Ir para conteúdo

Mais curtidos da Semana


Conteúdo Popular

Exibindo conteúdo com a maior reputação em 19-01-2019 em todas áreas

  1. 1 ponto
    Olá pessoal, tudo certo? Vou fazer meu pimeiro mochilão em Março e começarei pela Bolivia. Estou com uma dúvida terrível sobre a segurança lá. Quero levar meus equipamentos para fazer algumas filmagens e tirar algumas fotos e queria saber se a Bolívia é um país seguro em relação a assaltos. Sou do Rio de Janeiro e lá eu não consigo fazer nada disso com o mesmo medo. Obrigado desde já!
  2. 1 ponto
    GRU - HAV 11/2018  Ida GRU LIM (conexao rapida e sem problemas volta GRU BOG (conexao 24h com mais de horas de espera check-in Avianca, cheio de caes farejadores e dezenas de policiais armados - nao me senti turista!) Cheguei aeroporto Havana as 16h e em um aviao da Taca de medio porte, e: - preenchi declaraçao de saude e que nao havia recem viajado a Africa (03 meses) - certificado vacina febre amarela internacional apresentado (obrigatorio) - nao me foi solicitado seguro saude No aeroporto de Havana já é possivel sacar 400 CUC porem nao sei ao certo quais bandeiras Existe um ponto de venda da ETECSA no aeroporto e voce pode comprar logo o cartao de 5hs que custa 5 CUC (se comprar na rua certamente havera fila de quase 1h todo dia) Ha uma CADECA no aeroporto e quando cambiar nao pegue notas de 50 CUC pois estas precisam de passaporte para trocar pelas ruas! (notas de 20 ou menos é melhor) Traslado eu paguei 9 euros (somente ida porem contratei a volta com eles tbm) com cartao de credito agendado ainda no Brasil via app GetYourGuide (android nao sei se existe pra outros sistemas) Traslado via APP é do aeroporto ate algum hotel (nao leva para casas, hostel, nada diferente de hotel!) veja no mapa um hotel perto de onde vai ficar e vá caminhando se possivel (onibus cubano 1 CUP) Onibus em Havana custa 0,40 centavos de 1 CUP (moeda nacional) (nao cinfunda com CUC que vale 24 CUP!) Onibus A40 com 1 CUP serve para duas pessoas e te leva ate a praia de Santa Luzia (hotel tropicoco) praia tao linda quanto varadero e com mais sombra e preços estatais (lojas estatais sao as mais baratas) Hostel mais barato de toda Cuba é o Hamel Hostel (HAVANA) 5 CUC por estadia + 1 CUC cafe da manha é incrivel e infelizmente esgota rapido (faça reserva pelo hostelworld.com com duas semanas de antecedencia) Há hostel de 7 CUC + 3 CUC cafe proximo ao Hamel Hostel porem o Hamel é imbativel! Casas noturnas em Havana a maioria vai dar o preço apos voce abrir a boca! Pergunte na fila a algum cubano o quanto paga para entrar (no bar rola a mesma coisa, se possivel va com um cubano e deixe que ele compre) Refeiçao em restaurantes voltados para cubanos pode te custar entre 3 e 4 CUC já com a bebida! Se for em local frequentado por maioria turista vai pagar dobro ou triplo disso! Nao tenha vergonha, pergunte a um cubano onde eles comem (se perguntar um local sem dizer que quer comer onde cubanos vao, te indicarao local de turista e vai ser esfaqueado!) Terminal Viazul nem sempre fica perto do centro da cidade e deve usar onibus cubano 1 CUP ou saia a rua e faça cara de perdido que algum taxi particular te levara por 5 CUC. Se solicitar taxi no hostel, o valor é 10 CUC pois 5 é comissao de quem solicitou! Nunca deixe que alguem te leve em algum lugar pois certamente te pedira 1 CUC ou mais ao final da "ajuda" Nao faça cambio na rua pois ha risco de notas falsas, ha sempre uma casa de cambio proximo a voce! (nao responda a intrometidos que te perguntarem se vai cambiar, quanto, etc) Onibus da Viazul é possivel planejar tudo ainda no Brasil e pagar todos os trechos com cartao em dolares (leve tudo impresso pois se falhar o sistema deles, vc deixa a folha e segue viagem!) Pizzas nas ruas pode custar de 7 CUP a 25 CUP (comi em todo canto e nao me fez mal) Sucos nas ruas nao recomendo pois tive diarreia 2x. Suco nos restaurantes nao ha problema! Tente nao chamar a atençao com relogios brincos etc etc alem da roupa basica pois do contrario pode ocorrer de muita gente te pedir dinheiro ou ate mesmo a sua roupa do corpo ! (nao existe assalto etc) Santa Clara e Vinales é possivel comprar caixa lacrada de charuto por 25 CUC (Havana vendem por ate 100 CUC!!!!) Lavar as roupas em Santa Clara pode te render uma economia de 50% ou mais, fora o restaurante Sabor e Arte que é obrigatorio (preços baixos e comida incrivel) Ao final da viagem percebi que calça jeans pra Cuba nao rola pois o calor é tanto que vale sair de bermuda ou algo mais confortavel ja do Brasil e nao ficar carregando muita tralha) Se levar muita coisa, vai fcar na mao de taxistas que vao te cobrar 5 a 10CUC por "corrida" as vezes de 2km! Caso va fazer conexao em Bogota, veja a previsao do tempo pois a maxima la nao passa de 20 graus! (levei uma blusa so por causa dessa conexao!) Sempre procure por pontos de venda estatal pois os privados compram do estatal e vendem pelo dobro ou mais! (nao podem importar diretamente) Cuidado com as duas moedas! Quando te falarem que o preço é 60 centavos, estao dizendo que é 0,60 de CUC = aproximadamente 15 CUP! Santa Marta é uma cidade ao lado de Varadero e os precos para estadia e alimentacao sao infinitamente mais baixos! (ha onibus cubano 1 CUP pra 2 pessoas) Se for viajar na baixa temporada (ate inicio de novembro), pode ir ser reserva de estadia e pechinchar la! Em media paguei 20 CUC por diaria e pessoas sozinhas me disseram que pagaram 10 CUC Onibus turistico vermelho em Havana compensa pois custa 10 CUC e faz um tour completo. Em Varadero custa 5 CUC e nao compensa pois bus cubano faz o mesmo por 1 CUP!!! Comida no local de estadia na maioria das vezes nao compensa! Acerte o cafe da manha do primeiro dia e pros demais faça uma busca na regiao que pagara muito menos! Parque El Nicho (Cienfuegos) custa 10 CUP para cubanos e 10 CUC para turistas! FACADA ABSURDA! (taxi compartilhado ate la 15 CUC incluso ida e volta) Cienfuegos ha onibus e caminhao para Sancho Luna por 1 CUC no terminal de onibus (fui e voltei de caminhao) Trinidad foi sem graça pois a cidade é toda de pedra nas ruas, cheia de restaurantes com precos altos, voltadas para turistas comuns. Balada La Cueva custa 5 CUC entrada + bebidas 4 CUC um lixo de Mojito! FUJA Comer em Varadero pode te custar 7 CUC um cafe com pao e queijo (leve tudo de Santa Marta pois nao existe vendedor na praia de Varadero) Baixe os mapas offline e mesmo quando for orientado por alguem, verifique no mapa se esta correto ou use o mapa para viagens onibus cubano para que saiba em que ponto descer! Nunca mostre a quantidade de dinheiro que possui pois se alguem ver, o preço pode subir na mesma hora! Serviços "pessoais" em Cuba podem sair mais caros que Miami pois a comparaçao é feita por estes profissionais, todo o tempo! Nao se iluda que vai ficar com um cubano(a) por que gostou de voce! Se for homem, as mulheres arrancarao dinheiro bebendo varias coisas, pra voce pagar ao final! Vi varios trouxas que cairam nesse golpe! Se alguem começar a falar com voce do nada, certamente ao final te pedira 1 CUC ! (fuja) Para os golpistas voce nao é Fulano ou Cicrano, teu nome é BANCO e esta escrito na tua testa! O povo cubano é cordial, alegre e prestativo e tudo acima relatado foi sobre pessoas acostumadas a dar golpe em turistas e nao reflete a essencia das pessoas em geral! Se estiver disposto a andar, leve bastante protetor solar para o dia e repelente para a noite, alem de bone para proteger o rosto! Quando estiver numa praça acessando internet, evite olhar nos olhos pois os golpistas so enchem o saco de quem os olha nos olhos. Andei de madrugada com carteira e celular nos bolsos e nada me passou, nem um susto sequer! O pais mais seguro que ja conheci! Bicitaxi sempre será um roubo! Prefira mototaxi que é o mais barato de todos e ha mototaxi compartilhado que custa 5 CUP!
  3. 1 ponto
    ola povo brasileiro... no proximo mes de Abril vou ate ao Brasil, a cidade onde irei chegar será Fortaleza, depois irei andar pelo Brasil a fora..... que recomendam? abraços de um portugues que adora viajar pelo mundo e ate ao momento encantado pela america do sul.....
  4. 1 ponto
    Olá! Estou pensando em conhecer CUBA, antes que o regime capitalista comece a mostrar suas garras! Moro no nordeste e procuro formar grupos para, finalmente conhecer a Ilha. Vai ser sensacional. Quanto ao seu relato eu li algumas poucas partes: sobre o dinheiro para levar e sobre as casas para se hospedar. Gosto do ineditismo, então nada de saber tudo antes ou ver fotos antecipadas. Aguardo, contatos de quem pretender ir a Cuba pela 1 vez! Vamos nos organizar e formar um grupo de 3 ou 4 pessoas. [email protected]
  5. 1 ponto
    @fernandabarbero Não. A Avianca Holdings (colombiana) não tem relações empresariais diretas com a Oceanair (avianca brasileira), apenas cedeu o nome à esta.
  6. 1 ponto
    @marilia.melo Eu fui pra lá em Março do ano passado, foram 13 dias, dos quais cerca de metade deles com chuva, mas sempre intercalados, tipo fazia sol 2 dias, chovia outros 2, depois mais dias de sol e por aí vai. No Mediterrâneo o Outono e Inverno são estações chuvosas, então não tem como escapar, e lá tem frente fria direto, uma atrás da outra, mas não me atrapalhou muito, só uma tarde em Roma que estava ventando muito.
  7. 1 ponto
    @Dion Cunha Explico sim: Você deve prestar atenção ao reservar um hotel/hostel em qualquer lugar que seja, nos horários de check-in (entrada) e check-ou (saída) do lugar. Por exemplo, se você ficar num hostel em Guarulhos cujo check-in for a partir das 14h e o check-out for até as 11h, quer dizer que você só pode entrar no quarto a partir das 14h do dia que chegou e pra ir embora tem até as 11h do último dia que ficar, então no seu caso, se você pagar por uma diária apenas vai ocorrer o seguinte: Check in 03/02 a partir das 14h (porém você vai chegar lá já no começo da madrugada do dia 04) Check out 04/02 até 11h (tem até as 11h pra sair do quarto) Você consegue resolver esse problema pagando por 2 diárias, de 03/02 a 05/02, aí você consegue ficar dia 04 no quarto até quando quiser. Vai sair um pouco mais caro mas resolve essa questão. Eu recomendo fortemente a você não ficar no aeroporto, você tá no Brasil, fala o mesmo idioma de todo mundo, consegue fazer um roteiro legal por SP pagando no máximo R$ 8,60 com transporte (se for e voltar de trem e metrô e souber usar as conexões entre as linhas), vai se distrair e fazer meio que uma viagem dentro da própria viagem (esse é o bom de uma conexão longa). Além do mais, tudo no aeroporto é mais caro, comida principalmente.
  8. 1 ponto
    Uma outra opção é Taxi até a Rodoviária de Campinas (R$ 65,00) (eu não ficaria esperando Uber, frota em Campinas é menor do que a de SP) + Cometa ou Santa Cruz (as duas são uma empresa só na verdade) para SP (que tem mais horários) (R$ 33,92) + Uber do Tietê até Guarulhos (em média R$ 60 a R$ 70) 08:55 - 09:15 Do pouso até sair do aeroporto contando tempo de retirar bagagem 09:15 - 09:35 Do aeroporto até a Rodoviária, mandando o motorista pisar na Santos Dumont 10:00 - 11:40 Da Rodoviária de Campinas até a Rodoviária do Tietê, vindo de Cometa (saída 10:00)* 11:50 - 12:30 Da Rodoviária do Tietê até o aeroporto de Guarulhos de Uber *Importante falar no guichê que você quer o ônibus que faça o trajeto pela Rodovia dos Bandeirantes e não Anhanguera (que tem limite de velocidade menor, trajeto mais lento)
  9. 1 ponto
    Recomendo vc se matricular numa escola de inglês para pegar o visto de estudante. Isso vai te custar algumas libras, mas é uma chance de ficar aí legalizada. Não sei como estão as coisas aí hoje, mas em 2003 eu fui pra estudar 3 meses e me deram um visto de TURISTA válido por apenas 4 meses. Àquela época, pra conseguir o visto de estudante, tinha que estar matriculado por pelo menos 6 meses. Pouco antes de vencer meu visto me matriculei numa escola (paguei por 6 meses) só pra renovar meu visto. Fui até o HOME OFFICE que fica em Croydon. Cheguei lá às 6h e já tinha fila! Esperei por umas 2 horas mas saí de lá com o visto de estudante. A outra vantagem do visto de estudante é que vc pode trabalhar part-time (20h semanais). Boa sorte!
  10. 1 ponto
    @Rosinhaa Dá uma olhada nesse site aqui: http://www.brasileirosemlondres.co.uk/saiba-como-tirar-o-visto-de-estudante-para-inglaterra/ Mas acho que você tinha que ter requerido um visto antes de sair do Brasil.
  11. 1 ponto
    @Rosinhaa até onde eu sei voce como turista, tem direito a no máximo 6 meses de visto em um período de um ano. Sendo assim nao resolveria nada ir para outro país por algumas semanas achando que teria mais 6 meses de visto ao voltar para o Reino Unido.
  12. 1 ponto
    Boa noite pessoal, meu primeiro post no fórum, e por um ótimo motivo. Venho aqui deixar o meu relato referente a minha experiência com a Vento, sim estou colocando o nome da marca e não do modelo da bota que comprei, e explicarei o motivo durante meu relato. Estava procurando por uma bota, minha primeira bota para trekking. Um amigo me recomendou dar uma lida aqui nos tópicos de equipamentos do site. Foi então que acabei encontrando este tópico sobre as botas Vento. De cara olhei e fiquei espantado, a primeira postagem é do ano de 2005 (pensei : "Po os caras já estão no mercado tem tempo"), e ai fui rodando as páginas lendo os relatos e foi então que percebi que uma pessoa sempre respondia as pessoas, essa pessoa era o @fabiomon. Fui então pesquisar alguns vídeos no Youtube da Vento, e acabei descobrindo que o Fabio era o dono do negócio, e está nesse ramo há bastante tempo e domina o assunto como ninguém, isso me encantou. Ai pensei "po cara que legal, o cara dono do negócio totalmente acessível, responde a galera no fórum, super atencioso, e ainda disponibilizou o número particular dele no site pra galera entrar em contato, que louco". Além disso tudo o fato da Vento ser uma empresa BRASILEIRA e que está há tanto tempo neste mercado, pra mim é sensacional. Por estes motivos resolvi escolher a Vento, pensei "poxa, uma empresa que se preocupa com o cliente de verdade, tanto na pré venda quanto no pós venda, se eu comprar uma bota gringa não vou ter esse suporte, deu ruim, deu ruim, compra outra" Então procurei no site lojas aqui no Rio que pudessem me atender, as botas número 40 estavam em falta, então peguei o contato do Fabio e entrei em contato com ele contando o que aconteceu, não demorou muito e ele me respondeu, então contei a história e falei que era minha primeira bota e que eu queria experimentar, e o Fabio me falou "Bruno vamos fazer assim, compra com a gente no site e se o tamanho não ficar legal, você manda pra gente que nós enviamos um novo tamanho, mas por favor siga as nossas instruções do site que tenho certeza que o tamanho ficará legal." Dito e feito, na verdade meu tamanho não era 40 e sim 39 segundo site. Então o Fabio pediu que eu falasse com a Josi responsável pelo SAC, para dar seguimento nas conversas. Ela me atendeu super bem, tirou todas as minhas dúvidas, enfim. Resolvi comprar a Titã, o modelo pouco importa, a bota é sensacional, robusta, confortável, tudo como falado inúmeras vezes por várias pessoas, o importante aqui é relatar o profissionalismo dos profissionais da Vento durante todo o processo, este tipo de comportamento é que me fez acreditar que fiz uma excelente escolha, desde a primeira conversa até a chegada da bota, que por sinal veio em tempo recorde, 1 dia até o Rio de Janeiro! Então pra finalizar meu longo texto, quero agradecer ao @fabiomon por toda atenção, e dizer que desejo cada vez mais sucesso a Vento, tenho certeza de que estão trilhando o caminho certo, apesar de toda dificuldade de se ter um negócio em nosso país, e por tudo que vocês tiveram que passar nos últimos anos, não tenho dúvida que com o amor que vocês botam neste negócio, o unico caminho é o sucesso. Podem ter certeza que ganharam mais um cliente e fã, e outros tantos que farei questão de recomendar a Vento. PS: Em Abril vou ao Peru passar 13 dias, vou desde o deserto até as montanhas, após a viagem irei postar aqui como a minha Titã se desempenhou nesta aventura.
  13. 1 ponto
    Quero apenas fazer um relato ... Estive em jeri por 4 dias em outubro de 2018 na minha primeira viagem sozinha e foi simplesmente fantástico! Não pensei em recorrer ao mochileiros.com mas ainda sim fiz muitas amizades. Nunca fiquei em hostel e como queria fazer uma viagem de reflexão e tranquilidade optei por ficar em um Hotel ... Pertinho da praia, uma delícia! Só fiquei sozinha no dia que cheguei, curti a praia e jantei na cidade de noite, nos três outros dias fiz amizades nos passeios, no primeiro dia com um casal muito simpático do Ceará mesmo, segundo dia com uma moça que viajava com a mãe de SP e mais 2 vizinhas de bairro, a noite com uma turma bem bacana de Fortaleza que conheci na balada Café Jeri que vale super a pena conhecer! -Chegue cedo pq tem muita fila pra entrar- e no terceiro dia combinei de passar o dia com a moça que estava com a mãe na lagoa do paraíso que foi com quem criei mais afinidade durante a viagem. Portando quem tiver receio de viajar sozinha eu aconselho: não tenha!! Vá, é claro com disposição para conhecer pessoas que com certeza será enriquecedor para o seu catálogo de viagens! E eu gostei tanto da experiência que estou indo novamente agora em janeiro para Pipa, dessa vez tentando fazer alguns contatos por aqui antes do embarque rs.
  14. 1 ponto
    Na base tem uma pousada bem simples, quarto simples compartilhado e um de casal, com banho quente, sem wifi, $50 por pessoa com café da manhã e não paga estacionamento. Estacionamento $20(pra quem não está na pousada. Preço fixo). Camping $10 por barraca. Almoço $30 por pessoa à vontade no fogão à lenha
  15. 1 ponto
    A Viação Cometa é muito grande e super conceituada. Já a malha rodoviária que você vai usar (Rodovia dos Bandeirantes) por 12 anos consecutivos venceu por ser a melhor rodovia do Brasil. Pegando o ônibus é rapidinho que você chega em São Paulo. Lá sua preocupação maior será quanto ao horário do Executive Bus Service. Na pior das hipóteses investe em um Uber (50 a 60 reais). Vai chegar no aeroporto com alguma folga ainda.
  16. 1 ponto
    @leomleite Então, infelizmente esse é um risco que você vai ter que correr pela situação...atrasos podem ocorrer por diversos motivos como trânsito ou clima. Eu ando com certa frequência de ônibus pelo Estado (esse trajeto não fiz ainda, o que faço sempre é o do Cometa para SP mas vejo muitas saídas dessa linha na rodoviária), o maior atraso que já peguei foi de uns 20 minutos, mas era uma saída em dia de semana no pico da manhã. O trajeto no seu caso será feito num sábado onde o trânsito é bem mais tranquilo. Geralmente os horários dos ônibus são fiéis.
  17. 1 ponto
    Ola ! Passei 2 semanas incríveis em Cuba. Todas as informações necessárias sobre Cuba, roteiros e dicas, encontrei aqui no site 2 dias antes de embarcar. Dessa forma vou colocar apenas alguns pontos atualizados que podem ser úteis. Viajei entre Jan/Fev 2016, gastando uma média de US$ 52,00 por dia incluindo hospedagem. 10 Fatos sobre Cuba do meu ponto de vista 1 - Internet. Acesso a internet é bem complicado. Os cubanos precisam ir até a central de telefonia pela manhã e adquirir cartões com código de acesso que dão direito de 1h a 3hs, depois procurar por um sinal de wifi. Turistas precisam procurar nos hoteis de luxo o cartão de acesso, quando encontra paga cerca de US$ 6 por 1h de acesso. Outra opção é ir até a Etelco, enfrentar uma fila enorme e comprar o cartão por US$ 2 por 1h de acesso. maioria dos sites .com são bloqueados, emails muitas vezes não é possivel enviar, apenas receber e skype é bloqueado. Algumas hoteis do tipo Casa Particular colocam em seus cartões "wifi" mas é apenas o sinal e não acesso gratis. 2 - 4 canais de tv estatais. Novelas brasileiras fazem muito sucesso. Sempre me perguntavam se o personagem principal da novela Império morria no final. 3 - Praticamente não existe carne de vaca. Matar uma vaca da 20 anos de cadeia. Matar um cubano da 7 anos. Isso é motivo de muitas piadas entre os cubanos. 4 - Muitos carros só tem limpador do lado do motorista, pois encontrar peças de reposição e difícil e caro. 5 - Andando pelas ruas é inevitável te parem para perguntar a hora e em seguida perguntar de onde é, logo te oferecerem algo, como charuto, run, taxi, serviço de guia, etc. Muitas vezes comecei a conversar com essas pessoas pelas ruas e pelo fato de gostarem de conversar, se animam tanto pela conversa que até esquecem o que estavam te oferecendo. 6 - As vezes te pedem: sabonete, pasta de dente, papel higienico, a camiseta que você está usando caso seja de uma marca americana, etc. Pediram até meu iPhone de presente. Mas tudo muito sutil e forma humilde. 7 - Para o cubano todo turista é rico. Eles não conseguem entender o porque você quer viajar da maneira mais economica possivel. 8 - Em Cuba o turista é rei. Existem duras leis criminais aos cubanos caso furtem, roubem, etc algum estrangeiro. O governo e a policia protegem o tempo todo os turistas já que o país depende praticamente do turismo. Andar por Cuba é muito seguro, não importa a região. 9 - JINITEROS:são uns caras que ficam te abordando o tempo todo para te oferecer taxi, charuto, run e passeios. Descobri depois de alguns dias que a melhor forma de se livrar deles é dizer que ja comprou um caixa com 25 charutos por 35 CUCs e ja comprou RUM e que não tem mais espaço na mala. Depois disso vão querer te levar para almocar em um restaurante PALADAR, dependendo do horário, diga que ainda está muito cedo pra almoçar ou, que já almoçou. Nos últimos dias de viagem funcionou bem 10 - A maior preciosidade de Cuba são os cubanos. É um povo muito humilde, gentil e feliz. Alem disso adoram conversar e contar sobre suas vidas em Cuba. Agora sim... 10 DICAS SOBRE CUBA: 1) VISTO E SEGURO SAÚDE: ​- Como moro em São Paulo, fui pessoalmente até o Consulado de Cuba que fica em Perdizes, próximo a estação do metro. No site diz que é necessário cópia da passagem área, comprovante de seguro saúde e hospedagem, tudo impresso. Levei tudo de acordo, porem a atendente no consulado não olhou nada. Pegou apenas o passaporte para scanear e paguei a taxa de R$52,00 em dinheiro. Mas pelo que vi, é possível pagar a taxa de visto no balcão da Copa Airlines no Panama. Seguro de saúde fiz pela Assist Card via Site deles que estava um melhor preço. 2) DINHEIRO/CÂMBIO: Tive um certo problema com dinheiro, pois acreditava que conseguiria pagar alguma coisa com meu cartão Mastercard. Ledo engano, não encontrei nenhum lugar que aceitasse qualquer tipo de cartão. Me explicaram em Havana que é possível sacar em alguns bancos na boca do caixa, usando cartão Visa. Então tive que me reprogramar com o dinheiro que tinha no bolso. Conheci alguns estrangeiros que tiveram que antecipar a volta ao seus países de origem pelo mesmo problema. Portanto leve dinheiro em espécie com sobra de emergência. Cuidado para não confundir cédulas de moeda nacional e peso cubano (cucs) 3) IMIGRAÇÃO Não me perguntaram nada, nem pediram nenhum documento além do passaporte. Para sair do país, não é necessário mais pagar taxa de Saida. 4) AEROPORTO: Aeroporto de Havana: Essa não é uma dica e sim apenas umas constatação. Os funcionários do aeroporto são muito mal humorados. Tenha muita paciência ao esperar por sua mala pois eles tem apenas 2 tratores de carga de bagagem e nem um pouco de pressa em trabalhar. O normal é demorar pelo menos 1h para que se iniciem a entrega das primeiras malas. Depois a cada 20min outra remessa de malas na esteira. 5) TÁXI: ​Tentei pegar um ônibus coletivo para o centro, mas não é possível. Primeiro porque ninguém te da informação, segundo porque vi que não vale a pena, já que é necessário pegar um taxi para ir para o terminal Nacional e de la pegar um ônibus que demora 1h até o centro de Havana. Finalmente, não pague mais que 20cucs por uma corrida até o centro de Havana. 6) TRANSPORTE: Transporte: Sempre que você pergunta como chegar em determinado lugar vão te dizer para pegar um taxi e que não existe onibus. É preciso um pouco de paciência, perguntar por opções, perguntar para outras pessoas até conseguir a informação que você necessita. Via Azul: praticamente a única empresa de onibus de viagem no país, ja que a outra é exclusiva para cubanos. Para ir ao terminal via Azul em Havana você pode utilizar a linha 27 que passa pelo Capitolio, Parque Central, Vedado, etc. Custa alguns centavos em MN. Não importa quando você der, dificilmente o motorista te dará troco, o que nesse caso são valores insignificantes. 7) SAÚDE: Evite qualquer comida de rua e os deliciosos sucos que são vendidos nas portas das casa. A origem da agua utilizada é duvidosa. Melhor não arriscar e optar por agua mineral, refrigerante ou cerveja. 8.) SEGURANÇA: Andar por Cuba é super seguro, seja dia ou noite. A policia e o governo protegem muito a todos os turistas. Existem guardas a paisana e muitas câmeras. Para quem é brasileiro e já está acostumado com as dicas de segurança em viagem, não tem muito com o que se preocupar. 9) INTERNET: Em Cuba aprenda a sobreviver sem, viva como nos anos 90, offline. Leve impresso o máximo de informação possível, me faz falta por exemplo os horários de saídas e destinos da VIAZUL. No meu caso conseguir baixar uma mapa offiline das cidades de cuba no meu celular e me ajudou muito. Algumas vezes me fez falta um pequeno dicionário de bolso. Resumido, pequenas dúvidas e consultas que fazemos rapidamente em nossos smartphones não serão possíveis em Cuba (por enquanto). 10) HOSPEDAGEM/TURISMO: Do meu ponto de vista percebi que só existem dois tipos de turismo em Cuba. Turismo de luxo onde você ja contrata o translado do aeroporto para o hotel. Hotel 4* ou 5*, resorts all inclusive, taxi com ar condicionado, etc. Ou turismo mulambo, andando de ônibus coletivo, taxi compartilhardo e se hospedando nas casas particulares que são super simples. Não existe meio termo no qual estamos acostumados no Brasil ou outros países. Portando escolha o seu estilo e se prepare (o bolso ou a aventura). Quem tiver qualquer dúvida é só postar que terei prazer em ajudar ! Abs,
  18. 1 ponto
    @leomleite Além das opções do colega acima tem uma mais confortável: - Vá de Uber até a Rodoviária de Campinas (cerca de 25 min) e de lá tome um ônibus da Lira Bus que vai direto pra Cumbica. Custa R$ 42,75 e tem vários horários...Se tomar o das 10h15 chega em Cumbica 12h45, bem a tempo.
  19. 1 ponto
    Olá Leo. Você consegue, sim. O aeroporto de Viracopos fica a 1 hora e 20 minutos (115 km) de Guarulhos e você tem 3 horas de margem, já deixando 2 horas de antecedência para seu embarque. No total você tem 5 horas entre sua chegada e saída. Verifique a companhia que você comprou a passagem. Se foi com a Companhia Azul você pode ficar tranquilo, já que terá o transfer GRÁTIS, que é feito pela companhia em ônibus executivo, com saída do próprio aeroporto de Viracopos. Se não foi com a Azul, não se desespere. Você pode pegar um Uber até uma parada de ônibus na Rodovia dos Bandeirantes (bem pertinho) e tomar a viação Cometa, que segue até São Paulo. De lá pega o trem direto até o aeroporto (verifique os horários disponíveis antecipadamente, pois esse trem tem horários mais restritos). Em último caso, ao chegar em São Paulo pegue um Airport Executive (Airport Bus Service) que é mais caro, mas salva a gente em momentos de apuros, pois tem saídas a cada meia hora dos terminais rodoviários Tietê e Barra Funda). Lembre-se: caso a opção seja o ônibus de linha, não perca tempo em nada. Nem para ir ao banheiro ou comer um pastelzinho... rss Abração e boa sorte!
  20. 1 ponto
    Havana é a capital de Cuba e a cidade mais importante da ilha, é um dos lugares mais visitados pelos turistas, a cidade é bem grande, dando oportunidade para você escolher o bairro que prefere ficar, sendo que a grande maioria prefere ficar perto do centro, no bairro Havana Vieja ou em algum dos grandes hotéis no Malecón, perto do mar, cada lugar tem sua beleza e encanto, eu preferi ficar mais afastado desses 2 lugares, bem próximo ao Estádio Latino-americano que fica a 10 minutos da praça da Revolução, lá é um lugar mais local, meio longe do centro, cerca de 3/4 km de distancia. Havana tem muitos predios abandonados, ou bem velhos, coisa que em outras cidades já não se vê tanto, mas isso da um ar charmoso para a cidade, junto aos carros antigos e pessoas bem tranquilas, tudo isso faz de Havana ser uma cidade especial e diferente da grande maioria, sendo um lugar super seguro, te da a liberdade de andar por qualquer rua sem ser incomodado. - Como chegar Geralmente todos os voos para Cuba têm como destino de chegada em Havana, a capital do país, porém o aeroporto fica um pouco mais distante da cidade, caso você chegue de dia é possível pegar um ônibus que custa 1 peso cubano que passa perto do aeroporto, é necessário andar ate a avenida e esperar ele passar com a numeração P122, ou então ir de taxi, geralmente o taxi vai te cobrar 30 cuc´s por cabeça, mas no fim eu consegui por 10 cuc´s a pessoa, para mim e uma colombiana que conheci no voo, acabamos rachando o taxi para ficar mais barato. - Hospedagem Havana é a maior cidade cubana, o que não falta é lugar para ficar por lá, existem muitas casas disponíveis por toda região, eu preferi ficar próximo ao Estadio Latinoamericano, que fica a uns 10 minutos da Praça da Revolução, ele fica mais longe do centro e de Habana Vieja, o lugar mais turístico da cidade, preferi assim, pois ficaria mais perto dos bairros, para ter esse contato com o povo local, e quando fosse para o centro poderia ir caminhando tranquilamente pelas ruas ate chegar lá e assim ir conhecendo a cidade. Eu fiquei na casa da Dona Teresa, na Avenida 20 de Maio, ela mora no prédio azul no nono andar, ao lado do estádio, o valor da diária varia de 6/8 Cuc´s por noite, o quarto tem 05 camas de solteiro, virando uma espécie de hostel, o legal é que você pode conhecer mais mochileiros dessa forma, tem um banheiro dentro do quarto, ventiladores e agora ela esta providenciando um ar condicionado, já que o verão esta chegando, além disso você pode conhecer um dos filhos dela (Jorge) e o marido (Fran), isso te da uma interação muito boa com o povo cubano, você pode conversar de tudo, tirar suas duvidas sobre o país, pedir dicas, realmente é muito bom ficar nessas casas de família, uma experiência bem diferente e para mim bem melhor, você depois de alguns dias acaba se sentindo em casa. - Alimentação No começo ainda estava tentando pegar os esquemas de como comer barato, mas depois de um dia não tem erro, o principal é ver aonde os cubanos vão, e sempre verificar o cardápio, se ele estiver em peso cubano, que é a moeda nacional, provavelmente é um lugar barato, geralmente são lugares simples, que mal tem lugar para sentar, mas a comida é farta e boa, nos cafés da manhã era a mesma coisa, procure pequenas lanchonetes, lá você poderá comer sanduiches e tomar suco natural, em alguns lugares 2 lanches e 1 suco dava 10 pesos cubanos, coisa como 0,40 Cuc´s, por ai, o almoço fica em torno de 35 a 45 pesos cubanos, não chega a 2 Cuc´s, por isso que eu preferi ficar nos bairros mais distantes da zona turística, quanto mais perto dos turistas, mas difícil fica de encontrar esses lugares, ai só terá aqueles restaurantes caros para ir, onde você almoça por 07 cuc´s, sem contar a bebida e a gorjeta. - Segurança Nos primeiros dias a gente ainda fica meio receoso, brasileiro que somos sempre ficamos espertos com celulares, quando a noite chega ate assusta um pouco, a iluminação publica é bem ruim, ruas ficam totalmente escuras, mas mesmo assim não acontece nada, totalmente seguro, depois de 2 dias você já esta andando pelos lugares mais pobres da cidade gravando vídeo com o celular e andando as 2 da manhã pela cidade com a certeza que não acontecera nada, a segurança foi uma das coisas que mais me impressionou aqui, e isso significa liberdade, era livre para andar para qualquer canto a qualquer horário sem me preocupar com assalto, isso foi uma das experiências mais legais que passei na ilha. - Câmbio Em Havana existem diversas CADECAS espalhadas, só se informar qual a mais próxima da sua hospedagem para realizar a troca, no começo é normal ficar um pouco confuso, é ate bom anotar isso, CUC´s são os pesos convertíveis, essa é a moeda do turista, que geralmente usa para pagar hospedagem e transporte, você pode usar ela no dia a dia também, a diferença que a pessoa ira fazer a conversão do peso cubano para Cuc´s para poder receber dessa maneira. 01 Cuc = 01 Dolar/Euro, existe uma leve diferença, mas para ficar mais pratico melhor deixar assim, então como é possível ver, tem que tomar cuidado ao gastar em CUC, já o peso cubano que é usado em muitos mercados e restaurantes locais , 1 CUC = 24 pesos cubanos, logo gastar em peso cubano é mais vantajoso, como falei acima, tem ônibus da cidade que custa apenas 1 peso, refrigerante a 10 pesos, suco natural a 3 pesos, lanche a 05 pesos e refeição a 25/45 pesos cubanos, esse é o segredo para economizar em Cuba. Eu sempre andava com as duas moedas no bolso, na própria CADECA, você troca seu dinheiro por CUC´s e depois troca alguns CUC´s por CUP, que são os pesos cubanos, deixava um bolso reservado para os CUC´s e outros para os CUP´s, assim ficava mais fácil de gastar o dinheiro no dia a dia. - Passeios Aqui em Havana, os passeios que tem para se fazer são conhecer os monumentos históricos em homenagem aos libertadores de Cuba, como Jose Martí e Maceo, e dos revolucionários, como Che e Camilo, além disso, tem diversas praças, tem o malecón e o museu da revolução. Um dos primeiros passeios que fui fazer, e por estar próximo também, foi conhecer a Praça da Revolução, é lá que o Governo Cubano dirige o país, todos os prédios da região são ministérios, e nele se encontram 2 homenagens das mais famosas de Cuba, o rosto do Che Guevara com a frase “ Hasta la victoria siempre” e de Camilo Cienfuegos “ Vas bien Fidel”, na frente dessa praça tem um enorme monumento e um museu ao libertador Jose Martí, que foi um dos lideres cubanos contra os espanhóis pela independência de Cuba. O segundo lugar é o Capitólio, que ate se parece com a Casa Branca, e ate se pode imaginar que lá é o lugar do governo, mas na verdade não é e no momento que fui ele esta fechado para reformas, ali será um museu. O terceiro lugar visto foi o Museu da Revolução, a entrada custa 08 Cuc e lá é onde você poderá entender um pouco mais da historia cubana, que conta sobre o período pré e pós-revolução, com muitas fotos e capas de jornais da época, vale a pena ler tudo e entender uma parte da história cubana. O quarto lugar foi passear pelo Malecón, que é a região costeira que tem um calçadão, no caminho ate o centro de Havana você encontra muitos monumentos da independência cubana, e também a embaixada americana. O quinto lugar foi ir à região do hotel Havana Libre, ali tem a universidade de Havana e é uma região bonita para se passear, com avenidas grandes, dali você pode ir ate o centro velho que não é tão longe assim. O sexto lugar é simples, é uma sorveteria próximo ao Hotel Havana Libre, é um lugar muito conhecido pelos cubanos chamado de COPPELIA, onde vende o melhor sorvete de Cuba, no menor preço possível, você come 05 bolas de sorvete por 05 pesos, muito barato, esta sempre com fila, mas que dura cerca de 30 minutos, as filas são para a organização do lugar apenas, vale muito a pena conhecer lá. Para quem quer ir a um lugar barato para tomar um mojito, cuba livre ou coisa do tipo, existe um lugar muito bacana chamado CASA BALEAR, fica próximo ao Coppelia, coisa de 05 minutos andando, em uma esquina com outra grande avenida, lá tem mojito a 15 pesos cubanos e cuba libre por 20 pesos cubanos, muito barato, menos de 1 cuc... o lugar é bacana e sempre depois das 18 horas fica lotado, o lugar é mais visitado por cubanos, mas já percebemos que esta ficando famoso pelos turistas, sempre encontramos outros viajantes por lá. Um lugar para sair a noite, é ir a Fabrica de Artes, a entrada custa 2 cuc´s e ali tem 2 pistas de dança e uma exposição de arte em todo lado, realmente é um lugar muito bonito, mas é bem cult, quando fomos tinha uma banda que tocava rock, então não é uma coisa cubana de tocar salsa e reggaeton, vale a pena a visita porque da a sensação que você nem esta em Cuba pela quantidade de gringos. Fora tudo isso, a parte mais legal é andar pelas ruas sem rumo, conhecendo as casas cubanas por fora, almoçar nos lugares locais, experimentar algum doce caseiro ou tomar aquele suco natural, escutar a musica cubana ecoando pelas ruas e andar sem rumo, sem a preocupação de ser assaltado ou cair em uma rua errada. Havana é uma cidade diferente e especial, não tem muito como explicar, só indo para saber, e claro manter sempre a mente aberta para absorver o máximo possível, ir com a mente já direcionada para criticar tudo o que vê ou elogiar tudo o que vê, pode te dar certa ilusão sobre o lugar, como todo país, como toda cidade, Cuba tem seus pontos positivos e seus pontos negativos, tem suas coisas que funcionam perfeitamente e aquelas que precisam melhorar, basta você estar livre de preconceitos e curtir tudo o que a ilha pode te oferecer. É isso ae galera... Espero que tenham gostado do relato e...
  21. 1 ponto
    Eu também pessoal! estou procurando mil coisas vocês procuram acampar, carona na br, coisas assim, ou muito hard ?
  22. 1 ponto
    Nao dependa de ninguem para realizar seus planos, é muito dificil achar alguem que possa ir contigo na data que vc deseja, ir para os locais que vc prentende, ficar tanto tempo quanto vc quer, etc. Sendo assim decida os locais que pretende conhecer, pesquise bastante sobre os destinos, o que fazer, como chegar e no mais se jogue. Nao tenha medo de ficar perdida, é se perdendo que vc se encontra, até os mochileiros mais experientes se perdem. Tenha um celular em maos, baixe mapas offline, tenha um roteiro pre programado e no mais é so curtir e viagem.
  23. 1 ponto
    ¡Hola! ¿Qué tal? Iremos dividir nosso relato da seguinte forma: Roteiro, Custos aproximados e Relato. Esperamos que ajude quem tenha esse destino, assim como fomos ajudados pelo fórum e outros grupos de dicas. Roteiro: 15/10/2018 a 25/10/2018 15/10/2018 – Voo Bsb – Panamá – Cancún; Translado Cancún – Playa Del Carmen 16/10/2018 - Tulum + Praia Santa Fé/ Praia Pescador + Akumal 17/10/2018 – Valladolid + Chichen Itza + Cenote Ik kil 18/10/2018 – Cozumel 19/10/2018 – Xcaret 20/10/2018 – Translado Playa Del Carmen – Cancún (via ADO) 21/10/2018 – Isla Mujeres 22/10/2018 23/10/2018 – Cocobongo 24/10/2018 25/10/2018 – Retorno Custos: Transporte Passagens: R$ 2528,37 (por pessoa) pela Copa. Translado (Casal) CnC – PlD U$ 30,00 PlD – CnC U$ 24,00 Hospedagem (Casal) Playa Del Carmen – Unic Desing 5 diárias (15/10 a 20/10) U$ 223,95/R$ 1230,52. Cancún – AirBnB (2 noites) R$ 377,54. Cancún – Riu Cancun (4 noites) R$ 2685,82 Passeios (Por pessoa) Tulum: Van 50 pesos, Ingresso 70 Pesos. Akumal: Van 40 pesos, Colete (jaleco) salva vidas 75 pesos, Ingresso 200 pesos (tínhamos nosso snorkel). PlD: Van 35 pesos. Pacote Chichen Itza + XCaret R$ 659,00 com transfer e alimentação. Cozumel: Ferry Ultramar 300,00 pesos; 300 Pesos pela Scooter + Reabastecimento. Isla Mujeres: Ferry Ultramar U$ 19,00; Consumação para uso dos cadeirões e guarda sol na Playa Norte 400,00 pesos. Cocobongo: Pista Open Bar U$ 65,00. Alimentação: Aqui é bem pessoal. Tem preço pra todo bolso gosto, mas lanches nos Oxxo são mais baratos. Os restaurantes tem 2 pra 1 e os passeios podem ter all inclusive. Contudo, para ter uma base, jantares/almoços ficaram entre R$ 60,00 a 120,00 pro casal com muita comida e algumas brejas. Relatos: Fala viajante! Suave? Pois bem, minha esposa Jéssica e eu, fomos passar nossa lua de mel no Caribe (bem clichê..rsrs). Nos casamos no sábado e viajaríamos na madrugada de domingo para segunda. Assim que deixamos o carro no estacionamento do aeroporto e descemos as malas veio a pergunta: “Amor, cadê as carteirinhas de vacinação?” (leia-me com voz de desespero). No sábado do casamento foi tudo muito corrido, não conseguimos fazer o check list e passamos um apuro logo no começo. Já no despacho das malas estavam pedindo passaporte e cartão internacional de vacinação. Sentamos, fiquei bem borocoxô pelo vacilo. Era cerca de 11 da noite e o embarque começaria 1:00 da madrugada, estávamos a 300 km das carteirinhas. Adianto, deu tudo certo, mas passaram várias ideias na cabeça, contudo melhor que o destino é uma boa companhia. Minha esposa, bem generosamente, me disse; se tudo der errado e não embarcarmos nós remarcamos pro dia seguinte e um amigo nosso que viria pra BSB iria trazê-las pra nós. De repente, trocaram o turno dos funcionários da Copa, o substituído era um zagueiro que fazia marcação cerrada e o substituto ainda estava meio frio, aproveitamos e fomos pro contrataque: usamos apenas o passaporte para dar um drible e fizemos o gol. Já havíamos entrado em contato com o pessoal que estava fazendo escala no Panamá e nos informaram que para fazer a conexão não estavam solicitando a carteirinha. Seguimos pra despachar as malas e teríamos direito a 2 malas de 23 kg cada e as mochilas que levamos conosco. Só levamos uma mala cada e uma ultrapassou o peso em 2 kgs, mas não nos cobraram excesso, só nos alertaram que no retorno não deixariam passar. De toda forma, iríamos comprar uma mala pra trazer lembranças e assim fizemos. O voo foi bem tranquilo e como estávamos exaustos do dia anterior da festa, dormimos ele todo, acordando apenas pra refeição. Antes de pousar em Cancún já nos entregaram o formulário de imigração e declaração de bens; já no aeroporto, antes da aduana, tem um totem onde se faz uma ficha de ingresso (dados do passaporte, foto e digitais... bem tranquilo), não nos pararam na aduana e a luz de revista da mala não acendeu quando passamos. Pegamos nossas malas e saímos do aeroporto, inicialmente iríamos de ADO (rede executiva de ônibus) de Cancún para Playa. Daí, antes de chegar ao terminal da empresa, fomos abordados por um pessoal que dizia trabalhar para a ADO (caô)... O ADO custaria 12 dólares por pessoa e eles queriam nos cobrar 25 dólares por pessoa, como ainda faltava 1h para o ônibus sair decidimos ir com eles. Esperamos uns 20 minutos e eles não conseguiram lotar uma van, começamos a ficar desconfiados de que seríamos passados pra trás... Havia negociado com eles de que iríamos pagar 15 dólares cada para ir para Playa, na hora do “vamo vê” quis cobrar 25 dólares de cada, pedi meu dinheiro de volta e disse que iria de ônibus. Me devolveram a grana mas pediram pra eu esperar mais 5 minutos que iriam nos levar pelos 15 dólares. Aguardamos e assim foi, conseguiram um táxi para nós e para um casal argentino... seguimos para Playa del Carmen. Dica: Vá direto para o terminal, não passe raiva... haha. Chegamos em Playa por volta de 15:00 horas, fizemos o check in e fomos dormir. Ainda a noite fomos no Walmart de Playa, fizemos alguma compra: uma mala, comida, protetor solar biodegradável, sapatilha de neoprene (foi muito útil) e algumas cx de corona. Voltamos pro hotel e fomos jantar no restaurante La Vagabunda, que fica na 5ª avenida. Ufa! Dia grande assim como o relato, daqui em diante serei mais enxuto. Dia 2 – Saímos cedo e fomos até a 5ª Avenida c/ a rua 2. As vans saem de lá e é bem tranquilo. Fizemos o passeio Tulum + Santa Fé/Pescador + Akumal por conta. Pegamos a van na 2 e descemos em frente a entrada do parque. Levamos uma mochila de ataque cada com água, frutas, biscoitos, snorkel, as sapatilhas e capa de chuva. Fomos as ruínas (sem guia) e depois nas praias Santa Fé e Pescador, elas estavam com uma montanha de sargaço e infelizmente não aproveitamos lá. Pegamos outra van para Akumal para tentar ver algumas tortugas, mas desconfio que eles alimentam elas onde é reservado para passeio guiado e não vimos nenhuma, como estava um pouco nublado e a água não estava translúcida, desconfio que ninguém naquele horário viu. Comemos hambúrguer no La vaca Gaucha, também na 5ª avenida, estava dois pra um e ficou baratinho. Dia 3 – Valladolid + Chichen Itza + cenote Ik kil. Acordamos cedo e fomos para a 5ª c/ 34 em frente a Bodeguita Del Medio, de onde sairia nosso transfer que nos levou até o centro de distribuição do XCaret e lá pegamos um ônibus executivo. A viagem até Chichen é longa, cerca de duas horas e meia, mas não é maçante, pois o guia já foi falando sobre a cultura e interagindo com o pessoal. Passamos pela cidade de Valladolid e fizemos um tour panorâmico, que só foi avisado que seria assim depois do pacote fechado, mas... segue o jogo. O ônibus fez uma parada para compra de souvenir, mas naqueles locais de pegar turista com preços bem mais caros. Deixem pra comprar nas ruínas, centenas de barracas e são preços negociáveis “pra brasileiro é barato, quase de graça”. Chegamos às ruínas e é uma maravilha! Uma das 7 rsrsrs... é de uma riqueza cultural e arquitetônica imensurável, não deixem de ir. O parque é grande, quente e a caminhada é longa. Vá com roupas leves, leve água, boné ou chapéu e algo para comer. Saímos de lá cerca de 15 horas e fomos para o cenote ik kil. Almoçamos mais ou menos às 16:00 horas num restaurante lá mesmo no cenote. Tínhamos apenas uma hora e meia para almoçar e curtir o cenote, foi bem corrido. De lá retornamos para Playa exaustos, mas recompensados. Dia 4 – Cozumel: Fizemos este passeio independente. Pegamos um ferry até a ilha. Quando chegamos lá o tempo virou! As nuvens estavam bem carregadas e decidimos não fechar o passeio de El Cielo. Alugamos uma scooter para fazer um ilha tour. Demoramos cerca de duas horas e meia para fazer o circuito. No meio do caminho caiu uma tromba d’água e tivemos que parar. Daí, aproveitamos para almoçar na Playa Palancar, mas nem deu pra entrar no mar. O dia poderia ter ido por água a baixo, mas uma boa companhia supera muita coisa. Voltamos para Playa e comemos um churrasco argentino de bife angus no La vaca Gaucha que também estava de 2X1. Delicioso! Dia 5 – XCaret: Pegamos o transfer na 5ª c/ a 34 e fomos para o parque. O parque tem cerca de 60 atrações e ele é bem extenso, vá com disposição para andar. Fechamos o pacote Plus que dava direito ao locker, snorkel e almoço. Lá tem uma ótima estrutura e é muito bem sinalizado. Tem tanta coisa para fazer que você deve dar uma priorizada no que tem mais relação com seu gosto. Lá fazem pequenos espetáculos culturais em vários horários do dia e no final um grande espetáculo: México Espetacular, riquíssimo. Ele faz um resumo sobre a história do povo mexicano, suas crenças e seus costumes. Aqui você deve chegar com antecedência para poder escolher um bom lugar para assistir ao show. Outro passeio que aconselhamos não deixar de ir. DIA 6 – Descanso. Pegamos um táxi do hotel até o terminal da ADO e seguimos de lá para Cancún, pagamos 74 pesos por pessoa e foi bem tranquilo. Alugamos uma hospedagem do Airbnb em frente ao RIU Cancun. Decidimos fazer dessa forma pq iríamos para Isla Mujeres e não rolava pagar o all inclusive para não fazer proveito. Se fosse hoje, teria tomado um Ferry de Playa Del Carmen para Isla Mujeres e me hospedado pelo Airbnb lá, a ilha é menor e onde encontramos as praias mais limpas. Ficamos na praia norte e pagamos de consumação mínima 400 pesos para usar os cadeirões e o guarda sol. DIAS seguintes: Nosso quarto no Riu Cancun estaria disponível às 15:00 horas. Aqui recebemos uma boa DICA: A hospedagem está disponível as 15 h, mas você já pode fazer o check-in cedinho e aproveitar o hotel. Com essa dica, economizamos o café da manhã e o almoço, e só fomos para o quarto às 17 h. As malas ficam numa área reservada e bem segura. O hotel foi o melhor custo benefício que encontramos, pois a localização é boa, sendo o mar calmo e com pouco sargaço. Na terça, à noite, fomos para a Cocobongo e aproveitamos o espetáculo circense que tem, muito interativo e sem muita forçação de barra. Havia visto alguns relatos de que tinha que dar uma subornada no garçom para ser servido, mas não aconteceu isso. Em todos os lugares os trabalhadores são identificados, tem uma plaquinha com seu nome. E em todos os lugares eu me dirigia a estas pessoas por seus nomes, isso causa empatia e gentileza gera gentileza. Obs: trabalhei muito tempo como garçom e gostava de receber gorjeta, mas preferia receber respeito. Nesta noite, o Alfredo não deixava meu copo vazio, fique bêbu! Como havia comprado o ingresso no hotel não ficamos com grana trocada para poder oferecer ao nosso bom amigo, pena. Lá as relações trabalhistas são “flexibilizadas” e os mexicanos fazem seu corre com a Propina/Gorjeta e mesmo assim não insistem, te deixam a vontade para ofertar e sempre descriminam na conta. Se for um pouco atento verá que os próprios mexicanos dão de bom grado propina para os trabalhadores (vi isso acontecer muito nos caixas do Walmart). Pesquisamos muito nos grupos antes de decidirmos o destino e agradecemos pelas dicas. Aqui faremos umas dicas breves pq lá em cima ficou textão. Dicas: Faça o seu check list. Faça câmbio de real por dólar aqui no Brasil, mas peça notas menores. Lá, faça câmbio de dólar por peso aos poucos. Pergunte o preço em pesos, pra americano é mais caro. Leve um cartão de crédito internacional. Além de ser uma reserva, o dólar pode estar mais baixo do que quando você comprou, mesmo com IOF. Os mexicanos, assim como os brasileiros, são um povo caliente. Se esforçam bastante para te compreender, mesmo que fale em português e são sempre simpáticos. Vários passeios podem ser feitos de forma independente, alguns não. Os que podem ser feitos independente, faça assim e economizará para a próxima viagem. As vans e os ônibus (ADO, R1 e R2) são bem fáceis de pegar e bem mais barato que táxi. Feche os passeios lá, o clima pode virar e você pode negociar. Existem várias agências e os hotéis têm parceiros para oferecer os serviços. Mas já vá com seu cronograma meio montado, compre lá ou faça independente. “Camarão que dorme a onda leva”: tem muita gente oferecendo gato por lebre também. Charlatanismo existe no mundo todo. Caso não beba, alugue um carro para ter mais independência ainda e siga as regras de trânsito para não cair na mão de policial corrupto (não vi e nem ouvi relato disso acontecer). Dá pra gastar menos, como estávamos em lua de mel os custos foram maiores. O México e seu povo são incríveis, aproveite o momento e seja gentil com os trabalhadores. Nós presenciamos algumas cenas lamentáveis e ficamos ofendidos por eles, pq nós não tivemos problemas em momento algum. Eles vivem, basicamente, da exploração do turismo e da prestação de serviço. Logo, tem que vender o peixe deles e esperar algum trocado de retribuição. Tmj. Boa viagem!
  24. 1 ponto
    Estou saindo amanhã de Florianópolis, indo para o oeste catarinense. Vou descer a Argentina até Ushuaia que é meu primeiro objetivo. Depois de la irei decidir meu próximo. Se alguém estiver indo ou já esteja na estrada rumo a esse destino entre em contato comigo. Meu wpp 048 8824 0467
  25. 1 ponto
    Recomendo a agência de Viagens Machu Picchu para aqueles que quiserem conhecer as maravilhas do Peru, em especial Cusco, Vale Sagrado, Pisac, Ollantaytambo, Machu Picchu, Huayna Picchu, Laguna de Humantay, Montanhas Coloridas, entre outras. Fui com minha mãe e irmã agora de 23/09 a 02/10/2018 e foi tudo perfeito. Exatamente como contratado. Equipe eficiente e muito atenciosa.
  26. 1 ponto
    @Davi Sotti Oi, davi!! Ai que bom, espero que ajude sim. Eu tenho uma planilha geralzona com tudo detalhado sobre onde me hospedei, quanto gastei com transportes internos, roteiro e tudo mais. Me diz seu email que eu te mando uma copia pra ti. Os gastos de 40eur foi pra tudo fora hospedagem e transporte de uma cidade pra outra, sendo entao, so pra alimentacao+compras+metros/trams+balada+bebidas. E levei sempre euro. Troquei de euro pras moedas locais no lugar quando chegava. Pode perguntar oq quiser hahaha bjs
  27. 1 ponto
    Eu trabalho na Willka Travel, em Cusco. Se quiser pode entrar em contato comigo por inbox
  28. 1 ponto
    Ola pessoal ao fazer o roteiro para a Serra da Capivara achei muito poucas informações sobre o local e por isso resolvi escrever este relato que espero seja útil para aqueles que estão interessados em conhecer aquela região: Chegamos de avião por Petrolina e de lá pegamos o ônibus Gontijo com destino a cidade de São Raimundo Nonato (apenas 1 onibus por dia com saída as 14:10 - R$59,00 a passagem) – recomendo comprar a passagem com antecedência na rodoviária de Petrolina pois o ônibus vai lotado. São 5 horas de viagem ate a cidade de São Raimundo nonato em um ônibus sem ar condicionado em um lugar onde a temperatura quase sempre passa dos 30 graus rs, porem a viagem é muito agradável e da pra ver, pela janela do ônibus a paisagem da região.. (na ida o sol bate no lado esquerdo do ônibus e na volta o sol bate no lado direito – então sugiro usarem estas informações na hora de comprar as passagens pois como não tem ar condicionado é legal viajar sem o sol incomodando a apreciar a paisagem... A rodoviária de São Raimundo fica longe da cidade e a corrida de taxi ficou em R$12,00 reais. (ônibus de volta a Petrolina saí as 11hs) Existem praticamente 3 hotéis na cidade: Hotel Serra da Capivara – penso ter sido o primeiro hotel da cidade e por isso existem varias indicações sobre ele nos guias e na própria internet. Dispõe de piscina, porem fica um pouco distante do centro Pousada Zebelê- fica no centro e uma amiga ficou la e disse que gostou bastante Hotel Real – foi o que ficamos e acho que com certeza foi a melhor escolha. A localização é excelente bem no centrinho da cidade. Quartos grandes e espaçosos, café da manha ótimo e restaurante muito bom para se tomar uma cerveja com um tira-gostos no fim do dia. O hotel dispõe de 3 tipos de acomodações. Reservei pelo Boooking então pequei a versão top que saiu por R$165 a diária para 2 pessoas. Caso queiram opções mais baratas de quarto é só ligar la e se informarem pois existe 2 categorias abaixo desta que fiquei. Telefone do Hotel é o (86) 9414-5591 Passeios ao parque: O local não dispõe de agencias de turismo ou de passeios com vans ate o parque nacional da serra da Capivara. Então existe apenas 2 opções para se chegar ate o parque: ou alugar um carro em Petrolina (em São Raimundo não existe agencia para se locar carro) ou contratar um guia que tenha carro (cobram R$150,00 por dia para o transporte e ainda um valor que varia de R$100,00 a R$120,00 por dia). Não se entra no parque sem um guia. Então quem alugou carro em Petrolina paga apenas o valor de 100 a 120 pela diária do guia; agora quem (como no meu caso) chegou ate São Raimundo de ônibus tem que arcar com a despesa de 150 de transporte e ainda os 120 do guia, saindo portanto um valor de R$270,00 por dia – caríssimo rs O pessoal do hotel nos passou uma lista enorme com o nome dos guias, porem pouquíssimos deles tinham carro, o que complicava ainda mais as coisas... vou dividir com vcs o telefone dos guias para que planejem tudo com mais antecedência: DDD 89 Waltércio: 9405-4607 Antoniel: 8108-8706 Carlos: 94423789 Edvan: 8122-9460 Edvardo: 9402-3340 Giordano: 9411-8901 Iderlan: 8116-4936 Júlio Fillho:: 9402-1974 Mário Afonso: 9909-2832 Mário Filho: 9430-2800 Nestor: 9415-2306 Pedro Nolasco: 9407-1573 Rafael: 9927-6722 Sidrac: 9411-0637 Wilf: 9417-0637 Osmar: 8116-8649 Escolhemos o guia Waltércio Torres (9405-4607) e penso que fizemos uma excelente escolha. Ele tem carro próprio, é formado em biologia e aprendemos muito com ele sobre as atrações, plantas, pinturas e animais do parque. Parece que o kra nasceu para isso, gosta do que faz e exerce seu trabalho de uma forma que nos agradou muito. Nos passeios vc sai as 7:30 da manha e retorna depois das 18hs (em muitos destes passeios de dia todo os guias ficam impacientes para voltar logo pra casa) e em todos os dias nosso guia foi ótimo e penso que se tivesse que voltar as 10 horas da noite ele voltava feliz da vida rsrs. Então minha recomendação é que liguei pro kra que vão gostar! Para se conhecer todas as atrações são necessários 3 dias completos em passeios que normalmente se sai as 7:30 e retorna no final do dia. O parque dispõe de uma quantidade enorme de pinturas rupestres da pré historia e paisagens muito lindas de formações rochosas. Tentei anexar algumas fotos mas infelizmente acho que o site esta com problemas por isso joguei la no flicker (quem quiser de uma passada por la - endereço no final). Espero que ajude! Próximo da cidade existe o museu do homem americano que fica a uns 4 km do centro, porem é pequeno e dispõe de apenas 2 salas com itens acessíveis ao publico. Quem for comprar alguma lembrança da Cerâmica Serra da Capivara, sugiro comprar direto na fabrica quando da visita durante o passeio do Boqueirão da Pedra Furada (tanto na cidade quanto no museu existem filiais desta loja porem a diversidade de itens é bem maior na fabrica).
  29. 1 ponto
    Estive no Parque Nacional da Serra da Capivara em agosto/2017. Seguem alguns relatos e informações úteis. - São Raimundo Nonato Transporte: Fui de carro por Petrolina. Estrada boa até Remanso. De Remanso até a divisa BA-PI é estrada de terra (cerca de uns 50km). Depois, da divisa até SRN é asfalto muito bom. Precisa tomar cuidado com bodes atravessando a pista o tempo todo. De Remanso é possível fazer um outro caminho mais longo só de asfalto até SRN (via Campo Alegre de Lourdes). Têm ônibus de Petrolina e Teresina. Infra-estrutura: SRN é relativamente grande. Boas opções de restaurantes e bares. Bancos: Banco do Brasil, Caixa e Banco do Nordeste. É altamente recomendável levar dinheiro, pois sacar lá pode ser complicado. A agência do BB, por exemplo, ficava lotada o dia todo. Hoteis: fiquei na Pousada Zabelê. Achei uma boa opção, bem localizada. Diária com café da manhã R$130 quarto casal privativo com WC, frigobar e ar condicionado. À noite o lounge da pousada se transforma num barzinho aberto à hóspedes e não-hóspedes, com porções muito boas e bebidas a preços muito atrativos. Pousada aceita cartão de crédito. Funcionários dão várias dicas e agendam guias pra visitar o Parque. - Parque Nacional da Serra da Capivara Impressões gerais: o lugar é muito bonito. A geografia é bastante acidentada, e as vistas são impressionantes. Mas o mais marcante realmente são as inscrições rupestres. São milhares de desenhos espalhados nas pedras e tocas. Fauna e flora são um espetáculo à parte. Preços: é obrigatório ir com guia. Contrata-se o guia em SRN. Se chegar no Parque sem guia corre-se um grande risco de não poder entrar, pois geralmente os guias não ficam de plantão no parque. A diária do guia é R$150 para grupos de 1 a 8 pessoas. É possível tentar negociar, vai de caso a caso. Além disso a entrada do Parque é R$16 por pessoa por dia. Não há valores diferenciados para grupos, estudantes, pacotes para mais de um dia, etc. O almoço no Parque é no albergue e custa R$24 por pessoa pra comer à vontade. Muito bom e vale bastante a pena. Só aceita dinheiro em espécie. Mas é possível levar seu próprio lanche. Para quem não estiver de carro, precisará contratar um guia com carro. Neste caso o preço médio é R$200 por dia só o carro (não inclui a diária do guia). Quanto tempo ficar: pra ver o mínimo do mínimo precisa de 2 dias inteiros. Mas na minha opinião são necessários pelo menos 3 dias inteiros pra ver o "best of" do Parque. Impossível conhecer tudo (precisaria de 1 mês). Para planejar sua viagem precisa considerar que anda-se bastante, então talvez seja interessante considerar 1 dia adicional para descansar entre os passeios. Eu fiquei 3 dias inteiros e fiz passeios nos 3 dias. Foi cansativo mas muito recompensador. Museu do Homem Americano: muito interessante, com diversos materiais encontrados durante as escavações. 1h é suficiente pra visitar o museu. Dá pra visitar o museu no mesmo dia de algum passeio. Eu fiz no dia de ir embora. Passei lá antes de pegar a estrada. Custa $14 por pessoa (tem meia entrada para estudantes, idosos, etc). Dicas gerais: Faz muito calor lá. Precisa levar bastante água nos passeios. Vale muito a pena conhecer a cerâmica do Parque, que fica anexa ao albergue que oferece almoço. Tem muitas peças bonitas com representações das inscrições rupestres. Ele também têm uma loja em SRN (próxima à Pousada Zabelê). Quem compra no Parque tem 20% de desconto. Na loja do Parque não aceita cartão, mas é possível levar as peças com desconto e pagar depois na loja em SRN com cartão. Dá pra comprar online também. Eles despacham para vários lugares no Brasil. Pra quem vai por Petrolina vale muito a pena passar uns dias lá. Petrolina e Juazeiro, divididas pelo Rio São Francisco, são muito aconchegantes. Passeios de barco, visitas a vinícolas, bares à beira-rio. Muito bom.
  30. 1 ponto
    Pessoal, boa tarde. Vou subir o Marins agora em julho, alguém sabe o telefone do acampamento base? Quero dormir por lá na sexta feira é começar a trilha bem cedo no sabado! Além do mais, tenho uma barraca não autoportante, alguém que já dormiu no pico pode me dizer se tem área de solo maleável para colocar os specs ou se será necessário usar pedras para parar a barraca de pé!? Obrigado!
  31. 1 ponto
    Cienfuegos é uma cidade especial, além de ter sofrido uma colonização francesa, ela é patrimônio mundial da Unesco, a cidade tem belíssimo centro histórico, muito bem preservado, um calçadão para passeio e outro ao lado do mar, a cidade é muito importante porque aqui foi a ultima batalha da revolução liderada pelo Fidel Castro, daqui ate a Havana foi a passeata da vitória, já que o Ditador Fulgêncio Batista já havia fugido de Cuba. Próximo a Cienfuegos esta a Praia de Giron onde tem como conhecida a Baía dos Porcos, lugar onde um grupo paramilitar de mercenários desembarcou em Cuba para tentar tirar Fidel do Poder, isso em 1961 já, tudo isso financiado pelos EUA, porém não contavam com a força do povo cubano que se uniu ao exército e conseguiu derrotar a força invasora da ilha, por isso é mais comum ver frases, cartazes e outdoors exaltando o povo de Cienfuegos e sua coragem. - Como chegar Para vir de Havana a Cienfuegos há diversas formas, há pelo ônibus da Empresa Via Azul que é destinada a somente ao estrangeiro que custa em torno de 20 Cuc´s, há também uma forma de vir de caminhão que deve demorar mais e ser bem mais barato, mas foi dificílimo encontrar informações precisas sobre o lugar que saem e quanto custam, e há os táxis compartilhados que cobram as vezes 30 Cuc’s nesse trajeto, e negociando caem ate para 25 Cuc´s, isso se a pessoa quiser deixar reservado, esses táxis compartilhados só saem quando lotar, se você quiser deixar tudo reservado e bonitinho acaba pagando mais por isso, o que eu fiz foi acordar bem cedo lá pelas 07 da manhã e ir a um terminal grande que tinha perto do Hostal e ver tudo na hora, ao chegar lá havia um táxi que iria fazer esse trajeto e estava com uma pessoa dentro do carro, como era eu e o Paulo, o brasileiro que esta viajando comigo, nós tínhamos uma pequena vantagem para negociar, não podíamos forçar muito senão o cara podia se irritar e a gente não conseguiria ir para lá, então o taxista começou pedindo 20 Cuc´s por cabeça, respondi que estava caro e pagaríamos 15 Cuc´s cada um, a principio ele não quis e ficamos parados lá, na nossa, passou 2 minutos ele veio e aceitou, e pronto só faltava mais uma pessoa para completar o carro, 30 minutos depois chegou um cubano e assim partimos, foram 03 horas de estrada sem parada, uma viagem tranquila, as pistas são bem largas e boas até, um dos maiores desafios de viajar em Cuba é se locomover entre as cidades, além de ter essa diferença gigante nos preços, as informações são sempre bagunçadas. - Hospedagem Hospedei-me em uma casa de família na Avenida 54, entre as ruas 51 e 53, em uma casa verde, a uns 20 minutos do centro andando, quanto mais longe do centro, mais barato fica, esse é um dos esquemas para baratear a viagem. O taxista que nos trouxe perguntou se tínhamos lugar para ficar e respondemos que não, assim ele indicou um amigo dele que poderia nos ajudar, mas a casa custaria 25 Cuc´s, de pronto já respondi que estava muito caro e que aceitaríamos pagar 20 Cuc´s, ai veio todo o discurso que não conseguiríamos a esse preço e bla bla bla, respondi que tentaríamos, que fazia parte do nosso espirito buscar o impossível hahaha. Veio o amigo dele e nos levou a uma casa que cobrava 20 Cuc’s, que milagre, logo o preço que procurávamos, obvio que o taxista já tinha dado um toque para o intermediário que avisou a mulher, como achamos que o desconto foi muito fácil, resolvemos procurar mais barato, agora por 15 Cuc’s, só foi atravessar a rua e surgiu outro intermediário oferecendo casa, falei que estava disposto a pagar 15 Cuc´s por noite para 2 pessoas, mas que isso nem adiantaria mostrar, fomos em uma casa e não rolou, na segunda a dona aceitou e assim nos hospedamos, a 7,5 Cuc para cada um por noite, praticamente o mesmo preço de Havana, mas agora o quarto é só nosso, com banheiro e ar condicionado, ate pensamos em pechinchar um pouco mais para arranjar por 12 Cuc´s, mas os 15 já estava de bom tamanho, temos que escolher nossas batalhas ne hahaha. . - Alimentação Em todas as cidades sempre buscamos lugares cubanos para comer, existem pequenos restaurantes que as vezes tem apenas 1 mesa disponível e que vendem um bom prato de comida a 25/35 pesos cubanos, a moeda nacional, rodamos a cidade e encontramos um e fizemos uma bela refeição, com um refrigerante e ate uma sobremesa, no total deu 60 pesos cubanos ou 2 Cuc´s, como preferir. Sempre vamos em busca desses restaurantes mais baratos, os restaurantes turísticos cobram em torno de 7 Cuc´s a refeição. - Segurança Cuba é um dos lugares mais seguros que já conheci, andamos a qualquer hora do dia ou da noite, sempre com celular, dinheiro, câmera fotográfica e em nenhum momento sequer vemos alguém com um olhar de maldade ou aquele tipo que fica só na boa esperando o turista dar mole, a sensação de você poder andar nas ruas sem se preocupar com isso é incrível, dar uma paz de espirito enorme, olha que não andamos apenas em lugares turísticos, geralmente andamos mais na parte dos bairros para conhecer a real vida de um cubano, andamos em lugares que ficamos horas sem ver nenhum gringo por ali e somos sempre tratados de uma forma amigável e quando descobrem que somos brasileiros, nos sentimos em casa. - Câmbio Aqui em Cuba funcionam as Cadecas que são controladas pelo Governo e em qualquer cidade as taxas são fixas, já fiz um artigo contando qual foi a melhor moeda para se trazer para cá, é um dos primeiros posts, você só precisa buscar na cidade o lugar certo e trocar, eu preferi trocar uns 300 dolares canadenses em Havana, então não precisei trocar aqui. - Passeios Centro Histórico: A cidade tem um centro muito preservado, alias a cidade como um todo é mais bonita e preservada que Havana, que ainda conta com muitos prédios por reformas e outros abandonados, o centro conta com uma escola, um teatro, uma igreja, alguns prédios históricos e um palácio do governo local, a cidade tem um ritmo bem interiorano e o calor pelo menos nessa época do ano judia, mas a praça conta com muitas arvores e bancos para descansar, o legal que nessa praça tem o ponto da internet local, então os mais novos ficam ali usando internet, escutando musica, é a tecnologia chegando em Cuba. rs Playa Giron: Aqui onde aconteceu a grande batalha na Baía dos Porcos, na época a CIA contratou paramilitares mercenários para tentar derrubar Fidel Castro do poder, isso nos anos 1961, lembrando que a Revolução se deu em 1959, com esse racha entre EUA e Cuba e a aproximação da União Soviética, e toda confusão da Guerra Fria se aproximando as tensões entre os países estavam acirradas, e com isso a CIA fez essa tentativa em CUBA, mas ela não contava com a força do povo cubano que se uniu ao exército do país para combater a invasão e saíram vitoriosos, por isso que Cienfuegos tem uma importância para Cuba, pois foi aqui que se defendeu o país de uma invasão estrangeira, infelizmente não consegui ir a esse lugar, esperei um caminhão durante 2 horas que não apareceu, era a forma mais barata de ir, já que custava apenas 1 Cuc, taxistas cobravam 30 Cuc´s, mas gostaria de ter passado na praia onde aconteceu essa grande batalha. Malecón: é um calçadão que vai beirando o mar e um belo ponto para ver o pôr do sol, ali os cubanos fazem exercícios de corrida e os turistas param para tirar foto, um lugar bem agradável para se estar no final da tarde. Follow me
  32. 1 ponto
    Me causa muito espanto ler diversas mensagens de "montanhistas" perguntando se é seguro subir em dezembro, janeiro, fevereiro, etc... "Grupos" de "montanhistas" se dizendo experientes, pedindo check list para subir o Marins. Se você é experiente, porque precisa de check list? Não sabe que deve ter barraca, isolante, fogareiro, anorak, fleece, botas, água, lanche, um jantar, e outros itens mais?....fala sério né. Outros dizem que não tem experiência alguma, mas querem ser livres, alternativos, desprendidos, e por isso não acham legal contratar um guia e bla bla bla. Depois, fica lá dando trabalho aos bombeiros e exército. Fala sério, vai ser livre em qualquer lugar, menos numa montanha cuja orientação é difícil e você nunca colocou os pés nela antes, quiçá nunca pôs os pés em uma montanha antes. Acho tudo isso um absurdo, o ambiente de montanha é sério, deve ser curtido com cautela, respeito e responsabilidade. A temporada de montanha tem início em maio e finda em setembro. O certo é não subir fora dessa época, porém, se assim deseja, seja ao mínimo experiente e compreenda que é necessário observar a previsão e entender que não basta olhar para o céu, além de que, no ambiente de montanha as mudanças podem ser bruscas e repentinas.
  33. 1 ponto
    Como eu gosto muito de escrever, o que era para ser um relato acaba virando um "guia". Entretanto como a maioria ou não tem tempo ou não tem paciência para tanto, vou colocar um índice aqui e assim cada um vai direto a parte que lhe interessa Índice A cidade Como chegar Quando ir Onde ir em Maragogi Onde ficar em Maragogi Onde comer em Maragogi Dicas (Contatos úteis, Postos de Informações Turísticas, Links úteis, Receptivos Turísticos e Dicas) Sugestão de roteiros Relato de viagem Mapas
  34. 1 ponto
    Período: 24 a 28/02/2013 Cidades: Maragogi, Japaratinga, Porto de Pedras Maragogi é um importante pólo turístico de Alagoas, onde destacam-se as Piscinas Naturais de Maragogi ou Galés de Maragogi. Confira abaixo as dicas e informações gerais sobre a cidade. Obs.: Além da seção "Dicas" antes do relato, há outras dicas específicas espalhadas pela página. "Outras opções" referem-se às indicações que não foram testadas. ATENÇÃO: não possuo nenhum vínculo com pousada, hotel, restaurante, agência, loja e qualquer outro tipo de estabelecimento divulgado nos meus relatos de viagem. Alguns dos pontos turísticos, bem como alguns estabelecimentos, não foram visitados por mim e as informações foram pesquisadas em guias. Portanto, recomendo que antes de utilizar qualquer serviço, verifique com a secretaria de turismo da cidade, se os dados são atualizados e/ou verossímeis. A cidade Maragogi está localizada no litoral norte alagoano com localização estratégica entre Maceió e Recife. Faz limite com as cidades de Japaratinga, Porto Calvo, Jacuípe, Barreiros (PE) e São José da Coroa Grande (PE). Possui área de 334 km² e população de 28.749 habitantes (dados IBGE 2010). Tem clima tropical chuvoso, de monção com verão seco e temperatura mínima de 18 e máxima de 36°C.
Líderes está configurado para São Paulo/GMT-03:00


×
×
  • Criar Novo...