Ir para conteúdo

jcmvaldivia

Membros
  • Total de itens

    16
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre jcmvaldivia

  • Data de Nascimento 06-02-1989

Bio

  • Ocupação
    Medicina
  1. Ignora essa notícia. Também li na época. Hahaha Na entrada do país, só pediram meu visto e mais nada.
  2. Estou novamente de viagem, mas quero postar algum relato e colaborar com algum brasileiro que deve estar indo à Sérvia neste momento. E antes de mais nada, fica meu apelo à Equipe de Moderação: acho lamentável que a Sérvia não tenha uma seção só pra ela. Reduzir a Sérvia a um tópico somente... poxa, a Sérvia tem tanta coisa! Quem pensa que o país se resume a Belgrado, engana-se. A Sérvia também tem Nis, Kopaonik (que é um parque nacional, na verdade), Novi Sad, Kragujevac, Subotica... Mas enfim, farei um breve resumo das principais atrações de Belgrado e também dicas sobre o país (como a necessidade de um visto)! VISTO Ainda há necessidade sim de visto! Para alguns países como o México, por exemplo, a Sérvia permite a entrada por até 30 dias. No entanto, para o brasileiro entrar no território sérvio, tem que ter o visto! Para conseguir não tem dificuldades: basta enviar seus documentos (passaporte, foto, comprovante de pagamento e formulário de requerimento do visto preenchido) para Brasília. Se quiser a informação oficial, mande um email para [email protected] com o título "Ref.: Visto" e eles te mandarão todas as informações (quer você seja estudante, turista ou está indo visitar algum parente). COMO CHEGAR Eu fui de avião, pela Jat Airways. Paguei algo em torno de 120 euros, voando de Berlim. Há também como chegar de trem, porém o preço é bem salgado. Quem quiser tentar low cost companies, tem a Wizz Air. VERÃO/INVERNO Fui no inverno. E fiz coisas que só poderiam ser feitas no inverno... como a ida ao Parque Nacional de Kopaonik (uma das montanhas de ski na Sérvia). No entanto, perdi a oportunidade de ir aos boat clubs (baladas flutuantes) no rio Danúbio, que só funcionam no verão. No verão, temos também bungee-jump na ilha Ada Ciganlija (uma das ilhas no rio Danúbio) e vôo de balão por Belgrado. Perdi isso! TRANSPORTE O meio de locomoção básico em Belgrado são os trans (bondes). Porém, os troleibus também ajudam bastante. O ticket para qualquer um deles custa 60 dinares (60 centavos de euro). A partir de fevereiro de 2012, começou um novo meio de validação dos tickets dentro do tram/ônibus. Agora está mais difícil para burlar, embora não impossível. No entanto, garanto que você não encontrará transporte mais barato que esse em toda a Europa! PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS Praça da República/Republic Square/Trg Republike Principal ponto de encontro dos belgradenses (praticamente todas as linhas de ônibus param lá). Localizada no centro da cidade, é um local onde você matará vários coelhos com uma cajadada só. Além da praça em si (que conta com um monumento do príncipe sérvio Mihailo Obrenović III), ficam localizados nela ainda o Museu Nacional/National Museum, o Teatro Nacional/National Theater e o Centro Cultural (este último é um prédio envidraçado que tem galerias de arte nos andares de cima, um centro de informações turísticas no subsolo e no térreo tem o melhor local para comprar souvenirs - se você quer comprar camisas legais de verdade, compre aqui! Os camelôs só vendem camisas horríveis). Knez Mihailova É a rua dos pedestres. É um "calçadão" do lado da Praça da República. Repleta de lojas de roupas, perfumes e sapatos. A rua de cima da Knez Mihailova conta com ótimos pubs (aconselho o Irish Pub). Na rua de baixo tem uns cafés muito bons. Aconselho o Illegal Bar (próxima à Faculdade de Filosofia da Universidade de Belgrado) - o bar é, na verdade, debaixo da livraria. Entre na livraria e pergunte sobre o bar. Eles te indicarão o que aparentemente é um porão. Mas chegando lá você encontra um bar com dois andares, telão, banda etc... Nos dias de jogos é muito bom! Ah!, você ainda pode pegar algum livro para ler, de graça. Kalemegdan Park e Belgrade Fortress A Knez Mihailova leva à principal atração de Belgrado: o Kalamegdan Park. O parque é, na verdade, mais mesmo um forte (Belgrade Fortress) que foi utilizado há centenas de anos... Um passeio por lá é obrigatório para qualquer um que vai a Belgrado. Além de uma construção super histórica, de lá você vê o Zemum (bairro histórico na Nova Belgrado) e a confluência dos rios Danúbio e Sava. Além disso, o Kalamegdan Park também conta com o Museu Militar, duas igrejas ortodoxas (Rose Church e Church of St. Petka) e um zoológico (que não tem nada demais). Se pedir informações ao guia dentro da Rose Church, saberá que as pinturas da igreja foram feitas com o concreto ainda fresco (típico das igrejas ortodoxas) e que ali foi um antigo depósito de artefatos militares - é por isso que balas constituem os lustres (a única igreja no mundo com balas em sua constituição). Saint Sava Temple Me disseram na Sérvia que é o maior templo cristão ortodoxo no mundo. Se é verdade, não sei. Porém, até mesmo os flyers turísticos que eu recebi confirmavam essa informação. No Natal sérvio (7 de janeiro), as pessoas vão para a frente do templo aguardar a meia-noite. Os ramos de folhas secas que eles levam na mão foram "benzidos" nas igrejas ortodoxas pela cidade e ficarão durante uma semana sob a mesa da copa, para trazer sorte à família (alguns motoristas colocam nos parachoques dos carros). A igreja é linda. Knez Miloša É a rua das embaixadas. É lá também que estão os antigos prédios bombardeados pela OTAN (em 1999). Zemum e Ušće Aos que não sabem, Belgrado é divida em Nova e Velha Belgrado. Zemum é um bairro antigo, histórico, na Nova Belgrado. Além de casas com um arquitetura antiga, um calçadão às margens do rio Danúbio, cafés/bares/restaurantes flutuantes, ruas de paralelepípedos, igrejinhas ortodoxas, tem também o que os belgradenses chamam de a melhor panqueca da cidade! Se informe sobre a Panqueca do Pinóquio! Ušće é a região de encontro dos rios... de lá é onde você tem a melhor vista de todo o Belgrade Fortress. Vale ir para tirar uma foto! Tašmajdan Park Um dos parques mais bonitos da cidade. Vale à pena uma visita. Junto à ele, tem a Igreja de San Marco, que nunca terminou de ser construída (por fora), mas por dentro é bem bonita. Igreja de San Marco/St. Mark's Church É a segunda principal igreja ortodoxa em Belgrado. Enquanto alguns dizem que ela está em reforma, há quem diga que ela nunca terminou de ser construída. Vale uma visita. Nikola Pasic Square, Prefeitura de Belgrado e Parlamento Sérvio Como em outros países, o Parlamento nacional é mais um prédio grande com uma arquitetura diferente, estátuas, jardins... Em frente ao Parlamento, tem a Prefeitura e uma praça. Dar um pulo lá para conhecer e tirar umas fotos é válido! Nikola Tesla Museum Museu do Nikola Tesla, o homem que aprendeu a como usar a eletricidade. Sem dúvida alguma, você precisa ir lá. Mas o principal: vá lá antes e pergunte sobre os horários de visita dirigida, caso contrário verá simplesmente uns objetos dos quais não entenderá nada. Mas com o guia (tem duas visitas dirigidas por dia, uma em inglês e outra em sérvio) ele liga os objetos e você "interage" com eles. Eu pude tocar a eletricidade, vi raios saindo da minha mão, o cabelo das mulheres subindo e um super transformador jogando raios pela sala inteira. Vale MUITO a pena uma visita guiada! Além disso, há também uma bola dourada com as cinzas do próprio Nikola Tesla - o mais próximo que você chegará dele. Enfim, o museu é bem interessante. Estudante paga meia. Ada Ciganilija Uma ilha no rio Danúbio, para aqueles que forem a Belgrado no verão. Tem praia, parques, bares e cafés interessantíssimos. Como eu fui no inverno, só pude aproveitar os cafés. No verão tem bungee-jump e vôo de balão. Avala Tower e Avala Mountain Acho que foi o passeio mais top que eu fiz em Belgrado. A Avala Tower fica na Avala Mountain. Subir a montanha à tarde (não muito tarde) pelas trilhas ou pelo asfalto e depois subir na torre é beeem legal. Tive um dos melhores momentos da viagem nesse passeio... o percurso até a torre é bem agradável. Como é afastada da cidade (tem que pegar tram e ônibus), o ar da montanha é bem puro. É comum os belgradenses irem à montanha para fazer um churrasco, passarem o dia, descansarem um pouco... E a vista do torre é incrível! A entrada da torre é 100 dinares (1 euro) - ingresso barato! Estudante paga meia. E Belgrado ainda reserva muitas outras coisas... mais tarde dou mais dicas (e posto fotos). Falei só as principais. Fiquei na Sérvia um mês! Se estiverem com qualquer dúvida, desde de dinheiro à hospedagem, alimentação etc, podem me perguntar. Terei o maior prazer em responder. Quem quiser me enviar um email é [email protected] Abraço!
  3. Sim, brasileiro ainda precisa de visto da entrar na Sérvia.
  4. Estou aqui em Belgrado... e ja quase no final da minha viagem. Viajei tambem pelo interior da Servia e, quando eu chegar no Brasil, sem duvida alguma farei muuuitos depoimentos aqui no Mochileiros e darei varias dicas! Mas fica a dica... se voce pretende vir aqui, VENHA! Recomendo!
  5. Oi, pessoal, tudo bem!? Então viajo amanhã pra Europa! Estão todos as passagens já compradas, hospedagens OK... mas estou com um problema seríssimo! Não estou conseguindo arranjar hospedagem em Praga. Pretendia ficar lá do dia 28 de dezembro ao dia 01 de janeiro. No entanto, TÁ IMPOSSÍVEL arranjar um albergue com preço em conta. Sabe, não tem A MENOR CONDÇÃO de se pagar o equivalente a 180 reais uma diária num albergue em Praga (quarto misto, de 8 a 14 pessoas, absurdo)! Eu sei que o reveillon lá é tudo e muito mais... mas e agora? No Hostelz e no HI Hostels a gente até encontra, mas é tipo uma noite ou no máximo até 3, terminando no dia 29! E o que eu faço com os dias 30 e 31? Vocês acham que eu reservo o que é possível e chegando lá eu me viro? A propósito... existe possibilidade de eu pagar as taxas do Hostelz (3 euros, em média) e chegar lá e ficaar sem local pra ficar? Ou é garantido? Me ajudem, estou bem preocupado!
  6. Olá, pessoal. Viajo à Europa no final do ano (15/dez - 2/fev) a fim de estudos e ficarei durante 1 mês inteiro só na Sérvia. Minha pergunta é a seguinte: como é o câmbio real X dinar sérvio? Soube que a moeda sérvia é desvalorizada em relação ao real. Porém, ao fazer a conversão de R$1500,00 (por exemplo) dá $ 61 992.9760 dinares sérvios. Isso é muito dinheiro? Para eu ter uma idéia, quanto custa lanches do Mc Donalds, um almoço num restaurante, uma noite em albergue e os ônibus na Sérvia (em dinar sérvio)? Abraço!
  7. Sim sim! www.couchsurfing.com entrem na comunidade de Floripa!
  8. Pois é, Daniel. Também não conheço ninguém nem nada lá. Nunca estive lá. O pessoal do Couch Surfing tá fazendo uma festinha de reveillon. Vou ver se apareço por lá. Se tiver afim de aparecer, pode ir também. É R$ 50,00 e tá tudo incluso. Comida, bebida, casa na praia e vista perfeito para os fogos. Tá muito bom. Eles disseram que pode convidar quem você quiser, por isso to chamando todo mundo que quiser ir. Não conheço ninguém da comunidade de lá, mas parece que vai legal. O povo é bem receptivo. Se alguém estiver sem companhia, me fala e a gente vai junto. Também to só. hahaha =)
  9. Roberto, pra quem costuma praticar trekking/montanhismo c/ alguma frequencia, ter uma barraca, mochila e BOTA decente é fundamental. Pense nisso como investimento, pq o resto dá-se um jeito. Um tênis, dependendo de onde for pernar, nao dura ate o final do trek, como ja aconteceu comigo. Ja uma boa bota vai te durar anos, e nao precisa ser necessariamente as de ultima geracao (caras d+). Como bem comentou o Augusto, na Decatlon vc acha otimas botas por R$150, conforme a promocao. Nao pegue botas de camelô, na rua, pq sao uma bosta! E como seu trek vai ser longo, nao vejo sensato arriscar q um mero tênis vá deixar vc na mao a meio-caminho. Ja bota vai estar la a tua disposicao pra qdo form meter as caras noutra roubada. Resumindo e respondendo sua pergunta inicial: SIM, botas sao essenciais pra um trekking longo. Como o Jorge disse, o trinômio barraca-mochila-bota é fundamental (pra não dizer o básico)! Já fiz trilha de tênis... e é muito arriscado. Eu escorreguei e, por pouco, não torci o tornozelo. E isso no segundo dia da Chapada Diamantina... se tivesse torcido, era a viagem acabada pra mim. Além de TUDO que o pessoal falou (solado que evita ecorregar, o conforto, a película impermeável), SÓ de evitar tornção no tornozelo já basta. 300 reais numa bota é algo bem pago... torcer no tornozelo e levar meses pra se recuperar sai beeem mais caro. A Bull Terrier tem botas boas e nem tão caras assim, tipo uns 200 reais. Entre as "clássicas", a Bull Terrier é a mais "baratinha".
  10. jcmvaldivia

    Barracas MOR

    Átila, você tem quanto de altura? Essa é pra 2/3 lugares, certo? Coube confortavelmente você, seu colchão e sua mala? To querendo comprar uma dessa... vou viajar sozinho, e de "mala" só o mochilão. Mas quero que caiba eu e mais minha mochila dentro, sem aperto...
  11. Comprei uma Bull Terrier Trail Rider (marrom escuro) nesse final de semana... é claro que é muito cedo para deixar a opinião, mas to usando ela durante essa semana para testar o couro (impermeável), o solado (garras, aderência), o conforto (muito bem forrada e uma lingueta de couro e bem acolchoada), a palmilha (que diz facilitar a transpiração e evitar chulé)... POR ENQUANTO, ela tem se demonstrado ótima. Digo, correspondendo as minhas expectativas... (a que eu queria da Timberland com as mesmas características era 100 reais mais cara). Minha opinião sobre Bull Terrier é positiva... vamos ver no final do ano, quando eu fizer minha viagem né.
  12. Interessante o passeio... só achei meio corrido, muita coisa para 10 dias. Porém devem ter aproveitado cada minuto... A dica do condicionamento física é bem válida... Quando fui na Chapada Diamantina, acordava no dia seguinte quebrado. Hehehe. o Waynapicchu não valeu muito a pena pra vocês pela falta de condicionamento ou porque não aprensentou nada de novo? E Arequipa é fantástica mesmo, muito bonita...
  13. Arequipa é um local bem interessante para conhecer. Com relação ao litoral, não me lembro exatamente como eu cheguei lá, mas provável que de ônibus... A passagem de avião pro Peru agora tá um R$ 700,00. Comecei a procurar um pouco antes, encontrei até de R$ 600,00.
  14. Achei as dicas muito válidas. Já peguei carona aqui no Brasil usando boa parte dessas dicas... só não conhecia as do posto de gasolina ou mesmo a do posto da polícia federal. Muito boa. Vai transmitir confiança ao caminhoneiro... E quanto ao dedinho, eu já consegui carona duas vezes assim! Hahaha... Dá pra usar essas dicas viajando pelos Andes...?
  15. Pois é, emargotto. Acabei de comprar a Timberland Flume Mid Waterproof pra mim, pela internet. Pesquisei durante todo um dia... vou pro Peru e pra Colômbia na época do calor e chuva. Ela me pareceu a melhor custo/benefício, uma vez que oferece suporte pro tornozelo e é a prova d'água, além dos outros atributos, né. Espero realmente que ela aguente os dois meses de viagem... A propósito, para os mais experientes, foi uma boa compra?
×
×
  • Criar Novo...