[Report]-Chiang Mai - Phuket - Ko Yao Yai - Ko Lanta - Bangkok 2016

Relatos de viagens pelos países do Sudeste Asiático: Tailândia, Vietnã, Timor-Leste, Singapura, Mianmar, Malásia, Laos, Indonésia, Filipinas, Brunei e Camboja
debb debb
Mensagens: 1
Registrado em: 26 Jul 2016, 23:43

26 Jul 2016, 23:53  

Vídeo resumo da viagem

phpBB [media]



Este ano em Abril decidimos ir novamente à Tailândia, a última vez que fomos foi em 2009.

Muitas pessoas questionavam-nos o porquê de voltarmos a repetir… o mundo é tão grande!! Sim, têm toda a razão mas que posso fazer se o coração nos puxa para aquele canto.

Todos os voos, hotéis e afins foram marcados por nós, tal como em 2009.

Neste mini report que é essencialmente fotográfico, partilhamos um pouco desta fantástica viagem. Para nós é sempre muito importante consultar os blogs e os fóruns de viagens, pois a partir daí aprendemos dicas que melhoram em muito as nossas viagens e vida. É como se fosse uma corrente de entre-ajuda e essa corrente deve ser expandida, e aqui está o meu contributo que espero que seja útil e inspirador.


Há várias razões para a Tailândia ser o nosso destino preferido, entre elas:

- A simpatia dos Tailandeses;

- A segurança que há naquele País;

- As paisagens e praias fantásticas;

- O poder de compra em alojamento e alimentação;

- A ligação que o meu marido tem com o Muay Thai;

- Um je n sais quoi que me atrai para aquelas coordenadas.


Neste mini report estão alguns vídeos amadores, feitos por nós em "habiat natural", sem elenco nem guião. Para a próxima já faço uma coisa bonitinha.


GOPR2403.JPG



O nosso itinerário foi:

5 Abril – Chegada a Bangkok

6, 7, 8 de Abril – Chiang Mai

9, 10, 11 de Abril – Phuket

12, 13 de Abril – ko yao yai

14, 15, 16 de Abril – Ko lanta

17, 18, 19, 20 de Abril – Bangkok

21 Abril – Saída de Bangkok

22 Abril – Chegada a Lisboa





Dia 5 de Abril

Assim que chegámos fomos trocar dinheiro a uma casa de câmbio que tem as melhores conversões, que é a Superrich e está no piso abaixo da zona dos táxis, Rail Link.



GOPR1654.JPG



A seguir fomos em passo apressado para a rua, estava com saudades de sentir aquele bafo quase irrespirável característico de Bangkok.

Aterrámos em Suvarnabhumi, no entanto o aeroporto do voo para Chiang Mai (airasia) era o de Don Muang que fica a cerca de 1h de distância. Foi através de blogs que ficámos a saber que existem autocarros de 30m/30m gratuitos para quem tem bilhete de avião nesse aeroporto. O autocarro está no piso 2 entre as portas 2 e 3. Poupámos cerca de 20€ (se bem negociado) em táxi.



GOPR1658.JPG



Viagem de autocarro feita e longas horas em Don Muang e lá fomos nós para Chiang Mai, foi cerca de 1h de avião.



IMG_2722.JPG

IMG_2741.JPG

IMG_2750.JPG





Chiang Mai



Chiang Mai é a 2º maior cidade da Tailândia e fica localizada entre as montanhas mais altas do pais, a 700km de Bangkok. É o centro cultural do Norte. Permaneceu intacta ao longo do tempo, mantendo a sua importante função espiritual sobre toda a região.



Chegámos de noite e estava um vento quente que quase queimava, procurámos um táxi e o preço era fixo.



IMG_20160405_204944.jpg



O hotel que escolhemos era antigo e muito básico mas limpo, pois em Chiang Mai iriamos estar sempre em tours durante o dia e o hotel só serviria para dormir.

http://www.booking.com/hotel/th/diamond ... en-gb.html



IMG_3405.JPG



Neste sentido escolhemos um perto do Night Bazaar que é um mercado onde podemos encontrar tudo à venda, desde réplicas, artesanato, comida, etc. está aberto todos os dias das 18h às 00h.



IMG_20160405_214609.jpg



Check-in feito e malas no quarto lá fomos jantar. Percorremos o Night bazaar e jantámos numa esplanada, a fome era tanta que esqueci as palavras mágicas "NO SPICY". Foi difícil mas lá consegui comer enquanto bebia 3 garrafas de água.



IMG_20160405_222547.jpg

IMG_20160405_223205.jpg

IMG_20160405_230658.jpg





Dia 6 de Abril



Para os 3 dias que iriamos ficar em Chiang Mai marcámos 3 tours com a http://www.travelhubchiangmai.com/

Ponderámos marcar tudo directamente e negociar, mas depois de ler vários blogs e confirmar valores optei por enviar email a esta agência e negociei por email. Gostámos bastante, os guias foram fantásticos.

Neste dia não queríamos grandes viagens pois ainda estávamos com os horários trocados. Marcamos um tour de meio-dia para visitar um dos templos mais importantes do norte da Tailândia de visita obrigatória, Doi Suthep.



O itinerário foi:

- Saída do hotel às 8.30

- Viagem de 45m pela montanha

- Visitar a tribo Hmong

- Visitar o templo Doi Suthep

- Voltar para Chiang Mai 12.30





Sobre as tribos



A Tailândia tem uma população de 65 milhões de pessoas, entre as quais existem 23 grupos de minorias étnicas conhecidas como tribos das montanhas. A maioria dessas tribos vive no norte da Tailândia, uma região de montanhas, rios e vales férteis que se estende até Myanmar e Laos.

A maioria das tribos das montanhas chegou à Tailândia nos últimos 200 anos. A tribo karen, a maior das seis tribos principais, veio de Myanmar. As tribos lahu, lisu e akha vieram de Yunnan, nas regiões montanhosas no sudoeste da China. E as tribos hmong e mien vieram da região central da China.

As tribos migraram principalmente em busca de terras férteis e para fugir de guerras e pressões sociais. O norte da Tailândia era um refúgio ideal, por ser isolado, montanhoso e na sua maior parte desabitado.

Muitas tribos que vivem na região do Triângulo Dourado — que inclui partes da Tailândia, do Laos e de Myanmar — plantavam ópio. Mas, hoje em dia, elas plantam café, legumes, verduras, frutas e flores, graças aos projetos de substituição de plantios patrocinados pela família real da Tailândia e por órgãos internacionais. Muitas pessoas das regiões montanhosas também oferecem serviços e vendem mercadorias e artesanato para a crescente indústria de turismo.





Tribo Hmong



IMG_2751.JPG

IMG_2758.JPG

IMG_2764.JPG

IMG_2770.JPG

IMG_2777.JPG



Video - Tribo Hmong





Doi Suthep



Também conhecido como Wat Phratat Doi Suthep, ou simplesmente Doi Suthep, é um dos templos mais sagrados do norte da Tailândia.

O templo começou a ser construído em 1386, a pedido do Rei Kuena. Segundo a lenda, o Rei possuía uma relíquia de Buda e precisava encontrar um local sagrado para guardá-la. Sem conseguir decidir por um lugar, o Rei então prendeu a relíquia num elefante branco e esperou para ver onde o animal iria levá-la. O elefante subiu a montanha, ajoelhou-se e depois morreu. O templo foi construído nesse exato lugar.

Pela frente tínhamos 300 degraus



IMG_2870.JPG

IMG_2783.JPG

IMG_2788.JPG

IMG_2791.JPG

IMG_2797.JPG

IMG_2816.JPG

IMG_2804.JPG

IMG_2826.JPG

IMG_2814.JPG

IMG_2842.JPG

IMG_2836.JPG

IMG_2832.JPG

IMG_2847.JPG





Como chegar ao Wat Doi Suthep



Nós comprámos o tour mas podem ir de tuk-tuks coletivos, que são umas carrinhas vermelhas, que fazem o transporte de ida e volta ao templo. O sitio onde se apanha o tuk-tuk é o mesmo onde o motorista deixa na volta. Custa cerca de 2/3€ por pessoa.



IMG_2892.JPG





Na parte da tarde fomos de tuk-tuk visitar 2 templos, a fabrica da seda e a dos chapéus coloridos, pagámos 200bth (5€) ao Sr. do tuk tuk por 2h de passeio.





IMG_2969.JPG



Video - Tuk Tuk Chiang Mai





Wat Phra Singh



O primeiro templo foi o Wat Phra Singh, é o maior dos templos dentro da cidade e o ponto mais central de Chiang Mai

A construção começou em 1345. A Wihan e vários outros edifícios foram adicionados alguns anos mais tarde e o complexo resultante foi chamado Wat Phra Lichiang. Quando, em 1367, a estátua de Phra Buddha Singh foi levado para templo, o complexo do templo recebeu o seu nome atual. De 1578-1774 sob governo birmanês foi abandonado e ficou sob condições precárias. Foi só quando o rei Kawila assumiu o trono como rei da Chiang Mai em 1782, que o templo foi restaurado.

Todo o complexo do templo foi amplamente renovado com o famoso monge Khru Ba Srivichai durante os anos 1920. Muitos dos edifícios foram novamente restaurados em 2002.

É realmente um templo majestoso, tivemos a sorte de visitá-lo dias antes da comemoração do Songkran e fomos testemunhas de toda a energia, meditação que envolve o Budismo.



IMG_2901.JPG

IMG_2902.JPG

IMG_2915.JPG





Wat Chiang Man



Templo Budista mais antigo de Chiang Mai.



IMG_2932.JPG

IMG_2933.JPG

IMG_20160406_133632.jpg

IMG_20160406_132946.jpg





Fábrica da seda



IMG_20160406_140158.jpg

IMG_20160406_140113.jpg



Vídeo - Fabrica da seda





Fábrica de chapéus



IMG_20160406_141212.jpg



IMG_20160406_142304.jpg



Vídeo - Fábrica dos chapéus





Dia 7 de Abril



O itinerário foi:

- Saída do hotel às 7.30

- Paragem em Mae Kha Jan hot springs

- White temple

- Triângulo Dourado

- Laos

- Mae Sai (fronteira com Myanmar)

- Tribo karen long neck

- Voltar a Chiang Mai 21h



Foi um tour fantástico mas muitíssimo cansativo, as distâncias são de várias centenas de Km entre as paragens, percorremos grande parte do nordeste Tailandês. Foi neste tour que conhecemos um casal de argentinos fantásticos. Foi também neste tour que vi o maior arsenal de pinceis de maquilhagem que eu nem sabia que existia e juro que se a Camila Coelho visse o que eu vi tinha matéria para 2 anos de Vlogs. Ao meu lado na van estava uma americana com cerca de 20 anos, muito arranjada, pintada que em cada paragem retirava uma maleta dobrada com 2 metros de pincéis lá dentro para se retocar e tirar a bela da selfie. Foto tirada e lá ía a menina a correr para dentro da van que tinha AC com medo que a coisa derretesse. Nem imaginava eu que isto seria o pão nosso de cada dia dos próximos tours…



IMG_3393.JPG





Mae Kha Jan hot springs



Paragem entre Chiang Mai - Chiang Rai, serve para descansar da longa viagem. Há várias lojinhas e aproveitámos para beber café. O nome deve-se a uns pequenos geiseres.



IMG_3012.JPG

IMG_2995.JPG



Video - Hot Spring





Wat Rong Khun (White Temple)



Arrebatador, dos templos mais bonitos que já vi.

O Wat Rong Khun é conhecido como White Temple, como o próprio nome já diz, é todo branco, simboliza a pureza de Buda.

O White Temple, começou a ser construído em 1997 por um artista tailandês Chalermchai Kositpipat, a obra representa o céu e o inferno, o templo só será concluído em 2070, o complexo terá 9 edifícios, museus, sala de meditação e um local para os monges.



IMG_3024.JPG

IMG_3030.JPG

IMG_3050.JPG

IMG_20160407_103046.jpg

IMG_3074.JPG

IMG_3089.JPG

IMG_3105.JPG



Vídeo - White temple, Chiang Rai





Triângulo Dourado



O triângulo dourado é o ponto de encontro de 3 países: Laos, Myanmar e Tailândia. É também o lugar onde o rio Mekong se encontra com o rio Ruak.

Cerca de 1 milhão de km2, outrora uma das maiores áreas para a produção do ópio de todo o mundo principalmente durante as décadas de 60 e 70. Actualmente esta área é cada vez mais um apetecido destino turístico.



IMG_3129.JPG

IMG_3251 (2).JPG

GOPR1701.JPG

IMG_3181.JPG



Vídeo - Triângulo Dourado, rio Mekong





Laos



Atravessámos o Rio Mekong e estivemos cerca de 30 minutos em Laos.



IMG_3219.JPG

IMG_3228.JPG



Vídeo - Laos





Mae Sai (fronteira com Myanmar)



IMG_3316.JPG

IMG_3310 (1).JPG

IMG_3321.JPG

IMG_3295.JPG



Vídeo - Mae Sai





Tribo Karen Long Neck (Mulheres Girafa)



IMG_3338.JPG

IMG_20160407_164530.jpg

GOPR1713.JPG

GOPR1721.JPG

GOPR1724.JPG

IMG_3350.JPG

IMG_3368.JPG

IMG_3376.JPG



Video - Tribo Karen Long Neck (Mulheres girafas)





Dia 8 de Abril



O itinerário do tour foi:

- Saída do hotel às 8.00

- Elephant riding

- Bamboo rafting

- Almoço

- Mini treck nas montanhas

- Cascata

- Retorno hotel 17h





Tour agradável, mas preferimos a do dia anterior. Neste tour conhecemos 2 raparigas da Bulgária muito simpáticas, que tinham visitado Portugal no ano anterior e adoraram.





Elephant riding



Sabem aquele sentimento de segurança…pois aqui NÃO HÁ!! A parte agradável é a interação com a vida na montanha.



GOPR1744.JPG

GOPR1735.JPG

GOPR1819.JPG



Video - Elephant riding





Bamboo rafting



GOPR1826.JPG

GOPR1840.JPG



Video - Bamboo rafting





Trekking e Cascata



IMG_3409.JPG

IMG_3438.JPG

IMG_3446.JPG

IMG_3461.JPG

IMG_3476.JPG

IMG_3488.JPG

IMG_3494.JPG

GOPR1900.JPG

GOPR1907.JPG

GOPR1927.JPG



Vídeo - Trekking nas montanhas de Chiang Mai

Vídeo - Cascata, Chiang Mai





Onde comer em Chiang Mai



Encontrar boa comida em Chiang Mai não é difícil. A mistura de cheiros são uma perdição. Quando viajamos procuramos comer como os locais, por isso o boteco que tiver mais thais e menos ocidentais é onde queremos ir.

Eu e o André somos fãs do programa "No reservations" de Anthony Bordain. Ele fez um programa em Chiang Mai e nós tentámos ir a alguns dos sitios onde ele foi. Com uma mente aberta podemos ter uma experiência gustativa enriquecedora. Estes são os locais:



Aroon Rai



Fica em Chaiyapoom Road

É um grande restaurante especializado em cozinha nórdica. Delicioso, as especialidades são:

- Gaeng hang lay - carne de porco de gengibre com caril (muito suculenta)

- Sai ua (única e saborosa salsicha picante)



IMG_2878.JPG

IMG_2881.JPG

IMG_2876.JPG

IMG_20160406_121452.jpg





Lady hat (Khao Kha Moo)



Fica num mercadito de comida perto do portão norte. Só tem um prato, o famoso Khao Kha Moo (porco com arroz e ovos). O porco é muito saboroso. Pedimos um prato, mas tivemos que repetir.



IMG_20160406_190659 (1).jpg



IMG_2987.JPG

IMG_2980.JPG

IMG_20160406_185049.jpg



IMG_20160406_191041.jpg



Midnight Fried Chicken



Fica em Kamphaengdin Rd. Na rua do Imperial Mae Ping Hotel, saindo do hotel vira-se à direita.

É literalmente um barracão, mas tem imensos clientes locais. As carnes são muito saborosas.



IMG_20160407_232549.jpg

IMG_3399.JPG

IMG_20160407_232252.jpg

IMG_3394.JPG



Chiang mai é uma cidade com alma própria, é como se viajássemos no tempo. Aqui encontramos um misto de cultura, beleza, gastronomia. Foi uma aventura para os nossos sentidos e eles agradeceram.

A restante viagem está a ser feita.


Debb
http://amorasaosmolhos.blogs.sapo.pt/



  •   Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitante