Ir para conteúdo

digoabordo

Colaboradores
  • Total de itens

    54
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que digoabordo postou

  1. Lucilene, obrigado pelo elogio!!! Esse lance de quanto tempo é o ideal depende do seu objetivo na viagem! Pra curtir um pouco de Marrakesh acho que 2 dias são suficientes. O passeio no deserto saindo de lá são mais 2 dias! Pra mim são necessários no mínimo 4 dias inteiros!!!! Beijos
  2. Brigado Frida!!! Sempre que quiser visitar meu blog esteja à vontade!
  3. Samantha, obrigado pelo elogio! Mas quem não tem vontade de largar tudo e ir viajar?? Ah, se eu pudesse....
  4. Irlanda : Dublin : Guinness e seu legado! Falar da Irlanda e de sua capital sem falar da Guinness é a mesma coisa que falar da França e não falar de croissant, falar da Itália e não falar de pizza e falar do Brasil e não falar de corrupção carnaval. A Guinness é a cerveja irlandesa mais popular. Foi criada no século XVIII, na cervejaria do Arthur Guinness, em Dublin. Hoje em dia é uma das marcas de cerveja mais famosas por todo o mundo, produzida em quase 50 países e disponíveis em mais de 100, com uma venda anual de 1.8 milhões de pints. Não sabe o que é um pint? Saiba aqui. Seu s
  5. Irlanda : Dublin : Tour histórico! Já estávamos de pé bem cedo para aproveitar bastante nosso último dia em Dublin. Decidimos dividir o dia da seguinte maneira: na parte da manhã faríamos um city-tour para poder conhecer o máximo de pontos turísticos possíveis e na parte da tarde visitaríamos a fábrica da cerveja Guiness. Na verdade o city-tour que fizemos foi um walk-tour. E melhor: de graça! Estes tours são feitos normalmente por jovens universitários. Neste caso, a menina que nos guiou era espanhola e estava estudando em Dublin. É uma maneira excelente de conhecer a cidade e quem sa
  6. Irlanda : Dublin : Temple Bar! Mesmo exaustos de um dia inteiro dentro de um ônibus, voltamos da excursão e fomos direto tomar banho para curtir a noite de Dublin. Na noite anterior fizemos um breve reconhecimento do local, mas era hoje que de fato íamos curtir a famosa Temple Bar. Temple Bar é o nome do reduto boêmio de Dublin. Seu nome vem, segundo os historiadores, de uma importante família que morou por lá no século XVII. A primeira aparição oficial foi em um mapa de 1673. A área possui uma forte veia cultural, com institutos de arte, música, cinema e fotografia. Mas é quando a noi
  7. Irlanda : Abadia de Corcomroe, Burren e Cliffs of Moher! Depois do cansaço do dia anterior e da noite mal dormida, mal entramos no ônibus da excursão que nos levaria aos Cliffs of Moher, começamos a dar aquelas cabeçadas. Sem falar que o guia também não ajudava muito, a pronúncia dele era muito difícil de entender. Basicamente eu entendi 3 palavras: batata, vaca e cerveja. Desculpa aí se você é irlandês, mas eu cheguei a conclusão que a rotina de um nativo deve ser: cuidar das vacas de sua fazenda, comer batata no café, almoço e janta e beber cerveja o dia todo. Nossa primeira parada f
  8. Irlanda : Tentando chegar em Dublin! Em um dos finais de semana que passei em Londres, decidi ir para Dublin. Queria comprovar se a fama da cidade era verdade. Que fama? A de que é bebida e farra a noite toda! Na ânsia de aproveitar cada segundo de Londres, nos atrasamos para pegar o ônibus que nos levaria par o aeroporto. Mal chegamos na Victoria Station o ônibus havia saído. O próximo sairia em meia hora, o que certamente faria a gente perder o voo. Sem pestanejar, entramos em um táxi. O clima foi tenso, pedi pro motorista enfiar o pé no acelerador e fazer o caminho mais rápido pois
  9. Inglaterra : Londres : Melhores momentos! Como já é de costume, ao final de cada viagem faço um vídeo com as melhores fotos! Quem se dão bem são os amigos que viajam comigo e ganham o vídeo de presente! Deem uma olhada: http://www.digoabordo.com/2011/10/inglaterra-londres-melhores-momentos.html Até a próxima!
  10. Inglaterra : Londres : British Museum E a última parada deste blog em Londres é no British Museum, um dos museus mais conhecidos do mundo, com um acervo de mais de 7 milhões de itens. Possui uma infinidade de artigos dos períodos romanos e gregos, sem falar ainda nos artigos egípcios. Dentre as peças mais importantes, figuram a Pedra de Roseta e os Mármores de Elgin, ambos alvo de polêmica. Tanto o Egito quanto a Grécia, respectivamente, tentam trazer estas relíquias de volta para os seus países de origem. Mas se você não sabe nem nunca ouviu falar nestas duas, fique tranquilo, eu tamb
  11. Inglaterra : Londres : The London Dungeon & Tower of London! Durante o planejamento da viagem, descobri uma atração que se vendia como a mais aterrorizante de Londres. É o The London Dungeon, um museu que conta a história dos últimos 1000 anos de Londres através do terror. Como existia a possibilidade de comprar o ticket combinado com a London Eye e o Madame Tussauds, não pensei duas vezes. Mas, infelizmente, o que mais me aterrorizou nesse museu foi sua fila. Demoramos mais de 2 horas para entrar na atração e, lá dentro, que decepção, não era nada daquilo que esperávamos! Eu me re
  12. Inglaterra : Londres : Madame Tussauds! A possibilidade de se estar cara a cara com seu grande ídolo, mesmo sendo de mentirinha, atrai o interesse de muita gente. E é para realizar essa fantasia que os Museus de Cera existem. O mais famoso, sem dúvida, é o Madame Tussauds. A história deste museu se confunde com a história de sua criadora, a própria Madame Marie Tussaud. Nascida na França, ela participou ativamente da Revolução Francesa, conhecendo grandes nomes da época, tais como Napoleão Bonaparte e Robespierre. Tussaud chegou a ser presa e teve sua cabeça raspada para ir a guilhotin
  13. Inglaterra : Londres : Notting Hill & Portobello Market Se você tem tempo sobrando em Londres, uma boa opção de passeio é ir até o bairro chamado Notting Hill. O bairro ganhou popularidade mundial após o sucesso dos cinemas com o filme que leva seu nome, Notting Hill, estrelado pela Julia Roberts e pelo Hugh Grant. O filme foi rodado quase que em sua totalidade por lá, então é comum encontrar fãs tirando fotos nos locais de filmagens, como a tal porta azul do flat do Will, personagem do Hugh Grant, que já foi pintada de preto, ou até mesmo sua livraria, que hoje é uma loja de sapatos.
  14. Inglaterra : Londres : Entrando numa fria no Ice Bar! Ainda no clima noturno, uma outra excelente opção de um passeio diferente é ir no Ice Bar. Sim, é um bar de gelo! A ideia é que você entre em um ambiente onde as paredes, o bar, as mesmas e até mesmo seu copo é feito totalmente de gelo! O Ice Bar é o único bar permanente feito de gelo em todo o Reino Unido. E olha que este gelo não é qualquer um! Ou você acha que eles fazem tudo aquilo no freezer e com forminhas de plástico? Claro que não! Todo o gelo que está lá vem de longe, de um rio congelado ao Norte da Suécia. Dizem que a
  15. Inglaterra : Londres : Chicago e os musicais de Londres! Londres é uma cidade com inúmeras atrações noturnas, principalmente no quesito entretenimento. Na região do West End, que já foi citada aqui anteriormente com algumas dicas de clubs, ficam muitos dos principais teatros, bares, cinemas e restaurantes da cidade. Infelizmente nunca fui a Broadway americana, mas de alguma maneira aquele lugar me fez lembrar de lá! E exatamente por isso, fiquei com vontade de assistir um musical. E a escolha não poderia ser mais apropriada: CHICAGO. Comprei os tickets antecipadamente no http://www.wes
  16. Flávio, Obrigado pelos elogios! Vou postar mais dicas agora mesmo! Abraços e curta bastante!
  17. Inglaterra : Londres : Palácio de Westminster, Big Ben e Abadia de Westminster! Após observar tudo de cima da London Eye, descemos e fomos conhecer um dos mais importantes pontos turísticos de Londres: o Big Ben. Mas infelizmente não vimos. E muita gente que diz que viu, é mentira! Por quê? Porque na verdade o Big Ben não é o belo e gigante relógio de 4 faces todo decorado, e sim o sino que badala de hora em hora mas que ninguém vê. Como diria o Jack Estripador (que por sinal vai ser assunto de algum próximo post!), vamos por partes: O Big Ben é o sino principal que fica no topo da
  18. Inglaterra : Londres : London Eye! Na primeira vez que fui a Londres, eu mal tinha dinheiro para pagar hotel, que dirá me dar ao luxo de andar em uma roda gigante! Mas desde aquela época eu tinha vontade, até fiz um vídeo fingindo que eu tinha ido pra mostrar pra galera! Então dessa vez eu nem pensei duas vezes: já comprei o ticket pela Internet e reservei uma data para ela! A London Eye possui 135 metros de altura e foi inaugurada em 1999, numa das margens do Rio Tâmisa. Na altura, era a maior roda gigante do mundo! Hoje em dia já foi superada pela Singapore Flyer, que possui 165m. Ma
  19. Inglaterra : Londres : O Palácio de Buckingham e a Troca da Guarda! Ir a Londres e não ver a troca da guarda é igual a ir ao puteiro e pedir um abraço! Na minha opinião, é uma das paradas mais sem graças que existe. Mas TEM que fazer! Tudo bem, é legal ver os guardinhas com aquele chapéu estilo Marge Simpson, mas só isso! A troca acontece em dos palácios, no de Windsor, que eu também fui e no de Buckingham. Pra quem está em Londres, a troca da guarda acontece em frente ao Palácio de Buckingham, residência oficial do monarca britânico, posto atualmente da Rainha Elizabeth II. Ai você i
  20. Inglaterra : Londres : Pubs & Clubs Ninguém vive só de museu né? Quer dizer, os bibliotecários, museólogos, arquivologistas e afins provavelmente devem viver, mas eu não! (Que estes profissionais não me ouçam, só estou brincando!) Seja num pub ou num club, o que não falta são boas opções para tomar um famoso pint londrino. Mas que diabos é um pint? Um pint, para a surpresa de muitos (inclusive a minha), é nada mais que um sistema de medidas, tal como o sistema métrico decimal, que tem como unidade básica o METRO. Mas neste caso, o PINT é esta unidade básica. Seria mais ou m
  21. Inglaterra : Londres : Natural History Museum e o Terremoto! No mesmo dia que fomos na Harrods, antes tínhamos ido no no Natural History Museum, um dos maios famosos museus de Londres. E o bom é que é de graça! O museu é dividido em categorias e possui mais de 70 milhões de itens em exibição! Além de um museu, é um dos mais renomados institutos de pesquisa e conhecimentos de taxonomia. Mas um dos pontos altos do acervo são os esqueletos de dinossauros. Existe uma galeria especial para eles! Eu infelizmente já sabia que esta galeria estava fechada para reformas e, infelizmente, só pude
  22. Inglaterra : Londres : Tiger Tiger e onde comer (ou seria “não comer”?) Acelerando duas semanas pra frente, marcamos nossa despedida de Londres no Tiger Tiger, um restaurante/bar/club bem famoso na Inglaterra. A Ophelia me recomendou e uns outros conhecidos também. A ideia seria chegar cedo para jantar e depois ficar para a danceteria. Como foi tudo em cima da hora, reservei a mesa para as 22h pelo site e, como o e-mail que havia recebido solicitava, liguei para confirmar a reserva. Estava tudo certo. Chegamos pontualmente as 22h e, ao tentar entrar no estabelecimento, fui impedido por
  23. Inglaterra : Londres : Harrod’s e onde comer (ou seria “não comer”?) Antes mesmo de falar sobre “lugares para conhecer”, me deu vontade de falar sobre “lugares para comer”, ou não! Ultimamente tenho certeza que uma lombriga vive em mim, pois comer tem sido um dos meus maiores prazeres. E, além de me deliciar com excelentes refeições, esperava ser muito bem atendido nos restaurantes de Londres. Não, não espere. A má educação impera e se você receber um sorriso do garçom pode jogar na mega sena pois é seu dia de sorte. Saideira em um bar? JAMAIS. A não ser que você pague, claro. Pra
  24. Inglaterra : Londres : EF Welcome and OXO Tower! No dia seguinte acordei bem cedo, tomei café da manhã e parti pra EF, o curso que eu faria. Pela programação que eu recebi, ficaríamos o dia todo fazendo uma espécie de “reconhecimento de terreno”. Uma integração com os alunos e com a própria cidade. Aquele clima de “primeiro dia de aula” era bem legal: friozinho na barriga, gente de todo mundo se conhecendo, encontros com outros alunos que você conheceu pelo Facebook antes mesmo de chegar no curso… Gelo quebrado, fizemos um “city-tour” pelas redondezas para conhecer os pontos mais i
  25. Inglaterra : Londres : Host Family! A decisão de ficar hospedado em uma casa de família foi tomada com um único objetivo: praticar ainda mais o Inglês, principalmente nas palavras que normalmente na rua você não usa! Depois de pegar metrô e trem, desci na estação de Plumstead, a mais próxima da casa e fui perguntar a alguém como eu fazia para chegar no endereço, que ficava nesse mesmo bairro. Era um domingo e a rua estava deserta. Não perdi tempo, entrei no primeiro ônibus que passou e comecei a perguntar pros passageiros. Tinha dado certo com o HC. Mas como o raio nunca cai no mesmo l
×
×
  • Criar Novo...