Ir para conteúdo

MGazzoni

Membros de Honra
  • Total de itens

    67
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que MGazzoni postou

  1. tem ônibus praticamente de hora em hora...nem se preocupe..
  2. to anexando aqui o relatório agora para quem quiser salvar... abraços Download Attachment: 1pteRelatório.doc 4605,92 KB Download Attachment: 2pteRelatorio.doc 4348,42 KB Download Attachment: 3pteRelatorio.doc 2092,92 KB Download Attachment: 4pteRelatorio.doc 2697,92 KB Download Attachment: 5pteRelatorio.doc 2246,43 KB
  3. Opa gente..to com o relatório da minha viagem, com fotos, endereços, avaliações dos hotéis que ficamos, dos passeios, horários, buquebus. Fomos para Buenos AIres, Colonia de Sacramento, Montevideo, Punta del Este e Rivera. Gastamos R$ 750,00 (fora os presentes) em 10 dias. qualquer coisa escrevam para [email protected] , mas o relatório tem 15 mega..
  4. Olá olha..a info que tenho aqui em mãos (folder da empresa pullman) informa de saidas as quintas e domingo, as 07 da manhã...custando 50 pesos. Não fui de Floripa direto para lá..fui para Alegrete, deixei o carro e entrei na Argentina via Paso de los Libres..subi até Corrientes..fui para Tucuman (R$38,00), de lá para Salta (R$19,00). estamos aí para qualquer coisa..
  5. Opa Olha..de Salta e Jujuy p/ San Pedro os ônibus saem duas vezes por semana somente, ao custo de 50 pesos. To sem os dias certos agora, amanha posto aqui...Fui pela Pullmann....muito bom. A viagem leva umas 10 horas..não lembro bem, mas vc sai lá pelas 06 da manha de Salta e chega a tardinha em San Pedro..dá tempo de programar ainda todos os passeios para o dia seguinte...geisers...lagunas...vale de la luna..(amanha passo tb os valores, mas de repente no dicas chilenas tem alguma coisa). De Assuncion a Salta não sei, mas sei que tem de Foz (e até de Floripa) até Corrientes...de lá pra Salta tem ônibus direto também, ou via Tucuman.. Em San Pedro 2 dias é show...um vc faz os geisers del Tatio..e a tarde Vale de la Luna...e no outro as Lagunas...ou o deserto de sal do atacama mesmo.. De lá vc pode ir a Arica..e depois Arequipa..
  6. [align=justify][info]Este é um tópico guia sobre a Trilha Inca - atualizado em outubro de 2009. Nele estão reunidas diversas informações necessárias para os Mochileiros que pretendem conhecer a Trilha mais famosa da América do Sul. Importante: A Trilha Inca precisa ser reservada com 1 até 3 meses de antecedência, por ser um percurso famoso e muito procurado. O governo controla a entrada diariamente, permitindo a entrada de apenas 500 pessoas por dia em todo o seu trajeto. Não é possível entrar na trilha sem uma agência local contratada. Atenção: - Para verificar a disponibilidade de vagas, acesse o Site Oficial do Governo do Peru saiba como verificar isso AQUI Quer fazer a reserva? Saiba como AQUI. - Para saber mais sobre as agências já contratadas pelos usuários do Mochileiros.com, pesquise no tópico – Listas de agências para fazer a Trilha Inca - Para tirar dúvidas e postar dicas sobre a Trilha Inca, acesse o tópico - Trilha Inca: Perguntas e Respostas - Para tirar dúvidas e postar dicas sobre a Trilha Inca Alternativa / Caminho Sagrado (curta – 2 dias e 1 noite) - Para fazer um relato sobre a Trilha Inca, crie um novo tópico em Relatos de Viagens na América do Sul.[/info][/align] [align=justify]Trilha Inca Camiño Inca Inka Trail Banho na Trilha O banheiro é muito deficiente, praticamente não funciona. O banho até rola, mas além do frio alguns boxes costumam ser nojentos, com água na canela e muita coisa boiando. Ah, não tem luz tb. Recomendo entrar no box e não tentar ver o que fica grudando na tua canela enquanto se banha. Aponte a lanterna pro teto e agiliza. Fora a sujeira, é frio pra caramba!! Se preferir pague e encare a fila do banho quente (no último dia). O banho quente, não é tão quente custa 6 soles, mas é limpo. Temperatura na Trilha Depende da época que vc vai. Em maio, de dia é quente pra caramba, nem precisa de blusa, já a noite a temperatura desce pra caramba, chegando a negativo muitas vezes. Mas nada que um bom saco de dormir garanta. No inverno chega a nevar na trilha. Na maioria das cidades é o mesmo esquema, quente de dia e frio pra caramba à noite. Em dezembro, durante o dia dava até pra sair de bermuda e chinelo, mas só quando o sol dava as caras. Quando a chuva chegava de repente (bem comum no verão), a temperatura cai rapidinho. À noite nem se fala, faz frio como no inverno em SP. Chegamos a pegar temperaturas entre 5 e 8 graus. Pra dormir era o mesmo esquema do inverno. Vários cobertores, mas não precisei me agasalhar muito. De qualquer jeito, leve roupa de frio daqui, e na necessidade ompre algum casaco barato por lá. O que levar na mochila Onde empoeira mesmo é na bolívia, indo no teto dos ônibus (ou o que quer que sejam aqueles veículos). Mesmo num bagageiro interno corre o risco de aparecer molhado, e nunca se sabe o que é aquilo. É bom levar camisetas daquele material sintético, tipo camisa de futebol. Seca mais rápido, não precisa passar e é mais leve. Levei ainda 1 anoraki (muito bom pra chuva e cortar o vento), poncho de chuva (quase mesma função, só que cobre tb a mochila e até metade da perna), 1 casaco + ou -, ou qdo o frio é ameno. Outra coisa foi aquelas coisas que se usa por baixo da calça, ridículo, mas fazer o quê? hehehe. Na bolívia comprei outro casaco. Como a maioria dessas tinha proteção pro pescoço, não usei nada extra (cachecol e afins). Luvas é bom ter tb. Lembre-se de levar também: - cordinha pra improvisar um varal - 6 ou mais camisetas, 2 calças (uma meio bermuda, no corpo), cuecas, meias (de lã são boas tb, assim como as de 2 camadas), 1 bermuda, toalha (tipo de natação), capa de chuva - lanterna (bom pra trilha) - escova de dentes - de remédio só levei band-aid, umas aspirinas (boas pra altitude) e uns melagrião em pastilha (não resfriei de ficar respirando pela boca a viagem toda, só de leve) - LEVAR UMA BANDEIRA DO BRASIL TAMBÉM!!! - cadeados para a mochila - chinelo pra usar a noite no acampamento - mochila de ataque, tipo 8 ou 15 litros, para levar máquina fotográfica, um livro, e qualquer porcariada pra ajudar a passar o tempo nas rodoviárias e buses da Bolívia, ou seja, uma mochilinha pra ficar comigo dentro do ônibus ou pra andar na cidade durante o dia - uma panela pequena. Tenho uma de acampar, tipo aquelas que se encaixam fechando e dentro cabe talher e prato. Quando fechada fica pequena, além de ser bem leve - uma bóia de braço, pra encher e usar de travesseiro. Aqueles encostos que a véiarada usa em ônibus também serve. Disso sim eu senti muita falta. - tenho uma gaitinha que eu judio de vez em quando. Podia ter levado, pois cabe no bolso. - baralho. - um morteiro, lança-granadas, stinger, etc. Várias vezes na Bolívia trocaria tudo por uma artilharia pesada e detonar uma meia dúzia de "forgados" - nunca mais levo Binóculo, que além da caixa ser de um tamanho consideravel, usei só uma vez na trilha O que "geralmente" vem incluido no passeio de 4 dias e 3 noites na Trilha Inca é: - Onibus de Cusco até KM82 - Entrada a Trilha Inca e Machu Picchu (usd50 ou usd25 para quem tem carteirinha de estudante) - porteadores para os objetos comuns (vc tem que carregar a sua própria mochila) / barracas / comedores (barraca montada para o povo se abrigar e fazer as refeições) / colchonetes (que vc deve carregar) - 3 cafés da manhã / 3 almoços / 3 lanches da tarde / 3 jantas - Trem de retorno a tarde de Aguas Calientes a Ollantaytambo (usd35 ou usd12 pela manhã) Por esse pacote descrito acima estão cobrando cerca de us$200, se optar por ficar a 4º noite em Aguas Calientes (o que não é uma má idéia) vão cobrar usd23 a menos que é a diferença de preço do trem da tarde pelo trem da manhã. Se tiver carteirinha de estudante economiza mais usd25. O que pode ser pechinchado? - Peça para incluir o saco de dormir no pacote, geralmente eles cobram usd2 por dia pelo aluguel do saco de dormir. - Opte pelo tour de 5 dias, ficando a 4º noite em Aguas Calientes, peça para incluirem o Hostal em Aguas Calientes no pacote. - Tente incluir o onibus para "descer" de MP para Aguas Calientes, como o Celso mencionou custa usd4.50 IMPORTANTE: TUDO TEM QUE ESTAR EXPLICITADO NA "BOLETA DE VENTAS", CASO VC QUEIRA RECLAMAR POR ALGO QUE COMBINOU E NÃO RECEBEU, FAÇA CONSTAR TUDO TIM TIM POR TIM NO RECIBO Dicas Dica 01 Leve daqueles panos umedecidos pra limpar nene, na falta de banho, tanto no trem da morte quanto na trilha inca, vai ajudar bastante. Dica 02 Se vc for comprar uma capa de chuva em cusco, naum compre aquela que vem num saquinho da nikko, ela fica molhada por dentro tb. Dica 03 Pra trilha inca, leve uma mochila pequena, e só carregue o que for indispensável. Na minha levei, além da roupa que eu estava usando (uma camiseta de manga comprida, uma manga curta, calça, bermuda térmica e uma blusa), 4 camisetas, 4 sungas, 4 pares de meia, 2 calças e mais barras de cereais. Não usei metade das coisas que levei, além de um peso montruoso nas minhas costas. Dica 04 Tirei a carteinha internacional de alberguistas, mas naum usei nenhuma vez, naum teve utilidade, os hostals eram mais caros que os hotéis com banheiro privativo e café da manhã. Dica 05 Não esqueça de levar lanterna e pilhas extras para quem for fazer a trilha. - acho que levando 3 camisetas, 01 calça e 01 agasalho é suficiente. - lanterna é item obrigatório + pilhas - capa de chuva tb, pois o tempo na trilha é doido - barraca, naum se preocupe, está incluso no valor do pacote, e os carregadores (porteros) carregam. - saco de dormir, vc pode alugar em cusco, é baratinho, ou levar o seu, vc que carrega o seu. - isolante térmico - está incluso no pacote, vc que carrega o seu. - quanto a comida, depende de vc, naum precisa passar de algumas barrinhas cereal (se vc naum sente muita fome), pois a comida que o pessoal prepara é muito bom. Itens obrigatórios: - pastilha de purificação de água (clorin), para a trilha inca. - uma bolsa com alguns medicamentos: dor de cabeça, enjoo, dor de barriga, diarréia, gaze, methiolate. Uma bota para caminhada é a melhor escolha, pois o terreno é bem acidentado e as pedras são lisas. Além da bota aconselho também uma meia daquelas de caminhada que absorvem o suor e aquecem bem os pés. - barraca, naum se preocupe, está incluso no valor do pacote, e os carregadores (porteros) carregam. - saco de dormir, vc pode alugar em cusco, é baratinho, ou levar o seu, vc que carrega o seu. Esses itens estão inclusos no pacote para a trilha inca.... Qto ao saco de dormir vale a pena levar o seu .. eu usei o meu em hoteis qdo os lençois nao eram lá aquelas coisas... e durante as viagens tanto de onibus qto de trem durante a noite sempre esfria e o saco quebra o maior galho.. Sem contar na trilha claro... q no segundo dia fez um frio horroroso.... e isso q eu fui em janeiro .... Preste atenção: Quando você paga o pacote para fazer a trilha inca, já está incluso o preço para andar na trilha e mais o preço para entrar no parque arqueológico de Machu Picchu. Caso não faça a trilha, aí você terá que pagar uma taxa para entrar em Machu Picchu. Independente se você levar um saco de dormir ou alugar um por lá, você que o carregará na trilha. Além do saco eles também oferecem um colchonete que você também carrega. Em cusco, deixei mais da metade das coisas que eu tava levando, no hotel, em umas mochilas que tinha comprado em la paz, e fiz a trilha com a mochila de 65, só que mais vazia. Se vc já tiver uma mochila, é bom levar, caso ainda naum tenha, vale a pena comprar lá em cusco, tem umas marcas muito boas e bem mais barato que no brasil. Como pretendo ir sozinho e de mochila, durante a trilha tenho que levar barraca para dormir ou durmo no acampamento? Na trilha que vc contrata (guias) esta tudo incluso,vc só se preocupa em ter que andar mesmo...(com sua mochila nas costas).. o restante é por conta deles (comida, barracas) obs.: nem pense em levar a mochila com os 10 kg, pra trilha. Amigos viajantes, quando se contrata o Caminho Inca há uma série de requisitos, além da taxa de entrada no parque, que devem ser respeitados para que o serviço oferecido seja legalmente honesto e condizente com aquilo que se espera. Primeiro desses requisitos é que as AGÊNCIAS CREDENCIADAS paguem os impostos cobrados pelo governo peruano para poderem oferecer serviços de trekking na trilha Inca. Esses recursos são utilizados na manutenção e conservação da rede de Caminhos Incas. Muitas agências não pagam esses impostos e por isso vendem vagas na trilha muito mais baratas. Como segundo requisito podemos enumerar o pagamento adequado aos porteadores que irão fazer todo o serviço pesado como carregar sua comida e seu equipamento de camping durante os dias de trilha. Para que esses trabalhadores não sejam explorados por agências desonestas foi estabelecido um piso salrial para os porteadores. Muitas agências não pagam o mínimo estabelecido aos porteadores e por isso também vendem vagas na trilha mais baratas. Terceiro requisito é cumprir com uma série de obrigações para que tudo corra bem durante sua aventura. Entre esses, oferecer comida e equipamentos de boa qualidade durante os dias de caminhada, manter um kit de primeiros socorros com oxigênio e um rádio para comunicação no caso de um problema na trilha, e oferecer um guia credenciado e com conhecimento de cultura Inca para esclarecer suas dúvidas e lhe contar um pouco de história durante o caminho. Muitas agências não respeitam essas regras e por isso vendem vagas na trilha mais baratas. Se esses itens básicos não forem cumpridos a mundialmente famosa trilha Inca corre o risco de degradação muito rápida e mesmo de não existir quando seus filhos sonharem em caminhar nela. E eles irão querer fazer isso assim como vocês querem hoje. Além de que, se os requisitos acima não são respeitados, a qualidade dos serviços oferecidos à você pode ficar seriamente comprometida e você acabar entrando numa roubada. Muitas agências de viagens e muitas pessoas que não são agências de viagens credenciadas pelo governo peruano burlam estas regras com o objetivo de oferecer serviços mais baratos e sem nenhuma responsabilidade. Atuam não somente através da Internet como também nos aeroportos, estações de trem e ônibus de Lima e Cusco agenciando viajantes. Oferecem a chamada galinha morta. Antes de contratar a trilha Inca pergunte à quem você está contratando, se ele ou ela é uma agência de viagens credenciada e qual a atitude tomada em relação aos impostos cobrados pelo governo peruano, pagamento de pessoal e equipamentos e comida oferecidos durante a trilha. Outra coisa que você deve levar em consideração quando for contratar diretamente o Caminho Inca: Quem é que vai defender seus direitos de viajante brasileiro no Peru se algo sair errado? Aquele que lhe recomendou os serviços? À quem você vai recorrer para representa-lo caso tenha problemas por lá? Reservas antecipadas (3 meses) são fundamentais para se percorrer a trilha Inca de maio a agosto. Ocorre que não basta apenas enviar o nome e está tudo ok. A coisa não é tão simples assim. Não acredite nisso. Não há como garantir que enviando apenas seu nome você estará inscrito para fazer a trilha naquele determiando dia. Tem de ocorrer o pagamento junto à UGM e tem de ocorrer um segunda confirmação dias antes da data marcada. Só uma agência credenciada e que receba por isso pode garantir sua vaga na trilha. Na Internet existem várias agências peruanas CREDENCIADAS que pode lhe fazer as reservas antecipadas. No Brasil também existem várias agências que trabalham com roteiros para o Peru e que podem lhe oferecer todas as garantias pela lei brasileira necessárias à sua viagem. Utilize os mecanismos de busca na Internet e procure uma agência devidamente legalizada seja no Brasil ou no Peru. Tenha visão crítica diante de "recomendações" e lembre-se, não existe galinha morta que não cheire mal. Preços abaixo do custo significam que alguma regra não está sendo respeitada. Pense bem se é melhor economizar uns trocados e correr o risco de entrar numa roubada,ou pagar o minimo recomendado por um serviço adequado e que respeite as regras do governo peruano. Pense bem com que espírito e atitude você irá viajar à um local sagrado como Machupicchu.[/align]
  7. opa pessoal...to em Mvd....só para informar que o Sur Hotel é muuuuito bom...banheiro de primeira..agua quente...ar condicionado..tv a cabo..showzaco mesmo..net grátis..bem localizado..10 dolares por cabeca em média.. em colonia o ciudadela tb é bom... o Milhouse em BA..bom e animado como sempre...brasileiros e mochileiros do mundo todo.. amanha vamos pra Punta... cambio desligo MGaZzONi
  8. opa...e ai vertti de repente vc compra direto a passagem na rodoviaria..(tres cruces)passando de buque mesmo... o peso argentino é diferente sim..mais ou menos igual ao real.. já o uruguaio precisa 9 pesos para um real...
  9. Valeu Fabian...cê precisa ver ainda com as 40 páginas que tenho mais ou menos das revistas Viagem e Turismo...e Terra que desmanchei (com dó no começo) e juntei nele e que ficaram show no meio... tem fotos de todos lugares...detalhes..preços..infelizmente ainda não tão digitalizadas (mas vou providenciar mais tarde).. achei reportagens de tudo..até cabo Polônio..mas pouca coisa de Montevideo nas revistas..já Buenos Aires...de kilo
  10. tenho uma armação da Snake e to usando no dia a dia para ver e até agora não deu sinal nenhum de machucar ou coisa parecida.. tá aprovada (issima issima) por mim detalhe...comprei um número maior..
  11. Roteiro para download para quem quiser baixar... Uruguaiana - Buenos Aires - Colonia de Sacramento - Montevideo - Punta del Este - Montevideo - Rivera (Santana do Livramento) MGaZzOnI Download Attachment: Roteiro.doc 2183,94 KB
  12. gente.,o preço para passar o carro pelo buquebus é bem menor que esse..tá nem 100 reais... é so consultar o site do buquebus..... meu medo é por ser em julho..alta temporada...perder as passagens..
  13. gente...o buquebus de Buenos AIres pra Colonia devem ser reservados antecipadamente ou se acha na hora ( em julho) valeu MGAZZONI
  14. opa..ela chegou... aparentemente o número tá certo assim...as laterais tão bem na medida..quase apertada pra falar a verdade.....de repente tem alguns míseros milimetros a mais no comprimento..vamos ver com o tempo..
  15. Putz...arrisquei e comprei na net uma SNAKE um número maior que a minha numeração. Liguei aqui pra me informar aqui e outros vendedores falaram que normalmente vendem sempre um número a mais...por isso arrisquei ( o cara só tinha um número maior).. agora é esperar e torcer pra que de certo... PS.: comprei no ML por 200 pila NOVA.
  16. Linhas de Nazca Este tópico é dirigido àqueles que, aproveitando a passagem por Machu Picchu, darão uma "escapadinha" até as Linhas de Nazca e quem sabe Ica, aproveitando e enriquecendo ainda mais este incrível passeio. Estendida por uma área de 500 km², do árido deserto do sul peruano, as Linhas de Nazca são tão imensas que só revelam seus desenhos ao serem observadas do alto. De perto é impossível distinguir as formas de trapézios, retângulos, ziguezagues, figuras de animais e plantas, construídas há mais de 2 mil anos pela antiga civilização de Nazca. O grande enigma gira em torno do que possa ter levado à criação dessa galeria de arte em pleno deserto - principalmente quando o homem nem sonhava em inventar o avião. Alguns estudos sugerem que as linhas formam um gigante mapa do sistema subterrâneo de água da região, outros que os desenhos formam um calendário astronômico. Construídas com uma linha ininterrupta, os desenhos de Nazca revelam, na verdade, a sabedoria e a habilidade da civilização de Nazca. Durante centenas de anos, eles removeram o leito mais escuro do Pampa, conhecido como verniz do deserto, revelendo abaixo um solo mais claro. Assim criaram as linhas e figuras. Os contornos foram realçados por pedras. Cordões e estacas serviram como compasso para elaborar as formas. O tempo de viagem tanto de Cusco como de Arequipa é em torno de 10 horas, portanto, acho que compensa mais viajar a noite, dormir no busão..chegar cedo em Nasca..fazer o passeio...e voltar a noite..tem bus as 18:30 de Nasca para Cusco pela Expresso Molina e custa 50 soles De Arequipa a Nasca pela Ormeño paguei 40 soles, saindo as 21:30 e chegando as 7 da manha. Conheci o pessoal lá de uma agência e acertamos algo bem interessante pro pessoal, um descontinho camarada para o Sobrevôo sobre as Linhas de Nazca, com a empresa Aeroparacas. Em Pisco também tem o passeio nas Islas Ballestras, o qual é muito interessante, reserva ecológica onde existem Spamres de lobos marinhos,pelicanos, etc. Ainda em Nazca, é possivel fazer os passeios pelos cemitérios Nazca, e, pela cidade, assistir demonstrações da fabricação da cerâmica Nazca. Alguns pequenos pontos ainda demonstram, de maneira bem prática, a mineração do ouro. A 30 km de Nazca fica o Cemitério de Chaullita, onde pode-se observar as tumbas, esqueletos e múmias do período 1000 a 1300aC. A poucos anos atrás as múmias eram vistas na superfície, mas agora elas foram colocadas em 12 tumbas. O cemitério foi descoberto pelos fazendeiros locais. A total ausência de chuvas na região tem permitido a preservação destas múmias. Pisco, a cidade mais próxima a entrada do Parque Nacional de Paracas, fica no ponto médio entre Lima e Nazca. O clima é de balneário, um lugar onde as pessoas passam férias e feriados. A marina local é cheia de lanchas e barcos, o que demonstra ser um destino para endinheirados. Nas praias próximas ao centro da cidade são movimentadas, repletas de guarda-sóis, pessoas se bronzeando, crianças brincando. Pisco A 237 km ao sul de Lima no Peru fica a cidade de Pisco com seus 90.000 habitantes. Os hotéis são confortáveis. Eu recomendo o Regency Plaza Hotel que possui quartos bem limpos. Pode-se chegar a Pisco de ônibus a partir de Lima em uma viagem de 3 horas e preço de US$ 3,50/pessoal. A empresa Soyus tem bons ônibus. Antes de 1925 o arqueologista peruano J.C. Tello descobriu o sítio de culturas Paracas, que existiram no período de 1300aC a 300dC. Estes povos são reconhecidos por terem produzidos os mais finos têxteis conhecidos no período pré-colombiano. Pouco se sabe da cultura Paracas Antigo, exceto que foi influenciada pela cultura Chavin (que deu origem a todas culturas do Peru) Islas Ballestas Recomenda-se levar roupas (jaquetas) para o frio e se possível impermeável, pois o vento na lancha e os respingo do mar são inevitáveis. Pode-se ver: O passeio para "Islas Ballestas" é feito de lancha, bem rápida por sinal, com umas 8 pessoas, o trecho costeiro entre a marina e as ilhas é vencido em aproximadamente 40 minutos No trajeto, é possivel observar o candelabro, uma figura é grandiosa, talvez uns 20 metros de ponta a ponta. O mais interessante é que a mesma parece recém feita, em uma duna e que a qualquer momento pode soprar um vento mais forte e desfazê-la. ---------------------------------------------------------------------------------------- Teorias sobre as linhas de Nazca As Linhas de Nazca fazem parte do conjunto dos grandes mistérios da humanidade e foram descobertas após os anos de 1930 quando as pessoas começaram a viajar de avião sobre a área, despertando então o interesse de antropólogos que passaram a estudá-las. As linhas são desenhos rasos feitos no chão e quase imperceptíveis em solo. Centenas delas são simples linhas ou formas geométricas e há também mais de 70 desenhos de animais, aves, peixes e figuras humanas. As maiores têm mais de 200 metros de diâmetro. Os estudiosos divergem na interpretação, mas geralmente atribuem-lhe significado religioso, mas obviamente elas se tornaram um prato cheio para todos os tipos de especulação e estão quase que diariamente populando a imaginação dos telespectadores do History Channel: “Aliens!” 😀 Em 1985, o arqueólogo Johan Reinhard publicou dados arqueológicos, etnográficos e históricos que demonstram que o culto às montanhas e outras fontes de água predominaram na religião e na economia da Civilização de Nazca. Ele teorizou que as linhas e as figuras eram parte das práticas religiosas que envolvem o culto a divindades associadas com a disponibilidade de água: “E aí galera do céu, olha que desenho maneiro nós fizemos pra vocês! Mandem chuva por favor!” A base para visitação é a cidade de Nazca, onde é possível contratar um sobrevoo ou passeio guiado pelo deserto. A cidade não possui muitos atrativos além de pequenos museus. Um sobrevoo que geralmente dura 30 minutos, custa entre US$ 50 e US$ 110 (isso vai depender do seu poder de barganha). Você pode também fazer uma caminhada guiada pelo Deserto de Nazca até um dos mirantes de onde é possível ver parcialmente alguns dos desenhos. Se for sobrevoar a região, o melhor horário para o passeio é pela manhã. Mais informações sobre as Linhas de Nazca você encontra aqui. Um voo de drone sobre as linhas de Nazca
  17. Para quem quiser encontrar uma guaicurus em Floripa... - Feju Comércio de Material Esportivo R. Felipe Schimidt, 249 Lj 201 Centro Tel: (48) 324-1250 MGaZzOnI
  18. Amigo, o que o pessoal leva normalmente é algo em torno de 450 a 500 dólares (mínimo). Eu em 22 dias de viagem gastei R$ 1.850,00 passando por Nazca, Atacama e norte da Argentina. Precisa fazer vacina contra febre amarela e pegar a carteirinha internacional da Anvisa (em aeroportos). Considere o passaporte necessário.
  19. O problema de passar um dia em Puno são os horários. Acho que os últimos horários que saem de la para La Paz são no máx as 16h..
  20. Esse da Turil é bom...fui e voltei de Rivera para Montevidéo com ele.. unico detalhe..são três fileiras de bancos..ou seja..vc vai sentado sozinho, tua esposa do lado (mas não junto)..viagem bem tranquila..
  21. Particularmente tb acho a região show, núvel de vida, de cultura, de industrialização, (povo meio fechado, sou descendente da região mas admito isso), mas como falou o Mihaelo...empregos tem, mas a qualificação é necessária. Quanto ao custo de vida..não é mais elevada...é MUUITO mais elevada. Morei em Farroupilha e Caxias do Sul e, apesar de estar com um emprego razoável, não dava pra fazer muitos planos não. Optei por Floripa (que tem um custo mais barato).
  22. São casos e casos..mas na grande maioria, pra não dizer sempre, o desembarque é no mesmo local do embarque, como no caso de Sta Cruz onde o terminal de trem é junto ao terminal rodoviário.No máx vc´s terão que caminhar um pouco para pesquisar preços..horários..de maneira que feche com o próximo e para que vc´s não fiquem "presos" em algum lugar que não queiram. No meu caso, o onibus na volta de Puno a La Paz parou longe umas 10 quadras da rodo..mas de qualquer maneira se vcs estiver em mais de um...os táxis são muuuuito mais baratos que no Brasil. Boa viagem e mantenha contato.
  23. Pessoal, gostaria de deixar aqui a dica. Para ir de Cuzco a M.P. a melhor (segundo penso) e mais barata maneira é a seguinte:id="red">id="size2">id="Arial Black"> Pela manhã cedo, pegar transporte (coletivo, vans, bus, solicitem infos dos locais de saída nos albergues onde vc´s estão)até PISAQ. Este local apresenta várias ruínas, muito interessantes, bem como uma feira local enorme. O preço é baratíssimo, em torno de R$ 3,00. Após caminhar pelo local, feira,ruínas, etc.. pegar outro transporte (no mesmo local da chegada, próximo a ponte) para Urubamba. Outros 3..4 reais. De Urubamba, sugiro pegar logo o transporte (vans) para Ollantaytambo (um sol), pois é necessário comprar logo as passagens de trem até Aguas Calientes, por "somente" U$D 24,00, ao invés dos U$D 58,00 a partir de Cuzco. Este preço refere-se a IDA E VOLTA, saindo as 19:45 e retornando dois dias depois as 5:45 hs. Assim, vc terá que dormir em Aguas por DUAS noites, o que sinceramente acho que vale a pena, pois assim vc descansará e aproveitará mais tempo em M.P., pois ao contrário vc precisará descer muito mais cedo para pegar o trem normal. Em Urubamba tb existem ruinas interessantes a serem visitadas, e vc terá tempo para isso após comprar o ticket do trem. Em Aguas Calientes, vc encontra fácil alojamentos/albergues por aproximadamente U$D 5,00. E não esqueçam do protetor solar...e levar alguma bebida na mochila..lá os preços são para estrangeiros mesmo. R$10,00 numa coca cola. O tempo para este roteiro são 2 dias (Cusco - Pisaq - Urubamba - Ollantaytambo - Aguas Calientes - MACHU PICCHU - Retorno a Cusco). O primeiro vc vai a Pisaq, Urubamba e Ollantaytambo, chegando em Aguas Calientes ainda em tempo de jantar e pegar alguma festa. O outro dia inteiro MP e vc sai no outro em torno das 5h. As dez da manhã vc ja estará em Cusco novamente, podendo pegar algum bus para dormir já em Puno.
  24. HORÁRIOS E ITINERÁRIOS DIVERSOSid="size3">id="red">id="Arial Black"> Tipo Itinerárioid="red">..... Tempo..... Empresa .... Preçoid="blue"> bus SP a Corumbá id="red">22 HORAS Andorinha R$123,00id="blue"> bus RJ a Corumbá id="red">28 HORAS Andorinha R$151,00id="blue"> bus B.H.-C.GDE-Corumbá id="red">id="red">27 HORAS And.e Gontijo R$150,00id="blue"> taxi Fronteira a P.Soares.. id="red">5 MINUTOS... táxi U$D 2,00id="blue"> trem P.Soares S.Cruzid="red"> 19 HORAS Ferr. Orien U$D20,00id="blue"> bus Sta Cruz- Cochabid="red">. 8 HORAS Emp. Local U$D 7,00id="blue"> bus Cochab.-La Paz id="red">15 HORAS Emp. Local U$D 6,00id="blue"> bus La Paz - Copac.id="red"> 4,5HORAS Emp. Local U$D 5,00id="blue"> bus Copacabana-Puno id="red">5 HORAS Emp. Local U$D 3,50id="blue"> bus Puno - Cusco [/red]4 HORAS Empresa Local U$D 3,00id="blue">
  25. Arequipa - Nasca pela Ormenõ - 21:30 e chega as 07:00 - 40 soles. Nasca - Cusco - Empresa Molina - 18:30 chega as 9:00 - 50 soles. Cusco - Puno - Empresa Power - 10:00 chega as 16:00 - 13 soles Puno - Copacabana- La paz - 07:30 chega em Copa as 11:00 e sai as 13:00 chegando em La Paz perto das 17:00. La Paz - Sta Cruz - Empresa Copacabana - 17:30 chega em Sta Cruz 12:00 aprox. - 50 bolivianos.
×
×
  • Criar Novo...