Equador decreta toque de recolher e restrição de circulação de veículos


O governo equatoriano foi mais um sul-americano que anunciou ontem (16) medidas em combate ao coronavírus. O presidente Lenín Moreno fez um pronunciamento em rede nacional também publicado na conta oficial da Presidência do Equador no Twitter. Nele anuncia ações para o que considerou ser o enfrentamento de uma guerra – ressaltando que o país já contabiliza dois mortos.
Em sua fala o presidente frisa que contaminados não entrarão no Equador, mas que é preciso não permitir o avanço do contágio interno. “Como? Evitemos sair!”
“Diante de situações excepcionais são precisas ações excepcionais” introduz ao explicar sobre as medidas que começam a valer no país hoje (17). Foi decretado estado de exceção no país. Somente serviços de saúde, segurança e de risco, bem como as áreas de alimentação e a cadeia de serviços básicos e de exportação estão autorizadas a trabalhar, seguindo os protocolos de segurança. Mercados e lojas de bairro seguirão funcionando, bem como bancos e instituições financeiras; além de farmácias, clínicas e hospitais.
No pronunciamento, o presidente ressaltou o uso das plataformas digitais de entregas em domicílio e todo os meios relacionados com telecomunicações que funcionarão 24 horas por dia. “Fique em casa. Fique em casa. Trabalhe a partir de casa”, pediu.
Moreno usou a palavra “rígido” ao se referir ao toque de recolher imposto aos cidadãos que vivem no Equador. O toque de recolher será das 21h às 5h, horário local.
Por 14 dias o transporte interestadual está suspenso, bem como os voos domésticos e a circulação de automóveis particulares, a exceção daqueles que cumprem os serviços de empresas e estabelecimentos autorizados a seguir funcionando.
Para quem vai comprar artigos de primeira necessidade ou medicamentos, o país criou uma espécie de rodízio de veículos. Os com placas de final par e zero poderão sair às segundas, quartas e domingos; os de placa ímpar poderão circular às terças, quintas e sábados.
“Hoje a responsabilidade é de todos”, frisou o presidente sobre a importância de serem respeitadas as medidas que visam combater a propagação do vírus no país.

presidenteequador coronavirus

Foto: Reprodução.

A imagem (da home e) que traz até este post é de vista parcial da capital do Equador, Quito | Foto: César Viteri/Unsplash.


Mochileiros.com

Comunidade de ajuda mútua entre viajantes independentes e mochileiros. No ar desde 1999, tem dicas e informações e mais de 10.000 relatos de viagens publicados. Ganhador do Prêmio 'Influenciadores Digitais' por dois anos consecutivos. Aqui no blog traz histórias inspiradoras e notícias relacionadas ao universo viajante.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

      Deixe uma Comentário

      Mochileiros.com
      Logo