem visita Cartagena, tipicamente caribenha, com águas transparentes e areias claras.

                Pelo centro da cidade Amuralhada, inúmeros vendedores de rua irão de oferecer passeios para lá, enquanto funcionários de agências de viagens irão gritar pela sua atenção do outro lado da rua.

                Pesquisamos bastante, pois dificilmente fechamos pacotes, mas nesse caso é necessário fechar com alguém pra te levar lá, pois não há outra forma como ônibus publico. Ou você compra um pacote de van ou ônibus ou se chega de barco, onde é cobrado uma taxa extra.

                Chegamos a pensar em pedir um Uber, mas ficamos receosos como voltaríamos, já que não tem sinal por lá. E acho que essa é a melhor maneira pra ir. Se alguém quiser testar e der certo, nos fale. Pois para voltar há sempre opções de barcos e vans vendendo ingressos.

                Após tentarmos descobrir de todas as formas como chegar na praia sem depender de agências de passeio, resolvemos consultar nossa anfitriã: a dona do hostel. E ela nos indicou um motorista amigo dela, que nos levou diretamente até a praia por R$ 80 por pessoa (ida e volta). Pode parecer caro, mas as agências estavam empurrando preços na faixa de R$ 100 por pessoa, pra ir e voltar no mesmo dia. Se tiverem tempo sobrando, não façam isso. O mais maneiro do passeio é passar uma noite lá e todas agências vão dizer que não é possível dormir na praia, o que é mentira, pois eles querem apenas te vender o passeio.

Na praia existem hostels em plena areia, ou você pode fazer como fizemos, desenrolar uma rede num dos quiosques locais e achamos uma por R$ 15 de frente para o mar no Quiosque do Caribenho.

A melhor coisa que fizemos, pois como todo mundo que chega na praia via agências, normalmente chegam as 11h e saem por volta das 17h, e nesse período de tempo a praia é uma farofada braba… lotada de turistas, ambulantes, vendedores de passeios, restaurantes… e antes das 11h e após as 17h a calmaria toma conta do lugar e a praia parece ser somente sua…

Para almoçar por lá, o lance é caminhar e pechinchar e provavelmente os pratos serão basicamente os mesmos, porém os preços vão varias de acordo com sua cara de gringo. Achamos restaurantes de R$ 30 a R$ 13… e claro optamos pelo ultimo.

De Playa Blanca, é possível pagar outros passeios para visitar as ilhas próximas.

San Basilio de Palenque

Aqui vamos dar uma dica de mais um passeio pra quem visita a Playa Blanca e na verdade estamos passando a dica, mas infelizmente não fizemos o passeio. San Basilio é uma espécie de Quilombo, considerado o primeiro povo livre da escravidão nas Américas.

Esse foi basicamente o roteiro que fizemos na cidade, em torno de 4 dias, antes de partimos para a região de Santa Marta, onde se encontra o Parque Tayrona, e se costuma chegar até lá em vans de uma empresa local em Cartagena, porém naquele nosso padrão Eco Durismo descobrimos uma forma muito mais econômica e divertida pra se chegar lá… mas essa história merece um artigo exclusivo também que em breve contaremos.

Segue a gente lá: INSTAGRAM E FACEBOOK

Votar

9 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 23

Votos Positivos: 16

Upvotes percentage: 69.565217%

Votos Negativos: 7

Downvotes percentage: 30.434783%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Fechar
de

Enviando Arquivo…