Mochilão América do Sul (Bolívia, Chile e Peru) @ Abril de 2016 - 31 dias (com fotos, vídeos, perrengues e gastos).

Relatos de Viagens por 2 ou mais países da América do Sul
Avatar
victorfirmes
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 164
Registrado em: 05 Ago 2010, 14:25
Localização: São Mateus, São Mateus - ES, Brazil
Contato:

28 Jul 2016, 23:48  

HiqueVanni escreveu:Show de bola o relato, Victor!

Embarco para a Bolívia em setembro e só pelas fotos já estou ficando ansioso! hahaha ::dãã2::



Fala Hique, a Bolívia me surpreendeu positivamente em vários sentidos. Aproveite cada cidade que vc for passar. Vale a pena.

Avatar
victorfirmes
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 164
Registrado em: 05 Ago 2010, 14:25
Localização: São Mateus, São Mateus - ES, Brazil
Contato:

04 Ago 2016, 20:40  

CAPÍTULO 6 (07/04/2016) - 4 brasileiros, 2 mexicanos e 1 boliviano bailando na divisa da Bolívia com Chile.

A noite tinha sido bem complicada, muito frio e aquela velha falta de ar na madruga. Acordamos as 04:30 hrs, com -8ºC, tomamos café, nos preparamos e embarcamos. Nesse dia aconteceu algo engraçado, todas as roupas que tínhamos deixado no varal na noite anterior estavam congeladas.

A primeira parada foi nos Géiseres Sol de Mañana. Pessoal, eu estava com tanto frio mais tanto frio, que eu não estava sentindo os dedos das mãos e por um momento pensei que eles tinham petrificados. Como eu nunca tinha visto um geiser, curti demais. Ficamos um tempo, tiramos umas fotos e voltamos pro carro. Ramiro falou para nos apressarmos pois seguiríamos para as águas termales e depois para a fronteira. Se enrolássemos podíamos perder nosso transfer para San Pedro.
IMG_9788.JPG
Geiser
IMG_9788.JPG (1.68 MiB) Exibido 872 vezes

IMG_9791.JPG
Geiser
IMG_9791.JPG (1.2 MiB) Exibido 872 vezes

Chegamos nas Termales e eu nem pensei em não mergulhar naquela água fervendo. Paguei 6 soles, me troquei e foi só alegria. Aqui vai uma dica: Quando qualquer pessoa na sua vida te oferecer para entrar em águas termales não caia na besteira de não ir. Vale muito a pena e eu fui duas vezes na viagem toda e ainda queria ter ido a terceira em águas calientes, mas não deu.
G0623754.JPG
Termales
G0623754.JPG (3.72 MiB) Exibido 872 vezes

G0643810.JPG
Termales
G0643810.JPG (3.06 MiB) Exibido 872 vezes

Aos poucos fui recuperando os movimentos dos dedos do pé e das mãos e ao fundo o sol ia nascendo. Essa parte do passeio até que durou muito. Depois retornamos e seguimos para a fronteira. A última laguna próximo da divisa é a laguna verde. Eu estava super ansioso para ver essa menina, pois ao fundo ficava o vulcão licancabur. Infelizmente, quando estávamos passando estava tudo neblinado, não deu para ver laguna e muito menos o vulcão. Pensei que teria mais um motivo para retornar algum dia para aquele passeio.

Ramiro colocou as clássicas músicas perereca suicida e bailando. Fomos cantando, bailando e seguindo a canção até que chegamos na fronteira. Chegando lá descemos do carro e fizemos a maior festa. Mesmo com muito frio, neblina, falta de ar foi assim que nos despedimos da Bolívia.
phpBB [media]


Nós brasileiros demos 40 bols para Ramiro por toda paciência que ele teve conosco durante o passeio. Principalmente os atrasos. Ele nos mostrou a van que faria nosso transfer para SPA e entramos na fila da imigração. Pagamos a marota propina de 15 bols e recebemos os carimbos do passaporte.

Quando eu estava esperando a van sair aconteceu algo interessante. A neblina foi diminuindo e deu lugar ao imponente vulcão Licancabur. Pegamos a van e partimos para SPA. O caminho é bem rápido e a diferença de temperatura é gigantesca. Saímos dos -8ºC para 25ºC.
IMG_9814.JPG
Ao fundo Vulcão Licancabur
IMG_9814.JPG (993 KiB) Exibido 872 vezes

IMG_9824.JPG
Divisa Bolívia X Chile
IMG_9824.JPG (2.17 MiB) Exibido 872 vezes

IMG_9829.JPG
Posto Policial na Bolívia
IMG_9829.JPG (1.89 MiB) Exibido 872 vezes

O motorista da van distribuiu os formulários de imigração para preenchermos e paramos no posto de imigração. O procedimento foi assim: Tivemos que colocar todas as bagagens no chão para os cães farejarem. Enquanto isso, entramos na fila para carimbar o passaporte. Esperamos um pouco e com a liberação da vistoria dos cães seguimos para o Raio-X. Feito tudo isso fomos autorizados a entrar no Chile.
IMG_9860.JPG
Entrada de SPA
IMG_9860.JPG (1.56 MiB) Exibido 872 vezes


Entramos na van e seguimos para a cidade. Como o outro grupo estava em outra van seguimos para praça e ficamos aguardando eles para fecharmos um hostel. Rodamos ali pelas ruas do centro e nenhum hostel tinha vaga para todo mundo. Apareceu um sujeito estranho de bike e perguntei se ele sabia onde ficava o hostel Towanda. Ele falou que me levaria lá. No caminho fui perguntando algumas informações ao rapaz e descobri seu real interesse. Ele tava afim de vender Marijuana para nós hahahahahaha. O hostel mudou de nome e agora se chama Atacama Roots Hostel. Chegando no hostel fechamos por 7000 pesos a diária. Na realidade a funcionária queria cobrar 8000 pesos, mas como o Vagner já tinha me passado o valor da diária eu falei que só pagaria 7000.
IMG_9899.JPG
Igreja de SPA
IMG_9899.JPG (1.96 MiB) Exibido 872 vezes

G0693875.JPG
Chegando em SPA
G0693875.JPG (3.89 MiB) Exibido 872 vezes

A vista do hostel é sensacional, da para ver o Vulcão Licancabur e tem um por do sol muito legal. Saímos para comer, fechar o passeio do Valle de la Luna e cambiar a grana. Fizemos tudo isso na mesma agência do hostel Towanda. A cotação estava 670 pesos por 1 dólar. Troquei 150 dólares. Pela agência o passeio estava 10000 pesos, mas chorei e a senhora mafiosa do Atacama fez por 7000 pesos mais 3000 pesos de entrada.
IMG_9912.JPG
Vista do Hostel
IMG_9912.JPG (2.15 MiB) Exibido 872 vezes

Essa senhora dona da Towanda sabe tudo de SPA. Tudo parte dela, inclusive era dona do Hostel, da Agência, fazia câmbio, indicou os lugares para comer e etc. Por isso achei que ela era a mafiosa da cidade hahahahah. Então, se você tem a lábia negocie tudo com ela. Depois seguimos para o mercado do vicente, por indicação do vendedor de marijuana, compramos água, pão, presunto, queijo e suco por 3800 pesos chilenos.

Voltamos para o hostel, lanchamos, tomei banho e fomos em direção ao estacionamento de onde sairia o passeio. Embarcamos, e a nossa guia Nicole muito simpática recolheu a grana e pagou a entrada do parque. A primeira parada foi no local onde ficam as 3 marias, na realidade duas marias e meia, pois uma segundo relatos um turista subiu para tirar foto e quebrou. Reza a lenda que era um brasileiro, mas turistas sem noção existem no mundo todo.
IMG_9933.JPG
As 3 marias
IMG_9933.JPG (2.03 MiB) Exibido 872 vezes

Depois de tirarmos umas fotos, nos afastamos do grupo e como sempre ficamos para trás literalmente. Quando olhamos para o lado a van já estava levantando poeira. Saímos correndo e conseguimos embarcar. A van andou um pouco e parou próximo a uma montanha. Descemos e inciamos uma pequena trilha. Tiramos umas fotos e seguimos.
IMG_4524.JPG
Caminho para o Vale
IMG_4524.JPG (6.69 MiB) Exibido 872 vezes

IMG_4525.JPG
Caminho para o Vale
IMG_4525.JPG (8.3 MiB) Exibido 872 vezes

Depois de andar um pouco começamos a subir a trilha para ver o vale. Fomos trocando umas ideias com a guia e até que chegamos. O lugar é surreal e de fato parece que estamos na lua. Tem uma parte que tem que andar para chegar a ponta. Achamos muito arriscado e optamos por não ir e foi uma ótima escolha. Mais tarde encontrei com o grupo de brasileiros que falaram que foi muito arriscado fazer esse trecho.
IMG_4568.JPG
Vale
IMG_4568.JPG (4.11 MiB) Exibido 872 vezes

IMG_4590.JPG
Vale
IMG_4590.JPG (5.66 MiB) Exibido 872 vezes

Voltamos pela trilha e seguimos em direção a Pedra do Coyote para ver o por-do-sol. Esse foi o momento frustração do passeio para mim. Quando chegamos tinha uma fila quilométrica de pessoas para tirarem fotos. Eu não gosto muito de locais turísticos muito cheios e não estava disposto a enfrentar fila nenhuma para tirar fotos. O Sol foi se pondo e a fila foi diminuindo. Por insistência da galera entramos na fila, tiramos a foto que deve esta com alguém e não me passaram ainda.
IMG_4616.JPG
Pedra do Coyote e a turistada
IMG_4616.JPG (4.13 MiB) Exibido 872 vezes

IMG_4630.JPG
Mirante da Pedra do Coyote
IMG_4630.JPG (6.67 MiB) Exibido 872 vezes

Voltamos para o hostel onde encontrei com o pessoal que tinha me desencontrado em Sucre. Trocamos uma ideia, eles contaram sobre os passeios e foi um momento bacana da viagem. Fechamos o passeio das lagunas altiplânicas com piedras rojas na agência e saímos para comer. Comemos num lugar mais salgado e saiu 8.730 pesos para cada, com direito a ceviche chileno de salmão, cervejas, carne com batatas.
IMG_9971.JPG
O reencontro
IMG_9971.JPG (1.14 MiB) Exibido 872 vezes


GASTOS
Propina - 15 bols
Termales - 6 bols
Vale de la Luna - 10.000 pesos
Lanche - 3.800 pesos
Jantar - 8.730 pesos


PRÓXIMO CAPÍTULO - É PROIBIDO BAILAR EM SAN PEDRO DE ATACAMA

Fernandaj
Mensagens: 14
Registrado em: 17 Mar 2016, 09:25

21 Ago 2016, 23:51  

Victor, estou acompanhando e adorando o seu relato! Daqui um mês embarco e farei o mesmo roteiro que o seu. Estou bastante ansiosa haha

Avatar
victorfirmes
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 164
Registrado em: 05 Ago 2010, 14:25
Localização: São Mateus, São Mateus - ES, Brazil
Contato:

01 Set 2016, 12:43  

Fernanda Josino escreveu:Victor, estou acompanhando e adorando o seu relato! Daqui um mês embarco e farei o mesmo roteiro que o seu. Estou bastante ansiosa haha


Que bom que você esta gostando!!! Vai chegando a hora e a ansiedade vai nas alturas né? Aproveitaaaaaaa!

Avatar
victorfirmes
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 164
Registrado em: 05 Ago 2010, 14:25
Localização: São Mateus, São Mateus - ES, Brazil
Contato:

01 Set 2016, 13:05  

CAPÍTULO 7 (08/04/2016) - É PROIBIDO BAILAR EM SAN PEDRO DE ATACAMA

Acordamos e nem tomamos café, pois estava incluído no passeio café e almoço (30.000 pesos mais 5000 de entrada). Embarcamos no busão e já de cara me identifiquei com o guia, chamado Jeff. Este guia era muito engraçado e mandou muito bem na playlist durante todo o passeio.

O motorista foi pegando o restante do povo e a última a embarcar foi a Laila. Essa Alemã sentou próximo de mim e trocamos várias ideias. Ela já estava viajando pela América do Sul a 3 meses (normal para os gringos). Eu eu achando que estava tirando onda com meus 31 dias. O busão parou em uma mercearia onde comprei 2 bananas, 1 maçã e um cacho de uvas por 1080 pesos.
IMG_0081.JPG
Eu e a Laila
IMG_0081.JPG (322.31 KiB) Exibido 706 vezes

Seguimos e a primeira parada foi o Salar de Atacama. Eu curti o lugar que tinha um solo todo rugoso e sal por toda parte. Tiramos algumas fotos e exploramos o lugar. Depois de um tempo o guia serviu o café da manhã que estava muito bom.
IMG_0040.JPG
Salar de Atacama
IMG_0040.JPG (2.61 MiB) Exibido 706 vezes

IMG_0054.JPG
Salar de Atacama
IMG_0054.JPG (2.78 MiB) Exibido 706 vezes

IMG_0078.JPG
Salar de Atacama
IMG_0078.JPG (2.64 MiB) Exibido 706 vezes

G0844231.JPG
Salar de Atacama
G0844231.JPG (5.84 MiB) Exibido 706 vezes

Seguimos então para um Cânion que tinha água natural passando por ele. O guia disse que apesar do Atacama ser o deserto mais árido do mundo embaixo dele existiam muitos rios e nascentes. Seguimos e paramos na estrada para ver as vicunhas e aproveitamos para tirar as fotos na estrada.
IMG_0126.JPG
Cânion
IMG_0126.JPG (4.4 MiB) Exibido 706 vezes

IMG_0128.JPG
Cânion
IMG_0128.JPG (3.12 MiB) Exibido 706 vezes

G0854246.JPG
Galera
G0854246.JPG (5.64 MiB) Exibido 706 vezes

IMG_0151.JPG
Na estrada
IMG_0151.JPG (2.55 MiB) Exibido 706 vezes

Depois pagamos a entrada do parque e seguimos para as lagunas altiplânicas. A estrada para chegar nas lagunas era um show a parte. Para onde eu olhava só via paisagens de tirar o fôlego. O Jeff me disse que faria frio lá e eu coloquei a corta vento e partimos na missão.
IMG_0187.JPG
Lagunas Altiplânicas
IMG_0187.JPG (2.24 MiB) Exibido 706 vezes

Essas lagunas são muito bonitas e a composição com a paisagem faz do lugar especial. Paramos na segunda laguna e depois o busão nos deixou próximo da primeira para uma pequena trilha. No final da trilha retornamos e seguimos para Piedras Rojas.

Esta parte do passeio seria a cerveja do bolo. Eu estava muito ansioso para conhecer de perto as famosas pedras vermelhas. Conforme fomos entrando naquela atmosfera mais uma vez fiquei de boca aberta com tamanha beleza. O lugar parece uma pintura no meio do deserto. A água cristalina juntamente com as montanhas ao fundo e as pedras formavam uma paisagem surreal.
IMG_0202.JPG
Piedras Rojas
IMG_0202.JPG (1.67 MiB) Exibido 706 vezes

IMG_0217.JPG
Piedras Rojas
IMG_0217.JPG (1.58 MiB) Exibido 706 vezes

Eu e Sheila saímos para explorar o lugar e sentamos nas pedras. Muito engraçado pois estava ventando muito e as pedras estavam quentes. Retornamos para o busão onde o almoço foi servido. Eu não sei o que era aquilo e apesar de estar gelado estava bom.

Depois do almoço paramos em alguns povoados do deserto e para fechar com chave de ouro vimos o por do sol no deserto. Voltamos para o hostel e o objetivo era festar apesar do cansaço. Antes paramos na rodoviária e compramos a passagem para Arica para o outro dia por 11300 pesos semi-leito. Eu, Sheila, Marcão e Betão fomos em uma lanchonete próximo ao hostel para comer. Eu pedi duas empanadas e um suco natural e paguei 3000 pesos. Depois encontramos a galera e seguimos para um bar chamado Barros.

Para mim foi a frustração do Atacama. Primeiro por conta da lei seca se você quiser beber qualquer bebida alcoólica tem que pedir alguma comida antes. A música que estava tocando era até boa, mas quando começou a tocar um forró brasileiro e chamei a Sheila para dançar a garçonete veio perto de nós e disse que não podia "Bailar" ali.

Verdade meu povo, você esta em um bar, bebendo, curtindo, música tocando e não pode dançar. Eu perguntei a ela qual era o motivo por proibirem as pessoas de dançarem. Ela disse que quando as pessoas começaram a bailar no Atacam os turistas desapareceram. ::bruuu::. Pedimos a conta e com comida e bebida paguei 8000 pesos.

GASTOS

Passeio Lagunas Altiplânicas + Piedras Rojas - 30.000 pesos + 5.000 de entrada
Frutas - 1080 pesos
Passagem SPA x Arica - 11300 pesos
Lanche noite - 3000 pesos
Barzinho - 8000 pesos


PRÓXIMO CAPÍTULO - De bike no deserto mais árido do mundo

Avatar
polybhh
Mensagens: 269
Registrado em: 02 Jan 2013, 12:13
Localização: BH / MG

01 Set 2016, 22:24  

Que isso!! O que seria um mochilão sem os perrengues não é mesmo???
Fiquei feliz demais de saber que te ajudei de alguma forma.. essa viagem é algo inesquecível!!
A vida noturna no Atacama é complicada mesmo.. altas regras de conduta..kkkkkk..


Acompanhando...
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Avatar
marcelo.zagnoli
Mensagens: 43
Registrado em: 15 Jun 2016, 22:17
Localização: São Paulo
Contato:

01 Set 2016, 23:09  

E aí Victor, tudo bem cara?
Voltei da minha viagem e segui algumas das suas dicas e to aqui agradecendo.
To relembrando de SPA e de fato tem esta história de ser proibido dançar lá. Eu não sou muito chegado mas também achei estranho.
Mas o astral da cidade é fantástico, voltaria fácil pra lá.
Quando fui tentei ficar neste Hostel, mas não tinha vaga, mas consegui um outro legal e um preço acessível.
Vou seguir acompanhando aqui.
Um abraço

Avatar
victorfirmes
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 164
Registrado em: 05 Ago 2010, 14:25
Localização: São Mateus, São Mateus - ES, Brazil
Contato:

01 Set 2016, 23:34  

polybhh escreveu:Que isso!! O que seria um mochilão sem os perrengues não é mesmo???
Fiquei feliz demais de saber que te ajudei de alguma forma.. essa viagem é algo inesquecível!!
A vida noturna no Atacama é complicada mesmo.. altas regras de conduta..kkkkkk..


Acompanhando...



Tia Polyyyyy, muito bom ver vc por aqui. Realmente essa viagem é irada demais. Então, depois descobrir que rola umas festas escondidas fora da cidade... mas no final das contas foram tantas baladas em Cusco que eu até esqueci de SPA. heheheheh.

Avatar
victorfirmes
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 164
Registrado em: 05 Ago 2010, 14:25
Localização: São Mateus, São Mateus - ES, Brazil
Contato:

01 Set 2016, 23:39  

marcelo.zagnoli escreveu:E aí Victor, tudo bem cara?
Voltei da minha viagem e segui algumas das suas dicas e to aqui agradecendo.
To relembrando de SPA e de fato tem esta história de ser proibido dançar lá. Eu não sou muito chegado mas também achei estranho.
Mas o astral da cidade é fantástico, voltaria fácil pra lá.
Quando fui tentei ficar neste Hostel, mas não tinha vaga, mas consegui um outro legal e um preço acessível.
Vou seguir acompanhando aqui.
Um abraço


Falae Marcelo, tudo bom e contigo?

Fico feliz que te ajudei de alguma forma, esse é o objetivo principal deste relato.
Quanto a SPA eu voltaria lá muitas vezes, até porque não conheci acho que nem 10% daquela imensidão de deserto.
Na rua principal tínhamos visto um hostel pelo mesmo preço que o Atacama Roots mas não tinha lugar para todo mundo por isso mudamos. Qual foi a parte da viagem que você mais gostou? Eu até agora tento descobrir mas foram tantas emoções heheheh.

Avatar
Jéssika Costa
Mensagens: 99
Registrado em: 29 Jun 2015, 12:29
Localização: Vitória, Espírito Santo

02 Set 2016, 12:45  

Menino, queria saber dessas baladas de Cusco kkkkkk viajo daqui a exatamente um mês, acho que não vou pegar seu relato a tempo :/
Você pode me adiantar em que hostel você ficou la? (em Cusco)
Indica? Tinha festa? Eram boas? KKKKK



  •   Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes