Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Silnei

Admin
  • Total de itens

    2.018
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    13

Silnei venceu a última vez em Fevereiro 23 2018

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

298 Excelente

Sobre Silnei

Outras informações

Últimos Visitantes

3.011 visualizações
  1. É! A maioria das pessoas tem vergonha, mas se vc pensar bem, não faz sentido ter vergonha.
  2. Os relatos postados aqui sobre a liberação de bagagens com alguns centímetros acima das normas, geralmente é sobre mochilas. dependendo da mochila dá pra ajeitar o tamanho dela. Mala rígida pode ser que dê problema. A tolerância deles vai depender do tamanho da mala e da situação do voo. Dê uma lida nesse artigo sobre a política de bagagens da Ryanair: https://www.mybaggage.com/shipping/airlines/ryanair-baggage-allowance/ E neste link abaixo, há vários tópicos sobre assunto: https://www.mochileiros.com/tags/bagagem de mão/
  3. O Anastasia deve estar com Aécio por aí ! 😅 Olha aí fogão pra resolver a treta: Dá pra fazer o brigadeiro em qualquer lugar agora. Só vai ter que aumentar os custos um pouco, pq esse gás vai fica mais caro, mas é só 15 pila a latinha, dá pra se pagar tranquilo. Foda é mexer o brigadeiro em cima desse fogão, mas quem quer mesmo dá um jeito! Talvez seja melhor pra ele comprar uma Kombi, assim ele não gasta com AIrBNB! Fica melhor pra juntar uma grana. Depois vende a Kombi e pica mula. E a Kombi dá pra fazer a América do Sul inteira no mínimo.
  4. Sim, melhor ele ir já fazendo o mochilão, mais econômico possível e ir vendendo em cada lugar que passar. Pq a chance dele ficar mais tempo que o desejado tentando acumular grana pra viajar é bem grande. Foi assim que eu me lasquei! Acho que não é tão complicada assim essa logística do brigadeiro. Só precisa de uma panela e um fogão. Eu compraria uma panela de inox pra levar 😅, pq depender de panela alheia é complicado, tem a questão de higiene. Agora fogão tem em todo lugar, pô. Mas é obvio que talvez outros produtos fossem mais fáceis de vender e ter mais lucro em cada item vendido. Tem muita coisa da China que daria muito mais grana que brigadeiro e venderia muito mais fácil. Mas aí o problema é o capital inicial e a reposição do estoque. Brigadeiro vc encontra os ingredientes em qualquer lugar. Só depende do talento do cozinheiro. Faça uns brigadeiros diferentes. Com cacau puro ao invés de achocolatado. Tem cacau em pó de qualidade pra vender na internet, já é um diferencial. Precisa ver como é questão do armazenamento, se não estraga fácil. Aqueles granulados também. Tem uns que são de chocolate mesmo e outros são de açúcar puro. Tudo isso faz diferença.
  5. Esse esquema do farol é bastante comum em SP e no Rio. Geralmente esses pontos tem "dono" e esse dono acaba explorando a molecada pra vender. Isso que ele quer fazer é diferente e é muito comum no litoral ou em qualquer lugar turístico, tem sempre uma galera vendendo comida pra turista na rua. Aqui mesmo onde eu moro tem alguns. No Rio tá cheio, só que lá a fiscalização pega pesado. Esse casal por exemplo viaja vendendo brownies, dá uma olha aí. Estão na América Central agora. Foram subindo de Kombi.
  6. Nada! Esse negócio de melhor e pior não serve pra medir isso não. As histórias são diferentes, cada um vive a sua e aprende cada um a sua maneira, né? Isso, quando aprende. Eu por exemplo preciso repetir a história algumas vezes pra aprender alguma coisa. Como diz o chefe de cozinha lá, a gente aprende, aprende e no final morre burro! 😂 O importante é seguir o caminho e não desistir! Espero que o Bruno siga o dele. Vamos ver se ele aparece aqui pra contar o que ele decidiu. Acho que ele estava esperando alguns caras da idade dele compartilhar experiências, aí chegou nois pra dar pitaco! 😂 Pelo menos a gente tentou ajudar de alguma forma!
  7. São essas que a gente aprende como ser humano, mas não dá pra ignorar a História do país. Não acho que o Brasil seja uma república de bananas, não. Acho que tem uma galera bananeira que atrasa o avanço, mas isso é outro papo, senão vira Facebook. kkkkk Eu a patroa já tomamos café da manhã pago por um moleque de rua em Salvador. A gente tava na merda completa, tinha acabado de chegar na cidade, tinha vendido alguns anúncios pro site, mas tudo cheque pré-datado na época. Sentados os 2 numa calçada do Pelourinho, veio o garoto perguntar o que a gente tava fazendo ali. A gente contou, que tava duro e tava trabalhando, rodando por aí. O moleque mandou esperar, voltou com uma moeda que pediu pra um gringo e pagou um café pra gente. Voltamos algumas vezes pro Pelourinho, ele já tava mais velho, já estava arisco, meio revoltado. Infelizmente a gente já sabe qual foi o destino dele. Esse é o Brasil também! É só pegar a estrada que a vida ensina muita coisa, mas tudo depende também do quanto a gente quer aprender, né?
  8. E o @Bruno Anastasi mesmo, sumiu na neblina ou tá só observando... 😁 @casal100 Crie um tópico depois pra contar essas histórias de estrada. Quem sabe o povo se anima pra compartilhar algumas. Vc deve ter várias! Essas são as melhores. Acho que eu posso contribuir com algumas também. Essa parte da pessoa trabalhar por conta própria, se virar fora de um "emprego normal" ainda é um problema no Brasil. Acho que já melhorou bastante, mas o sonho dos pais em ver um filho trabalhando em um "emprego normal" ainda é o padrão, mesmo que esse emprego pague muito menos que outras profissões. Quando o garoto diz que quer ser jogar no mundo com a cara e a coragem pra se virar, isso ainda é um terror pra "família brasileira". Mas se o cara já estudou o minimo necessário, acho que esse é o tipo de experiência que pode mudar completamente a vida de uma pessoa pra melhor. Aprender a se virar por conta própria, sem depender de Estado e de patrão . O brasileiro só gosta de "Livre Mercado" pra grandes corporações quando é camelô tem uma galera que adora quando o rapa chega e leva tudo embora. Vai entender! Acho que isso tem a ver com História do país, da independência não ter nascido de uma revolução como ocorreu nos EUA, por exemplo. Aqui a coisa foi seguindo nas negociatas desde o início. D.Pedro I proclamou a independência em troca de assumir uma dívida de Portugal, os amigos do imperador seguiram nas benesses. A proclamação da república também não foi uma revolução, foi um belo rodo sem o povo dar opinião. Até o Getúlio chegar e fazer uma"meia revolução, o país ainda era um fazendão. Estamos falando de 1930. Então não deu tempo ainda pra gente se livrar dessa cultura da carteirada, do "sabe com quem vc está falando", do patrimonialismo. O herdeiro não precisa criar muita coisa, tá tudo lá já, é só seguir o padrão, dar uma atualizada de leve. Isso tudo é o contrário do "Faça Você Mesmo", do romper com o padrão estabelecido. Mas parece que tá mudando... Deu pra "filosofar" com os brigadeiros...😂
  9. Obrigado, mas vc conhece mais que eu! Vc faz os percursos a pé! Quer mais difícil que isso? Mais fácil vender brigadeiro ou andar 1.000 km a pé? Faz essa pergunta pra qualquer um na rua aí! 😁
  10. @casal100 Esse fórum "Viajar sem Dinheiro" foi criado pensando nisso. Só tá faltando um fórum de "empreendedorismo viajante" 🤔. Talvez a gente crie, será? kkkk Sei não! Olha, eu a Claudia começamos o Mochileiros.com dessa forma, só não vendíamos brigadeiro, mas vendíamos espaços num guia de hospedagem econômica feito em HTML puro. A lógica é a mesma! Foi na cara e na coragem e teve dias ruins que a gente não tinha o que comer, mas teve dias ótimos, a gente conheceu muita coisa, viveu muitas experiências pra vida toda. Nem computador pra mostrar o espaço dos anúncios a gente tinha. Era uma xerox colorida em um A4 plastificado com a imagem da tela do site e a gente montava os anúncios nos cyber cafés! 😂 Eu ainda devo ter esse xerox guardado aqui! kkkkk Demorou bastante pra gente comprar um notebook. kkkk Hoje isso se chama "Nomadismo Digital" e existe uma puta rede de serviços e sites pra ajudar quem tá nessa vida aí: https://www.mochileiros.com/blog/10-sites-pra-te-ajudar-a-viver-nomade O nosso era um nomadismo semi digital, quase analógico mesmo! 😂 A gente passou 3 anos fazendo isso e a única coisa que eu me arrependo é de ter parado. Por isso disse isso a ele! Tem esse tópico aqui da Viviana que pode dar mais uma luz pra ele : https://www.mochileiros.com/topic/69139-sobre-como-se-manter-na-pratica/ Hoje tem até canal do Youtube com mochileiro, kombeiro, viajando por aí vendendo brigadeiro, bolo de chocolate, artesanato pra se manter na estrada. Galera tá se virando aí!
×
×
  • Criar Novo...