Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

provetti

Membros
  • Total de itens

    11
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre provetti

  • Data de Nascimento 09-01-1967

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, França, Suíça, Alemanha, Luxemburgo, Espanha, Mônaco e Itália
  • Próximo Destino
    Argentina, Chile, Perú, Uruguai
  • Ocupação
    Adminsitrador
  • Meu Blog
  1. provetti

    Itens obrigatórios para moto - Chile e Argentina

    Marcos, não é necessário legalizar documento no Itamaraty. Se a moto estiver no nome de uma empresa, você tem que levar o contrato social e uma autorização reconhecida em cartório assinada por uma das pessoas que constam no contrato social. A PID não é obrigatória, mas ajuda se tiver. Identidade tem que ter menos de cinco anos de emitida. Veja neste link mais detalhes sobre documentos: http://viagemdemoto.com/index.php/dicas/425-documentos-para-argentina-chile-uruguai-paraguai Não são exigidos nenhum dos itens que você relacionou. Se sua moto está de acordo com a legislação brasileira, pode viajar com ela para qualquer país da América do Sul sem precisar acrescentar nenhum item. Outro link com dicas para bagagem: http://viagemdemoto.com/index.php/dicas/456-dicas-bagagem-viagem-de-moto Abraços
  2. Olá, Eduardo. Que maravilha!!! um dia eu chego lá. Normalmente, em minhas viagens, eu reservo algo em torno de US$ 100 para cada dia. Isto não inclui eventuais problemas com a moto, que no seu caso recomendo ter uma reserva para eventualidades. países mais evoluídos, como o Chile, você consegue fazer quase todas as despesas com cartão. Nos demais é bem mais difícil. Para não andar com muito dinheiro você pode utilizar o cartão de crédito para sacar em caixas eletrônicos. Nas cidades maiores você acha os caixas com certa tranquilidade. Tem quem use também o cartão de débito visa, que você fica livre do IOF - 6% atualmente. Qualquer dúvida, estou à disposição Abs http://www.viagemdemoto.com
  3. Olá, Alexandre. Também sou de BH e costumo fazer algumas viagens longas, normalmente sozinho, e passeios com grupo de amigos. Precisando de alguma ajuda estou à disposição. Abraços Rômulo http://www.viagemdemoto.com
  4. E tem gente que tem medo de sair para a estrada porque acha que é perigoso. Eu conheço um senhor de 77 anos que hoje está retornado de uma viagem de moto de Salvador para BH. Ele costuma periordicamente ir de BH para Três Corações e também para Uberlândia em uma Harley-Davidson Heritage de 350 kg.
  5. provetti

    Transportar GASOLINA fora do tanque da MOTO!!!

    Uma vez eu precisei levar gasolina extra quando atravessava o Passo de Jama, no Chile. Na época os postos ficavam 300 km de distância um do outro. Eu usei uma garrafa de água mineral, acho que de 5 litros, daquelas que tem uma alça para segurar. Amarrei ela na moto e rodei tranquilo até precisar. Aparece na foto abaixo.
  6. Vou colocar minha experiência com as famosas "contribucion" aos policiais argentinos, que relatei nesta página do meu blog: http://www.viagemdemoto.com/2009/01/san-salvador-de-jujuy-presidencia-roque.html Tem foto dos policiais lá. "Até aqui estava imaginando que passaria ileso da extorsão dos policiais argentinos que tanto tinha lido nos relatos de quem havia viajado por aqui. Mas hoje tive duas amostras. Abasteci numa cidade chamada Taco Pozo, na província de Santiago Del Estero, e peguei estrada logo em seguida. Passados uns cinco quilometros vi uma placa da "Policia Caminera" e um policial gordo fez sinal para que eu parasse. As perguntas de praxe, de onde vinha, para onde ia... Depois que respondi o policial, tentando ser simpático, disse que estava fazendo uma campanha para colocar iluminação no posto policial e pedia uma "contribución". O posto policial era um vergonhoso cômodo sujo, com janelas quebradas e sem arandelas e lâmpadas. Falei que estava no fim da viagem, e que tinha poucos pesos. No princípio pensei em me recusar a dar propina ao sujeito, mas aí me lembrei que nos relatos que li quem se negava a dar a "contribución" passava a ter que atender às mais diversas exigências dentre os documentos, extintor de incêndio, mortalha, etc. e era seguro por horas pelos FDP. Peguei a carteira e dei AR$ 9,00 pesos ao sujeito, que simpaticamente agradeceu e desejou boa viagem. Saí me achando um trouxa. Mas não é que menos de meia hora depois fui pego novamente... Tinha acabado de passar por outra cidadezinha, vi a famosa placa "Policia Caminera", um posto policial à frente e dois deles no meio da pista. Ainda com o policial gordo no pensamento, tirei a câmera do bolso e liguei. Fui parado, me perguntaram de onde vinha, para onde ia, etc. Emendei falando que era jornalista brasileiro fazendo matéria sobre turismo em motos na Argentina. Pedi para bater uma foto dos dois policiais, já batendo sem eles perceberem, acho. É uma das fotos da apresentação. O mais novo ficou desconfortável, mas o mais velho nem ligou. Chegou mais perto de mim e eu pensei que iria me tomar a câmera. Falou num tom sábio: "contribución". Só esta palavra mágica. Mais nada. Devia ter escrito "brasileiro trouxa" bem grande na minha testa. E eu achando que minha história era boa e me livraria fácil dos sujeitos. Lembrei que os únicos pesos trocados que eu tinha já havia dado ao policial gordo. Falei que estava no fim da viagem, os pesos que tinha eram suficientes para a gasolina para chegar ao Brasil. Perguntei se poderia dar a "contribución" em pesos chilenos. Ele concordou e dei CH$ 1.000,00 para ele (R$ 4,00). O FDP recebeu o dinheiro e sem olhar ou falar nada foi parar um caminhão que vinha em sentido contrário ao meu, guardando a nota no bolso da calça. Saí puto. Não sei se os desgraçados não tinham noção do valor do peso chileno ou eram tão miseráveis que aceitavam qualquer esmola. Segui viagem ainda mais puto e esperando ser parado em todos os postos policiais dali pra frente. Ainda bem que não ocorreu novamente."
  7. Olha, antes de comprar, dá uma olhada no www.moto.com.br. Tem uma série de motos à venda lá. E olha também as Harley-Davidson. As usadas estão mais caras que as zero km na loja. Dependendo do quanto você vai dispor, é também uma boa opção.
  8. provetti

    Fotos - 'Moto'vacionais

    Vou colocar umas minhas mesmo: Alpes, divisa Itália - França Estrada entre Marselha e Cassis - França Atacama, Chile Paso de Jama, Chile Parque Aconcagua, Argentina
  9. provetti

    Links de Sites e Blogs sobre Viagens de Moto

    Voltei da viagem que fiz de moto pela Europa. Foram 26 dias ao todo, 21 de moto, sete países e tudo transcorreu como planejado. Quem tiver curiosidade, coloquei no meu blog um diário da viagem, com relato, fotos, despesas e números. Link: http://www.viagemdemoto.com/search/label/Viagem%20pela%20Europa
  10. provetti

    Links de Sites e Blogs sobre Viagens de Moto

    Este é o meu site: http://www.viagemdemoto.com/ Registro nele as viagens de moto que fiz pelo Brasil e América do Sul, e também a experiência de outros viajantes. A partir de amanhã estarei começando uma viagem por seis países da Europa, também de moto.
  11. Muito bom seus relatos. Pretendo agora em agosto rodar na França de moto e vou passar pelos castelos do Loire. Não deixarei de visitar estes que você recomendou. Rômulo www.viagemdemoto.com
×