Blog

Uma cidadezinha no meio de um vale verde, cachoeiras, hippies e muita música


Gente, é o meu primeiro texto escrevendo em português, como alguns de vocês sabem sou francesa, então estou pedindo a compreensão de vocês! 🙂

Finalmente, conseguimos fugir do calor infernal e da loucura do Rio! Destino: Sana, na região serrana de Macaé. Ao invés de 2 horas normais de viagem, precisamos de… quase 6 para chegar! Primeiro perrengue da viagem, a kombosa, apesar de ter sido revisada, quebrou no meio do caminho e por sorte achamos um mecânico na hora, que demorou, demorou… mas conseguiu resolver temporariamente o nosso problema e nos permitiu pegar a estrada de novo até o Sana.

Finalmente, conseguimos fugir do calor infernal e da loucura do Rio! Destino: Sana, na região serrana de Macaé. Ao invés de 2 horas normais de viagem, precisamos de… quase 6 para chegar! Primeiro perrengue da viagem, a kombosa, apesar de ter sido revisada, quebrou no meio do caminho e por sorte achamos um mecânico na hora, que demorou, demorou… mas conseguiu resolver temporariamente o nosso problema e nos permitiu pegar a estrada de novo até o Sana.

É uma cidadezinha perfeita para quem procura tranquilidade e serenidade em plena natureza. Situado no estado de Rio, o Sana é uma cidade típica do interior com uma pegada roots/hippie… Mas seria pouco falar dela nesses termos só. Para chegar lá, precisa pegar uma rua de terra que acompanha o rio que corta todo o vale verde, rodeado de morros e montanhas. Dali, já da para admirar a beleza da natureza e das paisagens e sentir a vibe bem tranquila do lugar.

Com a suas cachoeiras, seu centro animadinho e o visual incrível que propõe, o Sana é um lugar que dá para conhecer em um final de semana ou mais, e é perfeita para os viajantes duros, amadores ou não!

COMO CHEGAR

O acesso a cidade e se inicia em Casimiro de Abreu, onde ha uma saida para subir até o Sana na propria BR101. Pra quem vai de onibus, o jeito é comprar passagem até Casimiro, e da rodoviaria de la saem onibus com frequencia para o Sana.

ONDE FICAR

 

 

Como em qualquer cidade, tem varias possibilidades: pousada, hostel, camping… Mas a nossa proposta é tentar achar o melhor lugar com um preço e um ambiente bacanas. Ai, sem duvida, aconselhamos o Sana View Hostel, um dos lugares mais bonitos que vai encontrar aqui. O dono, Rapha, é de Rio das Ostras mas tinha uma terreno no Sana e decidiu transformá-lo em um hostel. Lá, é indicado para todos os bolsos, tendo uma área de camping a 30 reais possuindo uma cozinha equipada e coberta com todo o necessário para rangar, e também um banheiro com chuveiro.

 

 

Para quem busca um pouco mais de conforto, há quartos compartilhados (feminino e masculino) e mezaninos por 60 reais, e ainda, para quem quiser mais privacidade, um quarto privativo por 120 reais o casal, ambas as opções com café da manhã.

O Rapha pensou em tudo quando ele construiu a casa dele: é possível aproveitar de uma pequena piscina com vista para todo o vale, de redes espalhadas por todo canto para dar um cochilo ou de um espaço aberto com cama e mais redes para ler ou observar a beleza do sitio.

 

O QUE FAZER

Como falamos antes, a cidade é cheia de cachoeiras. Antigamente, podia acessá-las de graça, porém atualmente, é cobrada uma taxa de 10 reais para manutenção e conservação do meio ambiente.

As cachoeiras Mãe, Pai e Filho são as mais conhecidas na região de acordo com os níveis de altura de suas quedas. Pula quem tiver coragem!

Os finais de semana costumam ser mais cheios.

 

Para quem tá durão mesmo, pode aproveitar um mergulho em qualquer ponto do rio que atravessa a cidade ou, conversando com um local, pode conseguir algumas dicas de poços mais isolados.
À noite, alguns barzinhos movimentam a cidade com preços de cerveja entre 10 e 12 reais, alguns com opção de musica ao vivo, entre elas forro e reggae aos finais de semana. Nos arredores do centro, ainda é possível achar preços mais atraentes e opções de comidas mais variadas, como o Alquimia, restaurante mais tradicional da cidade, que propõe pizzas com massa de aipim a partir de 28 reais.
Monte seu mochilão para qualquer lugar do mundo pagando menos em ecodurismo.com.br/mochilao
SIGA O ECODURISMO – INSTAGRAM / FACEBOOK / YOUTUBE
Texto e fotos: Ecodurismo.

Votar

29 pontos
Upvote Downvote

Total de Votos 45

Votos Positivos: 37

Upvotes percentage: 82.222222%

Votos Negativos: 8

Downvotes percentage: 17.777778%


Comentários do Facebook

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

E aí, tudo bem? Bora logar!

ou

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Fechar
de

Enviando Arquivo…