Ir para conteúdo

Líderes

Conteúdo Popular

Exibindo conteúdo com a maior reputação em 31-10-2019 em todas áreas

  1. México, Belize e Guatemala Relato de Viagem Olá, Mochileiros. Meu nome é Caio Andrade, sou de Manaus – Amazonas, e junto com minha esposa, Gilci Helena, somos apaixonados por viagens. Diferente do que aconteceu com o Mochilão que fiz pelo Peru-Bolívia-Chile, eu não encontrei quase nenhuma informação sobre o mochilão México-Belize-Guatemala. Então, eu fui coletando informações isoladas de outros relatos e também do Instagram da maravilhosa Gabi (@viajandocomgabi). Por este motivo, resolvi fazer este relato o mais rápido possível. Gostaria de informar (e pedir desculpa
    1 ponto
  2. Oi, gente! Em meados de Abril eu embarquei pra Europa com meu mochilão e minha própria companhia por 29 dias, dos qual eu nunca imaginaria ser tão incrível. Sério, se ta em duvida se vai ou não, só vai, jamais, JAMAIS irá se arrepender. Quem quier acompanhar com mais dicas, fotos e stories corre la no instagram @monteseuroteiro Roteiro: Barcelona, 5 dias (12 a 17 de abril de 2018) Vienna, 5 dias (17 a 22 de abril de 2018) (Encaixado em Vienna, fui a um bate volta em Budapeste (dia 18/04), e amei tanto que voltei e fiquei 2 dias, 19 a 21 de abril) Praga, 4 dias (22 a
    1 ponto
  3. Muita coisa para dois dias! A não ser que passe somente na frente. rs De roteiro.. acredito que você separou bem as regiões! Se for só vendo por fora.. dá pra fazer quase tudo.. mas talvez não aproveite como gostaria. Se for fazer com calma, seguiria o roteiro que o @luizh91 indicou. Algumas dicas: Sem querer colocar medo, tenha bastante atenção ao andar nas proximidades da Estação da Luz, não vacila com bolsa, dinheiro e celular etc. Próximo da Estação da Luz, precisamente na Estação Julio Prestes fica a Cracolândia e em dois momentos do dia por volta das 08:00
    1 ponto
  4. Não tem como prever como estará em Dezembro. O Chile está voltando ao normal. Bolívia, qualquer coisa é motivo de protesto.. não precisa de muita coisa pra fechar as rodovias/ruas. Tenha dias a mais para caso de imprevisto em seu roteiro ou esteja ciente que possa deixar de fazer algo. Acompanhe as noticias até lá.. e se ainda tiver qualquer "fumaça" que possa gerar uma manifestação, leve comida e água pra onde for. rs Demais, eu não cancelaria uma trip dessas por medo do que possa acontecer.
    1 ponto
  5. Continuando DIA A DIA Levei comigo várias fotos de 1985 e tentei reproduzir os locais, então algumas fotos estarão com as 2 datas. Outras Locais eu filmei e acabei não tendo nenhuma foto bem legal, ou que mostrasse o ângulo que eu queria, então peguei no google. , mas na medida do possível , as que encontrei, o crédito está embaixo. Saída Istambul / Chegada em Yerevan - 2º feira - 06/05 Embarcamos as 23:30hs e chegamos na madrugada do dia 07 . A imigração foi tranquila, apesar das perguntas de praxe : Quantos dias? Porque veio ? Aonde vai ficar ? Etc... Nã
    1 ponto
  6. Tamo Junto brother!! Veja certinho essa parada aí. Realmente é muito estranha essa parada de ter que ficar em barracas se o parque oferece uma estrutura muito legal para os montanhistas. Não pelo fato de sermos 'nutellas' e ficar 'chorando' o fato de ter que dormir em barracas, muito pelo contrário, já que com a gente não tem problema nenhum de ficar em barracas. Mas nesse caso você vai pagar uma grana preta para usar o parque e chega na hora e não vai poder usufruir das benfeitorias? No mínimo muito estranho né rs.... abração!
    1 ponto
  7. @Blener Guimaraes de melo e @Alan Rafael Kinder façam seus respectivos relatos qdo voltarem de viagem. É sempre bom ter informações fresquinhas. Creio que muito dos valores que paguei já estejam bem desatualizados. Caso precisem de mais alguma informação estou à disposição. Ótima trip para vcs.
    1 ponto
  8. @Falcao189 Valeu! Acredito que eu vou ficar com a Mongar pelo fato de ela ser mais telada, dificultando a condensação. Não tenho grana para pegar 2 barracas, então essa teria que me atender para tudo. @donita Várias pessoas compraram e não vi problema, eles tem um armazém no Brasil para alguns produtos. Dia 11/11 terá uma promoção e os preços vão diminuir de 20% a 40%.
    1 ponto
  9. Fiz um roteiro parecido em maio deste ano. Na minha opinião, o passeio mais difícil foi Laguna 69, em segundo lugar Laguna Humantay e talvez em terceiro a Montanha Colorida. Fiz o city tour em Cusco com o pessoal da Free Walking Tour, que se encontra na Plaza de Armas de manhã, usando camisetas vermelhas. Recomendo, leva umas 2 horas. Sobrará tempo depois do almoço para você andar por conta. Não deixe de visitar o interior das igrejas. Tenho umas fotos da viagem aqui, se interessar: https://www.flickr.com/photos/rodrigo_pc/albums/72157708760172108 Boa viagem!
    1 ponto
  10. Estou em uma fase muiiiito difícil da minha vida e tenho certeza que fazer isso me libertaria muito e abriria meus olhos pra muitas coisas, adoraria fazer essa jornada, mas infelizmente não tenho dinheiro para começar essa nova vida.
    1 ponto
  11. Fala viajantes!! Fui a Barcelona em Maio de 2018 e achei a cidade mais ou menos em relação a custos. A comida até que é barata mas as principais atrações da cidadd são meio carinhas. Se vc já for com ingressos comprados e hotel reservado dá tranquilamente para ficar a 50 euros por dia, ou até menos. Vou deixar dois links abaixo um post explicando com mais detalhes os meus gastos especificos e o total e o outro dando dicas para.economizar. Espero que ajude vcs a se planejar. Quanto custa viajar para Barcelona Como economizar em Barcelona: As melhores dicas para.poupar
    1 ponto
  12. Olá pessoal! Meu nome é Natália, tenho 21 anos e em janeiro desse ano fiz o clássico mochilão Bolívia-Chile-Peru durante 25 dias. Vim aqui compartilhar com vocês tudo que vi e vivi por aqueles lados e dar algumas dicas também! Primeiro de tudo tenho que agradecer a todos que postam relatos de viagem aqui, realmente ajuda muito. Eu li tantos relatos daqui que quando eu tava nas cidades era como se eu já soubesse onde ficavam as coisas, quais preços negociar com os taxistas.. kkk Deixo aqui meu agradecimento especial ao rodrigovix que escreveu o relato mais famoso aqui do mochileiros! Todos
    1 ponto
  13. 12º – 23.06 (Antígua – Guatemala) Trocamos de ônibus na Cidade da Guatemala, capital, e chegamos em Antígua às 08h. Deixamos nossas malas no hotel. O melhor lugar para trocar os dólares é em um banco (que não lembro o nome), que fica localizada bem ao lado esquerdo da praça principal. Ele tem a melhor cotação e exige o seu passaporte e endereço. Fomos em várias agências e o preço para o lago é tabelado. Então, resolvemos fechar com o nosso hotel. À noite, saímos para conhecer a “vibe” da cidade. Gastos: Café: 70 Manga: 5 Imã: 20 Quadro: 95 Lemb
    1 ponto
  14. 8º Dia – 19.06 (Caye Caulker – Belize) Nosso ônibus parou no posto da imigração, na madrugada, para darmos saída do México. Diferentemente do que li em alguns relatos de viagem, eu e minha esposa não precisamos pagar nenhuma taxa de saída, ainda que tenhamos passado mais de sete dias. Vale ressaltar que quando entramos novamente no México, por estrada, os policiais da imigração perguntaram quantos dias iríamos passar, nós falamos sete dias e não precisamos pagar nada. Alguns metros depois, já estávamos no posto de imigração. Ocorreu tudo bem na entrada e não chegaram nossas mala
    1 ponto
  15. 3oDia – 14.06 (Cancún – México) Dia de conhecer a famosa Isla Mujeres. Para chegar na ilha, nós fizemos o seguinte caminho: pegamos um ônibus próximo do terminal ADO do centro. O nome do ônibus é R6 ou R1, e estará escrito a Puerto Juarez. O trajeto custa 10 pesos e te deixa bem em frente ao Porto. A travessia para a ilha custa 300 pesos ida e volta. O ferry Ultramar é o melhor e o mais recomendado. Andamos um pouco na ilha e fomos para praia Norte, que é a parte mais bonita da ilha. A praia é simplesmente incrível, com uma cor exuberante. Você consegue alugar sombrinha e cadeiras po
    1 ponto
  16. Li uma vez que o corpo humano foi projetado e estava muito mais equipado fisiologicamente para o calor do que para o frio. Possivelmente pela origem africana da raça humana. Assim temos o suor que é um eficientíssimo meio de dissipar o calor. Para o frio precisamos inventar as roupas. Quanto mais frio mais roupas e maior o peso. Mais recentemente as roupas tecnicas diminuiram muito a relação peso/eficiência, o que é especialmente importante para trekking e montanhismo. Outra questão é o volume. Roupas para frio normalmente são volumosas jogando as mochilas para a faixa de 70 - 80 litros pa
    1 ponto
  17. Agradecimentos Eu não tenho como começar esse relato sem antes agradecer todos aqui do mochileiros.com! Daqui tirei todas as informações e inspirações que precisava, por isso o meu mais sincero e profundo MUITO OBRIGADO!!! Planejamento Comprei minha passagem com destino a Cusco em setembro (3 meses antes da data programada), confesso que deveria ter esperado um pouco mais porque alguns dias depois de eu ter comprado, vi passagens por 500 reais mais barato e com escalas muito melhores que as minhas... Paciência! OBS: Uma dica que encontrei no momondo.com, durante o planejamento, fo
    1 ponto
  18. Olha, em Madrid fiquei no Hostal Sonsoles. Não é um hostel, é um hostAl, que é um pouquinho diferente (se aproxima mais de um Bed & Breakfast), mas costuma ser bem mais barato que hoteis convencionais. O preço valeu muuuito a pena na época (fui em 2015), e a localização é excelente. Bem na Calle Fuencarral, perto de tudo (tanto é que fiz quase tudo a pé). O atendimento é meio "sério", mas é bacana, você se sente num filme do Almodóvar, rs. Abraços e boa viagem! P.S.: Em Barcelona fiquei no Hostal Colkida, que é bem bom, mas o preço já não foi tão bacana, rs.
    1 ponto
  19. A opção com o melhor custo beneficio seria ir de trem pela www.renfe.es Agora se você precisa desesperadamente economizar, dá para ir de ônibus, mas será uma viagem bem mais demorada e cansativa comparada ao trem(http://www.eurolines.com/en/). De trem seriam em torno de 3 horas de viagem, já de ônibus serão umas 9 horas de viagem, e a diferença de preços nem é tão grande para valer a pena encarrar 9 horas de ônibus.
    1 ponto
  20. Bom, achei um infografico da conquista que resume bem eu acho a questão de qual jaqueta usar, recomendo até fixar isso. Jaqueta Certa para cada Temperatura: Sendo assim, para Chapada Diamantina caberia um Corta-vento ou um Fleece simples (Micro Soft 185g/m²). As opções que achei foram: Corta-vento: CORTA VENTO SPEED PRO - CONQUISTA - http://www.adventura.com.br/vestuario/corta-vento/corta-vento-speed-pro-conquista.html JAQUETA IMPERMEÁVEL RAIN CUT QUECHUA - http://www.decathlon.com.br/montanha/roupas-36561/jaquetas/jaqueta-impermeavel-rain-cut-quechua_43586 JAQUETA CONQ
    1 ponto
  21. Isso mesmo, quanto maior a densidade mais quente será o tecido. O que vejo nos fleeces da Quechua é que quanto maior o "número" dele mais grosso o tecido (independente da gramatura). O forclaz 50 é bem fininho e não esquenta muito (tenho um deste), já o Forclaz 500 é mais grosso (estou pensando em comprar um deste.) Seguindo esta "lógica quechuiana" o mais quente seria o Forclaz 600 com gramatura 350 de densidade. O Forclaz 700 (apesar de ser "uma centena acima") é menos denso, deve ser classificado acima por ser corta vento. Falando em corta vento, vai comprar um separado ou junto com o fl
    1 ponto
  22. TUTORIAL SOBRE COMO VESTIR-SE EM LOCAIS FRIOS Para as atividades de montanha e esportes ao ar livre, o ideal é vestir-se de maneira correta e mais versátil possível. Em climas frios, necessitamos proteger o corpo contra o frio, vento, umidade e outras intemperes. A melhor maneira de se vestir para atividades ao ar livre é o sistema de camadas. A arte é o de encontrar uma boa mistura entre as diferentes camadas que compõem este tipo conjunto protetor. Basicamente, existem três principais camadas, mas poderá aumentar para cinco ou até se
    1 ponto
Líderes está configurado para São Paulo/GMT-03:00
×
×
  • Criar Novo...