Ir para conteúdo

MarcellaB

Membros
  • Total de itens

    112
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    Estudantes brasileiros em Coimbra.
  1. Simone, suas dicas foram ótimas! Estou indo pra Chillan e ainda estou perdida pois tem poucas informações na Internet. Minha intenção é ir de trem e alugar um carro em Chillan para ir pra Las trancas e me deslocar pelas estações de esqui, mas não estou achando informações sobre locação de veículos em Chillan. Você pode me ajudar? Em Las Trancas tem uma vila com restaurantes e bares para sair a noite? Também não consegui encontrar informações sobre valores para entrada nas estações de esqui e termas. Alguém pode me ajudar? Estou indo semana que vem. Eu ia para Valle Nevado mas adiaram a a
  2. Oi Mário, que bom que gostou! Realmente essa viagem é fantástica, vale a pena demais!!! Desculpa pela demora pela resposta, fiquei um tempo ausente do site porque estou com um bebê de um mês! Em relação as estradas foi super tranquilo! Pegamos várias vezes estradas menores debaixo de neve (fraca) e chuviscando, como de Innsbruck para a Estação de Esqui e até Neuschweinstein, e foi super tranquilo! a manutenção é constante, sempre víamos aqueles caminhões limpando a pista. É só ir devagar, sem pressa, curtindo as paisagens, que é tranquilo! Alugamos o carro pela Europcar e o jogo de pneus p
  3. Oi Juli! Que bom que o relato está ajudando... Compramos a passagem "fechada" como múltiplos destinos, sendo a ida BH - Madri e a volta Amsterdã - BH. Porém os 2 voos faziam escala em Lisboa, sendo que na volta ainda ficaríamos 24h em Lisboa para pegar o voo para BH, o que achamos uma ótima oportunidade de conhecer a cidade! Abraços, Marcella
  4. Dia 07/01/2012 Acordamos, arrumamos nossas malas e saímos com destino ao Aeroporto de Frankfurt. No caminho fomos passando por vários castelos e cidadezinhas ao longo do Reno. Passamos por Kaub e vimos o Burg Pfalzgrafenstein, castelo situado no meio do Reno e o Gutenfels, castelo que fica numa ponta rochosa e cercado de videiras. A estrada estava bem movimentada. De repente começaram a passar vários veículos de resgate e o trânsito parou. Pensamos: ainda bem que saímos com bastante antecedência (era de manhã e nosso voo de volta era a noite). Ficamos de 10 a 15 minutos parados e o trâ
  5. Dia 06/01/2012 O café da manhã do hotel não tem tantas opções quanto de outros hotéis, mas tudo é de excelente qualidade e delicioso! De diferente serviam espumante, salmão e camarões. Pegamos o carro e saímos em direção a Koblenz, com o objetivo de conhecer as cidades e castelo do Vale do Reno. Passamos primeiramente em St.Goarhausen, uma cidade bem pequena. É lá que fica o rochedo Lorelei, no trecho mais estreito do Reno e onde foi criada a lenda da sereia que atraía os marinheiros para a morte. Passamos pelo Burg Rheinfels, hoje em ruínas, onde funciona um hotel de luxo e pelo Burg K
  6. Dia 05/01/2012 Acordamos, tomamos café da manhã em casa com nossos amigos e preparamos para seguir viagem. Saímos com destino a Heidelberg. Estacionamos o carro no centro histórico e fomos passear. A cidade é maravilhosa!!! Ela cortada pelo Rio Neckar e sobre ele passa a ponte Alte Brucke (Ponte Velha). Da ponte se tem uma vista linda da cidade com o Castelo Schloss em ruínas ao fundo. Passeamos pela Hauptstrasse, rua de pedestres repleta de lojas e restaurantes. Passamos pela Rathaus (Prefeitura) e pela Heiliggeistkirche. Paramos para almoçar no Zum Güldenen Schaf, na Hauptstrasse 115
  7. Dia 04/01/2012 1748, 1762, 1782, 1786, 1792, 1796, 1823, 1841, 1853, 1871, 1875, 1880, Acordamos, tomamos café, arrumamos as malas e saímos com destino a Stuttgart, onde visitaríamos um casal de amigos, passando por Neuschwanstein. Para chegar ao castelo pegamos bastante neve e chuva e passamos por estradas estreitinhas e cheias de curvas subindo pelos Alpes. Mais uma vez passamos por várias charmosas. Passamos por Fussen, que é lindíssima e chegamos aos Castelos do Rei Ludovico. De longe vimos que o Neuscweinstein estava em reforma e todo cercado de andaimes, que decepção! Havia fil
  8. Dia 03/01/2012 Solicitamos no hotel que chamassem o pessoal de uma loja de roupas de inverno para nos levarem para alugar as roupas para esqui. Chegando na loja decidimos não alugar equipamentos de esqui, pois não teríamos tempo suficiente para aprender. Alugamos calça, casaco, luvas e botas para caminhada e pagamos 43 euros para nós dois, incluindo taxa para buscarem no hotel. Voltamos para o hotel, pegamos o carro e fomos em direção a Stubaier Gletscher. No caminho passamos por várias vilas super charmosas. O chão banco de neve, as casas de madeira com os tetos cobertos... As árvores br
  9. Dia 02/01/2012 Fomos dar uma volta no centro para fazer umas comprinhas, já que no dia 01/01 as lojas estavam fechadas! Voltamos para o hotel, fizemos o check out e fomos para a Europcar retirar o carro que alugamos. Graças as maravilhas do planejamento, a loja ficava no mesmo quarteirão que nosso hotel! Bem diferente do Brasil, ninguém te acompanha na retirada do veículo para conferir se tem aranhões e tal. Simplesmente te entregam a chave e você retira o carro. Alugamos uma Mercedez Classe A novíssima e automática, muito bacana! Colocamos no GPS o endereço do nosso hotel em Innsbruck
  10. Dia 01/01/2012 1207,1220,1231,1237,1253,1282,1332 Acordamos mais tarde e fomos tomar café. O café foi a melhor surpresa do Ibis Munchen City! Maravilhoso! Vários tipos de pães, queijos, patês, frios, frutas! Fizemos o roteiro sugerido pelo Guia National Geographics. O passeio inicia-se bem próximo da Estação Central, no Portão Karlstor, que marca a entrada no centro antigo da cidade. Nele inicia-se a Neuhauser Strasse, uma via de pedestres super bacana, lotada de lojas, restaurantes, etc. Tem várias H&M, Zara, C&A, lojas de esportes, perfumarias e sapatarias. Chegamos na Michae
  11. Dia 31/12 Acordamos, arrumamos as malas, tomamos café. Pedimos um taxi no hotel e fomos para a Estação Wilsonova. O taxista nos deixou exatamente no ponto onde sai o ônibus DB para Munich, mas o ônibus ainda não estava lá. Entramos para a Estação, que parecia abandonada, só tinha uma lanchonete. Depois descobrimos que estávamos em cima de uma estação de trem enorme, com lojas, lanchonetes, parecia até um shopping... Compramos lanche e quando voltamos o ônibus estava no ponto. O ônibus da DB é de 2 andares, moderníssimo, cadeiras de couro super confortáveis e reclináveis, TVs individuais,
  12. Fonk, você não está estragando meu relato de forma alguma, que bom que está gostando! Bom, em relação ao bate e volta a Innsbruck, acho a distância relativamente grande (aproximadamente 140km de Munique) e fica bem cansativo. Não sei como está o seu roteiro e como vai se deslocar, mas sempre acho interessante viajar de carro e passar por cidades no caminho. Conheci Fussen, por exemplo, quando estava indo de Innsbruck para Stuttgart e Heidelberg quando estava indo de Stuttgart para o Vale do Reno. O centrinho de Innsbruck é bem bacana, mas é bem pequeno. O mais impressionante de lá são a
  13. Dia 30/12 Acordamos e tomamos o café do hotel, que é maravilhoso! Várias opções de pães integrais caseiros, queijos variados, patês, ovos, saladas de frutas, etc. Saindo do café, passamos por uma área aberta do hotel e vimos que estava nevando, uma imagem muito linda! Saímos e fomos andando para o Castelo de Praga, que estava lotado. Na entrada havia uma orquestra tocando música clássica. Ficamos admirando a vista da cidade e entramos no Castelo. Seguimos a indicação do Guia da Folha de São Paulo, que é bem detalhada. Passamos pela Catedral de São Vito com suas torres maravilhosas.
  14. Cleber, que bom que você está gostando! O hotel de Berlim é perfeito: localização, atendimento, conforto e tudo mais, vale muito a pena! O de Praga é muito bom tb, mas se eu voltasse escolheria ficar perto da Praça Venceslau, que é a parte mais movimentada da cidade. O que nós ficamos fica ao lado do Castelo de Praga, mas a região não tem estrutura de mercados, lojas, apenas alguns poucos restaurantes que, por ser uma área extremamente turística, cobram muito caro! Na verdade, em Praga, eles praticam um turismo de exploração, bem parecido com o Brasil. Vc paga preços absurdos nas áreas tur
×
×
  • Criar Novo...