Ir para conteúdo

Mais curtidos da Semana


Conteúdo Popular

Exibindo conteúdo com a maior reputação em 11-04-2019 em todas áreas

  1. 1 ponto
    Boa noite a todos.Estou querendo ir a Los Roques em setembro e gostaria de saber as atualizações de 2019. Preço dos vôos,pousadas,etc.Obrigado.
  2. 1 ponto
    Muito se discute qual a diferença entre uma viagem comum e um mochilão. Opiniões a parte, vou detalhar aqui como eu planejo minhas viagens e mochilões. Lembrando que este é meu modo, e que obviamente varia de pessoa para pessoa. DESTINO Os destinos das minhas viagens aparecem em minha vida das mais diversas formas: vejo fotos ou vídeos na internet, leio sobre iniciativas locais, e assim vai. Geralmente eu escolho um ponto turístico que quero muito ir, então pesquiso sobre a cidade/estado/país, vejo outros pontos turísticos próximos, cidades próximas, e então monto uma lista de lugares a visitar que julgo os com melhor custo benefício. Exemplo: Se meu sonho é conhecer o Cristo Redentor no Rio de Janeiro, ele pode ser meu ponto de partida. Então vejo outros pontos turísticos de lá, como o Pão de Açúcar, Pedra do Telégrafo, Parque da Laje, Museu do Futuro, Mirante Dona Marta, e assim vai. De um ponto de interesse, eu pesquisei coisas próximas, e montei a base do que vou visitar. PASSAGEM Sabendo para onde quero ir, pesquiso sobre como vou para o destino. Caso tenha possibilidade e disponibilidade (tempo), eu pesquiso primeiro passagens de ônibus, e verifico se a economia é suficiente para justificar o tempo que iria gastar na viagem. Por exemplo: ir de ônibus para a Bahia leva tanto tempo, que compensa mais ir de avião. Sem contar que o ônibus para lá nem é tão barato assim, e é possível encontrar boas promoções de passagens aéreas. E as vezes nossas folgas são tão curtas, que perder um dia e meio em um ônibus, pode sacrificar vários passeios no local. Eu pesquiso primeiro em algum site que compara preços, como o Decolar. Achando a passagem que quero, vou diretamente no site da companhia e compro lá mesmo. Assim, evito as taxas que esse site de site cobra. Caso eu tenha disponibilidade de dias, sempre verifico se não fica mais barata ir um dia antes do planejado, ou voltar um dia depois. As vezes essa mudança gera uma economia de centenas de reais. Nessa tabela podemos ver um exemplo do que falei. Indo sábado, dia 02 de março de 2019, e voltando na terça, dia 05, você pagaria 1567 reais. Já indo dia 4 e voltando dia 8, o valor cai para 812 reais! Em 2017 fui para uma comunidade alternativa na Bahia chamada Piracanga, e com essa técnica paguei 400 reais na passagem de ida e volta! HOSPEDAGEM Com o destino escolhido, e a passagem comprada, agora vou atrás de um lugar para ficar, de acordo com a grana que tenho, e com a experiência que desejo ter. Eu gosto muito de natureza, e tento integrar minha hospedagem com ela. Pesquiso no AirBnb cabanas de madeira, casas em meio a floresta, casas na árvore, etc. Também me agrada muito ficar em Hostels (albergues), pois a integração com outras pessoas é enorme! Você conhece outras realidade, países, pessoas, culturas, além de treinar sua inglês, espanhol... E os preços dos hostels costumam ser bem atrativos, deixando a viagem mais barata, podendo-se até fazer passeios a mais, pois você gastou menos com hospedagem. Recentemente fiquei nesta casa na árvore, pelo AirBnb. Ela tinha café da manhã, uma vista linda, e dividi a casa com os moradores. Conversamos sobre vários assuntos, conheci a vida deles, eles a minha, e tive uma interação maior com pessoas e com o local, pois os locais sempre dão dicas do que visitar da região. Em hostels eu costumo ligar ou mandar e-mail diretamente para eles, pois qualquer taxa que eles paguem para o site de reserva pode virar uma economia. Quando fui para o Chile, pesquisei um hostel que era uma casa de madeira em meio a uma vegetação, e fiquei encantado. Liguei para lá sem falar nada de espanhol, e depois de alguns minutos, já estava com a reserva feita. As pessoas são bem solícitas, e tentam de toda forma ajudar quem precisa. Exemplo do Booking, site onde você pode pesquisar pela data e destino, e receber indicações de hospedagem: Uma experiência no AirBnb: COMPILANDO AS INFORMAÇÕES Agora você já tem um destino, um local para dormir, e sabe como vai chegar até lá, mas ainda falta muita coisa! Chegando no aeroporto, como você vai até o local de hospedagem? Alguns hostels, pousadas, ou hotéis, possuem convênio com serviços de transfer, que te buscam no aeroporto ou rodoviária. Caso você queira um serviço desse (mais caro que um ônibus ou metrô), deve conversar com o estabelecimento, e contratá-lo. Eu busco sempre uma alternativa mais barata, já peguei carona, fui de taxi, uber, ônibus comum, fui a pé, mas em uma determinada situação, eu precisava estar no aeroporto 6 da manhã. Contratei então o transfer, uma van que passou em diversos hotéis e pousadas, pegando as pessoas para deixá-las no aeroporto. O próximo passo é separar as atividade por dia! Essa ordem de atividades deve ser feita com um critério muito simples: distâncias. Se na parte da manhã você vai em uma praia, que ao lado dela exista um lugar que você quer almoçar, marque para a tarde algo próximo. E deixe para o próximo dia algo que fique mais distante de lá. Assim você economiza o tempo e dinheiro do deslocamento. No próximo dia faça o mesmo, em outra região. Tudo pode ser consultado pelo Google Maps, assim você mede as distâncias, e faz mais por menos. Exemplo de roteiro em São Paulo: Dia 1 - Café de manhã no Hostel, caminhada no Parque Trianon e avenida Paulista, almoço na Rua Augusta, a tarde vai até o Beco do Batman, suco em algum local próximo, e depois Praça do por do Sol. Dia 2 - Café da manhã no Hostel, museu da imigração na parte da manhã, almoço do Mercado Municipal, e depois atravessar a rua para visitar o Museu Catavento. E assim vai o restante dos dias. Atrações próximas criam a possibilidade de ver mais coisas em sua viagem! ECONOMIA Algumas formas de economia nas viagens: No caso de AirBnb e Hostel, pelo menos algumas vezes durante a viagem, eu cozinho minha própria comida. Isso gera uma economia de dinheiro, e depois posso gastá-lo com outros passeios, comer em algum lugar mais caro, ou mesmo viabilizar a própria viagem, pois em alguns casos eu já fui planejando cozinhar, ou então eu não poderia ter viajado. Compre os ingredientes no mercado e use a cozinha comunitária. Geralmente eles já possuem sal, óleo, e outras coisas básicas. TRANSPORTE DURANTE A VIAGEM Para ir de uma atração a outra, caso não seja possível ir a pé, você terá que pegar um transporte. Em alguns países existem cartões que você pode recarregar e pegar ônibus e metrô. Em cidades maiores o Uber está presente, e se torna uma opção barata, mas atenção para as cidades que o serviço é proibido, e pegá-lo mesmo assim pode complicar sua viagem, caso seja pego. Cartão de Santiago - Chile. PREVISÃO DO TEMPO Embora seja algo que não podemos planejar, podemos usá-la a nosso favor para minimizar os transtornos que uma chuva pode causar. Por exemplo: No dia 1 você vai a um museu, e nesse dia a previsão é de Sol. No dia 4 você vai fazer uma trilha, mas a previsão é de chuva. Você pode inverter os passeios, e assim aproveitar os dois! Exemplo de roteiro visual: Dicas gerais: Verificar feriados locais, pois pode ter muita coisa fechadas nessas datas. Buscar cardápios de restaurantes na internet, isso pode poupar tempo e dinheiro, pois se for mais caro do que você deseja, você nem vai. Baixar aplicativos que podem ajudar a sua viagem: previsão do tempo, uber, bla bla car, app da companhia aérea (fazer checkin antecipado), etc. Caso seja um país de outra religião diferente da sua, verificar se você não vai desrespeitar costumes. Por exemplo, na Tailândia você não pode ter uma tatuagem de uma cabeça de Buda. Verifique se a cotação para trocar o dinheiro é melhor no destino. Trocar no Brasil quase sempre não é vantajoso. Verifique sem o país pede alguma vacina, como febre amarela. A maioria das vacinas precisa ser tomada alguns dias antes da viagem, e se você esquecer e tomá-la no dia anterior, ainda assim não poderá embarcar. Para países do Mercosul você pode viajar somente com RG recente. Não vale CNH, somente o RG. Agora é hora de fazer se roteiro e viajar! Good trip! *Eu fiz esse post originalmente para o meu blog de viagens, mas postei aqui porque ele pode ajudar muito mais pessoas do que o meu blog consegue alcançar*
  3. 1 ponto
    Alguém vai viajar final desse mês ou inicio so mes.. diga o dia e pra ond?? 😉
  4. 1 ponto
    De grandes vales a montanhas cobertas por neve, de cidades ricas em história a pequenas vilas que enchem nossos olhos, de pessoas simpáticas e acolhedoras e de uma gastronomia maravilhosa, a Geórgia é um dos destinos mais fantásticos da Europa, principalmente para quem busca uma conexão com a natureza. Não, não estamos falando do estado americano! A Geórgia é um pequeno país localizado no cruzamento da Europa e da Ásia. Ao sudeste possui fronteira com o Azerbaijão, ao sul, com a Armênia e a Turquia, e ao norte, com a Rússia. Já tendo feito parte da União Soviética e do Império Russo. A população do país é de 3.720.000 pessoas dentro de um território de com área total de 69.700 quilômetros quadrados . Com mais de 40 áreas protegidas, a Geórgia possui uma ampla parte do país ocupada pela natureza intocada! O que irá lhe surpreender a todo momento.A Geórgia é de fato um paraíso na terra! A natureza e a diversidade deste país foram a fonte de inspiração para muitos escritores e poetas. Aqui temos tudo que o viajante pode sonhar: montanhas com neve, lagos, cavernas, imenso vales cercados de montanhas, cânions, desfiladeiros naturais, águas minerais e piscinas de água sulfurosa. A cada ano que passa, o país torna-se um destino ainda mais almejado para muitos escaladores, trilheiros e esquiadores à procura de aventura. Em nosso mochilão de 1 ano e 2 meses, fizemos uma Road Trip por alguns dos mais incríveis locais da Geórgia, com foco na natureza. E depois de quase 2 meses explorando o país, produzimos exclusivamente o melhor e mais completo Guia do país, mostrando os melhores locais para se explorar, principalmente para quem AMA natureza! Além disso, também um mapa no maps.me com todos os pontos por onde passamos. É um roteiro de viagem para 25 dias de atividades, com hikings espetaculares em meio a vales, montanhas e geleiras, passando por algumas das mais antigas igrejas do mundo e muita cultura local. Quem ainda tem dúvidas se vale a pena ou não visitar a Geórgia, se liga no vídeo que produzimos: Quer saber mais e adquirir o eBook: Fala com nós lá no insta: @mundosemmuros Abraços e bons ventos!
  5. 1 ponto
    Eai galera mochileira! Queria compartilhar um vídeo com vocês, dos nossos 6 primeiros de viagem (em dezembro, completamento 1 ano e 2 meses de estada e decidimos voltar). Quem sabe pode motivar alguem que está inseguro com relação a grana. Nosso mochilão foi sem muito planejamento, sem data de retorno definida e também sem muita grana. Fizemos uma economia muito grande e também quando apertou fizemos algumas coisa para nos manter, como faxinas, venda de fotos online, criação de produtos do nosso projeto, catamos latinha do lixo para vender, sentamos com plaquinha na rua, trabalhamos em eventos e por aí vai. Segue o vídeo dos 6 primeiros meses: E também um compilado de toda a nossa trajetória nesse 1 ano e 2 meses incríveis de estrada: Esperamos que possa de algum modo, inspirar a quem deseja fazer o mesmo! Abraços! @mundosemmuros
  6. 1 ponto
    @Rodollpho, sim, vale a pena, tanto em você poder conhecer outros lugares, como também pela economia. A diferença é muito grande. São aproximadamente 2 horas de viagem
  7. 1 ponto
    Muito legal seu relato e suas informações!! Uma das regiões mais lindas do nosso Brasil. gostaria muito de ir nas minhas férias, conhecer um pouco a região, se você tiver algumas dicas, sugestões de roteiro pra me dar, ficaria muito agradecido!!
  8. 1 ponto
    @Renato Cunha com toda certeza ir por conta própria ficará mais em conta. Ir por intermédio de uma agência além de pagar bem mais caro, voce terá um roteiro engessado e nao poderá fazer nada fora daquele cronograma. E indo por conta própria voce faz o que bem entender, quando quiser e onde quiser. Nao tem como falar o quanto ficará mais em conta porque tudo depende do seu estilo de viagem, a duraçao da viagem, etc.. Entao voce tem duas opçoes, gastar um tempo planejando sua viagem ou pagar bem mais caro pelo comodismo de pegar tudo pronto.
  9. 1 ponto
    Passando da fronteira, é que a polícia entra no ônibus a cada chegada a uma cidade ou saída dessa. Depois que chegar em Caracas, tudo fica tranquilo.
  10. 1 ponto
    Te fazer outra pergunta. Com a crise na Venezuela vc passou por algum perrengue? Visto que vc foi quase agora numa época conturbada.
  11. 1 ponto
    Vou pesquisar agora amigo.
  12. 1 ponto
    Olá! Alguem está ou esteve nos últimos dias na patagônia. Mais especificamente de El Chaltén para baixo. Gostaria muito de saber se a vegetação já está com os tons semelhantes a imagem. Quero muito presenciar isso no futuro, mas quanto menos frio melhor. Maio não da 😄 Geovani
  13. 1 ponto
    Irmão,sem palavras pra te agradecer. Vai ser uma bela economia. Ia pagar 3000 na passagem Rio Caracas. Com tua dica fica 600 Rio Manaus mais os dois ônibus. Dá nem 1000. Klll
  14. 1 ponto
    Amigo, explico neste vídeo detalhadamente a problemática de deslocamentos na Europa... recomendo assistir para montar um roteiro mais fluído. Inscreva-se no canal que estou postando uma série sobre o assunto.
  15. 1 ponto
    Amigo,melhorou. 600 reais Rio Manaus.Otimo.Nesse caso pegaria dois onibus né.
  16. 1 ponto
    Obrigado amigo.Cartao vacinação febre amarela e passaporte já tenho. Farei o seguro sim.Obrigado
  17. 1 ponto
    Pesquisei Rio /Boa Vista deu 1100 + 160 do ônibus até Caracas ficou top o preço. Melhor do que 3000 Rio/Caracas.
  18. 1 ponto
    @Rodollpho, tem uma super promoção Rio > Manaus. Não lembro qual empresa aérea, porém vi no link que te passei Veja no link que te passei acima.
  19. 1 ponto
    Gostei desa dica do ônibus amigo.Rio Caracas realmente ta salgado. 3000 o valor. Vou pesquisar Rio/Boa Vista e depois ônibus até Caracas. Dicas valiosas irmão. Forte abraço.
  20. 1 ponto
    @Rodollpho, posso lhe garantir que 8 mil, é muita grana, sem contar com os voos. Veja nos link que deixei na postagem acima. Como também deixei links de hospedagens, você pode ter uma ideia de quanto vais precisar, a parte da alimentação, é barato para quem leva reais ou dólar. Eu prefiro levar dólar, eles aceitam em todos os lugares e o cambio é bem melhor que o real. Então, após você verificar os valores da passagem Rio > Caracas ou Rio > Boa Vista e por último Rio > Manaus (valor de ônibus até Boa vista 136,00, Boa Vista a Caracas R$ 160,00, a fronteira já está aberta), Some cada trecho e veja o mais barato. Rio > Caracas, deve estar muito caro. Se sobrar 5 mil, você será considerado um milionário em Los Roque.
  21. 1 ponto
    Meu amigo,muito obrigado. Por seu relato de viagem ser recente me passou confiança em ir.Maioria dos relatos que achei aqui são antigos. Você acha que 8000 reais eu consigo fazer a viagem tranquilo. Incluindo nesse valor passagem Rio Caracas Los Roques,Pousada,passeios,mergulho,etc? Irei sozinho.
  22. 1 ponto
    @Rodollpho, bom dia. Los Roque, o arquipélago na Venezuela ? Bem, o valor dos voos, depende de onde você está. Deixo um link para você fazer a pesquisa. Passagens em Promoção As hospedagens te deixo dois locais para procurares o local pelos melhore preços: AIRBNB ou BOOKING Para viajar para fora do país, sempre é bom ter um SEGURO VIAGEM A Venezuela, está passando por um momento difícil, pouca alimentação e etc, porém aos turistas, tem quase de tudo. Los Roques é lindo, com lindas praias caribenhas, com uma distância aproximada de 170 kms do continente e isso dá uma segurança aos visitantes. Possui várias ilhas, eles dizem que são mais de 50, eu tive tempo de conhecer apenas 5, pois cada uma é mais linda que a outra. Fui por via terrestre de Manaus, pernoitei em Boa Vista e cedo da manhã, partimos para a Venezuela. Não tem voo direto do Brasil, podes pegar um voo a Caracas ou ir de carro até Caracas e de lá, tem voos em pequenos aviões que te leva a Los Roques. Não tente economizar, pois tudo lá, é bem barato, desde pousadas, hoteis, hotéis ou casas de famílias (eles alugam quartos), tudo é barato mesmo. Fui em 2018, mês de outubro, infelizmente só fiquei 11 dias. Como tudo lá é paradisíaco, não dá para te falar em qual ilha ficar. Boa viagem.
  23. 1 ponto
    Amigo, desculpe pela demora. Na minha viagem, fiz Itália e Croácia, porém meu roteiro resumido na Italia foi o seguinte: Roma: 4d/5n: Tempo mais que suficiente Veneza:2d/2n Florença: 5d/6n Neste periodo que fiquei hospedado em Florença, fiz o seguinte: -Dia 01: Florença -Dia 02: Florença 1,5/2 dias são suficientes para conhecer bem Florença) -Dia 03: Pisa e Luca. Fui de trem, muito tranquilo para fazer em um dia. -Dia 04: Siena e San Gimminiano. Neste caso é melhor ir de ônibus, pois ja te deixa no centro de Siena. (https://passeiosnatoscana.com/2016/11/26/como-ir-para-san-gimignano-de-florenca-e-siena/) -Dia 05. Val D'orcia. Esta região é maravilhosa, é onde vera as classicas paisagens de toscana e as melhores vinicolas. Eu fui em um tour com uma agencia de viagens, que incluia Montaltino, Montepulciano, Pienza e 2 vinícolas. Apesar de ter sido muito bom o tour, aconselho ir de carro, pois o melhor do dia serão as paisagens nos caminhos. Caso necessite de mais qualquer informação estou a disposição.
  24. 1 ponto
    Eu vou meio que repetir o que o colega acima disse, mas vc tentou colocar todas as cidades que vc quer ir no google maps? Nápoles e Pompéia ficam bem mais longe e fora do eixo do que vc quer fazer. Daí ainda tem que articular horário de transporte e quanto mais transporte, mais gasto. Reduzindo seu roteiro pra 11 dias, ficaria assim 1-chegada em Roma + Roma 2-Roma 3-Roma 4-Roma (Vaticano) + transporte para Florença 5-Florença 6-Florença 7-Florença 8-Florença (bate volta em San Geminiano) 9-Florença (bate e volta em Pisa + Luca) + transporte Florença -Veneza 10-Veneza 11-Veneza + volta (daria pra voltar de Veneza?) *Vc pode tirar 1 dia de Florença e colocar em Roma, se preferir Roma quando eu fui, eu fui mtoooo na pobreza! rs Comi uma refeição típica decente e os outros 3 dias só kebab/fast food. Hostel e entradas em algumas atrações (Vaticano, Coliseu e tal). Tenho amigas que trouxeram perfumes, mas não entraram no Coliseu. Eu não trouxe nada e entrei. São sempre escolhas. Em Florença tem gastos com Galeria Uffizi, Academia, mas tem walking tour tb naquele esquema de gorjeta que sempre economiza rs, lá eu fiquei num hostel perto da estação do trem, que me recomendou uma bisteca fiorentina por 15 euros (enquanto nos outros restaurantes era sempre mais caro), tinha pizza barato também, quer dizer, dá pra viver e até tomar um gelatto! =D Veneza a dica é sempre ficar fora da ilha (em Mestre tem um hostel top), vc paga o metrô/trem pra ir e voltar e fica o dia inteiro lá.
  25. 1 ponto
    Aham entendi, leste europeu deve ser mais cara a passagem, porém os gastos lá são menores. Só fui 1 vez para europa, então vou deixar os mais experientes opinarem.
  26. 1 ponto
    Exatamente isso que o Rafael postou...eu estou indo na missão de fazer uma viagem ultra econômica, estimei 630 euros para passar 7 dias incluindo todos os gastos, mas vou levar 850 só para não ter essa dor de cabeça na imigração.
  27. 1 ponto
    Atualizando os valores mínimos para admissão na Espanha! E se cair na amostragem da imigração e não tiver com a agrana eles devolvem mesmo!! Depois... muito brasileiro volta chorando para o Brasil dizendo que teve a entrada recusada injustamente... http://www.exteriores.gob.es/Portal/en/ServiciosAlCiudadano/InformacionParaExtranjeros/Paginas/RequisitosDeEntrada.aspx In order to substantiate economic means, the provisions of Order PRE/1282/2007, of 10 May, on economic means, shall be taken into account, which provides that foreigners must demonstrate that they have sufficient means of support available in order to enter Spain. The minimum amount that must be substantiated is € 90 per person per day, with a minimum of € 810 or its legal equivalent in foreign currency. Ficou claro ne? Independente de passar 01 dia ou 90 dias... tem que ter 810 euros. E o seu total de dinheiro, dividido pelo numero de dias, tem que dar um minimo de 90 euros.
  28. 1 ponto
    @Emiceh chego em Cusco dia 15/05, e já pretendo fechar com alguma agencia por lá para ida dia 19, estou tranquilo, por tudo que vi a demanda está sendo grande, não é todo mundo que tá disposto a pagar 60 dólares só na ida de trem.
  29. 1 ponto
    Obrigado pela dica. Mas Londres é um dos sonhos dela (e confesso que é a cidade que mais gosto também heheheh). Então acho que vou fechar da seguinte forma (sem nenhum bate-volta, à princípio, ao Vale do Loire, Bath e etc): Amsterdam: chegada dia 13, saída dia 17 (4 noites; 3 dias inteiros) Bruxelas: 17 a 19 (2 noites e 1 dia inteiro) Londres: 19 a 24 (5 noites; 4 dias inteiros) Paris: 24 a 29 (5 noites; 4 dias inteiros) Já fiz reservas nos hotéis pelo booking.com (mas com cancelamento gratuito). Agora vou planejar os dias e passeios em cada cidade. Só então vou ver se será viável ou não fazer bate-voltas de Londres e Paris para as suas respectivas vizinhanças. Vou mantendo atualizado. Mas ainda me mantenho aberto a sugestões. Obrigado a todos!
  30. 1 ponto
    Tour GRÁTIS em ônibus turístico em Manaus. O ônibus turístico que passa pelos principais pontos turísticos, casarões, arena, praia da Ponta Negra e ponte Rio negro. A saída é na praça são Sebastião, onde fica o Teatro Amazonas, é preciso pegar o ingresso com 2 h de antecedência do embarque, na casa do turista que fica na mesma praça, é gratuito tanto para turistas quanto para locais, são feitos em 2 horários, pela manhã as 9 h e a tarde as 15 h, somente 50 ingressos por viagem. Duração do passeio é de 2 a 2:30, parando 15 min na praia de ponta negra e assim retornar ao mesmo local de partida. Obs: Priorizam os que estão em prioridade (idosos, grávidas, crianças de colo e etc.) Prestigiem vale a pena mesmo. Dois ônibus de dois andares, climatizados e com capacidade para 70 passageiros cada, está fazendo City Tour gratuito por Manaus. Os ônibus circulam de quinta-feira a domingo. Segundo a assessoria da Amazonastur, os horários são os seguintes: Quinta-feira a Domingo: um ônibus às 9 h e outro às 14 h. Como fazer o passeio Como o serviço está sendo muito procurado é preciso chegar com antecedência para pegar o tíquete da viagem, que é distribuído no Centro de Atendimento ao Turista (CAT) da avenida Eduardo Ribeiro. O itinerário dura aproximadamente duas horas e passa pelos principais pontos turísticos da cidade. Durante o percurso, um guia de turismo vai indicando os pontos turísticos e contando curiosidades sobre cada um deles. O Amazon Bus é destinado aos turistas nacionais e estrangeiros e também para os moradores de Manaus. Fora do feriadão, os horários de saída dos ônibus são às 9 h e às 14 h, da avenida Eduardo Ribeiro, ao lado do Teatro Amazonas, no Largo São Sebastião. O itinerário se inicia na avenida Eduardo Ribeiro, onde fica estacionado o Amazon Bus, um enorme veículo que tem o mesmo modelo dos ônibus londrinos de dois andares. O primeiro prédio histórico avistado é o Centro Cultural Palácio da Justiça. Em seguida, vem o Teatro Amazonas. O roteiro volta a ficar interessante quando o ônibus passa pela Igreja da Matriz, Casarão do Antigo Correio, Relógio Municipal, Porto de Manaus e Prédio da Alfândega, avança no centro histórico e toma a avenida Sete de Setembro, onde estão localizados o Centro Cultural Palácio Rio Negro e o Parque Jefferson Péres. Depois passa em frente a espaços como Mercado Municipal Adolpho Lisboa e Centro Cultural Chaminé. Outra atração recentemente incluída foi o estádio Arena da Amazônia, na avenida Constantino Nery, construído especialmente para receber jogos da Copa. O itinerário segue pela avenida Boulevard Álvaro Maia, onde está localizado o Cemitério São João Batista e o Reservatório do Mocó, o primeiro reservatório de abastecimento de água da cidade, construído há mais de 100 anos. O local é um bem tombado como patrimônio nacional. A viagem segue para o bairro Compensa, onde o trajeto avança na Ponte do Rio Negro, o momento mais bonito da viagem. Recomenda-se ficar no andar de cima do ônibus. É o melhor local para fotografar o rio Negro e, claro, ser fotografado com este belo cenário ao fundo. O motorista do ônibus vai até o final da ponte e retorna para Manaus. O trajeto de volta se repete e termina no Largo São Sebastião. Ao final de duas horas, grupos já se formaram, corre muito bate-papo e diversão. As pessoas vão se aproximando e até mesmo fazem amizades. Durante toda a excursão, um guia de turismo vai explicando e contando a história de cada local por onde o ônibus passa, inclusive narrando fatos curiosos da cidade, com uma certa dose de humor. Há tradução para o inglês e espanhol. A excursão, que dura em torno de duas horas, é panorâmica, ou seja, não faz parada nos pontos visitados. O turista tem, portanto, uma visão externa do local. A única parada é feita na orla da Ponta Negra.
  31. 1 ponto
    Fique ligada pois a TAP não dá direito à bagagem na passagem mais em conta! Isso quebra muita gente, pois é bem improvável uma viagem à Europa apenas com bagagem de mão. Se você estiver ciente disso, já voei com eles uma vez e achei bom, nada a reclamar.
  32. 1 ponto
    É uma boa companhia, considero o horário do Voo LIS - GRU cansativo, mas pelo preço, vale a pena
  33. 1 ponto
    Fui e voltei de Tap em janeiro para Portugal, não tive nenhum problema. Pelo contrário, ótimo atendimento, voo foi pontual e ótimo serviço de bordo.
  34. 1 ponto
    Nunca tive problemas com a TAP... não é uma companhia top de linha, mas acho melhor que a Air Europe, por exemplo. E prefiro mil vezes desembarcar e fazer imigração em Lisboa que descer em Barajas! Saindo da minha cidade... em 8 horas estou na Europa. Agora vem a pergunta, essa galera fala mau das companhias populares esta disposta a pagar o preço de uma KLM por exemplo? Ninguém quer... kkk
  35. 1 ponto
    @[email protected] brother na minha opinião seu roteiro está muito corrido. Pelo visto voce nao está levando em consideração o tempo de deslocamento entre as cidades, por exemplo, quando voce se refere que ficará 2 dias em Barcelona e 3 dias em Paris, nesse seu cronograma voce nao terá 2 dias inteiros em Barcelona, tão quanto não se teletransportará para Paris para poder ficar 3 dias inteiros lá, pois tambem terá o tempo de deslocamento até a proxima cidade. Tenha em mente que por mais que voce faça deslocamentos proximos, na melhor das hipóteses voce perderá a metade do dia ou mais. Leva tempo pra vc fazer checkout, ir para o aeroporto ou estaçao de trem ou rodoviária, fazer o deslocamento em si, achar seu endereço no destino, fazer checkout e desfazer as malas. Nesse seu roteiro voce estará fazendo e desfazendo as malas praticamente dia sim, dia nao. Tem algumas cidades ai que merecem mais dias como Barcelona, Paris, Berlim, etc.. Mesmo que voce fosse ficar apenas os dias citados em cada cidade, considerando como dias inteiros, seu roteiro daria bem mais que 25 dias. Sugestão... diminua a quantidade de destinos, fique mais tempo em algumas cidades para poder aproveitar melhor e com isso economizará tempo e dinheiro.
  36. 1 ponto
    E lá vou eu! Essa viagem começa em abril de 2018... alias, corrigindo, no ano de 2011. Vi o blog de uma mulher que saiu do norte do Brasil para passar 50 dias viajando sozinha pela Europa. Lia cada capítulo daquele blog fascinada, ela mal sabia falar inglês. Então pensei.... se ela pode eu também posso. Mas existirão dois complicadores no meio do caminho: dois casamentos. No fim do último, resolvi que esse seria o momento ideal. Estaria sozinha, em um momento de me reconhecer e realizar os meus sonhos. Comprei as passagens e montei um roteirocom minha amiga Patricia Dias. Dias maravilhosos nos quais viajamos sem sair do chão. Mas a viagem engrenou mesmo em fevereiro, quando eu definir os hotéis, quer dizer, hostels. Isso mesmo, ficarei em hostel. Quando fiz o orçamento de Roma, a primeira cidade, ficou por volta dos R$2.000,00. E pagarei por todos os hostels quase o mesmo valor. Depois vieram as passagens de trem. Bem.... 1° dia - meu voo seria dia 04/04 às 22:50... seria! Foi cancelado! É um pouco desesperado e frustante.. tanta expectativa para um dia tão esperado. 2° dia - dia para descansar e aguardar o voo remarcado 3° dia - finalmente consegui sair do Brasil... Ufa! E tive, por problemas da TAP, dormi em Lisboa. Inicialmente estava relutante, não fazia parte dos meus planos, mas já que estou aqui, vou curtir essa cidade maravilhosa, comendo um maravilhoso bacalhau e bebendo vinho, e comendo manteiga. Lisboa continua linda, passeei pela praça do Comércio e dos Restauradores, pela Rua Augusta. Jantei, por indicação de Zé Marcos, no João do Grão e comi Açordas de bacalhau. Depois comi um pastel de nata, como não fazê-lo. Já indo embora, encontrei uma chinesa, que inicialmente, para mim, era uma japonesa, de tranças.... posso tirar uma foto?
  37. 1 ponto
    Olá Andrea, fiz o Caminho Central em noventa de 2018, saindo do Porto até Santiago. Primeira dica: Faça mesmo que seja sozinha. É muito seguro, as pessoas são hospitaleiras e os “peregrinos ainda são peregrinos” ( frase de um amigo que fez o caminho francês e vivenciou e viu muitos caçadores de compostela). No Porto, fiquei no Best Guest Hostel. Saindo do Aeroporto peguei o metro e desci na estação S Bento. Este hostel fica a 100 metros da estação e a 130 metros da Sé do Porto onde você compra a credencial do Caminho. Dia seguinte saí para o Caminho, chuva e confesso que o primeiro dia é bem chato, pois vc passa pela zona industrial do Porto. Dormi na Casa da Laura. Uma senhora que recebe os peregrinos em sua casa numa especie de edícula (pra mim era tudo novidade e a senhorinha D Laura é uma simpatia de pessoa). Segundo dia , mais chuva e a paisagem começou a ficar bem legal e assim vai ser até chegar perto de Santiago. Durante o Caminho você pode ficar nos albergues municipais, nos particulares e até pode alugar uma casa no Booking.com ou Airbnb, se quiser . ( eu ia variando de mochileiro raiz a mochileiro nutella durante o Caminho). chegando em Santiago, vc pode ficar em hostel ou ficar num hotel-mosteiro que fica colado com a Catedral (fiquei nesse e era uma espécie de quartonde monde com cama e chuveiro privados por 25 euros com café da manhã)
  38. 1 ponto
    📷 Post original com fotos aqui: http://www.queroirla.com.br/roteiro-sevilha/ A Espanha fica tão pertinho de Portugal que já estávamos há um tempo ansiosos por cruzar essa fronteira ibérica! O destino escolhido para a primeira viagem aos vizinhos foi Sevilha, capital da Andaluzia, no sul da Espanha! Sem maiores expectativas, achei que seria só mais uma cidade fofinha, mas surpreendentemente, foi amor a primeira vista! O trajeto entre Lisboa e Sevilha demora (descontando as paradas) por volta de 4h30, com estradas boas e pedágios só em Portugal. E foi só chegar no centro histórico da cidade que já comecei a me empolgar com as ruelas estreitas e a arquitetura dos prédios. É bem complicado encontrar vagas nas ruas do centro, muitas são só para residentes e as que não são, raramente estão disponíveis. O jeito é mesmo estacionar um pouco mais afastado. Apesar de ser uma cidade bem segura, fomos orientados a tirar tudo do carro (tudo mesmo, até uma caneta ou uma moeda de 0,2€!) e deixar o porta-luvas aberto. Seria um sinal de “aqui não tem nada pra roubar”. Nós ficamos 4 dias (2 inteiros + os da ida e da volta). A ideia era em um deles fazer um bate-volta em Córdoba, mas gostamos tanto de Sevilha que decidimos curtir a cidade com calma! E com o calorão de agosto, foi a melhor opção, já que paradinhas para cervezas e helados se tornaram um tanto frequentes. Sevilha é uma cidade espanhola, mas sua essência é claramente árabe! Depois de ter passado pelo domínio de vários povos, especialmente os romanos, os mouros ocuparam a região e detiveram o poder por oito séculos, até serem expulsos pelo rei Fernando III, que cristianizou o território. Mas foi só sair do Airbnb onde estávamos hospedados e dar alguns passos em direção ao centro histórico que já começaram a aparecer os primeiros sinais do passado mouro de Sevilha. É especialmente no bairro de Santa Cruz, a antiga juderia, que se notam azulejos em coloridos padrões geométricos, casas e hotéis com pátios árabes e aromáticas lojas de temperos e ervas. É uma atmosfera diferente, e a maior vontade é de simplesmente andar sem rumo por suas tortuosas ruas. Inevitavelmente a gigantesca Catedral de Sevilha vai surgir por entre as callese plazas. É uma das maiores construções religiosas do mundo e sua versão, hoje católica, foi construída sobre uma antiga mesquita. Essa mistura do islã com o cristianismo ocidental fica evidente na torre anexa à igreja, a La Giralda, um dos cartões postais da cidade. E pra imergir de vez na herança muçulmana de Sevilha é só adentrar o complexo de jardim e palácios reais batizado de Real Alcazar. Na verdade há uma mistura de estilos arquitetônicos nos diversos ambientes que compõe o conjunto, mas as salas árabes, com todos aqueles detalhes do chão ao teto, arrancam os mais maravilhados suspiros! Os jardins também encantam, mas é preciso ter tempo para percorrê-los com a calma que merecem. É também dessa mistura de povos, entre eles árabes, judeus e ciganos, que surgiu, na região da Andaluzia, o mais tradicional estilo musical espanhol: o flamenco! Tanto a dança quanto o canto, acompanhado das batidas fortes das guitarras, são intensos, daquele tipo de experiência que arrepia os pelinhos do braço e faz o coração pulsar mais forte! Não dá pra descrever Sevilha sem falar do seu cartão postal, a Plaza de España! Criada pelo arquiteto Aníbal González para a Exposição Ibero-americana de 1929, ela pode até ser um ponto turístico fabricado, com seu canal artificial e charretes carregando turistas levemente desinteressados, mas é absolutamente deslumbrante! Ao longo do edifício semi-circular, diversos painéis de azulejos detalhadíssimos representam todas as províncias espanholas. Em seu interior tudo é ricamente ornamentado, das paredes à escadaria. Do piso superior tem-se uma dimensão mais ampla da praça, que inundada pelo dourado do fim do dia fica ainda mais mágica! A praça fica na verdade dentro do Parque de María Luisa, cheio de fontes e cantinhos aconchegantes para uma paradinha relax. Os Jardines de Murillotambém são uma opção agradável para estar em meio à natureza e à vida cotidiana dos Sevilhanos. Já às margens do Guadalquivir, a Torre del Oro é o ponto turístico, mas o mais gostoso mesmo é o caminho até lá, uma caminhada pelo Paseo de las Delicias,que pode incluir uma paradinha em um dos bares beira-rio. E se até agora tudo parece muito harmonioso, uma estranha e gigante estrutura de madeira bem no centro histórico quebra bruscamente os padrões. É o Metropol Parasol ou Las Setas (os cogumelos), de onde se tem uma vista 360º de Sevilha! O valor da entrada inclui um pequeno desconto na consumação do bar no topo. Não é uma má ideia terminar o dia brindando o pôr-do-sol com uma cerveja artesanal espanhola. A Espanha é o paraíso das tapas! Em Sevilha elas são geralmente baratas e bem servidas. Não há programa mais local do que escolher uma mesa pelas praças e calçadas para tapear, acompanhado de uma cerveja ou uma jarra de sangria. É particularmente bom para vegetarianos, já que há muitas boas opções sem carne (embora o jamón seja uma paixão nacional). Tive duas paixões gastronômicas que salivantemente recomendo: as tortillas de patata e o gaspacho. Sim, a ideia de uma sopa fria de tomate e outros vegetais parece no mínimo questionável, mas acredite, é maravilhoso! Sevilha é também muito conhecida pelas touradas, mas como essa é uma prática que eu abomino, não assisti à nenhuma e nem visitei a Plaza de Toros. Não sou do tipo que impõe meus princípios por aí, mas sugiro pesquisar um pouquinho sobre essa prática, que traz tanto sofrimento aos animais, antes de decidir financiá-la. Sevilha me conquistou! Por sua cultura, sua história, pela simpatia de seu povo e claro, pelo estômago! 📷 Post original com fotos aqui: http://www.queroirla.com.br/roteiro-sevilha/
  39. 1 ponto
    Glasgow possui, na minha opinião, a maior rivalidade do mundo no futebol: Rangers x Celtics. Isso pq ela transcende o esporte e chega na religião. Os Rangers são protestantes e os Celtics católicos. Quando fui pra Edimburgo fiz um "bate e volta" pra conhecer os estádios desses 2 times. Primeiro fui ao Celtic Park e fiz um tour guiado. Depois cruzei a cidade até o Ibrox Stadium que estava em reforma. Mas conheci um simpático reverendo que estava na recepção e ele me mostrou todo o estádio, num tour guiado privado.
  40. 1 ponto
    Olá! Los Roques para ir sozinho é uma boa opção?Dizem ser tranquilo e cheio de casais em lua de mel, enfim...gostaria de saber se vale a pena ir sozinho sendo um viajante solteiro que gosta de se enturmar e fazer amizades, mas se não tem como socializar em bar, hostel , acaba dificultando um pouco, valeu!
  41. 1 ponto
    Calma, gente! Não há motivo para desistir e nem se preocupar demais. Cheguei lá bem na época dos assassinatos e dos protestos violentíssimos, mas deu tudo certo. Não comprei e nem reservei nada com antecedência. Achei uma agência de turismo lá em caracas e comprei o voo para LR. Foi tranquilo! No meu blog tem passo a passo e os números das agências e cias aéreas que fazem LR. Vale a pena insistir, o lugar é fantástico!
  42. 1 ponto
    Los roques – Maio/2014 – 8 dias Olá! Estou meio atrasada, voltei viajando de novo, e depois na correria do serviço, mas apesar disso quero compartilhar com vocês nossa viagem, e as informações que eu tenho, esperando que possa ajudá-los. 15/05 – Fomos em 4 pessoas (2 casais), saímos de São Paulo no voo da gol das 02:25 da manhã, chegamos em Caracas no aeroporto de Maiquetía as 07:00 da manhã. Confesso que me surpreendi com o aeroporto, sempre lia alguns relatos, e construí a imagem de um aeroporto ruim, sujo, até com umas galinhas (rs), brincadeiras a parte, me surpreendeu mto. Mas, devido a crise na Venezuela, tem comida que não achamos, ou alguns ingredientes. Nós compramos o voo para Los Roques pela Venebrasil, achamos mais seguro pois os voos da chapiair estão saindo de Higueroti, como da por volta de 2 hras de distancia de Caracas, optamos pela seguraça de termos o voo, e não precisar dormir lá. Estamos com medo por conta de taxi, assaltos e talz.. Mas eles nos ofereceram transfer já no valor do voo, então, compensou mto! Fomos com o Jacobo, super gente boa. Estava lá quando chegamos, e quando saímos. E ainda nos ajudou no checkin da Chapiar, até que tudo este certo, ai ele foi embora. Voamos em um teco teco, mas o maior deles, para 16 pessoas. Eu tenho PAVOR de avião, tomo calmante pra conseguir.. E estava já com medo desse avião, mas olha, super tranquilo, apesar de pequeno rs... Mas foi bem tranquilo, foram 50 minutos até Los Roques, os pilotos nos passam responsabilidade, o que tranquiliza muito! Depois de uns 40 minutos +/-começamos a ver o Paraíso!!!! É lindo demais! Uma obra de Deus.. perfeito.. Várias ilhas, tons de azul, uma loucura! Incrível mesmo. Pousamos em segurança, e já com aquele calor delicioso. A cidade passa um clima de tranquilidade, uma paz mesmo. AMEI. Chegamos lá as 16 horas (Nosso voo foi o das 15 horas) e começamos a procurar pousadas, fomos sem. A primeira foi a La Corsaria, por já conhecermos do site, e depois nas demais. Mas a mais barata, que oferecia conforto, receptividade foi a própria La Corsaria, conseguimos por 3500,00 Bolivares o dia por pessoa. Super em conta. Sem passeio incluso. Descansamos, tomamos um bom banho (a água é quente! Tinha dias que sentia falta até da água gelada, rs, quando chegava das praias). Jantamos e conversamos com o pessoal, para pegar dicas do que fazer. 16/05 – Fizemos as ilhas de Madriskí e Francisquí. Lindas, uma paraíso. Madriskí: É onde há casas de temporada. Ou seja, nunca vá de fds ou feriado nessa ilha, encontrará mta gente, mais suja e vai perder o charme dela. Super perto de Gran Roque (ilha principal) cerca de 15 minutos de lanche, as vezes menos. Ali já é bom pra fazer snorkel, imagem o resto! É considera a ilha mais “feia” entre todas as outras. Francisquí é linda, outro lugar que te deslumbra, há uma piscina natural, eu acabei não entrando, pq fui ‘topeira’ e não levei papete, como há muitos corais, eles quebram e ficam na entradinha. Lá eu fiquei um pouco triste com a porquisse do ser humano, não esperava chegar lá, naquele lugar divino, onde há tanta vida e ver um pneu. Isso mesmo, um pneu. E se não bastasse, andando mais vi um galão de água. Tudo que o mar trouxe, provavelmente da Gran Ilha. Mas nada que estragasse a viagem, só entristece mesmo. Ou seja, cuidem quando forem! Voltamos as 17, tinha um lanchinho na pousada, tomamos banho, aquele tratamento no cabelo, rs. E depois sentamos e curtimos. 17/05 – Como era um sábado, optamos por favor uma ilha que não tivesse muitos interessados e bem longe, acabamos indo para Carenero. Gente, QUE PRAIA!!!! Muitos falam que Cayo D’agua é a mais linda, mas na minha humilde opnião, é Carenero. A praia dos 7 tons de azul, quando você começa a chegar e ver aquela cor do mar, até emociona. Ficamos no trecho da ilha que é bem razinha, tipo 2 km pra dentro do mar com a agua no joelho! Mas tb já tem mto coral, e tomem cuidado, vc acha uns ouriços perdidos, mas graças a cor da agua, vc ve de longe rssss. AHH tem uma piscina natural encantadora lá. Nossa câmera aquática pifou nessa praia, tristeza. Nessa ilha tem 2 cachorros abandonados (ou tinha), gente.. alimentem esses pobres coitados. Na nossa Cava tinha 4 pratos, acabamos comendo 3 e deixando 1 pra dividir pros 2. Ah também pegamos o gelo e deixávamos derreter para eles beberem. Eles ficaram o dia todo deitados conosco. Somos amantes dos animais né. Não precisam tanto pra quem não gosta, mas alimento e agua eles merecem! 18/05 – Optamos por fazer mergulho no domingo, também por conta da super lotação por ser fim de semana. Fizemos Mergulho no que seria o “mar de fora” de Los Roques, em Boca de cote. Gente, é Lindo! Pena não termos fotos, as operadoras de mergulho não tem câmera, até nos disseram que vão comprar.. mas.. No nosso caso, esta em nossa memória. Cuidado com os corais, quando vc desce pela corda, consegue ficar em pé lá no fundo, e ele acabou encostando em um coral e se queimou, nada demais, mas incomoda. Depois fomos para Crasqui, muito bonita. E por último na ilha onde tem um projeto do projeto tamar, rs, mto fofas as tortugas. 19/05 – Aproveitamos para ir a Cayo D’agua, pegamos uma época de ventania, então o mar estava virado. Foi bem, digamos, emocionante a viagem de 1 hora rs.. Mas vale mto a pena. Mas fiquei um pouco chateada pq tinha MTA lancha lá, então não ficou como outras praias que havíamos ido, onde tudo era muito calmo. Mesmo sim, um lugar lindo! Depois daqui fomos no recanto das estrelas do mar (confesso que não me lembro). Outra coisa, por favor, não tirem as estrelas do mar por mais de 5 segundos, a que diga q elas aguentam mais.. Mas na dúvida, tira uma foto segurando ela com a parte de baixo na água. Um imbecil ficou segurando, mesmo todo mundo gritando para ele voltar ela pra agua, e quando ele fez ela ficou boiando pq morreu. :’( 20/05 – Neste dia, queríamos ir a Nordisquí (esqueci como escreve). Mas não tinha gente o bastante, acabamos alugando a lancha por 1200 bolivares por casal, super em conta. Fomos atrás das tortugas, mas não vimos nenhuma na praia.. rsrs Depois fomos para Crasqui de novo (fica perto). E depois, indo embora, uma tartaruga nadando em alto mar do nosso lado.. rss nadamos muitooo atrás dela rs. Lindo. 21/05 – Último dia, um dia triste saber que vamos embora. Optamos por fazer MAdrisqui apenas, que é perto e menos cansativo, queríamos ficar só de boa. 22/05 – Nosso voo saiu às 11 horas, também no avião de 16 pessoas. Chegamos em Higueroti e o Jacobo estava nos esperando. Fizemos uma viagem tranquila até o aeroporto de Caracas, onde esperamos até as 22 horas (Voo de volta da Gol). Neste dia não tinha o voo das 17. Mas passou rápido. Enfim, foi assim. Foi maravilhoso escrever isso, relembrar daqueles dias de encanto naquele lugar perfeito. Dicas: - Dinheiro, Trocamos 100 dolares por casal para poder pagar as taxas da ilha. Fizemos o cambio com o funcionário da Chapiair no aeroporto de Maquitia mesmo. Quando vc desembarca começam a te oferecer, mas começam com 50 bolivares. No fim, fechamos por 64 com ele. A troca foi no banheiro, foi tranquilo apesar do medo rs. - Trocamos mais na ilha, na farmácia mesmo, lugar famoso, rs, conseguimos lá por 62. Mas da MUITO dinheiro. Então, acho perigoso trocar em Caracas por um cambio melhor, mas ter que andar com tanto dinheiro que não cabe no bolso. - Levem papete, eu fui na onda de que era demais, mas ajuda MTO entrar principalmente nas piscinas. Acabava indo com o chinelo, e depois colocava na mão. - Tivemos medo de estourar o peso das malas, o que acabou acontecendo, mas é tão barato por causa do cambio negro. - Levamos por pessoa 600 dólares. E fizemos tudo e ainda sobrou 100 dólares. Pagamos a pousada, os passeios, bebemos 1 dia fora, e compramos vinho nos outros dias para o jantar. Pagamos o mergulho também. Fizemos por 70 dólares. - Economizem água, apesar de parecer que tem, há época que falta. E o pessoal morador deixa de tomar banho para que o turista tenha. Use com consciência. - A comida é ótimaaaaa! Mas muito peixe, mas pratos deliciosos. - Provem a pizza que tem na pracinha, muito boa! - A ilha tem vários cachorrinhos mto fofos, e bem cuidados, porém, não sei pq, nas outras ilhas também, e uns mais magros e sei lá.. como disse antes... uma bolachinha que seja, ou um pouco de água (mesmo que da cava) já ajuda! - Guarde bem seu lixo, cansei de juntar lá lixo de quem comia, e não se dava ao trabalho de guardar direito pra não voar. Quem preserva mantem Acho que é isso.. Qualquer coisa, só perguntar! 
  43. 1 ponto
    Pessoal, fui para Los Roques entre os dias 10 e 22 de maio, depois voltei a Maiquetia (aeroporto colado ao aeroporto de caracas) e peguei outro voo para isla margarita, voltando para Maiquetia dia 24 e vooando para o BR no mesmo dia. Quem quer economizar, sugiro reservar pousadas Dona Carmem ou Greymare por e-mail, pagando em Bolívares na chegada (o câmbio apralelo deixa tudo barato). A localização dessas pousadas são em geral melhores que a maioria das outras (inclusive mais caras) e são muito baratas. 1200 a 1500 bolívares, que na cotação de 65 no paralelo - você encontra na ilha - fica por cerca de 18 -23 dólares por pessoa, com café da manhã e jantar (sem cava). Eles emprestam a caixa térmica e eu comprava gelo e bebidas a vontade por uns 5 dólares. Não vale a pena reservar pousadas por agência - paga-se tudo em dólar e muito mais caro. Uma pousada com a mesma qualidade e comida dessas que cobram 150-200 dólares, lá você consegue por 3000 bolívares (quase 50 dólares). Claro que na alta temporada o risco de ficar sem é grande, então quem vai na temporada melhor contactar Dona Carmem ou uma agência. Trocar dólares no câmbio paralelo no aeroporto é muito fácil, porém muitos venezuelanos não fazem isso. Troquei na ida com o Miguel Serrano (combinei por e-mail, o câmbio foi 55 - não é um câmbio bom) Na volta troquei em uma lojinha de bebidas e doces, na área de embarque do aero internacional - mas a proprietária foi bem discreta Sugiro que troque um valor pequeno como 50 dólares (ou 200, caso for comprar a passagem para Los Roques na chegada ao aeroporto) para pagar a taxa de entrada em los roques e e outras eventualidade. Troque tudo na ilha, que pe muito mais seguro. Um proprietário da loja de gelo que fica logo na saida do eroporto, chamado Ludgin trocava por 65 (melhor câmbio que achei). O cara da pizzaria também troca, mas um pouco mais caro. Quem for em alta temporada (meio de jun, Julho e início de agosto, além de dez-março), sugiro comprar a passagem Maiquetia-Los Roques antes da viagem! Pode utilizar agências ou ainda pedir a alguns venezoelanos citados nesse tópico: josé contreiras ou miguel serrano. Mas, uma outra opção (que eu fiz para minha ida a Isla Margarita) é procurar um dos balcõezinhos de agências de turismo que fica em frente ao check-in das empresas: eles sempre conseguem passagens em cima da hora, por uns 2000 mil bolívares a mais, que no câmbio paralelo é só uns 70 reais. Eu sai de Los Roques sem a passagem para Margarita e queria voar no mesmo dia, chegando no aeroporto não tinha vaga em nenhum cia aérea (são várias que fazerm Maiquetia-Isla Margarita) e procurei essas agência por sugestão de um guardinha. Ocorreu tudo bem e consegui a passagem para viajar 2 horas depois. Vale a pena para quem tá no sufoco. A noite tem pouca coisa para fazer, mas o Aquarena é um restaurante/bar que rola umas musicas legais. Caso enjoei da comida da pousada e queira um banquete(excelente!) vá no Canto da Balena, muito bom (e caro, até no câmbio paralelo, dá uns 90 reais se você pedir drinks) Sobre as ilhas: Para MErgulho: peça para fazer em Boca de Cote! Para Snorkel: Crasqui - na parte do fundo (apesar de ter várias legais) PAra Relaxar e comer bem: Francisqui/crasqui Para quem quer fazer kitesurf: todas! rs. Tudo é perfeito, mas saqui-saqui, francisqui e sebastopol são fantásticas! Para pescar: aluguei um barco com um casal de holandeses, eles tinham todos os equipamentos, saiu a preço de banana. Eu sugeriria procurar alguem que pesque se ir fundo. Cayo de água é linda como todas as outras praias, talvez um pouco mais bonita: Mas não vale repetir, é longe e não tem nada além do que a praia famosa na foto. Por fim, sugiro ao menos 7 dias (vale muito a pena). Não deixe de mergulhar e ver os corais e peixes, é fantástico. Mergulhe com a escola que fica na praça: eles te deixam a vontade no mergulho, é excelente! (Procure Beatriz)
  44. 1 ponto
    Relato: 8 dias em Los Roques – Venezuela. Meus amigos, como sofri um pouco para obter informações mais detalhadas sobre viagens realizadas a Los Roques pelos entusiastas do mochileiros.com, descrevo aqui meu relato de forma mais sucinta possível. Foram 10 dias de viagem total, sendo que perdemos um dia inteiro na ida e outro na volta com deslocamento. a) As passagens de Foz do Iguaçu a Caracas (aeroporto de Maiquetía) foram compradas utilizando pontos TAM, no valor de 30.000pts cada passagem de ida e volta + R$332,75 de taxas. b) Ficamos na Pousada Movida, e pagamos US$120,00 por pessoa por dia com tudo incluso, inclusive passeios de barco às ilhas próximas, que comentarei quais são em seguida, e fizemos o contato no site posadamovida.com, quem responde é o Mario Rubino (proprietário da pousada) e muito atencioso. c) O próprio Mario ficou responsável por comprar a passagem Caracas - Los Roques (ida e volta) que custou US$200,00 com a AEROTUY, Atenção! Existem outras empresas aéreas como a ChapiAir, que as passagens custam em torno de US$120,00 em aviões de 8 lugares, mas se você ver os aviões e ouvir as pessoas que foram você verá o medo e a insegurança que passaram. Então não aconselho, vá tranqüilo no da Aerotuy que é para uns 50 passageiros e tem ar-condicionado. d) O Mario também reservou o hotel em Caracas na ida, pois o vôo da Tam chega às 20:00hrs, e não há mais vôos para Los Roques, ficamos no Buena Vista Inn, um hotelzinho bem simples, mas como era para uma noite apenas nem ligamos, custou US$60,00/pernoite. e) Como estávamos em lua-de-mel e não queríamos nos incomodar com a segurança, assédio de taxistas e “cambiadores” de dólares, pedimos para que o Mario nos providencia-se um serviço de transfer, do aeroporto até o hotel, e no outro dia do hotel até o aeroporto, quando chegamos no aeroporto lá estava uma pessoa chamada HECTOR com uma placa com nossos nomes, muito simpático que nos conduziu para o hotel, e como tinha confiança nele perguntei se ele me trocaria uns dólares, ele me confirmou e fez o câmbio a Bvf 62 = US$1,00. Acompanhei o Dóllar paralelo no twitter https://twitter.com/chavezparalelo, e achei que estava um pouco baixo então troquei apenas US$50,00 que seria o suficiente para eu pagar taxas e comer antes de chegar a Los Roques. f) Câmbio: Não compensa nunca comprar com cartão de crédito/débito na Venezuela, pois você vai cair no câmbio oficial a Bvf 7 = US$1,00, então nem que você não pegue um câmbio muito favorável de Reais por Dólares aqui no Brasil, ainda vale a penas comprar dólares aqui e trocar por bolívares lá. Atenção!: a Venezuela está com uma inflação acelerada, e todos querem dólares, no aeroporto o assédio dos funcionários do aeroporto é grande para trocar dólares, mas tome cuidado, pois estas pessoas carregam notas de dólares falsas e quando você vai trocar, como mágica elas substituem a sua nota verdadeira de Dólar por uma falsa, e te devolvem dizendo que a sua é falsa, presenciamos isto com um Italiano na nossa frente e não pudemos fazer nada, pois a polícia é tão corrupta quanto os próprios funcionários do Aeroporto. Venezuelanos no geral não vêem na sua cara um turista que trará divisas e empregos para seu povo, e sim vêem uma oportunidade de tirar proveito. 1º Dia – Sábado - De Foz do Iguaçu a Caracas. Chegamos ao Aeoroporto no horário previsto e fomos para o hotel, lá perguntamos se havia um Delivery de Pizza, e o funcionário do hotel nos deu um panfleto para escolhermos e fez o pedido, a pizza estava boa e nos custou Bvf 330 = US$5,32. Dormimos até as 6:30 da manhã pois o taxista nos pegaria as 7:00, e nosso vôo a Los Roques sairia as 08:30 da manhã do Domingo. 2ºDia – Domingo – De Caracas a Los Roques. a) Pontualmente as 7:00 o taxista estava no hotel, não provamos o café da manhã do Buena Vista Inn pois começavam a servir as 7:30. Decidimos não ficar nem um dia para conhecer Caracas, pois pesquisamos muito e não encontramos boas referências, além do que fica a 30km do Aeroporto, achamos que seria um tempo perdido, já que o objetivo era ficar o maior tempo possível apreciando Los Roques. b)Então nos levou ao aeroporto, e para a surpresa nosso vôo tinha sido antecipado para as 08:00 da manhã sem nenhum tipo de aviso, depois soubemos que os atrasos, cancelamentos ou adiamentos sem nenhum aviso são freqüentes nos vôos a Los Roques. Como tínhamos chegado bem antes do vôo não tivemos nenhum problema. (Não nos cobraram nenhuma taxa de embarque). c) Num vôo tranqüilo de 25min chegamos a Los Roques, e de cima já avistamos a maravilha do Arquipélago, realmente de encher os olhos. d) Chegando lá já vão te direcionar para duas casinhas, em uma você terá que apresentar seus documentos e falar em que pousada vai ficar, no nosso caso levamos apenas RG pois a Venezuela não exige passaporte para brasileiros e nem Carteira de Vacinação Internacional da Febre Amarela, não precisam se preocupar. Na outra casinha pagamos a taxa de entra na Ilha que foi de Bvf 214 = US$3,45. e) Lá estava um funcionário da Pousada Uniformizado que carregou nossas mochilas até a pousada. Dias seguintes: Decidi não escrever, pois quando cheguei até aqui notei que a exploração do lugar e o inesperado colocou mais tempero na nossa viagem. Mas se alguém quiser tirar alguma dúvida e quais os melhores lugares, ilhas, bares ou da Pousada pode perguntar que com prazer responderei. Um conselho: Vá para Los Roques e seja feliz com uma lembrança de um paraíso exposto da forma mais simples possível.
  45. 1 ponto
    Oi vcs nao conhecen oruro é pq nao tem ganas e vcs nao souben o q se estan perdendo eu sou de oruro e estou seguro q vcs nao conhecen as minas turisticas da cidade, o museo de arte mais belho da bolivia e um de os menos roubados pelos espanholes, tamben vcs conhecen a teoria das ruinas de PAMPA ULLAGAS Um povo que segun investigacoes britanicas é a desaparecida ANTARTIDA e pq o lago uru uru de onde vem o nome da cidade é salado con a teoria q isso era parte do mar há miles de anos. vcs conhecen a vibora de pedra o condor y o sapo de pedra sao animais petrificados pela patrona dos orurenhos. tambem tem que provar os platos típicos como o charkekan o intendente, o api e muitas outras comidas q nao emcontran iqual en bolivia nem o mundo todo. Se vcs solo vem o carnaval perdem muito mais de o que poderiam conhecer de toda sud america. se vem por oruro tem que conhecer mais do povo e sus dancas, cancoes q sao o orgullo dos bolivianos, e a mais diversa demostracao de cultra boliviana PATRIMONIO ORAL E INTANGIVEL DA HUMANIDADE ONDE TODO MENINO NACE COM UMA TROMPETA NA MAO E UMA CARETA NA OTRA
Líderes está configurado para São Paulo/GMT-03:00
×
×
  • Criar Novo...