MINITRIP 12 dias - Bolívia e Peru: do Salar de Uyuni a Machu Picchu

Relatos de Viagens por 2 ou mais países da América do Sul
Avatar
andreiac
Mensagens: 59
Registrado em: 12 Set 2014, 18:11
Localização: Vitória - ES

05 Mai 2015, 17:37  

VieiraOB escreveu:Oi Andréia... Bacana demais o seu relato heim... Deu até saudade da viagem rsrs
Realmente demos muita sorte no Salar... O guia e a galera foram 10!!! ::otemo:: ::otemo::

Segue uma foto da galera no almoço do 2º dia, pra complementar seu relato rsrs

IMG_5219.JPG


Abraços!!!


Rafaaa! Eita, olha onde fomos nos encontrar de novo!
Cês tão vendo gente, como a gente só encontra gente boa nessas viagens por aí?! :D

Aah, que ótimo ter mandado a foto, estava mesmo querendo essa foto, mas não lembrava quem tinha tirado no celular/câmera de quem..
Manda seu relato aí pra gente também, a sua viagem também deve ter sido top! :wink:

Avatar
andreiac
Mensagens: 59
Registrado em: 12 Set 2014, 18:11
Localização: Vitória - ES

06 Mai 2015, 07:33  

DIA 11: LA PAZ (Segunda)

Se era o mesmo motorista, eu não sei, e se ele fez muitas barbeiragens, sei menos ainda, porque foi deitar na poltrona e eu apaguei! Quer dizer, só acordei umas duas vezes de madrugada, naquele modo moribundo que a gente fica meio dormindo, meio acordado, e por coincidência, nas duas vezes o ônibus estava parado! Eu lembro de até ter pensado assim "mas que raios esse ônibus tá fazendo parado nesse escuro no meio do nada, esse motorista é louco??", :? mas eu estava com tanto sono que adormecia antes mesmo de pensar em alguma hipótese. Só acordei de fato no dia seguinte por volta de umas 7 da manhã, com o motorista buzinando que nem um louco! Tipo, via umas llamas a uns 300 metros, fora da estrada, e buzinava; se vinha um carro no sentido contrário, buzinava; se passava por um povoado, buzinava! Pra quê isso, gente???? ::hein:

Depois de muito, muito tempo, finalmente chegamos na fronteira, dessa vez por Desaguadero, e não por Copacabana. Imigração no mesmo esquema: chata e demorada, uma lerdeza sem fim, demoramos mais de uma hora até todo mundo ser liberado e seguirmos viagem. Detalhe: aparentemente o time sub 18 (estou chutando pela idade dos meninos) do Emelec estava passando pela fronteira também nessa hora!

A viagem demorou uma vida.. tinham nos prometido que chegaríamos em La Paz 10h da manhã, mas fomos chegar mesmo quase 13h da tarde (hmm.. será que isso tem a ver com aquelas horas que acordei e o ônibus tava parado?? Será que era o mesmo motorista que tinha vindo de La Paz para Cusco, ele tava muito cansado e resolveu parar de madrugada pra tirar um cochilo??? mistério :?)

Quando chegamos no terminal, fomos direto pegar um taxi até a Plaza San Francisco (dica: geralmente o desembarque é pela parte traseira do terminal, mas atravesse por dentro dele e saia pela parte da frente, que lá a oferta de taxi é maior). Saindo do terminal, o primeiro taxista queria me cobrar 20 bs pela corrida! Tentei baixar e ele não aceitou, então como já estava vacinada e sabia que era super perto, simplesmente virei as costas e fui procurar outro, humpf! Nisso outro taxista que assistia a cena me ofereceu a corrida por 15 bs; tentei baixar pra 10 bs e ele não aceitou, então agradeci e também sai. Não tava nem aí, eu já sabia o preço justo e dessa vez não ia aceitar ser extorquida! Olhei pro lado e vi outro taxi parado, fui até lá e perguntei o preço: 10 bs! Opa, agora sim!

Entramos e demos o endereço de um hostel que a gente havia reservado antecipadamente pelo booking (opa, dessa vez a gente foi esperto!). O hostel ficava bem ali na rua do Mercado da Bruxas, e era super bonitinho por fora, parecia ser um ótimo negócio para os 170 bs que estava anunciado! Só que chegando lá descobrimos que o quarto não custava 170 bs, e sim 340! Acontece (e demoramos um tempo pra descobrir) que nós pesquisamos no booking pelo preço em real, e não tínhamos nos dado conta desse detalhe, então convertendo ficava o dobro do preço! Boludos! ::prestessao:: Seguimos andando pela rua, pedimos informação pra um senhor sentado num banquinho e ele nos apontou uma hostel no final da rua. A gente olhou e num primeiro momento pensou que provavelmente não era pro nosso bolso (nessa hora e gente já fica afiado nas coisas, né, rs), mas já que não tínhamos nada a perder, lá fomos nós.. e tinha quarto que cabia no nosso bolso sim! Pagamos 150 bs pelo quarto duplo com banheiro privado. O hostel se chama Arcabucero e fica localizado na calle Liluyo (é só subir a rua do Little Italy, se não me engano). Engraçado que fui pesquisar agora no TripAdvisor pra pegar o endereço dele e só tem qualificação negativa, incluindo muitos relatos de pessoas que foram furtadas lá dentro! :shock: Bom, nós não tivemos esse problema, mas eu também não dou bobeira nenhuma com isso, não tiro minha doleira nem pra dormir, e sempre carrego meus eletrônicos comigo! Apesar dos relatos negativos, nossa experiência lá foi muito boa: quartos limpos, com água razoavelmente caliente e internet que funciona (o dono havia inclusive nos alertado que provavelmente não funcionaria dentro dos quartos, porque estávamos num andar mais alto e o sinal seria fraco, mas funcionou sim!) O dono foi muito simpático também, e nos atendeu muito bem. Bom, vai da sorte, talvez..

IMG_8545.JPG
Hostal Arcabucero (yep, belo nome! rs)

Deixamos nossas coisas lá e com muito custo fomos nos arrastando pra rua pra encontrar um lugar pra almoçar. Estávamos mortos, muito cansados, mas como era o último dia efetivo de viagem (já que o dia seguinte seria basicamente a volta pra casa), fizemos um esforço pra aproveitar.

Saímos pra almoçar, e finalmente encontramos nossa primeira barbada da viagem, em termos de comida boa e barata: o restaurante Ichuri Food, que fica em um prédio de esquina com a Plaza San Francisco, chamado Galeria La Republica (da Plaza San Francisco, pega a rua principal descendo). O restaurante fica no sétimo andar desse prédio, que é o último andar, na verdade, então eles têm uma área que é uma espécie de terraço, e tem uma vista bem bacana do centro. Pagamos 29 bs por pessoa pelo menu do dia, com salada livre no bufê, sopa de entrada (também livre no bufê), prato principal e sobremesa! \o/ A salada não provamos, mas a sopa estava muito boa, assim como o prato principal e a sobremesa. De prato principal nós provamos um prato típico da Bolívia chamado pique a lo macho, que na verdade, como disse minha irmã, é tipo pegar todos os restos que você tem na geladeira no final do mês, juntar tudo e fazer uma apresentação bonitinha, e pronto, já pode ser chef! Hahaha. Pedimos bebidas, e no final a conta deu 78 bs.

IMG_8489.JPG
Sopinha meio aguada, mas juro que tava boa!

IMG_8511.JPG
Pique a lo macho

74.1 La Paz.JPG
Vista do terraço do Ichuri Food

Saindo de lá, voltamos para o Mercado das Bruxas pra fazer as últimas compras de lembrancinhas e presentes, e depois voltamos pro hostel para descansar. Quando enfim criamos coragem pra sair pra jantar (último dia de viagem deixa a gente moído!), estávamos sem dinheiro e precisávamos cambiar uns 20 dólares, mas não encontramos mais nenhuma casa de câmbio aberta.. a solução foi cambiar com uma senhora na rua, e foi o pior câmbio que nós conseguimos: 6,80, e ela ainda queria nos empurrar umas notas velhas! Devia ser umas 20h da noite, então se precisar de casa de câmbio, não faça como nós e se programe.

77.2 La Paz.JPG
Coisas que a gente encontra pela Bolívia: esse ser que ainda estou em dúvida se era um cachorro muito estranho ou um filhote de bode :D

Depois do câmbio furado, começamos a rodar procurando um lugar pra jantar, e encontramos outra grande barbada da viagem: uma lanchonete pequenininha e escondida, em que comemos um hambúrguer artesanal ótimo por 10 bs cada! E ainda vinha com batata frita, gente, é muito amor!! A lanchonete se chama Snack Snack, e fica na calle Murillo, mesma quadra do restaurante Sol y Luna, descendo a rua, mas antes de chegar nele. É uma lanchonete pequena mesmo, e não vi nenhum turista lá, só locais, ou seja, já era um prenúncio de que o preço não seria "pra turista ver", rs

77.3 La Paz.JPG
Hamburguer artesanal com batata frita por 10 bs: amor eterno, amor verdadeiro!


Depois de jantar, voltamos pro hostel pra merecida cama, e no dia seguinte sairia nosso vôo para Santa Cruz.

Gastos do dia:
78 bs: almoço Ichuri Food
240 bs: bolsinhas de couro
28 bs: capa de almofada
60 bs: mochila
8 bs: bandeirinha Bolívia
130 bs: blusa de lã de alpaca
26 bs: hambúrgueres Snack Snack
Total de gastos do dia: 570 bolivianos
Editado pela última vez por andreiac em 19 Jun 2015, 08:04, em um total de 1 vez.

Avatar
andreiac
Mensagens: 59
Registrado em: 12 Set 2014, 18:11
Localização: Vitória - ES

07 Mai 2015, 06:56  

DIA 12: LA PAZ - SANTA CRUZ - SÃO PAULO (Terça)

Último dia, e dia de voltar pra casa..

Fizemos check out no hostel e pegamos um taxi até o aeroporto El Alto. O dono do hostel nos disse que normalmente esse trajeto custa uns 70 bs, mas o taxista propôs 60 bs de primeira, então nem negociamos, já entramos nos taxi logo antes que ele mudasse de idéia, rs. No meio do trajeto, o táxi passa por um pedágio, e tivemos que pagar 5 bs à parte.

Chegando no aeroporto, fomos procurar um lugar pra tomar café, mas só encontramos lugares caros (claro, dentro do aeroporto, né!!). Por conta do preço, alexandre deixou pra tomar café no aeroporto de Santa Cruz, e foi uma ótima idéia no final.. Eu tomei café no El Alto mesmo, e o desayuno com torradas, manteiga, geléia, suco e um capuccino à parte custou 46 bs por pessoa (ouch!). Nosso vôo era às 7:25h, e uma hora depois já estávamos em Santa Cruz, vôo rápido e sem problemas.

IMG_8573.JPG
La Paz se despedindo da gente :)

Nosso vôo de Santa Cruz para São Paulo só sairia às 13:50, então tivemos bastante tempo pra enrolar.. felizmente o aeroporto Viru Viru é muito tranqüilo, quase sem movimento, e a internet é aberta e funciona muito bem! (#chupaGRU! ::bruuu:: )

Fomos tomar café no Cinabon (53 bs, paninis + bebidas + milk shake), ficamos enrolando na internet, e depois almoçamos no My Way, que é uma espécie de Subway (80 bs por dois sanduíches, bebidas e batata). Como ainda estávamos com alguns bolivianos sobrando e não queríamos voltar com eles pro Brasil, voltamos pro nosso querido Cinabon comer umas sobremesas (tem tem umas tortinhas doces maravilhosas! Tortinhas + milk shake deu 41 bs).

Depois fizemos check in, despachamos nossas mochilas, e fomos pra sala de embarque. Depois de passarmos pela imigração, passamos por um corredor onde fazem a inspeção de malas. Estávamos quase passando direto, porque o cara que estava lá tava sentado e parecia não estar muito a fim de trabalhar, quando ele nos mandou voltar e pediu pra abrimos as mochilas (as menores, as outras foram despachadas). Nisso ele pegou uma necessaire minha que estava com algumas pilhas beeem enroladinhas em papel higiênico (eu enrolei todas assim pra evitar a exposição a variação de temperatura, que diminui a vida útil de pilhas e baterias, e porque li um relato de uma pessoa que estava tranqüila com suas baterias extras, só que depois quando precisou usá-las estavam todas descarregadas, porque ficaram na parte da frente da mochila e o frio do Salar detonou com elas). Sei que quando o cara viu aqueles bolinhos enroladinhos, ele não conteve um pequeno sorriso e imaginou que tinha tirado a sorte grande e que aquele seria o dia de dar um baculejo dos bons, hahaha, e a gente lá, tranqüilos.. mas quando ele abriu tudo e viu que era tudo pilha, ele virou assim pra gente "mas por que raios vocês enrolaram todas essas pilhas em papel higiênico???" hahaha ::lol4:: Depois da frustração ele só deu mais uma remexida nas coisas e liberou a gente.

A ala de embarque internacional do VVI nos surpreendeu, nem parecia que estávamos no mesmo aeroporto da ala nacional! Em VVI tem um freeshop e lá vende também alguns artesanatos que encontramos pela Bolívia, só que, gente, é bizarro! Imãs de geladeira que eu fiquei com miséria de pagar 10 bs, lá estava por 9 dólares! Bolsas de couro que eu vi por 60 bs, estava 48 dólares, e blusas de lã de alpaca, que vi por 130 bs, lá estava 69 dólares!!!!

Nosso vôo atrasou um pouco, mas enfim embarcamos, e por volta de 17:30 (horário do Brasil), chegamos em São Paulo. No finzinho da viagem, ainda tivemos outra surpresa: minha mochila cargueira apareceu na esteira de bagagens sem a capa de chuva em que ela estava embalada, e toda aberta. ::ahhhh:: Gente, que desespero, era a mochila onde estavam todas as compras e presentes! A outra mochila, onde só veio roupa suja estava intacta, do jeito que despachamos.. Quando fomos registrar a ocorrência no aeroporto, o rapaz nos perguntou de onde estávamos chegando, e quando dissemos que era de Santa Cruz ele disse que isso era bem normal, por ser uma rota de tráfico. Ele pesou minha mochila e constatou uma diferença de apenas 200 g, que segundo ele poderia ser até mesmo uma variação nas balanças, e já me deu sinais de que eu não conseguiria muita coisa então.. Revirei minha mochila e aparentemente não tinha nada faltando, só a capa mesmo. Poxa, tudo bem abrir a mochila pra revistar, mas o que custava jogar a capa dentro dela no final?? ::grr:: Abri uma ocorrência na Gol também, mas a moça disse que abriria um procedimento de busca pra ver se encontravam minha capa, mas que eles só abririam processo de indenização se a diferença fosse maior que 1kg. Bom, fiquei no prejuízo da capa, mas como a mochila estava cheia de presentes e aparentemente tudo estava lá, respirei aliviada mesmo assim.

Passamos uma longa noite no GRU e só no dia seguinte embarcamos pra Vitória, onde chegamos exaustos!

Gastos do dia:
60 bs: táxi até o aeroporto El Alto
5 bs: pedágio caminho aeroporto El Alto
46 bs: desayuno El Alto
53 bs: Cinabon (panini + bebidas + milk shake)
80 bs: almoço My Way
41 bs: Cinabon (tortinhas + milk shake)
Total de gastos do dia: 285 bolivianos
Editado pela última vez por andreiac em 19 Jun 2015, 08:05, em um total de 1 vez.

Avatar
andreiac
Mensagens: 59
Registrado em: 12 Set 2014, 18:11
Localização: Vitória - ES

07 Mai 2015, 06:59  

Considerações Finais

Chegamos ao fim do relato, pessoal, essa é a minha contribuição para os próximos mochileiros, e uma forma de agradecimento a todos os relatos sensacionais que li por aqui.

Amei a Bolívia, muito, muito mais do que o Peru! O Peru é sensacional e exala história viva por todos os lados, mas a Bolívia.. ah, a Bolívia! ::love:: ::love:: ::love:: A Bolívia é um país de extremos, sociais, geográfico, de temperaturas, paisagens.. é tudo ali, misturado, ao mesmo tempo, e surpreendentemente harmonioso! E os bolivianos são muito prestativos com os turistas, porque eles morrem de orgulho de suas culturas e ficam super felizes de ver você se interessar e se apaixonar pelo país deles. Com certeza quero voltar novamente um dia, ter mais tempo para La Paz e Sucre, fazer o downhill pela Estrada da Morte, subir o Chacaltaya e passar uma noite na Isla do Sol, coisas que eu senti falta nessa viagem.

Se fosse hoje, eu faria alguma coisas diferentes. Pra começar, não teria comprado a ida e volta por Santa Cruz, pois como já disse, acabei tendo que pagar mais caro pela minha falta de planejamento, fora que foi um deslocamento desnecessário que eu preferia ter cortado. Também teria ficado mais tempo em cada cidade, mas nessa viagem não foi possível, por conta do tempo corrido. E por fim, teria me aventurado mais nas barbadas locais, teria fugido um pouco dos restaurantes turísticos e tentado provar mais das coisas locais, mas novamente, isso requer um pouco mais de tempo pra procurar, e isso eu não tinha disponível. Aliás, olhando agora tudo o que eu faria diferente poderia ter sido resolvido se a viagem fosse mais longa.. então o que eu recomendo é deixar o roteiro bem tranqüilo, não seja miserável como eu de não querer gastar todos os seus dias de férias de uma vez, hahaha. A Bolívia e o Peru merecem mais!

Mas tudo bem, essa foi a primeira trip de muitas que virão, e certamente daqui pra frente as próximas serão muito melhores!

É isso aí, pessoal, qualquer dúvida e no que eu puder ajudar, estou á disposição. Nos encontramos em mochiladas pelo mundo! ::otemo:: ::otemo:: ::otemo::

Avatar
Bz_col
Mensagens: 36
Registrado em: 08 Mar 2013, 16:06

08 Mai 2015, 23:08  

Obrigado pelo relato, vou sair e voltar de santa cruz, porém vou ficar 30 dias.

Avatar
dani.msouza
Mensagens: 14
Registrado em: 23 Jan 2015, 11:28
Localização: São Paulo - SP

17 Mai 2015, 12:45  

Oi Andreia....

Curti o seu relato!! Muito bom!

Você disse que tinha uma lista de hostels para cada cidade, você poderia compartilhar?

Estamos indo agora em julho e vamos ficar 24 dias.

Bjs
Por onde passei:
Bahia (20 dias - Salvador, Chapada da Diamantina, Itacaré e Morro de São Paulo), São Francisco/CA (SF, Las Vegas, Yosemite Montains), Bonito/MS, Pantanal, Alter do Chão, Chapada dos Veadeiros

Avatar
andreiac
Mensagens: 59
Registrado em: 12 Set 2014, 18:11
Localização: Vitória - ES

22 Mai 2015, 09:13  

Oi Dani!

Eu tenho um arquivo word com o planejamento de viagem que eu fiz, com um compilado do que eu fiz com todos os relatos e dicas que eu li, com as dicas de restaurantes, hostels, etc; acho que pode ajudar bastante quem está se preparando pra ir pra lá. Me manda um email pra [email protected] que eu te encaminho ele (ou então alguém me ensine se dá pra upar arquivo word por aqui, que aí eu deixo à disposição de todos!! ::otemo:: )

Mas observe que nem todas as dicas que anotei lá se mostraram tão boas, como fiz meus apontamentos aqui no relato sobre alguns restaurantes que fui, por exemplo. Além disso, os valores podem estar bem desatualizados. Nesse roteiro, por exemplo, eu tinha anotado que o Residencial La Cabaña, em Uyuni, tinha quarto matrimonial por 80 bs, mas na verdade conseguimos o quarto por 200 bs ::ahhhh::

Então vale pegar essas dicas como norte, mas pode ser que não estejam 100%, ok?

Avatar
Alan.Pereira
Mensagens: 97
Registrado em: 27 Fev 2013, 00:46

22 Mai 2015, 10:37  

Mandei um email para vc pedindo o roteiro vc pode me passar estou pesquisando sobre.

Avatar
andreiac
Mensagens: 59
Registrado em: 12 Set 2014, 18:11
Localização: Vitória - ES

22 Mai 2015, 12:31  

Alan.Pereira escreveu:Mandei um email para vc pedindo o roteiro vc pode me passar estou pesquisando sobre.


Alan, já te respondi :)

Avatar
Zé Carlos
Mensagens: 41
Registrado em: 14 Jan 2015, 19:41
Localização: Minas Gerais

05 Jul 2015, 19:45  

::otemo:: Muito bom seu relato- detalhado, bem escrito e com todos os custos- Vou fazer meu primeiro mochilão em novembro/2015- exatamente seu roteiro so que a volta sera por Rio Branco AC e tempo de viagem sera 22 dias - fiz uma planilha em janeiro com custo médio estimado em U$ 57,00 o seu custo foi de U$ 68,00 médio diário tenho juntar um pouco mais... srsr ::otemo:: ::otemo::

minha estimativa: bolivia-peru-nov-2015-duvidas-no-orcamento-transporte-t107995.html



  •   Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante