Ir para conteúdo

Todas Atividades

Atualizada automaticamente     

  1. Recentemente
  2. Caraca, que pagação de sapo mais sem noção. O cara pede um dica e o outro vem com textão cheio de sermão.
  3. Tem sim, mas são instituições diferentes e independentes do Itaú BR. Eu consegui sacar dinheiro direto de minha conta corrente no Itaú no Chile, mas as taxas são um absurdo e tmb é possível fazer em qualquer ATM.
  4. Boa tarde pessoal! Vou postar aqui meu esboço de roteiro e queria pedir dicas e opiniões! - Dia 09/01 (Quinta) Chegamos em Londres de tarde. Nem vou contar este dia. - Dias 10, 11, 12 e 13 (Segunda) em Londres. Daí não sei se vamos pra Amsterdam na segunda no trem das 17 hs ou se saímos na terça no trem das 7 horas. Ficaremos hospedados perto da St. Pancras. - Dias 14 e 15 Em Amsterdam. Será a segunda vez em Amsterdam e a ideia é só dar uma passada mesmo antes de seguirmos viagem. - Dia 16 (quinta) Vamos pra Berlim no trem das 7 hs e chegamos em Berlim as 13 hs. Ficaremos hospedados num hostel bem próximo da estação de trem. - Dia 17 em Berlim e - Dia 18 (sabado) iremos pra Munique provavelmente por volta de umas 15 horas. Obs.: Sei que serão poucos dias em Berlim mas não iremos entrar em nenhum museu! Pretendemos visitar a Igreja bombardeada, aquelas atrações próximas do portão, a ilha dos museus, dar uma volta na Alexanderplatz, East side e no memorial do muro de Berlim. Seria quinta feira a partir de umas 14 horas, sexta o dia inteiro e sabado até umas 14 horas mais ou menos. Dá pra fazer legal? Na verdade eu ainda estou na dúvida se vamos de Amsterdam pra Berlim na quinta de manhã ou na quinta de tarde... Isto está dependendo da decisão sobre a ida de Londres pra Amsterdam, se vamos segunda de noite ou terça de manhã! Vocês acham que dá pra fazer o roteiro que eu falei em Berlim na sexta feira o dia inteiro e no sabado até umas 14 horas? Ou estou viajando demais e é melhor chegar em Berlim na quinta mais cedo e ainda aproveitar estas tres horas de claridade que ainda terei neste dia? Continuando: - Dias 19, 20, 21 e 22 (Domingo a quarta) em Munique sendo que serão dois dias inteiros em Munique. um dia iremos a Fussen e no outro a Garmish para termos pelo menos uma experiência de esqui e conhecermos o Zugspitze tb. Com relação a isto outra dúvida! A princípio a ideia era irmos de Munique para Veneza mas pensamos em conhecer algo pelos Alpes e minha esposa logo se animou para (pelo menos tentarmos) esquiar rsrsr. Então pensei em Innsbruck. Sairiamos de Munique na quarta feira depois do almoço para Innsbruck e tirariamos a quinta feira (dia 23) para esquiarmos e conhecermos uma das montanhas e na sexta iriamos para Veneza. Porem, o trem de Innsbruck para Veneza saí só as 13 horas e eu queria sair pela manhã para chegar em Veneza tipo no começo da tarde, e isto me desagradou um pouco pois queria aproveitar melhor esta sexta feira em Veneza. Então pensei em irmos pra Garmish onde tb poderemos ter a experiência do esqui e conhecer um pouquinho das montanhas. Neste caso eu pensei em fazermos bate e volta de Munique num dos dias em que estivermos por lá. Podemos até deixar o dia meio que em aberto e decidir de acordo com as condições climáticas. A pergunta é: o que vcs acham? Innsbruck ou Garmish para brincar de esqui e ver um visual bacana dos alpes? Esta é uma das grandes dúvidas e a logística está mais favorável para ficar por Garmish mesmo principalmente quando soube que tem uma cia aérea (air dolomiti) que tem um bom preço entre Munique e Veneza! Caso opte por esta opção, a continuação seria: -Dia 23 (quinta) pegariamos um voo as 10 hs de Munique direto para Veneza onde chegariamos por volta de umas 13 hs no hotel e teriamos o resto da tarde para já aproveitarmos. - Dia 24 inteiro em Veneza e no dia 25 ( sabado) iriamos para Florença provavelmente por volta de umas 14 ou 15 horas. Aproveitaríamos a manhã em Veneza, almoçaríamos e iriamos para Florença onde chegaremos sábado de noite. - Dia 26 inteiro em Florença e no dia 27 (segunda) iremos para Roma. Devemos ir de tarde, por volta de umas 16 horas aproveitando assim este dia em Florença. - Dias 28, 29, 30, 31 (terça a sexta) inteiros em Roma. Pretendemos fazer um bate e volta em Assis em um desses dias. - Dia 01/02 (sabado) retorno as 9 horas de avião por Roma. Por enquanto temos apenas as passagens compradas (Rio - Londres e Roma - Rio) saindo dia 08/01 e retornando dia 01/02. 1- Sei que Londres é enorme com muita coisa pra se fazer, mas quatro dias (ou tres e meio quase) dá pra fazer algumas coisas né? Obviamente sei que não chegaremos sequer perto de esgotar as possibilidades por lá e eu teria até vontade de passar mais dias e derrepente irmos em Liverpool ou em Stoenehenge derrepente mas queremos muito conhecer um pouco dos outros países! 2- Amsterdam, como falei, será mais um remember mesmo, por isto tão pouco tempo. A ideia é alugarmos uma bike e irmos pra onde der vontade na hora. 3- Berlim eu vejo muita gente dizendo que são necessários mais dias mas como não iremos a nenhum museu eu creio que esteja ok. Por favor, me ajudem sobre Berlim!!! 4- Munique eu acho que dois dias inteiros dedicados a cidade dá pra conhecer as redondezas da Marienplatz, o jardim ingles e até o campo de concentração de Dachau né? 5- A dúvida sobre Innsbruck ou Garmish!!! Por favor, me ajudem tb! rsrs 6- Praticamente dois dias completos (uma tarde, um dia inteiro e uma manhã) em Veneza tá legal né? Acordamos cedo e gostamos de aproveitar bem os dias! 7- Pouco mais de um dia e meio em Florença dá pra sentir um pouco da cidade? Talvez entremos em alguma galeria. Não somos assim tão fãs de arte. Talvez a Galleria degli Uffizi ou a Galleria dell’Accademia e derrepente subir na cúpula da Catedral. 8- Três dias em Roma dá aproveitar bem né? Pretendemos ir no Coliseu, Panteon, Vaticano e vagar sem rumo pela cidade... Pessoal, agradeço desde já por qualquer ajuda! Devo começar a reservar as hospedagens a partir de outubro ou novembro e as passagens para os trechos internos tb. A proposito, vcs acham que eu consigo alguma promoção na black friday? Seja para reservas em hostels ou em passagens de trem ou de cias low coasts europeias? Se rola uma promoção eu penso em ir de Amsterdam pra Berlim de avião derrepente. Abraços!
  5. @Gaia Piá Que excelente notícia que está tudo indo certo em sua viagem. Tomara que continue assim, eu sempre cito os pontos negativos para as pessoas realmente se está preparados e saberem que situações assim podem acontecer. Abraços e boa sorte pelo caminho, sucesso !
  6. Vou fazer essa trip de trilhas que eu acho massa, ainda mais se conhecer alguém que anime e tenha alguma experiência por questões de cagaço meu de ir sozinho kk . Vou incluir uma roupa extra de frio, obrigado pelas dicas
  7. Já vou providenciar uma capa de chuva e um bote kk Eu to com meu roteiro bem aberto, vejo muita gente que faz o passeio básico pelos museus, torre panorâmica e etc.. Mas to visando um rolê pra conhecer pessoas mesmo e daí eu saio pra conhecer mais a cidade, to procurando um ugar que troque trabalho por acomodação se souberr ajuda nós!
  8. Hoje
  9. Depois do Feriado de 7 de setembro, viajei a Gramado com meu namorado. Fomos no domingo, dia 08/09, leia-se BAIXA TEMPORADA. Saímos do Rio de Janeiro pela GOL, no vôo de 10:35h e chegamos em Porto Alegre 12:45h. Em Porto Alegre, pegamos um transfer com a Brocker Turismo, pois não queríamos alugar carro. Eles cobram R$112,50 por trecho, por pessoa. Saída do Rio: 10:35h Chegada em Gramado: +- 15:30h O micro-ônibus da Brocker foi eficiente, tinha tomadas para carregar o celular e um guia falando um pouco sobre os principais pontos da cidade (e aproveitando para vender os passeios da empresa). Nós fechamos o Bus Bier Tour, que detalharei mais pra frente. Nos deixaram bem em frente ao nosso Hotel e ajudaram com as malas. HOSPEDAGEM Nos hospedamos no Hotel Alpestre, que fica em uma área verde de 12mil m², localizado num bairro residencial (tranqüilo e silencioso). O hotel fica a 1km de distância do Lago Negro e principais vias da cidade. Suas instalações incluem 2 piscinas ao ar livre, 1 piscina coberta e quadra de tênis. Os quartos possuem ar-condicionado, sistema de aquecimento, TV LCD e banheiro privativo bem espaçoso com amenidades como secador, xampu, sabonetes e condicionador. Nós ficamos em um apartamento Super Luxo Vista Cidade, que acomoda 2 pessoas (+- R$300 por diária), mas eles possuem outras opções de quartos, incluindo para famílias. No Alpestre, o buffet de café da manhã é farto e servido a partir das 06:00h da manhã, com diversas opções: geleias, biscoitos, bolos, queijos, waffle com calda, pães, tortas salgadas, pão de queijo, ovos, salsicha, além de uma mesa especial com alimentos sem glúten e lactose e outra com alimentos próprios para as crianças. Além disso, o hotel também oferece serviço de transfer para os hóspedes com destino ao Centro de Gramado, wi-fi gratuito (inclusive nos quartos), espaço com computadores para utilização dos hóspedes, espaço Copa Baby para auxilio aos pais dos pequenos. Não é a à toa que ele foi eleito consecutivas vezes um dos melhores hotéis para família pelo Travelers Choices Tripadvisor. PRIMEIRO DIA (08/09 - domingo): Deixamos as malas no hotel e fomos dar um passeio pelas ruas de Gramado. O hotel fica bem perto de tudo, então fizemos praticamente TUDO à pé. Primeiro visitamos o Pórtico (500m do hotel), depois fomos ao Lago Joaquina Rita Bier, passamos pela estátua do Kikito, conhecemos a Rua Torta, o espaço Tô de Férias (espaço interativo para fazer fotos legais), a Igreja Matriz de São Pedro, logo ao lado, a Fonte do Amor Eterno... Ufa! Pelo tempo que tínhamos antes de escurecer, fizemos até bastante coisa. Depois, voltamos para o hotel para descansar um pouco e, à noite, fomos conhecer o Porto Cara de Mau. Pelo valor cobrado (R$119 por pessoa), achei que iria me arrepender, mas acredite: VALE CADA CENTAVO! A recepção é realizada de forma característica do Porto Cara de Mau: toda a equipe tem um sincronismo e buscam atender o cliente da melhor forma possível, tornando essa experiência única para cada um. Eles dão um show de alegria, simpatia, irreverência e atuação, fingindo serem piratas maus de verdade. Com relação aos sabores, muitos! Desde as mais tradicionais às mais gourmetizadas: minha preferida foi a de salmão com geleia de frutas vermelhas. Você se sente muito satisfeito! O conselho é chegar cedo (entre 18:30h e 19h), nós chegamos 19:30h e esperamos quase 1h na fila. Mas valeu a pena: você se sente tão bem atendido, bem servido, uma variedade enorme de pizzas salgadas e doces, calzones, drinks, o show com os piratas, você simplesmente não tem vontade de sair de lá. E claro, as filas vão crescendo, e infelizmente a gerência não têm como controlar isso. De forma alguma eles seriam deselegantes pedindo para a mesa encerrar o consumo ou finalizar a conta, para que outras pessoas possam entrar. Não é um rodízio de pizza que você tem a oportunidade de ir toda semana, então desfrute dessa experiência da melhor forma possível. SEGUNDO DIA (09/09 - segunda-feira): Tomamos café bem cedinho e aproveitamos um dia do Ticket Bus Tour. (R$69 por pessoa, por dia). O Bus Tour é um ônibus turístico daqueles de dois andares bem típicos de grandes centros como Barcelona, Paris, Londres, Curitiba… Ele é circular e tem mais de 30 paradas estrategicamente escolhidas, sempre próximo aos principais pontos das cidades. É possível subir e descer quantas vezes quiser durante o seu período de funcionamento. Mas aqui fica um parenteses: eu não curti muitooo! Por que? Porque demora bastante para ir de um ponto ao outro (pelo ônibus ser grande e lento). Não pegamos taxis em Gramado, mas os Ubers funcionam bem e são bem em conta (inclusive utilizamos ele várias vezes durante os dias e o valor mais caro que pagamos foi o de R$13,78 (Canela x Gramado). Então vai de gosto: Se você quiser conhecer a cidade em um ônibus de dois andares bem legal, ouvir um pouco da história dos pontos turísticos e não ter o trabalho de ter que chamar um carro: APOSTE! Agora, se você quiser mais rapidez, não se interessa em conhecer a cidade por um todo, quiser apenas seguir um roteiro pré-determinado: TENTE O UBER (obs.: sugiro simular as corridas antes para ver o valor que sairá no final). Mas vamos ao meu roteiro: Pegamos o Bus na parada 22 (em frente ao Hotel Alpestre) em direção à Canela. Passamos por praticamente todos os pontos turísticos de Gramado até chegar na Parada 01 (Catedral de Canela). Demoramos, juro, 1:15h apenas nesse trajeto do hotel para Canela (que de Uber faríamos em 15 minutos), mas como eu disse, deu pra conhecer a cidade de cima, relaxar sentadinhos e ouvir um pouco da história de cada ponto turístico. Tiramos fotos, apreciamos a Catedral de Pedra, que é muito linda, e, de lá, não quisemos esperar o ônibus passar novamente e pegamos um UBER até o Parque do Caracol, que eu super me arrependi (R$20 por pessoa apenas para ver um mirante). A escada que dá acesso à cascata estava interditada. Era melhor termos ido aos bondinhos aéreos, seriam as Paradas 06 e 07 respectivamente (não fomos aos bondinhos depois porque seriam mais R$40 por pessoa). Depois que eu me desestressei (risos), esperamos o bus tour e fomos até a Fábrica de Chocolate da Prawer (Parada 32), onde há uma pequena visitação da fábrica, os chocolates são carinhos, mas bem gostosos. Por fim, esperamos novamente o bus e fomos ao Mini Mundo (Parada 20), uma das atrações que mais gostei e vou detalhar um pouco mais. (OBS.: Não gostamos de Museus, e vimos relatos que os de Gramado são muito enganadores, então menos vontade tivemos de conhecer algum.) MINI MUNDO Era uma vez um pai e um avô, que resolveram presentear suas crianças com um pequeno mundo de fantasia. Construíram então, no jardim em frente ao Hotel Rita Hoppner, pertencente à família, uma casinha de bonecas e um conjunto de castelos, com trenzinhos em miniatura. Pensando em dividí-lo com os hóspedes, construíram também uma pequena cidade em miniatura, envolvendo os seus próprios sonhos, e dando vida aos mini-habitantes. O Mini Mundo é formado por réplicas fiéis de prédios de várias partes do mundo baseadas em seus projetos originais. Juntas, elas constituem uma cidade em miniatura, onde tudo é 24x menor do que a realidade. As reproduções são elaboradas pelo próprio parque. Algumas chegam a exigir meses de dedicação, testes e experiências. O parque abre diariamente de 9h as 17h e o ingresso custa R$42, com meia entrada para quem possui o benefício (menores de 2 anos são isentos), e conta também com local para alimentação, lojas temáticas e espaço infantil. Nossa visita ao Mini Mundo nos despertou a curiosidade de conhecer o Hotel Ritta Hoppner, que fica do outro lado da rua, e como já era fim de tarde, fomos provar o tradicional Chá da Tarde do hotel. E caiu muito bem depois de um dia intenso de atividades. 😉 A ''excelência'' é a palavra de ordem, tradição que começou como serviço de quarto e que há 13 anos tornou-se um ritual nos salões. O menu servido na ''torre'' varia a cada dia da semana, porém sempre combinando os sabores de tarteletes com a grande variedade de doces e salgados. Chás, cafés e chocolates acompanham o waffle, geleias e o tradicional apfelstrudel. Ah! Você pode repetir qualquer item quantas vezes quiser. O problema é se controlar... O chá acontece todos os dias, das 16h às 18h, no restaurante do hotel. Ele é oferecido gratuitamente para os hóspedes, mas também é servido ao público externo pelo valor de R$59 + taxa de serviço. Mas claro, quem me segue no instagram (@nani.etc) tem benefícios: basta dizer ao gerente Igor que é meu seguidor e o valor fica em R$50 + taxa. 😁 Depois do chá maravilhoso, voltamos à pé ao nosso hotel para desgastar tanta comilança, rs. E descansamos um pouco. À noite, mesmo sem muita fome, fomos conhecer o Hard Rock Café. Pedimos um prato com três tipos de aperitivos, um drink e um chopp. Achei mais do mesmo. TERCEIRO DIA (10/09 - terça-feira): Acordamos bem cedinho para tomar aquele café da manhã bem gostoso e pedimos um UBER para o Snowland. Mesmo sendo de neve artificial, o Snowland é muito procurado e fica muito lotado, o que pode estragar o seu passeio. Recomendo que você evite, se possível, feriados, sábados e domingos. E chegue pela manhã, para evitar filas. O ingresso não é barato (R$135 por pessoa). Todos querem fazer de tudo. Se você não chegar cedo, perderá horas nas filas para entrar (pois é necessário preencher um termo de responsabilidade e colocar a pulseira que dará acesso às atrações), para pegar a roupa de neve, para patinar, para entrar no ambiente da montanha de neve e haverá mais gente para fazer tubing. Nós chegamos antes das 10h (hora que abre) e já havia uma pequena filinha por lá. O ingresso padrão do Snowland Gramado dá direito à botas, calça, casaco, capacete e luvas para acessar a Montanha de Neve. Não são suficientes. Leve luvas, meias grossas, manta e uma blusa térmica extras. Lembre-se, você estará dentro de um freezer! Conseguimos nos divertir muito, mas acredito que muita gente não deve gostar por não ter um bom custo-benefício! Saímos correndo de lá, pois havíamos agendado o Bus Bier Tour (R$149 por pessoa) com a Brocker Turismo. O Bus Bier Tour é daqueles passeios pra amantes de cerveja e curiosos sobre o processo de fabricação. O ônibus parte do centro da cidade, em frente ao escritório da agência Brocker e faz um percurso de cerca de 3h30. A bordo do Bus Bier, que é uma atração a parte, visitamos as Cervejarias GramBier e Rasen Bier que se localizam em Gramado, e a Cervejaria do Farol em Canela, onde não somente a cerveja de alta qualidade chama a atenção, mas também por possuir uma réplica de um farol com 32m de altura, de onde é possível avistar municípios como Gramado, Caxias do Sul e São Francisco de Paula. Nós compramos o passeio com a degustação e ganhamos uma caneca de Chopp personalizada do Bus Bier. Pra quem tem curiosidade do assunto, esse tour pelas cervejarias de Gramado é indispensável. Dá até pra beber bastante, mas o foco principal não é um passeio “open bar” ou uma festa no ônibus, mas o processo de fabricação e degustação de cervejas artesanais. Até há concorrentes que fazem o passeio em Kombis e com chopp "open bar", mas também há um contra: vi muita gente fazendo parte do passeio à pé, andando e bebendo atrás das kombis! (Pra quem curte beber mais do que apreciar, pode ser válida a troca.) Terminamos nossa terça-feira indo conhecer um dos Cafés Coloniais de Gramado. Pedimos ao motorista do Bus Bier para nos deixar próximo ao Café Colonial Bela Vista e assim foi feito. Quando 80 tipos de comida vêm à sua mesa, é complicado decidir o que comer primeiro. O Bella Vista é o Café Colonial pioneiro do Brasil e também o maior de Gramado. Já pensou em misturar comida de café da manhã, almoço, lanche e jantar numa refeição só? Pois é! 👌 Entre os salgados, eles oferecem croquete de frango e rissoles de presunto e queijo. Para quem não quer ter muito peso na consciência, dá para investir nas proteínas: lombo de porco, linguiça e filé de frango grelhado. Claro que numa região típica alemã e italiana não pode faltar também polenta frita, pepino em conserva e porquinho à milanesa! Suco de uva, vinho, café, chocolate quente e frio e chás fazem parte das bebidas. Com exceção das sobremesas, tudo é servido na mesa (como dá pra ver na foto). Se desejar, você pode pedir para repor, sem custo extra. Depois é só atacar os doces nas geladeiras do salão. Eu provei mousse, pudim e sorvetes! O valor é de R$82 por pessoa (os meses de Agosto e Setembro tiveram desconto: R$70). Crianças de 5 a 9 anos pagam metade do valor e menores de 5 anos não pagam. QUARTO DIA (11/09 - quarta-feira): Hoje foi dia de conhecer o Parque Terra Mágica Florybal, idealizado pelo proprietário da Florybal Chocolates, um das principais marcas de chocolate artesanal de Gramado/Canela. Muita gente acredita que seja muito infantil, mas eu e meu namorado adoramos! Todo o percurso do parque é muito bonito e cheio de esculturas gigantes, ambientadas em cenários. Os bonecos e personagens fantásticos do parque são criados artesanalmente em um pavilhão da Florybal. As trilhas conduzem o passeio monitorado por fascinantes caminhos por histórias do mundo, como espaço dos primatas, aldeia dos índios, lago das deusas, floresta mágica, mas a área dos dinossauros, na minha opinião, é a que rouba a cena. A aventura e adrenalina é garantida com Tobogãs, passeio com o Dino Móvel, o Voo do Pterodáctilo e ainda o Cinema 7D, com filmes para viver emoções e sensações em sete dimensões. O Parque ainda possui dois espaços para o visitante fazer um lanche ou almoçar durante o passeio. No território dos dinossauros, o Dino Lanches tem lanches deliciosos para você saborear com uma decoração toda em pedra. Já o Castelo Medieval Temático chama a atenção pelos detalhes e características arquitetônicas. O local dispõe de praça de alimentação e um restaurante completo com pratos destaques da Serra Gaúcha, além de playground com brinquedos eletrônicos, loja com artigos produzidos na região e souvenirs. O parque funciona diariamente das 9h às 17:30h, inclusive nos finais de semana e feriados. Ele oferece transfer gratuito: estando hospedado em Gramado e Canela, basta você ligar para e marcar a hora que eles vem te buscar. O ingresso custa R$70, e tem meia entrada para crianças, estudantes e idosos. Algumas atrações, como o cinema 7D, são pagas a parte. Saímos do Parque e fomos fazer um lanche em Canela mesmo. Escolhemos o Skillo Lanches, o qual haviam falado bem para a gente. Comemos dois sanduíches (bem grandes por sinal), o meu vinha com batata-frita por dentro. Após, pegamos um Uber e fomos ao Lago Negro, fizemos um passeio bem gostoso e, com certeza, se não tivéssemos comido por Canela, comeríamos no restaurante do Parque. Fica a dica! Como fomos durante o Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado, onde diversos restaurantes da cidade, criam um prato especial e exclusivo para o evento, a um valor único, nas bancas de comida e bebidas na rua Pedro Benetti, resolvemos passar por lá com mais calma. Tomamos um chopp artesanal apenas. À noite, fomos jantar Fondue no Restaurante Malbec. Eles também oferecem transfer ida e volta gratuito para quem estiver hospedados nos hotéis da cidade. A sequência custa R$96 por pessoa. O preço pode assustar, mas paga-se pela experiência. O restaurante é um dos mais bonitos da cidade, conta com três ambientes (térreo, superior e deck), os garçons bem atenciosos e a comida, excelente. Ficamos no deck e iniciamos a sequência com o tradicional fondue de queijo, acompanhado por pão adormecido, brócolis, linguiça calabresa, batata e goiabada. Em seguida o fondue de carne na pedra, o La Pierrat, cortes nobres de carne bovina, suína e frango, guarnecido por 12 variedades de molhos e farofa. Para finalizar a série, o fondue de chocolate traz os sabores das frutas da estação. Chegamos no restaurante com o tempo limpo e uma temperatura agradável. Do nada, uma enorme neblina tomou conta da rua atrás de nós. A temperatura caiu, óbvio. E o garçom nos ofereceu mantas para nos aquecer ainda mais. QUINTO DIA (12/09 - quinta-feira): Dia de nos despedir de Gramado. Nosso transfer com a Brocker estava marcado para 9:55h. Só deu tempo de nos lamentar por comer pela última vez o café da manhã do Alpestre. Acho que deu pra perceber que não pegamos nenhum dia de frio ou chuva na cidade, o que não sei se foi bom ou ruim, já que não sou fã de frio. Mas logo no último, o dia amanheceu chovendo, pareceu triste por estarmos indo embora, rs. Mesmo comendo bastante, sentimos fome durante a espera no aeroporto de POA. Motivo: nenhum restaurante estava funcionando. E uma das duas lanchonetes que ainda restaram queria cobrar mais de R$50 reais por um salgado, dois sucos e um bauru. Nosso vôo era às 15:15. Chegamos no Rio 17:20h, mortos de fome!
  10. Comprar com tanta antecedência assim pode nao ser tão vantajoso. Apesar de nao ter uma receita exata de quando comprar uma passagem internacional, compra-la em cima da hora (30 dias ou menos) a cia entende que a pessoa precisa viajar a qualquer custo, entao estará disposta a pagar um preço alto por isso. Comprar muito antes (120 dias ou mais), nao tem porque a cia fazer promoção pois o voo estará praticamente vazio, os preços estarão "cheios". A melhor coisa a se fazer é estabelecer qual será o periodo da viagem e ir pesquisando frequentemente os preços. Cadastre seu email em sites como kayak, skyscanner, dentre outros, e estipule um valor no qual voce deseja pagar, assim que os valores tiverem alteraçoes e se aproximarem daquele preço cadastrado voce recebera um email avisando. Acompanhe tambem sites como melhores destinos, SEMPRE surge promoçoes, e por isso é importante definir o periodo da viagem pois assim saberá se essas promoçoes encaixará na época da sua trip. E por ultimo, veirifique os preços de madrugada, após 00:30 - 1hr da manha, por experiência própria, os preços tendem a diminuir em relaçao aos valores exibidos durante o dia. Normalmente os preços para a Tailandia custam mais de 3 mil reais, entao qualquel valores abaixo disso seria algo "interessante".
  11. Olá, galera 😊 alguém pra fazer cia para Chile Bolívia e Peru? Meu primeiro mochileiro 🙏 👐 pretendo ir dia 22 de Dezembro até 11 Janeiro 2020....gostaria de dicas de roteiro, quanto eu vou gastar 😁😀😆 não ligo de passar perrengue 😂 bora?
  12. Agora ao abrir o computador entrei no site Melhores Destinos e apareceu esta matéria: https://www.melhoresdestinos.com.br/video-dicas-tailandia.html @lobo_solitário realmente citou o que realmente não pode faltar. Pode também baixar as linguagens no Google tradutor para ter off-line. Outra coisa muito boa é comprar um chip local com plano de internet.
  13. https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/09/23/operadora-de-turismo-britanica-thomas-cook-declara-falencia-e-afeta-600-mil-clientes.ghtml
  14. Não hesite em perguntar, sempre que eu puder ajudarei da melhor forma possivel. Já estive desse lado da moeda e sei bem como é angustiante as inúmeras dúvidas que temos antes de partir para uma nova viagem com o receio de que algo dê errado. Os inúmeros "se's" que aparecem na nossa cabeça "se eu fizer isso", "se eu for pra tal lugar", mas no final tudo da certo. Boa sorte!!
  15. Pow os caras tavam passando fome velho aew nao tem que buscar outras alternativas,eu nao tenho experiencias de viajar para outros paises mais sou viajante faz sete anos só que eu viajava com dinheiro agora por mais que muitos achem ridiculo e bobo eu quero experimentar a sencacao de nao ter NADA a minha meta agora e viajar a america do sul estou quase perto da argentina ja e estou me virando muito bem consigo arumar dinheiro todos os dias e comer tomar banho nao passo necessidades alguma acho que o que incomoda nas pessoas é o fato de todo esse conforto desnecessario ser muito mais privilegiado do que sua propria liberdade e vontade de conhecer o mundo......eu nao esperava que minha viagem sem NADA fosse tao incrivel se todas pessoas pudessem sentir a gratidão e alegria que sinto agora cara é muito incrivel perdi a vergonha agora sou um OFICIAL VENDEDOR DE ADESIVOS
  16. Oi Mirella! Eu e meu namorado estamos indo de 08 a 12 de outubro! Queremos fazer o basicão em 3 dias e nos outros aproveitar mais as proximidades de lençóis. Já temos orçamento de um guia que eu já conheço da ultima vez que fui lá. Como está a tua programação?
  17. Eu e o namorado estaremos na Chapada de 08 a 12 de outubro. Estamos atrás de mais pessoas para combinar os passeios com guia (no veículo dele mesmo)! Vamos fazer o básico mesmo, saindo de Lençóis, mas também queremos ir pra Cachoeira do Buracão, em Ibicoara, que é muito imperdível! Alguém mais? Dia 1 (09/10): Poço do Diabo, Pratinha, Gruta Azul, Morro do Pai Inacio Dia 2 (10/10): Poço azul e poço encantado Dia 3 (11/10): Cachoeira do Buracão Nos outros dias dá pra ir pro Serrano, Cachoeira do Mosquito, Ribeirão do Meio, etc.
  18. Então, saio de férias dia 21/11 por isso escolhi essa data. Penso até em esticar para o Uruguai. Encontrei passagem casada por um ótimo preço.
  19. Boa tarde Ramires tudo bem??? também consegui comprar as passagens GruxJoburg... nos mesmo dias que você 7a 11 porem vou pra cape Town pois vi que não tem muita coisa pra se fazer em Joburg 62 996516496 Julianno! Caso queira trocar uma ideia
  20. ✈️✈️✈️ A partir do dia 28 estarei em Londres - após, Paris (02/10) – depois, Lisboa (07/10) – Porto.... Se alguém estiver nesse período, só chegar! É minha primeira vez na Europa, então, dicas e roteiro serão muito bem-vindos! Obrigado! 😉 😎
  21. @lobo_solitário Você estragou meus agradecimentos. ....kk Olha, eu participo desse maravilhoso site "mochileiros.com" a mais de 10 anos, sempre procurei ajudar as pessoas. Quando faço minhas loucuras nuns ttekkings por aí, me preocupo em levar às pessoas que acompanham meus relatos o máximo de informações possíveis. Às vezes estou num subida íngreme e acho uma bifurcação, aí eu paro e escrevo o que tem ali, e o que a pessoa que virá depois de mim tem que fazer. As pessoas que estão comigo acham isso muito engraçado, alguns até criticam, mas é a minha obrigação e dever para com esse site e seus participantes. Pois toda vez que procurei ajuda, sempre aparece alguém para me auxiliar nas minhas dúvidas e angústias, sei o quão é importante para uma pessoa ter informação rápida e confiável, que só aqui encontramos. Quero agradecer a todos que ajudaram, mas duas pessoas em especial: você @lobo_solitário que respondeu prontamente as minhas inúmeras perguntas nas MP's, sempre com informações precisas e sinceras. E ao Luka Izzo, que me ajudou bastante também. O meu muito obrigado mesmo, do coração. @lobo_solitário Obrigado por me alertar no post anterior sobre hotéis e roteiros, estudarei com carinho as sugestões. Já estou assistindo um monte de vídeo no youtube sobre os países. Ontem, inclusive assisti um sobre como é o vôo até Dubai, o cara filmou o vôo, explicou tudo. Agora vai ser uma ótima aventurã mesmo! @FlavioToc São motivações assim que da mais confiança para todos nós. Muito obrigado pela contribuição. Pelo menos, vamos divertir muito! E outra, não vou ater a somente informar preços, atrações. ... mas, principalmente, as mancadas e os perregues que passaremos. ...kkkkk porque uma coisa boa de ser idoso é que não preocupamos em contar nossos erros, é neles que divertimos. Como vou crescer se não errar, somos eternas crianças. ..
  22. Olá viajantes, como vão? Já de alguns anos venho pesquisando para viajar para Tailândia (sonho), porém estou perto de conseguir ir em 2021, mais precisamente em Fevereiro. Pois como sabem, viajar para o sudeste da Asia requer pelo menos 1 ano de planejamento, (clima, preço de passagens, etc). Notei que há outras maneiras mais baratas (porém não tão rápidas) de se chegar em Bangkok, a mais demorada é a pela Air China que tem duas escalas (Madrid e uma outra com longa longa espera em Pequin, pensei nessa). Um amigo meu topou em ir comigo, mas antes ele quer conhecer Madrid, disse que topo também (apesar de já conhecer). Quero saber se alguém aqui topa ir conosco nessa trip. Previsão de compra das passagens é em Maio de 2020 para viajar entre Fev e Abril de 2021 (sim, quero comprar com bastante antecedência e ir pagando, pois sabemos que não é tão barato assim ir pra lá).
  1. Mais Resultados


×
×
  • Criar Novo...