Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

José Luiz Gonzalez

Colaboradores
  • Total de itens

    380
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

5 Neutra

1 Seguidor

Sobre José Luiz Gonzalez

  • Data de Nascimento 26-03-1985

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    ÁSIA
    ====
    - Tailândia (Bangkok, Ayutthaya, Sukhothai, Chiang Mai, Chiang Rai, Krabi, Phi Phi, Similan Island)
    - Camboja (Siem Reap)
    - Vietnã (Ho Chi Minh, Hanoi, Halong Bay)

    OCEANIA
    ========
    - Nova Zelândia
    -- Ilha Norte (Auckland, Coromandel, Tauranga, Matamata, Taupo, Rotorua, Waitomo, Tongariro, Wellington)
    -- Ilha Sul (Nelson, Abel Tasman, Christchurch, Routeburn, Kepler, Queenstown, Milford Sound, Te Anau, Wanaka, Mt Cook, Arthur’s Pass)

    EUROPA
    =======
    - Espanha (Valência, Madrid, Barcelona, Toledo, Segóvia, Santiago de Compostela, Vigo, Ourense, Sagunto, Baiona, Ribadavia, Montserrat, Crecente)
    - Itália (Milão, Como, Veneza, Bologna, Florença, Pisa, Roma, Nápoles, Pompéia)
    - França (Paris, Vale do Loire)
    - Bélgica (Bruxelas, Brugges, Gent)
    - Holanda (Amsterdã)
    - Inglaterra (Londres)
    - Portugal (Porto)

    AMÉRICA DO SUL
    ===============
    - Argentina (Ushuaia, El Calafate, El Chaltén, Mendoza, Valle Fértil, Cafayate, Salta, Purmamarca, Tilcara, Humahuaca, Puerto Iguazú, Posadas, San Ignácio)
    - Bolívia (Salar de Uyuni, La Paz, Copacabana)
    - Chile (Punta Arenas, Puerto Natales, Torres del Paine, Santiago, San Pedro de Atacama)
    - Colômbia (Cartagena, Santa Marta, La Guajira, San Andrés e Providencia)
    - Paraguai (Ruínas de Jesus de Tavarangue e Trinidad, Ciudad del Este)
    - Peru (Puno, Arequipa, Cuzco, Machu Picchu)

    BRASIL
    ======
    - Paraná (Curitiba, Morretes, Antonina, Ilha do Mel, Foz do Iguaçu)
    - Santa Catarina (Florianópolis)
    - Rio Grande do Sul (Santo Ângelo, São Miguel das Missões, Canela, Gramado, São Francisco de Paula, Cambará do Sul)
    - Mato Grosso do Sul (Bonito, Pantanal)
    - São Paulo (Santos, São Paulo)
    - Bahia (Salvador, Chapada Diamantina, Mangue Seco)
    - Sergipe (Aracaju, Laranjeiras, São Cristóvão, Canindé de São Francisco)
    - Alagoas (Piranhas, Maceió, Maragogi)
    - Pernambuco (Porto de Galinhas, Recife, Olinda)
    - Paraíba (João Pessoa)
  • Meus Relatos de viagem
    [url=https://bit.ly/2mxbLQi]Nova Zelândia - Trilhas e Campervan[/url]
    [url=http://bit.ly/1KYBbKZ]Caribe Colombian[/url]
    [url=http://bit.ly/1u7Q2yk]Chapada Diamantina com Vale do Pati e Salvador[/url]
    [url=http://bit.ly/1LpItbf]Nordeste (Aracaju, Piranhas, Maceió, Maragogi, Porto de Galinhas, Recife, João Pessoa)[/url]
    [url=http://bit.ly/1F8ZySJ]Pantanal e Bonito[/url]
    [url=http://bit.ly/1MHv7bW]Santiago, Mendoza, P.N. Talampaya e Ischigualasto, Cafayate, Salta, Quebrada de Humahuaca, Atacama e Salar de Uyuni[/url]
    [url=http://bit.ly/18cNE0i]Patagônia (Ushuaia, Punta Arenas, Torres del Paine, El Calafate, El Chaltén)[/url]
  • Meu Blog

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. José Luiz Gonzalez

    Como inserir tags nos tópicos

    Valeu @Silnei! Abraço!
  2. José Luiz Gonzalez

    Como inserir tags nos tópicos

    Oi @Silnei Também não consigo colocar tags nos meus relatos! Você pode liberar a permissão pra mim?
  3. José Luiz Gonzalez

    Nova Zelândia - Campervan, muitas trilhas e natureza exuberante!

    Ilha Sul de carro ...
  4. José Luiz Gonzalez

    Nova Zelândia - Campervan, muitas trilhas e natureza exuberante!

    Kepler Track ...
  5. José Luiz Gonzalez

    Nova Zelândia - Campervan, muitas trilhas e natureza exuberante!

    Routeburn Track ...
  6. José Luiz Gonzalez

    Nova Zelândia - Campervan, muitas trilhas e natureza exuberante!

    Abel Tasman ...
  7. José Luiz Gonzalez

    Nova Zelândia - Campervan, muitas trilhas e natureza exuberante!

    Tongariro ...
  8. José Luiz Gonzalez

    Nova Zelândia - Campervan, muitas trilhas e natureza exuberante!

    Ilha Norte de Campervan Alugar Campervan A Nova Zelândia é perfeita para quem quem deseja viver a experiência de percorrer o país em uma campervan ou motorhome. As estradas são ótimas, existem campings para esses carros em todos os lugares, os pontos turísticos são preparados para receberem campervans e motorhomes e etc. Campervan estacionada na Marokopa Falls Existem diversas empresas que alugam campervans, sendo que as mais famosas são: Britz, Maui, Mighty, Apollo, Jucy, Lucky. Um bom site de busca de aluguel de campervans é o Motorhome Republic. Esse site você diz as datas e o destino e ele busca entre diversas empresas. Eu usei esse site para fazer as buscas e achar a melhor opção de campervan para o que queríamos e no fim fechei diretamente com a empresa pelo site. Como estávamos em 3 adultos e acabamos reservando com pouco tempo de antecedência, acabamos fechando com a Tui Campers. A campervan que escolhemos foi a HiTop 4+1 Campervan que possui espaço para 4 adultos + 1 criança dormirem. Nossa campervan estacionada no Hot Water Beach Top 10 Holiday Park Um fato interessante para avisar é que o preço do aluguel das Campervans muda drasticamente dependendo a temporada. A nossa opção custou $NZ 140,00 por ter sido no fim da primavera. No entanto, a mesma campervan chega a custar $NZ 255,00 por dia no fim de ano e apenas $NZ 55,00 por dia no inverno. 15/11/2017 - Auckland > Coromandel (Hahei Beach + Cathedral Cove + Hot Water Beach) Nesse dia chegaram direto do Rio meus 2 companheiros de viagem (Rafa e Paulo) que compartilharam comigo a experiência de viajar de campervan pela Nova Zelândia por 6 dias. Acordei cedo no hostel e peguei o ônibus para o aeroporto para encontrá-los já que a empresa nos buscaria no aeroporto para nos levar até o local onde pegaríamos a campervan. Após trâmites burocráticos, saímos com a campervan em direção a região de Coromandel. O tempo não estava bom para um dia com foco em praia, mas tudo era novidade naquele momento (começo de viagem, primeiro dia dirigindo na mão inglesa, primeiro vez numa campervan etc) e os quase 200 km até o destino foram espetaculares principalmente pelas paisagens impressionantes do interior neozelandês com paisagens de cair o queixo. Paramos no nosso 1º camping que foi o Hot Water Beach TOP 10 Holiday Park, fizemos o check-in e pouco depois já saímos para conhecer Hahei Beach e Cathedral Cove que ficavam a poucos kms dali. Primeiro passamos em Hahei Beach onde ficamos poucos minutos e de lá partimos para o início do caminho de uns 30 min que leva até Cathedral Cove. Uma pena que o dia estava nublado e com chuviscos intermitentes, mas mesmo assim deu pra entender porque esse lugar é um dos pontos turísticos do país e até foi escolhido como cenário do filme Crônicas de Nárnia. Depois voltamos ao nosso camping onde apenas tomamos banho, comemos e dormimos cedo já que todos estavam super cansados da viagem. No fim, acabamos nem usufruindo da experiência de relaxar nas águas quentes da Hot Water Beach já que a maré baixa seria apenas por volta da meia noite e a chuva e o cansaço não nos animou a sair da campervan. Ônibus Aeroporto: $NZ 18,00 Camping (powered site): $NZ 25,00 por pessoa Stingray Bay Smiling Sphinx Rock Cathedral Cove The Hoho Rock 16/11/2017 - Coromandel > Karangahake Gorge & Owharoa Falls > Omanawa Falls > Tauranga (Mount Maunganui) Nesse dia acordamos cedo, tomamos nosso café da manhã na área comum do camping com o que havíamos comprado no supermercado no dia anterior e partimos para a 1ª atração do dia: Karangahake Gorge. Percorremos 100 km até chegar o local onde fizemos algumas trilhas leves para conhecer o local que tem uma importância histórica para a Nova Zelândia devido a ser um local onde havia mineração de ouro. Depois desse passeio, andamos poucos kms e fizemos uma curta parada apenas para ver a cachoeira Owharoa antes de seguirmos caminho para a cachoeira de Omanawa, que ficava há pouco menos de 100 km de distância. Omanawa Falls era um passeio muito aguardado por mim pois tinha visto ótimas recomendações sobre ela na internet mas tinha um porém: ela está fechada para turistas após a morte de um turista no local há uns anos. No entanto, é possível “pular o muro” para iniciar a trilha que leva até a cachoeira que leva menos de 1h em um terreno não muito bem demarcado mas ainda assim acessível. O dia estava ensolarado e a cachoeira Omanawa não decepcionou! Ela é linda e fotos não mostram toda a beleza do lugar! O único ponto negativo é a água extremamente gelada! Depois fomos em direção a Tauranga para pegar o pôr do sol no Monte Maunganui. Chegamos lá faltando ainda 1h para o pôr do sol e subimos o Monte Maunganui desde onde se tem uma bela vista para Tauranga. Depois seguimos pro camping Fernland Spa que ficava a poucos kms de Tauranga onde deixamos nossa campervan e ainda tivemos pouco menos de 1h para usufruir da piscina de águas termais para relaxar do longo dia antes de irmos dormir. Camping (powered site): $NZ 17,00 por pessoa Karangahake Gorge Owharoa Falls Omanawa Falls Mount Maunganui - Tauranga 17/11/2017 - Tauranga > Matamata (Hobbiton) > Rotorua (Zorbing + The Redwoods) Nesse dia saímos cedo mais uma vez do nosso camping após um tradicional café da manhã na cozinha coletiva e rumamos em direção a Matamata, que ficava há pouco mais de 50 km do nosso camping. Matamata é a cidade onde fica o Hobbiton, local que se gravaram muitas das cenas dos filmes O Senhor dos Anéis e Hobbiton! Chegando no local, compramos os ingressos e ficamos aguardando na lojinha até o horário do nosso tour guiado. O tour tem uma duração aproximada de 2 horas e segue um caminho demarcado passando por diversos pontos famosos que serão identificados facilmente pelos fãs da saga do Senhor dos Anéis. No fim, todos os participantes tem direito a uma bebida (cerveja artesanal local)! Finalizado o passeio, dirigimos por volta de 1h até chegarmos em Rotorua. Primeiro paramos numa espécie de praça de alimentação a beira da estrada para almoçar e depois aproveitamos o dia de sol para fazer o passeio de Zorbing no OGO Rotorua (Zorbing é uma atividade de aventura criada em Rotorua e que tem se espalhado cada vez mais pelo mundo). Aproveitamos uma promoção do aplicativo Campermate e compramos o combo de 2 descidas. Como Paulo não se interessou, eu e Rafa descemos dentro da bola gigante, sendo a primeira descida reta e a segunda em zigue-zague. O passeio é relativamente rápido mas é muito divertido, principalmente a descida em zigue-zague na minha opinião! De lá voltamos ao centro de Rotorua para garantir uma vaga para nossa campervan no Rotorua TOP 10 Holiday Park e depois fomos para o Whakarewarewa Forest, mais conhecida como The Redwoods. Esse parque, como o próprio nome diz, é um local onde existem muitas sequóias e é um ótimo lugar para fazer trilhas a pé ou de bike! Andamos em algumas trilhas marcadas no mapa até o entardecer e depois voltamos pro centro para passar no supermercado Countdown onde abastecemos nossa dispensa e compramos carnes e cerveja pra fazer um churrasco à noite aproveitando a estrutura de churrasqueiras do camping. Tour Hobbiton Movie Set: $NZ 84,00 Combo de 2 descidas no OGO Rotorua : $NZ 50,00 Camping (powered site): $NZ 30,00 por pessoa Hobbiton Hobbiton OGO - Rotorua The Redwoods The Redwoods 18/11/2017 - Rotorua (Waiotapu + Tamaki Maori Village) Mais uma vez acordamos cedo e tomamos um café da manhã reforçado na cozinha coletiva do Camping e rumamos para o Parque Geotermal Waiotapu. O objetivo era chegar ao local cedo pois uma das atrações é a erupção forçada do Geyser Lady Knox que acontece todos os dias às 10h15. Chegamos a tempo para acompanhar o “teatral espetáculo” que acontece todas as manhãs para ver o geyser lançando suas águas ferventes e depois seguimos rumo a entrada principal para seguir a trilha demarcada para visitar a maioria das atrações de Waiotapu, com destaque para o Champagne Pool. No fim, ainda demos um pulo numa área separada onde se encontram as Mud Pools antes de voltarmos para o centro de Rotorua. Em Rotorua, paramos em algum lugar para almoçar e depois voltamos para o camping onde nos buscaria o transfer para o passeio ao Tamaki Maori Village que havíamos reservado na noite anterior (pegamos o 1º horário do dia já que era a única opção ainda disponível). Esse passeio é uma uma espécie de imersão na cultura Maori feita de uma forma teatral, mostrando diversos hábitos e atividades maoris como danças, músicas, culinária etc. Sendo que os pontos alto são o Haka (famosa dança de guerra Maori) e o jantar feito com o calor da terra já que Rotorua é um local geotermal. Waiotapu: $NZ 32,50 Tamaki Maori Village: $NZ 117,00 (inclui transporte e jantar) Camping (powered site): $NZ 30,00 por pessoa Champagne Pool - Waiotapu Champagne Pool - Waiotapu Lake Ngakoro - Waiotapu Tamaki Maori Village 19/11/2017 - Rotorua > Taupo (Huka Falls) > Waitomo (Marokopa Falls + Mangapohue Natural Bridge) Esse dia amanheceu com um tempo bem fechado e chuvas esporádicas, então acordamos e tomamos nosso café da manhã tradicional com calma e então saímos em direção a Taupo para ver a famosa Huka Falls. A viagem até Taupo levou em torno de 1 hora e o frio e a chuva estavam mais convidativos para tomar um café num lugar fechado do que passear ao ar livre. Dessa forma, paramos no centro de Taupo e entramos em um café e ficamos enrolando um pouco para ver se a chuva dava uma trégua. Depois de um tempo, ainda demos uma volta pelo centrinho de Taupo, demos uma passada no lago de Taupo, comemos alguma coisa e então fomos para a Huka Falls. A Huka Falls é a cachoeira com maior volume de água do país e nota-se isso ao chegar no local! Fomos em alguns mirantes e começamos a andar um trecho da trilha que margeia o Rio Waikato com suas águas de cor azul turquesa, mas pouco tempo depois a chuva voltou a dar sua cara e resolvemos abortar a trilha. Seguimos então viagem já que teríamos em torno de 2h até chegar Waitomo. Chegando lá, fizemos nosso check-in no Waitomo Top 10 Holiday Park e, como já estava tarde, logo em seguida saímos em direção a Marokopa Falls que ficava há uns 30 km de distância numa estrada sinuosa. Chegamos ao início da curta trilha que levava ao mirante da cachoeira e apreciamos um pouco a bela Marokopa Falls e então voltamos para a campervan para regressar a Waitomo, mas antes ainda fizemos uma parada rápida no caminho na Mangapohue Natural Bridge. Camping (powered site): $NZ 27,00 por pessoa Huka Falls Huka Falls Marokopa Falls Mangapohue Natural Bridge 20/11/2017 - Waitomo (Black Water Rafting) > Auckland Nesse dia, eu e o Rafa fizemos o famoso passeio nas cavernas de Waitomo: o Black Water Rafting. Existem várias empresas que fazem esse passeio, mas acabamos fazendo com a Kiwi Cave Rafting porque possuem um preço melhor comparado com as outras agências quando adquirido pelo site. O passeio tem uma duração total de aproximadamente 5 horas e se inicia com a troca de roupas e um treino rápido de rapel, depois o passeio começa de verdade com uma descida em rapel de 27 metros até a caverna, depois fomos a um salão escuro na caverna ver os sensacionais glowworms, seguimos então flutuando numa boia pelas águas da caverna e vendo mais glowworms no caminho, depois andamos por caminhos estreitos formados no interior da caverna e então voltamos ao ponto do rapel mas dessa vez subimos escalaminhando um paredão de 20 metros de altura. Após esse passeio incrível, tomamos um banho e Paulo já estava nos esperando para seguirmos de campervan por quase 3 horas de viagem até Auckland onde devolvemos nossa casa ambulante e nos encontramos com o Zaney que havia chegado mais cedo para começar a segunda parte dessa viagem focada em trilhas (as famosas Great Walks!) Black Water Rafting (Kiwi Cave Rafting): $NZ 150,00 Fotos: $NZ 50,00 (mas como estávamos num grupo de 5, pagamos $NZ 10,00 cada um) Black Water Rafting - Waitomo Glowworm Caves (catálogo do Kiwi Black Water Rafting)
  9. José Luiz Gonzalez

    Nova Zelândia - Campervan, muitas trilhas e natureza exuberante!

    Auckland 12/11/2017 - Auckland Depois de uma longa jornada de avião, cheguei por volta das 6h no aeroporto e peguei o ônibus até o centro de Auckland para ir ao hostel The Attic Backpackers. Como cheguei bem cedo para o check-in, deixei meu mochilão no storage, tomei um banho e saí para conhecer a cidade. Basicamente saí andando em direção a região do porto onde se tem uma bela vista de toda a baía de Auckland. Depois saí caminhando pela Coast to Coast Walkway que é um caminho que liga a costa oeste a leste de Auckland. Como eu estava cansado devido a viagem, nao concluí todos os 16 km do caminho, mas fiz o trecho que inicia no porto, passa pelo Albert Park e a universidade, atravessa o grande parque Auckland Domain e por fim chega ao Monte Éden onde se tem uma ótima vista do skyline da cidade. Depois como estava muito cansado, voltei já no fim da tarde para o hostel e fim do dia! Ônibus Aeroporto: $NZ 18,00 Hostel (quarto compartilhado com 6 camas): $NZ 38,00 Mar de Auckland visto do Porto Skyline de Auckland desde o Mount Eden 13/11/2017 - Auckland Nesse dia resolvi fazer um passeio até a ilha vulcânica de Rangitoto. Esse passeio sai da área do porto de Auckland e leva em torno de 30 minutos para chegar até a ilha. Em Rangitoto existem algumas trilhas, sendo que a principal é a que leva ao topo da ilha de onde se tem vistas para a baía de Auckland. Outra trilha interessante é a que passa pelas cavernas de lavas que se formaram na ilha após as erupções que ocorreram há centenas de anos em Rangitoto. Ferry Auckland - Rangitoto: $NZ 33,00 Hostel (quarto compartilhado com 6 camas): $NZ 38,00 Skyline de Auckland desde o ferry para Rangitoto Rangitoto Island 14/11/2017 - Auckland Nesse dia a minha intenção era fazer outro day-trip até a Ilha Waiheke, que fica a apenas 40 minutos de ferry do porto de Auckland. No entanto, o dia amanheceu com um clima fechado e com chuvas intermitentes, assim que abortei esse passeio pois chuva não combina com passeios a pé por praias. Dessa forma, aproveitei esse dia apenas para passear pelo centrinho de Auckland e comprar algumas coisas (principalmente comida) para as Great Walks (trilhas) que faria na outra semana. Hostel (quarto compartilhado com 6 camas): $NZ 38,00 Auckland Domain
  10. Introdução Fala galera! No fim de 2017 fiz uma das melhores viagens da minha vida pela Nova Zelândia, que contou inclusive com companhias de pessoas que conheci através do Mochileiros! Se alguém tiver alguma dúvida, sinta-se a vontade pra perguntar abaixo e evitem mensagens privadas ou e-mail já que a sua dúvida pode ser a mesma de outras pessoas aqui no fórum! Roteiro Resumido 3 dias em Auckland 1 semana de Campervan pela Ilha Norte 4 dias na Great Walk Tongariro Northern Circuit 5 dias na Great Walk Abel Tasman Coast Track 3 dias na Great Walk Routeburn Track 3 dias na Great Walk Kepler Track 1 semana de carro pela Ilha Sul Roteiro Detalhado 10/11/2017 - Voo São Paulo - Auckland 11/11/2017 - Voo São Paulo - Auckland 12/11/2017 - Auckland 13/11/2017 - Auckland 14/11/2017 - Auckland 15/11/2017 - Auckland - Coromandel 16/11/2017 - Coromandel - Tauranga 17/11/2017 - Tauranga - Matamata - Rotorua 18/11/2017 - Rotorua 19/11/2017 - Rotorua - Taupo - Waitomo 20/11/2017 - Waitomo - Auckland 21/11/2017 - Auckland - Tongariro 22/11/2017 - Tongariro 23/11/2017 - Tongariro 24/11/2017 - Tongariro - Wellington 25/11/2017 - Wellington - Nelson 26/11/2017 - Nelson - Abel Tasman 27/11/2017 - Abel Tasman 28/11/2017 - Abel Tasman 29/11/2017 - Abel Tasman 30/11/2017 - Abel Tasman - Nelson 01/12/2017 - Nelson - Queenstown 02/12/2017 - Queenstown - Routeburn 03/12/2017 - Routeburn 04/12/2017 - Routeburn - Te Anau 05/12/2017 - Te Anau - Kepler 06/12/2017 - Kepler 07/12/2017 - Kepler - Te Anau - Milford Road 08/12/2017 - Te Anau - Milford Sound - Queenstown 09/12/2017 - Queenstown - Wanaka 10/12/2017 - Wanaka 11/12/2017 - Wanaka - Mt Cook 12/12/2017 - Mt Cook 13/12/2017 - Mt Cook 14/12/2017 - Mt Cook - Arthur’s Pass 15/12/2017 - Arthur’s Pass 16/12/2017 - Arthur’s Pass - Christchurch - São Paulo
  11. "Para gustos, colores..." como dizem os hispânicos né? Por isso que é importante cada pessoa saber exatamente o que busca numa viagem e pesquisar antes de se aventurar né? Não é porque seu amigo/primo/cunhado/chefe fala que você tem que visitar/ir em tal lugar na sua viagem que você tem que ir, afinal o que é bom para um pode não ser para o outro!
  12. Sinceramente, tudo que vi na internet sobre Boca Grande me fez não ter a menor vontade de ir para lá. Eu acho que se alguém vai a Cartagena é porque quer ver algo como a cidade amuralhada ou as praias caribenhas (coisas que não temos no Brasil e que faz a ida a Cartagena valer a pena) e Boca Grande é uma praia bem sem sal (água e areia de cor escura como temos aos montes no Brasil... aos paulistas, diria que é como se fosse uma Praia Grande)
  13. @D FABIANO como disse, o passeio me lembrou bastante o famoso passeio em 4x4 pelo Salar do Uyuni e quando digo isso digo por vários motivos como o desconforto! No relato que fiz na época conto isso com mais detalhes!
  14. José Luiz Gonzalez

    Nova Zelândia: Catlins e Otago Peninsula, em um final de semana.

    Eu reservei os huts e campings com uns 3 meses de antecedência mais ou menos para as 4 Great Walks que fiz (Tongariro, Abel Tasman, Routeburn e Kepler)! Mas a antecedência na reserva depende também da época que você pretende fazer a trilha e também da popularidade dessa Great Walk! E sim, se possível faça pelo menos a Tongariro Alpine Crossing e a trilha até o mirante na Routeburn que sai do ponto The Divide no caminho a Milford Sound (mas esse eu acho que só vale a pena se estiver um dia com céu azul, o que é difícil nessa região... rsrs)
  15. José Luiz Gonzalez

    Nova Zelândia: Catlins e Otago Peninsula, em um final de semana.

    Parabéns pelo relato Paty! Realmente NZ é um lugar incrível e que faltam informações em português! Eu estive aí na NZ no fim do ano passado por 5 semanas viajando com foco nas Great Walks e foi incrível! Só preciso organizar minha vida pra postar o relato, mas uma hora ele sai! Infelizmente não fui pra Catlins, mas conheci muito lugar sensacional! NZ é um paraíso para os amantes da natureza! Aproveita!
×