Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Todas Atividades

Atualizada automaticamente     

  1. Recentemente
  2. Hoje
  3. Não faz diferença, a Inglaterra sempre teve um visto separado, e para todos brasileiros não é necessário requerer visto, estando ou não na UE.
  4. @Ana Paula.JV vou estar em Buenos Aires de 14 a 20 de junho. Se estiver por lá e quiser companhia, me manda uma mensagem no Instagram @rayanneburgues
  5. Alguém indo para Buenos Aires (14 a 20 de junho) ou Montevideu (21 a 25 de junho)?
  6. Nossa viagem começou no final de dezembro, para passar a virada do ano no Ceará, em Icaraí de Amontada, carinhosamente chamada de Icaraizinho, um pequeno vilarejo a 200km de Fortaleza, destino de muito amante do kitesurf, por seus ventos perfeitos pro esporte. A vila é tranquila, as ruas são de pedra, o que dá um charme a mais e a praia é extensa, de mar calmo e morno. O aeroporto mais próximo de Icaraí de Amontada é o de Fortaleza. De lá, é possível pegar um transfer (cerca de 2 horas e meia de viagem, em torno de 400 reais) ou um ônibus para Amontada (cerca de 4 horas de viagem, 25,45 reais com a empresa Fretcar). Optamos por seguir de ônibus. A viagem foi super tranquila e passamos por paisagens lindas, principalmente na região de Tururu. Chegando em Amontada, fomos de carona para Icaraizinho (cerca de 50 minutos). Alugamos uma casa por 5 dias, o que foi uma excelente escolha. A localização era ótima, a 100m da praia, com uma área verde cheia de árvores frutíferas e palmeiras que bailavam no vento. Uma delícia total. Ainda fizemos uma fogueira, que rendeu muitos churrascos de frutos do mar. Às noites, o céu estrelado e o silêncio davam uma sensação de calmaria. Icaraizinho é um desses lugares que te permite se perder no tempo. Tudo é tão tranquilo que a impressão que temos é de que o tempo passa diferente e isso é uma maravilha para quem gosta de viagens para se desligar um pouco de tudo. Além de curtir a praia e principalmente o mar-piscina, há uma série de passeios lindíssimos para descobrir por lá. Próximo a Icaraizinho, tem a Lagoa das Flexeiras, ou Lagoinha, um paraíso de água doce cercado de muito verde. Há alguns barzinhos simples e rústicos que servem cerveja, peixe frito, batata e outros petiscos. Maravilhoso passar a tarde nesse lugar. Eles colocam redes na lagoa para quem gosta de relaxar na água. Um dos passeios mais famosos da região é assistir ao pôr do sol nas dunas do chamado Lençóis Cearenses. O lugar é realmente mágico. Uma paisagem belíssima e um pôr do sol inesquecível. Alguns guias oferecem esse passeio por cerca de 350 reais. O passeio leva o dia todo e deve ser feito num 4X4. Começa pela praia, passa pelas antenas aeólicas nas dunas de Moitas, pega uma estrada coroada de lindos coqueiros e faz uma primeira parada à beira rio para fotos e para ver os barcos de ostras que atracam por ali. Apesar da vista linda pro rio, essa parada não tem nada demais, assim como a segunda parada, num restaurante super cheio, feito para receber grupos turísticos, caro e com um serviço péssimo. Resolvemos pedir só uma água de côco, que para piorar, estava quente. A terceira parada é no alto da duna, com vista e mergulho no rio. Ali você se vê diante da imensidão e da soberania da natureza. A última parada é também no alto de outra duna, com vista para a ferradura do rio, bem onde o sol se põe. É por ali, a creca de 30 minutos de carro, o cemitério mais lindo que já vimos na vida. As lápides ficam na areia, de frente pro mar, lugar perfeito para o “descanso eterno”. 5 dias foi tempo suficiente para curtir esse paraíso cearense. Para sair de Icaraizinho, pegamos um transfer até Amontada (150 reais o carro) e de lá o ônibus da Fretcar na linha Amontada-Fortaleza, por R$22,40, de onde seguimos para Pernambuco, rumo às ladeiras de Olinda. Do que não gostamos: Um transporte comum em Icaraizinho são as carroças de boi. Sabemos que faz parte da cultura e do meio de sobrevivência e trabalho local, mas dá dó ver os bichos magros, com sede, se arrastando pelas ruas de pedra. Muitos são mal tratados, o que é de cortar o coração. Muita gente anda de carro e moto na areia da praia. Um hábito terrível que provoca danos à natureza e perigo a todos que estão curtindo a praia. Para comer: Vila Icaraí - é uma pousada super aconchegante e charmosa. O bar da pousada é aberto também para quem não está hospedado lá e oferece opções deliciosas de sanduíches, que você come à beira da piscina. O preço é muito bom, o atendimento excelente e os drinks são ótimos. Restaurante Hibisco - é o restaurante que muita gente indica. Fomos 2 vezes. Na primeira comemos um camarão com leite de côco gostoso e bem servido. Da segunda vez optamos pelo PF e não foi uma boa escolha. A comida chegou fria e sem nenhum tempero. É caro para o que serve. Papaya Beach - de frente pro mar, o bar é um grande lounge. Cervejas, drinks e petiscos. Música alta, mas uma opção para quem está na praia e quer tomar um goró e curtir o pôr do sol atrás das aeólicas. Posto 1 - mais um barzinho em frente ao mar. Tem cerveja, caipirinhas e um bolinho de arroz com calabresa muito gostoso. O preço é bem bom. Horários dos Ônibus: Fortaleza-Amontada Amontada-Fortaleza
  7. Queria compartilhar a experiência maravilhosa que tive com passeio de buggy com o Marcílio Buggy em Natal. Estava planejando minha viagem e queria realizar o passeio de buggy, mas minha mãe havia operado a coluna (hérnia de disco) 3 meses antes da viagem. Ela não queria realizar o passeio. Conversei com duas amigas da minha cidade que já haviam viajado à Natal e elas me indicaram o Marcílio, só pelo comentário delas eu já tinha certeza que iria amar tanto o passeio quanto o Marcilio. Disseram que ele era fantástico,muito divertido e atencioso. Entrei em contato com ele, nos explicou tudo e ainda convenceu minha mãe. Optamos pelos dois passeios que ele oferece: litoral norte e litoral sul ( 2 dias diferentes). E quando conhecemos o Marcílio vimos que ele era muito mais que haviam dito.Ele é muito responsável e profissional mesmo, tem uma alegria contagiante, muito cordial, explica todo o trajeto, ele tem gosto por história e compartilha a história de cada local da cidade. Dirige com responsabilidade e o melhor, leva aonde você quiser. Ele também é fotógrafo viu, fez fotos lindas nossa. Além disso, ele tem dicas fantásticas de restaurantes e pratos. Seguimos e ficamos maravilhados com o peixe com ervas da praia de pipa( Litoral sul), o espetinho de lagosta e caipirinha de cajá com abacaxi perto do Rio Pratagi(Litoral Norte) . E até dicas em Natal como o prato ''do chef'' no Camarões, restaurante imperdível em Natal. Tudo dica dele. E pra quem tem amor por animais, vai achar fantástico o que ele faz. Ele carrega ração no buggy e trata alguns cachorrinhos perdidos nas praias. Eles já até conhecem o barulho do motor do buggy dele. Foi muito atencioso e preocupado com minha mãe se estava bem com a coluna durante o passeio, foi muito responsável durante todo o trajeto e ainda nos emocionando com as lindas dunas!!! Estávamos em dúvida pelo litoral sul, pois o trajeto é um pouco mais longo, por estrada cerca de 80Km, mas pela praia 50Km e juro que você nem percebe que andou isso, no fim do dia você não quer sair do buggy. Recomendo muito litoral sul de buggy, você verá praias lindas que não conseguirá ver indo de carro ou van. Roteiro Litoral Sul: - saída de qualquer hotel de Natal - centro de lançamento de foguetes da Barreira do Inferno - Praia de Cotovelo - Praia de Pirangi do Norte( Parada para conhecer o maior cajueiro do mundo) - Praia de Pirangi do sul - Praia de Pirambúzios - Praia de Búzios - Praia de Rio Doce - Praia de Tabatinga (Parada no mirante dos golfinhos e tivemos a sorte de ver os golfinhos sim) - Praia de Cumurupim - Praia da Barreta - Lagoa de Arituba (linnnda) - Praia de Malembá (Área de desova de tartarugas) - Travessia da Balsa - Praia de Tibau do sul - Praia de Cacimbinhas - Praia da Ponta do Madeiro - Praia da Pipa - Praia do Amor Roteiro Litoral Norte: - sai de qualquer hotel dentro de Natal - passa pela ponte Newton Navarro - Praia da Redinha - Praia da Redinha Nova (parada opcional no Aquário de Natal).Meus pais não quiseram, mesmo ele oferecendo passar na volta. - Dunas de Genipabu (paradas nos visuais da lagoa e da praia de genipabu, visita aos Dromedários) - Praia de Genipabu - Travessia da Balsa - Praia de Barra do Rio - Praia de Graçandú - Dunas de Pitangui - Lagoa de Pitangui (Parada para banho de lagoa) - Dunas douradas (parque da dunas móveis) - Praia de Pitangui - Rio Pratagi (espetinho de lagosta e melhor caipirinha de Natal) - Praia de Jacumã - Dunas de Jacumã - Lagoa de Jacumã (Skibunda, aerobunda e Kamikaze): fomos no skibunda, uma delicia! - Praia de Porto Mirim - Praia de Muriú Almoçamos na Praia de Jacumã no restaurante Naf Naf, indicação do Marcílio e foi ótimo,praia linda e restaurante maravilhoso. Contato: Marcilio Buggy: (84) 9960-8334 www.facebook.com/marciliobuggy Ig: @marciliobuggy
  8. ilananolopes

    Miami em Junho

    Pessoal, alguém em Miami de 21 a 30 de junho? Estarei solo pela primeira vez... 😬
  9. @Caroline Hersbach oi pra ir de cartagena pra san bernardo tem um barco que chama TRANQ IT EASY, custa 100 mil COP por pessoa, se quiser te passo o numero deles pra reservar. lá fiquei no isla roots e foi infinitamente melhor que o casa en el agua (acabei tendo que passar um dia lá na volta). achei o casa legal pra passar algumas horas, mas ele é pequeno e ficou muito "famosinho" então as pessoas mais c* tavam lá quando eu fui. já no isla roots, que é do lado, tem um espaço enorme (até quadra tem), as camas são confortáveis (e pelo preço de dormir em rede no casa), tem uma prainha atrás (no casa não tem areia) e a galera era beeeem mais suave, parecia uma familia mesmo. eu queria muito conhecer o casa quando eu fui, mas vc acaba ficando um tempo lá de qualquer jeito pq o barco que te pega pra ir pro isla roots sai de lá sobre as praias que você falou, talvez eu pularia pq vc já vai pro arquipélago, valeria a pena trocar um dia de praia perto de cartagena por um dia a mais nas ilhas, pq a viagem de barco é longa...
  10. Sim, ainda vai para o presidente sancionar. Ele tem 15 dias úteis para isso. Se ele confirmar a aprovação, ela passa a valer imediatamente após a publicação no Diário Oficial. Caso o presidente vete a mudança, o tema volta para o Congresso. Nesse caso, deputados e senadores têm 30 dias para derrubar ou confirmar o veto.
  11. @StanlleySantos @Rezzende gente eu não posso ver um perrengue!! é cada história kkk mas eu amo o lado real das viagens, o que vai pra foto do instagram é só o por do sol, ninguém vê a suadeira colando a blusa nas costas, as pernas empelotadas de picada de mosquito que parece que o joelho fundiu com o calcanhar, e os chicken bus que vc pegou pra chegar ali. e no fim acho que o que fica mais marcado em você é isso, o por do sol todo mundo vê igual, sabe? vcs tem alguma história boa de perrengue em viagem também?
  12. @Claudia Severo vou começar a parte de honduras amanhã com direito a muita foto!! eu achei pouquíssima coisa pesquisando antes da viagem e o que encontrei aqui me ajudou muito, por isso decidi escrever! (só que eu escrevo demais kkk tem que ter um pouquinho de paciencia)
  13. Eu pretendo chegar em puerto Quijarro entre 8/9 de julho e seguir quase esse mesmo roteiro incluindo descer de bike a estrada da morte
  14. DIA 1 - 18/04 - VOO GRU - BOG NUNCA DIGA QUE DESSE ERRO NAO REPETIREIS, PORQUE VAI QUE REPETIREIS ¯\_(ツ)_/¯ se foi por sorte ou azar que nosso voo da avianca passou de 16:55 pras 06:55 da manhã e nos obrigou a passar uma """noite""" em bogotá, ainda não descobri. só sei que a privação de sono é mais prejudicial pro corpo que um porre de corote, entenda: dia 18: 06:55 Guarulhos - Bogotá 11:55 dia 19: 04:59 Bogotá - São Salvador 07:00 08:25 São Salvador - Roatan 09:55 detalhe: o nosso curso de mergulho começava no dia 19 mesmo, só que em utila a gente trabalhou quarta o dia todo, fizemos mala a noite e partimos pro aeroporto as 3 da manhã, direto sem dormir. então, chegamos em bogotá com quase 30h de sono acumulado. pegamos um uber (aqui vale a pena falar que uber lá ainda não é regulamentado, então conecta no wifi do aeroporto e tira todassss as dúvidas com o motorista antes de ir pro estacionamento esperar - 45 min de corrida e só R$28 reais - vale muito a pena uber, cabify e easy taxi na colombia, mais seguro e garantido) pro hostel e... qual a decisão mais sábia nessa hora? isso mesmo, fomos fazer o free walking tour do centro. eu sou suspeita pra falar de walking tour, mas esse de bogotá e o de medellin são fora da curva de excelentes! você nem vê as mais de 3h passarem!! quer dizer... tinha feito esse mesmo tour em outra oportunidade mais ou menos 1 ano antes (vou me organizar pra rolar um relato dessa também) mas quem aprende com os erros é sábio, e eu sou no máximo teimosa. bogotá é uma cidade FRIA, que fica bem no meio do caminho pras viagens de praia e agua de coco. difícil lembrar de levar aquele casaquinho que ocupa meia mala quando a outra metade tá só biquini e pós sol pra aliviar as queimaduras de quem não ouviu pedro bial né? museu do fernando botero foi a melhor parada do tour. fechado toda terça, bem o dia que eu tinha ido da outra vez. pelo menos com esse erro eu aprendi. no final do tour eles entregam o jabazinho, mas não menospreze! no meio dos pega-turista, tinha uma barbada: degustação de cerveja no Bogota Beer Company DE GRAÇA. a gente até podia ter voltado pro hostel, mas essa foi difícil de recusar. a degustaçao inclui 6 copos de cerveja pra cada um. mas uma dica: não vá em grupo como a gente foi, pq eles começam a regular a cervejinha lá pela quarta pessoa. entre uma cerveja e outra, decidimos jantar no andres carne de res com uma menina que conhecemos no dia. apesar de ser imperdivel, o restaurante fica em outra cidade!!! parecia uma boa ideia entre a quarta e a quinta cerveja mas agora estávamos em um uber há 40 minutos, no meio da estrada a mais de 100km/h, com o álcool evaporando e o sono batendo. estávamos tão exaustos e humilhados que nem fome eu tinha mais. chegamos no restaurante já procurando um canto pra escorar. fomos surpreendidos com a maior explosão de informação que eu já vi na minha vida. CORES, MUSICA NA CAIXA DE SOM, BANDA AO VIVO, CHEIRO DE CARNE, RISADAS, FANTASIAS, GENTE PASSANDO, PRATOS NA PAREDE, COMI O C DE QUEM TA LENDO, PLACAS NO TETO, GENTE PASSANDO EM TODAS AS DIREÇÕES. depois de tantas horas sem dormir, seria uma alucinação? eu não sei o que aconteceu mas entrei na alucinação coletiva e acho que não. tem. como. não. amar. esse. lugar. eu, que estava no maior mau humor, me vi sorrindo e cantando musicas em portunhol com a alegria de quem não tem voo daqui 4h pra pegar. com tanta alegoria no lugar, pensei que a comida ia ser só mediana, uma desculpa pras pessoas irem até lá, tipo filme com muito efeito especial mas errei. errei rude, errei feio. pedimos 3 pratos de carne com acompanhamentos e drinks e era tudo maravilhoso, comi até os temperos de decoração com gosto. dá vontade de sair pedindo tudo só pra ver como vai ser a próxima apresentação. tudo é autêntico e pensado nos detalhes. nunca fui num lugar com tanta personalidade. sobre o preço: é caro pro que a gente está acostumado a gastar em viagem, deu 90 mil COP pra cada (R$120) mas, pelo menos aqui em são paulo você não sai pra jantar com bebidas por muito menos que isso não. o uber deu (ida e volta) R$35 pra cada. eu achei que valeu. mas eu não tava em condição de achar nada que não tivesse a forma de um travesseiro chegamos no hostel meia noite e quarenta. fundi com a cama. como num pesadelo, o despertador tocou. acordei só o corpo as 2h da manhã, o espírito continuou na cama. pegamos um uber e chegamos com antecedencia de meia hora. cada minuto na madrugada silenciosa parecem 10. olhando a hora na placa do embarque, ela olhava de volta com um sorriso debochado, eu conseguia ver os minutos de sono que ela tinha me roubado. me perguntava por queeeee? e lembrei de tantas vezes que já me fiz essa promessa de não correr, ter sempre um dia pra descansar da viagem. mas não posso ver um diazinho sobrando que já fico que dormir o queeeee, deixa pra dormir em são paulo, aqui eu quero é aproveitar. todas as férias eu volto parecendo que fui cobaia em test crash de automovel. mas nesse dia, com o olho ardendo que nem conjuntivite e os sentidos se desfalecendo, disse pra mim mesma que nunca mais ia repetir esse erro. é sério. DIA_18_DE_ABRIL_DE_2019_DIA_QUE_EU_APRENDI_QUE_FERIAS_TEM_QUE_SERVIR_PRA_DESCANSAR_VERSAOFINAL_FINALISSIMA_OFICIAL_SEDEUSQUISER_AGORAVAI3.PDF HOSPEDAGEM urbana hostel: R$35 a diária. segunda vez que fiquei lá, a primeira foi no dormitório e agora, num quarto privado. esse hostel é imbatível. tá na melhor região de bogotá com um preço justíssimo. no mesmo quarteirão tem muitos restaurantes, lojas de departamento, casas de cambio e tem uma loja de conveniencia 24h bem na esquina. a cama é muito confortável (no quarto compartilhado de 3 pessoas uma das cama é de casal até), o chuveiro é quente e o café da manhã é simples mas suficiente (pão, suco, cereal).
  15. Olá Aline, muito me interessa Filipinas. entrarei em contato com vc. abraço
  16. @AlexCoelho estou indo para Grecia em junho. Já tem roteiro?
  17. Boa noite a todos. Farei uma viagem para Portugal mês que vem e estou com uma dúvida muito grande sobre como devo proceder ao passar pela imigração. Eu sei que a imigração em Portugal costuma ser tranquila e é só estar preparado, e eu realmente estou, mas desde que planejei essa viagem no começo do ano os meus planos mudaram e agora não sei o que devo dizer se o oficial resolver fazer mais perguntas que o de costume. De inicio era pra ser uma viagem de mais ou menos 20 dias por Portugal e Espanha, peguei uma promoção de aéreo com ida e volta Guarulhos - Lisboa e passei a planejar, ia encontrar um amigo que mora em Lisboa e de lá iria pra Espanha, comprei passagem para Madrid, depois ir pra Barcelona onde comprei uma passagem pra Maiorca e parei aí pra deixar o roteiro aberto. A ideia era pegar um ferry de volta pra Espanha continental e ir viajando pela costa até Faro para ir à Lisboa e voltar pro Brasil. Questão que nesse meio tempo várias coisas mudaram. Primeiro o meu amigo que estava em Lisboa terá que retornar ao Brasil, até aí beleza, não ligaria de viajar sozinho, porém apareceu uma oportunidade de ir morar um tempo na Holanda com uma amiga, ela trabalha com marketing digital e está legalizada lá, como eu sou da área (web-designer) ela disse que eu poderia ficar por lá morando com ela e fazendo freelas, com chances de abrir portas no futuro. Não decidi 100% ainda mas confesso que estou muito inclinado a ir. Ficaria os 90 dias e faria uma viagem pra fora da Schengen pra renovar o visto. Agora quanto a imigração. O certo é nunca mentir, mas nesse caso não sei o que fazer. Eu ainda pretendo fazer o roteiro inicial da viagem até Maiorca, tenho as passagens e reservas, inclusive para os 3 dias que estarei em Lisboa, mas daí pra frente não tenho mais nada, minha volta seria por Lisboa mas não tenho como comprovar que vou voltar de Maiorca pra lá, a não ser que dissesse que estou deixando o roteiro em aberto. Outra opção seria uma carta convite, minha amiga da Holanda não pode disponibilizar por não ser cidadã, mas meu amigo tem parentes portugueses, com quem ele mora lá, e disse que eles poderiam fazer a carta pra mim. A questão é que seria de faixada, porque eu não vou ficar com eles de fato, aí não sei se seria legal também até porque estou indo sozinho, um homem de 25 anos e com a clara intenção de mochilar. O que acham que eu deveria fazer nesse caso, ao chegar na imigração e ser questionado do meus planos de viagem: 1. Dizer que irei viajar à Espanha, até Maiorca e depois deixei em aberto, mostrando os documentos que comprovem isso (reservas, passagens). 2. Fazer uso da carta convite e dizer que vou viajar por Portugal (aí não teria nada pra comprovar a não ser a grana) 3. Contar a verdade e dizer que irei pra Holanda, perdendo a passagem de volta e de lá eu sairei da Schengen. Essa opção é a que eu tenho mais medo, mas que no fim das contas é a verdade.
  18. você mora no rio de janeiro? estou pensando em sair do rio de janeiro de carro para ir nesses locais também
  19. Ricardo, obrigado pela boa ajuda. Vou terminar de fazer meu planejamento e se tudo der certo estarei em Assunção logo mais. Um abraçao!!
  20. @@Line_23 Olá casal! Tambem estou indo e tenho interesse em dividir carro sim. Temos apenas que ver se as datas coincidem. Me contactem por e-mail para irmos falando. Abraços
  21. @JoseEduardoAmaral Muito obrigado pelo feedback, que bom que gostou! Exatamente, o retorno pode ser contratado no momento em que se chega à hidrelétrica, são diversas vans disponíveis que fazem o trajeto. Porém é preciso tomar cuidado com o horário, pois acredito que todas elas partam no início da tarde, entre 14 e 15h. Além do fato de que muitas já tem lugares reservados, então não sei como é a questão da disponibilidade. Nesse caso, o ideal é se programar para chegar o quanto antes, acredito que próximo ao meio-dia seja suficiente, pois quando chegamos ainda tinha motoristas oferecendo o retorno.
  22. Eu pesquiso pelo Google Flights, e salvo as opções que quero em "Rastreamento de Vôos". Sempre recebo os trechos pelo email. É sempre bom checar seu email depois. Maaaas pelo que vc falou, a época que você quer vir, realmente vai ser mais cara mesmo. Final de ano é facada! Beijo!
  23. @Emiceh Obrigado pelo feedback! E desculpe a demora em retornar, estive um pouco desligado da internet ultimamente. O nome da agência é Andean A.W.E (tenho o cartão guardado, caso queira posso te passar depois com os contatos, além do recibo de todos os serviços contratados). Sim, estava incluído o ingresso, um pernoite com refeições, e van de ida e volta, por 75 dólares/pessoa. Na van fomos com outras pessoas, todos os lugares ocupados. Porém alguns pagaram apenas a van, fazendo o restante à parte ou por conta própria. O único porém é a caminhada de 13 km entre a hidrelétrica e Águas Calientes, tanto na ida quanto na volta, mas vale a pena. Na visita à Machu Picchu fomos nós dois e mais um casal de chilenos, acompanhados pelo mesmo guia, o que foi bastante vantajoso por estarmos apenas em quatro pessoas e não em um grupo grande. Realmente um valor bem em conta por tudo que estava incluído. Foi a opção mais econômica que encontramos.
  24. @Carol F Mota no São João acontece um movimento em massa das pessoas rumo ao interior (mais famoso são João do Brasil em Campina Grande acontece o mês inteiro e outras cidades do sertão e do brejo como Bananeiras, Monteiro e Patos). Tradicionalmente o São João é uma festa do interior, mas ainda assim acontecem festejos da prefeitura no centro histórico e outras festas menores nos bairros, paróquias e casas de festas. Para ficar hospedado e com boas opções de restaurantes, feirinhas, bares e praia, recomendo ficar entre os bairros de Tambaú e Cabo Branco, sendo que acho Tambaú mais movimentado e com opções mais baratas. Tem hostels e Airbnb de monte. No calçadão entre essas duas praias tem uma infinidade de oferta de passeios para as praias da região e saída dos catamarãs para as piscinas naturais do Seixas e de Picãozinho. Para apreciar a cultura local recomendo ir a noite à Budega Arte Café onde só tem shows autorais com artistas locais; visitar o Museu de Cultura Popular; a Usina Cultural Energisa; o Espaço Cultural José Lins do Rego (verificar a programação no site); dentro do Espaço Cultural tem o Cine Banguê, única sala de cinema não comercial da cidade onde rolam pequenos festivais e mostras; não pode deixar de conhecer o Teatro Santa Rosa, um teatro do século 18 restaurado e belíssimo com ótima programação a preços justos. Sobre dança não sei indicar nada específico. Sobre cinema, a produção local é farta e muuuito boa (de exemplo recente temos os filmes Rebento e Bacurau que estão circulando festivais e sendo premiados mundo afora), mas as principais mostras não acontecem nessa época por causa das chuvas. Na Mostra Walfredo Rodrigues os filmes são projetados nas igrejas do centro histórico e tem O FestAruanda, feito pela UFPB. E ainda temos aqui no interior, na região do Cariri (a parte mais seca do sertão) a Roliúde Nordestina que é a cidade de Cabeceiras. Ela já foi cenário de vários filmes como Auto da Compadecida, Cinema Aspirinas e Urubus, Onde os Fracos não tem vez e muitos outros. É uma gracinha de cidade, com feirinha, igrejas históricas e em junho acontece a super tradicional Festa do Bode Rei com várias iguarias regionais feitas de bode e eleição do bode mais bonito 😂 Lá tem a associação Arteza que produz várias coisas a partir do couro do bode e gera renda para a comunidade. Em Cabeceiras tem ainda pra visitar o Lajedo do Pai Mateus, uma formação rochosa muito específica conhecida como Sertão de Pedras, na minha opinião o melhor passeio de natureza do interior do estado. Só que para esses passeios (Cabeceiras e Lajedo) recomendo alugar um carro e passar por lá 2 dias. Foto: Lajedo do Pai Mateus Cabeceiras, a Roliúde Nordestina
  1. Mais Resultados


×
×
  • Criar Novo...