Ir para conteúdo

Líderes

Conteúdo Popular

Exibindo conteúdo com a maior reputação em 07-08-2018 em todas áreas

  1. Olá aventureiros e aventureiras. Vou fazer um relato do meu mochilão Peru e Bolívia, contar cronologicamente como fiz a trip e dar dicas atuais (2018). Por ser um relato detalhado, o post ficou um pouco extenso, então, em algumas partes, eu o fiz de uma forma mais dinâmica para facilitar o entendimento. Lembrando que vou abordar apenas o trajeto terrestre de Rio Branco (Acre) x Cusco (Peru) e de Cusco x Santa Cruz de la Sierra (Bolívia). Esse roteiro foi o que melhor compensou em custo x benefício segunda minhas pesquisas. O trajeto começou com o único voo que fiz. >Avi
    2 pontos
  2. Oi pessoal, tudo bem? Acredito que pouca gente aqui conhece ou até mesmo ja ouviu falar de Valência, na Espanha. A cidade é meu destino favorito na Espanha por vários motivos. Valência é a terceira maior cidade da Espanha e foi fundada em 138 AC. A cidade tem uma história rica e super interessante, pontos turísticos extraordinários, um contraste fascinante entre uma cidade medieval e futurística, praias bonitas e agradáveis, festivais inigualáveis, cozinha requintada e ainda por cima, é fácil de se locomover e os preços são muito razoáveis. Cidade das Artes e das Ciên
    1 ponto
  3. Faz tempo que coloquei uma meta de deixar o peso base da minha mochila abaixo de 10 quilos, sem investir quantias elevadas em equipamentos ultra leves. Não foi fácil alcançar a meta, no inverno extrapolei um pouco, e no verão eu consegui. Se eu trocar meu saco de dormir de inverno ou meu isolante eu chego na meta, mas os valores são bem salgadinhos, então estou estudando... Para ajudar na escolha dos itens a levar, transferi meu check list de trilhas para o site LighterPack. A maioria deve conhecer, é uma ferramenta excelente para organizar e otimizar o peso da mochila para o trekking. Po
    1 ponto
  4. Olá a todos! Estes foram os integrantes dessa viagem: eu (Gabriel), meu irmão (Bruno) e mais três amigos: Guilherme, Gabriel e João. Além deles, tivemos a participação especial de duas amigas nossas em alguns momentos da viagem, a Maria e a Priscila (conhecida por todos como Pinga). Sobre viajar na Europa no inverno: não tenha medo! Usando as roupas adequadas, dá tudo certo. Sobre o roteiro que fizemos: gostamos de todos os lugares e recomendamos ir para todos! Eu vou dividir este relato em 4 partes para que fique mais fácil de achar as informações, caso não queiram
    1 ponto
  5. Continuando os relatos do Oeste de SC... Essa é a trilha mais bem estruturada de Chapecó. O acesso é fácil pela SC que liga Santa Catarina ao Rio Grande do Sul. Cerca de 5 km de estrada de chão vc chega a propriedade onde o Pitoco (cachorro da família) morava. Foi ele que desbravou o local, e seu neto ainda acompanha os trilheiros no caminho todo. Mostrando por onde vai, é uma coisa doida, ele vai na frente e fica de esperando em algum ponto.. A taxa é de 10 pila. No início da trilha tem o memorial do avô Pitoco haha. A trilha é simples, tem apenas alguns pontos onde a gente atravessa o
    1 ponto
  6. Face sul do Pico do Tabuleiro As fotos estão em https://picasaweb.google.com/116531899108747189520/TravessiaDoPqEstDaSerraDoTabuleiroSCAbrMai13. O tracklog está aqui: Travessia do Pq Est da Serra do Tabuleiro - SC.gpx O Parque Estadual da Serra do Tabuleiro foi criado em 1975 e é a maior unidade de conservação do estado de Santa Catarina. Apesar disso, ocupa apenas 1% do território do estado. Sua área de 841,3 km2 ocupa parte do território dos municípios de Florianópolis, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, Águas Mornas, São Bonifácio, São Martinho, Imaruí e Paulo Lopes, ou seja, a diver
    1 ponto
  7. Se tiver afim de trocar informações, fotos e energias positivas: - www.instagram.com/guiint Pedra da Macela (1840 metros) • Trilha Fácil • Cunha/Paraty Reunida a galera partimos subir a Pedra da Macela durante a madrugada para ver o céu estrelado enquanto o Sol nasce no horizonte atrás de Angra dos Reis e Ilha Grande. Apesar do frio de 10°C e do ventinho gelado da Serra, a subida íngreme e asfaltada (mas um pouco esburacada) foi tranquila, mais fácil do que a descida, talvez pelo efeito psicológico que andar a noite nos proporci
    1 ponto
  8. Prazer galera, me chamo Douglas e esse é meu primeiro post. Depois de quase quatro anos tomando coragem finalmente resolvi fazer a viagem de minha vida, me restam apenas dois meses em meu trabalho e minhas coisas estão quase todas compradas. Quero perguntar a quem já fez ou está fazendo o mochilão roots, sem grana, como e onde vocês dormem? Posto de gasolina? Beira mato em rodovias? Onde ficam a noite para ter mais segurança? Forte abraço e obrigado pelo ajuda. @edit Não é sempre que se vai poder contar com hostel e couchsurfing.
    1 ponto
  9. Há 2 anos, insatisfeita com a vida já aos 24 anos, me via sendo engolida pelas responsabilidades, pelo trabalho, pela falta do inglês e pelos estudos que patinavam e não saiam do lugar. E mesmo começando a estudar, via um longo caminho desanimador pela frente. Via os dias, as semanas e os meses passando e não aprendia, não vivia, não conhecia lugares e pessoas novas. Foi quando me dei conta que ainda só tinha 24 anos e poderia traçar uma vida completamente diferente da que eu estava traçando. Percebi que toda aquela pressão de ter uma boa formação, uma boa carreira e até mesmo uma
    1 ponto
  10. 7 dias na chapada diamantina - de 2 a 9 de junho/18 Deixando meu relato de uma semana no paraiso, opss...chapada diamantina! vou tentar ser suscinto dessa vez...rs Bom , fui agora no inicio de junho-18..... sozinho, sem carro e sem cia Sai de sampa dia 1, voando latam, fiquei um dia em salvador ate pegar o busao pra lencois, que só sai as 23 hrs..chegando la por volta de 6 da manha !! vi muitos foruns, fiz contato com mochileiros, e vou ser categorico! Chapada diamantina sem carro = vc tem sim que contratar agencias se quiser fazer os passeios mais foda! eu pus na p
    1 ponto
  11. Olá, pessoal! Eu fiz uma postagem aqui pré-viagem sozinha em 2013 e calhou de ser a melhor viagem da minha vida, então resolvi voltar com o mesmo intento. Estou planejando uma viagem para Índia e Nepal em novembro desse ano. É, sei que pelo destino, dá pra achar que as coisas estão sendo resolvidas em cima da hora, mas foi praticamente um chamado (especialmente por causa do Nepal e suas trilhas absurdamente incríveis). Estou no processo de montar o roteiro agora, então, aceito o que vier de conhecimento. E se alguém estiver interessado em compartilhar o destino - ou parte dele -, ser
    1 ponto
  12. Olá, pessoal. Acompanho o fórum há muitos anos, mas nunca havia feito nenhuma contribuição. Recentemente, em fevereiro e março deste ano, fiz um mochilão de 30 dias por Bolívia, Peru e Colômbia e gostaria de compartilhar com vocês um episódio bem lamentável que ocorreu comigo. Sei que a intenção aqui também é compartilhar as experiências positivas e relatos de viagem, algo que também pretendo fazer. Essa viagem foi incrível e a Bolívia é maravilhosa. Não quero com este post desestimular ninguém, muito menos generalizar todo um país. Apenas compartilho o que aconteceu comigo, para que outras pe
    1 ponto
  13. Travessia Parque Estadual da Serra do Tabuleiro São Bonifácio a Caldas da Imperatriz Localizado em uma região estratégica, única e muito especial da Mata Atlântica, o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro possui uma ampla diversidade de habitats. Cinco das seis grandes formações vegetais do bioma Mata Atlântica encontradas no Estado estão representados no Parque. Por essa razão, ele abriga uma biodiversidade ainda maior que seus 84.130 hectares poderiam sugerir. O Parque Estadual da Serra do Tabuleiro ocupa cerca de 1% do território catarinense. Abrange áreas dos municípios de Flor
    1 ponto
  14. Depois de alguns meses estou aqui de novo, sem destino. Desde outubro de 2017 até abril de 2018 estava em San Pedro de Atacama, trabalhando e com um quarto/casa fixo, que dividia com amigos que fiz durante esse tempo. Para quem não leu e quer saber o início do meu mochilão, a história está aqui https://www.mochileiros.com/topic/72717-recomecei-novos-caminhos-estao-me-levando-para-uma-nova-história/ Antes disso viajei por três meses com um menino que conheci em um grupo de mochileiros. Nos conhecemos em Buenos Aires e viajamos pela patagônia argentina e chilena até
    1 ponto
  15. Se chegarem a pedir para você mostrar comprovante de vínculo empregatício, é sinal que você já esta ferrado a muito tempo, e mostrar o comprovante de vínculo muito provavelmente não vai mais resolver nada, pois para eles chegarem a pedir este comprovante, você já tem que estar com outros problemas graves antes disto. Mas se você quiser levar o extrato do benefício dela, pode levar, mal não vai fazer. O que você precisa é de passagens de ida e volta marcada e compradas, reservas de hospedagem, dinheiro suficiente e seguro-saúde válido no Espaço Schengen e com cobertura mínima de 30 mi
    1 ponto
  16. Eu te entendo. Depois que fiz a Trilha Inca, minha rapidez pela vida mudou muito. Mas, para uma viagem assim, de sonho, às vezes compensam algumas exceções. No exemplo que te dei, indo de trem você vai perder tempo (8h no trem, 1h30 no voo) e dinheiro (190 euros trem, 51 euros no voo). Talvez, se você escolhesse um país e destrinchasse de trem, teria um efeito melhor para essa primazia em aproveitar mais a viagem. São escolhas, e sei que encontrarás o seu caminho melhor que ninguém
    1 ponto
  17. 1 ponto
  18. @top_dogO que quis dizer foi:Seria ótimo se chegasse em uma grande loja ou supermercado e tivesse essa opção, de pagar em dinheiro ou cartão. Não existe isso,todo mundo usa cartão até para pequenas compras,até banca de jornal é obrigatório receber, senão perde cliente. É que assim seja.,o negócio é não pagar anuidades no cartão, coisa que tenho no BB Estilo.
    1 ponto
  19. Olá, esse roteiro que eu escolhi, os países são muito distantes um dos outros ? (Aparentemente no mapa a Irlanda é o mais distante de todos né...) Seria recomendado começar por qual país para não ser muito distante um dos outros ? Dei uma olhada no mapa da Europa e fiz o seguinte roteiro: Saindo de Paris e terminando na Croácia... Paris 5 dias Bélgica 3 dias Holanda 4 dias Alemanha 4 dias Praga 3 dias Hungria 3 dias Croácia 7 dias Sobre a passagem, devo comprar a ida para o país que começarei e a volta eu coloco para o último país que vou visitar cert
    1 ponto
  20. Já falaram sobre o que há para fazer,menos no melhor em minha opinião, aquele que mostra a grandeza do Brasil e faz orgulho saber que você usa a luz produzida ali:usina de Itaipu,mas com o passeio completo, que te leva a sala de controle e a outros pontos do interior da usina.
    1 ponto
  21. @gisele.frança1 se puder conheça o parque também pelo lado argentino. É belíssimo e la se chega bem perto da garganta do diabo. Na verdade acho que de todos os passeios em Foz é o que mais vale a pena Sobre almoço nas cataratas do lado brasileiro leve um lanche e almoce quando voltar. O passeio não leva nem metade de um dia, é super rápido.
    1 ponto
  22. Castrotrip, Não subi ao terraço do Parlamento Alemão em Berlim, mas sei que é uma atração concorrida e que tem filas. Atualmente, você precisa se registrar com antecipação para fazer a visita. Faça isso no site: https://visite.bundestag.de/BAPWeb/pages/createBookingRequest.jsf?lang=en Já no site: https://www.bundestag.de/en/visittheBundestag você encontra informações sobre horários, tipo de visita etc. Quanto a Torre Eiffel, é absolutamente recomendado que você agende uma visita. Você ainda aguardará na fila, mas vai demorar muito menos do que quem não agenda/co
    1 ponto
  23. Gisele, No Che Lagarto você estará a 500 metros do TTU - Terminal de Transporte Urbano de Foz, de onde saem ônibus para o aeroporto, para o parque brasileiro (é o mesmo ônibus, inclusive). Pela cidade tem ônibus para o templo budista; acredito que haja para todas as outras atrações, na real. Há ônibus inclusive para o Paraguai e para a Argentina (esses não passam dentro do terminal; passam em um ponto em frente). Pergunte nos guichês turísticos do terminal de ônibus. Segundo o Ricardo Freire, o Uber começou a operar lá. Nos comentários, viajantes dizem que pode demorar um pouco
    1 ponto
  24. Olá mochileiros! Essa é a primeira vez que eu escrevo aqui, ainda não entendi muito bem como funciona, mas achei muito legal a ideia do site e acho que deveria compartilhar com vocês a minha experiência desse último fim de semana (28/07/18) em Ilhabela. Eu e o Lucas resolvemos fazer a trilha que eu sempre sonhei até a praia de Bonete em Ilhabela, considerada uma das praias mais bonitas do Brasil. Pelo que eu tinha lido na internet não era uma trilha muito fácil de ser feita, então combinamos que teríamos um mês para nos preparar para andar com nossos mochilões com os utensílios neces
    1 ponto
  25. Muito bom seu relato, e apareci nele, kkkkkkkk. Que bom que teve sorte para entrar no Castelo de graça, também aplica para quem chega antes das 9h, uma vez fui com um amigo mineiro e como chegamos antes que abrissem as bilhererias entramos de graça, o castelo é dos meus sítios favoritos da cidade. Não deu para nos encontrar, mas quem sabe logo nos encontremos em algum canto do mundo (é sério, já encontrei amigos em Torres del Paine e New York sem sabes que estavam aí).
    1 ponto
  26. https://www.mochileiros.com/topic/68548-primeiro-mochilão-uk-2017-inglaterra-e-escócia-21-dias-junho/?tab=comments#comment-697414
    1 ponto
  27. CAPÍTULO 13: 21/05: As cores incríveis da Humantay. Desculpem pelo sumiço. Deu uma embolada no meio de campo na minha vida, mas nada como o tempo para fazer tudo se normalizar. Fazer esse mochilão mexeu um pouco comigo e com tudo que vinha acontecendo antes da viagem. Você começa a entender melhor as pessoas que te cercam, suas atitudes e começa a perceber realmente quem importa e quem se importa. Tudo normalizado, aqui estou para falar um pouco de uma dos melhores momentos da viagem que é a Laguna Humantay. Detalhes do passeio: Agência: Machu Picchu Reservations.
    1 ponto
  28. DIA 24 – 10/10 - Cancún / Cidade do México Levantei umas 5h, tinha comprado a passagem de ônibus para às 6h, era o tempo de tomar um café da manhã, me arrumar e vazar, a Vanessa tinha dito no dia anterior que eu poderia montar o café da manhã sem problemas, era só pegar as coisas e já era. Tava de noite ainda e caminhei até o terminal, era perto, peguei o busão e já próximo ao aeroporto arriou o mundo. O aeroporto de Cancún é um pouco longe da cidade, levou quase uma meia hora pra chegar lá, o meu vôo saia do terminal 2, e ele para primeiro no 1 e ainda vai para o 3 depois,
    1 ponto
  29. @Silnei, talvez fosse o caso de mandar esse tópico para a sessão "papo mochileiro"? Temos algo em comum Rafael, também me incomoda ver valores sendo deteriorados. Mas nem todos compartilhamos os mesmos valores. Eu valorizo liberdade de expressão, boa educação e compartilhamento de informações corretas (ao invés de alegações sem sentido), entre outros valores. E por valorizar tudo isso estou aqui te respondendo. Outro dia abri um tópico em que uma garota perguntava sobre "morar na Espanha" http://www.mochileiros.com/topic/76626-morar-na-espanha/ e vc, sem interagir com a gar
    1 ponto
  30. Dia 13 Dia de conhecer a famosa região de Cajon del Maipo, mais especificamente Embalse el Yeso. Falando ainda do turismo em Santiago, acho que a maioria acaba colocando vários dias justamente pelos arredores de Santiago, sendo um dia para Viña del Mar e Valparaíso (que passamos no caminho de ida), um dia para estação de sky (que não estávamos na temporada de neve), um dia para vinícola (que iríamos dedicar 2 dias em Mendoza)... então, para nós, sobrava apenas o centro da cidade que fizemos no dia anterior e essa parte de Cajon. Acordarmos relativamente cedo, tomamos café no ho
    1 ponto
  31. Dia 12 Dia inteiro dedicado a conhecer Santiago. Na realidade não é muito a nossa praia esse negócio de cidade "cosmopolita", mas como já estávamos aqui, fomos bater cartão nos principais pontos turísticos. De posse de um mapinha fornecido pelo hostel, saímos não muito cedo, após o café da manhã e pegamos o metrô na estação baquedano que ficava a poucos metros do hostel e descemos duas ou três estações depois, na parte do centro histórico. Passamos pela plaza de armas, la moneda, museu pré-colombiano (embora não tenhamos entrado) e mercado municipal. Passamos também pela catedra
    1 ponto
  32. Expedição Lima x Nazca x Deserto do Atacama x Salar de Uyuni x Sucre 18 Julho a 02 Agosto 2018 LIMA 18 de Julho Saída Brasil, chegando em Lima as 23:00 hs. Ida para o 151 hostel em Miraflores. Dia 19 saida para o centro de Lima. Conhecendo as atrações. Não fui no Cerro San Cristovam devido o mesmo estar fechado em função de um acidente que aconteceu . Onde 10 turistas morreram. Ainda pelo centro comemos o famoso CEVITE. Que por sinal é muito bom. Rodamos e no final do dia me desloquei para o Malecon ( calçadão) a beira do mar do pacifico. Di
    1 ponto
  33. Fui com meu Renagede 1.8 para o Jalapão em janeiro de 2017. Ele tem ponto para ancoragem nos parachoques. Tanto que precisei usar para ser puxado por um 4x4 em um trecho. Consegui chegar até a Cachoeira da Velha sem muitos problemas. Cachoeira da Formiga e os fervedouros do Ceiça e Buritizinho idem. O único local que não arrisquei foi nas dunas. Seria meio loucura. Para lá fomos caminhando a partir da estrada principal. Ao todo ficamos presos nos facões três vezes. Duas no mesmo local. No mais o carro não teve nenhum dano. Semana que vem volto para o Jalapão. Mas dessa vez vou alugar um 4
    1 ponto
  34. Galerinha eu e minha esposa estamos há 2 anos morando em Brasília e resolvemos ajudar a catalogar alguns lugares. Resolvemos compartilhar com os mochileiros nossas trips... A CIDADE Então fomos fazer um confere em Mambaí - GO que é uma cidadezinha no interior de Goiás, quase na divisa com o estado da Bahia. A cidade é simples, rústica e tem apenas 8.000 habitantes. É um dos points de ecoturismo por aqui. Está a cerca de 310 km de Brasília, situada na Área de Proteção Ambiental (APA), nas nascentes do Rio Vermelho. A estrada é super de boa, depois da saída de Formosa-GO o fl
    1 ponto
  35. Durma em qualquer canto que se mostrar razoavelmente propício. Eu já dormi embaixo de passarela na Via Dutra, já montei barraca na cara de pau em calçada, já dormi no mato, em posto de gasolina... Use a criatividade e aguce o senso de reconhecer possíveis locais. A necessidade faz o inventor. Aí cabe a você avaliar se aquele local é seguro, se vale o risco. Algumas cidades tbm possuem abrigos públicos pra quem vive na rua.
    1 ponto
  36. Frank, muito bem relatado e fotografado. De todas as fotos, destaco a foto entre as sapopemas (raízes da árvore) e de tudo que você escreveu destaco este trecho que indica uma enorme sensibilidade de sua parte "Por onde passamos ninguém se falava em dinheiro nem valores, era como se fossemos da família, mas claro que tudo tem custos e não fomos pra explorar ninguém,..." . O espírito é esse mesmo, parabéns! Minhas saudações também para Thalita Figueiredo que fez o primeiro comentário, ela e sua turma foram brilhantes companhias na Serra do Divisor há dois anos em que produzimos dois bons e saud
    1 ponto
  37. Olá Rafael, sim estamos num fórum voltado a viagens, mas de vez em quando aparece alguém com algum tipo de problema ou irregularidade, não é coisa recente, nem que me incomode. Pelo jeito o assunto imigração ilegal te incomoda bastante, a ponto de afirmar (em maiúsculas): Imigração ilegal é crime! Já é o segundo tópico que te vejo mencionando isso, só nessa semana. Sendo que no outro tópico ninguém tinha perguntado sobre ficar ilegal na Europa, vc estava assumindo que seria o caso. Mas como vc mesmo sugeriu "basta não responder". Então quem sabe vc segue sua própria sugestão. Em relação a
    1 ponto
  38. É com imensa satisfação que escrevo esse relato sobre a segunda e sucedida tentativa de subida ao Pico Paraná. Fiz um relato aqui no mês passado pra contar uma trip maravilhosa de ida ao PP. Porém naquela ocasião o clima não foi tão amigo assim. E o destino foi o A2, o segundo acampamento do Pico Paraná. Dessa vez pegamos um fim de semana com previsão de sol, o que se cumpriu. Tempo ótimo, não muito frio e com um sol sensacional. A trilha de subida ao PP é bem desafiante, mas é daquelas coisas que te fazem crescer, é como começar tomar café sem açúcar. Depois do PP você fica exigen
    1 ponto
  39. @Victor_Lima quando fiz meu mochilão em 2015 o roteiro foi o seguinte: São Paulo - Santa Cruz de La Sierra (avião) Santa Cruz - Sucre (avião) Sucre - Uyuni (bus cama) Salar de Uyuni (3 dias) Uyuni - La Paz (bus cama) La Paz - Cusco (bus cama) Cusco Vale Sagrado (3 dias) - tour contratado via boleto turístico MAchu Pichu (via hidrelétrica) (van contratada com uma agência) Santa Teresa (banhos termais) - Cusco Cusco - Arequipa (bus cama) Arequipa - Copacabana - isla del sol (bus cama + barco) Copacabana - La Paz (bus cama) La
    1 ponto
  40. @Apaula.Sales Eu comprei as passagens separadas sabe, ida fui de Latam. Um B777 apertadíssimo. O avião da RAM era zerado, um Boeing 787 Dreamliner. Veja no seu bilhete se é esta aeronave. Pra você ter ideia de como as malas vieram intactas, eu trouxe umas 8 garrafas de vinho. Eu também li muito a respeito da RAM justamente nessa época do ano passado. E estava morrendo de medo. Eu li tanta coisa ruim, que não sei se tive sorte ou as pessoas que li tiveram azar. Por que elogiar, ninguém elogia também, agora, reclamar... Eu tinha comprado esta passagem pelo decolar.com. 5 meses antes da vi
    1 ponto
  41. Bem legal a iniciativa! Estou pensando em fazer algo similar focando em equipamentos importados da china, então já vou deixando aqui algumas recomendações de produtos. Todos estão no aliexpress por preços bastante atrativos. Saco de dormir aegismax m2 - Plumas de ganso, temperatura conforto de 2℃ - 750g Isolante térmico naturehike - Adequado até -5c ou até menos - 400g Barraca 1p 3f lanshan - Usa bastões de trekking para sustentação, existe versão 2p - 900g Fogareiro BRS-3000t + panela de titanio toaks, lixada ou keith 900ml - 200g Bastão de caminhada pioneer - 190g
    1 ponto
  42. "O barato eh loko e o processo eh lento" Dois anos depois, finalmente, segue o relato da viagem... Após publicar aqui a intenção de fazer a travessia, conheci o Adriano q topou fazer a trilha comigo. Atenção: eh preciso enviar um e-mail para o ICMBio com no mínimo três dias de antecedência para fazer a travessia a pé. A propósito, o Adriano eh um cara "bem disposto", após viajar com a mulher dele pra Canela-RS desembarcou em Congonhas enquanto a esposa seguiu pra Goiânia. Fui me encontrar com o Adriano em Congonhas e daí começou a Trip. Pré-trilha dia 25/08/16 -
    1 ponto
  43. Falaê pessoal! Tudo numa boa? Vamos para mais um relato! Resumo do Relato: Data da Viagem: 05/03/2017 a 15/03/2017 Valor Total: R$ 4.226,25 TimeTable: 05/03 - Embarque em SP - Destino Madrid 06/03 - Chegada em Madrid às 8h30 - Dia em Madrid - Embarque Madrid - Santiago de Compostela 20h20. 07/03 - Santiago de Compostela - Ferról 08/03 - Início do Caminho 09/03 - Caminho 10/03 - Caminho 11/03 - Caminho 12/03 - Santiago de Compostela 14/03 - Santiago de Compostela 15/03 - Santiago de Compostela - Madrid - São Paulo Sobre o Caminho: Os Caminh
    1 ponto
  44. Oii! Eu tenho um cartão Visa internacional pelo Banco do Brasil. Autorizei para saques e compras no período da viagem. Usei em uma loja normalmente (no crédito) e saquei em um caixa eletrônico na estação do trem, desses 24h que são para todos os bancos. Depois de sacar, eu conversei com brasileiros que estavam lá e eles me disseram que é mais seguro ir no Banco Nacional do Peru e sacar diretamente no caixa... é uma opção. Em Cusco o Banco Nacional fica na avenida principal da cidade.
    1 ponto
  45. Dias #4, #5, 6# e #7 - Fotos do Caminho Inglês de Santiago de Compostela
    1 ponto
  46. Adendo - Informações sobre o Caminho Inglês para Santiago de Compostela "A lenda que existe hoje do caminho Inglês, remonta há muitos anos, sendo esta a mais importante rota de peregrinação por via marítima. Milhões de peregrinos usaram o barco como transporte para os portos de El Ferrol e A Coruña, poupando as estradas intermináveis e seus perigos para chegar a Santiago. Aos portos de Ferrol e Corunha, assim como a Ribadeo e Viveiro, afluíam peregrinos de barco provenientes das ilhas britânicas. Dos portos do Báltico e do Atlântico chegaram os escandinavos, holandeses, belgas, francese
    1 ponto
  47. Dia #3 - Ferrol Acordei em Santiago de Compostela e fui direto ao terminal de ônibus da cidade (Terminal de Buses), lá peguei um ônibus com destino a cidade de Ferrol (pronuncia-se Ferólllll). A cidade é pequena, porém possui uma estrutura bem interessante e bonita. Também há uma Decathlon bem grande, que vale muito a pena fazer umas compras! Lá, comprei uma bota a prova d'água por 30€! Mas lembre-se, tudo o que você comprar, levar e vestir, se transformará em peso para fazer o Caminho! Para fazer o caminho de Santiago de Compostela, é necessário ter a Credencial do Pere
    1 ponto
Líderes está configurado para São Paulo/GMT-03:00
×
×
  • Criar Novo...