Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Equipamentos

Mostrando tópicos em Lojas de Camping e Aventura, Acessórios para Camping e Aventura, Alimentos para Camping e Aventura, Altímetros, Barômetros, Relógios..., Barracas, Bivaques, Redes, Lonas, Toldos & Tendas, Botas, Tênis & outros calçados, Câmeras Fotográficas & Filmadoras, Canivetes & Facas, Mochilas, Equipamentos para Água, Equipamentos para Fogo, GPS, Bússolas, Mapas, Lanternas, Roupas, Sacos de Dormir, Isolantes Térmicos & Colchões, Smartphones & Tablets e Faça você mesmo! Equipamentos de Camping e Aventura postado nos últimos 365 dias.

Atualizada automaticamente     

  1. Ontem
  2. daniel_gonzaga

    Roupas Técnicas para o Frio

    Concordo com boa parte do texto exceto pela camiseta de algodão....tem q ser algo sintético ou uma segunda pele ja (mesmo q seja simples) Com relação a Outdry Extreme acredito q irá superar o gtx. Estou usando uma, mas vou esperar mais algum tempo pra afirmar com mais precisão (mais teste de campo). A proprietária da tecnologia era a mountain hardwear.
  3. A bitola é 8 mm, o comprimento não lembro, mas depende do modelo da barraca. Fizeram duas peças, cada uma com vários estágios unidos com elástico, como a original.
  4. StanlleySantos

    CAMPING ARPENAZ 3 FRESH & BLACK | 3 PESSOAS QUECHUA e boa?

    Se vc comprar, faça sua atividade e passe para a gente as suas impressões . É bom saber a respeito de certas barracas, no momento estou apenas com duas da guepardo, e me servem bem, mas quando viajar para algum estado específico, já vou querer tirar outra melhor.
  5. Henrique Azevedo

    [Review] Azteq Katmandu 3/4 - Comparativo T&R Super Esquilo 4

    Entre a Azteq Katmandu 2/3 e a Arpenaz 2 XL F&B da Quechua... qual vocês indicariam para um casal que fará caminhadas curtas (+/- 4 a 8 km) e/ou acampar em locais que dá pra chegar de carro ? Nos relatos que li, as maiores diferenças na minha opinião ficam nos seguintes quesitos: Arpenaz: - Sistema Fresh & Black ajuda na ventilação e no conforto, mantendo o ambiente fresco e escuro (ajudando tb na privacidade de quem está dentro). Azteq: - Pesa 3,25 Kg (1,2 kg a menos que a Arpenaz) O que vocês me dizem ?
  6. guillermo.lopes

    Mochilas para voos LOW COST

    Alguém aqui já teve problemas ou viu dar problemas em mochila cargueira (40, 60 ou 70L) que estava respeitando o limite de peso (7kg) porém suas dimensões eram maiores que o permitido no sudeste asiatico ???
  7. darkvizer

    Vendo Jaqueta Impermeável / Neve - Columbia Outdry

    Fala galera, recentemente fui pros EUA e comprei uma jaqueta na internet. Fiz muitas pesquisas para achar a melhor jaqueta impermeável do mercado e no momento essa posição é da linha Outdry da Columbia. Infelizmente comprei o modelo errado... Não só a jaqueta é impermeavel como é de inverno. Eu queria vende-la a preço de custo para comprar o modelo mais leve e menos quente. Segue abaixo uma descrição do casaco, estou a disposição para tirar qualquer dúvida. A Jaqueta Columbia OutDry EX Gold é impermeável, respirável e leve, excelente para climas instáveis. Da linha Titanium da Columbia é construída de uma camada impermeável do lado de fora, com costura externa selada em preto e na parte de dentro possui membrana de drenagem com microscópicas perfurações que permitem a evaporação do suor, sendo uma ótima opção para a sua aventura de ski, montanhismo de altitude, velejar, escalada, trekking ou viagens de moto nos Andes, Patagônia e demais regiões onde a proteção contra o vento e a chuva é essencial para o conforto da sua aventura. Vale ressaltar que diferente de tecnologias de tecidos como GORE-TEX, a linha OutDRY nao perde suas capacidades impermeáveis com o tempo, tornando a durabilidade da impermeabilidade seu grande diferencial. Possui fechamento em zíper protegido por lapela externa, dois bolsos frontais e verticais com fechamento em zíper oculto (os zíperes possuem pequeno cordelete na ponta para facilitar o fechamento ou a abertura), capuz fixo com ajuste de fechamento em cordão interno e ajuste externo em velcro para o melhor conforto de visão periférica, ajuste em velcro nos punhos, ajuste em cordão na barra do quadril nas duas laterais internas. CARACTERÍSTICAS - OutDRY™ Extreme impermeável e respirável com costuras totalmente selada - Omni-Heat™ refletividade térmica - Costura externa selada com tape - Lapela frontal selada - Barra e punhos com costura selada - Capuz fixo e ajustável - Bolsos frontais com zipper Light RAIL - Punhos das mangas ajustáveis - Barra ajustável - Barra arredondada nas costas TECIDOS 100% nilon COR Phoenix Blue (Azul escuro com zíper amarelo) TAMANHO (XL) -Peito/Busto 117/124cm -Cintura 99/107cm -Quadril 112/117cm -Comprimento da manga 91,5cm -Gola 45,5/47cm
  8. Última semana
  9. Paulo Arthur Hunold

    Mochila Cargueiro Curtlo Adventure 75l

    Produto a venda no MercadoLivre.com.br Utilizada em unica oportunidade por um mochilão na América do Sul em 2013, muita prática e útil para manusear grande volume. Todos os zipers e alças em bom estado de conservação. Contém mochila melhor de ataque. Posso negociar o valor na plataforma. LINK >> https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-952001516-mochila-cargueiro-curtlo-adventure-75l-_JM Paulo
  10. FranciscoJR

    Sacos de Dormir

    Sou novato aqui no assunto e gostaria de saber se alguém tem algo a dizer sobre este modelo de SD https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-713273480-saco-de-dormir-trilhas-e-rumos-super-pluma-inverno-4c-_JM Vou fazer um mochilão roots aqui na america do sul e pretendo ir pra Patagônia e tô buscando evitar ítens pesados, o que não me agradou muito nesse saco foi o peso 1,94kg, será que teria um pra temperaturas baixas e mais leve?
  11. Anteriormente
  12. Otávio Luiz

    BOTAS: quais comprar?

    Da Quechua eu investiria em dois modelos: Trek 100 Trek 500 Uma mais leve para caminhadas mais despretenciosas, bate-volta... Outra mais robusta e pesada, pra caminhar com cargueira nas costas. Mas depende do gosto do freguês...
  13. Meu equipamento fica guardado desta maneira, mas ao inves de colocar o Mofim eu uso um antimofo de supermercado mesmo.
  14. Dragum

    Mochilas QUECHUA

    Tenho uma Forclaz 40L a uns anos, é minha mochila de treking, sempre que uso, ta no talo. Aguenta muito o tranco. Não é Rip Stop, nem nenhum tecido especial, mas tem suporte rígido de alu e não rasga fácil, é resistente. Se o modelo atual não tiver entrada inferior, de preferencia a outro, pois ter de tirar tudo da mochila para tirar o saco de dormir é um saco. Quechua dificilmente faz de qualidade abaixo dos concorrentes diretos. Renome francês. Falta uma capa e suporte do isolante, nesse modelo. Tem que improvisar.
  15. Dragum

    Mochila de Ataque

    Tenho uma Equinox Front II 23L (Front 23), o primeiro modelo é sem costado mesh. Me agrada demais, uso pra estudo e trabalho, as vezes levo dentro de uma mochila maior também. Posso garantir que, fora um fiozinho ou outro de que solta do acabamento, a mochila da zero problemas é confortável e toda em Cordura. Zippers, etc, tudo qualidade internacional. Achei um pouco cara, agora, era mais barato. O único sinal de uso que minha mochila tem são um furinho menor que uma moeda de 1 centavo na parte superior da tela lateral (porta squeeze) e as marcas de tinta escrito "equinox" apagando das fitas dos zippers, fora isso? Nova. Uso muuuuito.
  16. Dragum

    Fogareiros... Qual comprar?

    Só deixando minha experiência com o Spark da Azteq. Fogareiro leve e compacto. Tive um problema com um parafuso de fixação, que se soltou, felizmente dei uma olhada na minha pequena coleção de parafusos para notebook e computador que tenho e achei um com a rosca idêntica, mas um pouco mais robusto para mais torque. Ficou um pouquinho mais feio, mas muito seguro mesmo. Ideal para levar com o gas na BAG junto à leiteira, para encaixar tudo direitinho. Excelente, esquenta muito rápido, esse modelo consome 57 g/h. Mas um pouco caro. Consumo de gás: 57 g/h Diâmetro do Fogareiro (suporte para panela): 10,5 cm Dimensões Aberto (cm): 8,5 x 8 Dimensões Fechado (cm): 5,5 x 8,5 Peso (g): 87 fonte: http://www.nautikalazer.com.br/aventura/acessorios/fogareiros/fogareiro-spark.html
  17. lucband

    Barracas peso 1.200 gramas e preço R$ 200 . DESAFIO....

    Muito lúcidos seus comentários, Otávio. E nem é preciso ir para a Patagônia ou Himalaia para correr riscos, basta ver quanta gente é obrigada a desistir de chegar ao topo de montanhas brasileiras por causa da hipotermia causada pela infeliz coincidência de mau tempo e equipamentos ruins (até o sobrevivencialista Julio Lobo, famoso no Youtube, desistiu de chegar ao cume do Pico Paraná porque ficou com as roupas todas molhadas por causa de chuva ou condensação na barraca - não ficou bem claro o motivo no vídeo). Acho que estes reviews como o do cara que foi para a Patagônia são um desserviço para a segurança, pois fazem as pessoas pensarem que podem comprar equipamentos meia boca sem correr riscos. Os próprios fabricantes, que não são bobos, colocam na embalagem dessas barracas que são próprias para clima ameno e seco. Então, fiquem espertos: barraca com 1000 mm ou menos são feitas para acampar no verão e na praia, onde se você levar um banho à noite vai ser a maior farra e não uma tragédia, ou então em campings estruturados, onde você pode sair da barraca e dormir na cozinha, sequinho e abraçado no fogão...
  18. Lembrar que os EVA mais grossos (acima de 10mm), se dobrar, além de mais difícil (de dobrar para guardar na mochila, por exemplo) vai rachar e desmanchar com o tempo. EVA mais grosso também é difícil de encontrar em metro. Sds,
  19. Cezila

    botas de trekking

    @Triciaa Eu acabo de voltar do Peru e fiz tudo com minha Vento Finisterre e um corta vento da Quechua (de 200 reais que era o mais barato na ocasião). A bota simplesmente é mais confortável que qualquer coisa que já coloquei no meu pé, até pra correr é melhor que meu Mizuno (hahashash). Paguei 330 nela, se procurar encontra nessa faixa. Tem bota da Quechua mais barata, na faixa de 300-350 que vai suprir.
  20. Peregrino Audaz

    Botas SALOMON

    Minhas péssimas experiências com a Salomon. Boa noite, galera. Acompanho o grupo há muitos anos, mas acho que essa é minha primeira publicação. Bom, sou praticante de montanhismo, trekking e espeleologia já há alguns anos e durante todo esse tempo uma das coisas que mais gosto é comprar produtos outdoors. Com botas não é diferente. Já tive todas elas: Timberland, Nômade (quando eram ótimas e também quando ficaram ruins), Snake, Hi Tec, até bota do Japão eu já importei. Por fim, quis investir um pouco mais e tive duas Salomons. Uma Discovery GTX comprada na Arco e Flecha que a princípio era boa. No entanto, em pouco tempo descolou, tive que mandar colar. A bota até que durou, no entanto, seu bico duríssimo, me rendeu a perda da unha do dedão do pé esquerdo após uma trilha. Nunca foi usada em espeleologia. O solado se desgastou muito em 2/3 anos, já não me atendia mais, doei. Antes de me desfazer, já estava de posse de uma PRO 3D Ultra. Andei com ela um tempo apenas na rua, pouca coisa, só para "amaciar". Parecia ótima, mas aí, comecei a fazer trilhas com ela. Em 10 trilhas feitas, em torno de 170 a 180 km ambos os solados descolaram, ela simplesmente começou a se descascar nas laterais e seu cadarço em forma de 'grip' simplesmente se destruiu depois da segunda ou terceira caminhada. E claro, sua impermeabilidade não durou nada também. Apenas notei que ela estava toda assim ao calçá-la para uma trilha pela manhã, a sorte que tinha um super bonder em gel e colei, nas partes descascadas, passei um nugget preto por cima para tirar aquele grande contraste cinza com o preto em ambas as botas. Elas também não foram usadas em espeleologia e posso afirmar que seu uso foi até muito modesto diante o que eu estava guardando para ela. Pontos positivos: ela é um pouco mais confortável que a Discovery, mesmo assim seu solado é duro. Mas seu diferencial também está no solado que parecem agarras mesmo em um terreno molhado. Mas no mais, minha insatisfação sem dúvidas é extrema. Minha sensação é que todas essas marcas que estão sendo vendidas no Brasil vem na raspa do tacho do que sobrou nos produtos de má qualidade pelo resto do mundo. São calçados caríssimos, afinal, pagar 600/800/1000 reais em um par de botas, a gente espera que tenham um mínimo de qualidade considerável. Fica aqui o meu relato e indignação. Um forte abraço! Para frente e para o alto! Montanha!
  21. LíviaLA

    Alimentos Liofilizados

    Alguém sabe me dizer se a comida liofilizada passa na aduana do Chile? Alguém já levou? Pretendo ir a Torres Del Paine e queria levar comida para o "circuito O".
  22. Dragum

    Botas THE NORTH FACE

    Venho aqui dar um feedback da minha Verbera Lite. O solado gastou rápido, os cravos são baixos, mas a aderência no seco e em pedras continua ótima. O cabedal é super seco, a bota tem menos de 500 gramas. É duro, desde sempre faço adaptação na amarração para contornar um incomodo no tornozelo quando passo o cadarço da forma normal. Resolve totalmente este problema mas faz demorar quase 5 minutos o calçar do par de botas, e continua seca, falta um pouco de espuma no cano. Resistência muito boa, aparenta marcas de uso, mas eu não vejo muito problema nisso. O amortecimento continua bom, muito macio atrás e com firmeza na frente, sem perder a sensibilidade e sem perder a estabilidade em nenhum dos casos além de ter boa flexibilidade para uma bota. A membrana GoreTex Extended Confort funcionou 100% por 2 anos, tomando um cuidado sinistro com o uso e limpeza. Aqui cabe ressaltar que o forro interno da bota é da "Goretex", tendo a marca grafada várias vezes pelo tecido. Atualmente, após 15 minutos submersa, já é possível sentir a água minando sobre a palmilha em um dos pés, o outro, continua OK. Acredito que pequenas partículas de areia, terra, sal ou seja lá o que for, possam ter prejudicado a membrana abaixo da palmilha, mas dado os cuidados que tive, posso garantir com 100% de certeza que, com uso normal, a membrana com o tempo tende a perder a impermeabilidade. A cola continua 100% em toda a bota. Recomendo a compra, bota boa, até hoje bem resistente à umidade - mesmo que não totalmente impermeável, extremamente leve. Poderia ser mais confortável - não no sentido do amortecimento, do cabedal - e ter um solado mais durável. Agora bem usada vou evitar lama, mas continua uma boa bota. Se alguém quiser fotos, posso tirar.
  23. allanblopes

    Botas VENTO (Antiga Nômade)

    Minha contribuição após ler muito do tópico... Queria uma bota para as montanhas do Brasil e pegar um pouco de neve por ai... as marcas mais famosas como TNF, salomon, asolo, etc.. estavam fora do orçamento. Optei pela Finistere da Vento, minha esposa e eu. Primeiros 10 meses estavam ótimas. Várias trilhas com ela, chuva, barro, pedra, neve e asfalto tambem. Super confortavel, andar 15km com ela no asfalto no centro de uma cidade qualquer foi mais confortável que fazer um percurso parecido com um tenis da Asics que custou um valor um pouco menor que a bota. Depois desses 10 meses percebi que fiquei com os dedos do pé molhados numa trilha com chuva, achei bem estranho. Após voltar para casa, bota seca, fiz um teste na torneira e parecia que estava tudo bem. Algumas semanas após aconteceu pela segunda vez andando na neve. Isso com as duas botas!!!! Ficamos bem decepcionados, por sorte estava no final da garantia e já enviados para eles. Torcendo para resolverem o problema sem complicações. Li vários relatos de pessoas comentando sobre suas botas perderem a impermeabilização após algum tempo, achei tambem pessoas conformadas com isso mesmo ocorrendo no primeiro ano da bota. Acho isso errado. Eu comprei uma bota impermeável e quero ela assim! Não da pra contar que a bota vai entrar agua no meio do seu role e estragar com tudo. Se a bota apresenta esse tipo de falha após alguns anos.... uns 3 anos... sei la.. acho que até da pra entender. Mas antes disso, acho propaganda enganosa. Não estou dizendo que é o meu caso, apenas um desabafo. Eu boto fé que eles irão me mandar a bota corrigida adequadamente, irei postar depois o resultado. Obrigado galera pela ajuda, leio bastante aqui. Abraços.
  24. StanlleySantos

    Mochila T&Rumos 92 Litros ?

    Aguenta e sobra espaço pra mais tralha. Regra básica de mochila: pega a litragem, divide por 3 e vc tem o peso máximo que deve botar nela. Tecnicamente daria uns 30kg nessa de 92. Claro, isso depende da marca tbm. Uma xing-ling sem nome no mercado não aguenta nem 5,10kg sem começar a descosturar com o tempo, enquanto que outras duram anos sem apresentar sinal de desgaste. A T&R até tem umas cargueiras boas pro tranco, mas procure informações sobre o modelo que está sendo vendido em questão. No mais, 92kg não é muita coisa? A menos que vc queira encher ela de equipamento para alguma atividade (corda e equips pra rapel, tirolesa ou escalada, por exemplo), talvez não precise comprar uma dessa capacidade. Mas vai do teu gosto/necessidade. Eu tiro a minha de 60 como referência: cabe uma barraca, o saco de dormir, umas mudas de roupa e extras nela sem extrapolar a bichinha.
  25. Dragum

    Barracas: Qual comprar?

    Voltou a vender no Brasil a Coleman Hooligan 2, pra mim, o melhor CUSTO BENEFÍCIO. Ví num site "HOJE" por pouquinho a menos que 400 (397?) e em outro por um pouquinho a mais (410, se não me engano). Prós: Pode ser levada na mochila, ~ 3Kg sem bolsa - com bons specs de aço e vareta de fibra -, próxima à uma cota 2. 2,4m x 1,8m - até 4 no sufoco, lembra barracas 3/4. Com avanço pra cozinha e bagagem. Sobreteto completo com 450mm de PU shell com costuras seladas (a própria coleman vende reforço para impermeabilização em Spray e acha-se no Brasil) Ótima ventilação toda em mosquiteiro. Pode-se ver o céu deitado na barraca em dias limpos. Contras: Materiais baratos e frágeis exigem manutenção após menos tempo - SilverTape no piso ou spray no sobreteto. Não é autoportante, não recomendo pra quem quer ir no congresso da facu, shows ou áreas concretadas. ______________________________________________________________________________________________________________ Review do site americano TheHikingGuy "This product is the best option for small families and for couples to consider for their general camping needs. It is a great idea for you to own one. Overall, it is the best product with the most affordable price compared to similar products with similar features. Overall, this product is a good option to invest your money." Fonte: https://thehikingguy.com/coleman-hooligan-tent-review/ ______________________________________________________________________________________________________________ Bom dia a todos.
  26. Vou frisar minha opinião nesse tópico: Botas não impermeáveis -> nada a fazer, pode usar impermeabilizante que a umidade passa pela língua e tecidos. Bota com membrana -> Vem impermeável. Com o tempo, tende a perder a impermeabilização. Como sua construção prevê resistência à água, pode-se aplicar produtos para impermeabilizar. Aqui vale uma ressalva, recomendo fazer isso apenas após a membrana não satisfazer mais sua necessidade, pois a reação dos produtos pode prejudicar a membrana original. Isso pode variar de spray para cera, e de produto para produto, assim dependendo também da composição da membrana, ou seja, é complexo, em último caso, mas tudo também pode dar muito certo sim. Bota toda em couro com costuras seladas -> São as menos respiráveis, mais ainda o são. Depois que o hidrofugado do couro enfraquece, pode ficar mais tranquilo, aplicar um produto sempre que precisar torna-la impermeável novamente, neste caso específico, acho que cera impermeável é uma ótima opção. Atenção, também pode-se ter uma reação entre as selagens das costuras e o produto, então cabe pesquisar, testar e, depois de achar um que funcione na sua bota, procurar usar o mesmo até o fim da vida dela, pra evitar riscos.
  27. Dragum

    Impermeabilização de Barracas

    Quanto à selagem da costura, acho legal seguir a original. Se for fita, importa uma fita se quiser manter a barraca, se não for, ai tenta esses produtos. Eu vi outra marca à venda no ML, mas não acho que seja diferente. Quanto ao tecido, o camarada mostrou um vídeo onde o Novax mostrou que é uma opção. Eu vi outro produto no ML que prometia nanotecnologia, e agora tem várias opções, ainda bem, a própria coleman tem uma opção vendida no Brasil. Acho mais prático que ficar pintando a barraca com solvente, dando uma de químico, etc... Químico existe pra fazer os produtos melhores que a gente vai querer comprar pronto. =P Só uma opinião. PS: Eu não trabalho no ramo, mas definitivamente substituir todas as fitas de uma barraca por novas daria trabalho. Sei lá se precisa de secador de cabelo ou ferro de passar... xD. Não faço ideia quanto custaria para importar uma fita coleman de substituição (existe no gringo), mas supondo que saísse uns ~50 reais, acho muito justo cobrar uns 150 para trocar todas as fitas da barraca como um SERVIÇO de reparação. Com prática deve se fazer em uma hora, com qualidade. 100 reais por hora parece uma remuneração boa pra um serviço. Vai que o cara ganhou a barraca do pai falecido, ou sei lá, tem um carinho especial... Só uma ideia. Os china são parceiro e sabem: Os americanos são malvados, mas são fodas também: https://rvshare.com/blog/rv-awning-repair-­-read-starting-repair/
  28. Bom dia pessoal, estou em dúvida quanto a essa bota.. Estou indo para o Santiago dia 22 e vou para a neve e estou pensando em comprar essa bota.. O que vocês acham é boa ? Como é a forma desses calçados tenho que comprar a minha numeração ou ela tem forma maior ou menor ??
  1. Mais Resultados
×