Ir para conteúdo

Líderes

Conteúdo Popular

Exibindo conteúdo com a maior reputação em 02-07-2018 em todas áreas

  1. Lojudice, São 3 hotéis Portobelo na ilha, esse plaza, fica numa travessa da rua da praia, os outros dois são próximos e ficam defrente a praia, o padrão é quase o mesmo. Ficamos no Portobelo JR(http://portobelohotel.com/portobelo_jr.php), simples mas limpo e confortável(tv a cabo, ar condicionado, camas boas, alguns apartamentos são com vista para o mar(o maior problema é que sai pouca água do chuveiro, mas é água doce). ficam perto de tudo, aeroporto, centro, zona franca, supermercados, lojas, restaurantes, bancos, internet, agências de turismo, barqueiros que levam ao aquario..........
    1 ponto
  2. Minha viagem ao México foi de três semanas em maio de 2018, período distribuído entre seis cidades, de onde fiz alguns bate-volta essenciais para conhecer algumas atrações imperdíveis no país. Chegando no aeroporto da Cidade do México, fui cuidar de três providências para o meu tempo de estadia no país. 1. Câmbio: como eu havia pesquisado antes de embarcar, o câmbio feito pelas financeiras do aeroporto da Cidade do México é equiparado ao que a gente encontra em outros lugares da cidade. A moeda que levei foi o dólar, mas as casas de câmbio trocam também euros. Já fui co
    1 ponto
  3. É possível mas eu buscaria países mais baratos para aproveitar mais a viagem, fazer mais passeios, comer melhor, enfim, ter uma experiência melhor. Bolívia e Perú seriam minhas sugestões. Evitaria Chile, Argentina e Uruguai.
    1 ponto
  4. Muito bom o seu relato. Ótimas dicas. Me ajudou muito. Obrigado. Daqui a 10 dias estou embarcando para o México e pretendo fazer um roteiro parecido. Difícil é decidir entre um caminho ou outro. Você falou pouco de Campeche. Achou que valeu a pena pela distância? e Cobá? O que te surpreendeu positiva e negativamente na viagem? Mais uma vez obrigado.
    1 ponto
  5. @Blog Macuxi viajante Vc não teve problemas em não despachar seu mochilão?? To indo no sabado e meu mochilao esta dando 6kg tb, estava pensando em não despachar, porem, li que não podia ir na cabine com o kit de remédios, shampoo/condicionador, kit unha e etc
    1 ponto
  6. Que relato top , se o dólar ajudar pretendo fazer esse roteiro
    1 ponto
  7. Voce esteve na região do terremoto do ano passado.Como ela está hoje? Parabéns pelo excelente relato.
    1 ponto
  8. @_lucianowillian Olá, pretendo viajar em 2019 entre agosto/setembro ou setembro/outubro pra pegar a Oktoberfest na Alemanha, mas quero passar por Paris e outras
    1 ponto
  9. Acho que essa parte do inmetro não é mais cobrada, só aquele selo mesmo que recebemos na inspeção. Estou indo pra lá daqui há uns dias e pretendo utilizar gnv tbm, mas acho q seria mais jogo comprar o bico adaptador, dependendo do preço.. Pois o gás lá é bem em conta tbm.
    1 ponto
  10. @guillermo.lopesVi seu roteiro, mt bacana... vão conhecer varios lugares... eu tenho sim jah o meu roteiro, vou colocar ele aqui no site e te marco pra vc dar uma olhada... Vou de Hanoi para Bangcoc e depois de ônibus noturno para Chiang Mai para o festival das lanternas, vou passar em um santuário de elefantes e irei a tríplice fronteira. Meu roteiro ainda esta faltando alguns ajustes mas jah esta praticamente pronto, assim que postar eu te dou um toque.
    1 ponto
  11. Com certeza! Por exemplo, Argentina e Bolívia, ou Bolívia e Peru Vou falar aqui sobre os valores que paguei na Bolivia em setembro do ano passado: Você consegue vôos de Vitória para Campo Grande por menos de 500 reais, ida e volta (coloquei 8 a 28 de agosto, só pra testar) Ônibus de Campo Grande para Corumbá-MS por mais 100 reais - procure na Viação Andorinha. Dali atravessa para a bolívia - é só pegar um ônibus de rua e ir até Puerto Aguirre - são 7 km até a fronteira. De lá, com 70 reais você chega a Santa Cruz - viagem em BusCama durante a noite (economiza hostel). Pode visitar
    1 ponto
  12. Com esse orçamento vc conhece a Argentina. Passagem ida e volta por volta de 1400. Hospedagem para 10 dias num bom hostel 400. O resto vc consegue se virar com folga. Chile foge um pouco desse orçamento pq só de passagem vai em média 2000. Estou me programando p passar o réveillon na Argentina , em Buenos Aires, vou dia 26 e retorno dia 4. Não tenho roteiro pronto ainda, mas o que vi dos preços é que são bem em conta, até por que o real é valorizado comparado com a moeda Argentina. Como vc quer economizar o ideal é se locomover lá com transporte público e ônibus caso vá a outra
    1 ponto
  13. Tem passagem de R$1.000,00 para Buenos Aires, quando há promoção. Respondendo à sua pergunta: sim, é possível viajar com R$3.000,00.
    1 ponto
  14. Olá, Fiz esse roteiro ano passado. Peguei o trem em Uyuni para Oruro 1:00 da madrugada. Se você optar por fazer esse trajeto de trem, escolha os vagões mais caros, a diferença de preço não chega a 50 bolivianos (R$ 25) , fui no econômico e me arrependi. Já o trajeto de ônibus de Oruro para La Paz é bem tranquilo, peguei um ônibus de 2 pisos bem confortável.
    1 ponto
  15. @Marcella Gomes tenho sim! Se quiser me passa seu e-mail que te mando!
    1 ponto
  16. Eu fiz uma viagem parecida com essa, foi muito legal!!! Eu comecei pela Itália, onde fiz Roma (05 dias), Firenze (04 dias), com direito a bate volta em Pisa e San Giminignano. Peguei um vôo para Munich(04 dias), fiz um bate volta em Füssen, passeio imperdível!!! Fiz outro bate volta em Dachau, onde visitei o campo de concentração. Peguei um trem para Salzburg (01 dia), dormi por lá, cedo fui para estação e peguei um trem para Viena (04 dias). Fiz um day trip para Bratislava. Vôo para Berlim (03 dias) onde ameiiii!!! De Berlim, peguei um vôo para Paris (06 dias), assisti 2 shows em Lyon e Mon
    1 ponto
  17. Bivaque (bivie, bivi, bivouac) – sofrimento com gosto! A palavra bivaque vem do francês bivouac, que significa acampar sem tenda. Alguns dizem maliciosamente que significa sofrimento. Sem dúvida bivacar exige uma resiliência, estoicismo e conhecimento maior de um trekker. Envolve principalmente perder o medo de dormir sem um protótipo de casinha (tenda) entre você e a natureza ao seu redor. Os montanhistas estão bem mais acostumados ao bivaque. Nas escaladas ao estilo alpino muitas vezes eles levam apenas o saco de bivaque para acampar, se não chegam ao cume no mesmo dia ou se uma temp
    1 ponto
  18. Heheheehe...confesso que é mesmo tentador... Mas o dreamlite é até menor que uma garrafa de 2L...rs O que está namorando é este aqui ? http://www.deuter.com.br/detalhes-trek-lite-200 Já que dorme de roupas também, acredito que não vá precisar de um saco de dormir com uma faixa de temperatura menor... Pensa bem: Ex...um saco de dormir para 0ºC e com roupas, tu não vai pegar 0ºC dentro de uma barraca por aqui...se pegar...vai dormir de roupas, o que vai "te dar" mais umas temperaturas... Na dúvida, eu sou da seguinte opnião...compra um para temperatura menor e sentindo calor, vai tir
    1 ponto
  19. Fala Otávio... Para o BR vai de sintético mesmo cara...existem alguns modelos com um bom peso/volume para as temperaturas do Brasil. Uso aqui no BR um dreamlite, durmo com a roupa, de gorro, meias, luvas...só tiro o anorak. Durma com as roupas...não perca o calor do corpo quando estiver fora da barraca, ou seja...não "deixe" sentir frio! Nunca usei o outro por aqui...um TNF aleutian(sintético). Algumas pessoas aqui indicam o Quechua da linha ultralight...pelos comentários, parece ser bom! Se achar que o dreamlite é "fininho", têm o Orbit +5 que é uma boa também... Também penso em
    1 ponto
Líderes está configurado para São Paulo/GMT-03:00
×
×
  • Criar Novo...